Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
Guião de
Trabalho
8
HISTÓRIA DA CULTURA E DAS ARTES
2º ano - Curso Profissional Artes do Espetáculo - Interpretação
Profª ...
são substituídas por telões pintados que permitem efeitos de perspetiva e é
introduzida a maquinaria para efeitos especiai...
O teatro barroco herdou os avanços renascentistas na construção de cenários com perspetivas ilusionísticas, o que
estava l...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×
Upcoming SlideShare
O Teatro como mundo da ilusão e espaço privilegiado do espetáculo II
Next
Download to read offline and view in fullscreen.

Share

O Teatro como mundo da ilusão e espaço privilegiado do espetáculo I

Download to read offline

Destinado aos alunos do curso profissional de Artes do Espetáculo

  • Be the first to like this

O Teatro como mundo da ilusão e espaço privilegiado do espetáculo I

  1. 1. Guião de Trabalho 8 HISTÓRIA DA CULTURA E DAS ARTES 2º ano - Curso Profissional Artes do Espetáculo - Interpretação Profª Cristina Barcoso Lourenço MÓDULO 6 A CULTURA DO PALCO Desenvolvimento do teatro à italiana. Recurso a maquinarias e a cenários. O Barroco foi um movimento cultural e filosófico da história da cultura ocidental que teve início em Itália e decorreu, aproximadamente, entre meados do século XVI e meados do século XVIII. Assiste-se neste movimento à exaltação dos sentimentos e da religiosidade expressos de forma intensa, dramática e emocional. As salas de espetáculo inserem-se no estilo designado por teatro à italiana. Eram construídas, sobretudo, em forma de ferradura e orientavam-se perpendicularmente ao palco. O público assistia sentado na plateia e também em camarotes e frisas que circundavam a cena. Geralmente nas cúpulas das salas podiam apreciar-se pinturas de artistas reconhecidos. Este tipo de salas, para além de permitir uma boa visão do espetáculo, tinha como objetivo, no século XIX, em termos sociais, permitir ao público ser visto e mostrar-se. O palco italiano era um espaço retangular fechado nos três lados, com uma quarta parede visível ao público frontal através da boca de cena: retangular, semicircular, ferradura ou misto. Era constituído por recursos específicos que permitiam fazer aparecer e desaparecer objetos e pessoas através dos alçapões e quarteladas 1 . A estes efeitos chamava-se "mágica". A maquinaria existente nestes teatros permitia realizar espetáculos complexos e de grande exigência técnica. Os teatros à italiana são património cultural e foram remodelados ao longo das épocas estando hoje apetrechados com novos recursos tecnológicos que se associam aos dispositivos originais (verdadeiras caixas de mágica), proporcionando grandes montagens de teatro, ópera e dança. Pela primeira vez é usada uma cortina para tapar a cena. As três portas da cena grega 1 Divisão no soalho do palco para se poderem abrir alçapões. "Quarteladas", in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, https://www.priberam.pt/dlpo/quarteladas [consultado em 12-11-2017]. O TEATRO COMO MUNDO DA ILUSÃO E ESPAÇO PRIVILEGIADO DO ESPETÁCULO. Espaços, suportes e linguagens Quarteladas In https://goo.gl/5spKpN, consultado a 12/11/2017 In https://goo.gl/hKY8qr, consultado a 12/11/2017 Teatro Farnese. Parma, 1618, Giovanni Battista Aleotti, In https://goo.gl/Ku6MPH e https://goo.gl/veAnhh, consultado a 12/11/2017
  2. 2. são substituídas por telões pintados que permitem efeitos de perspetiva e é introduzida a maquinaria para efeitos especiais. Foi no século XVIII que surgiu o telão de fundo, geralmente com a pintura de uma paisagem o mais naturalista possível, e os chamados bastidores, panos laterais ao palco igualmente em tela pintada. Apagam-se as luzes da sala durante o espetáculo, para concentrar a atenção do público no palco. Há uma platéia e camarotes, dispostos em ferradura. A ópera torna-se tão popular que, só em Veneza, no século XVII, funcionam regularmente 14 teatros. Espaço Cénico “Dois elementos são absolutamente indispensáveis à existência do teatro: ator e público. O espetáculo é uma decorrência natural do encontro de ambos no mesmo espaço, que pode ser um canto de praça, um auditório de escola, um salão de clube ou, até mesmo, um palco especialmente construído e dotado de recursos técnicos apropriados à encenação. Curioso observar, na história do teatro, que o espaço cénico foi sofrendo modificações à medida que foi absorvendo as contingências sociais de cada época, as novas conquistas da técnica, etc. O lendário carro de Téspis, na Grécia mitológica, sugere-nos um espaço cénico de forma circular, com o ator no centro, sobre o tablado improvisado, com o público à sua volta... Graficamente o teatro primitivo deveria ser mais ou menos assim: A necessidade de um anteparo que pudesse projetar as vozes dos atores e escamotear a entrada ou saída das personagens teria gerado o espaço cénico que os antigos gregos adotaram. Essa forma serviu aos gregos até aproximadamente 400 a.C.. Arquibancadas - a principio de madeira e, depois, de pedra - circundavam uma arena onde o coro das tragédias evoluía, cantando e dançando. Uma plataforma era reservada à atuação dos atores, que dialogavam com o coro à sua frente. Quando os romanos invadiram a Grécia, apaixonaram-se pelo teatro que ali se produzia e adotaram, com pequenas adaptações, o seu palco: A Idade Média abandonou essa construção, desenvolvendo um tipo de espetáculo místico, de intenções edificantes, e que era encenado num longo tablado dentro das catedrais, a princípio, e nas praças públicas, logo a seguir. Os cenários eram simultâneos e fixos. A platéia é que se deslocava de uma cena para outra. No final da Idade Média, as ideias do Humanismo trouxeram de volta a cultura clássica, e ocorre, então, o Renascimento, retomando os modelos greco-romanos. O novo espaço cénico passa a ter estas características. O século XVII corresponde ao Barroco, período em que o teatro adotou um espaço cénico em forma de ferradura, com as extremidades voltadas para o palco e vários níveis de platéia. Na Inglaterra surgiria uma nova forma de espaço cénico, que ficou conhecida como Palco elisabetano, referência à Rainha Elisabete, que reinava então. Esse foi o teatro de Shakespeare. A forma de ferradura desenvolvida no Barroco permaneceu mais ou menos intacta nos séculos XVIII e XIX. No século XX ainda permanecem sob o nome de palco italiano. O mundo contemporâneo trouxe importantes inovações no campo da iluminação, da cenografia e do figurino. Paralelamente, outras tendências dão preferência a um espaço cénico capaz de provocar o envolvimento e a intimidade com o público. Esta forma de teatro, chamado de arena, lembra muito o teatro primitivo de Téspis e sua carroça: In http://slideplayer.com.br/slide/1433724/, consultado a 12/11/2017
  3. 3. O teatro barroco herdou os avanços renascentistas na construção de cenários com perspetivas ilusionísticas, o que estava ligado ao reviver da arquitetura clássica. Arquitetos como Vincenzo Scamozzi, Sebastiano Serlio, Bernardo Buontalenti e Baldassare Peruzzi haviam participado ativamente da conceção de cenários de impacto realista, seja através de painéis pintados, o que era mais comum, seja com construções realmente tridimensionais sobre os palcos, e no fim do século XVI a cenografia torna-se uma parte importante na representação teatral. Durante o período barroco, os encenadores começaram a empregar artistas para pintar o pano de fundo para as diversas cenas das suas peças. Ao longo do século seguinte adquiriu relevo ainda maior, e como os cenários teatrais não estavam sujeitos às limitações da arquitetura real, desenvolveu- se uma linha de cenários altamente fantasiosos e bizarros, onde a imaginação encontrou um terreno livre para se manifestar. À medida que os cenários móveis se tornavam mais complexos, da mesma forma evoluíam as casas teatrais, até então construções temporárias ou de proporções modestas. A grande construção arquitetónica de cenários barrocos desenvolveu-se mais em óperas do que em peças teatrais. Dentro de tantas colunas, cúpulas, arcos e perspetivas, a presença humana se reduzia quase ao mínimo, só se fazendo sentir pelo canto vigoroso. O primeiro grande teatro permanente foi construído em Florença em meados do século XVI, e no século seguinte outros apareceram. O primeiro proscénio2 permanente surgiu em 1618 no Teatro Farnese em Parma, sob a forma de uma derivação de um arco de triunfo. Fixos, limitavam a visão do público à regra da perspetiva central, que correspondia simbolicamente à visão do governante, um reflexo da ideologia absolutista. O edifício teatral no barroco, seguiu a conceção à italiana, apresentou em particular a planta da plateia em forma de ferradura e andares com frisas e camarotes até sobre o proscênio e o palco. O teatro do barroco, mais que o espetáculo teatral em si, era o lugar dos acontecimentos sociais mais significativos e hierarquizados. No teatro barroco recorria-se a uma maquinaria específica: maquinismos de voo, as designadas glórias, envolvidas por nuvens que desciam à terra carregando toda a assembleia de divindades. Sistema idêntico era utilizado nas aparições, na conquista da verticalidade do espaço cénico. Construções móveis (máquinas complexas, peças de contrapeso) simultaneamente animadas com certos efeitos pirotécnicos, impunham, ao longo da representação, determinados movimentos à cena. Ao conjunto de todos os mecanismos cola-se a ideia do maravilhoso e de sublime - auroras, crepúsculos, nuvens e paraísos - que pela beleza de imaginação e habilidade técnica produzem efeitos luminosos e acústicos, excelentes auxiliares do espetáculo lírico. Bibliografia http://www.planonacionaldeleitura.gov.pt/teatro/backstage.php?s=21&id=18, consultado a 12/11/2017) http://www.portalsaofrancisco.com.br/historia-geral/teatro-barroco, consultado a 12/11/2017) https://goo.gl/hKY8qr; http://rpm-ns.pt/index.php/rpm/article/viewFile/84/327, consultado a 12/11/2017) http://andreteatro.blogspot.pt/2011/06/espaco-cenico.html, consultado a 12/11/2017) 2 Parte do palco situada à frente do cenário https://goo.gl/bdnCQX, consultado a 12/11/2017 Festival das Artes Barrocas em Český Krumlov, República Checa, In https://goo.gl/FqugHA, consultado a 12/11/2017 Teatro Teatro Petruzzelli, Bari, Itália, In https://goo.gl/2v8hVs, consultado a 12/11/2017

Destinado aos alunos do curso profissional de Artes do Espetáculo

Views

Total views

500

On Slideshare

0

From embeds

0

Number of embeds

0

Actions

Downloads

18

Shares

0

Comments

0

Likes

0

×