Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
Isabel Mendinhos – Formação novos PB 2011-2012
Conceitos subjacentes   VALOR – Que benefícios retiram os alunos, os    professores e a escola em geral da existência da ...
Organização do modelo   Domínios e subdomínios    O   modelo está dividido em quatro domínios     Cada    domínio refer...
Domínio AApoio ao desenvolvimento CurricularA.1 Articulação curricular da BE com as estruturas de  coordenação e supervisã...
Domínio BLeitura e Literacia                      Isabel Mendinhos – Formação novos PB 2011-2012
Domínio CProjectos, parcerias e actividades lLivres  e de abertura à comunidadeC.1. Apoio a actividades livres, extra-curr...
Domínio DGestão da Biblioteca EscolarD.1. Articulação da BE com a Escola.    Acesso a serviços prestados pela BED.2 Condiç...
Organização dentro de cada domínio                       •1                       •   ...                       •2        ...
Organização dentro de cada domínio                       Indicador                                                       P...
Organização dentro de cada domínio      Fontes e    instrumentos     de recolha              Apenas exemplos.          de ...
Organização dentro de cada domínio      Fatores               Exemplos (não                        exaustivos)de situações...
Organização dentro de cada domínio      Ações              Sugestões de ações a                        implementar, caso s...
Organização dentro de cada domínio    Perfis de desempenho    - Enunciados para cada subdomínio    - Quatro níveis    - Pe...
Período de aplicação do modelo   O modelo deve ser aplicado em 4 anos,    seleccionando-se, em cada ano, um domínio para ...
Etapas da aplicação   Escolha do domínio a avaliar – proposta    fundamentada do coordenador da BE ao CP   Planificação ...
Etapas da aplicação   Planificação da recolha das evidências por aplicação    de instrumentos do modelo       Análise do...
Etapas da aplicação•   Escolha das amostras    •   20% do número total de professores    •   10% do número de alunos em ca...
Etapas da aplicação•   Calendarização do processo•   Recolha de evidências                            Isabel Mendinhos – F...
Formas de recolha   Aplicação dos instrumentos via aplicação    informática – tratamento automático   Aplicação em papel...
Tratamento e interpretação dosdados obtidos  Tratamento   dos dados dos questionários (a aplicação   faz).  Elaboração  ...
Relatório final   Apresentação ao Conselho Pedagógico   Elaboração, pelo Conselho Pedagógico, das    recomendações que e...
Envolvimento dos intervenientes   A avaliação da BE deve ser do conhecimento de toda a    escola   Antes:       Apresen...
BibliografiaGabinete da Rede de Bibliotecas Escolares. Modelo de Avaliação das Bibliotecas  Escolares (2011). Acedido em 2...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Apresentação MABE

938 views

Published on

Published in: Education
  • Be the first to comment

Apresentação MABE

  1. 1. Isabel Mendinhos – Formação novos PB 2011-2012
  2. 2. Conceitos subjacentes VALOR – Que benefícios retiram os alunos, os professores e a escola em geral da existência da BE? EVIDÊNCIA – Afirmação sustentada em dados recolhidos que permite ponderar o valor da BE em cada aspeto da sua ação REGULAÇÃO – O processo de avaliação permite ajustar, alterar, melhorar, aferir INTEGRAÇÃO – A avaliação da BE inclui-se na da escola. Muitos fatores a influenciam. Isabel Mendinhos – Formação novos PB 2011-2012
  3. 3. Organização do modelo Domínios e subdomínios O modelo está dividido em quatro domínios  Cada domínio refere-se a uma das áreas do trabalho da BE  Três dos domínios estão divididos em subdomínios Isabel Mendinhos – Formação novos PB 2011-2012
  4. 4. Domínio AApoio ao desenvolvimento CurricularA.1 Articulação curricular da BE com as estruturas de coordenação e supervisão pedagógica e com os docentesA.2 Promoção das literacias da informação, tecnológica e digital Isabel Mendinhos – Formação novos PB 2011-2012
  5. 5. Domínio BLeitura e Literacia Isabel Mendinhos – Formação novos PB 2011-2012
  6. 6. Domínio CProjectos, parcerias e actividades lLivres e de abertura à comunidadeC.1. Apoio a actividades livres, extra-curriculares e de enriquecimento curricularC.2 Projectos e Parcerias Isabel Mendinhos – Formação novos PB 2011-2012
  7. 7. Domínio DGestão da Biblioteca EscolarD.1. Articulação da BE com a Escola. Acesso a serviços prestados pela BED.2 Condições humanas e materiais para a prestação dos serviçosD.3 Gestão da colecção/da informação Isabel Mendinhos – Formação novos PB 2011-2012
  8. 8. Organização dentro de cada domínio •1 • ... •2 Fontes e Ações Fatores • ... • ...Indicador •3 instrumentos para a críticos de recolha de de •4 dados/ • ... melhoria/ • ... sucesso •5 informações • ... exemplos • ... • ... Isabel Mendinhos – Formação novos PB 2011-2012
  9. 9. Organização dentro de cada domínio Indicador Permite a aplicação dePode ser de processo Aponta para uma zona elementos de medição ou de impacto nuclear de intervenção que conduzem a uma da BEdentro do domínio apreciação sobre a qualidade da BE Isabel Mendinhos – Formação novos PB 2011-2012
  10. 10. Organização dentro de cada domínio Fontes e instrumentos de recolha Apenas exemplos. de Podemos ter outros. dados/infor- mação Isabel Mendinhos – Formação novos PB 2011-2012
  11. 11. Organização dentro de cada domínio Fatores Exemplos (não exaustivos)de situações, críticos de ocorrências e ações que sucesso operacionalizam o indicador Isabel Mendinhos – Formação novos PB 2011-2012
  12. 12. Organização dentro de cada domínio Ações Sugestões de ações a implementar, caso seja para a necessário melhorar o melhoria desempenho da BE Isabel Mendinhos – Formação novos PB 2011-2012
  13. 13. Organização dentro de cada domínio Perfis de desempenho - Enunciados para cada subdomínio - Quatro níveis - Permitem à BE situar a sua ação em cada domínio - Dentro do mesmo domínio, a BE pode situar- se no nível 3, relativamente a um indicador e no 2, relativamente a outro, por exemplo. - Nível 4 – perfil ideal (consequentemente difícil de atingir na íntegra) Isabel Mendinhos – Formação novos PB 2011-2012
  14. 14. Período de aplicação do modelo O modelo deve ser aplicado em 4 anos, seleccionando-se, em cada ano, um domínio para avaliar com maior detalhe. A ordem de aplicação pode não ser ABCD Nos agrupamentos, as BE em avaliação devem aplicar o mesmo domínio Isabel Mendinhos – Formação novos PB 2011-2012
  15. 15. Etapas da aplicação Escolha do domínio a avaliar – proposta fundamentada do coordenador da BE ao CP Planificação da recolha das evidências documentais  Que evidências recolher?  Como?  Que registos já existem/ que registos teremos de implementar? (atenção à simplicidade e exequibilidade dos mesmos!) Isabel Mendinhos – Formação novos PB 2011-2012
  16. 16. Etapas da aplicação Planificação da recolha das evidências por aplicação de instrumentos do modelo  Análise dos questionários a aplicar  Há adaptações a fazer?  Análise dos registos de observação a aplicar  Elaboração de uma estratégia para a sua aplicação  Análise das checklists  Há adaptações a fazer? Isabel Mendinhos – Formação novos PB 2011-2012
  17. 17. Etapas da aplicação• Escolha das amostras • 20% do número total de professores • 10% do número de alunos em cada nível de escolaridade  Discussãodas formas de selecção das amostras de forma a contemplar a diversidade de alunos e professores existente Isabel Mendinhos – Formação novos PB 2011-2012
  18. 18. Etapas da aplicação• Calendarização do processo• Recolha de evidências Isabel Mendinhos – Formação novos PB 2011-2012
  19. 19. Formas de recolha Aplicação dos instrumentos via aplicação informática – tratamento automático Aplicação em papel – registo de dados agrupados Isabel Mendinhos – Formação novos PB 2011-2012
  20. 20. Tratamento e interpretação dosdados obtidos  Tratamento dos dados dos questionários (a aplicação faz).  Elaboração de sínteses dos registos de observação  Organização e interpretação das evidências recolhidas por indicador (enunciados sempre que possível quantificados avaliativos)  Identificação dos pontos fortes e fracos  Posicionamento num nível  Identificação de ações para a melhoria concretas e adequadas à BE que temos Isabel Mendinhos – Formação novos PB 2011-2012
  21. 21. Relatório final Apresentação ao Conselho Pedagógico Elaboração, pelo Conselho Pedagógico, das recomendações que entender fazer Elaboração de um texto-síntese relativo à BE a constar no relatório de avaliação da escola/agrupamento Isabel Mendinhos – Formação novos PB 2011-2012
  22. 22. Envolvimento dos intervenientes A avaliação da BE deve ser do conhecimento de toda a escola Antes:  Apresentação do modelo ao Conselho Pegagógico e aos Departamentos  Divulgação• Durante  Professores, alunos, EE - questionários, registos de observação, entrevistas• Depois  Análise do relatório em Conselho Pedagógico; recomendações  Divulgação dos resultados Isabel Mendinhos – Formação novos PB 2011-2012
  23. 23. BibliografiaGabinete da Rede de Bibliotecas Escolares. Modelo de Avaliação das Bibliotecas Escolares (2011). Acedido em 20 de Janeiro de 2012 em http://rbe.min- edu.pt/np4/file/83/mabe.pdfTodd, Ross (2008) The Evidence-Based Manifesto for School Librarians. School Library Journal. Acedido em 20de Janeiro de 2012, em http://www.schoollibraryjournal.com/article/CA6545434.html#Multiple%20types% 20of%20evidenceTodd, Ross (2008) O que queremos para o futuro das bibliotecas escolares. (Biblioteca RBE). Acedido em 20 de Janeiro de 2012 em http://rbe.min- edu.pt/np4/file/396/01_bibliotecarbe.pdf Isabel Mendinhos – Formação novos PB 2011-2012

×