Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Novo programa do curso Técnico Superior de Segurança no Trabalho

885 views

Published on

Published in: Business, Technology
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Novo programa do curso Técnico Superior de Segurança no Trabalho

  1. 1. REFERENCIAL DO CURSO Curso: TÉCNICO SUPERIOR DE SEGURANÇA NO TRABALHO Duração:540Horas Teóricas 540horas Práticas Simuladas Não aplicável *TIC **AMB ***IO Não aplicável Não aplicável Não aplicável * TIC – Formação em Tecnologias de Informação e comunicação; **AMB– Formação em sensibilização ambiental; *** IO – Formação em Temáticas de Igualdade de Oportunidades. Inicial Formas de Organização: Presenciale em contexto real de trabalho Objetivos Gerais: No final do curso os formandos deverão ser capazes de: Desenvolver, coordenar e controlar as atividades de prevenção e de proteção contra riscos profissionais, nos termos do previsto no respetivo perfil profissional do Técnico Superior de Segurança no Trabalho. Destinatários e requisitos de acesso: Todos os interessados em iniciar a atividade profissional de Técnico Superior de Segurança no Trabalho, desde que possuam níveis académicos superiores (Licenciatura e Bacharelato). Metodologia da Formação: Na formação que promovemos privilegiámos metodologias ativas, que favorecem a interação formador-formando/ formando-formando e a aprendizagem centrada no formando. Os nossos princípios básicos são:  Aprende-se a fazer, fazendo.  O formando quando termina uma sessão deve sentir que o tempo ali investido realmente valeu a pena.  Apesar de focalizada nos objetivos/competências a formação deve ser prática e divertida. O formando quando entra “pesado” deve sair “leve”.  Em cada sessão mostramos a aplicabilidade prática e imediata dos temas a tratar.  Em cada sessão são preparadas estratégias pelo formador para surpreender os seus formandos.  Fugimos ao entra mudo e sai calado.  Fomentamos a igualdade na participação de todos os formandos.  Ouvimos e “sentimos” o grupo, estamos preparados para mudar as estratégias sempre que se revele necessário.  Fomentamos o espírito de grupo, a utilização do Nós em vez do EU.  Apostamos na qualidade da formação e acreditamos na gestão da formação em função dos objetivos previstos. A metodologia do curso abrange técnicas e métodos diversificados e adequados às características do respetivo público-alvo, privilegiando em especial os métodos ativos e demonstrativos, no sentido de facilitar a apropriação de saberes pelo formando, através do seu desenvolvimento sociocognitivo, da reflexão, da descoberta e resolução de situações-problema. Em todos os módulos serão efetuados trabalhos práticos de forma a facilitar a consolidação e aplicação de conhecimentos. Critérios e Metodologias de Avaliação: A avaliação incide sobre as aprendizagens (domínio de conceitos) e as competências (processos e atitudes) previstas, tal como na avaliação de reação de formandos e formadores(opinião a “quente”). Avaliação das aprendizagens: Modalidade de Formação: Avaliação Diagnóstica: Em todos os módulos será efetuada uma avaliação diagnóstica de forma a apurar o nível dos formandos em relação às temáticas tratadas. A técnica aplicada será a avaliação oral ou escrita com recurso a uma checklist de sintetização. Avaliação Contínua: Esta avaliação incide na forma como cada formando atinge os objetivos pedagógicos previamente definidos para cada módulo. Esta avaliação é de caráter individual e pode ser feita com recurso a diferentes instrumentos: testes, simulações, provas práticas, entre outros. O aproveitamento, neste momento de avaliação, depende da obtenção de um resultado igual ou superior a 50% (10 valores), em todos os módulos que o constituem. A classificação dos formandos realiza-se com base numa escala percentual, convertida posteriormente para uma escala de 10 a 20 valores. Avaliação Final: A avaliação final traduz-se na suficiência das aquisições ao nível do conhecimento nas diferentes unidades previstas, traduzida na média aritmética, contemplando ainda o trabalho final realizado em contexto empresarial (ou projeto)resultante da avaliação da formação prática em contexto real de trabalho. A classificação final traduz, ainda, as ponderações previstas para cada módulo. Avaliação de reação: Durante a formação e no final, os formandos avaliarão o seu nível de satisfação relativamente ao desenvolvimento da mesma, com base em critérios predefinidos, podendo ainda, indicar sugestões de melhoria. Recursos Materiais e Pedagógicos: Computadores com o software PowerPoint, impressora, tela para projeção, quadro, marcadores, acetatos mão, canetas de acetato, canetas, lápis, álcool, algodão, cotonetes, fita-cola, réguas, borrachas, bluetack, cds, máquina de filmar, tripé, televisão, DVD, cola UHU, tesouras, cartolinas, vídeoprojetor, retroprojetor, apagador, folhas brancas, bibliografia recomendada pelo formador, manuais, textos de apoio, exercícios práticos, mala de primeiros socorros devidamente equipada, extintores móveis de diversos tipos de agentes extintores, equipamentos de proteção individual de diversos tipos, termómetro, anemómetro, higrómetro, luxímetro, quadro elétrico com aparelhos diferenciais e disjuntores, diversos cabos elétricos, tubos detetores de gases e bombas de aspiração, sonómetro integrador (no mínimo de classe 2) equipado com banco de filtros de oitava, dosímetro de ruído (no mínimo de classe 2), acelerómetro, dosímetro de radiação, detetores de incêndio, explosívimetro, manequim de reanimação – “litlleanne”, máscaras de treino de suporte básico de vida descartáveis. Processo do formando: guia de apoio do formando, perfil profissional, regulamento de funcionamento e cronograma. Espaços e Respetivos Requisitos: A sala de formação tem capacidade até 19 formandos, tem uma área superior a 38m², está devidamente equipada com o material necessário em cada sessão. Possui temperatura e luz adequadas a um ambiente de aprendizagem. Esta possui dimensões que possibilitam uma boa distribuição e utilização dos equipamentos. Boas condições acústicas, evitando a possibilidade de existência de perturbações à formação. A sala tem a possibilidade de obscuridade quando necessário para visualização de projeções. A sala permite a realização de atividades, exercícios e situações de aprendizagem diferenciadas. IN.02.30.01 Página 1
  2. 2. Apostamos na qualidade da formação! CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS Abertura Abertura/acolhimento do grupo Apresentação da equipa pedagógica Apresentação dos formandos Apresentação dos objetivos a atingir e do Guia de Apoio ao Formando Módulo I – 32horas Legislação, regulamentos e normas de segurança e saúde no trabalho Noções de direito comunitário Conceitos jurídicos: diretivas, decisões e regulamentos comunitários Leis, decretos-lei, decretos regulamentares e portarias Normas vinculativas e normas de recomendação Noções de legislação laboral Quadro normativo da prevenção de riscos profissionais relativo à gestão de um sistema de prevenção na empresa (abordagem ao Decreto-Lei em vigor) Organização e funcionamento dos serviços de segurança e saúde no trabalho Legislação relativa à elaboração de planos detalhados de prevenção e proteção Legislação de âmbito sectorial (estabelecimentos industriais e de escritório, comércio e serviços, minas e pedreiras, estaleiros temporários ou móveis, pescas) Legislação relativa à segurança e saúde de grupos particularmente vulneráveis (jovens e mulheres) Legislação relativa à prevenção de acidentes graves Legislação aplicável ao licenciamento industrial e à segurança de produtos Reparação de acidentes de trabalho e doenças profissionais Enquadramento legal relativo à participação e consulta dos representantes dos trabalhadores No final do módulo cada formando deve ser capaz: Comportamento esperado Enunciar os principais subjacentes ao direito comunitário, Distinguir os diferentes conceitos jurídicos: diretivas, decisões, regulamentos comunitários, leis, decretos-lei, decretos regulamentares e portarias, Distinguir normas vinculativas de normas de recomendações, Objetivos Específicos: Condições de realização recorrendo ao Tratado da União Europeia, com base Legislação, textos de apoio, Critérios de êxito identificando os princípios subjacentes à construção Europeia, sem errar. definindo os diferentes conceitos jurídicos e qual o seu alcance, de forma clara e inequívoca. recorrendo,Legislação, diretivas e texto de apoio, Enunciar os principais conceitos subjacentes à legislação laboral nos termos da atual legislação, Descrever e consultar o quadro normativo da prevenção de riscos profissionais relativos à gestão de um sistema de prevenção na empresa, Organizar o funcionamento dos serviços de segurança, higiene e saúde no trabalho, tendo por base a legislação e texto de apoio, mencionando sem errar as normas vinculativas e as normas de recomendações. enunciando3 dos princípios basilares do nosso código laboral, sem errar. recorrendo a Legislação e apoio, com base na Legislação, Identificar a legislação subjacente à elaboração de planos detalhados de prevenção e proteção, Identificar a legislação de âmbito sectorial e descrever as principais características, recorrendo à Legislação, Caracterizar os princípios subjacentes na legislação relativa à prevenção de acidentes graves, com base na Legislação, Caracterizar os princípios subjacentes na legislação aplicável ao licenciamento industrial e à segurança de produtos, Caracterizar os princípios subjacentes na legislação relativos à reparação de acidentes de trabalho e doenças profissionais, Identificar o enquadramento legal relativo à participação e consulta dos representantes dos trabalhadores, IN.02.30.01 com base na Legislação, Enunciar e descrever a legislação relativa à segurança e saúde de grupos particularmente vulneráveis, Módulo II – 20horas texto de com base na Legislação, com base simulação, na Legislação e numa com base na Legislação, com base na Legislação, elaborando com base na lei um sistema de prevenção de riscos laborais de forma correta. demonstrando um claro domínio na sua aplicação na criação dos serviços de segurança, higiene e saúde no trabalho. criando um plano detalhado de prevenção e proteção mencionando 5 pontos chave. demonstrando um claro domínio na aplicação da legislação dirigida a setores específicos. identificando quem são os grupos vulneráveis, e como podem ser protegidos com base na legislação, sem gralhas. enunciando os princípios basilares e identificar na lei as medidas de prevenção de acidentes laborais de forma inequívoca. identificando a legislação aplicável ao licenciar um produto, critérios exigidos para produto em concreto, sem lapsos. descrevendo de forma clara como reparar um acidente de trabalho, mencionando 4 princípios subjacentes. sem gralhas. Noções de estatística e fiabilidade Obtenção, análise e classificação de amostras Tratamento estatístico de amostras Intervalos de confiança Conceito de fiabilidade Probabilidade de falhas associadas a equipamentos e sistemas em série e em paralelo Página 2
  3. 3. No final do módulo cada formando deve ser capazde: Comportamento esperado Analisar e classificar amostras, Efetuar o tratamento estatístico de amostras, com base em exercícios práticos, com base em teorias e o manual, Calcular a probabilidade de falhas associadas a equipamentos e sistemas em série e paralelo, Módulo III – 60horas Descrever intervalos de confiança, Enunciar o conceito de fiabilidade, Objetivos Específicos: Condições de realização com base nos inquéritos, dados e manual, recorrendo a inquéritos e dados, recorrendo a análise dos equipamentos e sistemas existentes, Critérios de êxito classificando corretamente 2 amostras de acordo com os dados recolhidos. efetuando de forma correta um tratamento estatístico descrevendo e enquadrando os dados de forma correta em intervalos de confiança sem errar. definindo de forma correta o conceitos de fiabilidade tendo em conta os diversos critérios existentes. calculando corretamente a probabilidade de defeito/sucesso na produção de equipamentos individualmente com sucesso. Segurança do trabalho Princípios e domínios da Segurança do Trabalho Causas e consequências dos acidentes de trabalho Avaliação e controlo de riscos associados a: Locais e postos de trabalho: riscos, medidas preventivas e de proteção e legislação aplicável Equipamentos de trabalho: riscos, medidas preventivas e de proteção e legislação aplicável Armazenagem, utilização e eliminação de produtos químicos perigosos: riscos, medidas preventivas e de proteção e legislação aplicável Transporte mecânico de cargas: riscos, medidas preventivas e de proteção e legislação aplicável Transporte manual de cargas: riscos, medidas preventivas e de proteção e legislação aplicável Atividades e operações particularmente perigosas: soldadura, trasfega de líquidos inflamáveis, trabalhos em espaços confinados, trabalhos hiperbáricos e trabalhos em altura Avaliação e controlo de riscos específicos: Riscos elétricos: técnicas de avaliação de riscos, medidas preventivas e de proteção, e legislação aplicável Risco de incêndio e explosão: técnicas de avaliação de riscos, medidas preventivas e de proteção, e legislação aplicável Riscos de emissão e dispersão de produtos tóxicos: técnicas de avaliação de riscos, medidas preventivas e de proteção, e legislação aplicável Metodologias para conceção de listas de verificação a partir de diplomas legais, normas técnicas, códigos de boas práticas, informação técnica, manuais de instruções dos equipamentos: por sector de atividade, por tipo de risco, por profissão, por operação, e por componente material do trabalho Instrumentos de deteção e de mediação de leitura direta no domínio da segurança - explosivímetros, detetores de gases e vapores, manómetros - e seus princípios de funcionamento; No final do módulo cada formando deve ser capazde: Comportamento esperado Identificar os princípios e domínios Segurança do Trabalho, Objetivos Específicos: da Enunciar as principais causas e consequências dos acidentes de trabalho, Avaliar e controlar os riscos associados a locais e postos de trabalho, equipamentos, armazenagem, transporte mecânico e manual de cargas e, atividades ou operações particularmente perigosas, Avaliar e controlar riscos específicos: elétricos, incêndio e explosão, emissão e dispersão de produtos tóxicos, Aplicar metodologias de conceção de listas de verificação de acordo com as normas técnicas e diplomas legais, códigos de boas práticas, informação técnica e manuais de instruções dos equipamentos, Utilizar corretamente instrumentos de deteção e de mediação de leitura direta no domínio da segurança: explosivímetros, detetores de gases e vapores e manómetros, Módulo IV – 64horas IN.02.30.01 Condições de realização com base num Brainstorming– princípios e domínios da segurança do trabalho, recorrendo à Árvore de causas, recorrendo a uma visualização de filme e apresentação de alguns EPI’s, recorrendo à apresentação PowerPoint sobre riscos específicos e ao manual, tendo por base vários exemplos práticos, recorrendo a normas e legislação, recorrendo ao Manual e Demonstração de alguns instrumentos de deteção e medição, Critérios de êxito definindoos princípios e domínios, sem errar. diferenciando causa de consequência de forma correta. identificando3 riscos associados a um determinado posto de trabalho e as respetivas medidas de controlo. identificando sem errar os riscos específicos e mencionando o procedimento de segurança a adotar para cada um deles. elaborando uma lista de verificação, recorrendo a um exemplo prático, sem gralhas. demonstrando um claro domínio na sua aplicação. Higiene no trabalho Princípios e domínios da Higiene do trabalho Noções de toxicologia: vias de penetração dos tóxicos no organismo, concentrações e doses letais, toxicidade aguda e crónica, efeito dose-resposta e efeitos fisiológicos dos tóxicos Metodologias e técnicas de avaliação e controlo da exposição aos agentes: Químicos: tipos, classificação de perigos, vias de penetração no organismo, efeitos da exposição, valores limite de exposição e níveis de ação, índices biológicos de exposição, instrumentos de mediação e seus princípios de funcionamento, metodologias e estratégias de amostragem (localização dos pontos de recolha de amostras, duração e momentos da amostragem, número e frequência de amostras e tratamento estatístico de resultados), noções elementares relativas a métodos analíticos (espectrofotometria, cromatografia, absorção atómica, microscopia); medidas de prevenção e de proteção coletiva e individual, exposição a agentes químicos específicos (cancerígenos, amianto, chumbo e cloreto de vinilo), e legislação aplicável; Página 3
  4. 4. Físicos: Ruído: parâmetros e unidades de medição, equipamentos de leitura e seu princípio de funcionamento, efeitos da exposição, valores limite de exposição e nível de ação, metodologia e estratégia de amostragem (localização dos pontos de mediação, duração e momentos da amostragem, número e frequência de amostras, tratamento estatístico de resultados), medidas de prevenção e de proteção coletiva e individual, legislação e normas técnicas Vibrações:parâmetros e unidades de mediação, equipamentos de leitura e seus princípios de funcionamento, efeitos da exposição, valores limite de exposição, metodologia e estratégia de amostragem (localização dos pontos de mediação, duração e momentos da amostragem, número e frequência de amostras, tratamento estatístico de resultados…), medidas de prevenção e de proteção coletiva e individual, legislação e normas técnicas Radiações:tipos, parâmetros e unidades de medição, equipamentos de leitura e seus princípios de funcionamento, efeitos da exposição, valores limite de exposição e nível de ação, metodologia e estratégia de amostragem (localização dos pontos de mediação, duração e momentos de amostragem, número e frequência de amostras, tratamento estatístico de resultados…), medidas de prevenção e de proteção coletiva e individual, e legislação Ambiente térmico:conceito de “stress térmico” e de conforto térmico, parâmetros e unidades de mediação, equipamentos de leitura e seus princípios de funcionamento, efeitos da exposição ao “stress térmico”, valores limite de exposição, metodologia e estratégia de amostragem (localização dos pontos de medição, duração e momentos da amostragem, número e frequência de amostras, tratamento estatístico de resultados…), medidas de prevenção e de proteção coletiva e individual, critérios para avaliação do conforto térmico, legislação e normas técnicas Biológicos: Noções de microbiologia e epidemiologia; classificação, perigos, efeitos da exposição, critérios de avaliação da exposição, medidas de prevenção e de proteção coletiva e individual, e legislação Efeitos resultantes de exposições combinadas - exposição simultânea ou sequencial a vários fatores de risco Procedimentos de calibração dos instrumentos de leitura Sistemas de ventilação e condicionamento do ar: parâmetros básicos de dimensionamento - taxas de renovação, caudal, localização e tomadas de ar - critérios de manutenção e limpeza dos sistemas. No final do módulo cada formando deve ser capazde: Comportamento esperado Enunciar os princípios e domínios de higiene do trabalho, Enunciar conceitos básicos de toxicologia, Objetivos Específicos: Identificar e caracterizar os principais agentes químicos, físicos e biológicos, tendo em conta a atual legislação de enquadramento, Descrever e aplicar as diferentes metodologias de controlo da exposição aos diferentes agentes químicos, físicos e biológicos, Módulo V – 28horas Condições de realização recorrendo à apresentação do PowerPoint sobre os diferentes princípios e domínios que se podem enquadrar na higiene do trabalho, com base no manual e recorrendo à apresentação de PowerPoint e exercícios,recorrendo ainda a um Brainstorming – conceitos toxicológicos, dose e resposta e valores limite de exposição, com base no manual e recorrendo ainda a um Brainstorming – conceitos gerais e de acordo com o agente a ser analisado, com base no manual e recorrendo à apresentação de PowerPoint e de exercícios, recorrendo ainda a um Brainstorming – conceitos gerais e de acordo com o agente a ser analisado, Critérios de êxito mencionando sem errar quais são os objetivos da Higiene do Trabalho e identificar os pilares essenciais. descrevendo toda a metodologia de amostragem toxicológica incluindo demonstração prática do funcionamento dos equipamentos. demonstrando um claro domínio na sua aplicação. descrevendo toda a metodologia de amostragem nos diferentes riscos, incluindo demonstração prática do funcionamento dos equipamentos e execução de relatórios e exercícios, sem errar. Avaliação de riscos profissionais Conceitos e a terminologia, relativos ao processo de avaliação de riscos Metodologias de avaliação dos riscos por setor de atividade, por tipo de risco, por profissão, por operação e por componente material do trabalho Metodologias e técnicas de avaliação de riscos potenciais na fase de conceção Metodologias e técnicas de identificação de perigos: observação direta, entrevistas, consulta dos trabalhadores, informação técnica especializada, listas de matérias-primas, produtos intermédios, subprodutos, resíduos e produtos finais, rotulagem e fichas de segurança de produtos químicos, listas de absentismo, de doenças profissionais e de acidentes de trabalho, investigação de acidentes, incidentes e falhas Técnicas qualitativas e quantitativas de estimativa de riscos Técnicas de análise indutivas e dedutivas Critérios e valores de referência contemplados nomeadamente na legislação, na normalização, nos códigos de boas práticas aplicáveis aos riscos profissionais: valores limite de concentração, indicadores biológicos de exposição, indicadores estatísticos de sinistralidade e de doenças profissionais, índices de explosividade, pressões máximas admissíveis e tensão de segurança. No final do módulo cada formando deve ser capazde: Comportamento esperado Identificar os principais conceitos e a terminologia, relativos ao processo de avaliação de riscos, Objetivos Específicos: Identificar as metodologias e as técnicas de avaliação dos riscos, IN.02.30.01 Condições de realização através da leitura do manual de apoio, a visualização dos diapositivos divulgados no decorrer da ação e legislação aplicável, bem como a proposta de trabalho a apresentar e a desenvolver na ação, através da leitura do manual de apoio, a visualização dos diapositivos divulgados no decorrer da ação e legislação aplicável, bem como a proposta de trabalho a apresentar e a desenvolver na ação, Critérios de êxito efetuandoa correta correspondência entre os diferentes quatro conceitos e suas terminologias no processo de Avaliação de riscos identificar. indicandoos cinco passos em que se baseia o processo de gestão de riscos em higiene e segurança no trabalho, sem errar. Página 4
  5. 5. Comportamento esperado Descrever as metodologias e as técnicas de identificação de perigos, Aplicar técnicas qualitativas e quantitativas de análise indutiva e dedutiva na estimativa de riscos, Aplicar a legislação na normalização e nos códigos de boas práticas aplicáveis aos riscos profissionais, Módulo VI – 24horas Condições de realização através da leitura do manual de apoio, a visualização dos diapositivos divulgados no decorrer da ação e legislação aplicável, bem como a proposta de trabalho a apresentar e a desenvolver na ação, através da leitura do manual de apoio, a visualização dos diapositivos divulgados no decorrer da ação e legislação aplicável, bem como a proposta de trabalho a apresentar e a desenvolver na ação, através da leitura do manual de apoio, a visualização dos diapositivos divulgados no decorrer da ação e legislação aplicável, bem como a proposta de trabalho a apresentar e a desenvolver na ação, Critérios de êxito descrevendo as oito etapas que devem ser seguidas na metodologia geral para a Avaliação de riscos, bem como conotar como verdadeira ou falsa as oito afirmações. deverão fazer a distinção entre os métodos de analise pró-ativos – à priori e os métodos de analise à posteriori ou reativos, indicar para cada tipo de método de análise um dos exemplos associados a cada método, bem como indicar qual o parâmetro que nos serve para determinar o nível de perigosidade e como se determina esse parâmetro. indicando quais as obrigações do empregador,(10) tendo em conta os princípios gerais de prevenção, sem errar. Gestão das organizações Indicadores do desempenho da empresa (ex. produtividade, competitividade, qualidade, custos de produção) Princípios gerais de gestão (política, organização, planeamento, avaliação do desempenho, auditorias) Componentes fundamentais dos processos produtivos Principais elementos da natureza das empresas e outras organizações produtivas e da sua estrutura organizativa e económicofinanceira Principais funções da gestão (recursos humanos; organização do trabalho; formação e informação; produção; aprovisionamento; manutenção; qualidade; ambiente; prevenção de riscos profissionais; sistemas de informação e de comunicação) Modelos e formas de organização do trabalho Órgãos e formas de consulta e participação dos trabalhadores Principais elementos caracterizadores das condições de trabalho (sistemas remuneratórios, tipologias dos contratos de trabalho e duração do trabalho) Princípios e as técnicas de planeamento Sistemas de gestão da qualidade e ambiente No final do módulo cada formando deve ser capazde: Comportamento esperado Descrever os principais indicadores de desempenho de uma empresa, Enunciar os princípios gerais de gestão de uma empresa, Condições de realização recorrendo à metodologia da árvore dos problemas – exemplo, com base no manual e num Brainstorming – conceito de gestão de organizações, Critérios de êxito identificando3 dos indicadores, sem errar. mencionando pelo menos 3 pilares essenciais dos princípios gerais de forma clara. Enunciar as principais componentes dos processos produtivos, Caracterizar a organização da empresa, quanto à natureza dos produtos ou serviços produzidos ou comercializados, processos produtivos, estrutura organizacional e económico-financeira, circuitos produtivos e administrativos, recursos humanos, natureza jurídica, cultura empresarial e outros elementos relevantes na ótica da prevenção, Descrever as principais funções da gestão, recorrendo ao manual e propostas de trabalho, recorrendo à apresentação do PowerPoint sobre os diferentes tipos de estrutura organizacional e os objetivos da organização, descrevendo todos os componentes do processo produtivo, sem gralhas. mencionando sem errar quais são os objetivos da organização e identificar as cinco variáveis condicionadoras das organizações. com base num Brainstorming – funções de um gestor e uma Proposta de trabalho: Redigir alguns tópicos sobre aquelas que consideram ser as principais funções de um gestor? Proposta de trabalho: Na sua atividade se fosse gestor quais as atividades que daria mais enfase? tendo por base as teorias de organização do trabalho e a proposta de trabalho: Nos dias de hoje identificar organizações onde são aplicadas estas teorias, com base no manual e num debate, redigindo as principais funções de um gestor podendo apenas errar em duas dessas funções no prazo de 30 minutos. Descrever os principais elementos caraterizadores das condições de trabalho, recorrendo a um caso prático identificar os reajustamentos necessários em termos do desenho das funções envolvidas, redigindo um texto com os reajustamentos necessários em relação às funções envolvidas no caso prático apresentado, sem errar. Enunciar os planeamento, com base em tabelas e num Brainstorming – sobre o planeamento ; Proposta de trabalho: Refletir sobre as sua práticas de planeamento? identificando as suas próprias práticas de planeamento, sem errar. Objetivos Específicos: Identificar os principais modelos e formas de organização do trabalho, Enunciar o papel dos órgãos e formas de consulta e participação dos trabalhadores, IN.02.30.01 princípios e técnicas de identificando 3 organizações e fazer a devida associação de modelos e formas de organização do trabalho. demonstrando um claro domínio na sua aplicação na temática. Página 5
  6. 6. Comportamento esperado Módulo VII – 20horas Condições de realização Critérios de êxito Descrever a importância de sistemas de gestão da qualidade e ambiente, tendo por base os diferentes sistemas de qualidade e ferramentas de gestão da qualidade, associando de forma correta as ferramentas da qualidade a cada sistema, demonstrando um claro domínio na sua aplicação. Ergonomia Conceito, objetivos e metodologia de estudo Noções de fisiologia: trabalho muscular Antropometria Conceção de postos de trabalho Conceção de equipamentos de trabalho Interface homem – máquina Fatores ambientais de incomodidade: ruído (tarefas que requerem concentração e sossego), vibrações, ambiente térmico e qualidade do ar Sistemas de iluminação: tipos, parâmetros e unidades de mediação, equipamentos de leitura e seus princípios de funcionamento, efeitos sobre a visão, critérios para avaliação do risco, medidas de prevenção e de proteção, parâmetros básicos de dimensionamento de sistemas de iluminação artificial (localização, intensidade luminosa, seleção de armaduras); critérios de manutenção e limpeza do sistema de iluminação; níveis de iluminação recomendados e normas técnicas Trabalho com ecrãs de visualização: riscos, medidas de prevenção e de proteção, e legislação Organização do trabalho: conceitos, metodologia e critérios de avaliação de riscos associados à: Carga física do trabalho: esforços, posturas, trabalho sedentário e trabalho em pé Carga mental do trabalho: trabalho monótono e repetitivo Organização do tempo de trabalho: trabalho por turnos e trabalho noturno No final do módulo cada formando deve ser capazde: Comportamento esperado Enunciar o conceito de ergonomia, os seus objetivos e as metodologias de estudo, Definir fisiologia e outros princípios subjacentes tendo em conta o trabalho muscular, Definir antropometria e seu âmbito e técnicas de aplicação, Objetivos Específicos: Módulo VIII – 20horas IN.02.30.01 Condições de realização recorrendo ao manual e às sessões de formação, utilizando imagens explicativas de trabalho muscular, Identificar os critérios a ter em conta na conceção de um posto de trabalho, Identificar os critérios a ter em conta na conceção de instrumentos de trabalho, Enunciar metodologias de definição do interface homem-máquina, recorrendo à legislação em vigor e os conhecimentos adquiridos nas sessões, aplicando a legislação em vigor, Identificar os principais fatores ambientais de incomodidade, Caracterizar sistemas de iluminação de acordo com as medidas de prevenção e de proteção, Aplicar equipamentos de leitura da iluminação e descrever os seus princípios de funcionamento, Enunciar os principais critérios a aplicar no trabalho com ecrãs de visualização e definir riscos, medidas de prevenção e proteção nos termos da atual legislação, Enunciar os principais conceitos subjacentes à organização do trabalho, as metodologias e os critérios de avaliação de riscos associados, utilizandoo manual e o ambiente em sala, aplicando a legislação em vigor, com base em tabelas antropométricas aplicadas ao posto de trabalho, recorrendo ao manual, adequando a aplicação dos mesmos na avaliação pretendida, recorrendo ao manual e á legislação em vigor, recorrendo ao manual e à apresentação de PowerPoint explicativo, Critérios de êxito definindosem erro ergonomia e seus princípios na avaliação. associar sem erro a fisiologia humana ao trabalho muscular requerido em cada função. identificando de forma adequada e correta à avaliação antropométrica a utilizar. descrevendo de forma clara individualmente posto de trabalho. identificando 5 das características de um instrumento de trabalho. enumerando sem dúvida as caraterísticas especificas do interface homem-máquina sem errar. descrevendo sem dúvida 4 fatores ambientais de incomodidade. Enumerando, sem erro, as caraterísticas dos sistemas de iluminação. usando sem dúvida equipamento de leitura em sessão prática dedicada ao tema. através da identificação de grau de risco e implementação de medidas preventivas. avaliando riscos associados à organização do trabalho e implementação de estratégias de correção de risco inequivocamente. Primeiros Socorros Comportamento perante o sinistrado (prevenção do agravamento do acidente): Alerta dos serviços de socorro público Exame do sinistrado Socorros de urgência Primeiros socorros e conselhos de prevenção nos diferentes casos de dificuldade respiratória Dificuldades respiratórias – descrição: Socorros de urgência Reanimação cardiorrespiratória Feridas, fraturas, acidentes respiratórios, acidentes digestivos, acidentes pelos agentes físicos e envelhecimento Queimadura por corrente elétrica e outras Hemorragia externa por ferimento (corte) Esterilização dos instrumentos Prevenção dos acidentes de trabalho, supressão de risco, proteção coletiva, proteção individual, sinalização Prevenção de acidentes e doenças profissionais: Higiene do profissional Higiene do meio ambiente Revisão de atuação em diferentes casos: afogamento, entalamento e atropelamento Revisão dos efeitos tardios em certos acidentes Página 6
  7. 7. No final do módulo cada formando deve ser capazde: Comportamento esperado Descrever o comportamento perante o sinistrado tendo em vista a prevenção do agravamento do acidente, Descrever com agir em caso de dificuldades respiratórias, com recurso ao manual e exercícios, com recurso ao manual e exercícios, Esterilizar os instrumentos, com recurso ao manual e exercícios, Identificar os diferentes tipos de acidentes por afogamento, entalamento e atropelamento, com base nos procedimentos da cadeia de sobrevivência ilustrada no manual, Reconhecer a importância da prevenção de acidentes e de doenças profissionais, Módulo IX – 32horas Enunciar as medidas a aplicar em caso de feridas, fraturas, acidentes respiratórios, acidentes digestivos e acidentes pelos agentes físicos e envelhecimento, Enunciar as medidas a aplicar em caso de queimadura por corrente elétrica e outras, Enunciar as medidas a aplicar em caso de hemorragia externa por ferimento (corte), Objetivos Específicos: Condições de realização com recurso ao manual, com base nas indicações do manual de formação e exercícios práticos, com recurso ao manual e exercícios, com recurso ao manual e exercícios, Critérios de êxito sem errar. mencionando corretamente quais os socorros de urgência para as diferentes situações apresentadas e, quando e como aplicar a reanimação cardiorrespiratória. mencionando corretamente quais os socorros de urgência para as diferentes situações apresentadas. mencionando corretamente quais os socorros de urgência para as diferentes situações apresentadas. mencionando corretamente quais os socorros de urgência para as diferentes situações apresentadas. mencionando corretamente quais os procedimentos. sem gralhas, e para as situações de afogamento, entalamento e atropelamento. . demonstrando 3 pontos chave de prevenção de acidentes e de doenças profissionais, sem errar. Organização da emergência Metodologias, meios e equipamentos necessários à estruturação de planos de emergência Critérios de dimensionamento de recursos humanos Critérios de localização e dimensionamento de vias e saídas de emergência Critérios de localização e dimensionamento de equipamentos de combate, de evacuação e de primeiros socorros Equipamentos de proteção individual, a utilizar pelas equipas de intervenção, e respetivas características Entidades e organismos responsáveis pela proteção civil Sistemas de combate a incêndios e respetivos critérios de dimensionamento No final do módulo cada formando deve ser capazde: Módulo X – 20horas Condições de realização recorrendo a exemplos de Planos de Emergência, Enunciar os sistemas de combate a incêndio e descrever os respetivos critérios de dimensionamento, Elaborar um plano de emergência, Objetivos Específicos: Comportamento esperado Enunciar metodologias, meios e equipamentos necessários à estruturação de um plano de emergência, Definir critérios de dimensionamento de recursos humanos, localização e dimensionamento de vias e saídas de emergência, Identificar os critérios de localização e dimensionamento de equipamentos de combate, de evacuação e de primeiros socorros, Caracterizar os equipamentos de proteção individual a utilizar pelas equipas de intervenção, Enunciar as funções dos principais organismos responsáveis pela proteção civil, tendo por base o PowerPoint e visita de estudo aos Bombeiros, recorrendo ao manual e legislação, Critérios de êxito mencionando pelo menos 5 elementos essenciais para a constituição de um Plano de emergência, sem errar. demonstrando um claro domínio na sua aplicação. recorrendo à legislação e visionamento de filmes, demonstrando um claro domínio na sua aplicação da temática. com base no PowerPoint e demonstração de alguns EPI’s, identificando 5 EPI’s a utilizar pelas equipas de intervenção, sem errar. recorrendo ao Manual e visionamento de um filme, identificandotodos os organismos, definindo proteção civil, assim como mencionando a sua finalidade, sem errar. demonstrando um claro domínio na sua aplicação teórica e prática. recorrendo à legislação e normas em vigor, elaborando individualmente um Plano de Emergência que reúna os requisitos gerais, sem lapsos. Psicossociologia do trabalho Metodologia e técnicas de avaliação dos fatores psicossociais Intervenção psicossocial: alterações na organização do trabalho e alterações no indivíduo O “stress”: conceito, fatores de risco, avaliação do risco, consequências e medidas preventivas O erro humano: conceito, causas e consequências, e medidas preventivas. No final do módulo cada formando deve ser capazde: Objetivos Específicos: IN.02.30.01 Comportamento esperado Descrever as metodologias e técnicas de avaliação de fatores psicossociais implícitos no trabalho, Definir intervenção psicossocial tendo em conta as alterações na organização do trabalho e as alterações no indivíduo, Condições de realização recorrendo ao manual, com base no manual e uma proposta de trabalho, Critérios de êxito identificandoas técnicas e fatores psicossociais implícitos do trabalho, sem errar. sem gralhas. Página 7
  8. 8. Comportamento esperado Enunciar os principais conceitos subjacentes ao stress profissional e respetivas consequências, medidas preventivas e fatores de risco, Enunciar o conceito de erro humano, causas, consequências e medidas preventivas, Módulo XI – 24horas Condições de realização recorrendo ao manual e propostas de trabalho, tendo por base um brainstorming e o manual, Critérios de êxito evidenciando pelo menos 3 consequências, 3 medidas e 3 fatores de risco inerentes ao stress profissional. demonstrando um claro domínio na aplicação dos conhecimentos - sem gralhas. Controlo de riscos profissionais Princípios gerais de prevenção Medidas de prevenção e de proteção: medidas de engenharia, organização do trabalho, formação, informação, proteção coletiva e individual Medidas de engenharia: modificação de processos e equipamentos, processos por via húmida, manutenção, ventilação, acústica, isolamentos, barreiras e amortecedores Medidas organizacionais: gestão dos tempos de exposição aos fatores de risco, procedimentos, rotação e permuta de trabalhadores, sistemas de coordenação, arrumação e limpeza dos locais de trabalho Medidas de informação e de formação Medidas de proteção coletiva: critérios de seleção, manutenção e conservação dos equipamentos de proteção coletiva Equipamentos de proteção individual: tipos, componentes, órgãos a proteger, classes de proteção Critérios de seleção de equipamentos de proteção individual Critérios de utilização, manutenção e conservação dos equipamentos de proteção individual Sinalização de segurança: critérios de seleção, instalação e manutenção Medidas de prevenção e proteção adequadas à fase do projeto Medidas de prevenção e proteção em situação de perigo grave e imediato Critérios para a programação da implementação de medidas: hierarquização das medidas, recursos disponíveis e articulação com os diferentes departamentos da empresa Técnicas de acompanhamento e controlo da execução das medidas de prevenção Metodologias e técnicas para avaliação do grau de cumprimento de procedimentos Critérios de avaliação do custo e benefício das medidas de prevenção e de proteção Técnicas de avaliação da eficácia das medidas: reavaliação dos riscos, entrevistas e questionários No final do módulo cada formando deve ser capazde: Comportamento esperado Enunciar os princípios gerais de prevenção, Identificar e aplicar medidas de prevenção e de proteção: medidas de engenharia, medidas organizacionais e medidas de informação e de formação, Selecionar medidas de proteção coletiva e equipamentos de proteção coletiva, Enunciar cuidados a ter na manutenção e conservação de equipamentos de proteção coletiva, Selecionar corretamente os principais equipamentos de proteção individual e efetuar a respetiva manutenção e conservação, Objetivos Específicos: Enunciar os principais critérios de seleção da sinalização de segurança, Selecionar sinalização de segurança e enunciar respetivos critérios de instalação e manutenção, Aplicar medidas de prevenção e proteção em situação de perigo grave e imediato e as adequadas nas diferentes fases de um projeto, Enunciar os critérios a ter em conta na programação da implementação de medidas de prevenção, bem como técnicas de acompanhamento e de controlo de execução, Condições de realização através da leitura do manual de apoio, a visualização dos diapositivos divulgados no decorrer da ação e legislação aplicável, através da leitura do manual de apoio, a visualização dos diapositivos divulgados no decorrer da ação e legislação aplicável, através da leitura do manual de apoio, a visualização dos diapositivos divulgados no decorrer da ação e legislação aplicável, através da leitura do manual de apoio, a visualização dos diapositivos divulgados no decorrer da ação e legislação aplicável, através da leitura do manual de apoio, a visualização dos diapositivos divulgados no decorrer da ação e legislação aplicável, através da leitura do manual de apoio, a visualização dos diapositivos divulgados no decorrer da ação e legislação aplicável, através da leitura do manual de apoio, a visualização dos diapositivos divulgados no decorrer da ação e legislação aplicável, através da leitura do manual de apoio, a visualização dos diapositivos divulgados no decorrer da ação e legislação aplicável, através da leitura do manual de apoio, a visualização dos diapositivos divulgados no decorrer da ação e legislação aplicável, Aplicar critérios de avaliação do custo e benefício das medidas de prevenção e de proteção, Avaliar a eficácia das medidas de acordo com as técnicas mais adequadas, IN.02.30.01 através da leitura do manual de apoio, a visualização dos diapositivos divulgados no decorrer da ação e legislação aplicável, através da leitura do manual de apoio, a visualização dos diapositivos divulgados no decorrer da ação e legislação aplicável, Critérios de êxito indicando os nove Princípios Gerais de Prevenção, sem errar. indicando as linhas de ação possíveis para efetuar o controlo de riscos profissionais de acordo com a sua hierarquização de prioridade. indicando para cada linha de ação as medidas de controlo de riscos aplicáveis, sem errar. indicando cinco medidas de controlo para trabalhos temporários em altura, sem errar. mencionandoquatro pressupostos a ter em atenção na escolhade um equipamento de proteção individual, sem falhas. indicando os cinco requisitos que deve conter a sinalização de segurança, sem errar. sem errar. os formandos deverão indicar apenas três das técnicas para o controlo de execução de medidas de prevenção, sem falhar. enunciando 3 dos critérios a ter em conta na programação da implementação de medidas de prevenção e técnicas inerentes, sem errar. conotando como verdadeira ou falsa as quatro afirmações de acordo com os critérios de avaliação do custo e benefício das medidas de prevenção e de proteção. descrevendo as 4 fases de implementação de um programa de controlo de riscos profissionais, e indicar os objetivos de uma auditoria, e as três razões para serem efetuadas. Página 8
  9. 9. Módulo XII – 20horas Conceção e gestão da formação Metodologias e técnicas de identificação de necessidade de formação, em função dos diversos públicos-alvo Metodologias e técnicas de conceção de programas de formação: definição de objetivos e conteúdos pedagógicos, recursos e condições de execução da formação Metodologias e técnicas de formação adequadas às estratégias definitivas: técnicas de motivação, métodos pedagógicos, gestão dos tempos e dos meios necessários Técnicas de utilização de equipamentos de formação: retroprojetor e outros Técnicas de avaliação dos formandos Metodologias e técnicas adequadas para a avaliação da qualidade e eficácia da formação No final do módulo cada formando deve ser capazde: Objetivos Específicos: Comportamento esperado Caracterizar as diferentes metodologias e técnicas de identificação de necessidades de formação tendo em conta o público-alvo, Conceber programas de formação tendo em conta os princípios pedagógicos e a estrutura do mesmo, Enunciar os principais métodos e técnicas pedagógicas, Planificar sessões de formação e prever estratégias de motivação dos formandos, Módulo XIII – 36horas Condições de realização recorrendo ao abordado nas sessões de formação e manual, Critérios de êxito caracterizando pelo menos duas metodologias sem erros. considerando o abordado nas sessões de formação e manual, concebendo um programa de formação para uma ação de forma correta. adequados aos objetivos, públicos-alvo e contexto de formação tendo em consideração os exemplos propostos, para um módulo, enunciando pelo menos 4 métodos e 6 técnicas. sem esquecer nenhum momento do processo. Gestão da Prevenção Conceitos de trabalho, saúde, perigo, risco, acidente, acidente grave, incidente, doença profissional, doença relacionada com o trabalho, condições de trabalho, prevenção, prevenção integrada, proteção, avaliação de riscos e controlo de riscos Medicina do trabalho: conceitos básicos, objetivos e funções Glossário de termos equivalentes em francês e inglês Indicadores de segurança e saúde no trabalho Custos diretos e indiretos de acidentes de trabalho, doenças profissionais e absentismo Indicadores estatísticos de sinistralidade e doenças profissionais Metodologias de análise de custo/benefício Critérios de avaliação de propostas (técnicos, sociais e económicos) Modelos de gestão da prevenção de riscos profissionais Planos de prevenção Competências e capacidades dos organismos da rede Âmbitos, metodologias e técnicas de auditorias e de inspeções Sistemas e critérios de qualidade relativos aos recursos externos existentes no mercado Elementos e conteúdos a contemplar nos cadernos de encargos Critérios de seleção de recursos externos Órgãos de consulta e participação dos trabalhadores no âmbito da prevenção de riscos profissionais Domínios e momentos da consulta e participação dos representantes dos trabalhadores Sistemas de qualificação dos vários técnicos e especialistas na área da prevenção de riscos profissionais Interfaces (complementaridades, sobreposições de atuação, potenciais conflitos) na intervenção dos vários técnicos e especialistas Princípios de ética e de deontologia aplicável aos profissionais da prevenção dos riscos profissionais Domínios de intervenção das diferentes valências que resultam de normativos legais No final do módulo cada formando deve ser capazde: Comportamento esperado Enunciar os principais conceitos de segurança do trabalho: trabalho, saúde, perigo, risco, acidente, acidente grave, doença profissional, doença relacionada com o trabalho, condições de trabalho, prevenção, prevenção integrada, proteção, avaliação de riscos e controlo de riscos, Enunciar os conceitos básicos de medicina do trabalho, Objetivos Específicos: Caracterizar as principais funções e objetivos da medicina do trabalho, Efetuar a correta correspondência dos termos técnicos equivalentes na língua Inglesa e Francesa, Identificar os principais indicadores segurança, higiene e saúde no trabalho, de Descrever os custos diretos e indiretos de acidentes de trabalho, doenças profissionais e absentismo, IN.02.30.01 Condições de realização através da leitura do manual de apoio, a visualização dos diapositivos divulgados no decorrer da ação e legislação aplicável, Critérios de êxito descrevendo seis conceitos de segurança fazendo a correta ligação entre os conceitos e as respetivas definições. através da leitura do manual de apoio, a visualização dos diapositivos divulgados no decorrer da ação e legislação aplicável, através da leitura do manual de apoio, a visualização dos diapositivos divulgados no decorrer da ação e legislação aplicável, através da leitura do manual de apoio, a visualização dos diapositivos divulgados no decorrer da ação e legislação aplicável, através da leitura do manual de apoio, a visualização dos diapositivos divulgados no decorrer da ação e legislação aplicável, através da leitura do manual de apoio, a visualização dos diapositivos divulgados no decorrer da ação e legislação aplicável, descrevendo seis conceitos de segurança fazendo a correta ligação entre os conceitos e as respetivas definições, sem errar. descrevendo4 das funções e objetivos da medicina do trabalho, sem errar. efetuandoa correspondência de seis termos técnicos na língua inglesa, francesa e portuguesa, sem errar. indicando quatro indicadores segurança, higiene e saúde trabalho, sem lapsos. de no indicando 3 custos diretos e 3 indiretos para um acidente, de forma correta. Página 9
  10. 10. Comportamento esperado Condições de realização Critérios de êxito Recolher e aplicar os principais indicadores estatísticos de sinistralidade e doenças profissionais, através da leitura do manual de apoio, a visualização dos diapositivos divulgados no decorrer da ação, proposta de trabalho e legislação aplicável, através da leitura do manual de apoio, a visualização dos diapositivos divulgados no decorrer da ação, proposta de trabalho e legislação aplicável, através da leitura do manual de apoio, a visualização dos diapositivos divulgados no decorrer da ação, proposta de trabalho e legislação aplicável, através da leitura do manual de apoio, a visualização dos diapositivos divulgados no decorrer da ação e legislação aplicável, através da leitura do manual de apoio, a visualização dos diapositivos divulgados no decorrer da ação e legislação aplicável, através da leitura do manual de apoio, a visualização dos diapositivos divulgados no decorrer da ação e legislação aplicável, através da leitura do manual de apoio, a visualização dos diapositivos divulgados no decorrer da ação e legislação aplicável, através da leitura do manual de apoio, a visualização dos diapositivos divulgados no decorrer da ação e legislação aplicável, através da leitura do manual de apoio, a visualização dos diapositivos divulgados no decorrer da ação e legislação aplicável, através da leitura do manual de apoio, a visualização dos diapositivos divulgados no decorrer da ação e legislação aplicável, através da leitura do manual de apoio, a visualização dos diapositivos divulgados no decorrer da ação e legislação aplicável, através da leitura do manual de apoio, a visualização dos diapositivos divulgados no decorrer da ação e legislação aplicável, calculando os diferentes indicadores de sinistralidade para 2 empresas distintas, num exercício prático apresentado, sem gralhas. mencionando as metodologias de análise custo/beneficio inequivocamente. Aplicar metodologias custo/benefício, de análise de Definir critérios de avaliação de propostas: técnicos, sociais e económicos, Caracterizar diferentes modelos de gestão de prevenção de riscos profissionais, Elaborar planos de prevenção com base na atual legislação, Identificar os principais organismos da rede e enunciar as suas competências e capacidades, Aplicar métodos e técnicas de auditoria e inspeção, Elaborar um caderno de encargo para seleção de recursos externos, e definir respetivos critérios de seleção, Enunciar as funções dos órgãos de consulta e de participação dos trabalhadores no âmbito da prevenção de riscos profissionais e respetivos momentos de intervenção, Descrever o sistema de qualificação dos vários técnicos e especialistas na área da prevenção de riscos profissionais, seus papéis e funções, Identificar princípios de ética e de deontologia aplicável aos profissionais da prevenção dos riscos profissionais, Enunciar os diferentes domínios de intervenção das diferentes valências que resultam dos normativos legais, MóduloXIV– 20horas apresentando de forma individual 2 dos critérios a ter em consideração na avaliação de propostas: técnicos, sociais e económicos. o formando deverá conotar como verdadeira ou falsa cinco afirmações. o formando deverá conotar como verdadeira ou falsa cinco afirmações. 0formando deverá conotar como verdadeira ou falsa cinco afirmações. descrevendoquais as partes que se podem dividir as auditorias e indicando 3 dos seus objetivos, sem errar. indicando os critérios-chave. enunciando o nome dos seis intervenientes no âmbito da prevenção de riscos profissionais, sem gralhas. sem gralhas. identificando 5 princípios do código deontológico, inequivocamente. conotando como verdadeira ou falsa a cada afirmação, sem errar. Técnicas de informação, de comunicação e de negociação Elementos da arquitetura tecnológica (infraestruturas, software) e da arquitetura da informação (quem cria informações e quem utiliza) Tipos de informação: de suporte a realização de operações e de tarefas; e informações para a decisão e informação para a qualificação Técnicas de informação, de comunicação e de negociação Metodologias e técnicas adequadas para avaliação da qualidade e eficácia da informação e comunicação Técnicas de conceção de normas internas Instrumentos de informação e seus domínios de aplicação utilizados na prevenção de riscos profissionais: cartaz, boletim, videograma, diaporama, entre outros Princípios e técnicas básicas utilizadas na conceção/elaboração de instrumentos de informação Técnicas de utilização de suportes de informação: scripto, áudio, multimédia e outros Metodologias e técnicas de identificação de necessidades de informação, em função dos diversos públicos-alvo Tipos de informação específica no âmbito da prevenção de riscos profissionais nomeadamente sinalização de segurança, rotulagem de produtos perigosos e respetivas fichas de segurança, manuais de instruções de máquinas, normas internas de procedimentos, manuais de segurança e higiene no trabalho Metodologias e técnicas de comunicação individual e grupal Técnicas de utilização de equipamentos de comunicação: retroprojetor e outros Domínios, conteúdos e momentos dos registos a efetuar Técnicas de organização de arquivo e gestão de arquivo Domínios, conteúdos e momentos das notificações obrigatórias Princípios e técnicas de liderança, orientadas para a coordenação de equipas de trabalho Metodologias e técnicas de animação no domínio da prevenção de riscos profissionais: animação de reuniões, de grupos de discussão, etc. No final do módulo cada formando deve ser capazde: Objetivos Específicos: IN.02.30.01 Comportamento esperado Enunciar os elementos básicos da arquitetura tecnológica e da arquitetura da informação, Condições de realização com base nas indicações do manual de formação, Critérios de êxito sem gralhas. Página 10
  11. 11. Comportamento esperado Distinguir os diferentes tipos de informação, Condições de realização com base nas definições apresentadas no manual de formação, com base nas indicações do manual de formação e nos diapositivos apresentados, recorrendo às instruções descritas no manual de formação, de acordo com as técnicas apresentadas no manual de formação, tendo como base os critérios mencionados no manual de formação, MóduloXV– 120horas sem gralhas. tendo como base os critérios mencionados no manual de formação, sem errar. tendo como base os critérios mencionados no manual de formação, demonstrando uma apresentação com sucesso em sala. recorrendo às instruções descritas no manual de formação, recorrendo às instruções descritas no manual de formação, recorrendo às instruções descritas no manual de formação, Implementar metodologias e técnicas de identificação de necessidades de informação, em função dos diversos públicos-alvo, Descrever as diferentes tipologias de informação específica no âmbito da prevenção de riscos profissionais, Aplicar metodologias e técnicas de comunicação individual e grupal, bem como os equipamentos de comunicação, Aplicar técnicas de organização, registo e gestão de arquivo, Enunciar os procedimentos a ter em conta na gestão de uma notificação obrigatória, Aplicar técnicas de liderança orientadas para a coordenação de equipas de trabalho e técnicas de animação no domínio da prevenção de riscos profissionais, demonstrando 2 exemplos práticos com sucesso. com base nas definições apresentadas no manual de formação, tendo como base os critérios mencionados no manual de formação, Aplicar metodologias e técnicas para avaliação da qualidade e eficácia da informação e comunicação, Enunciar técnicas de conceção de normas internas, Selecionar instrumentos de informação de acordo com os domínios de aplicação utilizados na prevenção de riscos profissionais, Selecionar técnicas básicas utilizadas na conceção/elaboração de instrumentos de informação, Utilizar diferentes suportes de informação, sem gralhas. tendo como base os critérios mencionados no manual de formação, Aplicar técnicas de informação, comunicação e negociação, Critérios de êxito demonstrando um claro domínio da sua aplicação num exercício prático. demonstrando 2 exemplos práticos com sucesso. sem gralhas. sem gralhas. sem errar. sem errar. demonstrando um claro domínio da sua aplicação num exercício prático. demonstrando uma apresentação com sucesso em sala individualmente. Formação prática em contexto real de trabalho Estágio realizado em empresas da região No final do módulo cada formando deve ser capazde: Objetivos Específicos: Encerramento IN.02.30.01 Comportamento esperado Apresentar um relatório de estágio em que mostre as competências e capacidades consolidadas ao longo do curso para a temática desenvolvida na formação real em contexto de trabalho Condições de realização com base nas temáticas abordadas, contexto organizacional e tema de projeto, Critérios de êxito apresentando com sucesso o relatório e fazendo a sua defesa/apresentação com clareza, demonstrando um claro domínio nas temáticas previstas. Encerramento/avaliação da ação: Avaliação final da ação. Sugestões de melhoria. Comunicação da classificação final. Entrega de certificados ou comunicação da data de entrega. Página 11

×