O BNDES como Instrumento de Desenvolvimento Sustentável da Economia

1,158 views

Published on

Dr. Wagner Bittencourt de Oliveira
Diretor das Áreas de Infra-Estrutura,
Insumos Básicos e Estruturação de Projetos

Published in: Business, Economy & Finance
0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
1,158
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
9
Actions
Shares
0
Downloads
33
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

No notes for slide
  • <number>
  • <number>
  • O BNDES como Instrumento de Desenvolvimento Sustentável da Economia

    1. 1. IBEF 15 de Abril de 2009 Dr. Wagner Bittencourt de Oliveira Diretor das Áreas de Infra-Estrutura, Insumos Básicos e Estruturação de Projetos O BNDES como Instrumento de Desenvolvimento Sustentável da Economia
    2. 2.  Institucional  Indicadores Financeiros  Áreas de Atuação  Desembolsos  PAC no BNDES  Perspectivas do Investimento Agenda
    3. 3. 3 Missão e Visão Missão Promover o desenvolvimento sustentável e competitivo da economia brasileira, com geração de emprego e redução das desigualdades sociais e regionais. Visão Ser o Banco do desenvolvimento do Brasil, instituição de excelência, inovadora e pró- ativa ante os desafios da nossa sociedade.
    4. 4.  Institucional  Indicadores Financeiros  Áreas de Atuação  Desembolsos  PAC no BNDES  Perspectivas do Investimento Agenda
    5. 5. Indicadores Financeiros Ativos Totais 277,3 Carteira de Financiamentos 216,0 Patrimônio Líquido 25,3 Lucro Líquido 5,3 Impostos e Taxas 2,0 Inadimplência BNDES 0,15% Inadimplência Bancos Públicos 2,10% Inadimplência Bancos Privados 3,77% R$ bilhões Em 31.12.2008
    6. 6. Evolução dos Ativos 81 89 101 113 151 152 164 175 187 203 277 1998 1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 R$ Bilhões
    7. 7. BNDES e Agências Multilaterais Fontes: Relatórios Anuais * Obs. Diferente dos outros bancos, no BIRD, o ano fiscal de 12 meses encerra em 30 de junho. US$ Milhões BNDES BID Bird CAF 31/12/2008 31/12/2008 30/06/2008* 31/12/2008 Ativo Totais 116.823 71.209 220.815 14.272 Patrimônio Líquido 12.217 19.899 40.737 4.554 Lucro Líquido 2.586 -22 1.491 311 Desembolsos 39.452 7.149 10.490 5.844 Carteira de Crédito 94.373 51.173 99.050 10.184 Capitalização 10,5% 27,9% 18,4% 31,9% Retorno s/ Ativos 2,2% 0,0% 0,7% 2,2% Retorno s/ PL 21,2% -0,10% 3,7% 6,8% Fundado 1952 1959 1945 1968
    8. 8.  Institucional  Indicadores Financeiros  Áreas de Atuação  Desembolsos  PAC no BNDES  Perspectivas do Investimento Agenda
    9. 9. Áreas de Atuação Inovação; Infraestrutura; Bens de Capital; Micro, Pequenas e Médias Empresas; Capacidade Produtiva; Inserção Internacional; Desenvolvimento Urbano; Inclusão Social; e Meio-Ambiente
    10. 10.  Institucional  Indicadores Financeiros  Áreas de Atuação  Desembolsos  PAC no BNDES  Perspectivas do Investimento Agenda
    11. 11. 11 Desembolsos 19 18 23 25 37 34 40 47 51 65 92 1998 1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 R$ Bilhões
    12. 12. 12 Consultas x Enquadramentos x Aprovações x Desembolsos R$ Bilhões
    13. 13. 13 BNDES x BOVESPA 47,1 16,2 51,3 28,5 64,9 65,5 92,2 41,1 2005 2006 2007 2008 Desembolso BNDES Ofertas Públicas de Ações na Bovespa R$ bilhões (inclui ofertas primárias e secundárias) * participação de investidores estrangeiros
    14. 14. BNDES x Mercado de Capitais FONTE: FGV ELABORAÇÃO: BRADESCO 40 24,4 47,1 61,6 51,3 110,2 64,9 131,3 92,2 129,1 2004 2005 2006 2007 2008 Desembolso BNDES Ofertas primárias e secundárias registradas na CVM R$ bilhões (ações, debêntures, notas promissórias, FIDC, FIP e outras)
    15. 15. Desembolsos por Grandes Setores 39,6 43% 11,1 12% 5,5 6% 36,0 39% Indústria Infraestrutura Agropecuária Comércio e Serviço Em 2008 - R$ bilhões Obs.: Contempla operações indiretas automáticas
    16. 16. Desembolsos por Porte 4.215 9.126 8.505 69.032 Pessoa Física Micro e Pequenas Empresas Médias Empresas Grandes Empresas Em 2008 - R$ milhões
    17. 17. Desembolsos para Máquinas e Equipamentos 18 23 25 37 34 40 47 51 65 92 2 4 5 7 9 11 12 13 20 27 1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 Total FINAME R$ Bilhões
    18. 18. Desembolsos para a Área de Infra-Estrutura 1998 1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 Fundos de Investimento Telecomunicações Logística Petróleo e Gás Energia Elétrica R$ milhões 2.096 4.000 5.325 5.203 4.251 4.419 7.190 9.201 9.343 14.005 19.190
    19. 19.  Institucional  Indicadores Financeiros  Áreas de Atuação  Desembolsos  PAC no BNDES  Perspectivas do Investimento Agenda
    20. 20. 20 PAC - Melhores condições de crédito  O BNDES aprovou nova revisão dos seus spreads básicos.  Com essa iniciativa, as taxas de juros estão, em média, 56% inferiores às de 2005.  Trata-se da quarta revisão de juros realizada pelo BNDES nos quatro últimos anos, a primeira delas no início de 2006, com o objetivo de estimular os investimentos na economia brasileira.
    21. 21. 21 PAC - Melhores condições de crédito Energia 2005 2006 2007 2008 2009 Variação % (09/05) Hídrica e Termelétrica (exceto carvão/óleo) 2,5% 1,5% 1,0% 0,9% 0,9% -64% Termelétrica (a carvão/óleo) 2,5% 1,5% 1,0% 0,9% 1,8% -28% PCH, Co-Geração a Gás, Bioeletricidade 2,5% 1,5% 1,0% 0,9% 0,9% -64% Transmissão 2,5% 2,0% 1,5% 1,3% 1,3% -48% Distribuição 3,0% 3,0% 2,0% 1,3% 1,3% -57% 2. Energias Renováveis 2,5% 1,5% 1,0% 0,9% 0,9% -64% Exploração de petróleo e gás 1,8% Desenvolvimento, produção e refino de petróleo 2,5% 2,0% 1,5% 1,3% 1,8% -28% Desenvolvimento, produção e processamento de gás 2,5% 2,0% 1,5% 1,3% 1,3% -48% Transporte e distribuição 2,5% 2,0% 1,5% 1,3% 1,3% -48% Logística Regiões Norte e Nordeste e redução de gargalos 2,5% 0,0% 0,0% 0,0% 0,0% -100% Demais Investimentos 2,5% 1,5% 1,0% 0,9% 0,9% -64% 2. Modais rodoviário, aéreo, portos e terminais 2,5% 1,5% 1,0% 0,9% 0,9% -64% 3. Setor rodoviário 3,0% 3,0% 2,0% 1,3% 1,3% -57% 1. Energia Elétrica Geração 3. Petróleo e Gás 1. Modal Ferroviário
    22. 22. 22 Carteira PAC no BNDES Posição em 28/02/2009 R$ bilhões Eixos Investimento Financiamento Energia 85,0 51,1 Elétrica 60,7 37,7 Geração 53,8 33,5 Transmissão 6,9 4,2 Petróleo e Gás 24,0 13,2 Combustíveis Renováveis 0,3 0,2 Logística 28,9 19,7 Rodovias 5,7 3,7 Ferrovias 7,0 2,5 Marinha Mercante 16,2 13,5 Social e Urbana 8,1 4,5 Administração Pública 0,3 0,2 Total 122,3 75,5 Carteira do PAC - BNDES
    23. 23. 23 Projetos do PAC em Perspectiva no BNDES Posição em 28/02/2009 R$ bilhões Sector Invest. Financ. Energia 28,4 11,5 Elétrica 10,7 6,4 Geração 10,1 6,0 Transmissão 0,6 0,4 Petróleo e Gás 16,2 4,0 Combustíveis Renováveis 1,5 1,1 Logística 42,4 12,6 Rodovias 2,0 1,0 Ferrovias 28,9 2,0 Marinha Mercante 11,5 9,6 Total 70,8 24,1 Carteira do PAC - Perspectiva/Fomento
    24. 24. 24 Carteira PAC no BNDES Contratadas e Aprovadas:  Geração de 12.414 MW de energia elétrica;  Construção de 3.688 Km de linhas de transmissão;  Construção de 3.299 Km de gasodutos;  Construção de 167 embarcações para navegação e de apoio a atividades off- shore;  Manutenção e recuperação de 522 Km de rodovias; e  Construção de 2.437 Km de ferrovias. Em análise:  Geração de 4.966 MW de energia elétrica;  Construção de 3.979 Km de linhas de transmissão;  Construção de 97 embarcações para navegação e de apoio a atividades off- shore; e  Manutenção e recuperação de 2.079 Km de rodovias.
    25. 25.  Institucional  Indicadores Financeiros  Áreas de Atuação  Desembolsos  PAC no BNDES  Perspectivas do Investimento Agenda
    26. 26. 26  Baseado nos planos de investimento das empresas em 16 setores diferentes  Cobertura dos investimentos mapeados: • 10% do PIB • 52% da Formação Bruta de Capital (Investimentos) • 67% dos Investimentos Industriais • 96% dos Investimentos em infra-estrutura  Primeiro levantamento: 2006  Última pesquisa: Dezembro de 2008 Perspectivas do Investimento – 2009/2012
    27. 27. 27 2004 2005 2006 2007 Indústria 53,8 61,7 74,6 91,4 Infra-Estrutura 41,4 45,4 47,9 50,6 Construção Residencial 80,6 83,5 90,6 102,3 Investimentos Mapeados 175,9 190,6 213,1 244,3 Investimentos Totais 347,8 360,4 396,3 449,6 Investimentos (R$ bilhões) Investimento foi liderado pela Indústria entre 2004 e 2007 Fonte: BNDES/APE
    28. 28. 28 Investimentos industriais foram comandados por Petróleo e Gás 2004 2005 2006 2007 INDÚSTRIA 53,8 61,7 74,6 91,4 Petróleo e Gás 27,8 31,6 36,3 51,5 Extrativa Mineral 7,5 11,2 12,4 16,0 Siderurgia 3,1 4,9 6,8 5,0 Automotivo 5,2 2,7 3,3 3,8 Petroquímica 0,5 1,3 1,7 2,9 Papel e Celulose 2,2 2,3 3,3 2,6 Sucroalcooleiro 3,5 3,3 5,7 4,1 Eletroeletrônica 2,7 2,9 3,2 3,4 Software 0,5 0,5 0,5 0,6 Indústria da Saúde 1,0 1,1 1,4 1,6 Investimentos (R$ bilhões)  A maior parte dos investimentos ocorreu em projetosA maior parte dos investimentos ocorreu em projetos greenfieldgreenfield Fonte: BNDES/APE
    29. 29. 29 Infra-estrutura lidera o crescimento do investimento nos próximos anos 2004-2007 2007-2010 2008-2011 2009-2012 Indústria 281,5 380,2 443,7 450,1 Infra-estrutura 185,3 198,0 231,7 319,1 Construção Residencial 357,0 470,0 535,0 535,7 Total 823,9 1048,2 1210,4 1305,0 Previsão Investimentos (R$ bilhões) Fonte: BNDES/APE
    30. 30. 30 Petróleo e Gás responderão por mais da metade do investimento industrial 2004-2007 2007-2010 2008-2011 2009-2012 INDÚSTRIA 281,6 380,2 443,7 450,1 Petróleo e Gás 147,2 183,6 202,8 269,7 Extrativa Mineral 47,2 52,7 81,3 48,0 Automotivo 15,0 17,6 26,4 23,5 Siderurgia 19,8 37,1 31,2 24,5 Papel e Celulose 10,4 20,0 27,4 9,0 Petroquímica 6,4 17,6 26,4 23,7 Sucroalcooleiro 16,6 20,5 20,5 19,7 Eletroeletrônica 14,3 15,6 14,0 24,0 Indústria da Saúde 5,1 4,6 5,1 8,0 Previsão Investimentos (R$ Bilhões) Fonte: BNDES/APE
    31. 31. 31 Investimentos em infra-estrutura estão confirmados 2004-2007 2007-2010 2008-2011 2009-2012 Infra-estrutura 185,3 198,0 231,7 319,1 Energia Elétrica 55,0 88,2 101,0 141,1 Telecomunicações 58,9 58,8 56,0 77,8 Saneamento 26,0 38,1 48,0 49,4 Transporte Rodoviário 30,1 - - 26,7 Ferrovias 12,2 11,0 19,9 17,0 Portos 3,0 1,9 6,8 7,2 Previsão Investimentos (R$ Bilhões) Fonte: BNDES/APE
    32. 32. Os investimentos em energia e infra- estrutura estão confirmados 14 2927 61 28 72 352728 8 24 49 78 141 270 7 179 2520 48 232427 0 50 100 150 200 250 300 PetróleoeGás EnergiaElétrica Telecomunicações Saneamento Petroquímica Indústriada Saúde Rodovia Eletroeletrônicos Automotivo Mineração Sucroalcooleiro Siderurgia PapeleCelulos Ferrovias Portos ago/08 dez/08 BNDES – Pesquisas de Ago/2008 X Dez/2008 (R$ bilhões) Fonte: BNDES/APE
    33. 33. Perspectivas de investimento O segmento de energia se destaca pela quantidade de projetos. Na energia elétrica, os programas de investimento estão atrelados a contratos celebrados de fornecimento de energia realizados pelo Governo. Em petróleo & gás, as inversões na exploração de petróleo estão associadas a um ciclo de longo prazo de investimentos, que tende a se sustentar com a abertura da fronteira do pré-sal. Em telecomunicações, o desenvolvimento em curso de novas tecnologias implica significativos investimentos das empresas, sob risco de perda significativa de participação de mercado.
    34. 34. Perspectivas de investimento A existência de importantes projetos já em curso implica que as inversões devem se manter em patamares ainda elevados frente ao período 2004/07. Isso se deve a existência de um robusto ciclo de inversões em setores que respondem por parcela expressiva da formação bruta de capital fixo da economia.
    35. 35. Obrigado.

    ×