Advertisement
Guia para plano de negócios bmef
Guia para plano de negócios bmef
Guia para plano de negócios bmef
Guia para plano de negócios bmef
Advertisement
Guia para plano de negócios bmef
Guia para plano de negócios bmef
Guia para plano de negócios bmef
Guia para plano de negócios bmef
Guia para plano de negócios bmef
Advertisement
Guia para plano de negócios bmef
Guia para plano de negócios bmef
Guia para plano de negócios bmef
Guia para plano de negócios bmef
Guia para plano de negócios bmef
Advertisement
Guia para plano de negócios bmef
Guia para plano de negócios bmef
Guia para plano de negócios bmef
Upcoming SlideShare
E-Book Planejamento Estratégico: Pequenas e Médias EmpresasE-Book Planejamento Estratégico: Pequenas e Médias Empresas
Loading in ... 3
1 of 17
Advertisement

More Related Content

Advertisement

Guia para plano de negócios bmef

  1. Guia para plano de negócios - BMEF Guia para Plano de Negócios Leonardo Hideki Anagusko HDK Branding BMEF- Branding, Marketing, Economia e Finanças
  2. Guia para plano de negócios - BMEF Conteúdo INTRODUÇÃO ....................................................................................................................................................................... 1 I- O que é um plano de negócios? ................................................................................................................... 1 II- Por que devo fazer um plano de negócios? ................................................................................................. 1 Elaboração......................................................................................................................................................................... 2 Capa .............................................................................................................................................................................. 2 Sumário ......................................................................................................................................................................... 2 Sumário executivo ........................................................................................................................................................ 2 Análise de mercado....................................................................................................................................................... 2 III- Estudo dos clientes ...................................................................................................................................... 2 IV- Estudo dos concorrentes ............................................................................................................................. 4 V- Estudo dos fornecedores ............................................................................................................................. 4 Plano de Marketing ....................................................................................................................................................... 5 VI- Descrição dos produtos e serviços ............................................................................................................... 5 VII- Preço ............................................................................................................................................................ 5 VIII- Estratégias promocionais ............................................................................................................................. 5 IX- Estrutura de comercialização ....................................................................................................................... 6 X- Localização do negócio ................................................................................................................................ 6 Plano operacional ......................................................................................................................................................... 7 XI- Layout........................................................................................................................................................... 7 XII- Capacidade produtiva/comercial/serviços .................................................................................................. 7 XIII- Processos operacionais ................................................................................................................................ 7 XIV- Necessidade de pessoal ............................................................................................................................... 7 Plano financeiro ............................................................................................................................................................ 7 XV- Investimento total........................................................................................................................................ 8 XVI- Investimento fixo ......................................................................................................................................... 8 XVII- Capital de giro .............................................................................................................................................. 8 XVIII- Investimentos pré-operacionais .................................................................................................................. 8 XIX- Faturamento mensal .................................................................................................................................... 9 XX- Custos com materiais ................................................................................................................................... 9
  3. Guia para plano de negócios - BMEF XXI- Custos de comercialização ........................................................................................................................... 9 XXII- Custos dos materiais diretos e/ou mercadorias vendidas ........................................................................... 9 XXIII- Custos de mão-de-obra................................................................................................................................ 9 XXIV- Custos com depreciação .............................................................................................................................. 9 XXV- Custos fixos mensais .................................................................................................................................. 10 XXVI- Demonstrativo de resultado ...................................................................................................................... 10 XXVII- Indicadores de viabilidade ......................................................................................................................... 10 Avaliação estratégica .................................................................................................................................................. 11 XXVIII- Análise S.W.O.T .......................................................................................................................................... 11 Avaliação do plano e conclusão .................................................................................................................................. 13 Considerações finais ................................................................................................................................................... 13
  4. Guia para plano de negócios - BMEF INTRODUÇÃO O que é um plano de negócios? Plano de negócios é o documento que aponta uma visão geral de como a empresa irá desenvolver e executar o seu negócio. Ele indica os objetivos da empresa e mostra como serão alcançados. Serve como modelo para orientar política e estrategicamente a empresa e é continuamente atualizado conforme as condições de mudanças baseadas em novas oportunidades e/ou ameaças que surgem. Também serve para gerar interesse de potenciais investidores e deve conter um resumo de seus produtos/serviços, previsão de desempenho no mercado, análise de mercado, planejamento de marketing, planejamento de finanças e estratégias de venda, além da descrição da equipe de gestão. Por que devo fazer um plano de negócios? Uma empresa pode falhar por todos os tipos de razões, mesmo que ela ofereça um excelente produto ou serviço. Uma empresa pode não suportar o peso da concorrência, ou até mesmo, as dificuldades operacionais, financeiras ou comerciais. Isto porque não se preparou corretamente pra enfrentá-las, ou simplesmente porque não era possível enfrentá-las. A extrema importância do plano de negócios se dá ao fato de que ele pode lhe indicar a viabilidade ou inviabilidade de sua empresa, ajudar a se preparar para atuar no mercado e evitar erros antes que aconteçam. Ele também é importante do ponto de vista financeiro, pois pode atuar como uma ferramenta para ajudar a conseguir investidores que podem financiar o negócio. . Página 1
  5. Guia para plano de negócios - BMEF Elaboração Capa A capa deve ser limpa e sóbria e deve conter somente informações necessárias e pertinentes. Sumário Deve conter título e página de cada parte do plano. Sumário executivo É um resumo de todo seu Plano de Negócio e deve conter seus pontos mais importantes em no máximo duas páginas. Nele deve constar:  Resumo dos principais pontos do plano de negócio (o que é o negócio; quais os principais produtos e/ou serviços; quem serão seus principais clientes; onde será localizada a empresa; o montante de capital a ser investido; qual será o faturamento mensal; que lucro espera obter do negócio; em quanto tempo espera que o capital investido retorne).  Dados dos empreendedores, experiência profissional e atribuições.  Dados do empreendimento (nome da empresa; CNPJ/CPF)  Missão da empresa  Setores de atividades  Forma jurídica (empresário; sociedade limitada)  Enquadramento tributário (regime formal; regime simples)  Capital social  Fonte de recursos Obs: O sumário executivo deve ser feito após a conclusão de todo o Plano. Análise de mercado Estudo dos clientes Processo essencial do Plano, pois os clientes são o motivo das empresas existirem, afinal, sem clientes, sem negócio! Página 2
  6. Guia para plano de negócios - BMEF Nesta etapa deve-se responder as seguintes questões: A- Identificar características gerais No caso de pessoas físicas  Qual a faixa etária?  Qual sexo predominante?  Qual o tamanho da família?  Qual a atividade profissional?  Qual a renda?  Qual a escolaridade?  Onde moram? No caso de pessoas jurídicas  Qual o ramo de atuação?  Que tipos de produtos ou serviços oferecem?  Quantos funcionários possuem?  Há quanto tempo atuam?  Possuem filial? Onde?  Qual a sua capacidade de pagamento?  Qual sua imagem no mercado? B- Identificar interesses e comportamentos dos clientes  Que quantidade e com que frequência compram este tipo de produto/serviço?  Onde costumam comprar?  Que preço pagam atualmente por este produto/serviço?  Qual a qualidade que aceitam?  Qual a forma de pagamento que preferem?  Qual o prazo de entrega tolerado? C- Identificar onde estão seus clientes em potencial Página 3
  7. Guia para plano de negócios - BMEF É necessário saber qual o tamanho do mercado em que a empresa irá atuar (bairro, cidade, estado, pais) e com qual facilidade as pessoas a encontrarão. Obs: A viabilidade na empresa se dá quando a empresa tem um número suficiente de clientes capazes de realizar vendas que cubram suas despesas e gerem lucros. Estudo dos concorrentes Seus concorrentes são as empresas que atuam em seu mesmo ramo de atividade e atendem o seu mesmo público alvo. É interessante também, observar empresas que trabalham com serviços/produtos que atuam como possíveis substitutos ao seu. Procure fazer uma análise dos pontos fortes e fracos deles (como por exemplo, com relação à serviços disponibilizados, garantias, qualidade de materiais utilizados, atendimento, condições de pagamento, etc...) Após esse estudo, você deve analisar se sua empresa tem condições de entrar neste mercado, competir com concorrentes existentes, o que pode fazer com que os clientes passem a preferir sua empresa, se há espaço para todos, qual a possibilidade de criar novos espaços e o que deve ser feito para se estabelecer no mercado. Estudo dos fornecedores Faça um estudo sobre quem serão seus potencias fornecedores de insumos, equipamentos, ferramentas, utensílios, mercadorias e serviços. Verifique questões como confiabilidade, reputação, preço, qualidade, condições de pagamento e prazo de entrega. Você pode pesquisar por telefone, internet, catálogos ou pessoalmente. Crie um cadastro destes fornecedores e mantenha sempre atualizado. Verifique a capacidade técnica dos fornecedores, a capacidade de suprir o requisitado na quantidade necessária, na qualidade exigida, no prazo estipulado e no preço combinado, além disso, sempre mantenha contato com outros possíveis fornecedores pré-selecionados, pois nunca se sabe se poderá ocorrer algum imprevisto com seu fornecedor principal. Procure selecionar fornecedores confiáveis e de boa reputação, pois serão parte direta de seu produto/serviço e, assim sendo, integrarão o conceito a ser formado pelos seus clientes sobre o que sua empresa oferece. Além disso, a troca de fornecedores durante o processo operacional normalmente prejudica os resultados. Todas estas informações irão auxiliar a definir o investimento inicial e o dispêndio do negócio. Página 4
  8. Guia para plano de negócios - BMEF Plano de Marketing Descrição dos produtos e serviços Você deve descrever os principais produtos ou serviços que serão produzidos, vendidos ou prestados. Informe qual linha de produtos, especificando suas principais características, e se julgar necessário, adicione imagens do produto ao final do seu plano de negócio como documentação de apoio. No caso de prestadores de serviço, informe quais serviços serão prestados, suas características e garantias. Não se esqueça de verificar existência de regulamentos, normas e leis oficiais para permissão de sua atividade, ou produção, acondicionamento e comercialização de seus produtos. Preço O preço deve levar em consideração seus custos, a percepção do cliente sobre o valor agregado do produto/serviço e retorno desejado. Além disso, deve-se verificar se seu preço é compatível com o praticado no mercado por seus concorrentes. Estratégias promocionais Entende-se por promoção toda ação que visa apresentar, informar, convencer ou lembrar o cliente de comprar seu produto/serviço. É preciso elaborar uma estratégia de promoção que estabeleça uma comunicação efetiva, atingindo seu público alvo e gerando uma interação entre empresa e cliente. A estratégia de promoção no seu Plano de Negócio poderá ser composta por diversas ações, como por exemplo:  Propaganda em rádios, jornais, revistas e televisão  Sites, blogs e redes socias  Relações públicas  Marketing direto  Eventos  Brindes Página 5
  9. Guia para plano de negócios - BMEF  Sorteios, cupons, descontos Analise o retorno de sua estratégia em termos de imagem, aumento de clientes e acréscimo de receitas. Leve em consideração também, os custos envolvidos. Outro ponto fundamental é o trabalho sobre sua marca. Nunca se esqueça de que ela é seu maior ativo intangível e seu principal vínculo com seus clientes. Ela simboliza todos os seus valores, ideias e identidade. Procure elaborar um nome e logotipo fácil de pronunciar e memorizar e desenvolva missão, visão e valores de acordo com sua ideologia e seja sempre fiel à eles. Obs: consulte no INPI- INSTITUTO NACIONAL DE PROPRIEDADE INDUSTRIAL a disponibilidade do uso do nome e logomarca desejado. Estrutura de comercialização Trata do modo como a empresa disponibilizará seus produtos/serviços no mercado. É necessário desenhar os canais de distribuição e definir a logística necessária para abastecer esses canais. Existem vários canais possíveis, como por exemplo: vendedores internos, vendedores externos, representantes de venda, televendas ou e-commerce. Localização do negócio Identifique a melhor localização para seu negócio e justifique sua escolha. O ponto está diretamente ligado ao ramo de atividade da empresa e deve facilitar o encontro dos clientes e gerar fluxo razoável de vendas. Procure um bom espaço físico, com boas distribuições dos diversos setores da empresa. A aquisição de imóvel para instalação da empresa não é uma prática comum pois imobiliza grande parte dos recursos, comprometendo valores destinados ao capital de giro. Então é recomendável fazer uma locação. Mas antes de fechar algum contrato, é importante verificar algumas questões como, a proximidade de concorrentes, proximidade de fornecedores, facilidade de acesso, níveis de ruído, restrições ou implicações legais no local, condições de pagamento, prazos e condições de segurança. É recomendável também, visitar o local palo menos três vezes antes, em dias e horários alternados. Página 6
  10. Guia para plano de negócios - BMEF Plano operacional Layout Defina de que forma serão distribuídos os diversos setores da empresa, os recursos e pessoal no espaço disponível. Um bom layout proporciona vários benefícios, como por exemplo: aumento da produtividade, diminuição do desperdício e do retrabalho, facilidade da localização dos produtos pelos clientes, facilidade e melhoria da comunicação dos setores e pessoas. Capacidade produtiva/comercial/serviços Estime a capacidade de produção, ou quantidade de clientes que podem ser atendidos com a estrutura disponível. Isto ajuda a reduzir ociosidade e desperdícios. Leve em consideração a disponibilidade financeira, o volume de produção e volume de vendas que se deseja colocar no mercado em um dado período de tempo, e assim determinar as necessidades das instalações e maquinários. Considere também as oscilações do mercado com relação às compras de seu produto/serviço. Processos operacionais Verifique como serão as várias atividades e descreva etapa por etapa como será a fabricação, a venda, a prestação de serviços e até mesmo as rotinas administrativas. Identifique quais serão os trabalhos a serem realizados, os responsáveis, os materiais e equipamentos necessários. Elabore um roteiro com essas informações. Necessidade de pessoal Verifique o pessoal necessário para dar funcionamento ao negócio. Isto pode incluir sócios, familiares e pessoas a serem contratadas. Plano financeiro Página 7
  11. Guia para plano de negócios - BMEF Investimento total Aqui você irá determinar o valor total dos recursos necessários para que a empresa possa funcionar. Nesta conta deve-se incluir o investimento fixo, investimento financeiro, o capital de giro e investimentos pré-operacionais. Investimento fixo Corresponde aos custos de aquisição dos bens duráveis necessários para o funcionamento adequado do negócio, como por exemplo, máquinas, equipamentos, ferramentas, veículos, etc. Obs: Procure sempre a forma mais econômica e sustentável, evitando gastos desnecessários e tome cuidado com estado de conservação e garantias. Capital de giro É a reserva de recursos necessários para a empresa fazer seus negócios acontecerem. Deverá ser utilizado conforme as necessidades da empresa ao longo do tempo. Compreende a compra de insumos, financiamento das vendas, e pagamento das despesas. Esses recursos ficam alocados no estoque, nas contas a receber, no caixa ou em conta bancária. Você deve apurar o estoque inicial e o caixa mínimo necessário para iniciar as atividades.  Estoque inicial Inclui todo o material necessário para a produção e distribuição dos produtos ou mercadorias que serão vendidos. Deve-se considerar a capacidade de produção da empresa, o tamanho do mercado e a projeção de vendas.  Caixa mínimo É o capital mínimo necessário para dar rotatividade ao negócio, deve ser o valor a cobrir os custos antes da entrada de novas receitas. Investimentos pré-operacionais Inclui os gastos realizados antes de se iniciar operacionalmente as atividades da empresa, como por exemplo, projetos, analise de mercado, pesquisas, reformas de imóvel, etc. Página 8
  12. Guia para plano de negócios - BMEF Faturamento mensal Para estimar o faturamento mensal da empresa, precisa-se considerar a capacidade de produção e a projeção de vendas de seu produto/serviço e multiplicar pelo seu preço de venda. Isto deve ser feito baseado na análise do mercado, o preço praticado pela concorrência, o valor percebido pelo cliente e o quanto ele se dispõe a pagar. Obs: orienta-se que se faça uma estimativa de pelo menos, um ano, e seja realista e cauteloso, não se esqueça também, de verificar existência de períodos de sazonalidade no mercado de atuação. Custos com materiais Neste ponto deve-se calcular os gastos com os materiais necessários à fabricação dos produtos, ou mercadorias à comercialização. São custos variáveis, pois dependem do volume a ser produzido ou vendido. Custos de comercialização Referem-se aos gastos com impostos e comissões a vendedores. Também é classificado com custo variável e, para realizar sua estimativa, basta aplicar o percentual dos impostos e comissões à sua projeção de vendas. Custos dos materiais diretos e/ou mercadorias vendidas O CMD (custos com materiais diretos) ou CMV (custos das mercadorias vendidas) representa o valor a ser subtraído dos estoques pela sua venda efetiva. Para calculá-lo, basta multiplicar a estimativa de vendas pelo seu custo de fabricação ou aquisição. Este também se classifica como custo variável. Custos de mão-de-obra Ao definir a necessidade e efetiva contratação do número de funcionários que e empresa deve contar em suas atividades, determine o salário a ser pago a cada um, e não se esqueça de considerar também, os encargos sociais, como 13°, férias, FGTS, entre outros. Calculando o total, você saberá qual será seu gasto com mão-de-obra. Custos com depreciação Relacione todo o seu imobilizado (máquinas, ferramentas, utensílios, veículos, etc), determine o tempo médio (em anos) destes bens, divida o valor de cada um pelo seu tempo de vida útil Página 9
  13. Guia para plano de negócios - BMEF para saber o valor anual da depreciação, depois, divida-o por doze, para saber o valor mensal desta depreciação. Obs: Apesar de ser um custo, a depreciação não representa um desembolso. Custos fixos mensais São os custos que não dependem do quanto a empresa irá fabricar ou vender no período. Neste cálculo podem entrar despesas como o aluguel, IPTU, água, energia elétrica, telefone, pró-labore, entre outros. Demonstrativo de resultado Com base nas estimativas de faturamento e nos custos fixos e variáveis, você pode prever o resultado do período. Para isto, deve-se calcular a diferença entre a receita e despesa. Indicadores de viabilidade Ponto de equilíbrio Representa o valor que a empresa deve faturar para cobrir suas despesas e a partir de que momento ela passa a gerar lucros. Para calculá-lo siga este processo: Primeiro calcule o índice da margem de contribuição: IMC = Receita total – Custo variável total / Receita total Depois calcule o PE (ponto de equilíbrio) PE= Custo fixo total / Índice da margem de contribuição Lucratividade É o índice que aponta o percentual de ganho obtido sobre as vendas realizadas. Rentabilidade Indica a remuneração do capital investido na empresa. Neste índice se encontra o relativo ao retorno do capital próprio (ROE return os common equity), que mensura o retorno do investimento sobre o patrimônio líquido. Ele apresenta em porcentagem qual foi o retorno sobre o capital próprio. Página 10
  14. Guia para plano de negócios - BMEF Sua equação é a seguinte: ROE=Lucro líquido / Patrimônio Líquido Exemplo: Empresa XXX possui um lucro líquido de R$ 192.500,00 e seu patrimônio líquido é de R$ 255.000,00, então: ROE= 192.500/255.000 = 0,75 Ou seja, para cada R$ 1,00 seu investido na empresa, você consegue R$ 0,75 de lucro (Porém, lembre-se que de acordo com o princípio contábil da ENTIDADE, o patrimônio da empresa não se confunde com o de seus sócios, acionistas ou proprietário individual). Aqui, teremos também, outro indicador, que aponta o retorno sobre o investimento (ROI- return on investiment, também chamado de ROA- Return os Assets). Ele mensura a rentabilidade final sobre os recursos investidos na organização. Sua equação é a seguinte: ROI= Lucro Líquido/Ativo Total Exemplo: Empresa XXX possui um lucro líquido de R$ 192.500,00 e seu ativo total é R$ 585.000,00, então: ROI= 192.500/585.000 = 0,33 Ou seja, para cada R$ 1,00 real investido, você consegue R$ 0,33. Prazo de retorno do investimento (Pay-back) Este índice representa em quanto tempo o investimento do projeto irá retornar. Para calculá-lo é preciso somar todos os fluxos de caixa descontado até que se chegue ao valor do desembolso do início do projeto. Avaliação estratégica Análise S.W.O.T Página 11
  15. Guia para plano de negócios - BMEF O termo SWOT representa as siglas em inglês de stregths, weaknesses, opportunities, threats e corresponde a forças, fraquezas, oportunidades e ameaças. Seu objetivo é verificar a posição estratégica da empresa no mercado. Sua análise é dividida em ambiente interno, onde se encontra forças e fraquezas, e ambiente externo, onde terá oportunidades e ameaças. Normalmente utiliza-se um quadro para melhor representação e visualização. Fatores externos Oportunidades identificadas no mercado Ameaças identificadas no mercado Pontos fortes da empresa Pontos fracos da empresa Fatores internos Oportunidades identificadas no mercado Ameaças identificadas no mercado Pontos fortes da empresa Pontos fracos da empresa Depois de feito esse levantamento, você deve cruzar as informações para poder ter uma ideia mais ampla do conceito a ser defendido no seu plano e encontrar alternativas para sua Fatores externos operação. Está é a chamada “análise cruzada”. Veja um exemplo: Fatores internos Página 12
  16. Guia para plano de negócios - BMEF Avaliação do plano e conclusão Depois de feito tudo isto, você deve avaliar seu plano e relatar sua conclusão. Considerações finais O seu Plano de Negócio é o seu guia de percurso para seguir no difícil caminho da competição de mercado. É um instrumento de suma importância para você que decide entrar neste mundo. Lembre-se que é uma ferramenta de planejamento e deve ser consultada e acompanhada sempre. Ela irá indicar desde a viabilidade do negócio, até como iniciar, desenvolver e transformar quando preciso. Enfim, espero ter ajudado-os e torço para que se preparem bem e consigam alcançar seus objetivos. Um grande abraço a todos e sucesso! Leonardo Hideki Anagusko Consultor Empresarial BMEF- Branding, Marketing, Economia e Finanças HDK Branding Página 13
Advertisement