Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
RESSONÂNCIA
MAGNÉTICA-EXAMES
Prof.Herculys Douglas
RECOMENDAÇÕES
 Jejum
 Hidratação*
 Preparo prévio
PARÂMETROS
 Posicionamento
 Programação
 Anatomia/Patologia
 Exames estruturais e
funcionais
POSICIONAMENTO
 Decúbito dorsal-
supino
 Decúbito ventral-
pronado
 Decúbito lateral
PROGRAMAÇÃO
 Localizador ou
sequência.
 Início e fim dos
cortes.
 Orientação:
caudocranial ou
craniocaudal.
SENTIDO DISTAL = CÉFALO-PODÁLICO
SENTIDO PROXIMAL = PODO-CEFÁLICO
SENTIDO MÉDIO LATERAL
SENTIDO LATERO-MEDIAL
MENISCO
 Pequenas cartilagens que funcionam
como amortecedores entre os ossos
da perna e coxa.
 Menisco medial e lateral.
LOCALIZADOR
 3 PLANOS
 PROGRAMAÇÃO
 FOV
 ANATOMIA
EXAMES ESTRUTURAIS
 Divisões anatômicas
e protocolos:
-Cabeça/pescoço
-Coluna
-MMSS
-MMII
-Torax
-Abdome
CABEÇA/PESCOÇO
 RM Crânio
 RM Face
 RM
Mastoides/ouvidos/ossos
temporais
 RM Hipófise/sela túrcica
 RM pescoço
RM CRÂNIO
 Estudo neurológico
 Exame ouro pra estudo
do crânio
 Exame mais utilizado
Medula oblongaPonte
Mesencéfalo
Hipófise
Giro do cíngulo Sulco
Parieto-occipital
v.galeno
Pineal
Radiação
óptica
Hipocampo
Cápsula interna
Lobo temporal
Ventrículo lateral
(corno temporal)
Região
insular
Lobo parietal
Lobo frontal
Ventrículo lateral
(corpo)
Coroa radiada
Núcleo caudado
(cabeça)
Fórnix
(corpo)
Lobo parietal
Cerebelo
Vermis
Tenda do
cerebelo
RM FACE
 Estudo dos ossos da
face e glândulas
salivares.
 Patologia das partes
moles do nariz.
 Não pode cortar o
nariz...
RM MASTOIDES/OUVIDOS/OSSOS
TEMPORAIS
 Estudo dos nervos
cranianos
 Surdez
 Neoplasia trigemial
 FOV pequeno
RM HIPÓFISE/SELA TURCICA
 Estudo de problemas
hormônicos.
 Crescimento, produção
de leite e gametas.
RM ATM
 VÍDEO!
RM PESCOÇO
 Estudo das partes moles
do pescoço.
COLUNA
 Coluna cervical
 Coluna torácica
 Coluna lombar
 Coluna sacral
 “Coluna Lombo-sacra”
RM COLUNA
CERVICAL/TORÁCICA/LOMBAR
 Hérnia de disco
 Canal medular
MECANISMOS DE FRATURA
MECANISMOS DE FRATURA
TRAUMATISMO RAQUI-MEDULAR
TRAUMATISMO RAQUI-MEDULAR
COLUNA LOMBAR
COLUNA LOMBAR
HÉRNIA DISCAL
HÉRNIA DISCAL
HÉRNIA DISCAL
HÉRNIA DISCAL
HÉRNIA DISCAL
POR QUE EU TENHO DORES NAS
COSTAS?
Porque:
• As dores nas costas são causas frequentes
de incapacidade (abaixo das dores d...
FATORES DESENCADEANTES
A barriga caída para frente
acentua a curvatura da coluna,
provocando dores nas costas
ALINHAMENTO DA COLUNA
VERTEBRAL
• Quando vista de frente
ou de costas a coluna
deve ser ALINHADA de
ponta a ponta.
COMO É SUA POSTURA?
A MÁ POSTURA PODE PROVOCAR
DORES NAS COSTAS
Muito peso DEFORMA sua coluna. Carregue só o que for necessário.
SENTAR-SE
Posições
incorretas para
sentar
TITO, um professor muito especial –
Patrícia Pimentel - 2001
TITO, um professor muito especial –
Patrícia Pimentel - 2001
ESPONDILODISCITE
ESPONDILODISCITE
ESPONDILODISCITE
ESPONDILODISCITE
ESPINHA BÍFIDA
• Má formação congênita Medula espinhal sem
proteção.
ESPINHA BÍFIDA
CUIDADO!
MEMBROS SUPERIORES-MMSS
 RM ombro
 RM braço
 RM cotovelo
 RM antebraço
 RM punho
 RM mão
 RM dedo
RM OMBRO
 Lesão de manguito
rotador
 Dificuldades em sua
mobilidade
RM
BRAÇO/COTOVELO/ANTEBRAÇO/PUNHO/MÃO/DEDO
RESSONÂNCIA MAGNÉTICA
RESSONÂNCIA MAGNÉTICA
RESSONÂNCIA MAGNÉTICA
MEMBROS INFERIORES-MMII
 RM quadril
 RM coxa
 RM joelho
 RM perna
 RM tornozelo/retro pé
 RM ante pé
 RM hálux
RM QUADRIL
 Patologias no
acetábulo
 Dificuldades na
locomoção
RM JOELHO
 Entorse
 Rompimento dos
ligamentos cruzados
anteriores e posteriores.
 Exame ouro pra estudo
do joelho.
RM COXA/PERNA/
TORNOZELO/ANTEPÉ/HÁLUX
calcaneus
talus
cuboid
ANATOMIA DOS PÉS
SÃO 26 OSSOS DIVIDIDOS EM
ANATOMIA DOS PÉS
SÃO 26 OSSOS DIVIDIDOS EM
14 FALANGES
ANATOMIA DOS PÉS
SÃO 26 OSSOS DIVIDIDOS EM
14 FALANGES
5 METATARSOS
ANATOMIA DOS PÉS
SÃO 26 OSSOS DIVIDIDOS EM
14 FALANGES
5 METATARSOS
7 OSSOS DO TARSO
ANATOMIA DOS PÉS
FALANGES DISTAL
ANATOMIA DOS PÉS
FALANGES MEDIAL
APENAS DO 2º DEDO EM DIANTE
ANATOMIA DOS PÉS
FALANGES MEDIAL
OBS: O 1º DEDO
DENOMINADO
(HALUX)
É DESPROVIDO
DESTA FLANGE
ANATOMIA DOS PÉS
FALANGES PROXIMAL
ARTICULAÇÕES
INTERFALANGIANAS
ARTICULAÇÕES
METATARSOFALANGIANAS
ANATOMIA DOS PÉS
METATARSOS
ARTICULAÇÕES
TARSOMETATARCICAS
OSSO TÁLUS
ARTICULA-SE COM A TÍBIA E FÍBULA
OSSO CALCÂNIO
ARTICULA-SE COM O TÁLUS E CUBÓIDE
OSSO CUBÓIDE
ARTICULA-SE COM CALCÂNEO,NAVICULAR,CUNEIFORME E
(2)METATARSOS
OSSO NAVICULAR
ARTICULA-SE COM
CALCÂNEO,TÁLUS,NAVICULAR,CUNEIFORMES E CUBÓIDE
OSSOS CUNEIFORMES
PARTE LATERAL PARTE MEDIAL
MEDIAL
OSSOS CUNEIFORMES
PARTE LATERAL PARTE MEDIAL
MEDIAL
INTERMEDIÁRIO
OSSOS CUNEIFORMES
PARTELATERAL PARTE MEDIAL
MEDIAL
INTERMEDIÁRIO
LATERAL
Scan level
anterior
LCA E LCP
LIGAMENTO CRUZADO
-
MENISCI PCL
ACL
MENISCI PATELLA TENDON
MEDIAL
LATERAL
QUADRICEPS TENDON
PATELLA
PATELLAR
TENDON
ANTERIOR CRUCIATE
LIGAMENT
POSTERIOR CRUCIATE
LIGAMENT Scan level
LCA PATOLÓGICO
Normal
LIGAMENTO CRUZADO
CONDROMALACIA PATELAR
CASO CLÍNICO 01
CASO CLÍNICO 01
CASO CLÍNICO 01
CASO CLÍNICO 01
CASO CLÍNICO 01
TÓRAX
 RM tórax
 RM mama
 RM coração
 RM Obstétrica
RM OBSTÉTRICA
RM OBSTÉTRICA
RM TÓRAX
 Patologias do mediastino
RM MAMA
 Patologias
 Mamografia x RM
RM x MAMOGRAFIA
RM CORAÇÃO
ABDOME
 RM abdome superior
 RM pelve
 RM bacia
 URO-RM
 Colângio-RM/RM-vias
biliares
QUADRANTES ABDOMINAIS
QUADRANTES ABDOMINAIS
QUADRANTES ABDOMINAIS
REGIÕES ABDOMINAIS
GLÂNDULAS ANEXAS
• VESÍCULA BILIAR
• Órgão sacular
• Parte inferior do fígado
• Armazena 50 ml de bile (líquido esverdeado...
GLÂNDULAS ANEXAS
GLÂNDULAS ANEXAS
GLÂNDULAS ANEXAS
• PÂNCREAS
• Glândula mista (porção exócrina e endócrina)
RM ABDOME SUPERIOR
 Patologia no
fígado, rins,
baço.
RM BACIAxPELVE
PROSTATA
CÂNCER DE PROSTATA
-Câncer mais comum
do homem.
-2ª causa de morte por
câncer do homem.
-Aumenta com a
idade.
-Metástases
METÁSTASE
CÂNCER DE COLO DO ÚTERO
URO-RM (aparelho urinário)
COLÂNGIO-RM/RM-VIAS
BILIARES
ENTERO-RM
ENTERITE REGIONAL
–Enterite Segmentar ou Doença de Crohn;
–uma doença inflamatória crônica de etiologia
desconhecida que e...
EXAMES DIFERENCIADOS
FUNCIONAIS???
 ESPECTROSCOPIA
 PERFUSÃO
 DIFUSÃO (DWI)
 TRACTOGRAFIA
 FLUXO LIQUÓRICO
ESPECTROSCOPIA
 Técnica não-invasiva capaz
de oferecer informação
metabólica/bioquímica
sobre o parênquima
cerebral e sob...
PERFUSÃO
 Estudo da quantidade de
contraste num dado
volume de tecido.
 Estudo da
suplementação
sanguínea.
 Gráficos
DIFUSÃO (DWI)
 Estudo do movimento
browniano.
 Restrições de fluxo
arterial.
 Utilizado pra casos de
AVC e AIT.
TRACTOGRAFIA
 Estudo das vias
nervosas.
 Entendimento funcional
do cérebro.
 Utilizado pra casos de
AVC e AIT.
FLUXO LIQUÓRICO
 Informações sobre o
fluxo e velocidade dos
líquidos.
 Estudo de hidrocefalias
ANGIO-RM
 Estudo dos vasos
(arterial e venoso).
 Reconstruções 3D
 TOF-Tempo de Voo;
Contraste de fase e
ANGIO-RM com
c...
ANGIO-RM
 Angio-arterial de crânio
 Angio-venosa de crânio
 Angio de carótidas
 Angio de aorta torácica
e abdominal
 ...
ANGIO-ARTERIAL DE CRÂNIO
 3D TOFF
 O sangue é o próprio
contraste
 Não utiliza contraste
 Indicações: cefaleia e
enxaq...
ANGIO-VENOSA DE CRÂNIO
 Utiliza contraste
 Estudo de trombose
no seio venoso.
ANGIO-RM CARÓTIDAS
 Utiliza contraste
 Estudo dos vasos
cervicais.
 Estenoses
ANGIO-RM DA AORTA
TORÁCICA/ABDOMINAL.
 Utiliza contraste
 Estudo arterial
 Estenoses e
aneurismas.
ANGIO-RM MMII
 Utiliza contraste
 Estudo arterial e
venosa.
 Estenoses e trombose.
 TRICKS (sequência pra
estudo arter...
EXAMES DE RESSONÂNCIA MAGNÉTICA
EXAMES DE RESSONÂNCIA MAGNÉTICA
EXAMES DE RESSONÂNCIA MAGNÉTICA
EXAMES DE RESSONÂNCIA MAGNÉTICA
EXAMES DE RESSONÂNCIA MAGNÉTICA
EXAMES DE RESSONÂNCIA MAGNÉTICA
EXAMES DE RESSONÂNCIA MAGNÉTICA
EXAMES DE RESSONÂNCIA MAGNÉTICA
EXAMES DE RESSONÂNCIA MAGNÉTICA
EXAMES DE RESSONÂNCIA MAGNÉTICA
EXAMES DE RESSONÂNCIA MAGNÉTICA
EXAMES DE RESSONÂNCIA MAGNÉTICA
EXAMES DE RESSONÂNCIA MAGNÉTICA
EXAMES DE RESSONÂNCIA MAGNÉTICA
EXAMES DE RESSONÂNCIA MAGNÉTICA
EXAMES DE RESSONÂNCIA MAGNÉTICA
EXAMES DE RESSONÂNCIA MAGNÉTICA
EXAMES DE RESSONÂNCIA MAGNÉTICA
EXAMES DE RESSONÂNCIA MAGNÉTICA
EXAMES DE RESSONÂNCIA MAGNÉTICA
EXAMES DE RESSONÂNCIA MAGNÉTICA
EXAMES DE RESSONÂNCIA MAGNÉTICA
EXAMES DE RESSONÂNCIA MAGNÉTICA
EXAMES DE RESSONÂNCIA MAGNÉTICA
EXAMES DE RESSONÂNCIA MAGNÉTICA
EXAMES DE RESSONÂNCIA MAGNÉTICA
EXAMES DE RESSONÂNCIA MAGNÉTICA
EXAMES DE RESSONÂNCIA MAGNÉTICA
EXAMES DE RESSONÂNCIA MAGNÉTICA
EXAMES DE RESSONÂNCIA MAGNÉTICA
EXAMES DE RESSONÂNCIA MAGNÉTICA
EXAMES DE RESSONÂNCIA MAGNÉTICA
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

EXAMES DE RESSONÂNCIA MAGNÉTICA

16,785 views

Published on

RESSONÂNCIA MAGNÉTICA

Published in: Health & Medicine

EXAMES DE RESSONÂNCIA MAGNÉTICA

  1. 1. RESSONÂNCIA MAGNÉTICA-EXAMES Prof.Herculys Douglas
  2. 2. RECOMENDAÇÕES  Jejum  Hidratação*  Preparo prévio
  3. 3. PARÂMETROS  Posicionamento  Programação  Anatomia/Patologia  Exames estruturais e funcionais
  4. 4. POSICIONAMENTO  Decúbito dorsal- supino  Decúbito ventral- pronado  Decúbito lateral
  5. 5. PROGRAMAÇÃO  Localizador ou sequência.  Início e fim dos cortes.  Orientação: caudocranial ou craniocaudal.
  6. 6. SENTIDO DISTAL = CÉFALO-PODÁLICO
  7. 7. SENTIDO PROXIMAL = PODO-CEFÁLICO
  8. 8. SENTIDO MÉDIO LATERAL
  9. 9. SENTIDO LATERO-MEDIAL
  10. 10. MENISCO  Pequenas cartilagens que funcionam como amortecedores entre os ossos da perna e coxa.  Menisco medial e lateral.
  11. 11. LOCALIZADOR  3 PLANOS  PROGRAMAÇÃO  FOV  ANATOMIA
  12. 12. EXAMES ESTRUTURAIS  Divisões anatômicas e protocolos: -Cabeça/pescoço -Coluna -MMSS -MMII -Torax -Abdome
  13. 13. CABEÇA/PESCOÇO  RM Crânio  RM Face  RM Mastoides/ouvidos/ossos temporais  RM Hipófise/sela túrcica  RM pescoço
  14. 14. RM CRÂNIO  Estudo neurológico  Exame ouro pra estudo do crânio  Exame mais utilizado
  15. 15. Medula oblongaPonte Mesencéfalo Hipófise Giro do cíngulo Sulco Parieto-occipital v.galeno Pineal
  16. 16. Radiação óptica Hipocampo Cápsula interna Lobo temporal Ventrículo lateral (corno temporal) Região insular
  17. 17. Lobo parietal Lobo frontal Ventrículo lateral (corpo) Coroa radiada Núcleo caudado (cabeça) Fórnix (corpo)
  18. 18. Lobo parietal Cerebelo Vermis Tenda do cerebelo
  19. 19. RM FACE  Estudo dos ossos da face e glândulas salivares.  Patologia das partes moles do nariz.  Não pode cortar o nariz na programação.
  20. 20. RM MASTOIDES/OUVIDOS/OSSOS TEMPORAIS  Estudo dos nervos cranianos  Surdez  Neoplasia trigemial  FOV pequeno
  21. 21. RM HIPÓFISE/SELA TURCICA  Estudo de problemas hormônicos.  Crescimento, produção de leite e gametas.
  22. 22. RM ATM  VÍDEO!
  23. 23. RM PESCOÇO  Estudo das partes moles do pescoço.
  24. 24. COLUNA  Coluna cervical  Coluna torácica  Coluna lombar  Coluna sacral  “Coluna Lombo-sacra”
  25. 25. RM COLUNA CERVICAL/TORÁCICA/LOMBAR  Hérnia de disco  Canal medular
  26. 26. MECANISMOS DE FRATURA
  27. 27. MECANISMOS DE FRATURA
  28. 28. TRAUMATISMO RAQUI-MEDULAR
  29. 29. TRAUMATISMO RAQUI-MEDULAR
  30. 30. COLUNA LOMBAR
  31. 31. COLUNA LOMBAR
  32. 32. HÉRNIA DISCAL
  33. 33. HÉRNIA DISCAL
  34. 34. HÉRNIA DISCAL
  35. 35. HÉRNIA DISCAL
  36. 36. HÉRNIA DISCAL
  37. 37. POR QUE EU TENHO DORES NAS COSTAS? Porque: • As dores nas costas são causas frequentes de incapacidade (abaixo das dores de cabeça apenas) • Atinge 80% da população • Afeta tanto homens como mulheres • Principalmente entre 25 e 45 anos de idade (período de maior força de trabalho)
  38. 38. FATORES DESENCADEANTES A barriga caída para frente acentua a curvatura da coluna, provocando dores nas costas
  39. 39. ALINHAMENTO DA COLUNA VERTEBRAL • Quando vista de frente ou de costas a coluna deve ser ALINHADA de ponta a ponta.
  40. 40. COMO É SUA POSTURA? A MÁ POSTURA PODE PROVOCAR DORES NAS COSTAS
  41. 41. Muito peso DEFORMA sua coluna. Carregue só o que for necessário.
  42. 42. SENTAR-SE
  43. 43. Posições incorretas para sentar TITO, um professor muito especial – Patrícia Pimentel - 2001
  44. 44. TITO, um professor muito especial – Patrícia Pimentel - 2001
  45. 45. ESPONDILODISCITE
  46. 46. ESPONDILODISCITE
  47. 47. ESPONDILODISCITE
  48. 48. ESPONDILODISCITE
  49. 49. ESPINHA BÍFIDA • Má formação congênita Medula espinhal sem proteção.
  50. 50. ESPINHA BÍFIDA
  51. 51. CUIDADO!
  52. 52. MEMBROS SUPERIORES-MMSS  RM ombro  RM braço  RM cotovelo  RM antebraço  RM punho  RM mão  RM dedo
  53. 53. RM OMBRO  Lesão de manguito rotador  Dificuldades em sua mobilidade
  54. 54. RM BRAÇO/COTOVELO/ANTEBRAÇO/PUNHO/MÃO/DEDO
  55. 55. RESSONÂNCIA MAGNÉTICA
  56. 56. RESSONÂNCIA MAGNÉTICA
  57. 57. RESSONÂNCIA MAGNÉTICA
  58. 58. MEMBROS INFERIORES-MMII  RM quadril  RM coxa  RM joelho  RM perna  RM tornozelo/retro pé  RM ante pé  RM hálux
  59. 59. RM QUADRIL  Patologias no acetábulo  Dificuldades na locomoção
  60. 60. RM JOELHO  Entorse  Rompimento dos ligamentos cruzados anteriores e posteriores.  Exame ouro pra estudo do joelho.
  61. 61. RM COXA/PERNA/ TORNOZELO/ANTEPÉ/HÁLUX
  62. 62. calcaneus talus cuboid
  63. 63. ANATOMIA DOS PÉS SÃO 26 OSSOS DIVIDIDOS EM
  64. 64. ANATOMIA DOS PÉS SÃO 26 OSSOS DIVIDIDOS EM 14 FALANGES
  65. 65. ANATOMIA DOS PÉS SÃO 26 OSSOS DIVIDIDOS EM 14 FALANGES 5 METATARSOS
  66. 66. ANATOMIA DOS PÉS SÃO 26 OSSOS DIVIDIDOS EM 14 FALANGES 5 METATARSOS 7 OSSOS DO TARSO
  67. 67. ANATOMIA DOS PÉS FALANGES DISTAL
  68. 68. ANATOMIA DOS PÉS FALANGES MEDIAL APENAS DO 2º DEDO EM DIANTE
  69. 69. ANATOMIA DOS PÉS FALANGES MEDIAL OBS: O 1º DEDO DENOMINADO (HALUX) É DESPROVIDO DESTA FLANGE
  70. 70. ANATOMIA DOS PÉS FALANGES PROXIMAL
  71. 71. ARTICULAÇÕES INTERFALANGIANAS
  72. 72. ARTICULAÇÕES METATARSOFALANGIANAS
  73. 73. ANATOMIA DOS PÉS METATARSOS
  74. 74. ARTICULAÇÕES TARSOMETATARCICAS
  75. 75. OSSO TÁLUS ARTICULA-SE COM A TÍBIA E FÍBULA
  76. 76. OSSO CALCÂNIO ARTICULA-SE COM O TÁLUS E CUBÓIDE
  77. 77. OSSO CUBÓIDE ARTICULA-SE COM CALCÂNEO,NAVICULAR,CUNEIFORME E (2)METATARSOS
  78. 78. OSSO NAVICULAR ARTICULA-SE COM CALCÂNEO,TÁLUS,NAVICULAR,CUNEIFORMES E CUBÓIDE
  79. 79. OSSOS CUNEIFORMES PARTE LATERAL PARTE MEDIAL MEDIAL
  80. 80. OSSOS CUNEIFORMES PARTE LATERAL PARTE MEDIAL MEDIAL INTERMEDIÁRIO
  81. 81. OSSOS CUNEIFORMES PARTELATERAL PARTE MEDIAL MEDIAL INTERMEDIÁRIO LATERAL
  82. 82. Scan level anterior
  83. 83. LCA E LCP
  84. 84. LIGAMENTO CRUZADO
  85. 85. - MENISCI PCL ACL MENISCI PATELLA TENDON MEDIAL LATERAL
  86. 86. QUADRICEPS TENDON PATELLA PATELLAR TENDON ANTERIOR CRUCIATE LIGAMENT POSTERIOR CRUCIATE LIGAMENT Scan level
  87. 87. LCA PATOLÓGICO Normal
  88. 88. LIGAMENTO CRUZADO
  89. 89. CONDROMALACIA PATELAR
  90. 90. CASO CLÍNICO 01
  91. 91. CASO CLÍNICO 01
  92. 92. CASO CLÍNICO 01
  93. 93. CASO CLÍNICO 01
  94. 94. CASO CLÍNICO 01
  95. 95. TÓRAX  RM tórax  RM mama  RM coração  RM Obstétrica
  96. 96. RM OBSTÉTRICA
  97. 97. RM OBSTÉTRICA
  98. 98. RM TÓRAX  Patologias do mediastino
  99. 99. RM MAMA  Patologias  Mamografia x RM
  100. 100. RM x MAMOGRAFIA
  101. 101. RM CORAÇÃO
  102. 102. ABDOME  RM abdome superior  RM pelve  RM bacia  URO-RM  Colângio-RM/RM-vias biliares
  103. 103. QUADRANTES ABDOMINAIS
  104. 104. QUADRANTES ABDOMINAIS
  105. 105. QUADRANTES ABDOMINAIS
  106. 106. REGIÕES ABDOMINAIS
  107. 107. GLÂNDULAS ANEXAS • VESÍCULA BILIAR • Órgão sacular • Parte inferior do fígado • Armazena 50 ml de bile (líquido esverdeado com sais biliares, colesterol e bilirrubina)
  108. 108. GLÂNDULAS ANEXAS
  109. 109. GLÂNDULAS ANEXAS
  110. 110. GLÂNDULAS ANEXAS • PÂNCREAS • Glândula mista (porção exócrina e endócrina)
  111. 111. RM ABDOME SUPERIOR  Patologia no fígado, rins, baço.
  112. 112. RM BACIAxPELVE
  113. 113. PROSTATA
  114. 114. CÂNCER DE PROSTATA -Câncer mais comum do homem. -2ª causa de morte por câncer do homem. -Aumenta com a idade. -Metástases
  115. 115. METÁSTASE
  116. 116. CÂNCER DE COLO DO ÚTERO
  117. 117. URO-RM (aparelho urinário)
  118. 118. COLÂNGIO-RM/RM-VIAS BILIARES
  119. 119. ENTERO-RM
  120. 120. ENTERITE REGIONAL –Enterite Segmentar ou Doença de Crohn; –uma doença inflamatória crônica de etiologia desconhecida que envolve qualquer porção do trato GI, mas que comumente acomete o íleo terminal, com fibrose e espessamento da parede intestinal.
  121. 121. EXAMES DIFERENCIADOS FUNCIONAIS???  ESPECTROSCOPIA  PERFUSÃO  DIFUSÃO (DWI)  TRACTOGRAFIA  FLUXO LIQUÓRICO
  122. 122. ESPECTROSCOPIA  Técnica não-invasiva capaz de oferecer informação metabólica/bioquímica sobre o parênquima cerebral e sobre vários processos patológicos.  Capaz de identificar patologias invisíveis a RM estrutural  Doenças psiquiátricas e neurodegenerativas (Alzheimer).
  123. 123. PERFUSÃO  Estudo da quantidade de contraste num dado volume de tecido.  Estudo da suplementação sanguínea.  Gráficos
  124. 124. DIFUSÃO (DWI)  Estudo do movimento browniano.  Restrições de fluxo arterial.  Utilizado pra casos de AVC e AIT.
  125. 125. TRACTOGRAFIA  Estudo das vias nervosas.  Entendimento funcional do cérebro.  Utilizado pra casos de AVC e AIT.
  126. 126. FLUXO LIQUÓRICO  Informações sobre o fluxo e velocidade dos líquidos.  Estudo de hidrocefalias
  127. 127. ANGIO-RM  Estudo dos vasos (arterial e venoso).  Reconstruções 3D  TOF-Tempo de Voo; Contraste de fase e ANGIO-RM com contraste.
  128. 128. ANGIO-RM  Angio-arterial de crânio  Angio-venosa de crânio  Angio de carótidas  Angio de aorta torácica e abdominal  Angio de MMII
  129. 129. ANGIO-ARTERIAL DE CRÂNIO  3D TOFF  O sangue é o próprio contraste  Não utiliza contraste  Indicações: cefaleia e enxaquecas intensas.
  130. 130. ANGIO-VENOSA DE CRÂNIO  Utiliza contraste  Estudo de trombose no seio venoso.
  131. 131. ANGIO-RM CARÓTIDAS  Utiliza contraste  Estudo dos vasos cervicais.  Estenoses
  132. 132. ANGIO-RM DA AORTA TORÁCICA/ABDOMINAL.  Utiliza contraste  Estudo arterial  Estenoses e aneurismas.
  133. 133. ANGIO-RM MMII  Utiliza contraste  Estudo arterial e venosa.  Estenoses e trombose.  TRICKS (sequência pra estudo arterial e venoso).

×