Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Pelagem de cobaias

3,521 views

Published on

Published in: Education
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Pelagem de cobaias

  1. 1. Na aula anterior...<br />
  2. 2. 1a lei de Mendel<br />Cadacaracterísticaécondicionadapordoisfatores. Eles se separamnaformação dos gametas, indo apenas um fatorparacadagameta.<br />B<br />b<br />
  3. 3. Pelagem de cobaias<br />P<br />PP pp<br />Dominante<br />Recessivo<br />F1<br />PP ou Pp<br />pp<br />Pp<br />Pp<br />Pp<br />Pp<br />Branca:<br />Genótipo:<br />4 em 4<br />ou<br />100%<br />4:0<br />Preta:<br />0 em 4<br />ou<br />0%<br />Porquinho da Índia (Caviaporcellus)<br />
  4. 4. Pelagem de cobaias<br />P<br />Pppp<br />F1<br />Pp<br />Pp<br />pp<br />pp<br />Branca:<br />Genótipo:<br />2 em 4<br />ou<br />50%<br />2:2<br />Preta:<br />2 em 4<br />ou<br />50%<br />
  5. 5. Pelagem de cobaias<br />P<br />pppp<br />F1<br />pp<br />pp<br />pp<br />pp<br />Branca:<br />Genótipo:<br />0 em 4<br />ou<br />0%<br />0:4<br />Preta:<br />4 em 4<br />ou<br />100%<br />
  6. 6. Pelagem de cobaias<br />P<br />PpPp<br />Pais com fenótipos dominantes podem gerar filhos recessivos, mas o oposto não acontece.<br />F1<br />PP<br />Pp<br />Pp<br />pp<br />Branca:<br />Genótipo:<br />3 em 4<br />ou<br />75%<br />1:2:1<br />Preta:<br />1 em 4<br />ou<br />25%<br />
  7. 7. 2a lei de Mendel<br /> A segregação de alelos de umadeterminadacaracterísticapode ser independente da segregação de alelos de outradeterminadacaracterística.<br />r<br />R<br />r<br />R<br />B<br />B<br />B<br />B<br />
  8. 8. a<br />a<br />A<br />A<br />a<br />a<br />A<br />A<br />a<br />a<br />A<br />A<br />a<br />a<br />A<br />A<br />a<br />a<br />A<br />A<br />a<br />a<br />A<br />A<br />a<br />a<br />A<br />A<br />
  9. 9. a<br />a<br />A<br />A<br />A<br />A<br />a<br />a<br />a<br />a<br />a<br />a<br />A<br />A<br />a<br />a<br />A<br />A<br />a<br />a<br />A<br />A<br />A<br />A<br />a<br />a<br />a<br />a<br />a<br />a<br />A<br />A<br />a<br />a<br />A<br />A<br />a<br />a<br />A<br />A<br />A<br />A<br />a<br />a<br />a<br />a<br />a<br />a<br />A<br />A<br />a<br />a<br />A<br />A<br />
  10. 10. AA<br />Aa<br />Aa<br />aa<br />a<br />a<br />a<br />a<br />A<br />A<br />A<br />A<br />A<br />A<br />A<br />A<br />a<br />a<br />a<br />a<br />a<br />a<br />a<br />a<br />A<br />A<br />A<br />A<br />A<br />A<br />A<br />A<br />a<br />a<br />a<br />a<br />a<br />a<br />A<br />A<br />a<br />a<br />A<br />A<br />A<br />A<br />A<br />A<br />a<br />a<br />a<br />a<br />
  11. 11. Heredogramas<br />Gráficos utilizados em genética para expor a genealogia   de um indivíduo ou de uma família. <br />Através de símbolos e sinais convencionais são caracterizados todos os integrantes da linhagem sobre a qual se questiona alguma coisa.<br />
  12. 12. Distrofia retiniana com onda rápida escotópica (DRORE) associada à síndrome dos cabelos anágenos frouxos (SCAF). Parte I: Achados oftalmológicos <br />Arq. Bras. Oftalmol. vol.67 no.3 São Paulo May/June 2004<br />
  13. 13. Algumas convenções<br />•Indivíduos do sexo masculino são representados por um quadrado;<br />• Indivíduos do sexo feminino são representados por um círculo;<br />• Casamento indicando procriação é simbolizado por um traço horizontal que une os dois membros do casal;<br />• Filhos do mesmo casamento são representados por traços verticais unidos ao traço horizontal do casal;<br />• Indivíduos de sexo indefinido são representados por um losango;<br />• Indivíduos afetados por alguma anomalia são representados pelo símbolo que caracteriza seu sexo, preenchidos;<br />• No caso de acasalamento consangüíneo, os membros do casal são unidos por dois traços horizontais;<br />
  14. 14. Algumas convenções<br />• O homem deve vir à esquerda do casal e a mulher à direita sempre que possível;<br />• Os filhos devem ser colocados da direita para a esquerda, em ordem de nascimento;<br />• Cada geração seguinte é indicada por algarismos romanos (I, II, III, e assim por diante). <br />• Dentro de cada geração, os indivíduos são indicados por algarismos arábicos, sempre da esquerda para a direita.<br />
  15. 15.
  16. 16. Albinismo<br />
  17. 17. Albinismo<br />Acromia, acromasia ou acromatose<br />Ausência completa ou parcial de pigmento na pele, cabelos e olhos <br />Ausência ou defeito de uma enzima envolvida na produção de melanina.<br />
  18. 18. Albinismo<br />Resulta de uma herança de alelos de gene recessivo<br />Defeitos de visão, como fotofobia e astigmatismo.<br />Organismo mais suscetível a queimaduras solares e câncer de pele<br />
  19. 19. Albinismo<br />
  20. 20. Albinismo<br />A<br />A<br />A<br />A<br />a<br />a<br />a<br />a<br />7<br />8<br />aa<br />aa<br />aa<br />A<br />A<br />_<br />_<br />aa<br />aa<br />aa<br />Indivíduo “normal”<br />Indivíduo albino<br />É possível?<br />
  21. 21. Mendel não previu tudo...<br />Mecanismos hereditários não previstos por Mendel:<br />Co-dominância <br />Alelos múltiplos (Cor do pêlo de chinchilas, Sistema ABO)<br />Genes Letais (Doença de Tay-Sachs)<br />
  22. 22. Genes letais<br />LucienCuénot (1866-1951)<br />Biólogo francês<br />Estudava a herança da cor da pelagem em camundongos<br />Amarelo: Dominante Castanho: Recessivo<br />
  23. 23. Genes letais<br />Cc<br />Cc<br />Cuénot esperava a proporção 3:1, mas sempre ocorria a proporção 2:1<br />Alelo dominante é letal quando em homozigose(dose dupla)!<br />
  24. 24. Genes letais<br />Gene que causa a morte pré ou pós-natal (quando em homozigose), ou que então produz uma deformidade significante<br />Pode ser dominante ou recessivo<br />Doença de Tay- Sachs:<br /> - Leva a paralisia, cegueira progressiva e morte por volta do segundo ao quarto ano de vida<br /> - Neste caso os indivíduos afetados são recessivos (ss) e os normais (SS ou Ss)<br /> - Há uma outra forma, que começa a se manifestar por volta dos 25-30 anos<br />
  25. 25. Tay-Sachs<br />Mãe portadora<br />não afetada<br />Pai portador<br />não afetado<br />Não portador<br />não afetado<br />Portador<br />não afetado<br />Afetado<br />25%<br />25%<br />50%<br />
  26. 26. Genes letais<br />Doença de Huntington:<br /> - É uma degeneração nervosa com tremores generalizados e sinais de deterioração mental<br /> - Às vezes só manifestados após os 30 anos o que leva à transmissão dos genes aos descendentes.<br />
  27. 27. Genes letais<br />Talassemia: anemia que acomete as populações das regiões que limitam o mediterrâneo<br />Cadeias de hemoglobina anormais<br />É determinada por um gene T (dominante), o seu alelo t é responsável por fenótipos normais. <br />Os indivíduos TT morrem. <br />Os indivíduos Tt são normais ou apresentam uma forma menos grave de anemia e sobrevivem.<br />
  28. 28. Talassemia<br />
  29. 29. Para cada caso abaixo, dê os genótipos dos indivíduos e identifique se a doença em questão é de caráter dominante ou recessivo:<br />Aa<br />Aa<br />A_<br />A_<br />Aa<br />Aa<br />A_<br />A_<br />aa<br />A_<br />A_<br />aa<br />
  30. 30. O heredograma abaixo apresenta uma família com indivíduos portadores de fibromatose gengival (aumento da gengiva devido a um tumor).<br />N_<br />N_<br />nn<br />a) Qual o tipo de herança envolvida?<br />b) Quais os indivíduos seguramente homozigotos do heredograma?<br />c) Quais os indivíduos seguramente heterozigotos do heredograma?<br />
  31. 31. A doença de Tay-Sachs caracteriza-se pelo estabelecimento de grave retardo no desenvolvimento progredindo para morte entre os dois etrês anos de idade. A taxa de prevalência dessa anomalia entre judeus é muito alta (1:5.000) em relação a populações não judias (1:400.000). Após diagnóstico dessa doença em dois membros da família representado no heredograma abaixo, foi pedido pelo casal III.4 x III.5 um aconselhamento genético.<br />a) Qual o padrão de herança envolvido nessa anomalia genética? Justifique sua<br />resposta.<br />b) Qual a probabilidade de nascimento de criança afetada para o casal em questão?<br />
  32. 32. Questão 1<br />Em um cruzamento entre ervilhas amarelas, nasceram ervilhas verdes e amarelas, qual o genótipo das ervilhas que foram cruzadas?<br /> _____ x _____<br />
  33. 33. Questão 2<br />Nos cruzamentos abaixo quais as possibilidades de descendentes:<br />Ervilha lisa Ervilha <br /> (homozigota) X rugosa<br />b) Ervilha flor X Ervilha flor<br /> branca branca<br />c) Planta alta X Planta baixa<br /> (heterozigota)<br />
  34. 34. Questão 3<br />Cruzando ervilhas:<br />Amarelas X Verdes<br />(Filha de uma <br />Verde)<br />Formaram 1000 plantas.<br />Quantas são:<br />Amarelas  <br />Verdes  <br />

×