Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Sistema Imunitário - defesa não específica

34,121 views

Published on

Sistema imunitário, breve descrição dos mecanismos de defesa não específicos

Sistema Imunitário - defesa não específica

  1. 1. Sistema Imunitário Isabel Lopes
  2. 2. Sistema Imunitário  Cada individuo é bioquimicamente único  Moléculas identificadoras do individuo  MHC (major histocompatibility complex = complexo principal de histocompatibilidade)  Antigénios principais de histocompatibilidade (codificados por genes localizados no cromossoma 6)  Imunidade  Diferentes processos fisiológicos que permitem reconhecer corpos estranhos ou anormais  neutralização e eliminação  Imunidade Inata: mecanismos de defesa não específica que funcionam sempre da mesma maneira independentemente do agente invasor  Imunidade Adaptativa: mecanismo de defesa específico IL 2010
  3. 3. Principais tipos de Leucócitos  Circulam no sangue e os linfócitos tb circulam na linfa  Capacidade de diapedese  Possuem receptores na membrana Ver manual (glicoproteínas  pág. 141 específicas) IL 2010
  4. 4. Mecanismos de Defesa não específicos  Impedem a entrada  Barreiras  Secreções e Enzimas 1ª Linha de defesa  Limitam a proliferação de microrganismos ou outra substância  Resposta Inflamatória 2ª Linha de defesa  Fagocitose  Interferão IL 2010
  5. 5. Pele e Mucosas Secreções (1ª linha de defesa) IL 2010
  6. 6. Secreções e Enzimas IL 2010
  7. 7. Resposta Inflamatória Mastócitos (resultantes da diferenciação de basófilos)  Histaminas Provoca a dilatação dos capilares (>permeabili//) e a saída de plasma Calor Rubor Sensibilidade Edema Exercício … e os macrófagos* manual pág. 144 Dor Quimiotaxia: acumulação de substâncias químicas que activam o sistema imunitário *resultam da transformação dos monócitos (“actores”) IL 2010
  8. 8. Resposta Inflamatória IL 2010
  9. 9. Fagocitose Destruição de:  bactérias e outros corpos estranhos  células infectadas ou mortas. Neutrófilo fagocitando uma Neutrófilo bactéria (vídeo com migrando aceleração). A célula do para o sistema imunitário localiza a local da bactéria usando quimiotaxia. infecção. Neutrófilo fagocita bactéria e liberta citocinas IL 2010
  10. 10. Interferão  O vírus, ao infectar uma célula e replicar-se, vai activar o gene que codifica o interferão (proteína).  Após a síntese proteica, a proteína sai da célula e entra na corrente sanguínea, até chegar às células vizinhas que ainda não foram atacadas.  A proteína liga-se à membrana celular dessas células e activa o gene que codifica as proteínas antivirais.  Estas proteínas por sua vez, vão impedir a replicação do vírus, quando este tentar replicar-se nessas células. IL 2010
  11. 11. Interferão IL 2010
  12. 12. Dúvidas? Dúvidas IL 2010

×