Capacitação em Gestão Corporativa

2,284 views

Published on

Treinamento Voltado A Gestão Estratégica Organizacional Utilizando A Gestão Do Conhecimento.

0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
2,284
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
52
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Capacitação em Gestão Corporativa

  1. 1. 1 Capacitação em Inteligência Corporativa e Gestão do Conhecimento Treinamento Voltado A Gestão Estratégica Organizacional Utilizando A Gestão Do Conhecimento Prof. Humberto de Sá Garay lattes.cnpq.br/1998876504710423 CONTEXTUALIZAÇÃO Os modelos estatais de “atividades de inteligência” ou de “sistemas de inteligência” constituem, de modo eficiente, eficaz e consolidado, uma certa ordenação, adequação e organização de métodos, técnicas e ferramentas de gestão da informação, especialmente destinados ao processo decisório estatal, o qual afeta a sociedade civil, as instituições públicas e privadas e as empresas em geral. A noção de inteligência de Estado foi generalizada para a de inteligência institucional (aplicação da inteligência no âmbito de outras instituições ou órgãos públicos), abrangendo, desse modo, órgãos públicos em geral, não somente quanto à área criminal (inteligência de segurança pública), mas também quanto a outras áreas (políticas sociais públicas, controle 1
  2. 2. 2 da gestão pública, meio ambiente, infância e juventude, saúde, consumidor, interesses difusos e coletivos, patrimônio público, direitos humanos etc.). A inteligência de Estado, especialmente destinada ao assessoramento do processo decisório governamental, também foi adaptada como inteligência de segurança pública, voltada especialmente para a produção de provas da materialidade e da autoria de crimes, exercendo atividade de natureza eminentemente executiva (inteligência tática), mas também realizando atividade de natureza consultiva, quando, por meio dos conhecimentos contidos em análises de conjuntura criminal ou em estimativas de evolução de criminalidade, assessora autoridades governamentais na formulação de políticas de prevenção e combate à criminalidade (inteligência estratégica). Na era da informação, a contra-inteligência, por sua vez, especialmente na sua vertente de segurança corporativa ou orgânica (proteção dos dados, informações e conhecimentos de uma instituição, por meio da segurança do pessoal, segurança da documentação e material, segurança das áreas e instalações, e segurança dos sistemas de informações – comunicações e informática), é muito relevante para organizações públicas e privadas. Em razão de sua eficiência e eficácia na tomada de decisões estratégicas, organizações privadas, especialmente empresas, adaptaram a noção de inteligência de Estado à de inteligência competitiva, no sentido de dados e informações que são adequada e suficientemente trabalhados para se tornarem inteligência ou conhecimento, ou seja, uma informação interpretada e sintética capaz de propiciar a tomada de decisão, especialmente a decisão estratégica. OBJETIVOS O objetivo geral do curso é especializar os instruendos em inteligência do Estado, inteligência de segurança pública e Inteligência Competitiva. Os objetivos específicos do curso são: a) compreender, analisar, sintetizar e avaliar, criticamente, aspectos da inteligência de Estado, da inteligência de segurança pública e Inteligência Competitiva. b) desenvolver habilidade e autonomia intelectuais para realizar analise de cenários 2
  3. 3. 3 c) capacitar para adaptar e aplicar, criticamente, aspectos da inteligência de Estado e da inteligência de segurança pública ao próprio âmbito profissional. A capacitação funciona também como estudo do contexto da instituição. Na capacitação básica, o professor produzirá um Relatório sobre os resultados apresentados pelos alunos quanto a sincronização de ações estratégicas para tomada de decisão utilizando TI - Tecnologia da Informação. Nos módulos seguintes teremos como resultado a elaboração de um documento de Diagnóstico Institucional sobre a Gestão do Conhecimento e de Pessoas com a mesma visão de sincronização de ações com TI. O curso se propõe a habilitar os alunos conhecer, avaliar e organizar a sua instituição e também o seu posicionamento nela, através de técnicas de Gestão do Conhecimento. O Resultado é permitir aos alunos a construção individual de um Mapa Estratégico Institucional, onde se explicite a visão e o aprendizado do aluno sobre a construção e gestão do conhecimento. CONTEÚDOS Modulo I Introdução à Inteligência, Produção do Conhecimento de Inteligência e Inteligência Competitiva INTRODUÇÃO À INTELIGÊNCIA. Noção de inteligência, ciclo de inteligência, contra-inteligência e operação de inteligência. Terminologia e conceitos básicos. História da inteligência. Sistemas, serviços, órgãos e comunidades de inteligência no Brasil e no exterior. Inteligência de Estado, inteligência militar, inteligência policial, inteligência ministerial, inteligência institucional, inteligência penitenciária e inteligência de segurança pública. A função da inteligência no estado democrático e social de direito. Ética e inteligência. Controle externo da atividade de inteligência. 3
  4. 4. 4 PRODUÇÃO DO CONHECIMENTO DE INTELIGÊNCIA. Doutrina de inteligência. Princípios básicos de inteligência. Inteligência estratégica e inteligência tática. Tipos de conhecimento de inteligência. Processo de produção de conhecimentos de inteligência. Identificação de necessidades informacionais, planejamento e obtenção dos dados. Organização e avaliação dos dados. Técnica de avaliação de dados – avaliação da fonte, avaliação do conteúdo e determinação do grau de credibilidade. Análise e síntese. Técnicas analíticas – análise estatística, técnica de painel, técnica delfos, análise associativa, análise prospectiva, técnica de cenários, análise de ameaças e vulnerabilidades, análise de fluxos, análise financeira, análise de padrões criminais, análise espacial/geográfica, análise de indicadores.Raciocínio lógico e raciocínio crítico. Documentos de inteligência. Difusão do conhecimento. Avaliação da efetividade do processo de inteligência. Redes colaborativas, organizações e fontes de obtenção de informação. Indicadores criminais e de segurança. INTELIGÊNCIA COMPETITIVA. As transformações ocorridas no ambiente globalizado de negócios e a emergência da inteligência competitiva como importante ferramenta de apoio à gestão. Origens e evolução da função inteligência. Modelos de atividade de inteligência e de estratégia empresarial. Noções básicas de inteligência competitiva. Método inteligência empresarial estratégica. Técnica de entrevista e trabalho de inteligência realizada por redes de colaboradores. Noções sobre business intelligence e emprego de ferramentas tecnológicas emoldurando performances de inteligência competitiva. Noções de contra-inteligência empresarial – a segurança com enfoque na proteção das informações pessoais e profissionais. Módulo II Contra-inteligência e Proteção ao Conhecimento Noções de CONTRA-INTELIGÊNCIA. Contra-espionagem. Contraterrorismo. Segurança corporativa/orgânica (segurança do pessoal, segurança da documentação e material, segurança das áreas e instalações e segurança dos sistemas de informação – comunicações e informática). Desinformação. Medidas de proteção do conhecimento. 4
  5. 5. 5 Teoria eletrônica aplicada aos procedimentos de contra-inteligência dispositivos eletrônicos a serviço dos agressores, dispositivos eletrônicos a serviço das equipes de contra- inteligência, execução de varreduras eletrônicas e inspeções físicas, outras técnicas e procedimentos Módulo III - Administração da Inteligência Projeto e implementação de setor de inteligência corporativa. Planejamento e administração estratégicos da unidade de inteligência. Missão da unidade de inteligência. Plano geral de inteligência, temas prioritários e produtos. Estrutura organizacional. Gestão administrativa, orçamentária e financeira de unidade de inteligência. Seleção, perfis, treinamento, atribuições, carreira e gestão do pessoal da unidade de inteligência. Elementos de ligação (liaison). Padrões de qualidade em inteligência (Global Justice Information Sharing Initiative/IALEIA law enforcement analytic standards, CALEA standards, IACP criminal intelligence standards, CPOA standards etc.). Auditorias/avaliação da qualidade de inteligência. Experiências e casos de administração de unidades de inteligência. Módulo IV - Direito, Inteligência, Direitos Humanos e Direitos Fundamentais DIREITO E INTELIGÊNCIA. Sistemas de inteligência, princípio constitucional federativo, independência dos Poderes e órgãos estatais autônomos. A regulamentação legal das atividades de inteligência. Multifuncionalidade e integralidade dos direitos fundamentais nos procedimentos de inteligência e criminais. Aspectos legais da inteligência, da contra- inteligência e das operações de inteligência. Síntese comparativa entre investigação criminal e operações de inteligência. Valor probatório das atividades de inteligência nos processos judiciais. Garantias penais e processuais dos segredos ou sigilos. DIREITOS HUMANOS E DIREITOS FUNDAMENTAIS. Direitos humanos, direitos fundamentais e garantias fundamentais. Características e classificações de direitos e garantias fundamentais. Tratados de direitos humanos. Sistemas de proteção de direitos humanos. Políticas públicas, inteligência e direitos fundamentais. Serviços de inteligência, obtenção de informação e direitos fundamentais. 5
  6. 6. 6 Módulo V – Conhecimento Organizacional Dimensões das organizações ,Metáforas organizacionais, Estruturas Organizacionais,Modelos Gerenciais, Tipos de conhecimento utilizados na Instituição, Extensão e intensidade dos conhecimentos, Materialização do conhecimento, O agrupamento dos conhecimentos inventariados na organização, Impacto do conhecimento na organização, A criação do conhecimento organizacional, A construção do conhecimento, O Impacto das emoções no processo de tomada de decisão organizacional, Inventário Organizacional, Mapeamento do Ambiente Organizacional, Inventário de Processos, Inventário de Pessoas, Inventário de Tecnologias,Inventário de Relacionamentos, Organização do Conhecimento,Técnicas para organização do conhecimento, Construção do mapa conceitual da organização, Mapas Estratégicos individual e organizacional, Abordagem Conceitual sobre Mapas Estratégicos, Identificação de relevâncias, Construção de Mapas Estratégicos Individual e Organizacional. 6

×