Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Informe Rural - 23/10/13

830 views

Published on

  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Informe Rural - 23/10/13

  1. 1. Secretaria de Agricultura e Desenvolvimento Rural Informativo do Sistema Público da Agricultura - Ano II - Edição n° 49 - Brasília, 23 de outubro de 2013. Maquinários para pequena produção é tema de Dia de Campo Pela primeira vez o governo do Distrito Federal realiza uma atividade de mecanização agrícola voltada para o pequeno agricultor. O objetivo é demostrar na prática o que existe de mais moderno em implementos e equipamentos voltados para a pequena propriedade. O “Dia Especial de Mecanização Agrícola para a Pequena Propriedade”, acontecerá na próxima sexta-feira (25) no Parque Ivaldo Cenci, PAD/ DF. Hoje não temos muita variação em relação ao tamanho da área produtiva do DF, mas é possível, com iniciativas como estas, que os agricultores, se apropriando das tecnologias, aumentem sua produtividade, destaca o zootecnista da Emater-DF, Ricardo Luz. Ele salienta ainda, que “essas tecnologias podem reduzir os custos com mão de obra”. A Emater-DF junto a Secretaria de Agricultura do DF, BRB, Sebrae e Coopa-DF são as entidades responsáveis pela atividade que viabilizará maior competitividade e qualidade de vida para os moradores da área rural do DF. A expectativa é de que mais de 800 agricultores participem da atividade que acontecerá também no sábado (26). No total serão oito estações com os seguintes temas: Sistema de plantio direto; pulverização; encanteiramento; plantio e colheita da mandioca; produção de feno em pequenas propriedades; pequenos equipamentos de uso diário na pequena propriedade; demonstração de tratores de pequeno porte; e alternativas de linhas de crédito para a pequena propriedade. A expectativa é de que mais de 800 agricultores participem da atividade que acontecerá também no sábado (26). Data: sexta-feira (25) e sábado (26) Horário: das 9h às 17h Local: Parque Ivaldo Cenci, BR 251, KM 5, PAD/DF (Agrobrasília) A programação é a mesma para os dois dias. Vargem Bonita realiza exposição agrícola Hortaliças, grãos, flores e frutas: a produção agrícola dos núcleos rurais que compõem a região da Vargem Bonita é bastante diversificada. Mas são as folhosas que se destacam entre os produtos locais: grande parte dos agricultores colocam diariamente no mercado alface, rúcula, couve, salsa, coentro, cheiro verde e diversas outras hortaliças de boa qualidade. Com o objetivo de divulgar a produção local e integrar os produtores, a Emater-DF promoveu, neste fim de semana, a 4ª Exposição Agrícola. Por meio do escritório na Vargem Bonita, a empresa reuniu o melhor da produção local e premiou os três melhores colocados. A atividade faz parte do Mês de Integração Rural, cuja programação inclui oficinas, cursos, palestras e mutirões, e vai até o final de outubro. De acordo com a gerente da Emater-DF na Vargem Bonita, Desirée Duarte Serra, um dos trabalhos da empresa é resgatar e valorizar a diversidade cultural do DF. “Aqui na região há muitos descendentes de japonses, que se fixaram antes mesmo de Brasília ser inaugurada. São comunidades que possuem forte tradição agrícola”, acrescenta Desirée. A 4ª Exposição Agrícola é uma realização da Emater-DF em parceria com a Secretaria de Agricultura e Desenvolvimento Rural, Administração Regional do Park Way, Associação Cultural Nipo-Brasileira da Vargem Bonita e Associação Rural da Vargem Bonita. Vencedores da 4ª Mostra Agrícola: 1º Lugar: Roberto Gomes dos Santos (Vargem Bonita) 2º Lugar: Lúcia Sugii (Colônia Agrícola Kanegae) 3º Lugar: Alexandre Kusaba (Vargem Bonita) Agricultores debatem sobre comercialização O diretor executivo da Emater-DF, Carlos Banci, esteve em Cristalina (GO), na tarde desta terçafeira (22), para conversar com agricultores da região sobre comercialização. A palestra foi feita a convite da Cooperativa de Agricultores Familiares Agroecológicos do Cerrado (Rede Terra), que congrega mais de 300 produtores dos municípios de Cristalina, Luziânia e Cidade Ocidental. Durante a palestra, Banci falou sobre as principais dificuldades da agricultura familiar no Brasil e as vantagens que o pequeno empreendedor rural pode alcançar ao se organizar em cooperativas. A experiência da Cootaquara — organização que realiza um forte trabalho no núcleo rural Taquara (região administrativa de Planaltina) — foi usada como exemplo da força que o agricultor familiar pode adquirir para obter mais lucros e melhoria de vida. Para o presidente da Rede Terra, Levi Cerqueira, a palestra foi importante para ajudar os agricultores da região a se fortalecerem para enfrentar o mercado. “Estamos próximos da capital do país, que é um grande polo consumidor, e temos potencial para crescer. A parceria com a Emater-DF, que disponibiliza seus quadros para debater esses temas conosco, tem sido útil para discutirmos nosso papel como organização rural”, detalhou.
  2. 2. Termina vigência do Vazio Sanitário do Feijão Encerrou neste domingo (20) o Vazio Sanitário do feijão, período em que ficou proibido o plantio e a manutenção de plantas vivas de feijão no Distrito Federal. A medida visou combater o mosaico dourado, doença transmitida pela mosca branca e que causou perdas de R$ 15 milhões na última safra. “Diminui r a quantidade de mosca branca é difícil, pois ela se reproduz em mais de 600 espécies vegetais; mas, ao eliminar as plantas de feijão, eliminamos também o mosaico dourado. Assim, a mosca branca não pousa numa planta contaminada, para depois levantar voo e contaminar outra planta que estava sadia”, explica Márcio Lopes, subsecretário de Defesa e Vigilância Agropecuária”, explica Márcio Lopes, subsecretário de Defesa e Vigilância Agropecuária. O vazio sanitário alcançou a adesão esperada. O impacto na diminuição da incidência do mosaico dourado será monitorado e os dados serão consolidados no médio prazo. Os agricultores que descumpriram a medida foram autuados e estão sujeitos a multa, que varia de R$ 15 mil a R$ 50 mil. “Durante a fiscalização do vazio, as equipes da Secretaria receberam grande apoio dos produtores fiscalizados, que, na maioria, foram muito receptivos e tiveram a consciência que o vazio sanitário é uma medida de extrema importância para redução dos danos do mosaico dourado”, disse Lara Line, chefe do Núcleo de Defesa e Sanidade Vegetal da Secretaria de Agricultura. Para os próximos anos a meta é ampliar a discussão sobre a implantação do Vazio Sanitário com as outras unidades da federação e alcançar a implantação de um Plano Nacional de Controle do Mosaico Dourado. Além de estender o prazo de vigência do vazio para, no mínimo, 35 dias, conforme recomendado por pesquisadores da Embrapa. Nova modalidade do PAA deve começar pelo DF Técnicos dos Ministérios de Desenvolvimento Social, Desenvolvimento Agrário e Defesa estiveram nesta terça-feira (22) na área rural de Planaltina para conhecer o potencial produtivo da região e viabilizar a realização da nova modalidade do Programa de Aquisição da Agricultura (PAA) a de Compras Institucionais no governo federal, a expectativa é que o DF seja o projeto piloto. O extensionista rural da Emater-DF, Blaiton Carvalho, que acompanhou os técnicos, lembrou que eles estariam visitando duas regiões para entender como os agricultores poderiam atendê-los. Ele salientou ainda que o potencial produtivo da região é de tomate e pimentão, mas que outras variedade também podem ser produzidas. No assentamento Fazenda Larga uma das lideranças Oziel de Paula reforçou que, desde que haja o devido planejamento, eles conseguem se organizar para produzir de acordo com a demanda do Ministério da Defesa. “Nossas chácaras são pequenas, mas, dependendo do que produz, não ocupamos todo o espaço, sendo possível adequar à necessidade do órgão. O restaurante do Ministério da Defesa é administrado pelos próprios servidores. Somente lá mais de 1500 mil pessoas fazem suas refeições diariamente. O responsável pelas compras Marcone Araújo se disse surpreso com a variedade e com a disposição dos agricultores em atender a demanda. “Quando começamos a visita achei que conseguiríamos comprar somente tomate e pimentão, mas hoje foi possível constatar que podemos ser atendidos”. A Cooperativa Agricola da Região de Planaltina (Cootaquara), localizada no Núcleo Rural Taquara, abastece as redes de hipermercados com mais de 40 variedades de produtos. São quase 400 toneladas de produtos por mês. PAA Institucional – A modalidade permite que estados, municípios e órgãos federais da administração direta e indireta comprem alimentos da agricultura familiar por meio de chamadas públicas, com seus próprios recursos financeiros, com dispensa de licitação. A iniciativa promove o aumento de renda para quem produz, o acesso à alimentação adequada e saudável para a população e o fortalecimento da economia local. As compras podem ser feitas por quem fornece alimentação, como hospitais, quartéis, presídios, restaurantes universitários, refeitórios de creches e escolas filantrópicas, entre outros. Podem vender para o PAA nesta modalidade, agricultores e agricultoras familiares, assentados da reforma agrária, silvicultores, aquicultores, extrativistas, pescadores artesanais, comunidades indígenas, comunidades quilombolas e demais povos e comunidades tradicionais que possuam Declaração de Aptidão ao Pronaf - DAP. As cooperativas e outras organizações que possuam DAP Jurídica também podem vender nesta modalidade, desde que respeitado o limite por unidade familiar. Cada família pode vender até R$ 8.000,00 (oito mil reais) por ano. Comunidade Rural de Brazlândia recebe mais dois conjuntos de mecanização agrícola A Associação dos Produtores Rurais de Alexandre Gusmão (Aspag) e a Cooperativa Mista Agropecuária do Vale do Curralinho (Convale) foram as novas contempladas pelo Programa Patrulha Agrícola, projeto que promove a mecanização da agricultura familiar, por meio de entrega de maquinários para plantio. “Já chegamos a entrega de 23 patrulhas. Isso é fantástico e demonstra como é importante a interlocução entre o governo e a sociedade. Para esta conquista tivemos o esforço de deputados federais, distritais, governo federal, do nosso governo e dos agricultores”, enfatizou o vice-governador, Tadeu Filippelli. A entrega dos conjuntos de mecanização iniciou em janeiro. Para adquirir os maquinários, os agricultores precisam estar organizados em associações ou cooperativas, apresentar projeto de plantio e cumprir todas as exigências do edital da chamada pública. As organizações que cumprem melhor as exigências vencem a concorrência. “Nós, pequenos produtores rurais, vamos usufruir de grandes melhorias com essa conquista. Nossa cooperativa é formada por pequenos produtores de leite. Agora vamos poder preparar o solo para a pastagem do gado e gente que nunca teve oportunidade como essa, terá”, disse Carlos Oliveira, presidente da Convale. Com a entrega, serão beneficiadas mais de 50 famílias de agricultores da cooperativa, que produzem – em média – mil litros de leite por dia. A cooperativa também teve o crescimento incentivado pela aquisição. “Nossa perspectiva é passar de cem cooperados até o fim do ano”, revelou Oliveira. Já a entrega à Aspag beneficiará 150 produtores de hortaliças e trará mais agilidade ao cultivo “A inciativa do governo é muito bem vinda pelos pequenos produtores da região. A organização dos agricultores também foi fundamental para essa conquista”, avaliou Edilson Lorena, presidente da Aspag. O secretário de Agricultura, Lúcio Valadão, parabenizou a conquista e disse estar ciente que inda mais pode ser feito. “Temos o compromisso do governador Agnelo e do vice, Filippelli, para ano que vem ampliar mais esse programa. Trazer mais equipamentos e tratores para atender ainda melhor a população”, disse. Capacitação Para garantir o máximo de qualidade na operacionalização dos maquinários, a Secretaria de Agricultura promove capacitação, em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), de agricultores e trabalhadores rurais. “A capacitação vai permitir que os agricultores consigam aproveitar todos os recursos que os maquinários oferecem, com o mínimo de desgaste possível. Com o uso e a manutenção adequados, eles terão uma longa vida útil e trarão benefícios não só para os agricultores, mas também para toda a população que consome o alimento produzido por eles, durante muito tempo”, avaliou o subsecretário de Desenvolvimento Rural, José Nilton Campelo. O curso, ministrado na Subsecretaria de Desenvolvimento Rural da Secretaria de Agricultura, é composto de aulas práticas e teóricas. Patrulhas Agrícolas Cada conjunto de mecanização é composto por trator agrícola; grade aradora, de 14 discos de 26 polegadas; carreta agrícola, com capacidade para 4 toneladas; enxada rotativa com kit encanteirado e distribuidor de calcário e adubo orgânico com capacidade para 2,5 toneladas. As organizações dos agricultores vencedoras das concorrências poderão ficar com o maquinário por até cinco anos. Em contrapartida, terão que fazer seguro das máquinas e cumprir as demais exigências dos editais. Seagri apoia projeto de agroecologia do Assentamento três Conquistas O Assentamento Três Conquistas, localizado na área rural de Planaltina, está estruturando projeto de agroecologia, com apoio da Secretaria de Agricultura (Seagri). Intitulado Agrofloresta – Uma Questão Socioambiental, a ação visa dar sustentabilidade ao assentamento e gerar renda para os participantes. “Participei da implantação deste assentamento, em 1998. No entanto, entraram novos governos, depois, e houve uma descontinuidade no trabalho para gerar inclusão sócioprodutiva dos trabalhadores”, disse o secretário de Agricultura, Lúcio Valadão. “O apoio que o Três Conquistas está recebendo mostra o comprometimento do governo Agnelo na geração de renda e de ter governo para quem mais precisa. Também mostra que a agricultura e o meio ambiente são vistos como prioridade neste governo”, ressaltou Valadão. O Projeto O projeto Agrofloresta incluirá, além do estímulo e da capacitação para o cultivo agroecológico, a criação da cultura e de valores ambientais para a atual e as futuras gerações do Assentamento Três Conquistas. “Queremos construir a autônima do agricultor no processo de ensino e aprendizagem. Queremos que o agricultor tenha consciência que ele é o maior responsável pelo próprio crescimento e que se torne um sujeito ecológico, por meio da educação libertadora”, explicou disse Ceiça Nascimento, Coordenadora de implementação do Projeto e assentada do Três Conquistas. Está previsto o plantio de hortaliças, árvores frutíferas – como bananeiras e pés de maracujá, e árvores nativas do cerrado como ipê, jatobá e aroeira. A previsão é que a primeira colheita do projeto seja realizada em janeiro de 2014, com as hortaliças. Serão plantadas 132 espécies nativas do cerrado, em 77 módulos de 1.188 m² cada. A implantação dos módulos será iniciada em novembro deste ano e vai beneficias mais, no primeiro momento, mais de 20 famílias de trabalhadores rurais. “O plantio consorciado beneficia o solo, o agricultor – pois a diversidade de produtos diminui o risco de perdas, o meio ambiente – pois serão formados micro ecossistemas, reduzirá a necessidade de insumos, proporcionará mais eficiência no uso da mão de obra e permitirá o plantio e a colheita durante todo o ano, o que potencializa a renda”, Para o secretário de Agricultura, a iniciativa dos próprios moradores é ponto chave para o sucesso da ação. “Tenho certeza que este projeto vai à diante graças à efetiva participação dos moradores. A análise para apoio a projetos como esse é sempre bem rigorosa. Quando fica bem demonstrada a concreta participação da comunidade e o comprometimento na construção do projeto, ele é provado”, ressaltou. “O projeto pode representar um grande salto de qualidade para a comunidade e torná-la economicamente viável e ambientalmente sustentável. O Distrito Federal, com o atual governo, volta a ter uma forte política para o meio rural, especialmente de consolidação dos assentamentos da reforma agrária”, disse o presidente da Emater, Marcelo Piccin. Conjunto de mecanização Além do apoio ao projeto de agroecologia do Três Conquistas, a Seagri deu importante contribuição para viabilizar o cultivo no Assentamento. Em janeiro, a comunidade foi uma das beneficiadas com o Programa Patrulha Agrícola, que leva maquinários, como trator e arador, à agricultura familiar. “Este conjunto de mecanização será fundamental para prepararmos a terra e fazermos as coisas População carente recebe doação de carne Ação, que marca a Festividade do Abraão, foi coordenada pelo Banco de Alimentos da Ceasa e realizada por meio de parceria entre o Centro Cultural Brasil Turquia, Associação de Caridade Kimse Yok Mu e GDF Trabalhadores rurais de Sobradinho e Planaltina, catadores do lixão da estrutural e entidades socioassistenciais abastecidas pelo Banco de Alimentos da Ceasa receberam doção de 8 toneladas de carne, nesta quinta-feira (17). Ao total, foram beneficiadas 4 mil famílias carentes. “Foi muito importante esta ação. Nem todo mundo consegue manter a alimentação que deveria, pois é muito caro, principalmente a carne”, disse Hosana Alves, catadora de matérias recicláveis. A ação, feita em parceria entre o Governo do Distrito Federal (GDF), a Associação de Caridade Kimse Yok Mu e o Centro Cultural Brasil Turquia (CCBT), marcou o Dia Mundial da Alimentação ocorrido nesta quarta-feira (16). A distribuição também celebrou a Festividade do Abraão, comemoração islâmica baseada na tradição do profeta Abraão, que recebeu ordem de Deus para sacrificar o filho, como teste de obediência, mas que, no momento do sacrifício, recebeu um carneiro para ser sacrificado no lugar da criança. “A ação está sendo feita em 150 países. Queremos resgatar a cultura do compartilhar com o próximo. Não só com os mais próximos – vizinhos e familiares – mas com todo mundo. Temos todos um ponto em comum: somos seres humanos, independente de culturas, religiões, nações ou línguas”, ponderou Mustafa Göktepe, presidente do CCBT. Doação O Banco de Alimentos da Ceasa coordenou a distribuição, feita a partir do local, de onde saíram caminhões frigoríficos em direção ao lixão e aos acampamentos de trabalhadores rurais. As entidades socioassistenciais cadastradas pelo Banco de Alimentos foram até o local para receber a carne. “A doção veio em hora muito apropriada. As entidades precisam de todos os tipos de alimentos, inclusive a carne. Vamos separar e distribuir entre as pessoas que atendemos e servir às pessoas que passam o dia conosco”, falou Margarete Queiroz, captadora de recursos da Associação Maria da Conceição e Centro de Convivência do Idoso (Asmac), que atende idosos carentes do Gama. Para Maria Ovides, do Centro Social Tia Ilda – no Varjão – é importante a parceria entre governo e sociedade para prover o bem estar. “Existimos há 13 anos e é a primeira vez que recebemos este tipo de doação. Atendemos crianças de quatro a 12 anos, no período em que não estão na escola. Foi muito bem vindo esse trabalho conjunto entre o governo e organizações privadas”, disse. Os acampamentos Renascer, Por do Sol (Sobradinho) e 8 de Março (Planaltina) receberam ao total cerca de 1 tonelada. Os catadores do lixão da Estrutural receberam 4 toneladas e o Banco de Alimentos cerca 3 toneladas para doar a 130 entidades que atendem pessoas carentes. “É um momento muito importante para as nossas comunidades, pela parceria e força de vontade dos companheiros da Turquia, em fazer esse ato, com a Secretaria de Agricultura. É um momento em que nos sentimos valorizados, pois sabemos que têm pessoas que olham pela gente. O GDF e os parceiros estão de parabéns”, falou Antônio da Silva, coordenador geral do Movimento Apoio ao Trabalhador Rural (MATR). Festividade do Abraão Em homenagem à obediência de Abraão, é comemorada em 17 de outubro, a Festividade do Abraão, que sucede à realização do Hajj (peregrinação a Meca). Para celebrar a data, os mulçumanos que têm condições financeiras abatem carneiros ou bois e distribuem a familiares e vizinhos. Alguns muçulmanos optam por fazer doações a organizações de caridade, que distribuem a carne às pessoas que mais precisam. Participaram da doação empresários do Brasil e da Turquia. Governador Agnelo nomeia 176 concursados da Seagri O govenador Agnelo Queiroz nomeou mais 176 concursados para assumir funções na Secretaria de Agricultura. O ato foi publicado no Diário Oficial da União (DOU) de hoje (18). As funções a serem desempenhadas são nas áreas de arquitetura, medicina veterinária, agente administrativo, técnico em contabilidade, administração e zootecnia. “O governador Agnelo toma mais uma atitude que valoriza a agricultura do Distrito Federal. Com os novos servidores, estaremos mais bem preparados para promover o desenvolvimento rural”, ressaltou o secretário de Agricultura, Lúcio Valadão. Serão exercidos cargos de Analista e Técnico de Desenvolvimento e Fiscalização Agropecuária, da carreira de Desenvolvimento e Fiscalização Agropecuária do Quadro de Pessoal do Distrito Federal. Abaixo, segue, na integra, a nomeação dos concursados. No mesmo ato, também foram tornadas sem efeito as nomeações que não foram assumidas em convocações anteriores e chamados concursados em substituição. O GOVERNADOR DO DISTRITO FEDERAL, no uso das atribuições que lhe confere o artigo 100, incisos XXVI e XXVII, da Lei Orgânica do Distrito Federal, e considerando o artigo 17, § 5º da Lei Complementar 840, de 23/12/2011, resolve: TORNAR SEM EFEITO as nomeações contidas no Decreto publicado no DODF nº 154, de 29 de julho de 2013, página 57, a que se refere o Edital Normativo nº 1/2009 – SEPLAG/SEAPA, publicado no DODF nº 120, de 24 de junho de 2009, e Edital de Resultado Final nº 5/2009 – SEPLAG/SEAPA, publicado no DODF nº 204, de 21 de outubro de 2009, e Edital de Resultado Final nº 8/2009 – SEPLAG/SEAPA, publicado no DODF nº 04, de 07 de janeiro de 2010, para exercerem os cargos de Analista e Técnico de Desenvolvimento e Fiscalização Agropecuária, Terceira Classe, Padrão I, da Carreira Desenvolvimento e Fiscalização Agropecuária do Quadro de Pessoal do Distrito Federal, por não terem tomado posse em tempo hábil, conforme a seguir (especialidade, nome e classificação): ARQUITETO: 01) MIGUEL COSTA RAMIREZ, 3º. MÉDICO VETERINÁRIO: 01) DEBORAH TEIXEIRA EVANGELISTA, 47º. AGENTE ADMINISTRATIVO: 01) JOAO GUILHERME OLIVEIRA VIEIRA, 70º; 02) DANIEL DE CARVALHO OLIVEIRA, 71º; 03) CECILIA ALVES VIANA, 72º; 04) HEIGON HENRIQUE DA SILVA LINS, 73º; 05) WESKLEY RODRIGUES DOS SANTOS, 74º; 06) MONICA RAMOS DE JESUS, 79º; 07) DANIELLE OLIVEIRA DA ROSA, 80º; 08) LUCIENE ROVERATTI SANTOS, 81º; 09) EVELAINE ROCHA, 82º; 10) FABIANA ODA, 83º; 11) ALESSANDRO DE JESUS ROCHA, 84º; 12) DANYELLA CRISTINA LOPES DA SILVA, 85º. Candidata portadora de deficiência: 01) MARIA DA GLORIA DA S A DA CRUZ, 17º. TÉCNICO EM CONTABILIDADE: 01) PEDRO LUIZ ROCHA DE NORONHA, 11º; J 02) OSE ELI¬ZIARIO ARAUJO DE SOUSA, 12º; 03) ADALBERTO TADEU DE ARAUJO, 13º. TORNAR SEM EFEITO as nomeações contidas no Decreto publicado no DODF nº 158, de 02 de agosto de 2013, página 16, a que se refere o Edital Normativo nº 1/2009 – SEPLAG/SEAPA, publicado no DODF nº 120, de 24 de junho de 2009, Edital de Resultado Final nº 5/2009 – SEPLAG/SEAPA, publicado no DODF nº 204, de 21 de outubro de 2009, e Edital de Resultado Final nº 8/2009 – SEPLAG/SEAPA, publicado no DODF nº 04, de 07 de janeiro de 2010, para exercerem os cargos de Analista e Técnico de Desenvolvimento e Fiscalização Agropecuária, Terceira Classe, Padrão I, da Carreira Desenvolvimento e Fiscalização Agropecuária do Quadro de Pessoal do Distrito Federal, por não terem tomado posse em tempo hábil, conforme a seguir (especialidade, nome e classificação): ADMINISTRADOR: 01) HELI JONES RIOS JUNIOR, 5º. Candidata portadora de deficiência: 01) LARISSA GOMES DIAS, 1º. AGENTE ADMINISTRATIVO: 01) ADMILSON BISPO DOS SANTOS, 61º; 02) JAMES LUIZ MARQUES DE SOUSA, 62º; 03) RENATO HUMBERTO PUCCI, 63º; 04) JAYLSON CIRQUEIRA COSTA, 64º; 05) JAQUELINE DE OLIVEIRA ALVES, 67º; 06) RENATA CARVALHO SILVA, 68º; 07) BRUNO ARAUJO NOBREGA, 69º. Candidatos portadores de deficiência: 01) CARLA FERNANDES E OLIVEIRA, 14º; 02) JOSE LUIZ DOS SANTOS SIQUEIRA, 15º. TÉCNICO EM CONTABILIDADE: 01) ESDRAS BACELAR MOREIRA SALLES, 10º. O GOVERNADOR DO DISTRITO FEDERAL, no uso das atribuições que lhe confere o artigo 100, incisos XXVI e XXVII, da Lei Orgânica do Distrito Federal, resolve: NOMEAR, em substituição às nomeações tornadas sem efeito, os candidatos abaixo, aprovados no Concurso Público a que se refere o Edital Normativo nº 1/2009 – SEPLAG/SEAPA, publica¬do no DODF nº 120, de 24 de junho de 2009, Edital de Resultado Final nº 5/2009 – SEPLAG/ SEAPA, publicado no DODF nº 204, de 21 de outubro de 2009, e Edital de Resultado Final nº 8/2009 – SEPLAG/SEAPA, publicado no DODF nº 04, de 07 de janeiro de 2010, para exercerem os cargos de Analista e Técnico de Desenvolvimento e Fiscalização Agropecuária, Terceira Classe, Padrão I, da Carreira Desenvolvimento e Fiscalização Agropecuária do Quadro de Pessoal do Distrito Federal, conforme a seguir (cargo, especialidade, nome, classificação): ANALISTA DE DESENVOLVIMENTO E FISCALIZAÇÃO AGROPECUÁRIA ADMINISTRADOR: 01) MAURIANGELA DA SILVEIRA TELES, 6º; 02) MARCELLO LYRA DE VASCONCELOS, 7º. ARQUITETO: 01) BRUNO REIS YAMAMOTO, 4º . MÉDICO VETERINÁRIO: 01) DIEGO RODRIGUES SOUZA, 49º, 02) LUCIANA MATSUNAGA HIGAWA, 50º; 03) ROBERTO CELIDONIO ALONSO, 51º; 04) PATRICIA MALLET SOARES, 52º; 05) MARCO ANTONIO AZEVEDO MARTINS, 53º; 06) ANTONIO DOS SANTOS NETO, 54º; 07) MATEUS MARTINS BARCELOS, 55º; 08) AMANDA SILVA ANTONELLI, 56º; 09) CECILLIA VIANA CORDEIRO, 57º; 10) NADIA VALESCA BIRAL DE OLIVEIRA, 58º; 11) RICARDO DA SILVA RAPOSO, 59º. ZOOTECNISTA: 01) POLYANA PIZZI ROTTA, 3º; 02) MARINA SIQUEIRA BARBOSA SANTIAGO, 4º; 03) IZAEL ANTONIO DE MAGALHAES, 5º; 04) TARCISO CORDEIRO ENSA JUNQUEIRA VILLELA, 6º. TÉCNICO DE DESENVOLVIMENTO E FISCALIZAÇÃO AGROPECUÁRIA AGENTE ADMINISTRATIVO: 01) LUCIANO DA SILVA ALVES, 86º; 02) AMANDA BARCELAR ROCHA, 87º; 03) DIEGO ALBUQUERQUE DA ROCHA, 88º; 04) GUILHERME HENRIQUE SUZA¬NO DE MELO, 89º; 05) GUILHERME OLIVEIRA LEMOS, 90º; 06) RODRIGO ABRAO FERREIRA MENDES, 91º; 07) ANDRE LIMA BATISTA, 92º; 08) FRANCIS DE PAULA MAXIMO E SOUZA, 93º; 09) NATANAEL FELIX DOS SANTOS, 94º; 10) YOKOWAMA ODAGUIRI ENES CABRAL, 95º; 11) JOAQUIM FERNANDO NUNES ARAUJO, 96º; 12) ALESSANDRA PACHECO XAVIER DE SOUZA, 97º; 13) VALDEMIR JESUS DE SANTANA, 98º; 14) MARBYLLA SOUZA BEZERRA, 99º; 15) ALESSANDRA LUCIA GONCALVES, 100º; 16) MARCO AURELIO GOMES SILVA CAVAL¬CANTI, 101º; 17) DIOGENES FONTENELE TEIXEIRA, 102º; 18) PEDRO HENRIQUE MARTINS MENDES, 103º; 19) THIAGO CARVALHO MARTINS, 104º; 20) MICHELINE RAMOS DE CARVA¬LHO, 105º; 21) MAYARA MELO LEITE, 106º; 22) MARCO ANTONIO DE AZEVEDO MARTINS, 107º; 23) NEIDE DE SOUZA VIEIRA, 108º; 24) WILLIAM HUDSON NERES LOPES, 109º; 25) ALAN BARROS LOPES, 110º; 26) MAISA OLIVEIRA GOMES, 111º; 27) ARYLENO COELHO DE SENA, 112º; 28) MICHELLE ALVES FERNANDES, 113º; 29) MAX NOBREGA DE MENEZES COSTA, 114º; 30) GISLENE SILVA LIMA, 115º; 31) FRANKLIN ROCHA LOPES, 116º; 32) DANILO DE SOUZA NOGUEIRA, 118º; 33) RODRIGO AUGUSTO DE OLIVEIRA GOMES, 119º; 34) ELIAKIM PEREIRA GONCALVES, 120º; 35) RODRIGO ASCENSO REIS RIBEIRO, 121º; 36) JOSE LUIZ GUERRA NE¬VES, 122º; 37) ALEXANDRE MIGUEZ PINTO, 123º; 38) ANDREA SOUSA ARAUJO BAUFAKER, 124º; 39) DEISE MARIA DE OLIVEIRA GALVAO, 125º; 40) WESLEY ROSA GUNTHER, 126º; 41) WILL ROBSON REZENDE BONFIM, 127º; 42) ALISSON FELIPE DE SOUZA SILVA, 128º; 43) IASSANAN ANDREIA DOS REIS, 129º; 44) GUSTAVO FERNANDO GONCALVES DOS SANTOS, 130º; 45) WESLEY TIRINO DE OLIVEIRA, 131º; 46) ANDRE ALVES SANTANA, 132º; 47) DARLA SOUSA PINTO, 133º; 48) HANNA REBECA SILVA FERREIRA, 134º; 49) NAYARA ARAGAO DE PAULA NOBRE PINHEIRO, 135º; 50) SANDRA HELENA NASCIMENTO DE LIMA, 137º; 51) MARCELO PEREIRA DE SOUSA, 138º; 52) MYLENE OZORIO CORREA, 139º; 53) CRISTIANO PEREIRA ARAUJO, 140º; 54) FABRICIA VIEIRA DOS SANTOS, 141º; 55) EDUARDO ALVES DOS SAN¬TOS, 142º; 56) DENISE DA SILVA, 143º; 57) PAULO FERREIRA DE MORAES, 144º; 58) LEANDRO SHIMABUKURO, 145º; 59) VAGNER LUIS NUNES LINS, 147º; 60) CRISTIANE ALBUQUERQUE DA ROCHA, 148º; 61) NILEIDE CALDEIRA DA CRUZ, 149º; 62) MARCOS LOPES FERREIRA, 150º; 63) EDMAR DE JESUS RODRIGUES, 151º; 64) ANDRE QUEIROZ LACERDA E SILVA, 152º; 65) JAIME ALVES DOS SANTOS, 153º; 66) ROBSON EUSTAQUIO DE MESQUITA, 154º; 67) ISOLDE LUIZA LANDO, 155º; 68) CARLOS RONES DA SILVA, 156º; 69) RICARDO ROCHA DE FIGUEIREDO, 157º; 70) IGOR CLEYTON FERREIRA DE SOUSA, 158º; 71) FERNANDA SATIRO DIAS DO NASCIMENTO, 159º; 72) THAIS RODRIGUES DE ALBUQUERQUE, 160º; 73) SABRINA RIBEIRO DE OLIVEIRA, 161º; 74) HELIO DE OLIVEIRA BARROS, 162º; 75) LILIAN CARVALHO ALVES VIEIRA, 163º; 76) VALQUIRIA OLIVEIRA RAMOS, 164º; 77) DINA MARIA GUIMARAES DA SILVA, 165º; 78) ALLAN MENDES BATISTA, 166º; 79) LUCIANA SOUZA OLIVEIRA, 167º; 80) DENISE MARIA NUNES MARTINS, 168º; 81) IVO GUIMARAES FERREIRA, 169º; 82) JACQUE¬LINE CHRISTINE SANTOS GAMA, 170º; 83) LAURO CEZAR DE OLIVEIRA FERREIRA, 171º; 84) PAULO CESAR GOMES MULLER, 172º; 85) DIVINO GONCALVES DA SILVA, 173º; 86) LUCIA ROSIMARY VALES, 174º; 87) PATRICIA DELACELIA MENDONCA, 175º; 88) JOAO PAULO DIMEIRA DOS REIS, 176º; 89) SONIA AKIKO OZAWA, 177º; 90) ALEXSANDRA SANTANA DE BRITO, 178º; 91) JOCILENE FERREIRA DA PAIXAO, 179º; 92) JURANDIR JOSE FERREIRA, 180º; 93) ILANA SZABO, 181º; 94) GUSTAVO JOSE DA NOBREGA DANDA, 182º; 95) DANIEL PERES RODRIGUES, 183º; 96) THIAGO COUTO CANTUARIA, 184º; 97) EDILENE DIAS CERQUEIRA, 185º; 98) RICARDO MARTINS SILVA, 186º; 99) MARCUS VINICIUS THOME ARRUDA, 187º; 100) DEBORAH MENDES MAXIMO, 188º; 101) THALITA SANTOS DE ARAUJO, 189º; 102) HENRIQUE IZIDORO BITTENCOURT, 190º; 103) FELIPE GOMES DOS SANTOS, 191º; 104) CARLOS VINICIUS DOS SANTOS OLIVEIRA, 192º; 105) PETRUCIO DE OLIVEIRA ALMEIDA, 193º; 106) HELLDER DE OLIVEIRA SOUSA, 194º; 107) RAFAEL PRATA RODRIGUES, 195º; 108) LUANDA WALESKA DE SOUZA, 196º; 109) LILIAN COSTA BARCELOS, 197º; 110) VANDERLINA PEREIRA DOS SANTOS, 198º; 111) HILTON JAZIEL ESTANISLAO, 199º; 112) ANGELA APARECIDA REZEN¬DE, 200º; 113) RONALDO YUJI SATO, 201º; 114) VALERIA RENATA ALVES DE ALMEIDA, 202º; 115) MERCIA ROMEIRO DE OLIVEIRA, 203º; 116) MARISVONE CARLOS PEREIRA, 204º; 117) MARIA AURISTELA BARBOSA ALVES, 205º; 118) MARIA GABRIELA OLIVEIRA VAZ, 206º; 119) FREDE¬RICO CASTRO DE ARAUJO, 207º; 120) GUSTAVO ISAC MONTEIRO DE OLIVEIRA, 208º; 121) CRISTIANO VASCONCELOS CASSIANO, 210º; 122) TATIANE SERRADOURADA SANTOS, 211º; 123) JOELMA GUEDES DE SOUZA BATISTA, 212º; 124) LAURA ANGELICA FERNANDES FRUTUOSO, 213º; 125) GLEIDE CELIA VIRGOLINO DA SILVA, 214º; 126) KENYA SOARES DA SILVEIRA, 215º; 127) POLIANA NEGRAO DOS SANTOS, 216º; 128) SUEDY RODRIGUES CHAVES, 217º; 129) GUSTAVO TEIXEIRA, 218º; 130) DEISI EMANOELA DA SILVA TEIXEIRA, 219º; 131) GISELE LIMA RODRIGUES ALVES, 220º; 132) ADRIANO CUNHA MONTEIRO, 221º; 133) CLAUDIA DIAS GERALDES, 222º; 134) ROVILSON XAVIER PACHECO, 223º; 135) FABRICIA GUEDES DE FREITAS, 224º; 136) TYESSA NEIVA DE FREITAS, 225º; 137) DIEGO LOPES LIMA, 226º; 138) THALITA PEREIRA BARBOSA, 227º; 139) FERNANDO LEITE DE GODOY, 228º; 140) ELZA MIYUKI OTAGUIRI, 229º; 141) MARIA APARECIDA DE OLIVEIRA BEZERRA, 230º; 142) JOSE MARIA LUIZ BRANDAO, 231º; 143) ROBISPIERRE MARTINS OLIVEIRA E RODRIGUES, 232º. Candidato portador de deficiência: 1) WILLIAN PEREIRA DE OLIVEIRA, 19º. TÉCNICO EM CONTABILIDADE: 01) EVILAZIO ALVES JUNIOR; 14º; 02) JOSIANI BRINGEL BEZERRA; 15º; 03) YEDDA MARIA NUNES; 16º; 04) JANAINA DA SILVA BARBOSA; 17º; 05) JU¬RANDI SILVA LIMA; 18º; 06) DEUSELINA ALVES DE MESQUITA; 19º; 07) PAULO MALHEI¬ROS DA FRANCA JUNIOR; 20º; 08) JURACI DOMINGAS DA SILVA; 21º; 09) WELBER FELIX DE ALMEIDA; 22º; 10) ERNANDES FERNANDES SANTIAGO; 23º; 11) ELISIA DE OLIVEIRA MAGALHAES; 24º; 12) ELIEL DE LIMA; 25º; 13) LEANDRO DOS SANTOS ABRANTES; 26º; 14) GERALDO ANTONIO DA SILVA; 27º. RESUMO GERAL: TORNADO SEM EFEITO Arquiteto = 01 Médico Veterinário = 01 Administrador = 02 Agente Administrativo = 22 Técnico em Contabilidade = 04 SOMA:.......... 30 NOMEAÇÕES: Administrador = 02 Arquiteto = 01 Médico Veterinário = 11 Zootecnista = 04 Agente Administrativo = 144 Técnico em Contabilidade = 14 SOMA:..........= 176 Informativo produzido pelas assessorias de comunicação social: Secretaria de Agricultura e Desenvolvimento Rural (Seagri-DF) - 3051-6347 Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater-DF) - 3340-3002 Centrais de Abastecimento do Distrito Federal (Ceasa-DF) - 3363-1024 Siga o Sistema Agricultura nas redes sociais: facebook.com/SeagriDF facebook.com/ematerdistritofederal facebook.com/ceasa-df twitter.com/ematerdf

×