Medicação intracanal na Endodontia (Paramonoclorofenol canforado + Hidróxido de Cálcio) : quando e como usar?

32,656 views

Published on

Esta apresentação tem por objetivo descrever as indicações , contra-indicações e diferentes formas de manipulação e técnicas de emprego da medicação intracanal a base de Parmonoclorofenolcanforado (PMCC) associado ao hidróxido de cálcio , na endodontia.

0 Comments
19 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
32,656
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
484
Actions
Shares
0
Downloads
218
Comments
0
Likes
19
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Medicação intracanal na Endodontia (Paramonoclorofenol canforado + Hidróxido de Cálcio) : quando e como usar?

  1. 1. UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS - UFAL Faculdade de Odontologia ENDODONTIA FRANÇA1, Glória Maria.; NETO 1 ,Antônio D. de A. , INOJOSA2, Inês de Fátima de A. J.1 Graduandos em Odontologia da Universidade Federal de Alagoas; ² Dra. em Endodontia e professora Adjunto IV da Faculdade de Odontologia da Universidade Federal de AL COMO E QUANDO USAR OPARAMONOCLOROFENOL ASSOCIADO AOHIDRÓXIDO DE CÁLCIO NA ENDODONTIA?
  2. 2. Introdução O emprego de uma medicação intracanal com propriedadesantimicrobianas objetiva potencializar o processo de sanificação dosistema de canais radiculares, favorecendo o processo de reparaçãotecidual após o tratamento de dentes com necrose pulpar infecciosa. Aeleição de um medicamento intracanal baseia-se em suas propriedadesantimicrobianas e biológicas, devendo ter amplo espectro deação,atividade prolongada,não manchar as estruturas dentárias,não seralergênico ou citotóxico e ser de fácil remoção. O paramonoclorofenol(PMC) apesar de eficiente no combate aos microrganismos,apresenta altaatividade citotóxica. Quando associado à cânfora, (PMCC), apresentaredução da citotoxicidade , porém por agir a distância, não possuibiocompatibilidade suficiente para ser empregada em grandesquantidades no canal radicular. Do ponto de vista biológico emicrobiológico ,o PMCC associado à uma pasta de hidróxido de cálcio(Ca(OH)2) com veículo viscoso, tem apresentado bons resultados baseadosem evidências clínicas .(1-3)
  3. 3. Objetivo O objetivo deste trabalho foi rever artigos atuais ebaseados em evidências para esclarecer as diversas formas demanipulação do PMCC associado à pasta de (Ca(OH)2), bem comosuas indicações , contraindicações e técnicas de emprego .
  4. 4. Revisão de Literatura Estudos têm revelado que 40-60% dos canais ainda contêmbactérias após instrumentação com diferentes concentrações dehipoclorito de sódio. ​(1-5) . Para eliminar ou reduzir ao máximo osmicroorganismos que persistem após a instrumentação, indica-se autilização de um medicamento a base de hidróxido de cálcioassociado a um veículo biologicamente ativo , dentre estes o PMCC ,pelo fato de apresentar maior espectro de atividade antimicrobianae maior raio de atuação quando comparada as pastas de Ca(OH)2em veículos inertes. Ademais, estudos clinicos avaliando acapacidade de eliminação bacteriana e o índice de sucesso a longoprazo, apontam resultados extremamente satisfatórios para oprotocolo utilizando o tratamento em duas sessões baseado emestratégias antimicrobianas , tais como amplo preparo apical,estabelecimento e manutenção da patência foraminal, hipoclorito a2-3% como substância irrigadora e pasta de Ca(OH)2/PMCC por 7dias. (1-3,6).
  5. 5. FORMAS DE MANIPULAÇÃO
  6. 6. FORMAS DE MANIPULAÇÃO
  7. 7. INDICAÇÕES
  8. 8. INDICAÇÕES
  9. 9. INDICAÇÕES Tempo: 7 dias
  10. 10. CONTRAINDICAÇÕES• Por não apresentar efeitos genotóxicos e mutagêncios , não há contraindicações exceto em casos de alergia a um dos componentes, como o iodofórmio que pode ser substituído pelo óxido de zinco (6,7)
  11. 11. TÉCNICA DE EMPREGO Indicada para canais retos ou curvos instrumentados no CT , com uma lima de diâmetro da ponta inferior a 0,40 mm. Pode ser usada em conjunto com a seringa, na parte apical de canais curvos (Técnica Híbrida)
  12. 12. TÉCNICA DE EMPREGO Indicada para preenchimento de canais retos ou com curvaturas suaves.
  13. 13. TÉCNICA DE EMPREGO Indicada para canais retos instrumentados no CT , com uma lima de diâmetro da ponta superior a 0,40 mm. Pode ser usada em associação com a lima (Técnica Híbrida) em canais curvos ou pouco ampliados
  14. 14. Considerações Finais Diante dos trabalhos revistos ,conclui-se que para obter a açãoantimicrobiana e antiexsudativa, a pastade Ca(OH)2 /PMCC deve ser empregadacorretamente seguindo um protocolobaseado em condutas que propiciem aação desejada.
  15. 15. Referências Bibliográficas• 1. Siqueira Jr, Magalhaes Karen, Roças Isabela. Bacterial Reduction in Infected Canals Root Canals Treated With 2.5% NaOCl as an Irrigant and Calcium Hydroxide/Camphorated Paramonochlorophenol• Paste as an Intracanal Dressing J Endod 2007;33:667–672)• 2. Siqueira Jr, Roças Isabela. In vivo antimicrobial effects of endodontic treatment procedures as assessed by molecular microbiologic techniques. J Endod 2011 37(3):304-10.• 3-Siqueira Jr et al Clinical outcome of the endodontic treatment of teeth with apical periodontitis. Oral Surg Oral Med Oral Pathol Oral Radiol Endod 2008 106:757-62• 4. Byström A, Sundqvist G. The antibacterial action of sodium hypochlorite and EDTA in 60 cases of endodontic therapy. Int Endod J 1985;18:35– 40.• 5. Kvist T, Molander A, Dahlen G, Reit C. Microbiological evaluation of one- and two-visit endodontic treatment of teeth with apical periodontitis: a randomized, clinical trial. J Endod 2004;30:572– 6.• 6-Lopes Helio, Siqueira Jr , Roças Isabela. Medicação intra-canal IN: Endodontia Biologia e Técnica . 3 ed. Guanabara Koogan : Rio de Janeiro .2010• 7-Gahyva SM, Siqueira Jr. Direct genotoxicity and mutagenicity of endodontic substances and materials as evaluated by two prokaryotic test systems. J Appl. Oral Sci,2005;13:387-92.

×