Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Em coro a deus louvemos 25 41

1,324 views

Published on

  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Em coro a deus louvemos 25 41

  1. 1. 25 – Do sepulcro ressurgiu F C7 F Dm C F1. Do sepulcro ressurgiu, a--le--lu--ia! C7 F Dm C F Cristo nos redimiu, a--le--lu--ia! Am C Dm C7 F Dm C F Exaltemos com fervor, a--le--lu--ia! C7 F Dm C F Ressurgiu o Salvador, a--le--lu--ia! 2. Do sepulcro veio à luz, aleluia! Quem por nós morreu na cruz, aleluia! Ressurgiu o Salvador, aleluia! Exaltai-o com fervor, aleluia!3. Nossos males expiou, aleluia! Nossa culpa resgatou, aleluia! Deus concede-nos perdão, aleluia! Não há mais condenação, aleluia! 4. Não há quem te seja igual, aleluia! Rei supremo, celestial, aleluia! Honra seja a ti, Senhor, aleluia! Tu és nosso Redentor, aleluia! Em coro a Deus louvemos
  2. 2. 26 – Cantai e folgai G Bm1. Cantai e folgai! O Messias chegou! G E G D Dissiparam-se as trevas, a aurora raiou! G C D Est.: Daí louvores, celebrai-o: foi morto na cruz! G C G D7 G Daí louvores, publicai-o: já vive Jesus!2. Cantai e folgai! Pelos ímpios sofreu! / Satisfez a justiça, seu sangue verteu!3. Cantai e folgai! Temos livre perdão, / pois Jesus nos oferta real salvação!4. Cantai e folgai! Hoje à destra de Deus /intercede por nós nas alturas dos céus!5. Cantai e folgai! O Senhor voltará! / Cristo, o Rei glorioso nas nuvens virá! Em coro a Deus louvemos
  3. 3. 27 – Quem quer cantar do amor Em coro a Deus louvemos
  4. 4. 27 – Quem quer cantar do amor 2º parte C F G C1. Quem quer cantar do amor não poderá calar da cruz. C7 F G C quero por gratidão dobrar-me diante de Jesus, C7 F pois pertencer à cruz é sobre si tomá-la G F C e não se envergonhar de aqui testemunhá-la. 2. Quem quer cantar do amor não poderá calar da cruz. Jesus morreu por mim e agora eu lhe pertenço, sim. E mesmo que o mundo por isso me despreze eu falo de Jesus e que seu fardo é leve.3. Quem quer falar do amor não poderá calar da cruz. Seguindo os passos seus eu testemunho o amor de Deus. Que o meu falar e a vida em harmonia estejam, que todos o amor na minha vida vejam.28 – Cristo vive e nós também D G D A7 D1. Sobre a cruz Jesus sofreu, aleluia,/ e por nós ali morreu, alelu--ia.2. Enterrado não ficou, aleluia, / mas da morte levantou, aleluia.3. Cristo vive, é Salvador, aleluia, / dá-nos todo o seu amor, aleluia.4. Páscoa lembra toda vez, aleluia, / o que Deus com Cristo fez, aleluia.5. Esse é o dia do Senhor, aleluia, / nós rendemos-lhe louvor, aleluia.6. Cristo vive e nós também, aleluia, / nesta Páscoa e sempre, amém, aleluia. Em coro a Deus louvemos
  5. 5. 29 – No caminho de Emáus C G F1. Eram dois os companheiros que seguiam pela estrada. C G C Tinham pressa de chegar à aldeia de Emaús. F C G C Est.: Emaús, Emaús, no caminho de Emaús. F C G7 C Emaús, Emaús, no caminho de Emaús.2. Veio alguém juntar-se aos dois que seguiam pela estrada. E agora eram três no caminho de Emaús. 3. E chegando a Emaús bem na hora do jantar, o terceiro companheiro pão e vinho repartiu.4. Só então reconheceram quem com eles caminhava. Só então compreenderam que Jesus ressuscitara.Final: Emaús, Emaús, no caminho de Emaús, com Jesus, com Jesus, eles foram com Jesus. Em coro a Deus louvemos
  6. 6. “Não parecia que o nosso coração queimava dentro do peitoquando ele nos falava na estrada e nos explicava as Sagradas Escrituras?” Lc 24.32b Em coro a Deus louvemos
  7. 7. 30 – Semente de Libertação Em coro a Deus louvemos
  8. 8. 30 – Semente de Libertação 2ª parte2. A planta cresceu / e das flores nasceram os frutos: / o amor entre nós semeou. Mas não escapou dos horrores / de homens tão brutos, / e a planta em silêncio tombou.3. Terceira manhã gloriosa: / brotou novamente / a planta em divina ação. E hoje, já bem mais vistosa, / a frágil semente / ainda é seu forte refrão. Em coro a Deus louvemos
  9. 9. 31 – Eles queriam um grande rei E A E Est.: /: Eles queriam um grande rei que fosse forte e dominador, B7 E e por isso não creram nele e mataram o salvador.:/ E B7 E1. Quantos surdos que escutaram, / quantos cegos que enxergaram, B7 E e quantos coxos que andaram... / Só eles não enxergaram.2. Quantas pessoas de má vida / se converteram e acreditaram no que viram e ouviram... / Só eles o rejeitaram!3. Quantos vinham lhe escutar / e escreviam, pra não esquecer, que falava brilhantemente / como a luz do amanhecer!4. Jesus Cristo aceita o homem / que se entrega inteiramente; não aquele apegado ao mundo / que hora é frio outra hora é quente.5. Os homens seguiram a lei / de Moisés e de Abraão, só não creram que Jesus Cristo / veio nos trazer a salvação. Em coro a Deus louvemos
  10. 10. 32 – Ó fronte ensanguentada Am Dm Am C G Am1. Ó fronte ensangüentada, / ferida pela dor, Am Dm Am C G Am de espinhos coroa--da, / marcada pelo horror! G C Dm Am Ó fronte, outrora ornada / de eterna glória e luz, G C Am Bm C Dm Em Dm C agora desprezada – / a-do-ro-te Jesus! 2. Ó rosto glorioso / que sempre me fez tremer o mundo poderoso: / Fizeram-te sofrer! O quanto estás mudado! / O teu sublime olhar, cruelmente atormentado, / deixou já de brilhar.3. O que tens suportado / foi minha própria dor; eu mesmo sou culpado / de tua cruz, Senhor. Ó vê-me, aflito e pobre: / castigo mereci; com tua graça encobre / o mal que cometi! 4. Senhor, teu sofrimento / conforta o coração. Por teu cruel tormento / obtenho a salvação. Ó dá que eu permaneça / contigo, fiel Senhor! Morrendo, eu adormeça / em ti, meu Salvador!5. No termo desta vida, / ó não me deixes só! Concede-me guarida, / levanta-me do pó! E se na dor pungente / meu coração tremer, vem tu, Jesus clemente, / lembrar-me o teu sofrer! Em coro a Deus louvemos
  11. 11. 33 – Jesus Cristo é rei e Senhor Dm A Gm Dm A Dm1. Jesus Cristo é rei e Senhor, seu é o Reino e o louvor, Gm A Gm A7 Dm é Senhor potente, hoje e eternamente. 2. Ao chegar o dia final para este mundo com seu mal, nós, aos pés de Cristo, confessaremos isto:3. Jesus Cristo é rei e Senhor, seu é o Reino e o louvor, é Senhor potente, hoje e eternamente. Em coro a Deus louvemos
  12. 12. 34 – Chegou a PáscoaG D GChegou a Páscoa, que alegria! Vamos cantar felizes. Aleluia! D GPorque Jesus, que nos amou, / morreu, mas já ressuscitou. C G D GVamos cantar felizes. Aleluia, Aleluia, aleluia. C G D GVamos cantar felizes. Aleluia, aleluia. Em coro a Deus louvemos
  13. 13. 35– Rude Cruz G C Am1. Rude cruz se erigiu, dela o dia fugiu, D7 G com emblema de afronta e dor. C Am Mas eu amo essa cruz, porque nela Jesus D D7 G deu a vida por mim, pecador. D G C G Est.: Sim, eu sempre amarei essa cruz / seu triunfo e gozo será. C G D7 G Pois um dia, em lugar de uma cruz / a coroa Jesus me dará.2. Desde a glória dos céus o Cordeiro de Deus / no Calvário humilhante baixou. Tem a cruz para mim atrativos sem fim, / porque nela Jesus me salvou.3. Lá na cruz padeceu, desprezado morreu / meu Jesus para dar-me o perdão. Dela agora provém para mim todo o bem, / tenho nela real salvação.4. Eu aqui com Jesus a vergonha da cruz / quero sempre levar e sofrer. Quando Cristo voltar para aqui me buscar, / sua glória eu irei receber. Em coro a Deus louvemos
  14. 14. 36 – CelebraiGDC D G (GDCDG)Celebrai a Cristo, celebrai. (4x) D Em D EmRessuscitou, ressuscitou. E hoje vive, para sempre. (2x)D C D C DVamos celebrar, hei. Vamos celebrar, uoou. Am D GVamos celebrar, ressuscitou o Senhor. Em coro a Deus louvemos
  15. 15. 37 – Oh, bem cego eu andei Em coro a Deus louvemos
  16. 16. 37 – Oh, bem cego eu andei 2ª parte E B71. Oh, bem cego eu andei e perdido vaguei, E longe, longe do meu Salvador! A E Mas da glória desceu e seu sangue verteu B7 E por salvar a um tão pobre pecador. E B7 Est.: Foi na cruz, foi na cruz, que a tremer percebi E meu pecado castigado em Jesus. A E Foi ali, pela fé, onde os olhos abri B7 E e hoje, salvo me alegro em sua luz.2. Bem ouvia falar dessa graça sem par que nos deu um Salvador em Jesus. Mas eu surdo me fiz, converter-me não quis ao Senhor, que por mim morreu na cruz. 3. Mas um dia senti meu pecado e tremi, vendo as penas da justiça e da lei. Apressado fugi, em Jesus me escondi e refúgio seguro nele achei.4. Quão feliz é, então, este meu coração, a gozar aquele tão santo amor, que levou meu Jesus a sofrer lá na cruz, por salvar a um tão pobre pecador! Em coro a Deus louvemos
  17. 17. 38 – Cristo venceu a morte Bb Cm F Bb1. Cristo venceu a morte. / Bendita a nossa sorte! Eb Bb F Bb Am Eb Bb Um novo dia nos alumi--a. 2. Mesmo que angustiados, / não somos dominados, pois Cristo fala, e o mal se cala.3. Crentes, pois, prossigamos, / as trevas não temamos! Não vacilemos – a luz veremos! 4. Mesmo que em ódio e guerra / estremecer a terra, em Deus confiamos – a salvo estamos! Em coro a Deus louvemos
  18. 18. 39– Meu irmão tu precisas G D7 G C G C D7 G1. Meu irmão, tu precisas falar com Jesus nesta tua solidão. D7 G D7 C D7 G Ele faz o convite, ele espera por ti, não o buscarás em vão.2. Ele estende a mão aos que vivem sem paz pois compreende a sua dor. Aos cansados e aflitos convida a chegar, seja qual seu fardo for.3. Nicodemos de noite Jesus procurou, com a mente a duvidar. A palavra do novo nascer pela fé trouxe luz ao seu pensar.4. Madalena não pôde ao Mestre falar, de vergonha e dor chorou. Compreendendo a linguagem do coração, o Senhor lhe perdoou.5. Os discípulos todos, qual Pedro e André homens falhos qual tu e eu recebidos foram por Cristo Jesus, atendendo um chamado seu.6. Só Pilatos e Judas se foram vazios, e sem luz seguiu Caifás. Rejeitando a palavra do Filho de Deus, rejeitaram graça e paz.7. Meu irmão tu precisas falar com Jesus, tu precisas de comunhão. Convivendo com Cristo e o povo seu, vencerás a solidão. Em coro a Deus louvemos
  19. 19. 40 – Louvai a Deus em alta voz D A Bm D A Bm A1. Louvai a Deus em alta voz, / porque mandou seu Filho a nós. D A D A7 D D7 Bm A D A7 D Que subjugou a morte atroz. / Aleluia, aleluia, aleluia! 2. Terceiro dia: Amanheceu; / a imensa pedra se moveu, Jesus em glória apareceu! / Aleluia, aleluia, aleluia!3. E disse o anjo: “Não temais, / porque bem sei quem procurais: Buscais Jesus e não o achais;” / Aleluia, aleluia, aleluia! 4. “Morreu, porém ressuscitou, / inferno e morte subjugou. Entrai e vede: Triunfou!” / Aleluia, aleluia, aleluia!5. Nós te pedimos, ó Jesus, / Tu que venceste o mal na cruz, concede-nos a tua luz! / Aleluia, aleluia, aleluia! 6. Que, redimidos do pecar, / possamos em teu nome orar e para sempre te exaltar: / Aleluia, aleluia, aleluia! Em coro a Deus louvemos
  20. 20. 41 – Nossos corações pertencem F Dm Bb F1. Nossos corações pertencem ao varão de Gólgota Dm Bb F que, por ter sofrido a morte, vida e salvação nos dá, Dm Bb F C que o mistério do juízo ao seu povo revelou, que F C7 F em angústias e tormentos vida e paz nos conquistou. 2. Em silêncio nos curvamos ante a tua cruz, Senhor, e humildes adoramos o poder de teu amor. Adoramos o milagre: Eis que o Filho se humilhou; obediente até a morte nosso fardo carregou.3. Haja noites tenebrosas: Luz provém de Gólgota, luz que rompe pelas trevas, que o inferno vencerá. Cristo, o Salvador, expulsa de seu Reino angústia e dor. Emudece a própria morte: prevalece o seu amor. 4. Silenciam os poderes ante a cruz de Gólgota. O teu povo agraciado canta “amém” e “aleluia”. Graças pelas tuas dores, graças pelo teu morrer! Tu nos deste vida nova: Adoramos teu poder! Em coro a Deus louvemos

×