Horácio Soares - Goiânia - Abril 2014

A Experiência

como Vantagem

Competitiva
horacio@mestr.es
facebook.com/horacio.soares
(21) 9 9925-5404 - @horaciosoares

Skype: horacio.soares
Horácio Soares
!
!
@horaciosoares

21 99925-5404
Horácio Pastor Soares



Professor da cadeira EXPERIÊNCIA do USUÁRIO
no MBA em Marketing...
Qual é
o tema
!
UX
O que os
clientes/usuários
buscam em um

site/sistema?
felicidade
felicidade
felicidade
X
felicidade
X
felicidade
Xfelicidade
felicidade
X
felicidade
X
felicidade
Felicidade…
experiência perfeita
experiência perfeitaexperiência perfeita
felicidade
e o que as empresas
esperam?
Mulher com notebook em sinal de ok
Todos querem o melhor osso…
Cachorrinho caregando um enorme osso.
mas como?
com qualidade...
com uma
experiência de
qualidade...
Acertando
o tiro certo
no alvo certo
Realidade nos
projetos digitais:
Para onde vamos?
http://voluntariadomococa.files.wordpress.com/2009/09/tarifas-taxi.jpg
Livro: O Tiro e o Alvo
Causo 1!
Precisamos
Construir
uma mesa.
CAUSO 1




- A propósito, que mesa?
Livro: O Tiro e o Alvo
De sinuca?
Ping-pong?
Futebol de botão?
Carteado?
Ou seria uma mesa para computador?
Reunião?
Escritório?
Mesa de centro?
Jantar?
Ou seria uma mesa de cirurgia?
De autópsia?
CAUSO 1 (continuação)
!


- Isso não interessa, meu filho. Depois
a gente vê. Vamos começar logo o
trabalho. O prazo é cur...
CAUSO 1 (continuação)
!


Para uma mesa pode parecer
exagero, mas não para
sistemas e sites...
Livro: O Tiro e o Alvo
Conclusão?
!
Retrabalho, desgaste com o
cliente e diminuição do lucro.
É a média do tempo gasto em
refação nos projetos de TI.


Fonte:
http://spectrum.ieee.org/computing/software/why-software-...
Mais caro fazer alterações em um
projeto finalizado. 



Fonte:
http://spectrum.ieee.org/computing/software/why-software-f...
Dos projetos são abandonados
depois de uma primeira entrega
inadequada.


Fonte:
http://spectrum.ieee.org/computing/softwa...
É a média da melhoria dos KPI’s em
projetos com 10% do orçamento
gasto em pesquisa de usabilidade.



Fonte:
http://spectr...
Aumento de KPI’s
!
Conversões - Tráfego no site -
Cadastros - Contatos de novos
clientes - Vendas - Fatia de mercado -
Tra...
Diminuição de KPI’s
!
Custos do projeto - Tempo de
desenvolvimento do projeto - Custo de
treinamento - Erros no uso do sis...
Benefícios Subjetivos
!
- Satisfação do consumidor - Fidelização de
clientes - Satisfação do cliente e de
investidores - P...
Afinal, o que é eXperiência 

do Usuário (UX) ?
eXperiência do Usuário
(UX) é a qualidade da
experiência que uma
pessoa tem ao interagir
com algo projetado.



uxnet.org
...
Experiências são
uma nova oferta
econômica.
Carlos Rosemberg - World Usability Day - Fortaleza 2010
Vídeo disponível em: http://videolog.tv/1054337
http://semanticstudios.com/publications/semantics/000029.php
Colmeia da
experiência 

do usuário?
!
!
!
!
HoneyComb User E...
http://www.sedentario.org/wp-content/uploads/2008/06/cachorrosempata2.jpg
X
http://semanticstudios.com/publications/semantics/000029.php
http://semanticstudios.com/publications/semantics/000029.php


Como é uma Experiência? 

Como são nossas
experiências?
Como os usuários
são vistos?
First clic test.



(um tipo de teste rápido)



First clic test.

 

Se o usuário não clicar certo a primeira vez, a chance de
clicar certo depois será muito baixa.

 
...
ESPN Brasil– abril 2010
X
Como os usuários
deveriam ser
tratados?
Usuário bom é usuário m…
Usuário bom é usuário m…
Resumo da ópera
X
Estratégia
=
“uma conspiração

para o sucesso”
Como, na maioria das

vezes, os projetos Web são
desenvolvidos?


Cliente


Atendimento


Cliente ?
?
?
? ?
?


Atendimento
v




Cliente
Atendimento


Designer/Arquiteto
?? ?
?
v


Cliente


Atendimento


Designer/Arquiteto
v


Cliente


Atendimento


Designer/Arquiteto
?
?
?
v


Cliente


Atendimento


Designer/Arquiteto
OK
OK
v


Cliente
Designer gráfico




Atendimento


Designer/Arquiteto
?
?
?
#%$&*@#$%$#
v


Cliente
Designer gráfico




Atendimento


Designer/Arquiteto
??
?
v


Cliente
Designer gráfico




Atendimento


Designer/Arquiteto
??
?
v


Cliente
Designer gráfico




Atendimento


Designer/Arquiteto
??
?
v


Cliente
Designer gráfico




Atendimento


Designer/Arquiteto
??
?
v


Cliente
Designer gráfico




Atendimento


Designer/ArquitetoOK
OK
v


Cliente
Designer gráfico
Front End




Atendimento


Designer/Arquiteto
? ?




Backend
?
v


Cliente
Designer gráfico
Front End




Atendimento


Designer/Arquiteto
??




Backend
?
#%$&*@#$%$#
v


Cliente
Designer gráfico
Front End




Atendimento


Designer/Arquiteto


<html> <style>
<script>


Backend
?
?
v


Cliente
Designer gráfico
Front End




Atendimento


Designer/Arquiteto




Backend
?
?
?
<% - - %>
#%$&*@#$%$#
v


Cliente
Designer gráfico
Front End




Atendimento


Designer/Arquiteto


<html> <style>
<script>


Backend
<% - - %>
v


Cliente
Designer gráfico
Front End




Atendimento


Designer/Arquiteto


<html> <style>
<script>


Backend
<% - - %>
...
https://www.youtube.com/watch?v=GPEcdcmnAA0
Poses
• A maioria das experiências
ruins poderiam ser evitadas
com a identificação do alvo
certo e com avaliações com
usuários...
Um grande problema
Objetivos

e metas 

do projeto
Reais

necessidades
dos usuários
Falta de equilíbrio
Marte 

Objetivos e metas da empresa
Vênus

Necessidades dos usuários
Desafio 2:



Como atender ao mesmo tempo 

os objet...
Objetivos

e metas 

do projeto
• Precisa de novos clientes/usuários. 
• Quer que os clientes atuais visitem seu site com
maior frequencia.
• Quer aumenta...
Reais

necessidades
dos usuários
• Qualidade. 
• Simplicidade.
• velocidade.
• Utilidade.
• Usabilidade.
• Acessibilidade.
• Portabilidade.
• Bom custo x b...
Objetivos

e metas 

do projeto
Reais

necessidades
dos usuários
a busca

do equilíbrio
empresa
usuários
Objetivos

e metas do

projeto
Necessidades
dos

usuários
um case em equilíbrio…
Case apresentado por Rodrigo Tigre, POPULIS - Content Marketing Digitalks Rio de Janeiro Abril2012
By Erico Fileno
Como o cliente explicou
o que queria
O que o cliente
realmente precisava
Case apresentado por Rodrigo Tigre, POPULIS - Content Marketing Digitalks Rio de Janeiro Abril2012
Case apresentado por Rodrigo Tigre, POPULIS - Content Marketing Digitalks Rio de Janeiro Abril2012
Case apresentado por Rodrigo Tigre, POPULIS - Content Marketing Digitalks Rio de Janeiro Abril2012
Observação e identificação
de um problema...
Case apresentado por Rodrigo Tigre, POPULIS - Content Marketing Digitalks Rio de Janeiro Abril2012
Case apresentado por Rodrigo Tigre, POPULIS - Content Marketing Digitalks Rio de Janeiro Abril2012
Uma proposta?
Por Quê?Por Quê?Por Quê?Por Quê?Por Quê?
Precisamos automatizar
a Contabilidade
Preciso do Balancete dia 5
e não dia 15 co...
Modelagem Participativa
Um caminho: modelagem participativa
Por que um
Novo Sistema
de Materiais ?
LUCRO!
Diretor
Presidente
ROUBO!
Chefe do
Almoxarifado
JUROS!
Diretor
Financeiro
PA...
Voto não é democracia…!
Democracia é consenso…
Investigação Baseada 

em Perguntas
Q
Como?
Projetar
O Quê?
Conceituar
Por Quê?
Objetivar
Livro: O Tiro e o Alvo
Abordagens
☹ Reativa
corretiva
1
necessidades
de mudança
☺Pró-ativa
aperfeiçoativa
preventiva
3
K2
oportunidades
de mudança
Work is never finished,
only abandoned.
Paul Valéry
Cada grupo irá produzir um briefing
baseado nas perguntas:

http://clearleft.s3.amazonaws.com/client-worksheet.doc
!
http:...
IDEO
First production mouse for
Lisa and Macintosh.
In 1980, Apple asked IDEO to
develop a mouse for their
radical new com...
IDEO

Redesign of the shopping cart for ABC's Nightline
Faça um resumo do vídeo: http://vimeo.com/7953312 

Dois alunos se...
http://designlivre.faberludens.com.br/download/
http://livrodesignthinking.com.br/
Mas, na busca por soluções
para os problemas, o que
maioria dos sites faz?
Ctrl + C ! Ctrl + V para quase tudo...
Resultado:
replicamos tudo sem
questionamentos...
!
X
X
X
X
Código de barras
X
Artigo 

CAPTCHA: herói ou vilão?
!
http://acessodigital.net/art_captcha-heroi-ou-vilao.html
Captcha http://sam.zoy.org/pwntcha/

Captcha http://sam.zoy.org/pwntcha/

X
Captcha 

(solução inacessível e insegura)
(http://www.webvisum.com/en/main/download)
Menu DropDown
X
Clique aqui!
“Clique aqui”, “Saiba mais”, “veja
Mais”… 41.700.000 respostas
para “clique aqui” no Google.
Site da Itautec http://www.itautec.com.br (acesso em setembro 2009)
Site da Itautec http://www.itautec.com.br (acesso em setembro 2009)
X
Ou ainda as mais recentes
modinhas como paralax,
modal, one single page , etc…
http://conversionxl.com/dont-use-automatic-image-
sliders-or-carousels-ignore-the-fad/
Should I use carousel?

http://shouldiuseacarousel.com
!
Exemplo:
!
King Host

http://www.kinghost.com.br/
Mas por quê?
Porque está na moda, todo mundo
usa, porque não temos tempo e
somos reativos...
!
REWORK: Business book from 37signals
E porque somos preguiçosos…
Divida o quadrado em

4 partes iguais !!!
Dinâmica
Livro: O Tiro e o Alvo
Os participantes do teste, em sua maioria,
vão chegar facilmente às 4 respostas
seguintes:
Dinâmica
Do livro “O Tiro e o A...
A partir destas, passam a ter dificuldades
para encontrar outras formas de dividir o
quadrado. Alguns chegam a afirmar não...
Poder-se-ia ainda dividir o quadrado com
retas quebradas, como são os casos [i], [j],
[k] e [l]
Dinâmica
Do livro “O Tiro ...
No pensamento lateral vai-se quebrando
barreiras autoimpostas e descobrindo
alternativas que jamais seriam consideradas no...
Livro: O Tiro e o Alvo
“Cuidado, tudo que criativo é
diferente, mas nem tudo
diferente é criativo”.
!
Deve-se avaliar:
CUSTO
X
BENEFÍCIO
Uma escada criativa…
Foco na experiência
horacio@mestr.es
facebook.com/horacio.soares
(21) 9 9925-5404

@horaciosoares

Skype: horacio.soares
Horácio Soares
Obriga...
A Experiência como Vantagem Competitiva (UX) - Goiânia 2014
A Experiência como Vantagem Competitiva (UX) - Goiânia 2014
A Experiência como Vantagem Competitiva (UX) - Goiânia 2014
A Experiência como Vantagem Competitiva (UX) - Goiânia 2014
A Experiência como Vantagem Competitiva (UX) - Goiânia 2014
A Experiência como Vantagem Competitiva (UX) - Goiânia 2014
A Experiência como Vantagem Competitiva (UX) - Goiânia 2014
A Experiência como Vantagem Competitiva (UX) - Goiânia 2014
A Experiência como Vantagem Competitiva (UX) - Goiânia 2014
A Experiência como Vantagem Competitiva (UX) - Goiânia 2014
A Experiência como Vantagem Competitiva (UX) - Goiânia 2014
A Experiência como Vantagem Competitiva (UX) - Goiânia 2014
A Experiência como Vantagem Competitiva (UX) - Goiânia 2014
A Experiência como Vantagem Competitiva (UX) - Goiânia 2014
A Experiência como Vantagem Competitiva (UX) - Goiânia 2014
A Experiência como Vantagem Competitiva (UX) - Goiânia 2014
A Experiência como Vantagem Competitiva (UX) - Goiânia 2014
A Experiência como Vantagem Competitiva (UX) - Goiânia 2014
A Experiência como Vantagem Competitiva (UX) - Goiânia 2014
A Experiência como Vantagem Competitiva (UX) - Goiânia 2014
A Experiência como Vantagem Competitiva (UX) - Goiânia 2014
A Experiência como Vantagem Competitiva (UX) - Goiânia 2014
A Experiência como Vantagem Competitiva (UX) - Goiânia 2014
A Experiência como Vantagem Competitiva (UX) - Goiânia 2014
A Experiência como Vantagem Competitiva (UX) - Goiânia 2014
A Experiência como Vantagem Competitiva (UX) - Goiânia 2014
A Experiência como Vantagem Competitiva (UX) - Goiânia 2014
A Experiência como Vantagem Competitiva (UX) - Goiânia 2014
A Experiência como Vantagem Competitiva (UX) - Goiânia 2014
A Experiência como Vantagem Competitiva (UX) - Goiânia 2014
A Experiência como Vantagem Competitiva (UX) - Goiânia 2014
A Experiência como Vantagem Competitiva (UX) - Goiânia 2014
A Experiência como Vantagem Competitiva (UX) - Goiânia 2014
A Experiência como Vantagem Competitiva (UX) - Goiânia 2014
A Experiência como Vantagem Competitiva (UX) - Goiânia 2014
A Experiência como Vantagem Competitiva (UX) - Goiânia 2014
A Experiência como Vantagem Competitiva (UX) - Goiânia 2014
A Experiência como Vantagem Competitiva (UX) - Goiânia 2014
A Experiência como Vantagem Competitiva (UX) - Goiânia 2014
A Experiência como Vantagem Competitiva (UX) - Goiânia 2014
A Experiência como Vantagem Competitiva (UX) - Goiânia 2014
A Experiência como Vantagem Competitiva (UX) - Goiânia 2014
A Experiência como Vantagem Competitiva (UX) - Goiânia 2014
A Experiência como Vantagem Competitiva (UX) - Goiânia 2014
A Experiência como Vantagem Competitiva (UX) - Goiânia 2014
A Experiência como Vantagem Competitiva (UX) - Goiânia 2014
A Experiência como Vantagem Competitiva (UX) - Goiânia 2014
A Experiência como Vantagem Competitiva (UX) - Goiânia 2014
A Experiência como Vantagem Competitiva (UX) - Goiânia 2014
A Experiência como Vantagem Competitiva (UX) - Goiânia 2014
A Experiência como Vantagem Competitiva (UX) - Goiânia 2014
A Experiência como Vantagem Competitiva (UX) - Goiânia 2014
A Experiência como Vantagem Competitiva (UX) - Goiânia 2014
A Experiência como Vantagem Competitiva (UX) - Goiânia 2014
A Experiência como Vantagem Competitiva (UX) - Goiânia 2014
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

A Experiência como Vantagem Competitiva (UX) - Goiânia 2014

1,145 views

Published on

Apresentação realizada na FGV de Goiânia em abril de 2014.

Published in: Design
2 Comments
5 Likes
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total views
1,145
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
12
Actions
Shares
0
Downloads
23
Comments
2
Likes
5
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

A Experiência como Vantagem Competitiva (UX) - Goiânia 2014

  1. 1. 
 Horácio Soares - Goiânia - Abril 2014
 A Experiência
 como Vantagem
 Competitiva
  2. 2. horacio@mestr.es facebook.com/horacio.soares (21) 9 9925-5404 - @horaciosoares
 Skype: horacio.soares Horácio Soares
  3. 3. ! ! @horaciosoares
 21 99925-5404 Horácio Pastor Soares
 
 Professor da cadeira EXPERIÊNCIA do USUÁRIO no MBA em Marketing Digital da FGV.
 Fundador da mestr.es e consultor da Acesso Digital. Especialista em acessibilidade, Design, experiência do usuário e usabilidade. Palestrante, professor e editor de artigos, faz parte do Conselho Consultivo do Instituto Intranet Portal e do GT de Acessibilidade na Web do W3C Brasil.
  4. 4. Qual é o tema
  5. 5. ! UX
  6. 6. O que os clientes/usuários buscam em um
 site/sistema?
  7. 7. felicidade
  8. 8. felicidade
  9. 9. felicidade X
  10. 10. felicidade X
  11. 11. felicidade Xfelicidade
  12. 12. felicidade X
  13. 13. felicidade X
  14. 14. felicidade
  15. 15. Felicidade…
  16. 16. experiência perfeita
  17. 17. experiência perfeitaexperiência perfeita
  18. 18. felicidade
  19. 19. e o que as empresas esperam?
  20. 20. Mulher com notebook em sinal de ok Todos querem o melhor osso… Cachorrinho caregando um enorme osso.
  21. 21. mas como?
  22. 22. com qualidade...
  23. 23. com uma experiência de qualidade...
  24. 24. Acertando o tiro certo no alvo certo
  25. 25. Realidade nos projetos digitais:
  26. 26. Para onde vamos? http://voluntariadomococa.files.wordpress.com/2009/09/tarifas-taxi.jpg
  27. 27. Livro: O Tiro e o Alvo Causo 1! Precisamos Construir uma mesa.
  28. 28. CAUSO 1 
 
 - A propósito, que mesa? Livro: O Tiro e o Alvo
  29. 29. De sinuca?
  30. 30. Ping-pong?
  31. 31. Futebol de botão?
  32. 32. Carteado?
  33. 33. Ou seria uma mesa para computador?
  34. 34. Reunião?
  35. 35. Escritório?
  36. 36. Mesa de centro?
  37. 37. Jantar?
  38. 38. Ou seria uma mesa de cirurgia?
  39. 39. De autópsia?
  40. 40. CAUSO 1 (continuação) ! 
 - Isso não interessa, meu filho. Depois a gente vê. Vamos começar logo o trabalho. O prazo é curto, então, mãos à obra! Livro: O Tiro e o Alvo Livro: rework
 37 Signals
  41. 41. CAUSO 1 (continuação) ! 
 Para uma mesa pode parecer exagero, mas não para sistemas e sites... Livro: O Tiro e o Alvo
  42. 42. Conclusão? ! Retrabalho, desgaste com o cliente e diminuição do lucro.
  43. 43. É a média do tempo gasto em refação nos projetos de TI. 
 Fonte: http://spectrum.ieee.org/computing/software/why-software-fails/0 
 
 Via Curso AI Faber Ludens:
 http://www.slideshare.net/faberludens/curso-ai-i-masters-jan-2013 50%
  44. 44. Mais caro fazer alterações em um projeto finalizado. 
 
 Fonte: http://spectrum.ieee.org/computing/software/why-software-fails/0 
 
 Via Curso AI Faber Ludens:
 http://www.slideshare.net/faberludens/curso-ai-i-masters-jan-2013 100x
  45. 45. Dos projetos são abandonados depois de uma primeira entrega inadequada. 
 Fonte: http://spectrum.ieee.org/computing/software/why-software-fails/0 
 Via Curso AI Faber Ludens:
 http://www.slideshare.net/faberludens/curso-ai-i-masters-jan-2013 15%
  46. 46. É a média da melhoria dos KPI’s em projetos com 10% do orçamento gasto em pesquisa de usabilidade.
 
 Fonte: http://spectrum.ieee.org/computing/software/why-software-fails/0 
 Via Curso AI Faber Ludens:
 http://www.slideshare.net/faberludens/curso-ai-i-masters-jan-2013 83%
  47. 47. Aumento de KPI’s ! Conversões - Tráfego no site - Cadastros - Contatos de novos clientes - Vendas - Fatia de mercado - Transações - Taxa de sucesso em tarefas - Retenção - Produtividade - Pageviews - Uso do sistema - Visitas 
 key performance indicator (KPI) http://en.wikipedia.org/wiki/Key_performance_indicator
  48. 48. Diminuição de KPI’s ! Custos do projeto - Tempo de desenvolvimento do projeto - Custo de treinamento - Erros no uso do sistema - Tempo do usuário - Chamadas em help desk - Refações – Manutenção.
 
 key performance indicator (KPI) http://en.wikipedia.org/wiki/Key_performance_indicator
  49. 49. Benefícios Subjetivos ! - Satisfação do consumidor - Fidelização de clientes - Satisfação do cliente e de investidores - Percepção de valor da marca - Satisfação de funcionários - Clareza na comunicação - Facilidade de aprendizagem do sistema - Aumento da confiança do usuário - Eficiência na gestão de informação
  50. 50. Afinal, o que é eXperiência 
 do Usuário (UX) ?
  51. 51. eXperiência do Usuário (UX) é a qualidade da experiência que uma pessoa tem ao interagir com algo projetado.
 
 uxnet.org “ ”
  52. 52. Experiências são uma nova oferta econômica. Carlos Rosemberg - World Usability Day - Fortaleza 2010
  53. 53. Vídeo disponível em: http://videolog.tv/1054337
  54. 54. http://semanticstudios.com/publications/semantics/000029.php Colmeia da experiência 
 do usuário? ! ! ! ! HoneyComb User Experience
  55. 55. http://www.sedentario.org/wp-content/uploads/2008/06/cachorrosempata2.jpg
  56. 56. X
  57. 57. http://semanticstudios.com/publications/semantics/000029.php
  58. 58. http://semanticstudios.com/publications/semantics/000029.php
  59. 59. 
 Como é uma Experiência? 

  60. 60. Como são nossas experiências?
  61. 61. Como os usuários são vistos?
  62. 62. First clic test.
 
 (um tipo de teste rápido)

  63. 63. 
 First clic test.
  
 Se o usuário não clicar certo a primeira vez, a chance de clicar certo depois será muito baixa.
  
 A técnica muito boa e rápida para testar se os seus links/ botões/arquitetura estão funcionando.
  
 Chame o usuário e crie alguns cenários para testar a homepage, como, por exemplo:
 “Sua senha foi clonada e você precisa mudá-la com urgência... Onde você clicaria para mudar a senha?” 
 E observe o usuário.
 
 

  64. 64. ESPN Brasil– abril 2010 X
  65. 65. Como os usuários deveriam ser tratados?
  66. 66. Usuário bom é usuário m…
  67. 67. Usuário bom é usuário m…
  68. 68. Resumo da ópera
  69. 69. X
  70. 70. Estratégia = “uma conspiração
 para o sucesso”
  71. 71. Como, na maioria das
 vezes, os projetos Web são desenvolvidos?
  72. 72. 
 Cliente 
 Atendimento
  73. 73. 
 Cliente ? ? ? ? ? ? 
 Atendimento
  74. 74. v 
 
 Cliente Atendimento 
 Designer/Arquiteto ?? ? ?
  75. 75. v 
 Cliente 
 Atendimento 
 Designer/Arquiteto
  76. 76. v 
 Cliente 
 Atendimento 
 Designer/Arquiteto ? ? ?
  77. 77. v 
 Cliente 
 Atendimento 
 Designer/Arquiteto OK OK
  78. 78. v 
 Cliente Designer gráfico 
 
 Atendimento 
 Designer/Arquiteto ? ? ? #%$&*@#$%$#
  79. 79. v 
 Cliente Designer gráfico 
 
 Atendimento 
 Designer/Arquiteto ?? ?
  80. 80. v 
 Cliente Designer gráfico 
 
 Atendimento 
 Designer/Arquiteto ?? ?
  81. 81. v 
 Cliente Designer gráfico 
 
 Atendimento 
 Designer/Arquiteto ?? ?
  82. 82. v 
 Cliente Designer gráfico 
 
 Atendimento 
 Designer/Arquiteto ?? ?
  83. 83. v 
 Cliente Designer gráfico 
 
 Atendimento 
 Designer/ArquitetoOK OK
  84. 84. v 
 Cliente Designer gráfico Front End 
 
 Atendimento 
 Designer/Arquiteto ? ? 
 
 Backend ?
  85. 85. v 
 Cliente Designer gráfico Front End 
 
 Atendimento 
 Designer/Arquiteto ?? 
 
 Backend ? #%$&*@#$%$#
  86. 86. v 
 Cliente Designer gráfico Front End 
 
 Atendimento 
 Designer/Arquiteto 
 <html> <style> <script> 
 Backend ? ?
  87. 87. v 
 Cliente Designer gráfico Front End 
 
 Atendimento 
 Designer/Arquiteto 
 
 Backend ? ? ? <% - - %> #%$&*@#$%$#
  88. 88. v 
 Cliente Designer gráfico Front End 
 
 Atendimento 
 Designer/Arquiteto 
 <html> <style> <script> 
 Backend <% - - %>
  89. 89. v 
 Cliente Designer gráfico Front End 
 
 Atendimento 
 Designer/Arquiteto 
 <html> <style> <script> 
 Backend <% - - %> #%$&*@#$%$# ?? ?
  90. 90. https://www.youtube.com/watch?v=GPEcdcmnAA0 Poses
  91. 91. • A maioria das experiências ruins poderiam ser evitadas com a identificação do alvo certo e com avaliações com usuários...
  92. 92. Um grande problema
  93. 93. Objetivos
 e metas 
 do projeto Reais
 necessidades dos usuários
  94. 94. Falta de equilíbrio
  95. 95. Marte 
 Objetivos e metas da empresa Vênus
 Necessidades dos usuários Desafio 2:
 
 Como atender ao mesmo tempo 
 os objetivos e as necessidades?
  96. 96. Objetivos
 e metas 
 do projeto
  97. 97. • Precisa de novos clientes/usuários.  • Quer que os clientes atuais visitem seu site com maior frequencia. • Quer aumentar a margem de lucro. • Você precisa aumentar sua audiência, seu público. • Quer diferenciar sua marca. • Gostaria de melhorar o retorno sobre o investimento (ROI). • Quer q. seus clientes gastem mais a cada compra. • Está à procura de novos canais de distribuição. • Quer aumentar sua fatia do mercado (market share). • ...
  98. 98. Reais
 necessidades dos usuários
  99. 99. • Qualidade.  • Simplicidade. • velocidade. • Utilidade. • Usabilidade. • Acessibilidade. • Portabilidade. • Bom custo x benefício. • Resolver seu problema. • ...
  100. 100. Objetivos
 e metas 
 do projeto Reais
 necessidades dos usuários
  101. 101. a busca
 do equilíbrio
  102. 102. empresa usuários Objetivos
 e metas do
 projeto Necessidades dos
 usuários
  103. 103. um case em equilíbrio…
  104. 104. Case apresentado por Rodrigo Tigre, POPULIS - Content Marketing Digitalks Rio de Janeiro Abril2012
  105. 105. By Erico Fileno
  106. 106. Como o cliente explicou o que queria O que o cliente realmente precisava
  107. 107. Case apresentado por Rodrigo Tigre, POPULIS - Content Marketing Digitalks Rio de Janeiro Abril2012
  108. 108. Case apresentado por Rodrigo Tigre, POPULIS - Content Marketing Digitalks Rio de Janeiro Abril2012
  109. 109. Case apresentado por Rodrigo Tigre, POPULIS - Content Marketing Digitalks Rio de Janeiro Abril2012
  110. 110. Observação e identificação de um problema...
  111. 111. Case apresentado por Rodrigo Tigre, POPULIS - Content Marketing Digitalks Rio de Janeiro Abril2012
  112. 112. Case apresentado por Rodrigo Tigre, POPULIS - Content Marketing Digitalks Rio de Janeiro Abril2012
  113. 113. Uma proposta?
  114. 114. Por Quê?Por Quê?Por Quê?Por Quê?Por Quê? Precisamos automatizar a Contabilidade Preciso do Balancete dia 5 e não dia 15 como atualmente! Necessito da Conta X do Balancete até o dia 5. Preciso do valor da Conta X para calcular até o dia 7 o valor das Reservas. Precisamos informar o valor das Reservas ao Banco Central até o dia 8! Por que se não informarmos as Reservas seremos multados!! Investigação Baseada em Perguntas
  115. 115. Modelagem Participativa
  116. 116. Um caminho: modelagem participativa
  117. 117. Por que um Novo Sistema de Materiais ? LUCRO! Diretor Presidente ROUBO! Chefe do Almoxarifado JUROS! Diretor Financeiro PARADAS! Diretor de Produção Modelagem Participativa
  118. 118. Voto não é democracia…! Democracia é consenso…
  119. 119. Investigação Baseada 
 em Perguntas Q Como? Projetar O Quê? Conceituar Por Quê? Objetivar Livro: O Tiro e o Alvo
  120. 120. Abordagens ☹ Reativa corretiva 1 necessidades de mudança ☺Pró-ativa aperfeiçoativa preventiva 3 K2 oportunidades de mudança
  121. 121. Work is never finished, only abandoned. Paul Valéry
  122. 122. Cada grupo irá produzir um briefing baseado nas perguntas:
 http://clearleft.s3.amazonaws.com/client-worksheet.doc ! http://bit.ly/a5tRzF ! !
  123. 123. IDEO First production mouse for Lisa and Macintosh. In 1980, Apple asked IDEO to develop a mouse for their radical new computer.
  124. 124. IDEO
 Redesign of the shopping cart for ABC's Nightline Faça um resumo do vídeo: http://vimeo.com/7953312 
 Dois alunos serão sorteados: vale 1pt (dia 24/02)
  125. 125. http://designlivre.faberludens.com.br/download/
  126. 126. http://livrodesignthinking.com.br/
  127. 127. Mas, na busca por soluções para os problemas, o que maioria dos sites faz?
  128. 128. Ctrl + C ! Ctrl + V para quase tudo...
  129. 129. Resultado: replicamos tudo sem questionamentos... !
  130. 130. X
  131. 131. X
  132. 132. X
  133. 133. X
  134. 134. Código de barras
  135. 135. X
  136. 136. Artigo 
 CAPTCHA: herói ou vilão? ! http://acessodigital.net/art_captcha-heroi-ou-vilao.html
  137. 137. Captcha http://sam.zoy.org/pwntcha/

  138. 138. Captcha http://sam.zoy.org/pwntcha/
 X
  139. 139. Captcha 
 (solução inacessível e insegura) (http://www.webvisum.com/en/main/download)
  140. 140. Menu DropDown
  141. 141. X
  142. 142. Clique aqui!
  143. 143. “Clique aqui”, “Saiba mais”, “veja Mais”… 41.700.000 respostas para “clique aqui” no Google.
  144. 144. Site da Itautec http://www.itautec.com.br (acesso em setembro 2009)
  145. 145. Site da Itautec http://www.itautec.com.br (acesso em setembro 2009) X
  146. 146. Ou ainda as mais recentes modinhas como paralax, modal, one single page , etc…
  147. 147. http://conversionxl.com/dont-use-automatic-image- sliders-or-carousels-ignore-the-fad/
  148. 148. Should I use carousel?
 http://shouldiuseacarousel.com ! Exemplo: ! King Host
 http://www.kinghost.com.br/
  149. 149. Mas por quê?
  150. 150. Porque está na moda, todo mundo usa, porque não temos tempo e somos reativos... ! REWORK: Business book from 37signals
  151. 151. E porque somos preguiçosos…
  152. 152. Divida o quadrado em
 4 partes iguais !!! Dinâmica Livro: O Tiro e o Alvo
  153. 153. Os participantes do teste, em sua maioria, vão chegar facilmente às 4 respostas seguintes: Dinâmica Do livro “O Tiro e o Alvo” 
 Na Livraria da Travessa - http://migre.me/105T7 Editora http://www.caispharoux.com.br/
  154. 154. A partir destas, passam a ter dificuldades para encontrar outras formas de dividir o quadrado. Alguns chegam a afirmar não haver mais soluções possíveis e desistem. Dinâmica Do livro “O Tiro e o Alvo” 
 Na Livraria da Travessa - http://migre.me/105T7 Editora http://www.caispharoux.com.br/
  155. 155. Poder-se-ia ainda dividir o quadrado com retas quebradas, como são os casos [i], [j], [k] e [l] Dinâmica Do livro “O Tiro e o Alvo” 
 Na Livraria da Travessa - http://migre.me/105T7 Editora http://www.caispharoux.com.br/
  156. 156. No pensamento lateral vai-se quebrando barreiras autoimpostas e descobrindo alternativas que jamais seriam consideradas no pensamento vertical. ! ! ! ! ! ! ! O pensamento lateral é a base da técnica de “brain storming” para geração de idéias. Do livro “O Tiro e o Alvo” 
 Na Livraria da Travessa - http://migre.me/105T7 Editora http://www.caispharoux.com.br/
  157. 157. Livro: O Tiro e o Alvo
  158. 158. “Cuidado, tudo que criativo é diferente, mas nem tudo diferente é criativo”. ! Deve-se avaliar: CUSTO X BENEFÍCIO
  159. 159. Uma escada criativa…
  160. 160. Foco na experiência
  161. 161. horacio@mestr.es facebook.com/horacio.soares (21) 9 9925-5404
 @horaciosoares
 Skype: horacio.soares Horácio Soares Obrigado! Dúvidas?

×