NEUET

04 de Outubro de 2013
Tema de hoje:
Introdução à Teoria das Redes
Os problemas que ocupam a
atenção dos homens mudam, não de
uma forma arbritária, mas,
geralmente de acordo com as
demandas...
Redes Sociais
Olhamos para o presente pelo
espelho retrovisor. Marchamos de ré
para o futuro.
(Marshall McLuhan, 1969)
Once you had data, you could build
theories. Once you had theories, you
have predictive power, you could
test and then the...
Redes
Grafos
Pontes de Königsberg
Redes são nós ligados a outros nós
Leonhard Euler
Nós
Paul Erdõs e Alfréd Rényi
Links
Stanley Milgram
Hubs
Paul Baran
Paul Baran
Clusters
Duncan Watts e Steven Strogatz
Vygotsky
Albert-László Barabási
Redes sem escala
Curva de Sino
Condensado de Bose-Einstein
Leis de Potência
René Descartes
Pierre Lévy
Cibercultur@
Henry Jenkins
O Que Não Se Espalha, Está Morto!
Miguel Nicolelis
Nossos cérebros estão em Rede
Nossos cérebros são Redes
Steven Berlin Johnson
Nossas boas ideias acontecem em Rede
Referenciais Brasileiros
Raquel Recuero
Augusto de Franco
Lições Práticas
Topologia é mais importante
do que o conteúdo
Ricos Ficam Mais Ricos
Número de Dunbar
Weak Ties
SRS
Sites Redes Sociais
Mundos Pequenos
Regra 80/20
Legado de Einstein
Calcanhar de Aquiles
Indústria dos Memes
Publicidade em Rede
Big Seed
Obrigado
Introdução à Teorias das Redes
Introdução à Teorias das Redes
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Introdução à Teorias das Redes

412 views

Published on

Apresentação que fiz durante o período em que fui colaborador da Neue Labs sobre Introdução à Teoria das Redes com os principais conceitos e atores.

Published in: Education
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
412
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
61
Actions
Shares
0
Downloads
6
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Introdução à Teorias das Redes

  1. 1. NEUET 04 de Outubro de 2013
  2. 2. Tema de hoje: Introdução à Teoria das Redes
  3. 3. Os problemas que ocupam a atenção dos homens mudam, não de uma forma arbritária, mas, geralmente de acordo com as demandas da sociedade e da economia. (Lazarsfeld & Merton, 1947)
  4. 4. Redes Sociais
  5. 5. Olhamos para o presente pelo espelho retrovisor. Marchamos de ré para o futuro. (Marshall McLuhan, 1969)
  6. 6. Once you had data, you could build theories. Once you had theories, you have predictive power, you could test and then the whole thing fitted itself. (Albert László-Barabási, 2012)
  7. 7. Redes
  8. 8. Grafos
  9. 9. Pontes de Königsberg
  10. 10. Redes são nós ligados a outros nós
  11. 11. Leonhard Euler
  12. 12. Nós
  13. 13. Paul Erdõs e Alfréd Rényi
  14. 14. Links
  15. 15. Stanley Milgram
  16. 16. Hubs
  17. 17. Paul Baran
  18. 18. Paul Baran
  19. 19. Clusters
  20. 20. Duncan Watts e Steven Strogatz
  21. 21. Vygotsky
  22. 22. Albert-László Barabási
  23. 23. Redes sem escala
  24. 24. Curva de Sino
  25. 25. Condensado de Bose-Einstein
  26. 26. Leis de Potência
  27. 27. René Descartes
  28. 28. Pierre Lévy
  29. 29. Cibercultur@
  30. 30. Henry Jenkins
  31. 31. O Que Não Se Espalha, Está Morto!
  32. 32. Miguel Nicolelis
  33. 33. Nossos cérebros estão em Rede
  34. 34. Nossos cérebros são Redes
  35. 35. Steven Berlin Johnson
  36. 36. Nossas boas ideias acontecem em Rede
  37. 37. Referenciais Brasileiros
  38. 38. Raquel Recuero
  39. 39. Augusto de Franco
  40. 40. Lições Práticas
  41. 41. Topologia é mais importante do que o conteúdo
  42. 42. Ricos Ficam Mais Ricos
  43. 43. Número de Dunbar
  44. 44. Weak Ties
  45. 45. SRS Sites Redes Sociais
  46. 46. Mundos Pequenos
  47. 47. Regra 80/20
  48. 48. Legado de Einstein
  49. 49. Calcanhar de Aquiles
  50. 50. Indústria dos Memes
  51. 51. Publicidade em Rede
  52. 52. Big Seed
  53. 53. Obrigado

×