Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

microinformatica

3,224 views

Published on

  • Be the first to comment

microinformatica

  1. 1. MicroinformáticaTrabalho Realizado por: Rui Lopes Luís Marques Hugo Rosa
  2. 2. Resumo: Encontram-se as consequências daInformática em muitas áreas doconhecimento. Muitas pessoas aindaresistem aos avanços tecnológicos, masacabam por ficar rodeadas de acções quenecessitam de um melhor conhecimentosobre o assunto.Não podemos fugir das técnicasdesenvolvidas por grupos e aceitas pelamaioria, por ser prático e facilidade deuso ou tratamento de algo. Existemmovimentos que são inevitáveis e ainformática é uma realidadesocial, educacional e, hoje, pessoal.
  3. 3. Necessidade de InformaçãoOs primeiros instrumentos que o ser humanoutilizou para facilitar os cálculos foram, semdúvida, os dedos das mãos. Essa "ferramenta" erasuficiente para a época, pois as operaçõesaritméticas a serem efectuadas eram muito simples.Com a evolução da sociedade em que vivia, ohomem deparou-se com situações que envolviamcálculos cada vez maiores e complexos. Dessanecessidade surge o primeiro instrumento criadoespecialmente para auxiliar a realização dos cálculosque foi o ábaco.
  4. 4. As Tecnologias de Informação – Porque?As necessidades de informação foi desdesempre o Homem que se distinguiu dosdemais seres que existiam no planeta pela asua prática de actuar segundo informaçõesadquiridas. Esta necessidade de informaçãoainda hoje se verifica e é responsável pelo oestado de progresso dos paísesdesenvolvidos hemisfério norte; talfenómeno recebe o nome de primado deinfomação e a informação em que os paísesmais industrializados são os que aderem aoseu recurso. Ora então neste contexto ainformática se apresenta como umasolução, pois permite uma maior eficiênciae tratamento da informação e de todos osdados necessários a sociedade actual.Sendo o homem substituído onde eleapenas terá que evoluir, ocupando lugaresde maior inovação e desempenho.
  5. 5. • A escrita é um elemento fundamental de toda civilização evoluída: facilita e entende as comunicações, permitindo os registos necessários a uma sociedade organizada.• A escrita foi inventada por volta de 3.300 antes de Cristo, a escrita primitiva foi a pictográfica, ou mais precisamente, ideográfica, com sinais para palavras individuais ou conceitos.• Alfabeto ideográfico é o que representa os sons pelo desenho ou pinturas das ideias.
  6. 6. • Sistemas completos de escrita aparecem pouco antes de 3.000 anos a.C. em três lugares do Oriente Médio: Mesopotâmia (actual Iraque), Elam e Egipto.• Um sistema bem-sucedido foi desenvolvido na Mesopotâmia, onde o estilo terminado em forma rectangular foi utilizado para escrever impressões em forma de cunha - cuneiforme - em placas de barro.• As primeiras inscrições encontradas em Warka (antiga Uruk), no sul da Mesopotâmia, eram ideográficas e não fonéticas.
  7. 7. • É impossível falar de uma origem comum a estes sistemas que expressam provavelmente os mesmos imperativos económicos, cada um em sua própria linguagem.• A escrita aparece depois de várias centenas de anos no Vale do Indus (Índia) e na China, sugerindo então uma transmissão do princípio desde o Oriente Médio.• Os pictogramas chineses provavelmente foram uma invenção independente...• Nas fontes da civilização egípcia, encontramos duas formas de escrita: os célebres hieróglifos egípcios (entalhes sagrados), e a escrita hierática, de uso mais fácil e mais corrente, pois permite fazer anotações rápidas.
  8. 8. • Talvez se inspiraram na Mesopotâmia, mas desenvolveram uma tradição própria. Particularmente enigmáticos, os hieróglifos deixaram de constituir um mistério quando o francês François Champollion decifrou-os em 1822.• Ao fim do século VII a.C., aparece o demótico (escrita erroneamente chamada de "popular", na verdade, uma forma simplificada de escrita), destinado principalmente aos documentos administrativos.• Nota: O papel foi supostamente inventado pelo cientista chinês Tsai Lun.• Os fenícios eram um povo pertencente ou relativo à Fenícia - Ásia antiga. A língua semítica antiga foi falada nas cidades de Tiro e Biblos.• Textos antigos, manuscritos medievais árabes oferecem uma larga escolha de genealogias – lista de nomes que indica os antepassados ou os descendentes de um indivíduo; ou simplesmente um registo de nomes das pessoas envolvidas em dada situação.
  9. 9. • Os primeiros registos escritos descrevem a girafa como "um animal de aspecto magnífico, de forma bizarra, com andar único, altura colossal e de carácter inofensivo".• As culturas antigas na África veneravam a girafa, assim como actualmente algumas culturas modernas, e representavam-na frequentemente em pinturas nas rochas e cavernas pré-históricas.• Durante milénios houve uma lenta evolução da espécie humana, que começou a polir as pedras, fazer instrumentos rudimentares de caça, domesticar os animais e cultivar alimentos.• A Mesopotâmia e o Egipto viram florescer as primeiras civilizações do Mundo Antigo. A invenção da escrita coube aos sumérios... Guerreiros cruéis, os assírios estenderam seu domínio sobre a Mesopotâmia. Segundo a Bíblia (Naum), o declínio dos assírios trouxe júbilo geral, pois não havia uma nação que não tivesse sentido sua maldade...
  10. 10. ALFABETOS — FORMAS ESCRITAS• Alfabeto é a disposição convencional das letras de uma língua, o conjunto dessas letras. Significa qualquer sistema de sinais estabelecidos para representar letras, fonemas ou palavras.• O mais antigo sistema alfabético foi encontrado em Ras Shamra (Ugarit), na Síria; data do século XIV a.C., e era utilizado para transcrever o ugarítico, uma das numerosas línguas utilizadas nesta região onde se concentrava uma grande parte do comércio da época.• O alfabeto continha trinta e dois signos. Ele é, provavelmente, o antepassado de todas as escritas alfabéticas posteriores e está preservado em uma versão cuneiforme em uma tabuinha de argila...
  11. 11. Bibliografia:http://www.ipv.pt/millenium/19_arq1.htmhttp://www2.ufp.pt/~lmbg/formacao/hig_seg_trabhttp://www.megaexpansao.pt/

×