Introducao ao LaTeX

20,680 views

Published on

Documento preparado para apresentação em mini-curso do Flisol 2009.

Published in: Education, Technology
1 Comment
7 Likes
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total views
20,680
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
108
Actions
Shares
0
Downloads
336
Comments
1
Likes
7
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Introducao ao LaTeX

  1. 1. Introdução Estrutura da Linguagem Ambientes Referências Introdução ao LaTeX Flisol 2009 - Sobral-CE Prof. Me. Iális Cavalcante de Paula Júnior ialis@ufc.br Universidade Federal do Ceará - Campus de Sobral Engenharia da Computação 25 de abril de 2009
  2. 2. Introdução Estrutura da Linguagem Ambientes Referências Sumário Introdução 1 O que é LaTeX? Estrutura da Linguagem 2 Comando utilizados em LaTeX Ambientes 3 Visão Geral Ambiente Matemático Principais motivos para trabalhar com LaTeX Referências 4 Livros, tutoriais, sites, ...
  3. 3. Introdução Estrutura da Linguagem Ambientes Referências Sumário Introdução 1 O que é LaTeX? Estrutura da Linguagem 2 Comando utilizados em LaTeX Ambientes 3 Visão Geral Ambiente Matemático Principais motivos para trabalhar com LaTeX Referências 4 Livros, tutoriais, sites, ...
  4. 4. Introdução Estrutura da Linguagem Ambientes Referências O que é LaTeX? Definições O que é LaTeX? LATEX é uma linguagem de editoração permite a produção de diversos tipos de documentos de aparência profissional. LATEX é o padrão em diversos congressos científicos, e para trabalhos oficiais (teses e dissertações) em muitas faculdades. Os documentos produzidos podem, muitas vezes, ser diretamente enviados para gráficas e, claro, pode-se gerar PDFs automaticamente. Em LATEX, escreve-se um arquivo simples, de texto puro, (de extensão .tex) com algumas marcações Executa-se o programa latex nesse arquivo, e é gerado um arquivo DVI, de extensão .dvi. A partir desse arquivo, podemos gerar um arquivo Postscript ou um arquivo PDF. Também podemos gerar PDF a partir do arquivo .tex original.
  5. 5. Introdução Estrutura da Linguagem Ambientes Referências O que é LaTeX? Definições O que é LaTeX? A maioria dos programas de edição segue a linha WYSIWIG what you see is what you get A grande vantagem do LATEX sobre as demais abordagens não há preocupação com diagramação, índices, numerações, etc. O LATEX cuida disso pra você! Ele gera índices, sumários, cross-references e notas de rodapé com a numeração certa, ele cuida da bibliografia, e cuida da apresentação gráfica. Com o LATEX, podemos criar artigos, relatórios, livros, cartas, apresentações, partituras de música (!!!) e muitos outros, em diversos estilos, com agilidade e praticidade.
  6. 6. Introdução Estrutura da Linguagem Ambientes Referências O que é LaTeX? Definições O que é LaTeX? A maioria dos programas de edição segue a linha WYSIWIG what you see is what you get A grande vantagem do LATEX sobre as demais abordagens não há preocupação com diagramação, índices, numerações, etc. O LATEX cuida disso pra você! Ele gera índices, sumários, cross-references e notas de rodapé com a numeração certa, ele cuida da bibliografia, e cuida da apresentação gráfica. Com o LATEX, podemos criar artigos, relatórios, livros, cartas, apresentações, partituras de música (!!!) e muitos outros, em diversos estilos, com agilidade e praticidade.
  7. 7. Introdução Estrutura da Linguagem Ambientes Referências O que é LaTeX? Definições O que é LaTeX? A maioria dos programas de edição segue a linha WYSIWIG what you see is what you get A grande vantagem do LATEX sobre as demais abordagens não há preocupação com diagramação, índices, numerações, etc. O LATEX cuida disso pra você! Ele gera índices, sumários, cross-references e notas de rodapé com a numeração certa, ele cuida da bibliografia, e cuida da apresentação gráfica. Com o LATEX, podemos criar artigos, relatórios, livros, cartas, apresentações, partituras de música (!!!) e muitos outros, em diversos estilos, com agilidade e praticidade.
  8. 8. Introdução Estrutura da Linguagem Ambientes Referências O que é LaTeX? Definições O que é LaTeX? A maioria dos programas de edição segue a linha WYSIWIG what you see is what you get A grande vantagem do LATEX sobre as demais abordagens não há preocupação com diagramação, índices, numerações, etc. O LATEX cuida disso pra você! Ele gera índices, sumários, cross-references e notas de rodapé com a numeração certa, ele cuida da bibliografia, e cuida da apresentação gráfica. Com o LATEX, podemos criar artigos, relatórios, livros, cartas, apresentações, partituras de música (!!!) e muitos outros, em diversos estilos, com agilidade e praticidade.
  9. 9. Introdução Estrutura da Linguagem Ambientes Referências O que é LaTeX? Definições O que não é LaTeX?
  10. 10. Introdução Estrutura da Linguagem Ambientes Referências O que é LaTeX? Definições O que não é LaTeX? Não dá pra fazer tudo com LaTeX
  11. 11. Introdução Estrutura da Linguagem Ambientes Referências O que é LaTeX? Definições O que não é LaTeX? Não dá pra fazer tudo com LaTeX Não compensa confeccionar: lista de compras, ata de reunião de formatura, bilhete pra namorada, santinho de campanha eleitoral, etc.
  12. 12. Introdução Estrutura da Linguagem Ambientes Referências O que é LaTeX? Definições O que não é LaTeX? Não dá pra fazer tudo com LaTeX Não compensa confeccionar: lista de compras, ata de reunião de formatura, bilhete pra namorada, santinho de campanha eleitoral, etc. Não perca tempo! LATEX é excelente, customizável, tem diversos pacotes e várias opções de melhorias. Adequa-se a diversos tipos de documento, mas não é a solução para os problemas do universo.
  13. 13. Introdução Estrutura da Linguagem Ambientes Referências O que é LaTeX? Histórico No início era o TEX; Criado por Donald Knuth; Célebre autor do “Art of Computer Programming”; Criado para escrever o livro; Software conhecido com menos bugs; Pronuncia-se tech e escreve-se TEX ou TeX;
  14. 14. Introdução Estrutura da Linguagem Ambientes Referências O que é LaTeX? Histórico Seguiu-se-lhe o LATEX; Escrito usando por base o TEX; Desenvolvido por Leslie Lamport nos anos 80; Atualmente está na versão LaTeX2 (LaTeX2e); Mantido pela comunidade; Várias distribuições (teTeX/MikTeX); Pronuncia-se lay-tech e escreve-se LATEX ou LaTeX;
  15. 15. Introdução Estrutura da Linguagem Ambientes Referências O que é LaTeX? Vantagens Documento com layout profissional; Conjunto de comandos que “forçam” uma estruturação ao documento; Permite gerar facilmente: notas de rodapé; referências; índices; bibliografias. Existem pacotes para gerar todo o tipo de objectos: música (MusicTEX, lilypond); posters; apresentações (seminar, proster, LATEX-beamer).
  16. 16. Introdução Estrutura da Linguagem Ambientes Referências O que é LaTeX? Vantagens Documento com layout profissional; Conjunto de comandos que “forçam” uma estruturação ao documento; Permite gerar facilmente: notas de rodapé; referências; índices; bibliografias. Existem pacotes para gerar todo o tipo de objectos: música (MusicTEX, lilypond); posters; apresentações (seminar, proster, LATEX-beamer).
  17. 17. Introdução Estrutura da Linguagem Ambientes Referências O que é LaTeX? Vantagens Documento com layout profissional; Conjunto de comandos que “forçam” uma estruturação ao documento; Permite gerar facilmente: notas de rodapé; referências; índices; bibliografias. Existem pacotes para gerar todo o tipo de objectos: música (MusicTEX, lilypond); posters; apresentações (seminar, proster, LATEX-beamer).
  18. 18. Introdução Estrutura da Linguagem Ambientes Referências O que é LaTeX? Vantagens Documento com layout profissional; Conjunto de comandos que “forçam” uma estruturação ao documento; Permite gerar facilmente: notas de rodapé; referências; índices; bibliografias. Existem pacotes para gerar todo o tipo de objectos: música (MusicTEX, lilypond); posters; apresentações (seminar, proster, LATEX-beamer).
  19. 19. Introdução Estrutura da Linguagem Ambientes Referências O que é LaTeX? Distribuição Distribuição LaTeX Conjunto contendo: programas binários; fontes padrão do TeX (em formato Metafont); fontes PostScript da URW (incluindo equivalentes das famosas quot;Timesquot;, quot;Helveticaquot;, quot;Avant Gardequot;, quot;Bookmanquot;, quot;Palatinoquot;e quot;Courierquot;) e algumas outras fontes PS gratuitas (dependendo da distribuição as fontes padrão do TeX em formato PS podem ser incluídas); arquivos de Classes de Documentos (*.cls); arquivos de Estilos e Extensões para Documentos (*.sty); Arquivos de Configuração e definições; Muita documentação.
  20. 20. Introdução Estrutura da Linguagem Ambientes Referências O que é LaTeX? Distribuição Distribuição LaTeX Unix/Linux/BSD teTEX (http://www.tug.org/teTeX/); TEXlive (http://www.tug.org/texlive/); Windows MikTEX (http://www.miktex.org/); Scientific Word (http://www.tcisoft.com/); PCTEX (http://www.pctex.com/); TEXlive (http://www.tug.org/texlive/); Macintosh MacTeX (http://www.tug.org/mactex/)
  21. 21. Introdução Estrutura da Linguagem Ambientes Referências O que é LaTeX? Editor Alguns Editores Windows LED–LaTeX Editor (http://www.latexeditor.org/); TeXnicCenter (http://www.texniccenter.org/); WinEdt (http://www.winedt.com/); Linux Kile (http://kile.sourceforge.net/); Texmaker (http://www.xm1math.net/texmaker/); LyX (http://www.lyx.org/); MacOS iTexMac (http://itexmac.sourceforge.net/); Multiplataforma Emacs (http://www.gnu.org/software/emacs/emacs.html).
  22. 22. Introdução Estrutura da Linguagem Ambientes Referências O que é LaTeX? Ciclo de Vida DVIPS, KDVI Arquivo .tex gera: Arquivos .log, .aux e .dvi; Arquivo .dvi gera: Arquivos .ps e .pdf; KPDF, pdflatex Arquivo .tex gera: Arquivos .log, .aux e .pdf
  23. 23. Introdução Estrutura da Linguagem Ambientes Referências Sumário Introdução 1 O que é LaTeX? Estrutura da Linguagem 2 Comando utilizados em LaTeX Ambientes 3 Visão Geral Ambiente Matemático Principais motivos para trabalhar com LaTeX Referências 4 Livros, tutoriais, sites, ...
  24. 24. Introdução Estrutura da Linguagem Ambientes Referências Comando utilizados em LaTeX Início Estrutura base de um documento documentclass{article} %% Declarac{c}{~o}es begin{document} %% Documento end{document} Pode começar!!!
  25. 25. Introdução Estrutura da Linguagem Ambientes Referências Comando utilizados em LaTeX Início O TEX e o LATEX só suportam ASCII de 7 bits; Existem pacotes para suportar latin1 (ISO-8859-1), unicode (UTF-8, UTF-16) e outros sistemas de codificação. documentclass{article} usepackage[latin1]{inputenc} usepackage[brazil]{babel} begin{document} Texto normal com codificac{c}{~a}o emph{latin1}. end{document}
  26. 26. Introdução Estrutura da Linguagem Ambientes Referências Comando utilizados em LaTeX Início documentclass{???} article – artigos técnicos. Título e autores partilham a primeira página do documento. Não existem capítulos, apenas seções. report – relatórios. Título e autores aparecem na primeira página. Existem capítulos e seções. book – livros. Título e autores aparecem na primeira página. Existem capítulos e seções. Também se podem usar “partes”. letter; Outras opções. Aceita-se parâmetros também!
  27. 27. Introdução Estrutura da Linguagem Ambientes Referências Comando utilizados em LaTeX Início Os títulos são definidos no preâmbulo do documento: title{T{'i}tulo do documento} author{Autor and autor} date{today} No documento introduz-se o título com: maketitle O resumo é introduzido no início do documento com: begin{abstract} texto end{abstract}
  28. 28. Introdução Estrutura da Linguagem Ambientes Referências Comando utilizados em LaTeX Início Parágrafos são separados por linhas em branco. Capítulos e seções são indicadas com: part{...} (book) chapter{...} (book e report) section{...} (todos) subsection{...} (todos) subsubsection{...} (todos) Geração automática de índices: tableofcontents obriga a compilar o documento mais de uma vez.
  29. 29. Introdução Estrutura da Linguagem Ambientes Referências Comando utilizados em LaTeX Início documentclass{article} % ... begin{document} section{Introduc{c}{~a}o} Aqui vamos falar do conte{'u}do deste documento... subsection{O problema} subsection{A soluc{c}{~a}o} section{Conclus{~o}es} end{document}
  30. 30. Introdução Estrutura da Linguagem Ambientes Referências Comando utilizados em LaTeX Início Algumas sugestões: não criem seções ou subseções únicas; não usem demasiados níveis de seções; usem títulos pequenos; cuidado com a ordem das seções; não usar os diferentes níveis de seção como forma de mudar o tamanho das letras.
  31. 31. Introdução Estrutura da Linguagem Ambientes Referências Comando utilizados em LaTeX Fontes Tipos de Letras Negrito: textbf{Negrito} Itálico: textit{Itálico} Monotype: texttt{Monotype} Sans Serif: textsf{Sans Serif} SMALLCAPS: textsc{SmallCaps} Slanted: textsl{Slanted} Ênfase: emph{Ênfase}
  32. 32. Introdução Estrutura da Linguagem Ambientes Referências Comando utilizados em LaTeX Fontes Tamanho de Letra tiny{...} scriptsize{...} footnotesize{...} small{...} normalsize{...} large{...} Large{...} LARGE{...} huge{...} Huge{...}
  33. 33. Introdução Estrutura da Linguagem Ambientes Referências Comando utilizados em LaTeX Alinhamento do Texto Por omissão, alinha-se à esquerda; Para centralizar o texto: begin{center} Texto centrado end{center} Para alinhar à direita: begin{flushright} Texto {`a} direita end{flushright} Use tipos de letra diferente apenas se necessário para salientar ou diferenciar informação; Modifique os tamanhos de letra apenas em extrema necessidade; Deixe o LaTeX tratar da orientação do texto. Centralize só se for realmente necessário.
  34. 34. Introdução Estrutura da Linguagem Ambientes Referências Comando utilizados em LaTeX Listas I Sempre que possível usa-se listas de itens; Listas de itens não-numerados: begin{itemize} item item 1 item item 2 item item 3 end{itemize} item 1 item 2 item 3
  35. 35. Introdução Estrutura da Linguagem Ambientes Referências Comando utilizados em LaTeX Listas II As listas enumeradas devem ser usadas apenas quando é importante a ordem dos itens apresentados; Listas enumeradas: begin{enumerate} item item 1 item item 2 item item 3 end{enumerate} item 1 1 item 2 2 item 3 3
  36. 36. Introdução Estrutura da Linguagem Ambientes Referências Comando utilizados em LaTeX Listas III As listas descritivas são úteis para glossários ou descrições de comandos ou funções; Listas descritivas: begin{description} item[foo] item 1 item[bar] item 2 item[zbr] item 3 end{description} foo item 1 bar item 2 zbr item 3
  37. 37. Introdução Estrutura da Linguagem Ambientes Referências Comando utilizados em LaTeX Notas e Referências Referência Internas permite referir. . . no capítulo X. . . referências atualizadas automaticamente; colocam-se labels no pontos que vamos referir; label{nome} colocam-se referências nos pontos em que referimos; ref{nome} e/ou pageref{nome} tipicamente Ver capítulo ref{nome} Ver página pageref{nome}
  38. 38. Introdução Estrutura da Linguagem Ambientes Referências Comando utilizados em LaTeX Notas e Referências Notas de rodapé usadas para esclarecer algo pouco relevante; usadas para colocar uma url, nota de tradução, etc; feitas com footnote{texto da nota de rodapé.} Notas de margem usados para comentários, notas. . . marginpar{ . . . }
  39. 39. Introdução Estrutura da Linguagem Ambientes Referências Comando utilizados em LaTeX Cabeçalho Usa-se o pacote fancyhdr; Aplica-se o estilo de página pagestyle{fancy} Usa-se o fancyhead e o fancyfoot Por exemplo, fancyhead[LO]{texto} L - Left, R - Right, O - Odd, E - Even; Outros estilos de página... thispagestyle{empty} pagestyle{plain}
  40. 40. Introdução Estrutura da Linguagem Ambientes Referências Comando utilizados em LaTeX Divisão do Projeto Um documento grande pode ser dividido em arquivos isolados: dividir projeto em pedaços (outros arquivos .tex); cada pedaço pode ser incluído com input{nome}; um pedaço pode incluir outros pedaços; também é útil para modularidade. . .
  41. 41. Introdução Estrutura da Linguagem Ambientes Referências Sumário Introdução 1 O que é LaTeX? Estrutura da Linguagem 2 Comando utilizados em LaTeX Ambientes 3 Visão Geral Ambiente Matemático Principais motivos para trabalhar com LaTeX Referências 4 Livros, tutoriais, sites, ...
  42. 42. Introdução Estrutura da Linguagem Ambientes Referências Visão Geral Principais Ambientes É possível ao usuário definir ambientes Os ambientes são compostos por: código de início; código de final; newenvironment{realce}{$Rightarrow$}{$Leftarrow$} begin{realce} texto end{realce} => texto <=
  43. 43. Introdução Estrutura da Linguagem Ambientes Referências Visão Geral Principais Ambientes begin{equation} . . . end{equation} Definição de equações, substituindo $ . . . $ begin{figure} . . . end{figure} Definição de figuras begin{table} begin{tabular} . . . end{tabular} end{table} Definição de tabelas begin{verbatim} . . . end{verbatim} Definição de texto pré-formatado
  44. 44. Introdução Estrutura da Linguagem Ambientes Referências Ambiente Matemático Visão geral Uma das maiores vantagens do TeX/LaTeX; Para introduzir fórmulas usa-se $ . . . $ para o formato in-line e $$ . . . $$ para o formato “mais apresentável” Testar: $ varphi{(i)} = tanˆ{-1}{biggl{(}frac{y_{i+q}}{x_{i-q}}biggr{)}} $ $$ varphi{(i)} = tanˆ{-1}{biggl{(}frac{y_{i+q}}{x_{i-q}}biggr{)}} $$
  45. 45. Introdução Estrutura da Linguagem Ambientes Referências Ambiente Matemático Exemplos de Fórmulas $$ (a+b)ˆ2 = aˆ2 + 2ab + bˆ2 $$ (a + b)2 = a2 + 2ab + b2 $$ a_0 + ldots + a_n + a_{n+1} $$ a0 + . . . + an + an+1 $$ sqrt{frac{1}{2}} $$ 1 2
  46. 46. Introdução Estrutura da Linguagem Ambientes Referências Ambiente Matemático Exemplos de Fórmulas $$ lim_{n to infty}sum_{k=1}ˆnfrac{1}{kˆ2}= frac{piˆ2}{6} $$ n π2 1 lim = k2 6 n→∞ k =1 $$ forall x in mathbf{R}:qquad xˆ{2} geq 0 $$ x2 ≥ 0 ∀x ∈ R : $$v = sigma_1 cdotsigma_2 tau_1 cdottau_2 $$ v = σ 1 · σ 2 τ1 · τ2
  47. 47. Introdução Estrutura da Linguagem Ambientes Referências Ambiente Matemático Exemplos de Fórmulas $$ lim_{x rightarrow 0} frac{sin x}{x}=1 $$ sin x lim =1 x→0 x $$ 1 + ( frac{1}{ 1-xˆ{2} } ) ˆ3 $$ 1 )3 1+( 1 − x2 $$ 1 + left( frac{1}{ 1-xˆ{2} } right) ˆ3 $$ 3 1 1+ 1 − x2
  48. 48. Introdução Estrutura da Linguagem Ambientes Referências Ambiente Matemático Acentos em Modo Matemático ˇ ˜ ˆ a check{a} a tilde{a} a hat{a} ˙ ¨ ` a dot{a} a ddot{a} a grave{a} ¯ a bar{a} a vec{a} a widehat{a} ´ ˘ a acute{a} a breve{a} a widetilde{a}
  49. 49. Introdução Estrutura da Linguagem Ambientes Referências Principais motivos para trabalhar com LaTeX Figuras Objetos Flutuantes: tabelas; imagens; outros. . . têm legenda associada; são numerados; flutuam no texto Mudam de posicionamento e referência de acordo com a evolução do documento.
  50. 50. Introdução Estrutura da Linguagem Ambientes Referências Principais motivos para trabalhar com LaTeX Figuras são introduzidas no ambiente figure; begin{figure}[htbp] % figure code/image inclusion/math formula caption{Legenda da figura} end{figure} o conteúdo de um ambiente figure não precisa de ser uma imagem. . .
  51. 51. Introdução Estrutura da Linguagem Ambientes Referências Principais motivos para trabalhar com LaTeX Exemplo de uso de Figura begin{figure}[htbp] includegraphics[width=5.6cm]{figs/watchmen} caption{Who watches the watchmen?} label{fig01} end{figure} Figura: Who watches the watchmen?
  52. 52. Introdução Estrutura da Linguagem Ambientes Referências Principais motivos para trabalhar com LaTeX Inclusão de Figuras usa-se o pacote graphicx; e o comando includegraphics{arquivo} Cuidado com os tipos de arquivos!!! usando o comando latex (DVI), só podem usar: eps ps usando o comando pdflatex (PDF) podem usar: pdf png jpg sugestão: não incluir extensão no comando.
  53. 53. Introdução Estrutura da Linguagem Ambientes Referências Principais motivos para trabalhar com LaTeX Teste com Figuras begin{figure}[htbp] centering includegraphics[width=0.9 textwidth]{imagem} caption{Legenda da figura} end{figure} Tente gerar um DVI e um PDF com os arquivos correspondentes!
  54. 54. Introdução Estrutura da Linguagem Ambientes Referências Principais motivos para trabalhar com LaTeX Tabelas são introduzidas no ambiente table; begin{table}[htbp] % tabular code/what else you need caption{Legenda da tabela} end{table} o conteúdo de um ambiente table não precisa de ser uma tabela. . .
  55. 55. Introdução Estrutura da Linguagem Ambientes Referências Principais motivos para trabalhar com LaTeX Criando Tabelas usa-se o ambiente tabular; especifica-se as colunas e respectivo alinhamento: l - Left/Esquerda r - Right/Direita c - Center/Centrado p - Paragraph/Parágrafo e as respectivas divisões. . . por exemplo: especifica-se as colunas e respectivo alinhamento: begin{tabular}{|l|rcp{.4textwidth}|} ... end{tabular}
  56. 56. Introdução Estrutura da Linguagem Ambientes Referências Principais motivos para trabalhar com LaTeX Criando Tabelas as linhas contêm as células cada linha termina com cada célula está separada das outras por & usa-se hline para riscos horizontais por exemplo (veja o resultado do código abaixo): begin{tabular}{l|r} foo & bar hline zbr & 1 ugh & 2 end{tabular}
  57. 57. Introdução Estrutura da Linguagem Ambientes Referências Principais motivos para trabalhar com LaTeX Referências com o BibTeX Crie um arquivo .bib com diferentes entradas Artigos. . . @article{ sepln2003, author = {Alberto M. Sim{~o}es and J. Jo{~a}o Almeida}, title = {NATools -- A Statistical Word Aligner Workbench}, publisher = {Sociedad Espa{~n}ola para el Procesamiento}, month = {September}, year = {2003} }
  58. 58. Introdução Estrutura da Linguagem Ambientes Referências Principais motivos para trabalhar com LaTeX Inclusão de documento LaTeX usa-se cite{sepln2003} para citar determinado documento; nesse local fica: [1] cria-se a bibliografia com: bibliographystyle{plain} bibliography{publicacoes} e fica: 1 Alberto M. Simões and J. João Almeida. NATools – a statistical word aligner workbench. SEPLN, Sep. 2003.
  59. 59. Introdução Estrutura da Linguagem Ambientes Referências Sumário Introdução 1 O que é LaTeX? Estrutura da Linguagem 2 Comando utilizados em LaTeX Ambientes 3 Visão Geral Ambiente Matemático Principais motivos para trabalhar com LaTeX Referências 4 Livros, tutoriais, sites, ...
  60. 60. Introdução Estrutura da Linguagem Ambientes Referências Livros, tutoriais, sites, ... Referências OETIKER, T. et al. The Not So Short Introduction to LaTeX2e. [S.l.]: CTAN, 2008. Version 4.24. Simões, A. Mini-Curso LaTeX. Departamento de Informática, Universidade do Minho; 2006. URL: http://alfarrabio.di. uminho.pt/~albie/lshort/presentation.pdf, Último acesso: 14/04/2009.

×