Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Os romanos

13,892 views

Published on

Published in: Education

Os romanos

  1. 1. Trabalho elaborado por um aluno da Profª Anabela Sobral
  2. 2. <ul><li>Segundo a lenda, Roma foi fundada em 753 a.C. pelos gémeos Rómulo e Remo; devido a lutas pelo poder, um tio atirou-os ao rio; os dois irmãos foram salvos por uma loba que os amamentou; quando atingiram a idade adulta fundaram Roma; Rómulo acabou por matar Remo e tornou-se o primeiro chefe da cidade de Roma. </li></ul>
  3. 3. <ul><li>Roma foi fundada por um povo de origem indo-europeia, os Latinos , na Península Itálica, na planície do Lácio, na margem direita do rio Tibre, em meados do século VIII a. c. </li></ul><ul><li>Roma era inicialmente um pobre povoado habitado por agricultores e criadores de gado com costumes muito rudes. </li></ul><ul><li>Os Etruscos dominaram Roma de 616 a 509 a. c. </li></ul><ul><li>Os Latinos conseguiram expulsar os Etruscos e iniciaram a sua expansão. </li></ul>
  4. 5. Os romanos começaram a conquistar depois terras à volta e nunca mais pararam…
  5. 6. <ul><li>Razões de segurança : d efesa dos etruscos; depois submetem os povos vizinhos: etruscos, úmbrios, sabinos e samnitas. </li></ul><ul><li>Motivos económicos : saques, minérios, escravos; impostos sobre os povos vencidos; novos mercados; novas terras mais férteis para os colonos romanos. </li></ul><ul><li>Motivos sociais: novos cargos. </li></ul><ul><li>Ambição dos chefes: honra e glória . </li></ul>
  6. 8. Os Romanos na Península Ibérica
  7. 9. Este era o território romano no séc.III a.C Vieram da Península Itálica atraídos pelas riquezas da Península Ibérica
  8. 10. <ul><li>Roma impôs o seu poder aos diversos povos e regiões que conquistou e fundou um império que é : um estado constituído por povos e terras diferentes dominadas por uma cidade ou um estado. </li></ul>
  9. 11. Os Romanos eram um povo muito desenvolvido. Possuíam um poderoso e organizado exército, o que lhes permitiu construir um grande império . Roma era a capital do império Romano que era governado por um imperador e por cidadãos ricos e poderosos. Tartaruga – técnica defensiva Catapulta
  10. 14. <ul><li>A civilização romana era essencialmente urbana (do latim urbe, cidade ) onde se concentravam as populações, e onde existiam oficinas e lojas em grande número. </li></ul><ul><li>Existia uma intensa actividade comercial, principalmente nas cidades, o que exigia uma grande circulação de moeda. </li></ul><ul><li>Daí a economia romana ser uma economia urbana, </li></ul><ul><li>comercial e monetária. </li></ul>
  11. 32. <ul><li>Os Romanos , habitantes da Península Itálica, chegaram no séc. III a.C. à Península Ibérica ou Hispânia, como então se chamava a estas terras, através do Mediterrâneo . </li></ul><ul><li>Rapidamente, ocuparam quase sem resistência a região sul, onde já anteriormente fenícios, gregos e cartagineses tinham estabelecido no litoral alguns portos comerciais. </li></ul>
  12. 33. <ul><li>À ocupação romana da península opuseram-se, sobretudo, algumas tribos que habitavam as regiões mais montanhosas, de mais fácil defesa e de mais difícil acesso e ocupação: </li></ul><ul><li>a norte, os Galaicos de origem celta e na região centro, os Lusitanos , tribo de Celtiberos que teve em Viriato o seu mais célebre líder. </li></ul>
  13. 34. Os Lusitanos Antes da chegada dos Romanos o território da Península Ibérica era ocupada por vários povos, em que se destacavam os Lusitanos . Os Lusitanos travaram duras lutas com os Romanos nas quais obtiveram grandes vitórias. O exército Romano era muito poderoso , mas os Lusitanos ofereceram uma grande resistência
  14. 35. Viriato , que a tradição diz ter sido um pastor, foi um chefe muito corajoso dos Lusitanos e venceu os romanos em várias ocasiões . Monumento a Viriato em Viseu Este guerreiro acabou por ser atraiçoado e mandado assassinar pelos Romanos enquanto dormia.
  15. 36. Sertório , um ex-general Romano, que estava zangado com Roma por questões políticas ficou a comandar os Lusitanos, após a morte de Viriato. Mas também ele teve a mesma sorte que Viriato: foi assassinado à traição durante um banquete. Criou as primeiras escolas, onde se ensinava o Latim, o Grego e os costumes romanos.
  16. 37. <ul><li>Estas tribos aproveitavam as montanhas, o conhecimento que tinham dos desfiladeiros e ravinas para montarem armadilhas e emboscadas às legiões romanas . </li></ul><ul><li>Outras vezes surgiam, saltando das árvores, e de surpresa, atacavam rapidamente, fugindo de seguida. </li></ul><ul><li>Desta forma impediram durante 200 anos o domínio completo da Península pelos Romanos . </li></ul>
  17. 38. A conquista Romana Os Romanos acabaram por conquistar a Península Ibérica no séc. I a.C.
  18. 39. O IMPÉRIO ROMANO
  19. 40. <ul><li>Recorrendo a um forte e disciplinado exército , espalhando pelas regiões ocupadas uma civilização que a todos prometia maiores confortos e vantagens, em pouco tempo, os Romanos dominavam grande parte dos territórios que se estendiam à volta do Mediterrâneo. </li></ul><ul><li>E por isso o chamaram de Mare Nostrum,( O nosso mar). </li></ul>
  20. 41. A Romanização Como possuíam uma cultura muito rica, os Romanos fixaram-se na Península Ibérica e acabaram por influenciar os povos que conquistaram .  Dá-se o nome de romanização à influência que os Romanos tiveram na cultura, nos usos e costumes dos povos da península.
  21. 42. <ul><li>O exército: teve um importante papel na romanização dos povos conquistados que foram absorvendo a língua, as leis, os costumes e as tradições; </li></ul><ul><li>o latim : através da sua divulgação o império ganhou mais unidade; </li></ul><ul><li>o direito romano : a que todos os povos conquistados ficaram subordinados; </li></ul><ul><li>As estradas : excelente e que facilitava os contactos entre populações diferentes e distantes; </li></ul><ul><li>a construção de obras públicas : pontes, templos, termas, arcos de triunfo, aquedutos. </li></ul>
  22. 43. A prosperidade económica <ul><li>Os Romanos desenvolveram muito: </li></ul><ul><li>a agricultura – introduziram novas técnicas, o que aumentou a produção de cereais, azeite e do vinho; </li></ul><ul><li>as minas como as de Aljustrel e de Vila Pouca de Aguiar; </li></ul><ul><li>outras actividades como a tecelagem , tapeçaria, a cerâmica, a salga de peixe, vidro, metalurgia, perfumes; </li></ul><ul><li>o comércio com a circulação da moeda, o que facilitava as trocas comerciais. </li></ul>
  23. 46. <ul><li>novos utensílios como: </li></ul><ul><li>ânforas, </li></ul><ul><li>talhas, </li></ul><ul><li>candeias, </li></ul><ul><li>jóias; </li></ul>
  24. 48. Novas construções Os Romanos desenvolveram a construção de confortáveis habitações. Construíram-se casas com jardins, repuxos e mosaicos de várias cores.
  25. 49. novos materiais de construção como : as telhas, os tijolos e os mosaicos;
  26. 50. Construíram-se também balneários públicos ou termas, onde o maior interesse era encontrar pessoas, de escutar conversas, falar de política e tratar de negócios. Ruínas de Estói Ruínas de Vilamoura
  27. 51. <ul><li>As termas ou balneários públicos, e a prática do desporto garantiam a higiene e saúde da população livre. No meio de tanto divertimento, o trabalho era, principalmente, assegurado por servos e escravos que não gozavam destes privilégios. </li></ul>
  28. 52. <ul><li>As cidades feitas à imagem de Roma competiam entre si na grandiosidade dos edifícios públicos . Os coliseus, os templos, as estátuas, as fontes e as termas sobressaíam das ruas ladeadas de casas de vários andares ( as insulae ) onde residia a população mais pobre. </li></ul><ul><li>Estas construções monumentais ladeavam o fórum ou praça pública, e a sua grandeza era a medida da importância da cidade. </li></ul>
  29. 56. Construíram também anfiteatros e templos Anfiteatro em Mérida - Espanha Templo de Diana - Évora
  30. 57. Para fornecerem água às suas cidades, construíram longos aquedutos. Aqueduto de Pegões
  31. 58. A construção de estradas e pontes À medida que o império crescia, os Romanos construíram também uma grande rede de estradas e pontes , que unia as cidades mais importantes e a sua capital, Roma. Por isso se diz que todos os caminhos vão dar a Roma. Ponte de Monforte Via romana
  32. 61. NÃO ESQUEÇAS QUE : Ainda hoje, na a contagem do tempo em História, os séculos são indicados usando a numeração romana.
  33. 62. A língua latina A língua dos Romanos, o Latim, passou a ser falada pelos povos peninsulares. A romanização também se deu na introdução da numeração, das leis escritas e de novos cultos religiosos – o Cristianismo.
  34. 63. ROMENO ITALIANO ESPANHOL FRANCÊS PORTUGUÊS LATIM
  35. 64. Vestígios Romanos em Portugal Ponte romana em Negrelos Ruínas de Conímbriga Miróbriga – Santiago do Cacém
  36. 66. Ruínas de Tróia Ruínas de Milreu - Estói Ruínas de Braga
  37. 67. Alqueidão da Serra
  38. 70. <ul><li>FOTOGRAFIA DE ANABELA MATIAS DE MAGALHÃES </li></ul>
  39. 74. <ul><li>Jesus Cristo nasceu em Belém, no tempo de Octávio Augusto (27a.C. a 14 d.C.). </li></ul><ul><li>Começou a pregar com 30 anos por toda a Judeia que estava sob domínio romano. </li></ul><ul><li>Jesus dirigiu a sua mensagem a toda a Humanidade o que não agradou aos judeus que esperavam que a sua mensagem se destinasse a tornar Israel um grande reino. </li></ul><ul><li>Os judeus não reconheceram Jesus como o Messias, o Salvador dos judeus. </li></ul><ul><li>Jesus Cristo foi acusado de ser um agitador e foi condenado à morte e crucificado, em Jerusalém, no monte Calvário. </li></ul>
  40. 75. <ul><li>Jesus pregou uma nova religião baseada no amor, no respeito pelo próximo, na prática do bem e da caridade, na igualdade entre todos os seres humanos, na existência de um Deus único. Os romanos, no começo não deram grande importância a esta religião. </li></ul><ul><li>Mas em breve esta religião choca com a religião romana, que era politeísta (muitos deuses) e com o culto ao imperador que os cristãos se recusavam a praticar, e com a sociedade romana baseada na escravatura. </li></ul><ul><li>Foram feitas perseguições aos cristãos pelos imperadores Domiciano (81/96); Adriano (117/138) e Diocleciano (284/305). </li></ul>
  41. 76. <ul><li>(…) Durante as perseguições aos primeiros cristãos, milhares deles serviram de pasto às feras numa carnificina brutal, com gáudio da multidão que delirava ao ver o sangue inocente derramado na areia. (…) </li></ul>
  42. 77. <ul><li>Túneis e galerias, escavadas no subsolo, onde os cristãos praticavam o culto e sepultavam os mortos segundo os rituais cristãos. </li></ul>
  43. 78. JUDAÍSMO ANTIGO (HEBREUS) JUDAÍSMO MODERNO (JUDEUS) CRISTIANISMO (CRISTÃOS) ISLAMISMO (MUÇULMANOS) PROTESTANTES CATÓLICOS ORTODOXOS
  44. 79. Fim

×