Comunicações
                        Ministério das
Revista



                                                           ...
TV DigiTal
                 08   Lançamento é antecipado em todo o Brasil


                      EDUCaÇÃO
               ...
Caros leitores,




                                                                                                 EDiTO...
PUC iNaUgURa                                      PRimEiRa
           Ministério das
           Comunicações
             ...
iNClUSÃO DigiTal: PROFESSORES
  SÃO CaPaCiTaDOS Em TODO O BRaSil
  Todos os meses, centenas de professores são formados em...
Revista
MINISTÉRIO DAS
COMUNICAçõES

8
o mUNDO




                                                                                                              ...
A Caixa Econômica Federal,
                 por exemplo, deu início a um projeto
                 experimental de financia...
CUSTO
do conversor
Cai
                                           80%
mais de
O modelo mais barato custa R$ 199.
É bom pes...
A interatividade será um instrumento importante na revolução do ensino




                 A
                            ...
DigiTal   13
Projeto
iNClUSÃO DigiTal




                       CiDaDES
                       DigiTaiS chega
                        ...
Com a internet, Reginir poderá
                                                               aumentar a renda da família ...
Com o Projeto Cidades Digitais, tiago não precisa mais atravessar trechos perigosos da favela em busca de uma lan house


...
todos os alunos têm aula de
                                                                      informática e aprendem a...
iNClUSÃO DigiTal


                                                                                                    Sai...
“O acesso ao nosso município só é possível por via aérea                      “Permitir o acesso à internet,
e fluvial, di...
100% dos
iNClUSÃO DigiTal




                                                             kiT
                   municípi...
PROFESSORES
de escolas técnicas participam
de capacitação em software livre

M
             ais um curso de capa-         ...
Ministério aumenta de 3,5
iNClUSÃO DigiTal

                   mil antenas para 12 mil
                   pontos de conexã...
o músico Guitinho da Xambá utiliza a conexão Gesac para agendar
shows e também para digitalizar o acervo de imagens da com...
Zeus steffano (de azul) realiza um sonho no telecentro do Maracatu
                 leão Coroado. aos 12 anos, ele tem sua...
Beth de oxum, com membros do Centro Cultural Coco de umbigada, em
frente à nova sede do ponto: “quando a antena chegou foi...
TElEmE
iNClUSÃO DigiTal




                   no coração da
                   amazôNia
                   Conexão à inte...
DiCiNa


Consulta dermatológica é realizada por videoconferência a 1,4 mil km da capital; fotos e imagens on line subsidia...
Médicos residentes dos hospitais universitários Francisca Mendes e Getúlio vargas participam de capacitação no pólo de tel...
aNTENa poRTáTil aCEssa à
                                      iNTERNET No MEio Da sElva
                                 ...
EDUCaÇÃO




                  a internet contribuiu para a melhora do desempenho dos alunos do Centro Educacional 01, no ...
cidade-satélite a aproximadamente
20 minutos de Brasília, estudantes
do Ensino Médio passaram a usar a
rede em todas as pe...
aVaNÇam Em
CiDaDaNia




                       Rádios
                  comunitárias
                                   T...
O futuro chegou
O futuro chegou
O futuro chegou
O futuro chegou
O futuro chegou
O futuro chegou
O futuro chegou
O futuro chegou
O futuro chegou
O futuro chegou
O futuro chegou
O futuro chegou
O futuro chegou
O futuro chegou
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

O futuro chegou

2,998 views

Published on

Revista do Ministério da Ciência e Tecnologia relatos experiências sobre tecnologia

Published in: Technology, Travel, Business
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
2,998
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
54
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

O futuro chegou

  1. 1. Comunicações Ministério das Revista Nº 2 . Dezembro 2008 O futuro chegou No maior programa de inclusão digital do mundo, Ministério das Comunicações leva internet gratuita a escolas, hospitais, aldeias indígenas, quilombos, órgãos públicos e entrega um kit com 10 computadores para cada um dos 5.565 municípios do país TV DigiTal Emissoras antecipam calendário em todo o Brasil
  2. 2. TV DigiTal 08 Lançamento é antecipado em todo o Brasil EDUCaÇÃO 12 Interatividade revoluciona ensino 30 Internet em todas as escolas públicas Ministério das Comunicações CORREiOS 36 Empresa é a mais respeitada
  3. 3. Caros leitores, EDiTORial Esta nova edição permite que todos acompanhem o tra- balho do Ministério das Comunicações nestes três anos e meio de muitas conquistas. São ações que influenciam o dia-a-dia da sociedade, levando mais tecnologia, mais oportunidades e mais esperança. Neste período houve o lançamento da TV Digital, amplia- ção do Programa de Inclusão Digital, implantação da terceira ge- ração de telefonia celular, entre tantas outras novidades. O Sistema Brasileiro de TV Digital é considerado hoje Hélio Costa o mais moderno do mundo. Milhares de famílias estão assis- tindo TV com imagem de alta definição – uma verdadeira tela Senador da República e Ministro de cinema – de forma aberta e gratuita. Desde a inauguração, das Comunicações em dezembro de 2007, o lançamento foi antecipado em várias cidades e capitais, como São Paulo, Belo Horizonte e Rio de Janeiro. A digitalização também levou a TV para o celular e veículos em movimento, o que chamamos de portabilidade e mobilidade da TV Digital. Para ter acesso à nova tecnologia, não é preciso comprar uma nova TV, mas apenas um conversor, que está bem mais barato. Outra conquista importante é a conexão gratuita à internet em banda larga de todas as escolas públicas municipais, estaduais e federais do Brasil. Até 2010, 55 mil escolas estarão conectadas. Neste ano, também foi entregue pelo menos um telecentro, que é um laboratório com computadores ligados à internet, para Em três anos, cada um dos 5.565 municípios do país. TV Digital, 3G A área de telefonia também não ficou para trás. Uma das e banda larga novidades é o começo da implantação da chamada terceira gera- ção do telefone celular em todo o território nacional. gratuita nas São conquistas como essas na área das Comunicações que escolas viraram mostram o sucesso do Brasil nos últimos anos. realidade no Brasil Um abraço. 14 Cidades Digitais é ampliado para 160 municípios iNClUSÃO 22 Quilombos com conexão banda larga DigiTal 26 Telemedicina: saúde na selva
  4. 4. PUC iNaUgURa PRimEiRa Ministério das Comunicações mUlhER TV EDUCaTiVa Em Na aNaTEl miNaS gERaiS Emília Ribeiro, assessora técnica A tradicional Pontifícia Universidade da presidência do Senado, tomou Ministro de Estado Católica de Minas Gerais inaugurou, das Comunicações posse na Agência Nacional de em agosto, sua TV educativa em HÉlIO COSTA Telecomunicações (Anatel), em 11 canal aberto, que vai levar educação Chefe da Assessoria de de setembro. É a primeira mulher e cultura para a comunidade. A Comunicação Social a participar do conselho da programação repetirá parte da TV Francisco Câmpera agência. Com a posse, a Anatel Horizonte, da rede Catedral de Editora volta a ter cinco conselheiros Comunicação Católica, que é restrita adriana aviz e está pronta para tomar aos ouvintes de TV a cabo. “Temos importantes decisões sobre as Designer Gráfico nos esforçado muito para que o Chica Magalhães políticas de telecomunicações. sistema de TV educativa seja sempre entregue a instituições de ensino que Reportagem e Redação adriana aviz tenham o compromisso exclusivo CORREiOS Danyella Proença com a educação”, explica o ministro Eider Moraes lEVam ExPORTa Zélia Ferreira Hélio Costa. FáCil PaRa FORa Revisão DO BRaSil Danyella Proença COmUNiCaÇÕES Zélia Ferreira Em SiNTONia O Uruguai se tornou o segundo Produção COm a UNESCO país da América do Sul a aderir ademir Brito augusto Henriques ao programa Exporta Fácil, dos A Comissão Internacional sobre Carla Gouvea Correios. Antes dele, o Brasil Educação para o século XXI, da Fabrício Fernandes Herivelto Reis fechou acordo com o Peru, que Unesco, braço da ONU, diz que os Renato Dias facilita a exportação para micro e professores têm que conhecer e ter Rodrigo sales pequenas empresas de remessas acesso as novas tecnologias para Estagiários inferiores a US$ 20 mil por pacote. oferecer melhores condições de adriana Caetano O governo já recebeu pedidos ensino. Isso o governo brasileiro já Dora Maria severo araújo para assinar outros memorandos faz. O MC está conectando à internet Fotógrafos de entendimento com Equador, banda larga todas as 142 mil escolas ademir Brito Colômbia, Venezuela e Argentina. públicas brasileiras e entrega, neste anderson schneider “Temos participado das ações de Fabrício Fernandes ano, um laboratório de informática Nélio Rodrigues integração das comunicações dos para todos os 5.565 municípios do países sul-americanos”, disse o Brasil. Em Belo Horizonte, Minas Esta revista é uma ministro Hélio Costa. “Estamos publicação do Ministério das Gerais, há sinal de internet em Comunicações disponibilizando suporte técnico todos os órgãos públicos. A Unesco para desenvolver as micro e Endereço: reconhece que a expansão da banda Esplanada dos pequenas empresas em todo o larga proporciona a inclusão social. O Ministérios, Bloco R continente”. Brasil também já sabe disso. CEP 70044-900 Brasília-DF FalE CoM a GENtE TV JUSTiÇa gaNha CaNal aBERTO ouviDoRia E-mail: ouvidoria@mc.gov.br Tel: (61)3311-6055/ O ministro Hélio Costa assinou portaria autorizando a TV Justiça a operar em Fax:(61)3311-6523 canal aberto e gratuito. “O ministério tem trabalhado para democratizar o acesso à assEssoRia DE informação. Dar à TV Justiça um canal aberto é muito importante porque o cidadão CoMuNiCação soCial E-mail: imprensa@mc.gov.br que não pode pagar pelo acesso à TV por assinatura acabava não se beneficiando desse espaço de aproximação entre o Poder Judiciário e a sociedade”, diz o ministro. telefone do Ministério das Comunicações (61) 3311-6000
  5. 5. iNClUSÃO DigiTal: PROFESSORES SÃO CaPaCiTaDOS Em TODO O BRaSil Todos os meses, centenas de professores são formados em oficinas promovidas pelo programa de inclusão digital do MC. Eles aprendem a usar o software livre, programas educativos, audiobooks, captar recursos em projetos públicos, além de recuperar computadores e configurar servidores e impressoras. Depois de capacitados, os professores também estão preparados para repassar seus conhecimentos a outros participantes dos pontos de presença Gesac. Desta forma, os laboratórios de informática poderão ser cada vez mais usados como extensões da sala de aula. NOTEBOOk maiS BaRaTO BaNDa laRga PaRa PROFESSOR ChEga à amazôNia azUl Mais de três milhões de professores O programa de Inclusão Digital da rede pública e particular do Ministério das Comunicações terão acesso a computadores chegou ao meio do Oceano portáteis, por até R$ 1 mil, Atlântico. O MC levou conexão incluindo frete. O pagamento poderá ser à internet de alta velocidade ao parcelado em até 24 meses, a juros baixos, e prestações posto oceanográfico localizado mínimas de R$ 55,00. Essa medida faz parte do programa no Arquipélago de São Pedro e Computador Portátil para Professor, que tem a participação São Paulo, a mil quilômetros da dos Correios e de sua rede de seis mil agências em todo o costa do Rio Grande do Norte. O país. As vendas começaram pelas capitais, em setembro. O posto da Marinha é estratégico equipamento tem configuração mínima de memória de 512MB, para a delimitação das fronteiras com possibilidade de expansão de mais de 1Gb, unidade brasileiras e é ocupado por militares de armazenamento de 40 Gb, rede sem fio, software livre e e cientistas. A internet vai auxiliar aplicativos específicos da área educacional. Para o ministro pesquisas na região, que faz Hélio Costa, os computadores terão um impacto positivo no parte da Amazônia Azul, território ensino público quando associados ao Programa Banda larga brasileiro submerso, repleto de nas Escolas, que levará a internet em alta velocidade a todas Revista MINISTÉRIO DAS riquezas biológicas e naturais. as escolas públicas do país até 2010. COMUNICAçõES 7
  6. 6. Revista MINISTÉRIO DAS COMUNICAçõES 8
  7. 7. o mUNDO TV DigiTal em alTa DEFiNiÇÃO No seu primeiro ano, o Sistema Brasileiro de TV digital chega a nove grandes cidades. O governo mantém ritmo acelerado de concessão de sinal e o modelo pode ultrapassar fronteiras A tro meses depois de ter recebido a autorização. A emissora TV Digital é um caso de aproveitou a data para levar a nova tecnologia também para sucesso. A primeira con- o Rio de Janeiro. Em comemoração aos seus 40 anos, a TV cessão foi dada em 2 de Globo lançou o canal digital em Belo Horizonte e no Rio Ja- dezembro de 2007, para que as neiro logo depois de receber a concessão. Na capital mineira, emissoras de São Paulo, capital, co- o ministro Hélio Costa já concedeu canais digitais para outras meçassem a operar comercialmente. emissoras: TV Minas, TV Ômega, TV Alterosa (associada ao Aquela era a primeira experiência de SBT), Record e Bandeirantes e todas estão com o calendário um projeto que demorou uma déca- adiantado. “A implantação da TV Digital vem superando nos- da para sair do papel. Agora, um ano sas expectativas. Todas as emissoras vão conseguir entrar em depois, o Ministério das Comunica- operação antes do prazo”, avalia o ministro. ções já deu concessão para oito cida- O Brasil foi o único país em desenvolvimento onde as uni- des, entre elas, sete capitais. versidades participaram ativamente dos estudos para a escolha O sucesso é tanto que os vi- do padrão e produziram tecnologia para transformar o SBTV no zinhos da América do Sul estão melhor do mundo. Um dos principais avanços é o software de interessados em adotar o Sistema interatividade, o middleware, batizado de Ginga. Brasileiro de TV Digital (SBTV) e É isso que justifica tanto empenho. No sul do país, a RBS as emissoras resolveram antecipar o começou a transmitir o sinal digital para Porto Alegre, em 4 de calendário de operação – elas tinham novembro. Era um dia de festa. A emissora criou um programa até 2010 – e já começaram suas especial e o transmitiu ao vivo do centro da cidade. Mas os inves- transmissões em formato digital. timentos vão além da programação. A RBS gaúcha, por exemplo, No Rio de Janeiro, a Band agora tem dois parques de transmissão com duas antenas e du- começou transmitindo a cerimônia plicou alguns departamentos, para atender a transmissão ana- de abertura dos Jogos Olímpicos lógica e a digital. Nesse primeiro momento, o principal ganho de Pequim em alta definição. Em da TV Digital para o telespectador foi a alta definição, mas em Belo Horizonte, Minas Gerais, a 2009 começam os primeiros testes com a interatividade, quando Rede TV iniciou sua programação Revista MINISTÉRIO DAS o espectador vai interagir com a fonte de informação. digital em 7 de abril, apenas qua- COMUNICAçõES 9
  8. 8. A Caixa Econômica Federal, por exemplo, deu início a um projeto experimental de financiamento imo- biliário, com a interatividade possibi- litada pelo Ginga. Em Barreirinhas, no Maranhão, outro projeto expe- rimental testa a interatividade. As grandes emissoras têm estudado a definição do conteúdo para as telas interativas e há quem tenha come- çado a montar equipes para iniciar a interatividade no próximo ano. A TV Digital chegou tam- bém em Goiânia (Goiás), Curiti- ba (Paraná), Florianópolis (Santa Catarina), Salvador (Bahia) e em Campinas (São Paulo). No Distrito Federal, os moradores estão espe- rando apenas o término das obras da Torre de Televisão Digital para terem acesso à programação digital. A nova torre fará parte de um con- junto turístico, com restaurantes, exposições e elevador panorâmi- co. Projetada pelo arquiteto Oscar TiRE suas DúviDas: Niemeyer, a obra custará R$ 50 milhões ao governo do Distrito Fe- deral e deverá ficar pronta em abril 3 A TV Digital precisa de uma antena UHF. de 2009. “Estamos dependendo apenas da torre para começarmos 3 Ela é aberta, terrestre e gratuita. a TV Digital em Brasília”, disse o 3 Não é preciso comprar uma televisão lCD ou ministro Hélio Costa. Enquanto isso, ele segue inaugurando o sinal Plasma para se beneficiar da alta qualidade de digital pelo Brasil. A meta é que, imagem. Quem quiser pode comprar o set-top box até 2013, todas as emissoras do país (conversor) para captar a transmissão digital. tenham uma concessão digital pois, 3 O SBTV tem como base o padrão japonês, que em 29 de junho de 2016, o padrão permite a mobilidade, portabilidade e interatividade analógico de transmissão será com- gratuita. pletamente desativado. 3 O Brasil desenvolveu o sistema Ginga e Brasil quer levar SBTV implementou o uso do Mpeg4 (compressão de para a América Latina – O gover- arquivos), o que tornou o sistema brasileiro o mais no brasileiro assinou um termo de moderno do mundo. compromisso com a Argentina e 3 Celulares e notebooks começam a se transformar tem mantido conversas com Chile, Paraguai, Bolívia e Venezuela. O em televisores. A Vivo já lançou dois modelos de esforço é para aumentar a escala de celulares, o Samsung V820l e o Semp Toshiba produção e garantir preços menores CTV 41, com antena e receptor interno para captar Revista MINISTÉRIO DAS para o consumidor. o sinal de TV Digital. O serviço é gratuito. COMUNICAçõES 10
  9. 9. CUSTO do conversor Cai 80% mais de O modelo mais barato custa R$ 199. É bom pesquisar, porque os preços variam muito A da Proview, Tseng Ling Yun. Além do empenho da indústria, empresa Proview lançou, o ministro Hélio Costa tem conversado com governadores para em agosto deste ano, uma diminuir o peso do ICMS e tenta redução dos impostos federais, série de conversores digi- como PIS e Cofins. Para aqueles que não puderem pagar o valor tais a partir de R$ 199. Além dela, à vista, o Banco Postal criou uma linha de crédito para financiar o mercado espera para breve ou- o valor em até 24 meses, com juros baixos. O Banco do Brasil tros modelos, como os da Comsat já possui uma linha de crédito para a compra de conversores em Tecnologia e da NorteCom, com até 48 vezes mensais, com juros de 2,84%, bem abaixo dos 7% preços bem mais acessíveis. Inicia- cobrados por outras instituições. E a Caixa Econômica Federal se assim um novo momento da TV vai começar, em breve, a oferecer o financiamento. Digital, com preços abaixo dos R$ 1 mil, que vigorou nas lojas logo Equipamentos terão selo do Inmetro – Para garantir a após o lançamento da TV Digital. qualidade, equipamentos e aplicativos do Sistema Internacional O conversor, ou set top box, é im- estão sendo regulamentados pelo Inmetro. A decisão foi tomada portante para levar o sinal digital em reunião com os ministros Hélio Costa, Dilma Rousseff (Casa aos televisores analógicos. Civil), Paulo Bernardo (Planejamento), Miguel Jorge (Indústria Com ele, o usuário poderá ver e Comércio Exterior) e Sérgio Rezende (da Ciência e Tecno- imagens em qualidade parecida à logia). O Instituto vai avaliar se os equipamentos atendem às do DVD sem precisar comprar uma questões técnicas e de segurança. “As pessoas têm a garantia de televisão nova. “À medida que o si- adquirir um produto de qualidade e os fabricantes, que estiverem nal digital for avançando pelo Brasil de acordo com a norma técnica, não vão contar com uma con- afora, a demanda por esses equipa- corrência desleal promovida pela produção de equipamentos fora mentos vai aumentar, tornando os do padrão brasileiro”, explica o assessor da Diretoria de Metrolo- preços cada vez mais acessíveis ao Revista MINISTÉRIO DAS gia Científica e Industrial do Inmetro, Luiz da Silva Mello. consumidor”, prevê o presidente COMUNICAçõES 11
  10. 10. A interatividade será um instrumento importante na revolução do ensino A outros recursos audiovisuais com seus alunos”, diz o diretor da lunos de 2ª a 4ª série e TV Digital do CPqD, Juliano Castilho Dall’Antonia. professores da Escola Como esse, há uma série de outros programas, financiados Municipal Janilde Flores pelo governo em parceria com universidades, para transformar a Gaby do Vale, em Hortolândia, no TV, que faz parte do dia-a-dia da população, em uma parceira interior de São Paulo, estão partici- da educação. No momento, o CPqD e a Faculdade de Educação pando de uma proposta ambiciosa: da Universidade de Campinas desenvolvem tecnologia de inte- o projeto-piloto TV Digital Sap- ratividade para difundi-la no ensino, à medida que a TV Digital sa (Serviço de Apoio ao Professor for penetrando nas escolas brasileiras. Os conteúdos na forma de em Sala da Aula), financiado pelo vídeo, som, gráficos e texto poderão ser usados de uma maneira Ministério das Comunicações e muito mais flexível do que é possível hoje. De acordo com o desenvolvido pelo CPqD (Centro que o professor da Unicamp, Sérgio Amaral, e o engenheiro do de Pesquisa e Desenvolvimento em CPqD, Daniel Moutinho, publicaram no artigo A TV interati- Telecomunicações) com o Ministé- va no espaço educacional, “a TV pode ser um meio muito rico de rio da Educação. O Sapsa visa au- acesso à informação, propiciando uma inclusão digital para as xiliar o professor nas aulas, com o camadas mais carentes da nossa sociedade”. apoio de material multimídia, prin- cipalmente da televisão. Mercado de trabalho – Além de transformar a TV num Com a TV Digital, eles come- aparelho para facilitar o aprendizado, o outro desafio é formar çam a introduzir a interatividade, profissionais capacitados para operar e desenvolver a TV Di- navegando em conteúdos educacio- gital. Como a tecnologia é recente, faltam pessoas para traba- nais, envolvendo o aluno com o uso lhar, por exemplo, com transmissão digital, processamento de de uma linguagem muito parecida imagens, compressão de sinais, áudio, streaming, entre outros. com a da internet. Mas nesse caso No ano passado, o ministro Hélio Costa alertou para a falta os conteúdos são desenvolvidos de mão-obra especializada e pediu que as universidades criem por especialistas, armazenados em cursos voltados para a TV Digital. Elas estão fazendo isso. A servidores e encaminhados para as Universidade Federal do Rio de Janeiro abriu um curso de emissoras, que retransmitem pelo extensão em TV Digital, com o objetivo de “suprir a deman- da”. A PUC-RJ, que desenvolveu o Ginga, oferece um curso canal digital, a pedido do professor. sobre o software de interatividade. A Universidade Federal “O professor gerencia os conteúdos Fluminense tem um MBA em TV Digital, radiodifusão e no- a serem mostrados pela TV e tam- vas mídias de comunicação eletrônica. bém tem a possibilidade de criar Educação PEla TV Revista MINISTÉRIO DAS COMUNICAçõES 12
  11. 11. DigiTal 13
  12. 12. Projeto iNClUSÃO DigiTal CiDaDES DigiTaiS chega 160 municípios a Belo Horizonte é exemplo bem-sucedido do projeto, que leva internet para todos os cantos da cidade, conecta escolas, hospitais, órgãos públicos e favelas FOTOS: NÉlIO RODRIGUES N os últimos três anos, 20 cidades brasileiras passaram por uma experi- Conglomerado da serra, uma região com sete favelas, recebe ência que, de tão bem-sucedida, levou o Ministério das Comunicações sinal de internet via satélite, de a estudar sua expansão para outras regiões do país. O projeto Cidades alta velocidade e gratuita Digitais leva o acesso à internet banda larga sem fio a todos os cantos do muni- cípio, pequenas vilas, morros ou vales, onde as empresas não chegam porque os gastos não compensam. O mais importante é o impacto que o acesso à internet provoca na inclusão social e no desenvolvimento comercial da região. Foi assim em cidades como Tiradentes, Ouro Preto e Belo Horizonte, em Minas Gerais; Rio das Flores e Piraí, no Rio de Janeiro; Apare- cida, em São Paulo; e Santa Cecília do Pavão, no Paraná. Ouro Preto se tornou mais atrativa para o turismo, Piraí atraiu empresas e Santa Cecília do Pa- Revista REVISTA MINISTÉRIO MINISTÉRIO DAS DAS COMUNICAçõES COMUNICAçõES 14
  13. 13. Com a internet, Reginir poderá aumentar a renda da família e terminar a faculdade. Na Praça da liberdade, o acesso é público rido um curso de informática pelo vão conseguiu conectar todas as escolas. Por tudo isso, o Senac. O computador foi comprado MC decidiu levar o projeto para 160 municípios, onde em dez prestações de R$ 94. Com a internet em alta velocidade fará parte do dia-a-dia de a conexão pela internet, Reginir diz escolas, postos de saúde, hospitais, delegacias e outros ór- ter certeza de que vai ganhar mais. gãos públicos. Em locais públicos, como praças, o acesso Pelas expectativas dela, até arrumar será gratuito. Carlos Paiva, Coordenador-geral de pro- um emprego será mais fácil, porque jetos especiais do MC, lembra que em Parintins (AM) poderá se candidatar pela internet e a possibilidade de entrar em contato com o restante do ficar atenta aos concursos públicos. mundo pela internet evita que milhares de pessoas viajem “É mais barato do que a gente sair de barco durante dias para fazer uma consulta médica. de casa, pegar vários ônibus. Sem “A vida da população nas cidades que já implan- contar que também é mais rápido taram o projeto melhorou bastante com a utilização do e não se perde tempo”, conta ela, ensino à distância, acesso a pesquisas, cursos profissio- que chegou a comprar um mo- nalizantes virtuais, telemedicina e demais atividades”, dem, mas depois descobriu que avalia o ministro das Comunicações, Hélio Costa. Dá as operadoras de banda larga não para entender então porque Reginir de Cássia Guima- oferecem o serviço na favela. “Di- rães, 44 anos, está tão feliz. Sua comunidade faz par- zem que aqui não tem viabilidade te da fase experimental do Cidades Digitais, prevista econômica nem segurança”, recla- para chegar até os moradores no início de 2009. Re- ma. De fato, o local é considera- ginir mora no Conglomerado da Serra, região de Belo do um dos mais violentos de Belo Horizonte que abriga 34 mil pessoas em sete favelas. Horizonte, mas a falta de internet Batalhadora, ela complementa a renda do marido, que é prejudica milhares de famílias de zelador, cobrando por trabalhos escolares que ela faz no Revista MINISTÉRIO DAS trabalhadores que vivem no local. computador. Sem filhos, a dona de casa ganhou do ma- COMUNICAçõES 15
  14. 14. Com o Projeto Cidades Digitais, tiago não precisa mais atravessar trechos perigosos da favela em busca de uma lan house Não se sabe ao certo o número Thiago não vai precisar mais atravessar a favela inteira para de computadores no Conglomerado acessar à internet de uma lan house, como fez o ano inteiro. “Não da Serra, mas funcionários da pre- tínhamos outra alternativa”, desabafa a mãe. Como o Cidades feitura estimam que há pelo menos Digitais inicia conectando órgãos públicos, a internet banda lar- um por residência, isso porque nos ga já chegou nos postos de saúde do Conglomerado da Serra. últimos anos ficou muito mais fácil No posto São Miguel Arcanjo, por exemplo, os dentistas Rodri- comprar um aparelho eletrônico. Há go Santos e Décio Siano até já participam de teleconferências. programas como o Computador Po- “Isso enriquece demais o nosso trabalho”, disse Rodrigo. O que pular, que vendeu mais de um milhão mais facilitou no trabalho interno e na relação com a comuni- de máquinas no Brasil. Há lojas com dade, na opinião deles, foi a marcação de consultas e o sistema financiamentos longos e sempre exis- de distribuição de remédios. Segundo Décio, agora não há mais te a possibilidade de se fazer negócio confusão, a transparência é total e é difícil encontrar um usuário com um computador usado. Foi as- do posto de saúde reclamando porque não consegue agendar um sim que Leonice Moreira, 41 anos, horário com o médico ou conseguir remédios. conseguiu o seu. Cansada de cobrar a Em outra região de Belo Horizonte, no Bairro Jardim dívida de um cliente na lanchonete da Europa, região de Venda Nova, a Escola Municipal Dr. José família, ela aceitou a máquina como Xavier Nogueira é um dos modelos de sucesso do projeto. parte do pagamento. “Aqui, quem Como a educação é prioridade dentro do programa, o Mi- não comprou um a prestação acaba nistério das Comunicações é responsável por 81% dos custos, achando um usado por aí”, brinca ela. 19% é responsabilidade da prefeitura. Os resultados mostram Quem ficou feliz foi o filho dela, o es- que vale a pena o investimento. Todos os 600 alunos do ensi- tudante Thiago, 16 anos. Ele começou no fundamental de Dr. José Xavier Nogueira têm acesso aos a treinar digitação em casa e garante: computadores. A diretora, Noara Resende, é uma entusiasta “Agora a minha chance de arrumar do aprendizado por meio da internet. Pós-graduada em Ges- Revista MINISTÉRIO DAS um emprego é muito maior”. tão da Educação em Novas Tecnologias, ela defende que a COMUNICAçõES 16
  15. 15. todos os alunos têm aula de informática e aprendem a usar a internet desde cedo na escola municipal Dr. José Xavier Nogueira das atividades. Aquele que não tem, logo ganha um rótulo: analfabeto digital. A aluna Zeninha da Silva, 7 anos, confirma a tese da diretora. Ela diz que fica “muito feliz” quan- do tem aula de informática. Com os pequenos olhos cas- tanhos grudados na tela, Zeninha mal olha para o lado. Conversar du- rante a aula, então, é praticamente impossível. O mesmo ocorre com o descontraído Ícaro Marques, tam- o local público aonde mais se acessa a bém de 7 anos. Hipnotizado pelo internet é no terminal rodoviário da capital aprendizado, ele não “apronta” e se empenha mais do que em qualquer escola deve acompanhar a evolução da sociedade. “O nosso outra aula. “Tem muita coisa para desafio é preparar a criança para o mundo e, por isso, temos fazer”, justifica o menino. Todos os que usar todas as ferramentas disponíveis para despertar a programas da rede municipal, assim motivação para o aprendizado. Se eles não têm estímulo em como os que serão disponibilizados casa, temos de fazer isso na sala de aula. E ter uma sala com para a comunidade, utilizam o sis- computadores conectados à internet faz muita diferença para tema de software livre. “O futuro atingirmos este objetivo”, afirma a diretora. é sem fio”, prevê Hélio Costa. “A Nora conta que o aluno que tem acesso ao computador não banda larga nas escolas é a resposta se sente excluído da sociedade. O que parece simplório, num pri- para o avanço na educação e na co- meiro momento, se torna grandioso na sala de aula. Quem tem Revista MINISTÉRIO DAS acesso à internet se sente mais estimulado a pesquisar e participar municação”. (ver páginas 34 e 35) COMUNICAçõES 17
  16. 16. iNClUSÃO DigiTal Saiba como a internet está mudando a vida das pessoas em todo o país BRaSil conectado S em a conexão à internet e a instalação de pontos de presença no meio da selva amazônica, seria impossível praticar atualmente de forma completa o exercício da cidadania. É o que re- lata Ivani Valentim da Silva, da Es- cola Estadual Amazonino Mendes, que escreveu sobre a importância do Programa de Inclusão Digital do Ministério das Comunicações no município de Apuí (AM). A histó- ria de Ivani está entre as 20 selecio- nadas no concurso cultural promo- vido pelo MC, que mostram como a inclusão digital está modificando “Pudemos enfim nos comunicar do Cipó para o mundo. E o dia-a-dia dos brasileiros. Os pon- o mundo nos ouve. Sem barreiras e sem interferências e tos de presença das diversas regiões o que é melhor: de graça. Crianças que só brincavam de do país participaram do concurso bolinhas de gude, a famosa “bila”, hoje tem e-mails, Orkut, respondendo à pergunta: Por que MSN e fazem até curso de inglês graças a esse programa o Gesac é importante para a minha maravilhoso que é o Gesac.” comunidade? Conheça trechos de Revista aRNEiDE aNDRaDE avENDaNo MINISTÉRIO DAS Instituto Coração de Estudante – Pentecoste (CE) algumas dessas histórias... COMUNICAçõES 18
  17. 17. “O acesso ao nosso município só é possível por via aérea “Permitir o acesso à internet, e fluvial, dificultando o contato com os maiores centros do com as infinitas possibilidades nosso estado. O ponto de presença do Gesac diminuiu a que ela nos dá, é permitir a distância com o resto do globo, não só para nosso alunado, minha comunidade enxergar o mas também para toda a comunidade, encantando pessoas de mundo sob um novo olhar: um todas as idades. O conhecimento está ao alcance de pessoas olhar antenado nas questões simples através de um pequeno click.” ambientais, vigilância sanitária, história e importância do PoNto DE PREsENça ElviRa FERREiRa GoMEs Marechal Thaumaturgo (AC) movimento negro. Para os idosos de nossa comunidade, a terceira idade é a fase de novas “O Gesac nos presenteou com uma internet de alta velocidade descobertas, pois a cada click é que, por sinal, é a mais rápida do estado do Amapá e o acesso um novo mundo que se abre. “ é gratuito. A comunidade pode fazer pesquisas escolares, enviar e-mails, fazer cursos on-line, inscrever-se em concursos, RailDo souZa Da aNuNCiação Conselho de Moradores do Bairro da Paz comunicar-se com amigos e parentes distantes, divertir-se e Salvador (BA) utilizar todos os benefícios da internet.” aNNE KaRoliNE “E o telecentro virou ponto Estação Digital Cyberela.com – Macapá (AP) de consulta sobre seguro desemprego do pescador, “Através do acesso rápido à informação na comunidade, inscrições para concursos, ocorre a participação do indivíduo na tomada de decisões vestibulares, previsão do relacionadas à administração local, escolhas políticas através do tempo, muito importante para os contato direto com os seus representantes, sendo despertada pescadores. O Orkut e o MSN a articulação comunitária, a produção de conteúdos e o viraram o maior passatempo da reconhecimento do seu papel de cidadão ativo na sociedade.” juventude. O Gesac aproximou o tEREZiNHa aPaRECiDa RoDRiGuEs saNtos futuro desta pacata comunidade Ponto de Presença Mitra-Diocesana Paróquia São José Carpinteiro e Maria de pesqueira. A nova moda agora é Nazaré – Montes Claros (MG) curtir o telecentro, para saber das novidades que a internet traz para “Os empresários podem fazer as suas compras e vendas, todos.” através da internet que o Gesac nos proporciona e temos altaiR MaRquEs Da Costa acesso aos cursos acadêmicos e profissionalizantes à Irmandade de Nossa Senhora da Boa distância. Hoje nossos estudantes não precisam sair do Viagem – São José do Norte (RS) município para fazerem seus cursos.” DEusEliNa tElEs MaCHaDo Da silva “Aqui é o único lugar com acesso Estação Digital Águia Dourada – Cocalzinho de Goiás (GO) à internet e totalmente gratuito para a população urbana, rural “Por meio do Gesac, a rádio comunitária Campestre FM fez e ribeirinha do nosso município. intercâmbio com a Radiobrás, agências Senado, Câmara, Criar A população usa a internet Brasil, Oboré, Escola Brasil, Pastoral da Criança, Sesc/Senac para entretenimento, digitação e Rede Viva Favela (Viva Rio). A Ong Cemina desenvolveu a de trabalhos e documentos, implantação da rádio telecentro; unindo o rádio à inclusão digital.” inscrição em concurso público, aNtoNio BuaRquE DE liMa JúNioR vestibular, ENEM, PROUNI, Ponto de Cultura Associação Rádio Comunitária Campestre FM – Campestre (Al) marcação de consultas e perícia médica na Previdência Social, “Nossa comunidade não tinha idéia de como seria usar a solicitação de auxílio-doença, internet. Com o Gesac, muita coisa mudou: ver o povo não consulta à situação cadastral de pegar mais filas grandes no INSS para marcar uma perícia CPF, seguro desemprego, saldo médica e economizar com os serviços prestados pelo do FGTS...” telecentro através das ferramentas da comunicação virtual.” FRaNCisCo viEiRa PoRtEla Revista Telecentro Rede Floresta de Inclusão Digital MaRia aPaRECiDa Dos saNtos MINISTÉRIO DAS Casa Familiar do Mar – laguna (SC) – Vitória do Xingu (PA) COMUNICAçõES 19
  18. 18. 100% dos iNClUSÃO DigiTal kiT municípios receberam o TElECENTRO O Ministério das Comuni- telecentros são conectados à internet de alta velocidade e contam cações investiu R$ 134 com os serviços de telefonia, via VoIP e IPTV, que permitem a milhões num dos maiores veiculação de programas como a TV Escola, por exemplo. e mais ambiciosos projetos de in- Cidades que viviam isoladas do mundo digital agora estão clusão digital do mundo. Dos 5.565 conhecendo as maravilhas da conexão à internet, que tem ajuda- municípios, 5.354 já receberam pelo do muito na educação, no fortalecimento da economia local, na menos um kit telecentro. Esses kits preservação e divulgação de culturas, no apoio às ações de saúde, permitem à prefeitura montar uma dentre outros. Por isso, o MC resolveu conversar com todos os verdadeira lan house. Eles contêm prefeitos das 211 cidades que ainda não se cadastraram, porque um servidor de informática, 10 a meta é que nenhuma cidade fique sem receber o telecentro co- computadores, 01 central de mo- munitário. No telecentro, a comunidade local pode usar gratuita- nitoramento com uma câmera de mente os equipamentos; acessar à internet; realizar cursos de in- vídeo de segurança, um roteador formática básica e de navegação na internet; promover atividades wireless, 11 estabilizadores, uma socioculturais para mobilização social; divulgar o conhecimento; impressora a laser, um projetor participar de oficinas de alfabetização digital, entre outros. multimídia (datashow), 21 cadeiras, Para facilitar a instalação e a utilização adequada dos tele- uma mesa do professor, 11 mesas centros, o MC disponibiliza em sua página na internet manuais para computador, uma mesa para e outras informações sobre o programa, bem como um vídeo ex- Revista MINISTÉRIO DAS impressora e um armário baixo. Os plicativo sobre o funcionamento de um telecentro comunitário. COMUNICAçõES 20
  19. 19. PROFESSORES de escolas técnicas participam de capacitação em software livre M ais um curso de capa- “Investir na educação é prioridade do Ministério citação para professo- das Comunicações. Estamos montando uma rede na- res das escolas técnicas cional de desenvolvimento e apoio ao software livre”, federais foi realizado pelo Ministé- destaca o ministro das Comunicações, Hélio Costa. rio das Comunicações, no final de Além das 5.565 prefeituras, todos os CEFETs também setembro em Brasília. A iniciativa vão receber telecentros comunitários do MC. Nas esco- visa formar multiplicadores para las públicas e nos telecentros montados pelo ministério treinar monitores nos milhares de nos municípios são realizados cursos gratuitos para a telecentros espalhados pelo país. população a fim de democratizar os conhecimentos em Sessenta professores de 30 informática e ampliar o uso do software livre, que é uma Centros Federais de Educação Tec- política do governo federal. nológica (CEFET) aprenderam a Com acesso à internet em banda larga, o tele- trabalhar com o Sistema Opera- centro possibilita a recepção de programas de TV cional da Metasys, instalados nos educacionais e de telemedicina, realização de cursos equipamentos dos kits telecentros. profissionalizantes e treinamento de professores, entre Eles vão repassar, ainda neste ano, outros. O ponto conta também com um monitor, no o conhecimento adquirido a outros mínimo, para ajudar as pesquisas dos alunos e orientar 340 professores que integram as idosos, trabalhadores e portadores de necessidades es- Revista MINISTÉRIO DAS 207 escolas técnicas do país. peciais no manuseio dos computadores. COMUNICAçõES 21
  20. 20. Ministério aumenta de 3,5 iNClUSÃO DigiTal mil antenas para 12 mil pontos de conexão à internet em todo o Brasil QUilOmBOS urbanos são CONECTaDOS em Pernambuco Revista MINISTÉRIO DAS COMUNICAçõES 22
  21. 21. o músico Guitinho da Xambá utiliza a conexão Gesac para agendar shows e também para digitalizar o acervo de imagens da comunidade O Casa de Cultura Tainã, sediada em Campinas. A Rede é par- Programa de Inclusão ceira do ministério na inclusão digital de comunidades rema- Digital do Ministério das nescentes de quilombos, sejam elas mais isoladas ou urbanas, Comunicações tem sido como no caso dos pontos de Olinda. uma importante ferramenta para Conectados pela identidade negra e pela música – todos as comunidades quilombolas. Em trabalham com ritmos tipicamente afro-brasileiros, como o coco Olinda, Pernambuco, quatro pontos e o maracatu -, os pontos vêm utilizando a internet para poten- de presença ligados à cultura afro- cializar os vínculos já existentes. É pela rede, principalmente, que brasileira encontram no Gesac um eles negociam a participação em festivais culturais e discutem canal para aliar passado e moder- políticas públicas para o setor. nidade: Maracatu Leão Coroado, Além de ser importante para a articulação dos pontos, a Centro Cultural Coco de Umbiga- conexão fornecida pelo Gesac também vem beneficiando quem da, Nação Xambá e Afoxé Alafin mora perto dos pontos de presença. Todos eles estão localiza- Oyó. Por meio da internet, as comu- dos na periferia de Olinda, em bairros onde a internet gratuita nidades podem contar sua história e representa um importante acesso à cidadania. divulgar ao mundo tanto as tradições “A antena do Gesac chegou numa quarta-feira de cinzas. religiosas quanto culturais. Foi uma festa danada. A internet mudou o paradigma da nossa Todos os pontos fazem par- Revista MINISTÉRIO DAS comunidade”, afirma Beth de Oxum, coordenadora do Centro te da Rede Mocambos, projeto da COMUNICAçõES 23
  22. 22. Zeus steffano (de azul) realiza um sonho no telecentro do Maracatu leão Coroado. aos 12 anos, ele tem sua primeira aula de informática Cultural Coco de Umbigada. Beth como Portão do Gelo, no bairro de São Benedito. O Banco do mostrou para a equipe da Revista do Brasil doou dez computadores, que vão passar por um processo Ministério a casa em reformas onde de metareciclagem. A reforma das máquinas é feita pelos imple- funcionará o Núcleo de Tecnologia mentadores sociais do Gesac em parceria com os membros dos do Terreiro da Umbigada, vizinha à pontos, que se tornam multiplicadores de conhecimento. sede atual. O novo espaço é maior e “A internet é importante para preservar nossa memória, por- vai começar com dez computadores que permite digitalizar todo o acervo da Xambá. Além disso, po- disponíveis para a comunidade. demos dar acesso à comunidade de uma forma legal, aproveitando Atualmente, o ponto fun- a ferramenta não só para jogos e Orkut”, diz o músico Cleyton ciona com duas máquinas, devido José da Silva, mais conhecido como Guitinho da Xambá. ao pequeno espaço. “Recebemos o Em outro canto da cidade, em Varadouro, o presidente do jovem para ele acessar a internet ponto Afoxé Alafin Oyó espera a definição da sede definitiva do de forma inteligente, como instru- grupo para poder instalar os 10 computadores doados pelo TRE. mento de informação e comunica- Segundo Fabiano Santos da Silva, o ponto está em negociação ção. Isso é muito importante para o com a Prefeitura de Olinda. Por enquanto, funciona na Fábrica jovem da periferia”, diz. do Carnaval, um galpão da própria prefeitura. Quem também se prepara Para não deixar o telecentro parado enquanto a instalação para ampliar seu telecentro é a So- dos computadores não é autorizada, Fabiano realiza as oficinas ciedade Religiosa Africana Santa de informática usando seu notebook pessoal. Todo fim de sema- Bárbara Nação Xambá, criada em na, a comunidade de bairros próximos marca presença, inclusive 1928. O ponto tem sede no subúr- jovens das favelas V8 e V9. Também são realizadas oficinas gra- Revista MINISTÉRIO DAS bio de Olinda, num local conhecido tuitas de percussão, história e dança. COMUNICAçõES 24
  23. 23. Beth de oxum, com membros do Centro Cultural Coco de umbigada, em frente à nova sede do ponto: “quando a antena chegou foi uma festa danada” Oportunidades na periferia – No bairro de Águas Com- seguir emprego, além de melhorar o pridas, em meio a casas simples, o telecentro do Maracatu Leão desempenho das crianças na escola. Coroado atrai todos os dias pessoas interessadas em aprender É o caso de Zeus Steffano, informática. De crianças a idosos, todos querem ter acesso ao de 12 anos. Aluno da 5ª série, Zeus mundo de oportunidades aberto pela rede. nunca havia acessado a internet an- O local onde funciona o telecentro, à primeira vista, parece tes de começar as aulas no telecentro. apenas mais uma casa típica do bairro. Mas uma pequena placa “Era o meu sonho. Sempre gostei de na fachada desperta o interesse dos moradores: “internet comu- informática, mas nunca tinha ido a nitária – inclusão digital”. uma lan house”, conta o menino, en- O telecentro funciona desde 2007, quando a antena do quanto mostra o que já aprendeu na Gesac foi instalada. Atualmente, conta com 12 computadores, primeira semana de curso. sendo um deles utilizado para gravações musicais com o kit mul- Gilberto Menezes, também timídia doado pelo Ministério da Cultura. de 12 anos, já é um veterano. Ele O coordenador do telecentro, Lúcio Monteiro, conta que cer- foi aluno da primeira turma de ca de 70 pessoas já foram formadas nas diversas oficinas ministradas informática básica e já fez o curso no ponto. É o próprio Lúcio quem dá as aulas de informática básica, de construção de sites. O próximo três vezes por semana, das 8h às 22h. São seis turmas, sendo que a passo será um curso de digitação. noturna é exclusiva para quem trabalha durante o dia. Em uma página de buscas, Gilber- “A internet agiliza muito as ações de divulgação do Mara- to procurava informações sobre os catu Leão Coroado, inclusive a participação em festivais. Isso sem orixás, uma prova de como a inter- falar no trabalho com a comunidade”, diz Lúcio. Ele conta, orgu- net pode contribuir para fortalecer a Revista MINISTÉRIO DAS lhoso, que as aulas de informática têm ajudado muita gente a con- identidade dos povos quilombolas. COMUNICAçõES 25
  24. 24. TElEmE iNClUSÃO DigiTal no coração da amazôNia Conexão à internet facilita atendimento médico e especialistas realizam diagnósticos de pacientes no meio da selva sem precisar sair da capital dade só possui um hospital, que não tem nem pediatra nem ortopedista. A procura por esses serviços é mui- to grande e os médicos residentes enviados pelo Exército Brasileiro geralmente sem especialização se viram do jeito que podem. Quando Felipe Velasques, de 19 anos, morador de São Gabriel da Cachoeira, deslocou o quadril em um acidente de moto, ele foi obri- gado a esperar quase uma semana pelo atendimento médico. O que na cidade seria resolvido com um pro- cedimento simples de recolocação Felipe velasques, com quadril deslocado, espera do osso no lugar se tornou em ago- transporte de são Gabriel da Cachoeira para Manaus nia no meio do mato. No momento da queda, logo foi descartado levá-lo A conexão à internet no interior do Amazonas não é luxo; de barco, por que viagem seria muito é serviço de primeira necessidade. A grande extensão longa, ou fretar um avião, que não sai da selva amazônica e a dificuldade de transporte na re- por menos de R$ 60 mil. Por isso, ele gião obrigam as comunidades indígenas e os militares, responsá- precisou passar por um procedimen- veis pela defesa das fronteiras brasileiras, a viver numa situação to cirúrgico. Casos como o de Felipe de total isolamento. São Gabriel da Cachoeira, município a 860 estão com os dias contados. quilômetros de Manaus, não é diferente. Considerado uma espé- Em parceria com as universi- cie de centro urbano na região da Cabeça do Cachorro – extremo dades Federal e Estadual do Amazo- Revista MINISTÉRIO DAS noroeste do Brasil, fronteira com Colômbia e Venezuela – a ci- nas, o Ministério das Comunicações COMUNICAçõES 26
  25. 25. DiCiNa Consulta dermatológica é realizada por videoconferência a 1,4 mil km da capital; fotos e imagens on line subsidiam o diagnóstico Em Yauaretê, distrito de São instalou um ponto de conexão à internet via satélite no Hospital de Gabriel da Cachoeira na fronteira Guarnição de São Gabriel da Cachoeira. Desta forma, é possível com a Venezuela, a dificuldade de agendar e realizar consultas, em videoconferência, com especialis- deslocamento é ainda maior. Além tas nas áreas de ortopedia, otorrino, dermatologia e odontologia, de estar cerca de 1,4 mil quilôme- que estejam em Manaus ou em qualquer outra parte do mundo, tros da capital, Manaus, os poucos sem precisar deslocar o paciente. Por meio de uma videoconferên- aviões que pousam por lá são, na sua cia, os médicos em São Gabriel da Cachoeira poderão executar os maioria, da Força Aérea Brasileira. A procedimentos guiados pelos especialistas do Pólo de Telemedici- Revista MINISTÉRIO DAS viagem de barco também é bem com- na da Amazônia, no Hospital Francisca Mendes, em Manaus. COMUNICAçõES 27
  26. 26. Médicos residentes dos hospitais universitários Francisca Mendes e Getúlio vargas participam de capacitação no pólo de telemedicina R$ de um avião para ir de São Gabriel da Cachoeira a Manaus 60 mil é o frete plicada, pois inclui um trajeto em que ao pelotão e vai instalar, até o final do ano, um ponto no posto de a voadeira – barco de pequeno porte saúde. “Utilizando os recursos da telemedicina, o atendimento típico da região – precisa ser trans- básico à saúde indígena será bem melhor”, diz o general Ivan portada a pé, o que torna inviável o Rosas, comandante da 2ª Brigada de Infantaria da Selva. transporte de pacientes em estados Numa experiência com uma antena portátil, o sargento graves. A população, em sua maior Francisco, 21 anos, finalmente foi consultado por um especia- parte indígena, e cerca de 60 militares lista sem precisar sair do distrito. Destacado pelo Exército para do Pelotão Especial de Fronteira, só defender a selva amazônica na região de Yauaretê, o militar contam com um posto de saúde, cujos começou a apresentar irritações na pele. No início, a doença médicos são recrutados do Exército. foi tratada como micose na região da barba, mas as lesões se O programa de inclusão digi- espalharam por todo o corpo e o couro cabeludo. O médico tal do Ministério das Comunicações disponível, um clínico geral, conectado pela internet com os Revista MINISTÉRIO DAS já entregou um ponto de presença melhores dermatologistas do Pólo de Telemedicina de Manaus, COMUNICAçõES 28
  27. 27. aNTENa poRTáTil aCEssa à iNTERNET No MEio Da sElva Pensando em facilitar o atendimento à saúde indígena nas localidades de difícil acesso, por meio da Telemedicina, uma equipe do VII COMAR (Sétimo Comando Aéreo Regional), em Manaus, adaptou uma antena do Gesac para ser usada em missões militares na selva. Totalmente desmontável, usando estruturas de alumínio, os técnicos da aeronáutica conseguiram reduzir de 100 para 30 kg o peso total do equipamento, que inclui: uma mesa com pé regulável, para adaptação a qualquer tipo de terreno; um suporte regulável com parafusos que não precisam de chaves para ser montados; um modem; 20 ou 40 metros de cabeamento; um telefone VoIP; uma cadeira de alumínio dobrável; um lap top equipado com IPTV; e um pequeno gerador movido à gasolina. Tudo isso vai numa maleta ao lado da antena, que com a ajuda de uma câmera digital, possui uma circunferência mínima de 1,2 m, exigência da pôde dar ao colega de trabalho um captação do sinal na Região Amazônica. primeiro diagnóstico do problema. O protótipo foi testado em Yauaretê com sucesso de conexão Observando fotos e as imagens on à internet em banda larga, permitindo a realização de line, os especialistas suspeitam de consulta em videoconferência. Pelo tamanho, o kit ocupa leishmaniose. Seguindo a orienta- pouco espaço nas aeronaves de pequeno porte. Além disso, ção dos especialistas, o médico que não precisa de rede elétrica para funcionar. Com apenas dois litros de gasolina, o gerador produz o equivalente a 10 acompanha o paciente há cinco horas ininterruptas de energia. A idéia foi apresentada aos meses medicou o militar para ame- técnicos do Ministério das Comunicações em visita a Yauaretê, nizar o desconforto, fez a biópsia, no mês de outubro. A solicitação do VII COMAR é que o e encaminhou a amostra para a ministério entregue sete desses kits, que seriam divididos Manaus. Se confirmada a suspei- entre a Aeronáutica (3 em Manaus, 1 em Boa Vista e 1 em ta, o sargento deverá ser levado à Porto Velho), Marinha e Exército. Além da conexão para o capital para o tratamento, mas se atendimento à saúde das populações que vivem isoladas, o kit for uma espécie mais grave de mi- também será muito útil para a comunicação dos militares em cose, os medicamentos irão até ele operações estratégicas. Em qualquer lugar que eles estiverem, em Yauaretê, sem a necessidade da poderão se conectar com suas bases, passando e recebendo Revista MINISTÉRIO DAS informações essenciais para a defesa e a segurança do Brasil. locomoção, tão difícil na região. COMUNICAçõES 29
  28. 28. EDUCaÇÃO a internet contribuiu para a melhora do desempenho dos alunos do Centro Educacional 01, no Riacho Fundo, periferia do Distrito Federal BaNDa é o trunfo das escolas laRga públicas Desempenho dos alunos cresce com o cação, que inclui um laboratório com 20 computadores onde antes havia uso da nova tecnologia em sala de aula apenas um videocassete e uma TV. “O computador foi funda- O mental para despertar o interesse Programa Banda Larga nas Escolas está mudando a roti- dos alunos e dos professores que na de alunos e professores das escolas públicas brasileiras. estavam desmotivados. Agora eles Lançado em abril deste ano, o projeto levará internet de podem acessar todas as áreas de alta velocidade a 56.685 mil escolas em todo o Brasil até 2010. Isso conhecimento em tempo real, além significa que cerca de 37 milhões de estudantes serão beneficiados, de interagir com diversos padrões o que representa 84% dos estudantes do ensino básico. A meta para culturais, porque possuem uma lin- os próximos dez anos é levar a banda larga a 142 mil escolas. guagem tecnológica atual, do nosso Escolas de todas as regiões do país já começaram a ser bene- século”, diz a diretora. ficiadas pelo programa. O impacto positivo da tecnologia na edu- No Distrito Federal, a em- cação pode ser sentido, por exemplo, em Tiradentes, cidade de 15 polgação dos alunos com a internet mil habitantes no interior de Minas Gerais. A diretora da Escola banda larga é a mesma. No Centro Municipal Marília de Dirceu, Hérice Glayse Conceição, assegura Revista MINISTÉRIO DAS Educacional 01 do Riacho Fundo, que os professores estão mais animados com o atual sistema de edu- COMUNICAçõES 30
  29. 29. cidade-satélite a aproximadamente 20 minutos de Brasília, estudantes do Ensino Médio passaram a usar a rede em todas as pesquisas escolares. Eles garantem que o desempe- nho melhorou. “A internet é ótima para ajudar nas pesquisas da escola. Às vezes os livros não são suficien- tes, aí tem a internet para refor- çar. O meu rendimento aumentou muito”, conta Renan Rodrigues de Aquino,16 anos, aluno no 1º ano. A escola de Renan tem internet banda larga desde junho deste ano. O laboratório possui dez computadores, todos doados pelo ProInfo (Progra- ma Nacional em Tecnologia Educa- cional), do Ministério da Educação. Dois monitores selecionados pelo Governo do Distrito Federal auxi- a obrigação de instalar os chamados PSTs (Postos de liam alunos nas pesquisas. Serviços de Telecomunicações), considerados obsoletos, Diego Tenório Gomes é um para levar a infra-estrutura de conexão em banda larga a deles. O estudante de Ciência da todos os municípios. As concessionárias do serviço tele- Computação recebe uma bolsa de fônico fixo deverão, até dezembro de 2010, levar a rede 100% do GDF para atender os alu- de banda larga à sede de todos os municípios brasileiros nos da rede pública. A idéia é mul- em cerca de três mil localidades. tiplicar conhecimentos. “As turmas As empresas devem desembolsar cerca de R$ 1 ficam bem entretidas durante toda a bilhão, o que inclui a conexão gratuita por 18 anos e o aula. Eles costumam pedir ajuda nos primeiro modem de cada escola. Esses dois últimos itens trabalhos e conseguem aliar diversão constam dos aditivos ao contrato de Serviço de Comuni- à pesquisa”, conta o monitor, que fica cação Multimídia, assinado com a Anatel. O Programa na escola todas as tardes. Banda Larga nas Escolas tem duração até 2025 e, a cada Segundo a diretora Ilma Fi- ano, a missão das empresas será aumentar a velocidade de lizola Salmito, a internet tem sido conexão. “Vamos levar a internet banda larga às 142 mil enriquecedora em todos os senti- escolas públicas do país e ainda a postos de saúde, hos- dos. Ela conta que a procura pelo pitais, delegacias de polícia e associações comunitárias, laboratório de informática aumen- entre outros”, diz o ministro Hélio Costa. “Não podemos tou muito com a instalação da rede. ignorar que estamos na era da informação e que a inter- “Além do interesse pelas pesquisas net é uma ferramenta muito valiosa para promover não só ter aumentado, os alunos têm aces- a inclusão digital, mas também a social”. so a muitos serviços importantes, como as inscrições online para o Conexão de escolas rurais – O MC quer que as vestibular”, diz Ilma. operadoras de telefonia móvel possam participar do Pro- O projeto tornou-se possível grama Banda Larga nas Escolas levando a internet para graças a um acordo feito pelo gover- as áreas rurais, com tecnologia de terceira geração (3G), no com as operadoras de telefonia. sem necessidade de cabos. A iniciativa estende o projeto Com a alteração do PGMU (Pla- para 90 mil escolas rurais. O Ministério da Educação já no Geral de Metas para a Univer- Revista MINISTÉRIO DAS está qualificando os professores de escolas rurais. salização), as operadoras trocaram COMUNICAçõES 31
  30. 30. aVaNÇam Em CiDaDaNia Rádios comunitárias TODO O PaíS A s rádios comunitárias estão em todo o país. Das gran- des capitais às pequenas cidades de interior, lá estão O MC já elas, levando informações e serviços importantes para publicou sete os moradores. Dicas de saúde, ofertas de emprego, notícias do avisos de dia. Tudo isso em meio a uma programação musical que mistura habilitação, grandes sucessos e artistas locais. inclusive Consciente do importante papel social desempenhado para aldeias pelas rádios comunitárias, o Ministério das Comunicações indígenas, tem trabalhado para levar o serviço a todos os municípios bra- quilombos, sileiros. Já foram abertas inscrições em 99,86% deles. Só estão assentamentos de fora, ainda, os municípios recém-criados e algumas cidades rurais e com problemas de espectro. Atualmente, 3.290 entidades es- comunidades tão habilitadas a montar uma rádio comunitária – 2.426 delas isoladas com a licença definitiva. Desde que o ministro Hélio Costa assumiu a pasta, sete avisos de habilitação já foram publicados: dois em 2006, quatro em 2007 e um este ano. O aviso de habilitação é o caminho utilizado pelo ministério para convocar as associações comunitárias interessadas em conseguir a autorização para operar uma rádio. Mas elas não podem ter fins lucrativos nem vínculos religiosos ou políticos. Sua função é funcionar como porta-voz da comunidade, promovendo a integração e a melhoria na qualidade de vida da população. Mesmo com o esforço do Ministério das Comunicações em levar o serviço a todo o Brasil, muitas das rádios que se dizem comunitárias funcionam de maneira ilegal, sem autorização do ministério. Além de ilegais, as chamadas rádios piratas repre- sentam um sério risco, já que chegam inclusive a interferir na Revista MINISTÉRIO DAS comunicação entre pilotos e controladores de vôo. COMUNICAçõES 32

×