Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
Rope Skipping:
do individual ao coletivo
Prof. Marcos Vilas Boas
InovaDay
Rope Skipping:
do individual ao coletivo
Origem
Portaria que dispõe sobre o calendário
anual de 2014 e estabelece:
O Dia d...
Percurso
Educação Física Escolar enquanto
Componente Curricular.
Revisitação do Projeto Político-
Pedagógico (P.P.P.) da E...
Observação das práticas corporais
acessadas pelos alunos no recreio.
Constatou-se o “pular corda”.
Pesquisa e construção d...
Percurso
Pesquisa e estabelecimento
dos conteúdos curriculares:
Jogos e Brincadeiras; Rope Skipping;
Ginástica para Todos;...
Metodologia
1ª Etapa:
• Avaliação diagnóstica.
• Roda de conversa para apresentação
da temática, bem como da Unidade
Didát...
1ª Etapa:
• Pesquisa na Sala de Informática
Educativa por meio de roteiro de
estudo.
1ª Etapa:
• Vivência de jogos e brincadeiras de
pular corda pelos alunos pertencentes
ao patrimônio cultural corporal de
m...
2ª Etapa:
• Mapa conceitual e síntese do filme:
“Jump In!”.
2ª Etapa:
• Vivência, experimentação e criação de
movimentos das variações do Rope
Skipping, propiciando situações e
funçõ...
• Empréstimo de cordas.
• Elaboração de perguntas para entrevista
ao grupo “Pé de Mola Rope Skipping”.
• Dia da Família na...
2ª Etapa:
• Elaboração de painel ilustrativo
de Rope Skipping e suas possibilidades.
3ª Etapa:
• Assistir à apresentação e entrevista com
o grupo “Pé de Mola – Rope Skipping”.
• Exposição oral e midiática (v...
3ª Etapa:
• Vivência, experimentação e construção
das possibilidades práticas de Rope
Skipping por meio da Ginástica para
...
• Realização de Grafite individual,
enfatizando os assuntos abordados na
Unidade Didática; exemplo: Esporte,
Saúde, Lazer,...
4ª Etapa:
• Empréstimo de cordas.
• Realização de trabalho sobre todo o
conteúdo desenvolvido na Unidade
Didática.
• Apres...
4ª Etapa:
• Autoavaliação dos alunos e avaliação
do professor pelos alunos.
• Avaliação da Unidade Didática com
foco nas a...
3%
13%
3%
27%
54%
Eu ensinei o que aprendi?
Nunca
Algumas
vezes
Na maioria
das vezes
Quase
sempre
Sempre
0%
13%
20%
17%
50%
Eu consegui me superar?
Nunca
Algumas
vezes
Na maioria
das vezes
Quase
sempre
Sempre
0%3%
7%
7%
83%
Valoriza as experiências, as ideias
e os conhecimentos dos alunos?
Nunca
Algumas vezes
Na maioria das
vezes...
Interações cooperativas;
Conflitos cognitivo e
sociocognitivo;
Estímulos: auditivo,
visual e cinestésico;
Linguagem corpor...
Necessidades Educacionais Especiais – NEEs
Intervenções Pedagógicas
Compreender e valorizar as diferenças de
desempenho co...
Avaliação
Formativa – processual e contínua
(diagnóstica, reguladora e cumulativa)
e mediadora (para promover e regular
o ...
Indicadores Instrumentos
- Número de alunos envolvidos na discussão e
descrição (mapa e síntese) das ideias sobre o
filme ...
Aprenderam/ampliaram
• Sobre jogos e brincadeiras de pular
corda de nossa cultura e de outros
grupos culturais. Totalizand...
• Ampliação do repertório motor, de
formas mais simples a formas mais
elaboradas e complexas do Rope
Skipping;
• Ampliaram...
• Aprenderam a analisar e a refletir
criticamente com base em valores
(de respeito e de igualdade) contra
qualquer forma d...
Referências
COLL, C. Aprendizagem escolar e construção do
conhecimento. Porto Alegre: Artmed, 1994.
HOFFMANN, J. Avaliar: ...
Obrigado!
mvbmarcos@hotmail.com
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Rope Skipping: do individual ao coletivo

1,151 views

Published on

http://igovsp.net/inovaday/

Published in: Government & Nonprofit
  • Login to see the comments

Rope Skipping: do individual ao coletivo

  1. 1. Rope Skipping: do individual ao coletivo Prof. Marcos Vilas Boas InovaDay
  2. 2. Rope Skipping: do individual ao coletivo Origem Portaria que dispõe sobre o calendário anual de 2014 e estabelece: O Dia da Família na Escola. Objetivo Atividades de integração das relações família/escola.
  3. 3. Percurso Educação Física Escolar enquanto Componente Curricular. Revisitação do Projeto Político- Pedagógico (P.P.P.) da EMEF Plácido de Castro.
  4. 4. Observação das práticas corporais acessadas pelos alunos no recreio. Constatou-se o “pular corda”. Pesquisa e construção de Unidade Didática alinhada ao P.P.P da Unidade Escolar. Estabelecimento dos Objetivos Gerais e Específicos (Conceitual, Procedimental e Atitudinal).
  5. 5. Percurso Pesquisa e estabelecimento dos conteúdos curriculares: Jogos e Brincadeiras; Rope Skipping; Ginástica para Todos; Ginástica; Dança de Rua e Grafite.
  6. 6. Metodologia 1ª Etapa: • Avaliação diagnóstica. • Roda de conversa para apresentação da temática, bem como da Unidade Didática aos alunos. • Vivência, experimentação e registro dos jogos e brincadeiras de pular corda (JBPC) apresentadas pelos alunos.
  7. 7. 1ª Etapa:
  8. 8. • Pesquisa na Sala de Informática Educativa por meio de roteiro de estudo.
  9. 9. 1ª Etapa: • Vivência de jogos e brincadeiras de pular corda pelos alunos pertencentes ao patrimônio cultural corporal de movimento de outras culturas. • Construção/ressignificação de jogos e brincadeiras de pular corda pelos alunos.
  10. 10. 2ª Etapa: • Mapa conceitual e síntese do filme: “Jump In!”.
  11. 11. 2ª Etapa: • Vivência, experimentação e criação de movimentos das variações do Rope Skipping, propiciando situações e funções diferentes (bater e pular corda) do Esporte aos alunos. • Painel de dicas essenciais para aprender Rope Skipping.
  12. 12. • Empréstimo de cordas. • Elaboração de perguntas para entrevista ao grupo “Pé de Mola Rope Skipping”. • Dia da Família na Escola e registro (texto) sobre o Dia da Família na Escola.
  13. 13. 2ª Etapa: • Elaboração de painel ilustrativo de Rope Skipping e suas possibilidades.
  14. 14. 3ª Etapa: • Assistir à apresentação e entrevista com o grupo “Pé de Mola – Rope Skipping”. • Exposição oral e midiática (vídeo e imagens) na Sala de Informática Educativa do conteúdo Rope Skipping, Dança de Rua (Quadro: Cultura SPTV 1ª Edição – Nelson Triunfo), Grafite e Ginástica para Todos (Movimentos Ginásticos).
  15. 15. 3ª Etapa: • Vivência, experimentação e construção das possibilidades práticas de Rope Skipping por meio da Ginástica para Todos e Dança de Rua. • Exposição oral e discussão sobre Aquecimento, Alongamento e Aptidão Física.
  16. 16. • Realização de Grafite individual, enfatizando os assuntos abordados na Unidade Didática; exemplo: Esporte, Saúde, Lazer, Dança de Rua, Ginástica para Todos, Jogos e Brincadeiras e Preconceitos (gênero, raça e social). • Convite e vivência de outras turmas da escola para a prática de Rope Skipping.
  17. 17. 4ª Etapa: • Empréstimo de cordas. • Realização de trabalho sobre todo o conteúdo desenvolvido na Unidade Didática. • Apresentação e oficinas nas escolas da Rede Municipal de Ensino de São Paulo.
  18. 18. 4ª Etapa: • Autoavaliação dos alunos e avaliação do professor pelos alunos. • Avaliação da Unidade Didática com foco nas aprendizagens dos alunos e nos indicadores e instrumentos de avaliação/observações. • Autoavaliação do professor.
  19. 19. 3% 13% 3% 27% 54% Eu ensinei o que aprendi? Nunca Algumas vezes Na maioria das vezes Quase sempre Sempre
  20. 20. 0% 13% 20% 17% 50% Eu consegui me superar? Nunca Algumas vezes Na maioria das vezes Quase sempre Sempre
  21. 21. 0%3% 7% 7% 83% Valoriza as experiências, as ideias e os conhecimentos dos alunos? Nunca Algumas vezes Na maioria das vezes Quase sempre Sempre
  22. 22. Interações cooperativas; Conflitos cognitivo e sociocognitivo; Estímulos: auditivo, visual e cinestésico; Linguagem corporal (dança de rua), artística (grafite) e cultural (jogos e brincadeiras de pular corda); Metacognição e autogerenciamento; Feedback extrínseco e intrínseco; Tomada de decisão; Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC): datashow, imagens, vídeos, internet e cartazes. Intervenções Pedagógicas
  23. 23. Necessidades Educacionais Especiais – NEEs Intervenções Pedagógicas Compreender e valorizar as diferenças de desempenho como fruto das características individuais e de oportunidades experienciais; Acreditar no potencial de aprender de cada indivíduo e evitar comparações; Considerar positivos os pequenos avanços; Possibilidade de aprender e ensinar (troca de experiências); Adequação à prática: velocidade e altura de corda.
  24. 24. Avaliação Formativa – processual e contínua (diagnóstica, reguladora e cumulativa) e mediadora (para promover e regular o processo de ensino e aprendizagem). Para contemplar as diferentes características e habilidades/competências dos alunos, utilizou-se uma diversidade de instrumentos avaliativos.
  25. 25. Indicadores Instrumentos - Número de alunos envolvidos na discussão e descrição (mapa e síntese) das ideias sobre o filme “Jump In!”. Identificam e interpretam fatos e ideias sobre o mesmo? - Relacionam o que estão aprendendo com seus conhecimentos prévios ou aprendidos? - E dialogam com os colegas, ouvindo e respeitando as opiniões e as ideias? Painel coletivo: mapa conceitual e síntese de ideias. - Número de alunos envolvidos nesta atividade. - Socializam e aplicam os conhecimentos adquiridos na Unidade Didática? - Os alunos compartilham os equipamentos e trabalham em direção a um objetivo comum? - Incluíram todos? - Organizaram-se em grupos e trabalharam de maneira cooperativa e solidária? Fotos e vídeos: apresentação e oficina nas demais Unidades Escolares.
  26. 26. Aprenderam/ampliaram • Sobre jogos e brincadeiras de pular corda de nossa cultura e de outros grupos culturais. Totalizando 27 jogos, sendo 12 jogos e brincadeiras construídos pelos alunos; • Sobre Rope Skipping e suas variações, com 99,39% de acerto no trabalho cumulativo.
  27. 27. • Ampliação do repertório motor, de formas mais simples a formas mais elaboradas e complexas do Rope Skipping; • Ampliaram suas habilidades de convivência, construção e participação coletiva; • Ampliaram seus conhecimentos sobre todos os conteúdos desenvolvidos na Unidade Didática;
  28. 28. • Aprenderam a analisar e a refletir criticamente com base em valores (de respeito e de igualdade) contra qualquer forma de preconceito e discriminação, seja de raça, gênero, social, idade, habilidade motora e quaisquer outras formas. • Aprenderam a construir e a refletir sobre seu processo de aprendizagem.
  29. 29. Referências COLL, C. Aprendizagem escolar e construção do conhecimento. Porto Alegre: Artmed, 1994. HOFFMANN, J. Avaliar: respeitar primeiro, educar depois. 2ª ed. Porto Alegre: Mediação, 2008. ROSSETO JR, A.J.; COSTA, C. M.; e D`ANGELO, F.L. Práticas pedagógicas reflexivas em esporte educacional: unidade didática como instrumento de ensino e aprendizagem. São Paulo: Phorte, 2008. TODOS PELA EDUCAÇÃO. Ampliar o repertório cultural e esportivo das crianças e dos jovens. Disponível em: <http://www.5atitudes.org.br>. Acesso em: 30 ago. 2014.
  30. 30. Obrigado! mvbmarcos@hotmail.com

×