LEAN UX - Campus Party 2014

6,922 views

Published on

Apresentação utilizada na Campus Party no dia 29 de janeiro de 2014.

Published in: Design
5 Comments
29 Likes
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total views
6,922
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2,981
Actions
Shares
0
Downloads
125
Comments
5
Likes
29
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

LEAN UX - Campus Party 2014

  1. 1. ! ! ! ! ! ! ! ! ! ! ! ! ! ! ! ! LEAN UX Horácio Soares Janeiro 2014
  2. 2. Horácio Pastor Soares
 
 Fundador da mestr.es, consultor da Acesso Digital e Soyuz. Especialista em acessibilidade, Design, experiência do usuário e usabilidade. Palestrante, professor e editor de artigos. horacio.soares@gmail.com facebook.com/horacio.soares @horaciosoares
 21 99925-5404
  3. 3. ! UX LEAN
  4. 4. LEAN
 UX
 Como acertar o tiro certo no alvo certo?
  5. 5. O que nossos 
 clientes esperam?
  6. 6. felicidade
  7. 7. felicidade X
  8. 8. felicidade
  9. 9. felicidade X
  10. 10. felicidade
  11. 11. experiência perfeita
  12. 12. E o que vocês esperam?
  13. 13. o melhor osso…
  14. 14. Como, na maioria das
 vezes, os projetos Web são desenvolvidos?
  15. 15. 
 Atendimento 
 Cliente
  16. 16. 
 Atendimento 
 Cliente ?? ? ? ??
  17. 17. para onde vamos? http://voluntariadomococa.files.wordpress.com/2009/09/tarifas-taxi.jpg
  18. 18. v 
 Atendimento 
 Cliente ? ? 
 ?? Designer/Arquiteto
  19. 19. Causo 1 ! Precisamos Construir uma mesa. Li O Tiro e o A
  20. 20. CAUSO 1 
 
 - A propósito, que mesa? Livro: O Tiro e o Alvo
  21. 21. De sinuca?
  22. 22. Ping-pong?
  23. 23. Futebol de botão?
  24. 24. Carteado?
  25. 25. Ou seria uma mesa para computador?
  26. 26. Reunião?
  27. 27. Escritório?
  28. 28. Mesa de centro?
  29. 29. Jantar?
  30. 30. Ou seria uma mesa de cirurgia?
  31. 31. De autópsia?
  32. 32. CAUSO 1 (continuação) ! 
 - Isso não interessa, meu filho. Depois a gente vê. Vamos começar logo o trabalho. O prazo é curto, então, mãos à obra! Livro: O Tiro e o Alvo Livro: rework
 37 Signals
  33. 33. v 
 Atendimento 
 Cliente 
 Designer/Arquiteto
  34. 34. v 
 ?? ? 
 Cliente Atendimento 
 Designer/Arquiteto
  35. 35. v 
 Atendimento 
 Cliente OK 
 OK Designer/Arquiteto
  36. 36. v 
 Atendimento 
 Designer/Arquiteto 
 Cliente 
 #%$&*@#$%$# ? ? ? Designer gráfico
  37. 37. v 
 ?? ? Atendimento 
 Designer/Arquiteto 
 Cliente 
 Designer gráfico
  38. 38. v 
 ?? ? Atendimento 
 Designer/Arquiteto 
 Cliente 
 Designer gráfico
  39. 39. v ? ?? 
 Atendimento 
 Designer/Arquiteto 
 Cliente 
 Designer gráfico
  40. 40. v ? ?? 
 Atendimento 
 Designer/Arquiteto 
 Cliente 
 Designer gráfico
  41. 41. v 
 OK 
 Atendimento Designer/Arquiteto 
 Cliente OK 
 Designer gráfico
  42. 42. v 
 
 Atendimento Designer/Arquiteto 
 Cliente 
 Backend ?? ? 
 
 Designer gráfico Front End
  43. 43. v 
 
 Atendimento Designer/Arquiteto 
 #%$&*@#$%$# Cliente 
 Backend ? ?? 
 
 Designer gráfico Front End
  44. 44. v 
 
 Atendimento Designer/Arquiteto 
 Cliente 
 ? ? Backend 
 
 <html> <style> <script> Designer gráfico Front End
  45. 45. v 
 
 Atendimento Designer/Arquiteto 
 #%$&*@#$%$# Cliente 
 
 ?? ? 
 Designer gráfico Backend <% - - %> Front End
  46. 46. v 
 
 Atendimento Designer/Arquiteto 
 Cliente 
 <html> <style> <script> 
 
 <% - - %> Backend Designer gráfico Front End
  47. 47. v <html> <style> 
 
 <script> <% - - %> Atendimento ?? ? #%$&*@#$%$# Designer/Arquiteto 
 Cliente 
 Backend 
 
 Designer gráfico Front End
  48. 48. Conclusão? ! Longo tempo de desenvolvimento, retrabalho, desgaste com o cliente e diminuição do lucro.
  49. 49. Como são nossas experiências?
  50. 50. Realidade
  51. 51. 50% É a média do tempo gasto em refação nos projetos de TI. 
 Fonte: http://spectrum.ieee.org/computing/software/why-software-fails/0 
 
 Via Curso AI Faber Ludens:
 http://www.slideshare.net/faberludens/curso-ai-i-masters-jan-2013
  52. 52. 100x Mais caro fazer alterações em um projeto finalizado. 
 
 Fonte: http://spectrum.ieee.org/computing/software/why-software-fails/0 
 
 Via Curso AI Faber Ludens:
 http://www.slideshare.net/faberludens/curso-ai-i-masters-jan-2013
  53. 53. 15% Dos projetos são abandonados depois de uma primeira entrega inadequada. 
 
 Fonte: http://spectrum.ieee.org/computing/software/why-software-fails/0 
 Via Curso AI Faber Ludens:
 http://www.slideshare.net/faberludens/curso-ai-i-masters-jan-2013
  54. 54. 83% É a média da melhoria dos KPI’s em projetos com 10% do orçamento gasto em pesquisa de usabilidade.
 
 Fonte: http://spectrum.ieee.org/computing/software/why-software-fails/0 
 Via Curso AI Faber Ludens:
 http://www.slideshare.net/faberludens/curso-ai-i-masters-jan-2013
  55. 55. Além de problemas de comunicação e colaboração, como as empresas reagem as mudanças?
  56. 56. PRÓ-ATIVA aperfeiçoativa preventiva oportunidades de mudança necessidades de mudança REATIVA corretiva
  57. 57. Por isso, na busca por soluções, o que maioria dos sites faz?
  58. 58. Ctrl + C ! Ctrl + V para quase tudo...
  59. 59. Resultado: replicamos tudo sem questionamentos... !
  60. 60. X
  61. 61. Código de barras
  62. 62. X
  63. 63. Artigo 
 CAPTCHA: herói ou vilão? ! http://acessodigital.net/art_captcha-heroi-ou-vilao.html
  64. 64. Captcha http://sam.zoy.org/pwntcha/

  65. 65. Captcha http://sam.zoy.org/pwntcha/
 X
  66. 66. Captcha 
 (solução inacessível e insegura) (http://www.webvisum.com/en/main/download)
  67. 67. Menu DropDown
  68. 68. X
  69. 69. Clique aqui!
  70. 70. “Clique aqui”, “Saiba mais”, “veja Mais”… 41.700.000 respostas para “clique aqui” no Google.
  71. 71. Site da Itautec http://www.itautec.com.br (acesso em setembro 2009)
  72. 72. X Site da Itautec http://www.itautec.com.br (acesso em setembro 2009)
  73. 73. Ou ainda as mais recentes modinhas como paralax, modal, one single page , etc…
  74. 74. http://conversionxl.com/dont-use-automatic-imagesliders-or-carousels-ignore-the-fad/
  75. 75. http://shouldiuseacarousel.com/
  76. 76. Mas por quê?
  77. 77. Porque está na moda, todo mundo usa, porque não temos tempo e somos reativos... ! REWORK: Business book from 37signals
  78. 78. E porque somos preguiçosos…
  79. 79. Dinâmica Divida o quadrado em
 4 partes iguais !!! Livro: O Tiro e o Alvo
  80. 80. Dinâmica Os participantes do teste, em sua maioria, vão chegar facilmente às 4 respostas seguintes: Do livro “O Tiro e o Alvo” 
 Na Livraria da Travessa - http://migre.me/105T7 Editora http://www.caispharoux.com.br/
  81. 81. Dinâmica A partir destas, passam a ter dificuldades para encontrar outras formas de dividir o quadrado. Alguns chegam a afirmar não haver mais soluções possíveis e desistem. Do livro “O Tiro e o Alvo” 
 Na Livraria da Travessa - http://migre.me/105T7 Editora http://www.caispharoux.com.br/
  82. 82. Dinâmica Poder-se-ia ainda dividir o quadrado com retas quebradas, como são os casos [i], [j], [k] e [l] Do livro “O Tiro e o Alvo” 
 Na Livraria da Travessa - http://migre.me/105T7 Editora http://www.caispharoux.com.br/
  83. 83. No pensamento lateral vai-se quebrando barreiras autoimpostas e descobrindo alternativas que jamais seriam consideradas no pensamento vertical. ! ! ! ! ! ! ! O pensamento lateral é a base da técnica de “brain storming” para geração de idéias. Do livro “O Tiro e o Alvo” 
 Na Livraria da Travessa - http://migre.me/105T7 Editora http://www.caispharoux.com.br/
  84. 84. “Cuidado, tudo que criativo é diferente, mas nem tudo diferente é criativo”. ! ! Deve-se avaliar: CUSTO X BENEFÍCIO
  85. 85. Uma escada diferente
  86. 86. Uma escada criativa…
  87. 87. • A maioria das experiências ruins poderiam ser evitadas com a identificação do alvo certo, com colaboração e avaliações com usuários...
  88. 88. UX
  89. 89. Afinal, o que é eXperiência 
 do Usuário (UX) ?
  90. 90. “ eXperiência do Usuário (UX) é a qualidade da experiência que uma pessoa tem ao interagir com algo projetado.
 
 uxnet.org ”
  91. 91. Como projetar
 para a eXperiência 
 do Usuário? Modelo - User Experience 
 HoneyComb http://semanticstudios.com/publications/semantics/000029.php
  92. 92. Modelo - User Experience HoneyComb http://semanticstudios.com/publications/semantics/000029.php
  93. 93. Modelo - User Experience HoneyComb http://semanticstudios.com/publications/semantics/000029.php
  94. 94. http://www.sedentario.org/wp-content/uploads/2008/06/cachorrosempata2.jpg
  95. 95. Modelo - User Experience HoneyComb http://semanticstudios.com/publications/semantics/000029.php
  96. 96. Modelo - User Experience HoneyComb http://semanticstudios.com/publications/semantics/000029.php
  97. 97. X
  98. 98. Modelo - User Experience HoneyComb http://semanticstudios.com/publications/semantics/000029.php
  99. 99. Modelo - User Experience HoneyComb http://semanticstudios.com/publications/semantics/000029.php
  100. 100. Modelo - User Experience HoneyComb http://semanticstudios.com/publications/semantics/000029.php
  101. 101. Mas para isso, entre outros, precisamos:
 - Identificar as necessidades dos usuários - Identificar os objetivos da empresa
  102. 102. onde devemos mirar?
  103. 103. desafio 1: 
 identificar objetivos e necessidades…
  104. 104. Investigação Baseada em Perguntas Precisamos automatizar a Contabilidade Preciso do Balancete dia 5 e não dia 15 como atualmente! Necessito da Conta X do Balancete até o dia 5. Preciso do valor da Conta X para calcular até o dia 7 o valor das Reservas. Precisamos informar o valor das Reservas ao Banco Central até o dia 8! Por que se não informarmos as Reservas seremos multados!! Por Quê? Por Quê? Por Quê?
  105. 105. Desafio 2:
 
 Como atender ao mesmo tempo 
 os objetivos e as necessidades? Marte 
 Objetivos e metas da empresa Vênus
 Necessidades dos usuários
  106. 106. Objetivos
 e metas 
 do projeto
  107. 107. Reais
 necessidades dos usuários
  108. 108. Objetivos
 e metas 
 do projeto Reais
 necessidades dos usuários
  109. 109. a busca
 do equilíbrio
  110. 110. empresa Objetivos
 e metas do
 projeto Necessidades dos
 usuários usuários
  111. 111. um case em equilíbrio…
  112. 112. Case apresentado por Rodrigo Tigre, POPULIS - Content Marketing Digitalks Rio de Janeiro Abril2012
  113. 113. Erico Fileno
  114. 114. Como o cliente explicou o que queria O que o cliente realmente precisava
  115. 115. Case apresentado por Rodrigo Tigre, POPULIS - Content Marketing Digitalks Rio de Janeiro Abril2012
  116. 116. Case apresentado por Rodrigo Tigre, POPULIS - Content Marketing Digitalks Rio de Janeiro Abril2012
  117. 117. Observação e identificação de um problema...
  118. 118. Case apresentado por Rodrigo Tigre, POPULIS - Content Marketing Digitalks Rio de Janeiro Abril2012
  119. 119. Case apresentado por Rodrigo Tigre, POPULIS - Content Marketing Digitalks Rio de Janeiro Abril2012
  120. 120. Um caminho para o equilíbrio: 
 modelagem participativa
  121. 121. Um caminho: modelagem participativa
  122. 122. Modelagem Participativa LUCRO! Por que um Novo Sistema Diretor Presidente de Materiais ? ROUBO! Chefe do Almoxarifado JUROS! Diretor Financeiro PARADAS! Diretor de Produção
  123. 123. Voto não é democracia… ! Democracia é consenso…
  124. 124. Investigação Baseada 
 em Perguntas Por Quê? Objetivar Livro: O Tiro e o Alvo O Quê? Conceituar Como? Projetar Q
  125. 125. UX 
 Principais problemas
  126. 126. UX Designer torna-se especialista na criação de docs como Wireframes, site maps, diagramas de fluxo, inventários de conteúdos, taxonomias, mockups e documentos com especificações, ao invés de projetarem experiências.
  127. 127. Inventário de Conteúdo
  128. 128. Taxonomia
  129. 129. Personas
  130. 130. Storyboard
  131. 131. Casos de Uso
  132. 132. Caso de uso
  133. 133. Benthmarking
  134. 134. Fluxos
  135. 135. 
 protótipo

  136. 136. 
 protótipo navegável…

  137. 137. Quando combinado com metodologias de desenvolvimento, os entregáveis produzidos pelos designers podem gerar um grande desperdício de tempo.
  138. 138. Um processo típico de desenvolvimento de software:
  139. 139. ! Define > Projeta > Desenvolve > Testa > Deploy
  140. 140. Um processo 
 típico de Design
  141. 141. → Espera pela definição dos requisitos → Consume documentos de requisitos → Desenvolve site maps de alto nível e workflows → Busca consenso e aprovação → Desenvolve wireframes para cada sessão da experiência → Apresenta aos Stakeholders e obtém consenso e aprovação → Design gráfico para cada wireframe
  142. 142. → Apresenta aos Stakeholders e obtém aprovação (após repetidos ciclos de revisão) → Escrever a especificação, detalhando cada pixel e interação → Teste de usabilidade para futuras melhorias → Análise da área de desenvolvimentoMão, aprovação e início da implementação.
  143. 143. Esta fase pode demorar de um a seis meses, dependendo do escopo do projeto, níveis de aprovação, ciclos de revisão...
  144. 144. Já não está na hora de tentar fazer alguma coisa diferente?
  145. 145. LEAN UX
  146. 146. http://www.slideshare.net/uxconsulting/iaxil-lunch-talk-lean-ux
  147. 147. Não é uma UX preguiçosa, mas é sobre minimizar 
 desperdícios. http://www.slideshare.net/uxconsulting/iaxil-lunch-talk-lean-ux
  148. 148. Processos Pessoas ! ! Design
 Pesquisa ! ! UX Agile ! ! ! ! Lean ! ! Startup Negócios Dev.! Prod.
  149. 149. LEAN
  150. 150. Vem da Lean Startup (Eric Ries)
  151. 151. Só uma bala na agulha…
  152. 152. Lean Starput (Eric Ries)
  153. 153. Inspirado nas teorias do LEAN e Agile, Lean UX propõem uma UX com menos ênfase em entregas e maior foco na experiência real que está sendo projetada.
  154. 154. Princípios
  155. 155. Na Lean UX deve-se errar logo, para poder acertar o mais rápido possível...
  156. 156. ! ! É um processo participativo, colaborativo...
  157. 157. A Lean UX se concentra na fase de concepção do processo de desenvolvimento de software/sites. ! Seja qual for a metodologia escolhida da sua organização ( cascata, Agile , etc), estes conceitos podem ser aplicados as tarefas de design.
  158. 158. A vítima do UX Lean !
  159. 159. O designer
  160. 160. ! ! ! ! ! ! ! ! Quebra de paradigma… Mudança de cultura. ! !
  161. 161. Envolvimento da equipe…
  162. 162. Quem aqui já testou seus projetos com usuários?
  163. 163. Quem aqui sempre testa seus projetos com usuários?
  164. 164. O que é qualidade?
  165. 165. Como esperar experiências de qualidade deixando de lado a validação com usuários?
  166. 166. Diferenças

×