Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
RELATO DE CASO CLÍNICO   Aluna: SANDRINE CRISTÁLIA          BARROS VIEIRA        4 ano UFAL -2007    Prof: Inês Jacyntho I...
Paciente T.H.S. foi encaminhada àdisciplina de Endodontia – FOUFAL comausência de dor, no entanto relatou terapresentado  ...
Durante exame clínico a pacientenão   respondeu   aos   testes   devitalidade e cavidade nos dentes 21e 12, estando os me...
Escurecimento das Coroas
Radiograficamente observou-se na regiãoperiapical dos dentes 12 e 21 presença deárea radiolúcida   . Dente 12 apresentav...
OBSERVE A     CUVATURA!!!   LESÃO   21LESÃO                           Esquema                                   da        ...
DIAGNÓSTICONECROSE PULPAR NOS DENTES 12            E 21          TRATAMENTO       NECROPULPECTOMIA        DOS DENTES 12 E 21
NECROPULPECTOMIA DO 21          Patência: Lima k30 com 25mm.          PQM: GG 6 GG 5GG 4          GG 3k 80 K70 K60  ...
OBTURAÇÃO DO 21 (CONDENSAÇÃO    LATERAL COM ENDOFILL)
INICIAL   FINAL
NECROPULPECTOMIA DO 12         Giroversão          Isolamento em fenda
NECROPULPECTOMIA DO 12        Patência: lima k 20 com        24,5mm        Técnica Coroa-Ápice:        GG 5 4 3, lima K...
NECROPULPECTOMIA DO 12FORMOU DEGRAU AOS 19mm !!!Técnica Ápice-CoroaLimas K de NiTi25, 30, 35, 40, 45, 50 com 23,5mmIrriga...
OBTURAÇÃO DO 12 (CONDENSAÇÃO    LATERAL COM ENDOFILL)                  DEGRAU
INICIAL   FINAL
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Casos clínicos de endodontia (Sandrine Barros Vieira) :Disciplina de Endodontia UFAL- Maceió, Alagoas

12,649 views

Published on

casos cínicos de endodontia d

  • Be the first to comment

Casos clínicos de endodontia (Sandrine Barros Vieira) :Disciplina de Endodontia UFAL- Maceió, Alagoas

  1. 1. RELATO DE CASO CLÍNICO Aluna: SANDRINE CRISTÁLIA BARROS VIEIRA 4 ano UFAL -2007 Prof: Inês Jacyntho Inojosa
  2. 2. Paciente T.H.S. foi encaminhada àdisciplina de Endodontia – FOUFAL comausência de dor, no entanto relatou terapresentado sintomatologia dolorosaanteriormente (dor espontânea, longaduração e que não passava com uso deanalgésicos). Paciente sem alterações sistêmicas
  3. 3. Durante exame clínico a pacientenão respondeu aos testes devitalidade e cavidade nos dentes 21e 12, estando os mesmos comcoroas acinzentadas.
  4. 4. Escurecimento das Coroas
  5. 5. Radiograficamente observou-se na regiãoperiapical dos dentes 12 e 21 presença deárea radiolúcida . Dente 12 apresentava canal amplo, comleve curvatura apical Dente 21 apresentava canal radicular em Sou com dupla curvatura.
  6. 6. OBSERVE A CUVATURA!!! LESÃO 21LESÃO Esquema da curvatura do canal Suave radicular curvatura do 21 apical
  7. 7. DIAGNÓSTICONECROSE PULPAR NOS DENTES 12 E 21 TRATAMENTO NECROPULPECTOMIA DOS DENTES 12 E 21
  8. 8. NECROPULPECTOMIA DO 21 Patência: Lima k30 com 25mm. PQM: GG 6 GG 5GG 4 GG 3k 80 K70 K60 Lima Apical Final: K 60 Limpeza do Forame: k 35 e 40 Irrigação: NaOCl a 2,5%
  9. 9. OBTURAÇÃO DO 21 (CONDENSAÇÃO LATERAL COM ENDOFILL)
  10. 10. INICIAL FINAL
  11. 11. NECROPULPECTOMIA DO 12 Giroversão Isolamento em fenda
  12. 12. NECROPULPECTOMIA DO 12 Patência: lima k 20 com 24,5mm Técnica Coroa-Ápice: GG 5 4 3, lima K 100k 90 Irrigação: NaOCl a 2,5% , recapitulando com a patência nos intervalos de um instrumento e outro.
  13. 13. NECROPULPECTOMIA DO 12FORMOU DEGRAU AOS 19mm !!!Técnica Ápice-CoroaLimas K de NiTi25, 30, 35, 40, 45, 50 com 23,5mmIrrigação: NaOCl a 2,5% , recapitulandocom a patência nos intervalos de uminstrumento e outro).Limpeza do forame : lima k 25.Remoção da “smear layer” : EDTAMedicação : Ca(OH)2 com PMCC.
  14. 14. OBTURAÇÃO DO 12 (CONDENSAÇÃO LATERAL COM ENDOFILL) DEGRAU
  15. 15. INICIAL FINAL

×