30440951 informatica

1,072 views

Published on

0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
1,072
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
3
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

30440951 informatica

  1. 1. Apostila IBGE 2009INFORMÁTICA
  2. 2. www.cliqueconcursos.comSUMÁRIO1 - Importância e aplicação dos computadores2 - Hardware e Software Dispositivos de entrada e saída de dados3 - Dispositivos de armazenamento de dados4 - Realização de cópia de segurança (backup)5 - Unidade Central de Processamento (CPU)6 - Tipos de memória7 – Impressoras8 - Sistemas Operacionais: Windows 98/2000/XP9 - Conceitos básicos de operação com arquivos em ambientesWindows10 - Utilização do Windows Explorer com arquivos e pastas:copiar, mover, criar, remover, renomear11 - Conhecimentos básicos de edição de textos (ambienteWindows)12 - Criação de um novo documento, formatação e impressão13 - Criação de Planilhas14 - Criação de apresentações, slides15 - Conceitos de criação, organização e gerenciamento dearquivos, pastas e programas16 - Conceitos de INTERNET e INTRANET17 - Conceitos de Proteção e Segurança: antivírusPROVAS DE CONCURSOS ATUAISGABARITO
  3. 3. www.superconcursos.com.br1 - IMPORTÂNCIA E APLICAÇÃO DOSCOMPUTADORESA computação nasceu da idéia de auxiliar o homem nos trabalhos rotineiros e repetitivos,em geral de cálculo e gerenciamento. Porém, com o crescente desenvolvimento tecnológico, ouso de computadores tem se tornado cada vez mais difundido em todas as áreas. Hoje ocomputador constitui uma ferramenta de trabalho tão útil e necessária quanto o telefone, fax eoutros equipamentos tradicionais, presentes no dia a dia das empresas e das universidades.A utilização do computador para a resolução de problemas de forma automática, trazvantagens como: rapidez de execução e confiabilidade nos resultados obtidos, pois muitosproblemas exigem cálculos sofisticados, assim como a manipulação de grande volume de dados.No primeiro caso, o risco de erro é grande e no segundo o trabalho torna-se pesado e maçante. Ocomputador elimina esses inconvenientes, pois é caracterizado pela rapidez, precisão e grandecapacidade de armazenamento de informações (textos, dados, imagens, voz, etc.). Porém, ocomputador por si só não é capaz de resolver o mais simples dos problemas. Para que ele oresolva, é preciso que alguém descreva com detalhes todos os passos que devem ser executadospara a resolução do problema. Esta descrição é conhecida como programa (software) e constituiuma importante parte de um sistema de computação.Um Sistema de Computação é formado por usuários, software e hardware.Os computadores podem ser classificados pelo porte. Existem os de grande porte,mainframes, médio porte, minicomputadores e pequeno porte microcomputadores, divididosem duas categorias: os de mesa (desktops) e os portáteis (notebooks e handhelds).Conceitualmente todos eles realizam funções internas idênticas, mas em escalas diferentes.Os Mainframes se destacam por terem alto poder de processamento e muita capacidade dememória, e controlam atividades com grande volume de dados, sendo de custo bastante elevado.Operam em MIPS (milhões de instruções por segundo).A classificação de um determinado computador pode ser feita dediversas maneiras, como por exemplo em termos de:• capacidade de processamento;• velocidade de processamento e volume de transações;• capacidade de armazenamento das informações;• sofisticação do software disponível e compatibilidade;• tamanho da memória e tipo de UCP.Os microcomputadores de mesa são os mais utilizados no mercado de um modo geral, poisatendem a uma infinidade de aplicações; são divididos em duas plataformas: PC, oscomputadores pessoais da IBM e Macintosh da Apple. Os dois padrões de micros têm diversosmodelos, configurações e opcionais.• "Mainframes", que são computadores de grande ou médio porte, utilizados em grandesempresas;• Minicomputadores;• Microcomputadores, também conhecidos como "desktop", os quais existem de diversosmodelos e tipos, como PC, Macintosh e Power PC;• Portáteis, como os laptops, notebooks, mini-notebooks, handhelds, notepads e palm tops.O IBM PC, ou Personal Computer (Computador Pessoal), surgiu em 1981 e se tornou umpadrão de microcomputador, o qual passou a ter uma evolução muito rápida, e difícil de seacompanhar... pois ao adquirimos um modelo que consideramos de último tipo, verificamos que jádespontou no mercado um outro mais novo, mais moderno e poderoso!Essa e muitas outras apostilas você pode adquirir em www.apostilas2009.com
  4. 4. DIVISÃO DO HARDWAREwww.superconcursos.com.br2 - HARDWARE E SOFTWARE: Hardware - é o nome que se dá para a parte física do computador. É tudo que você podetocar (mouse, teclado, caixas de som, etc). O hardware de um computador divide-se em CPU e seusperiféricos:<Software - é o nome que se dá a todaparte lógica do computador. Ou seja, são osprogramas que você vê funcionar na tela domicro e que dão vida ao computador. Porexemplo: escreva, pelo teclado, a palavra“MS-DOS”. Se você estiver no DOS, olhepara o monitor agora e verá a palavra quevocê acabou de digitar! Parece óbvio o fatode você digitar uma coisa no teclado e elaaparecer na tela. Mas você já parou parapensar no que há por trás disso tudo? Se vocêdisse DOS, acertou, mas o mais importante élembrar que havia um software (o DOS é um software) controlando as ações entre o teclado, a CPUe o monitor.Sem um software adequado à suas necessidades, o computador, por mais bem equipado eavançado que fosse, seria completamente inútilHARDWAREHardware é a parte física de um Sistema de Computação, ou seja, todos os elementosmateriais que o compõem (a estrutura, os circuitos eletrônicos, os dispositivos mecânicos,elétricos, magnéticos, etc.).A palavra Hardware é uma combinação HARD = Físico, Sólido, Rígido, WARE = parte, ouseja, a parte física do computador, o conjunto de circuitos eletrônicos que formam o computador.Todos os componentes internos de um computador ( HARDWARE ) são conectados entre sipara que cada parte exerça uma função e como resultado desse trabalho em conjunto, osprogramas ( SOFTWARE ), são executados. Todas essas partes ficam "escondidas" dentro dogabinete.Hardware è É a palavra usada para definir a parte física de um equipamento. Além docomputador, formado por placas, discos, microprocessadores e outros, incluem-se nesta definiçãoas impressoras, monitores de vídeo, scanners, mouses, entre outros.ComponentesComponentes Básicos de um Computador: Dispositivo de Entrada e Saída (ou Periféricos) Memória Unidade Central de Processamento (UCP)Essa e muitas outras apostilas você pode adquirir em www.apostilas2009.com
  5. 5. www.superconcursos.com.brCaracterísticasExistem uma gama notável de computadores, quanto ao tamanho, formato, capacidade eaplicação, e podem ser categorizados de várias maneiras - dentre as quais a classe, a geração eo modo de processamento.A motherboard é possivelmente a parte mais importante do computador. Ela gerencia toda atransação de dados entre a CPU e os periféricos. Mantém a CPU, sua memória cache secundária,o chipset, BIOS, memória principal, chips I/O, portas de teclado, serial, paralela, discos e placasplug-in.Os microcomputadores diferenciam-se principalmente pelo processador instalado namotherboard e pelos padrões dos barramentos de expansão: ISA, EISA, MCA (proprietária IBM),VLBUS e PCI em ordem crescente de performance.Como anualmente tem-se o lançamento de um novo processador com novas tecnologiaspara acelerar o processamento (duplo cache interno, maior velocidade de clock, etc.), muitasmotherboards permitem o upgrade (atualização do processador sem a troca de qualquer outrocomponente do microcomputador). A grande maioria tem jumpers de configuração onde podemosmodificar a velocidade do clock, tipo de processador, etc.Modo de processamento: Os computadores podem ser análogos ou digitais. Oscomputadores análogos, usualmente restritos aos empreendimentos científicos, representam osvalores sob a forma de sinais que variam continuamente, e que podem assumir uma quantidadeinfinita de valores dentro de uma faixa limitada, a qualquer instante. Os computadores digitais, quepara a maioria de nós são os únicos computadores conhecidos, representam os valores atravésde sinais discretos (distintos, separados) - os bits representam os dígitos binários 0 e 1.FunçõesQualquer máquina é capaz de fazer três coisas:• aceitar uma entrada estruturada• processá-la de acordo com regras preestabelecidas, e• produzir uma saída com os resultadosSOFTWARESoftware ou Programa é a parte lógica que dota o equipamento físico (hardware) com a capacidadede realizar algum trabalho. O programa nada mais é do que uma seqüência de instruções escritas em umalinguagem de programação, informando ao hardware o que fazer, e em que ordem.Essa e muitas outras apostilas você pode adquirir em www.apostilas2009.com
  6. 6. www.superconcursos.com.brTipos de softwareSoftware Básico são os softwares destinados a operar e manter um sistema de computação. Incluem-senesta categoria os sistemas operacionais, os utilitários, os compiladores e os interpretadores.Programas Aplicativos constituem um classe de programas que realizam tarefas específicas. Os 3programas aplicativos mais populares são: processadores de textos, planilhas eletrônicas e gerenciadores debanco de dados. Outros exemplos de programas aplicativos são: folha de pagamento, controle de estoques,contabilidade, controle de clientes de um consultório médico, controle de rebanhos, etc.Processador de Texto é um programa aplicativo projetado especialmente para facilitar a criação,edição, formatação e impressão de textos. Exemplos de processadores de textos para microcomputadores:Microsoft Word, Word Perfect, Ami Pro, Carta Certa, etc.Planilha Eletrônica é uma ferramenta para planejamento e análise numérica em geral, que permiteutilizar a tela do computador como um papel quadriculado sobre o qual anotamos em linhas e colunas todosos dados. Este tipo de programa permite definir e embutir fórmulas escondidas que realizam cálculos sobreos dados visíveis, permite também a correção de valores, e o aplicativo rapidamente recalcula os resultadosafetados por essa correção. São usadas para desenvolver orçamentos de empresas, para organizar e controlarorçamentos domésticos, para controlar o movimento de uma conta bancária, ou ainda efetuar previsões devendas. Exemplos: Excel, Lotus 1-2-3, SuperCalc, Quattro Pro, etc.Gerenciador de Banco de Dados é um programa aplicativo com recursos para inclusão, eliminação,recuperação e modificação de dados em um Banco de Dados (conjunto de informações inter-relacionadas).Por exemplo, uma lista de telefones dos moradores de uma determinada cidade é um Banco de Dados. Ocatálogo telefônico tem uma estrutura pré-definida (nome do assinante, endereço e telefone) e uma ordem declassificação (por assinante ou por endereço). Para que um Banco de Dados seja eletrônico, basta que todasas informações sejam processadas por um computador. Os gerenciadores de Banco de Dados permitem criarBanco de Dados, ordenar os dados, produzir relatórios, ... Este tipo de programa substitui os antigosfichários. Exemplos: Access, Oracle, dBase, Data Flex, FoxPro, Sybase, Paradox, etc.Sistema Operacional é o programa mais importante, que gerencia os recursos do computador. Muitosprogramas precisam realizar acesso ao teclado, vídeo e impressora, assim como acessos ao disco para ler egravar arquivos. Todos esses acessos são realizados pelo sistema operacional, que fica o tempo todo ativo,prestando serviços aos programas que estão sendo executados. Cada linha de computadores tem o seupróprio sistema operacional. Os sistemas operacionais utilizados pelos micro-computadores tipo IBM-PCsão: Windows-98, Windows-NT, Windows-2000, Linux, OS/2, etc. As estações de trabalho(microcomputadores mais sofisticados) e os computadores de grande porte geralmente utilizam o sistemaoperacional UNIX.Utilitários ou Programas Auxiliares são programas que ajudam a manter e aumentar a eficiência deum sistema de computação como os utilitários de compactação de arquivos, desfragmentadores, antivírus,etc.Funções e característicasOs softwares são desenvolvidos utilizando-se linguagens de programação. Estas linguagensprocessam os programas e estes são executados pelo computador utilizando uma linguagem que sóele conhece: a linguagem de máquina.Linguagem de Programação é um conjunto de regras que permitem ao homem escrever osprogramas (conjunto de instruções) que ele deseja que sejam executados pelo computador.Linguagem de Máquina é um conjunto de instruções capazes de ativar diretamente os dispositivoseletrônicos do computador. A linguagem de máquina é constituída somente por 0 e 1 (bits), o que dificulta aleitura e a compreensão pelas pessoas.BIT (BInary DigiT = Dígito Binário) 0 ou 1. Bit é a menor unidade de informação, e apresenta 2estados identificáveis (sim ou não, chave ligada ou desligada, uma corrente passando ou não por um circuitoEssa e muitas outras apostilas você pode adquirir em www.apostilas2009.com
  7. 7. www.superconcursos.com.brelétrico, um ítem magnetizado ou não, etc.).Byte é um conjunto de 8 bits, e constitui a unidade de medida básica e universal para a capacidade dearmazenamento de todos os dispositivos do computador. Cada byte armazena o equivalente a um caracter(letra, número, ou símbolo, ex: a, 4, -, *, etc). Como a arquitetura do computador se baseia (na sua maiorparte) em números binários, os bytes são contados em potências de 2. As unidades mais usadas são: K (kilo),M (mega) e G (giga).1 K byte = 1.024 bytes1 M byte = 1.048.576 bytes1 G byte = 1.073.741.824 bytesCódigo ASCII (American Standard Code for Information Interchange)No computador a representação interna de informações é feita através de um código onde, porconvenção, certos conjuntos de bits representam certos caracteres (letras, números ou símbolos). Nosmicrocomputadores o esquema de codificação utilizado é o código ASCII. Exemplo: A = 1000001.Linguagem de Montagem é uma linguagem de baixo nível que situa apenas um nível de abstraçãoacima da linguagem de máquina e usa mnemônicos (símbolos fáceis de memorizar) para expressar asinstruções. Um programa especial chamado montador deve traduzir as instruções (simbólicas) da linguagemde montagem para a linguagem de máquina. Exemplo: Assembler é o montador da linguagem Assembly.Exemplo de instruções em linguagem de montagem:ADD C, 1MOV A, BCMP A, EJMP fimLinguagem de Alto Nível é uma linguagem que utiliza notações matemáticas e grupos de palavras(em inglês) para representar as instruções de máquina, tornando o processo de programação mais próximo doentendimento humano.Exemplo: FORTRAN, COBOL, BASIC, PASCAL, C, C++, DELPHI, JAVA, etc.Exemplo de trechos de programas:FORTRAN10 if (nota .LT. 5) goto 30write(2, 20)20 format(Aprovado)goto 5030 write(2, 40)40 format(Reprovado)50 stopendBASIC30 if nota < 5 then print "Reprovado" else print "Aprovado"PASCALif nota < 5then write(Reprovado)else write(Aprovado);Compilador: traduz o programa fonte (ou código fonte), escrito na linguagem de alto nível, comoPascal ou Modula-2, para a linguagem de máquina, gerando o programa executável que o computadorconsegue entender e processar diretamente.Interpretador: interpreta cada comando do programa fonte e executa as instruções que a elecorrespondem, sem gerar um programa executável. Em geral os programas interpretados são mais lentos doque os compilados, pois os compiladores fazem a tradução uma única vez, e a partir daí executamdiretamente o programa traduzido, enquanto que o interpretador traduz o programa fonte todas as vezes queexecuta.Essa e muitas outras apostilas você pode adquirir em www.apostilas2009.com
  8. 8. www.superconcursos.com.brDISPOSITIVOS DE ENTRADA E SAÍDA DE DADOSOs periféricos, como o nome já diz, são as partes que ficam na periferia da CPU e podem ser deentrada (teclado, mouse, etc.) e de saída (impressora, monitor, etc.).Existem dispositivos de hardware internos que têm versões externas e tornam-se, assim,periféricos. Exemplos: modems e drives de CD-ROM.Classificação dos Dispositivos De Entrada e SaídaENTRADA SAIDA E/STECLADO IMPRESSORA DRIVE HDMOUSE MONITOR DRIVE DISQUETESCANNER PLOTTER PLACA FAX-MODEMDRIVE CD-ROM ALTO FALANTE ZIP DRIVEDRIVE DVD DRIVE CD-RWMICROFONE DRIVE DVD-RWCâmera de Vídeo ConferênciaDRIVE é o dispositivo que lê ou grava os disquetes ou CD.È MONITOR DE VÍDEOÉ um dispositivo de saída. É o principal meio de apresentaçãode informações, pois sendo parecido como uma televisão forneceos dados de forma visual, que é nosso principal sentido, tornando-oo dispositivo de saída mais usual. Hoje em dia predominam doistipos de monitores: o padrão VGA e o SVGA (Super Video GraphicsArray) . Este segundo é uma evolução do anterior e com a queda deseu custo tem tomado conta do mercado. A placa do adaptadorgráfico conectada a um slot na placa mãe deve ser do mesmopadrão do monitor de vídeo. O número de pontos que um monitorou adaptador pode apresentar horizontal ou verticalmente échamado de RESOLUÇÃO. Em um monitor VGA a resolução é de640 X 480. Já num SVGA a resolução é de 1024 X 768. DOTPITCH é a distância entre os pontos, quanto menor , melhor será afigura.È MOUSETambém conhecido como dispositivo apontador. Serve para apontar e selecionar uma dasopções possíveis que aparecem na tela. Existem diversos tipos de mouse, mas o modelo maiscomum tem o formato de um ratinho, por isso o nome em inglês: "mouse". Como dispositivoapontador, também encontramos os trackball, (que são um mouse invertido, ou seja, ao invés derolarmos o mouse pela mesa, simplesmente, giramos sua bolinha com a mão movimentando ocursor na tela), track point, que é composto de um ponto no meio do teclado (geralmente emnotebooks), touch pad, ou mouse de toque (onde ao movimentarmos o dedo sobre uma "pequenaplaca", movimentamos o cursor na tela) e os mouses em forma de caneta que tem o mesmoformato de uma caneta (geralmente encontrado em palm tops).È TECLADOO Teclado é nossa principal ferramenta de trabalho com o computador, e é com ele quedigitamos documentos, além de muitas teclas servirem de comandos de operações em programase no Windows.Um teclado pode ter de 102 a 114 teclas, sendo divididas da seguinte forma: a maioria delaspara os caracteres (a-z, 0-9 e acentos, etc.); outra parte para comandos e funções, e outra partepara digitação numérica.Observe suas teclas com atenção, pois possuem muitas funções.Essa e muitas outras apostilas você pode adquirir em www.apostilas2009.com
  9. 9. www.superconcursos.com.brHOME e END são teclas de locomoçãoTECLADO DE LOCOMOÇÃO TECLADO NUMÉRICOAs teclas CTRL, SHIFT eALT possuem característicasde controle de funções emmuitos programas e noWindows. Procure semprepor “Teclas de Atalho” noprograma que estiverusando.È IMPRESSORASPeriférico de saída de dados, tendo como objetivo imprimir os dados queforam ou estão sendo processados.È UNIDADE DE DVD, CD-ROM E CD-RWDVD- DIGITAL VERSATILE DISCEm breve, a maioria dos PCs vai sair da fábrica com drive deDVD no lugar do de CD-ROM. A mudança deve trazer um salto dequalidade nos jogos e títulos multimídia. Os discos DVD, comtamanho e aparência idênticos aos dos CDs, podem armazenaraté 4,7 GB, o equivalente a sete CD-ROMs e meio, ou 2 horas devídeo de excelente qualidade. Praticamente todos os grandesestúdios cinematográficos já começaram a lançar seus filmes emDVD. Mas não é só isso. Aplicações que antes tinham de seespalhar por vários CDs, comobibliotecas de mapas, jogos e grandes bases de dados,agora cabem num único DVD. Produtores de jogos e títulosmultimídia podem usar videoclipes e animaçõestridimensionais em muito maior quantidade que nos CD-ROMs. Isso deve trazer um visível salto de qualidade aesses softwares.Um detalhe importante é que todos os aparelhos (drive)de DVD-ROM são também capazes de ler CDs de áudio eCD-ROMs. Assim, ninguém perde os discos que jáadquiriu. Há uma restrição, porém. Os drives de DVDatuais não lêem CD-Rs, os CDs gravados pelo própriousuário.GRAVADOR DE CD-R -Essa e muitas outras apostilas você pode adquirir em www.apostilas2009.com
  10. 10. www.superconcursos.com.brQuem sempre sonhou gravar CDs com suas músicas prediletas, organizar um CD-ROMcom as fotos das férias ou produzir amostras daquele aplicativo que está em desenvolvimentopôde realizar seu sonho neste ano. Os gravadores de CD-R - que, até 1996, tinham um custoproibitivo - passaram a ser vendidos por menos de 1000 reais no Brasil. Um bom exemplo é oBlaster CD-R, kit da Creative Labs. Ele lê CDs em velocidade 4x e grava em 2x, o que significaque leva cerca de 40 minutos para gravar um disco inteiro. Um disco gravado num CD-R nãopode ser regravado. Outro problema é que muitos dos drives de DVD atuais não são capazes deler CD-R, o que lança dúvidas sobre o futuro desse tipo de disco.Compact Disc - Read Only Memory (Disco Compacto - Memória Apenas de Leitura) éuma unidade de armazenamento de dados, mas, como o próprio nome diz, somente é possível lero CD.Em um CD podemos ter música ou qualquer tipos de arquivos. Podemos ouvir nossasmúsicas através de um computador multimídia e ler os arquivos através de nossos programas.O CD-ROM possui uma tecnologia deleitura ótica, onde o reflexo da vibração de um feixe de luz no disco produz os números 0 ou 1,transmitindo a informação. Em um CD-ROM podemos ter até 74 minutos de música ou 650 Mbde dados gravados.Atualmente existe também o CD-R (Compact Disc - Recordable, ou Gravável), umaespécie de CD onde é possível gravar apenas uma única vez.È UNIDADE DE DISCO FLEXÍVELAssim como no HD, o computador possui duas outras unidades de gravação de dados emformato flexível, e onde podemos transportar os dados gravados. Chama-se Unidade de DiscosFlexíveis, e os discos chamam-se Disquetes, ou Floppy Disk.Essas unidades são de dois tamanhos: 5 ¼ e 3 ½ , e armazenam, respectivamente, 1,2 Mbe 1,44 Mb. Da mesma forma que o HD, esses disquetes, para serem úteis, precisam serFormatados.Atualmente a unidade 5 ¼ já não é mais vendida com os computadores, pois caiu emdesuso, mas ainda existem muitos computadores e disquetes com este formato.. Dimensão: 5 1/4" (polegadas). Capacidade: 360 KB - Dupla Densidade1.2 MB - Alta Densidade ou High Densityç se este botão estiver aberto, não se pode gravar neste disco;se o botão estiver fechado, pode-se gravar.Utilize este recurso para proteger seus arquivos gravados em disco.. Dimensão: 3 1/2" (polegadas). Capacidade: 720 KB - Dupla Densidade1.44 MB - Alta Densidade ou High DensityPode-se ler e gravar informações em um disco flexível. São utilizados para transportarinformações para dentro e fora do computador. Sua velocidade é de 300 rotações por minuto.Essa e muitas outras apostilas você pode adquirir em www.apostilas2009.comO CD-ROM também ficaguardado dentro do Gabinete,mas ao contrário do HD, eletem uma plataforma deslizantepor onde inserimos ouretiramos nosso disco.
  11. 11. www.superconcursos.com.brApesar do Disquete de 5 ¼ ter um tamanho maior, é o de 3 ½ que tem maior capacidade dearmazenamento.As Unidades de Disco Flexível localizam-se na frente do gabinete, possuindo um tipo deentrada para cada Disquete, e se chamam Drives.È UNIDADE DE DISCO RÍGIDO-HDSe o Processador é quem executa nossas ordens, e é na Memória que ele trabalha, seráno Disco Rígido ou HD (Hard Disk) onde ele armazenará as informações de modo permanente.O Disco Rígido (podendo haver mais de um no mesmo computador) possui em média de 1Gigabyte a 4 ou mais Gigabytes de capacidade de armazenamento, e é onde o computador lê asinformações que serão processadas. Essas informações são guardadas sob a forma deArquivos, que são a unidade de armazenamento de informação em discos.Nossos Arquivos podem ser de Programas, textos, banco de dados, documentos, etc. Eseu tamanho, também varia. Quando o processador lê um arquivo, o armazenando na memória,ele apenas o copia para lá, permanecendo o arquivo sem modificação no HD, a não ser que vocêqueira alterá-lo.A operação de inserir um arquivo no HD chama-se Gravar, e a de retirar um arquivo chama-se Excluir ou Deletar.Quando trabalhamos com o HD gravando arquivos, nosso Disco gira centenas de vezes porminuto, onde uma cabeça magnética de gravação insere os dados binários na estrutura do disco,sem sequer tocá-lo.Para que um Disco possa estar útil é preciso que esteja Formatado, ou seja, tenhamoscriado no Disco os lugares para o armazenamento magnético de nossos dados.Podemos comparar um HD a uma estante em nossa biblioteca, onde armazenamos nossoslivros para leitura. É no HD onde nossos Arquivos (livros) são armazenados.È MOUSEImprescindível para softwares gráficos. Éum dispositivo somente de entrada onde omovimento realizado pelo mouse é reproduzidopor um cursor na tela.A figura abaixo mostra um mouse de doisbotões e respectivas funções. Os botões<ENTER> e <ESC> possuem a mesma funçãodas teclas <ENTER> e <ESC> do teclado docomputador.È FAX-MODEM, ETC.A PLACA DE FAX-MODEM permite a comunicação entre oscomputadores, possibilitando o controle de fluxo de informações.Essa e muitas outras apostilas você pode adquirir em www.apostilas2009.comO HD se localiza dentro doGabinete do computador, e além denão estar visível, é totalmentelacrado, impedindo que qualquerimpureza penetre no Disco e odanifique.
  12. 12. www.superconcursos.com.brO processo de conversão do sinal novamente em sons ou em outros dados é chamado dedemodulação. Os telefones contêm os circuitos necessários para modular e demodular os sinaisda voz. Um periférico chamado modem controla a conversão nos dados dos computadores usadana Internet.O MODEM - Modulador/demodulador. Aparelhos conectados a linha telefônica permitindo atransmissão de dados ou fax, utilizando a linha telefônica como meio de comunicação. Os modenspodem ser externos ou internos (como o da figura) que ficariam localizados dentro do gabinete docomputador. Sua velocidade de transmissão de dados está atualmente em 56Kbps.SCANER -Captura imagens (fotos ou textos).Existem basicamente doistipos: de mão ou de mesa; ambos podem ser colorido ou não.Quanto maior for sua resolução, quantidade de cores quepuder reconhecer e velocidade que reproduzir, melhor será seumodelo , porém mais caro.PLOTTERS - Utilizadas naexecução de gráficos, mapas edesenhos de engenharia. Com aevolução da tecnologia deimpressão e a redução de seucusto, também tem sido utilizadapara a elaboração de grandescartazes na editoração eletrônica.MÍDIAS (DISQUETE, DVD, CD-ROM, CD-RW, ETC.)O Termo Kit multimídia muito em moda para designar umconjunto constituído basicamente de: placa de som, Leitor de CD-ROM, caixas de som e microfone. Multimídia é a mistura devídeo , gráficos, texto e som. Um CD-ROM tem a capacidade decerca de 650MBy. Sua velocidade é indicada como múltiplos davelocidade dos primeiros CD-ROM (2X, 4X...24X, etc)CD-ROM - Discos de grande capacidade dearmazenamento. Qualquer mídia que possa ser utilizada paraarmazenar som ou imagem pode também servir para armazenardados do computador , e a mais nova é o CD ROM( CompactDisc, Read Only Memory). São lidos pela unidade de CD ROMatravés de uma leitora ótica, que utiliza raio laser. Não é possívelalterar os dados contidos nele. O computador só pode ler e copiaros seus dados. Pode armazenar mais informações que 400disquetes, em média 700 MB.Os dispositivos mais atuais de armazenamento de informações são: DVD (equivale a 7CD’s) e CD. Ambos podem ser gravados em casa.3 - DISPOSITIVOS DE ARMAZENAMENTO DE DADOSO armazenamento dos dados que estão em processamento, foram ou que serãoprocessados, e dos programas que norteiam as operações realizadas pelo computador éEssa e muitas outras apostilas você pode adquirir em www.apostilas2009.com
  13. 13. www.superconcursos.com.brrealizado por uma parte do hardware que denominamos de memória.Bits, Bytes, Megabytes e outros nomes do tipoOuve-se muito falar, na informática, de nomes estranhos como byte, Megabyte, Gigabyte, etc.Tudo na informática só se tornou possível graças a uma coisa: capacidade de armazenamento. Istoquer dizer que, quando eu faço algo no meu computador, eu posso guardá-lo para poder continuar a usá-lomais tarde. Por exemplo, se eu estou escrevendo uma carta no meu computador e resolvo parar para umcafezinho, desligando a máquina, tudo que eu havia escrito até o momento seria perdido, não fosse acapacidade de armazenar dados dos computadores.O que acontece, é que quando eu armazeno algo, isto ocupa um certo espaço de armazenamento. Paramedir o espaço que algum dado ocupa quando armazenado é que foi inventado o bit, o byte...Assim como a água é medida em litros ou o açúcar é medido em quilos, os dados de um computador sãomedidos em bits, bytes, etc.Um bit, para o computador, é uma informação tão pequena, que ele junta os pequenos bits em gruposde 8, formando 1 byte cada grupo. Os bits, são entendidos pelo computador em código binário (formadounicamente por zero e um). Por exemplo, a letra “A” que você digita em seu teclado, ocupa um byte para ocomputador e é entendida por ele como “11000001”.Assim, um byte é um grupo de 8 bits ou um caractere (letra ou símbolo do teclado).Conforme os bytes vão se acumulando, eles vão ganhando novos nomes. Mil bytes aproximadamente,são representados pelo nome Kb, um milhão de bytes aproximadamente, são representados pelo nomeMegabyte, já um bilhão (aproximadamente) de bytes recebe o nome de Gigabyte e assim vai.Então, temos a seguinte tabela:Número de caracteres: Quanto ocupa:1 BYTE 1 caractere 8 bits1 KILOBYTE (Kb) 1.024 caracteres 1024 bytes1 MEGABYTE (Mb) 1.048.576 caracteres 1024 Kb1 GIGABYTE (Gb) 1.073.741.824 caracteres 1024 MbLocais de armazenamento da informaçãoSabemos como são armazenados os dados pelo computador. Mas onde são colocados estes dados?São diversos os locais de armazenamento., como os disquetes, os discos rígidos, o CD-ROM e amemória RAM, são os principais locais de armazenamento de que o usuário doméstico dispõe.OS TIPOS DE ARMAZENAMENTO MAGNÉTICO SÃO:DISQUETES – podem ser removidos.DISCOS RÍGIDOS – não são removíveis.FITAS MAGNÉTICAS – usada para criar uma cópia de segurança(BACKUP).OS PRINCIPAIS TIPOS DE ARMAZENAMENTO ÓPTICO SÃO:CD ROM – usa a tecnologia do CD Player que ligamos nos aparelhos de som.WORM – grava uma vez, lê muitas (WRITE ONCE READ MANY)• Os disquetesQuem não viu ou já usou um disquete? Provavelmente todo mundo que entrano mundo da informática se depara com um disquete, seja ele grande eflexível (floppy) ou pequeno e rígido. Os disquetes são feitos de plástico. Sãolentos se comparado aos discos rígidos, e possuem pouca capacidade dearmazenamento de dados. Mas, em contrapartida, são a mídia mais comum emais barata de armazenamento que existe no mundo da informática.Essa e muitas outras apostilas você pode adquirir em www.apostilas2009.com
  14. 14. www.superconcursos.com.brPara podermos utilizar os disquetes é necessário termos, instalado em nosso computadorum drive, que nada mais é do que uma leitora de dados. Os drives de disquetes possuemcabeçotes de leitura e gravação que servem para ler, encontrar e gravar os dados nos diquetes.Podemos conhecer um disquete por sua capacidade de armazenamento. Existemdisquetes com capacidade de armazenamento de apenas 360 Kb e outros de até 2.88 Mb. Osdrives também respeitam esta capacidade de armazenamento e não conseguem ler disquetes decapacidade de armazenamento maior que o suportado por eles. Os discos flexíveis ou disquetes de cinco e um quartoSão tão raros hoje em dia, que é quase impossível encontrar um drive para este tipo dedisquete nos novos modelos de computadores que são vendidos atualmente.Famosos na “pré-histórica” época do PC-XT, seus drives ocupam um espaço grande nogabinete (são do tamanho de um drive de CD-ROM) e sua capacidade de armazenamento émuito pequena. Podem ser de baixa (360Kb) ou de alta (1.2 Mb) capacidade.Para piorar a situação dos discos flexíveis, eles são os mais frágeis e propensos a erros.Isto acontece graças à sua estrutura flexível e às suas partes expostas.Um simples toque de seu dedo em uma parte exposta de um disquete, não importando quão seca suapele estiver, terá óleo suficiente para atrapalhar a leitura do drive.Os microdisquetes ou disquetes de três polegadas e meiaEstes disquetes, mais modernos que seus antecessores, são menores (seu drive ocupamenos espaço no gabinete), não são tão flexíveis, têm proteção nas suas partes expostas epossuem maior capacidade de armazenamento. Graças a tantas vantagens sobre os antigosdisquetes flexíveis, já são o tipo de disquete padrão: todo mundo tem pelo menos um drive dedisquete de três e meia (como também são conhecidos) em seu gabinete. Com relação aoarmazenamento, também existem os microdisquetes de alta (1.44 Mb) e de baixa capacidade(720 Kb), além de existirem os microdisquetes de capacidade extra-alta (2.88).Em síntese: os disquetes podem ser do tipo 5.25” (=) ou de 3.5” (<). Os de maior capacidade sãoos menores em tamanho e podem armazenar de 720 Kilobytes até 2.88 Megabytes. Os de menorcapacidade são flexíveis, maiores e possuem de 360 Kb até 1.22 Mb de capacidade dearmazenamento. Existe o disquete de capacidade extra-alta que pode armazenar até 2.88Megabytes, mas este ainda é pouco difundido.P: Se eu tentar ler os dados de um disquete de 3 e meia de baixa capacidade (720Kb) em um drivepara disquetes também de 3 e meia, mas de alta (1.44 Mb), haverá algum problema?R: Não. Os drives de disquete lêem os dados de disquete da capacidade que são compatíveis (no caso,de 1.44 Mb) e também os disquetes de capacidade menor sem problema nenhum. Mas se for introduzido umdisquete de 2.88 neste drive, não será possível a leitura dos dados, pois a capacidade do disquete está acimado suportado pelo drive de 1.44 Mb.• Os discos fixos ou WinchestersOs discos rígidos, discos fixos ou winchesters são discos magnéticos formados porvárias chapas de alumínio que giram em altíssima velocidade. Cada chapa de alumíniotem um cabeçote de leitura que faz a leitura e a gravação de dados. São os discos comcapacidade de leitura mais rápida, além de existirem modelos que ultrapassam umGigabyte de capacidade. Ficam localizados geralmente no interior do gabinete e os mais modernosocupam o mesmo espaço de um drive de 3.5”.Um winchester é uma caixa lacrada onde não entra sequer um grão de areia. A distância entre ocabeçote de leitura e o disco de alumínio é menor que a espessura de um fio de cabelo. Por isso élacrado, já que um fio de cabelo numa das chapas poderia causar um dano irreparável.Os discos rígidos ou hard disks, conhecidos como winchesters, também são dispositivos ouEssa e muitas outras apostilas você pode adquirir em www.apostilas2009.com
  15. 15. www.superconcursos.com.brmeios magnéticos de armazenamento de informações.As diferenças existentes em relação aos discos flexíveis são quanto a capacidade dearmazenamento e a portabilidade. O winchester possui uma altíssima capacidade dearmazenamento em relação a um disquete, porém é fixo na unidade de disco rígido econseqüentemente não possui a característica de portabilidade inerente aos discos flexíveis.• Os discos ópticosOs discos ópticos utilizam a tecnologia do raio-laser. São os Compact Discs(CDs). Eles podem ser apenas de leitura (CD-ROM) ou regraváveis (CD-WORM).O CD-ROM (ROM é a sigla de Read Only Memory - Memória apenas deleitura) não nos permite gravar nada em seu interior, apenas consultar seusdados.Os CDs regraváveis ou CD-WORM (WORM é a sigla de Write Once Memory -Memória de apenas uma gravação) utilizam um drive de CD diferente do deCD-ROM, onde só se pode consultar os dados. É um drive que permite a gravação única dedados, ou seja, só pode-se gravar algo no CD-WORM uma vez. Este drive de CD-WORM é umdrive especial que associa o método de gravação dos discos rígidos ao do raio-laser.Os CDs possuem grande capacidade de armazenamento (aproximadamente 650 Mb) e épor isso que são muito utilizados como local de armazenamento de fotos e filmes digitais, além desoftwares que necessitam de muito espaço em disco pois são formados por sons e gráficos muitobem elaborados, como é o caso dos novos jogos e enciclopédias em CD-ROM.4 - REALIZAÇÃO DE CÓPIA DE SEGURANÇA(BACKUP)Backups são cópias de segurança de arquivos importantes ou bastante utilizados para, nocaso de ocorrer algum erro ou acidente em que o arquivo seja indevidamente alterado ou perdido,haja a possibilidade de restaurá-los. Há no mercado programas, de simples a sofisticados, paraesse fim e que realizam cópias sistemáticas de servidores, que fazem o backup através da rede,entre outros. Mas esse procedimento não requer obrigatoriamente uma ferramenta, e sim o hábitoe a consciência dos usuários para a sua importância.O Windows possui uma ferramenta que auxilia você a fazer o backup de seus arquivos nodisco rígido, disquete, zipdisk ou até mesmo em outro computador da rede. Se seus arquivosoriginais forem danificados ou perdidos, você poderá restaurá-los a partir do backup. Note quevocê pode fazer o backup em seu disco rígido, mas deixar o original e a cópia no mesmo lugarcorre-se o risco de perder os dois. Para iniciar o Backup, clique em Iniciar > Programas >Acessórios > Ferramentas de sistema > Backup. Aparecerá a tela inicial do assistente:Na primeira execução você terá que escolher a opção Criar um novo trabalho de backup.Nas demais você poderá incluir ou atualizar os arquivos já armazenados neste mesmobackup ou extrair arquivos dele.Selecione a opção que deseja e clique no botão OK.Essa e muitas outras apostilas você pode adquirir em www.apostilas2009.com
  16. 16. www.superconcursos.com.brNa janela do Microsoft Backup, note que ela possui duas guias ou abas, uma onde estão asopções de armazenamento e outra as de restauração.A partir daí é sóseguir atentamente oassistente que pedirápara você escolher quaispastas quer guardar, setodos os arquivos dessaspastas ou só os alteradose na tela final o nome doarquivo de backup e emqual unidade de disco.Há outras formasde fazer backup de seusarquivos utilizando porexemplo o Winzip, quecompacta e criar váriosdisquetes quando oarquivo é muito grandeou há vários arquivos, mantendo cópias em discos zip, disquetes, cds ou em outros computadoresde sua sala.Nas várias assessorias que a STIrealiza, muitas vezes notamos que hácomputadores com mais de um discorígido, ou o disco está compartilhado eessa unidade a mais não é utilizada.Nessas máquinas é mais seguroguardar todos os arquivos do usuárionesse segundo disco deixando aunidade C: para instalação apenas dosprogramas. Dessa forma, o Windowstem mais espaço para “rodar” tornando amáquina mais rápida e se (ou quando)um problema ocorrer e for necessárioformatar e reinstalar os programas, osarquivos do usuário estão seguros emoutra unidade.Esse procedimento não é umbackup mas sim uma forma maisracional de armazenamento dosarquivos, afinal, problemas com os programas ocorrem freqüentemente. Caso opte por essaorganização não se esqueça de assim mesmo fazer backup dos arquivos mais importantes.Não importa a forma, o importante é sempre ter uma cópia de segurança de seus arquivos.5 - UNIDADE CENTRAL DE PROCESSAMENTO (CPU)A CPU (Unidade de processamento central) é onde fica o “coração” do computador.Para reconhecer facilmente é só olhar para o seu micro onde você coloca os disquetes(drives) ou liga a máquina. O gabinete, como é conhecida a caixa que envolve a CPU,pode ser do tipo Mini-torre ou do tipo Horizontal (onde o monitor fica em cima), jáexistindo gabinetes acoplados ao monitor, como alguns modelos da Compaq. Dentroda CPU, encontram-se a fonte de energia (pequena caixa que distribui a energiaelétrica para todos os componentes internos), a placa-mãe (também conhecida comoMotherboard, é a placa principal do computador), o Winchester (ou disco rígido, que permitearmazenar dados), e demais placas que permitem a utilização dos componentes do computador.A placa-mãe é muito importante, pois é nela que ficam acopladas as demais placas - como aEssa e muitas outras apostilas você pode adquirir em www.apostilas2009.com
  17. 17. www.superconcursos.com.brplaca de modem - e os chips principais do seu computador: o processador, os chips de memóriaRAM, etc.Atenção! Não abra o gabinete de seu computador se você não tem bons conhecimentos de hardware,para evitar problemas. O simples encostar de um dedo seu em um chip da placa-mãe poderá queimá-loe o simples encostar de um dedo seu na fonte de energia com o computador ligado poderá queimarvocê!CPU é um chip de circuito integrado que controla o fluxo de informações, efetua cálculosmatemáticos e operações lógicas. Apesar de ser o cérebro do computador,precisa de programas para desempenhar alguma função.Para que o microcomputador trabalhe organizadamente existe umcircuito gerador de CLOCK , que gera um sinal de sincronismo que seráobedecido pelos outros componentes. É medido em MHz e designa afreqüência do microprocessador. Sendo assim, mesmo que doiscomputadores tenham o mesmo microprocessador, um deles poderá ser maisrápido desde que possua um “CLOCK” mais rápido.Quando um fabricante produz um chip similar ao da INTEL, emboraele possa realizar as mesmas operações a maioria das vezes a quantidadede ciclos para realizar uma tarefa é diferente. Sendo assim, embora tendo omesmo “CLOCK”, ele poderá ser mais lento ou mais rápido, dependendo doprojeto de seu fabricante. Para que as pessoas não fiquem perdidasou se sintam enganadas pela empresa, elas tem incluído um índice“P” e o número do “CLOCK” que corresponde ao da INTEL.Todos os Processadores possuem a capacidade de realizar tarefas a partir de instruções queestão armazenadas em uma memória. Mas as operações que eles realizam diferem em função dafinalidade de quem o produziu. Isto cria uma dificuldade para quem deseja programá-los, pois apessoa teria que saber quais as operações que aquela CPU realiza e quais seriam as instruçõespara realizá-las.PLACA MÃEO elemento central de um microcomputador é uma placa onde se encontra omicroprocessador e vários componentes que fazem a comunicação entre o microprocessador commeios periféricos externos e internos.As placas mãe mais difundidas no mercado são construídas somente com o mínimo decomponentes, sendo necessário a utilização de placas acessórias para o pleno funcionamento domicrocomputador.A placa mãe de todo computador que obedece aos padrões da IBM realiza diversas funçõesimportantes. No nível físico mais básico, a placa mãe corresponde às fundações do computador.Nela ficam as placas de expansão; nela são feitas as conexões com circuitos externo; e ela é abase de apoio para os componentes eletrônicos fundamentais do computador. No nível elétrico,os circuitos gravados na placa mãe incluem o cérebro do computador e os elementos maisimportantes para que esse cérebro possa comandar os seus “membros”. Esses circuitosdeterminam todas as características da personalidade do computador: como ele funciona, comoele reage ao acionamento de cada tela, e o que ele faz.6 - TIPOS DE MEMÓRIAMEMÓRIA é um dispositivo capaz de armazenar informações.A MEMÓRIA PRINCIPAL é diretamente controlada pela CPU. Composta de circuitoseletrônicos existentes na placa mãe. Temos 2 tipos: RAM - Memória temporária de leitura/gravação de dados (memória volátil). Perde-se seu conteúdo no instante em que se desliga o computador ROM - Memória apenas de leitura. As informações são gravadas pelo fabricante.Essa e muitas outras apostilas você pode adquirir em www.apostilas2009.com
  18. 18. www.superconcursos.com.brMEMÓRIA ROM(Read only memory - memória somente paraleitura).É uma memória que vem gravada de fabrica e não se apagaquando desligamos o computador. Fica instalada na placa mãe.ROM significa que esta é uma memória apenas para leitura.Armazena dados vitais para o funcionamento do equipamento. É nelaque se encontram as primeiras instruções que o computador executa ao ser ligado: testa a placa e osprincipais periféricos, e carrega o sistema operacional de disco. Sem ela o computador nada faria.Na ROM encontram-se gravados três programas: POST - Power On Self Test - efetua o auto teste que é feito ao ligarmos o computador. SETUP - atualiza a configuração do computador. BIOS - Basic Input Output System - que ensina o computador a executar tarefas básicascomo: acessar uma unidade de disco ou colocar um caractere no vídeo.Também contém o programa de BOOT, o qual instrui o microprocessador sobre comoproceder para localizar o sistema operacional no disco e carregá-lo na memória RAM.MEMÓRIA RAM(Random Access Memory - memória de acesso randômico).Localizada na placa mãe, e mais rápidaque a ROM, sua importância é ainda maiorporque nela podemos alterar seu conteúdo, comisto, o computador pode armazenar asinstruções que precisará para executar umatarefa e os dados para este serviço. E quando oserviço terminar poderemos substituir pelas instruções de como executar o próximo. Só não devemosesquecer de que se faltar energia, não importando qual o motivo, ela perderá todo o conteúdo que haviaarmazenado. Chama-se uma memória VOLÁTIL. Por isso precisamos salvar o conteúdo trabalhado emuma memória secundária, que não se apaga por falta de energia.Assim, cada programa do usuário, armazenado em memória externa, é transferido para a RAM nomomento de sua execução. É a memória de trabalho.Computadores atuais podem possuir memórias RAM com valores que variam de 64, 128, 256 ou512 MB.Os Microcomputadores atuais possuem dois tipos de memória RAM: Memória SIMM - Single In-line Memory Module - onde chips de memória são conectados deforma permanente a pequenas placas de circuito de cerca de 7 cm de comprimento evelocidade de acesso entre 60 a 80 ns (nanosegundos). Estas são conectadas a SLOTSvazios na placa mãe. Memória CACHE - chips isolados conectados direto na placa mãe, com velocidade de acessode apenas15 ns (quanto mais baixa mais rápida) e alto custo. Quanto mais memória CACHEmelhor o desempenho do computador. É imprescindível para uso de softwares gráficos. Umaplaca mãe costuma possuir valores como 128 KB, 256 KB ou 512 KB de CACHE EXTERNA.Atualmente ela vem sendo incluída no chip da CPU, para torná-la mais eficiente, onde passa ase chamar CACHE INTERNA e possui valores como 1KB, 8 KB, 16 KB, 256KB, ou 512 KB.Na figura acima podemos observar a maneira correta de encaixarmos a placa de memória noconector do micro. Repare que a placa entra ligeiramente inclinada, para que quando ajustada,travas possam penetrar em seus orifícios e mantê-la firme em sua base.MEMÓRIA VIRTUAL é a utilização do disco rígido como se fosse memória instalada na placamãe. O WINDOWS 3.1 e 95 criam automaticamente um arquivo de memória virtual para armazenardados extra quando a memória RAM estiver preenchida.Essa e muitas outras apostilas você pode adquirir em www.apostilas2009.com
  19. 19. www.superconcursos.com.br7 – IMPRESSORASA Impressora é um meio fundamental de exibir seus dados, relatórios, documentos.Existem basicamente três tipos de impressoras comerciais hoje em dia:TIPO DE IMPRESSORA COMO ÉMATRICIALUm cabeçote de impressão se move pressionando umafita com tinta, que ao encostar no papel, o borra.JATO DE TINTAUm cabeçote de impressão se move pela página e emcada pequeno ponto de impressão é formada uma bolhade calor que estoura no papel, borrando a tinta.LASERImprime borrando em uma matriz de calor formada a partirda imagem do documento.No Windows ficou mais fácil a impressão de documentos e arquivos, principalmente no quediz respeito das configurações das impressoras. Abaixo estão listadas varias ações que se podemfazer com as impressoras instaladas no seu computador. Para imprimir um documento rapidamente, você pode arrastar seu ícone até umícone de impressora. Pode incluir atalhos para impressoras na área de trabalho.Quando você imprime um documento, um ícone de impressora aparece na barra de tarefas.Clique duas vezes nele para ver uma lista de documentos aguardando impressão. Quando aimpressão de seu documento tiver sido concluída, o ícone da impressora desaparecerá.Para alterar as configurações da impressora:Clique no ícone da impressora que você estiver usando. No menu Arquivo, clique emPropriedades. As configurações que você poderá alterar dependerão do tipo de sua impressora.Clique em guias diferentes para ver todas as opções que você poderá definir. Ao alterar aspropriedades da impressora, estas ficarão alteradas para todos os documentos que foremimpressos nessa impressora. Para alterar essas configurações para um único documento, use ocomando Configurar Página ou Configurar Impressão no menu Arquivo de seu programa.Essa e muitas outras apostilas você pode adquirir em www.apostilas2009.comUma impressora Jato de Tinta. O nome “jato detinta” não é à toa: uma cabeça de impressão seaquece e faz uma minúscula bolha de tinta“explodir”, borrando em pequeníssimos pontos opapel impresso.
  20. 20. www.superconcursos.com.brAPARÊNCIAAparênciaà Permite que o usuário altere as cores do Windows.Você gostou das cores do seu ambiente Windows? Cor dos menus, Barras de título, janelas,etc... Não? Então mude. Siga os passos a seguir: Feche todos os aplicativos que você por ventura tenha esquecido aberto Leve o mouse até a Área de Trabalho (essa área logo acima da Barra de Iniciar) Clique com o botão direito, e você logo verá o nosso amigo Menu de Atalho, porém comroupagem nova.Deverá aparecer uma janela parecida com a que se segue: clique na opção Aparência, aparecerá uma figura como a que se segue; Na opção Esquema de Cores você poderá escolher cores novas para seu Windows; Clique no local demonstrado na figura acima, e você verá um conjunto de opções decores. Clique em uma delas e você poderá ver na Área de Amostra as cores escolhidas.Se quiser ver como elas ficam no ambiente, leve o mouse até o botão Aplicar e emseguida clique nesse botão. Pronto, as novas cores invadiram o seu ambiente. Quandoquiser uma cor definitivamente, clique no OK, se não quiser nenhuma, clique noCancelar;SEGUNDO PLANOSegundo Planoà Utilizado para trocar de papel de parede (àquele que está no desktop).Essa e muitas outras apostilas você pode adquirir em www.apostilas2009.com
  21. 21. www.superconcursos.com.brHá dois modelos de papéis de parede, Padrão e Formatação.O padrão somente poderá ser alterado pelo usuário, não podendo ser criado. E para usá-lose faz necessário que a caixa de listagem papel de parede esteja definida como nenhum, se nodesktop aparecer a cor preta o padrão não aparecerá.O papel de parede prevalece sobre qualquer cor e sobre qualquer padrão, e ainda, pode seralterado e criado pelo usuário. Na verdade qualquer coisa no windows poderá se transformar emum WallPaper. Ex..: Sua Foto!!Papel de parede não passa de uma figura que preenche toda a área de trabalho e torna seuambiente mais pessoal. Pelo menos foi essa a idéia original.8 - SISTEMAS OPERACIONAIS: WINDOWS 98/2000/XPO Windows 98 possui duas edições, que procuramfacilitar ainda mais a vida do usuário trazendo novosrecursos e tecnologia.A tendência atual é ter todos os sistemas muito parecidosem termos de interface: o Windows 98 será umsubconjunto do Windows NT Workstation 2000 que, por sua vez, estará contido no NT Server2000.É verdade que os dois sistemas operacionais estão, lentamente, convergindo para ummesmo ponto e o NT 2000 estará mais parecido com o Windows 98 que seu antecessor.O Microsoft Windows 2000 Professional e o Windows2000 Server combinam o poder do Windows NT àfacilidade de uso do Windows 98.O Windows 2000 Professional é um sistema operacionalde desktop que incorpora-se as melhores características do Windows 98.Os recursos empresariais embutidos no Windows 2000 Professional incluem uma interfacedo usuário simplificada, Plug and Play aprimorado. gerenciamento de energia e suporte a umaampla variedade de dispositivos de hardware. É mais confiável, seguro e fácil de gerenciar que oWindows NT Workstation devido ao novo sistema de criptografia de arquivos e ferramentas degerenciamento de aplicativos.Outras características: É considerado o sistema operacional Windows mais fácil de todos para trabalhar,navegar na Web e instalar e configurar sistema. Aprimorou o suporte ao hardware , propiciando-lhe uma maior capacidade de Plug andplay. Suporta modernos computadores portáteis.O Windows XP, é o lançamento mais importante daMicrosoft desde a estréia do Windows 95. Além de exibirum projeto visual próprio, limpo e elegante, o XP herda asmelhores características de seus antecessores. Do ladoda família 95/98/Me, traz a facilidade de uso de umproduto voltado desde o berço para o consumidor final.Da família Windows NT/2000 vem a estrutura interna maisrobusta, que garante ao XP sua maior promessa maisestabilidade.OPERAÇÕES COM JANELASToda janela possui os seguintes elementos:• Barra de Título - usado para identificação e também para mover a janela de lugar.• Barra de Menu - nesta barra estão os Menus e submenus com opções diversas.Essa e muitas outras apostilas você pode adquirir em www.apostilas2009.com
  22. 22. www.superconcursos.com.br• Ícones - são figuras que representam os programas instalados.• Barra de Status - barra localizada no final da janela do documento que exibeinformações sobre comandos ou operações em execução.• Botão Minimizar - diminui a janela ao seu tamanho mínimo, ou seja, apenas na Barrade Tarefa.• Botão Maximizar/Restaurar - aumenta o tamanho da janela ao seu máximo possível.Quando a janela estiver Maximizada o botão se transforma em Restaurar, tendo agora afunção de restaurar ao tamanho anterior à maximização.• Botão Fechar - fecha totalmente a janela, liberando desta forma mais espaço namemória RAM.• Bordas - são usadas para redimensionar as janelas.• Vértices - também são usadas para redimensionar as janelas, porém com os vérticespodemos modificar a largura e a altura ao mesmo tempo.• Barras de Rolagem - aparecem quando o conteúdo da janela não aparece totalmente,sendo necessária a rolagem para cima, abaixo, direita ou esquerda.Abrindo JanelasAs janelas podem ser abertas de duas maneiras:• Através do Botão Iniciar, ou• Através dos ícones, simplesmente clicando 2 (duas) vezes.Quando você abre uma janela, ela se torna a janela ativa, sobrepondo as eventuais janelasabertas.Toda janela aberta possui um botão representando-a na barra de tarefas.Fechando JanelasPara fechar uma janela, você deve dar um clique sobre o botão Fechar ou pressionarsimultaneamente as teclas Alt+F4.Redimensionando as JanelasA maioria das janelas apresentadas pode ter seu tamanho redefinido. Para alterar otamanho de uma janela, posicione o apontador do mouse numa das bordas ou vértices da janela,até que ele se transforme numa seta dupla. Em seguida, pressione o botão esquerdo do mouse e,mantendo-o pressionado, arraste as bordas até a posição desejada, então solte.Minimizando JanelasPara minimizar uma janela, clique no botão Minimizar , localizado no canto superiordireito da janela.Maximizando JanelasPara maximizar uma janela basta dar um clique no botão Maximizar , localizado nocanto superior direito da janela.Restaurando Janelas.Para restaurar uma janela basta dar um clique no botão Restaurar , a janelamaximizada retornará ao tamanho anterior.Movendo JanelasQualquer janela, desde que não esteja maximizada, pode ser movida para uma novaposição na tela do computador sem alterar o seu tamanho original.Para mover uma janela, posicione o apontador do mouse sobre a Barra de Título,Essa e muitas outras apostilas você pode adquirir em www.apostilas2009.com
  23. 23. www.superconcursos.com.brpressione o botão esquerdo e, mantendo-o pressionado, arraste a janela para a nova posiçãodesejada, soltando o botão do mouse para finalizar a operação.Rolando JanelasQuando houver mais conteúdo(texto ou gráfico) do que pode serexibido em uma janela de uma só vez,você poderá utilizar as Barras deRolagem para visualizar as demaisinformações. As barras de rolagem sãoexibidas no lado direito e/ou na parteinferior de uma janela.Para deslocar o conteúdo de uma janelapara cima ou para baixo, clique as setaspara cima e para baixo da (Barra deRolagem Vertical).Para deslocar o conteúdo de uma janela para a esquerda ou para a direita, clique as setas para aesquerda e para a direita da (Barra de Rolagem Horizontal).MENUSBotão Iniciar: clique aí para começar a usar o Windows 95. Este é o principal elemento daBarra de Tarefas e uma novidade que se tornou o principal símbolo do Windows 95. Este botãodá acesso ao primeiro menu do sistema e, é o ponto de partida para você procurar programas earquivos. O botão Iniciar deve ser clicado também na hora de sair do Windows 95, porque édentro dele que está a opção Desligar. Uma das maiores novidades é que o botão Iniciar ficapresente na tela, mesmo quando os aplicativos estão abertos, permitindo que de forma fácil vocêprocure outros programas ou acesse outros menus.O Menu PrincipalA entrada nos programas, documentos, configurações, na ferramenta Localizar, no manual deAjuda on-line, no comando de Executar e até no desligamento do micro é feita a partir do menuprincipal, acionado pelo clique do mouse sobre o botão Iniciar.ImportanteNote que ao lado de Programas, Documentos, Configurações eLocalizar há uma pequena seta apontando para direita. Issoindica que há uma submenu a ser selecionado. Se vocêposicionar o mouse sobre este ícone, o submenu se abrirá evocê poderá continuar a escolha. Sempre que houver a seta àdireita, haverá mais menus para a seleção. Os menus vãoabrindo novas janelas para a direita da tela.BARRA DE TAREFASA Barra de Tarefas traz a ferramenta básica para o usodo Windows 95, o botão Iniciar. Mais do que isso, serve comoguia para o usuário saber quais programas estão ativos, alémde armazenar utilitários como relógios e controladores de som,caso o seu computador possua uma placa de som.Depois da instalação doWindows 95, a Barra estará na parte inferior da tela econfigurada para ficar sempre visível. Isto significaque mesmo com uma janela de programa maximizada(ocupando o maior espaço possível na tela), vocêainda terá a Barra de Tarefas visível.Essa e muitas outras apostilas você pode adquirir em www.apostilas2009.comAbarra detarefas éa
  24. 24. www.superconcursos.com.brCaso queira, você pode mover a Barra desta posição para o canto esquerdo ou direito datela, ou ainda para aparte superior do vídeo. Basta clicar sobre uma parte sem botões da Barra earrastá-la até o local desejado.Você ainda pode alterar a largura da Barra de Tarefas, uma solução para quando existiremmuitos programas minimizados na mesma. Para isto, leve o botão do mouse até a borda da Barra.Quando ele se transformar em uma seta dupla, clique e arraste a borda até a largura desejada.Para configurar a Barra - com opções como auto-ocultar (ela desaparece da tela ereaparece quando o mouse entra na parte inferior do vídeo) - clique com o botão direito do mouseem alguma parte livre a Barra e escolha a opção Propriedades.ÁREA DE TRABALHOA Área de Trabalho é a área da tela onde ocorrem todas as operações no Windows 95.Inicialmente ela contém apenas a Barra de Tarefas e os ícones Meu Computador e Lixeira.Os ícones Ambiente de Rede, Windows Explorer, Caixa de Entrada e Porta-arquivos tambémpodem aparecer dependendo das opções de instalação do Windows. A Área de Trabalho podeser personalizada, alterando a cor de fundo, colocando atalhos para os programas, documentos eimpressoras mais utilizados, permitindo acesso mais rápido.• Barra de Tarefas - barra localizada geralmente na parte inferior da Área de Trabalho. Nestabarra temos o Botão Iniciar e também será apresentado um botão para cada janela aberta.• Meu Computador - Permite visualizar tudo o que existe no computador. Fornece acessorápido às unidades de disco, Painel de Controle e impressoras. Pode ser usado também paragerenciar arquivos e pastas. Para operações de gerenciamento mais complexas é preferívelusar o Windows Explorer• Lixeira - Permite visualizar o conteúdo da Lixeira, onde o Windows armazena temporariamentetodos os itens (arquivos, atalhos, pastas etc.) excluídos.• Ambiente de Rede - Permite visualizar todos os grupos de trabalho, computadores e recursoscompartilhados da rede. Para acessar os computadores da rede que não fazem parte de seugrupo de trabalho, clique duas vezes no ícone Toda a Rede.• Windows Explorer - Ferramenta para pesquisar e gerenciar arquivos, unidades de disco econexões de rede.• Porta-arquivos - O Porta-arquivos é um tipo especial de pasta que ajuda a organizar e manteratualizadas diferentes versões de seus arquivos em diferentes computadores. Este recurso éde muita utilidade para usuários que possuem um computador portátil e também umcomputador de mesa, ou que tenham acesso a uma rede em sua empresa. A ligação entre oscomputadores pode ser feita através de uma rede ou usando disquetes para a transferência dearquivos entre os computadores.• Botão Iniciar - através deste botão podemos executar qualquer tarefa no Windows, ou seja,executar os programas instalados, configurar o computador, localizar um arquivo, entrar naInternet, além de desligar o micro.• Ícones - são figuras que representam os programas instalados. Podemos adicionar ou removerícones da Área de Trabalho.• Papel de Parede - figura decorativa da Área de Trabalho. Esta figura pode ser retirada daInternet, scanneada ou criada pelo próprio usuário.Provavelmente vocês verão uma caixa de diálogo sob o título "Bem-vindo", esta caixa mostra umadica a cada vez que o computador é inicializado ou quando desejarmos. No canto inferior esquerdoencontramos a caixa de seleção Exibir esta tela da próxima vez que você iniciar o Windows, se for dado umclique neste local, desativa a exibição desta caixa de diálogo, isto é, na próxima vez que ocorrer ainicialização do sistema, ela não será mais exibida. Para ver outras dicas, clique o botão Próxima dica, paraEssa e muitas outras apostilas você pode adquirir em www.apostilas2009.com
  25. 25. www.superconcursos.com.brfechá-la, clique o botão Fechar.LIXEIRAEste programa será de grande utilidade a todos os níveis de usuários. Temcomo finalidade armazenar, por certo período, todos os arquivos apagados, istodependerá do tamanho da lixeira, definido para armazenar estes arquivos. O arquivoapagado encontra-se disponível na lixeira e poderá ser restaurado, isto é, poderáretornar ao seu local de origem.Vejamos a aparência mais comum da Lixeira:Dê um clique duplo sobre o ícone da Lixeira localizado na área de trabalho. A janela daLixeira será exibida e, caso exista arquivos que foram apagados, eles serão apresentados, se forapresentado algum arquivo, limpe a lixeira para podermos entender melhor o funcionamento.Para limpá-la, escolha a opção Limpar Lixeira do menu Arquivo e confirme o procedimento.Essa e muitas outras apostilas você pode adquirir em www.apostilas2009.com
  26. 26. www.superconcursos.com.brRESOLUÇÃO DA TELAÍcone Vídeo - Este ícone do Painel de Controle tem a função de controlar todas aspropriedades do seu monitor de vídeo, bem como do seu adaptador de vídeo, em outraspalavras, sua placa de vídeo.É muito comum, você notar que sua definição de cores está bem abaixo da qualidade que jáfoi um dia, entre outras funções.• No desktop abra o menu de atalho (Botão Direito do Mouse)• Escolha PropriedadesAparece a caixa de diálogo propriedades de vídeoConfigurações:Uma imagem na tela é composta porpontos. Quanto maior for o ponto menorserá a nitidez da imagem. Quanto menor foro ponto, mais pontos podemos possuir nomesmo vídeo e melhor será a resolução(nitidez da imagem). Geralmente osmonitores estão configurados para trabalharem com uma resolução de 640X480 Pixels (Ponto notela). Procure aumentar esta configuração para 800X600 Pixels e veja a alteração no seu monitor.CORESA maneira mais rápida de alterar as cores do Windows 95 é dar um clique com o botãodireito do mouse em qualquer ponto vazio da Área de Trabalho. Depois, escolha Propriedadesno menu que irá aparecer. Os esquemas de cor estão disponíveis na opção Aparência, campoEsquema. Para alterar o fundo da Área de Trabalho. escolha a opção Segundo Plano, nestatela:FONTESAo acionar este programa veremos vários ícones representando os diversos tipos defontes (formatos dos caracteres) instalados em seu sistema. Estas fontes já conhecemosdo WordPad ou de qualquer programa que permita a alteração de fontes. A vantagem éque podemos imprimir e visualizá-las, dê um clique duplo sobre um tipo de fonte para visualizá-lae, se desejar imprimir, clique sobre o botão Imprimir. Para cada novo programa instalado em seusistema, automaticamente, novas fontes poderão ser instaladas porém, se desejar instalar umafonte manualmente, basta selecionar a opção Instalar fonte nova do menu Arquivo.Essa e muitas outras apostilas você pode adquirir em www.apostilas2009.comGuias, Abas ou Orelhas.Elas Exibem mais opçõesna mesma caixa dediálogo.
  27. 27. www.superconcursos.com.brPROTETOR DE TELAProteção de tela ou descanso de tela é um método para aumentar a vida útil de seu monitor.Como a TV, o monitor usa fósforo que é bombardeado por canhões de elétrons, disso surgem ascores. Porém, o fósforo se desgasta. Principalmente num ambiente colorido como o Windows ecom o hábito de deixar o monitor ligado, mesmo quando não se está usando o computador. Aproteção de tela é uma animação ou uma tela preta, que permite poupar mais o fósforo econsequentemente, aumentar a vida útil do monitorComo muita coisa no Windows 95, esses dois recursos também podem ser personalizados.Na aba Segundo Plano, iremos encontrar a opção Papel de Parede. Logo abaixo estarãodescritos os tipos que podemos escolher. No desenho de um monitor que está acima da opçãopoderemos ver como ficará a nossa modificação.Essa e muitas outras apostilas você pode adquirir em www.apostilas2009.com
  28. 28. www.superconcursos.com.brProteção de Tela à Fazem a movimentação da tela, deixando uma imagem em movimento.Evitam curiosos no computador e protegem-na contra danos, causados pelas cores enviadasdiretamente e fixamente ao vídeo.Vejamos agora a interface da aba Proteção de Tela:A opção Proteção de tela presente na aba de mesmo nome permite que você possaescolher qual proteção deseja. Sua escolha poderá ser vista no desenho de um monitor, logoacima da opção.O tempo que o Windows deve esperar antes de ativar a proteção pode ser determinado pelaopção Aguardar. Use os dois pequenos triângulos que estão presentes na opção, paraincrementar (triângulo superior) ou descrementar (triângulo inferior) o tempo de espera. Essetempo é medido em minutos.Caso se queira modificar alguma característica da proteção de tela, basta clicar no botãoconfigurações.Após as modificações, clique no botão OK para confirmar a nova configuração de proteção.O Windows Explorer, na verdade é um aplicativo para vocêtrabalhar com suas pastas e arquivos. Criar, renomear,excluir pastas e arquivos.Ou seja, para podermos manipular (copiar, remover, etc.) os arquivos dentro do Windows95, temos que utilizar um programa chamado Windows Explorer. Ele permite que visualizemosos arquivos que estão presentes nas unidades de disco (flexível e rígido), bem como CD-ROM ououtra forma de memória auxiliar reconhecida pelo Windows.Para abrirmos a janela do Explorer basta ir no menu Iniciar, levar o mouse até o sub-menuProgramas, o último nome dessa lista é o Windows Explorer. Basta agora clicar sobre o nomedele.A esquerda, na tela do Explorer, você poderá ver a árvore de diretórios e a direita, oconteúdo de um diretório selecionado. A barra de rolamento que divide a tela ao meio é a quepermite que você se desloque para cima e para baixo, na árvore. A que está mais a direita,permite visualizar, para cima e para baixo, os arquivos que estão dentro do diretório. Agora teste eescreva para que servem as duas outras barras de rolamento.Vejamos alguns conceitos que nos serão úteis.Essa e muitas outras apostilas você pode adquirir em www.apostilas2009.comVeja aqui comoficará aproteçãoClique aquipara modificara proteção detelaEstipula o tempoque o Windowsvai aguardarantes da proteçãode tela serativada. Quandovocê não estiverusando nenhum
  29. 29. www.superconcursos.com.br• Unidade de DiscoOs ícones que representam as unidades de disco permitem que, ao serem clicados,possamos acessar o seu conteúdo.• Árvore de diretórioPodemos organizar nossos arquivos em espaços, como gavetas de um armário. A essesespaços dá-se o nome de DiretórioA estrutura de diretórios que estão presentes em uma unidade de disco é chamada árvorede diretórios. O tronco central da árvore é o diretório raiz. Os diretórios e sub-diretórios(denominação dada aos diretórios que estão dentro de um diretório) formam os galhos da árvore.Podemos visualizar a árvore de diretórios na parte direita da janela do Windows Explorer.• Pasta de diretórioComo o ícone que representa um diretório é uma pasta amarela, é comum usarmos o termoPasta de diretório ou simplesmente Pasta.• Ícone do arquivoÍcone que, junto com um nome, representa um arquivo.• Nó de diretórioQuando um diretório possui sub-diretórios em seu interior, um ícone com o sinal "+" nocentro é mostrado, junto com a pasta do diretório. Se clicarmos nesse ícone, o sinal muda para "-"e são exibidas as pastas dos sub-diretórios., logo abaixo da pasta do diretório e ligados por umalinha.• Barra de Estado:Exibe, dentre outras coisas, o tamanho do arquivo ou arquivos selecionados.OBSERVAÇÃO:Para selecionar um arquivo basta clicar sobre ele. Se você quiser selecionar mais de um, que estejamem bloco (um seguido do outro), clique no primeiro, segure a tecla "SHIFT" e clique no último. Prontovocê selecionou um bloco de arquivos. Caso queira selecionar mais de um arquivo descontinuamente,clique no primeiro, segure a tecla "CTRL" e clique nos outros.• Barra de ferramentas:Possui botões que facilitam determinadas operações. Por exemplo, podemos modificar omodo como exibimos os arquivos usando os botões:Essa e muitas outras apostilas você pode adquirir em www.apostilas2009.com
  30. 30. www.superconcursos.com.br9 - CONCEITOS BÁSICOS DE OPERAÇÃO COMARQUIVOS EM AMBIENTES WINDOWSO botão Iniciar é a maneira mais fácil de iniciar um programa que estiver instalado nocomputador, ou fazer alterações nas configurações do computador, localizar um arquivo, abrir umdocumento.O botão iniciar pode ser configurado. No Windows XP, você pode optar por trabalhar com onovo menu Iniciar ou, se preferir, configurar o menu Iniciar para que tenha a aparência dasversões anteriores do Windows (95/98/Me). Clique na barra de tarefas com o botão direito domouse e selecione propriedades então clique na guia menu Iniciar.Esta guia tem duas opções:Menu iniciar: Oferece a você acesso mais rápido a e−mail e Internet, seus documentos,imagens e música e aos programas usados recentemente, pois estas opções são exibidas ao seclicar no botão Iniciar. Esta configuração é uma novidade do Windows XPMenu Iniciar Clássico: Deixa o menu Iniciar com a aparência das versões antigas doWindows, como o windows ME, 98 e 95.Essa e muitas outras apostilas você pode adquirir em www.apostilas2009.com
  31. 31. www.superconcursos.com.brEXECUÇÃO DE APLICATIVOS E ACESSÓRIOSProgramas aplicativos são, na realidade, programas que possuem características própriaspara a solução de um determinado problema, ou execução em uma determinada solução, porexemplo: o MS Word ® é um processador de textos e, como tal, tem ferramentas próprias paraedição e formatação de textos, desde uma simples carta até um elaborado jornal.Para cada tipo de aplicação existe um determinado programa, apesar de ser possível, nãodevemos usar uma planilha de cálculos para escrever textos, tampouco devemos usar umprocessador de textos para armazenar dados como nome, endereço, etc.Com a tecnologia de software hoje existente (OLE2, ActiveX, etc..) temos a possibilidade de‘incorporar’ um tipo de documento em outro, ou seja, se temos a necessidade de incluir umaplanilha de cálculos em um relatório, que seja feito exatamente isso, criemos o texto, a planilha e,em seguida, incluamos a planilha no texto.Microsoft Office é o conjunto de aplicativos mais eficiente para a criação de documentos,comunicação e análise de informação de negócios.TIPOS DE ARQUIVOSNos dias atuais temos basicamente os seguintes programas aplicativos:Processadores de texto;Planilhas de cálculo;Geradores de apresentações;Gerenciadores de bancos de dados*;Agendas pessoais, e outros.Quando não existe um programa aplicativo que resolva um problema que tenhamos, temosainda a possibilidade de que esse programa seja escrito por um profissional competente, deacordo com as características por nós apresentadas, usando uma linguagem de programação quepermita que as soluções sejam alcançadas, normalmente isso ocorre quando precisamos geriruma base de dados.Na parte inferior de sua tela está a barra de tarefas. Ela contém o botão "Iniciar", que vocêpode usar para iniciar rapidamente um programa ou para encontrar um arquivo. É também o meiomais rápido de obter Ajuda.Essa e muitas outras apostilas você pode adquirir em www.apostilas2009.com
  32. 32. www.superconcursos.com.brInicialmente, vejamos, que, clicando o menu <INICIAR>, aparecerá um menu com asseguintes opções:Abre automaticamente um novo documento em qualquer aplicativo do Office.Aplicativo compactador para plataforma Windows. Obs.: Não vem junto com o Windows, deverá serinstalado posteriormente.Abre automaticamente um documento já elaborado/criado no office.Permite iniciar programas instalados em seu micro de forma rápida e fácil.Relaciona os arquivos e endereços da Internet visitados com mais freqüência.Exibe uma lista dos últimos documentos abertos.Aciona aplicativos e abre janelas que configuram o equipamento como um todo.Sistema de busca para localizar arquivos/documentos em diversas pastas.Inicia uma ajuda on-line do próprio Windows.Executa operações através de comandos específicos.Utilizado em sistemas de rede.Traz opções para reiniciar / desligar / colocar em modo de espera / ou reiniciar em modo MS_DOS,o computador.ACESSAR PROGRAMASPara iniciar um programa1. Clique em Iniciar, aponte paraProgramas.2. Se o programa desejado não estiver nomenu, aponte para a pasta que contém oprograma.3. Clique no nome do programa.Observações• Depois que você inicia um programa,aparece um botão na barra deferramentas.Para alternar de um programaem execução para outro, cliqueem seu botão na barra de tarefas.• Se o programa que você quer iniciar nãoaparecer no menu Programas ou em umde seus submenus, clique em Iniciar,aponte para Localizar e, em seguida, clique em Arquivos ou pastas. Utilize a caixa de diálogoLocalizar para localizar o arquivo dos programas.VISUALIZAR DOCUMENTOS RECENTESO DOCUMENTO é um arquivo criado quando você salva seu trabalho em umprograma. Os exemplos de documento incluem arquivos de processamento de texto, planilhas e bitmaps.Você pode abrir rapidamente os documentos e programas que utiliza com freqüência. O menu Iniciarrelaciona os documentos utilizados mais recentemente para que você possa abri-los de forma mais rápida. Apasta Meus documentos, na área de trabalho, é o lugar mais adequado para armazenar arquivos e pastasutilizados com freqüência.E, para obter acesso fácil a um arquivo que você utiliza com freqüência, é possível também criar umatalho para ele. Um atalho não altera o local de um arquivo - o atalho é apenas um ponteiro que permite abrirum arquivo com mais rapidez. Se você excluir o atalho, o arquivo original não será excluído.Essa e muitas outras apostilas você pode adquirir em www.apostilas2009.comProgramas
  33. 33. Casopercebaque1 –Pressionand2 –Pressionand3 –PressionandLembre-se:Quawww.superconcursos.com.brPara abrir os últimos documentos utilizadosClique no botão Iniciar e, em seguida, aponte para Documentos.Será exibida uma lista de documentos abertos recentemente.10 - UTILIZAÇÃO DO WINDOWS EXPLORER COMARQUIVOS E PASTAS:COPIAR, MOVER, CRIAR, REMOVER, RENOMEARPara mover pastas (e arquivos ou programas para dentro delas), você deve simplesmentearrastar o que deseja para dentro do local procurado. Pode, por exemplo, localizar um programafazendo uma busca com a opção Localizar, e arrastá-lo para determinada pasta na janela doExplorer aberta ao lado. Ou quem sabe abrir a pasta que deseja, clicar sobre o ícone de algumarquivo e arrastá-lo para outro local que apareça no ícone Meu Computador (o drive A, porexemplo, se quiser copiar o arquivo para o disquete).Utilizando o comando Editar (copiar, colar ou arrastando), para a mesma unidade do discoou para unidades diferentes - principalmentedisquetesCopiando e movendo arquivosQuem copia ou move, move ou copiaalguma coisa para algum lugar.Para copiar ou mover proceda assim:a) Selecione os arquivos desejados;Clique-os e arraste o mouse até a unidade de disco ou pastadesejada (Usar Botão Direito)Soltar o botãoResponda se quer copiar ou moverSelecionando arquivos ou pastasVários arquivos à 1. Clique o primeiro.2. Mantenha a tecla SHIFT pressionada.3. Clique o último arquivo.Um Arquivo à 1. Clique-o.Arquivos Isolados à 1. Clique o primeiro.2. Mantenha a tecla CTRL pressionada.3. Clique os demais arquivos (Um Após o outro. Não Arraste o mouse)Desmarcando Pastas ou ArquivosO processo é o inverso da marcação. Quando queremos desmarcar mantemos as teclas CTRL ou SHIFTpressionadas, dependendo da ocasião, e clicamos os arquivos desejados. Vale lembrar que estamosEssa e muitas outras apostilas você pode adquirir em www.apostilas2009.comSe o usuário clicar umarquivo e o cursorcomeçar a piscar juntoao nome do arquivo,pressione a tecla ESC.
  34. 34. www.superconcursos.com.brdesmarcando, portanto, os arquivos estão marcados.CRIAÇÃO E EXCLUSÃO DE ARQUIVOS E PASTASPastas è São usadas para organizar arquivos e pastas. Em outras palavras, servem para manter umacerta ordem no disco rígido.Para criar uma pasta ou uma divisão de pasta ou sub-pasta, basta você proceder da seguinte forma:Se você quiser criar no Winchester uma nova pasta, clique sobre a unidade <C:>, em seguida, nomenu superior do Windows Explorer, clique em <Arquivo>, navegue pela opção <Novo> e finalmenteclique em <Pasta>, conforme a figura ao lado.Após clicar em <Pasta>, será criado um ícone representando uma nova pasta, basta você digitar onome de sua nova pasta, e a mesma será incluída na sua estrutura de diretório.Para criar uma subdivisão de pasta ou sub-pasta, você deverá ter o mesmo procedimento, porém, aoinvés de clicar (marcar) o Winchester,por exemplo, você deverá marcar a pastaa receber uma divisão. O restante doprocedimento é o mesmo.NOTA: Observe que algumas pastastrazem um sinal de soma (+) ao seulado. Isso indica que esta pasta contémdivisões. Caso você clique sobre o sinalde soma (+), as divisões serão exibidas na sua estrutura de diretório.Excluir pastas e arquivos1. Selecione a(s) pasta(s) desejada(s)2. Pressione a tecla DELETE3. Confirme clicando na opção SIM ou cancele clicando em NÃOPara apagar uma pasta inteira, inclusive o seu conteúdo e suas divisões, o processo é muitosimples. Basta marcar a pasta, que é apresentada dentro de uma relação da divisão da janela àesquerda do seu monitor e em seguida pressionar a tecla <Delete>, ou clicar sobre o botãoexcluir que se encontra na parte superior da janela do Windows Explorer.Observação importante, ao excluir a pasta e seus arquivos, a mesma é enviada para a lixeira,somente após a exclusão do conteúdo da lixeira é que a mesma será excluída de vez de sua unidade dedisco.11 - CONHECIMENTOS BÁSICOS DE EDIÇÃO DETEXTOS (AMBIENTE WINDOWS)O Word é um processador de textos com o qual pode-se criar os mais diversos tipos detexto. Isto significa que o que você vê na tela será exatamente aquilo que aparecerá quando odocumento for impresso, incluindo a formatação de caracteres, parágrafos e de imagens. O Wordfornece diversos recursos para controlar a formatação do texto. Ele foi elaborado para usar ainterface gráfica do Windows.Além de realizar tarefas básicas como: modificar um texto interativamente na tela, moverblocos, alterar o tamanho e o tipo da letra, correção ortográfica durante a digitação, formataçãoautomática de caminhos de Internet, etc., é amparado por uma excelente qualidade visual, e omelhor, os recursos mais utilizados estão disponíveis através de apenas alguns "cliques" em seumouse.TELA DO WORDEssa e muitas outras apostilas você pode adquirir em www.apostilas2009.com
  35. 35. www.superconcursos.com.brBarras de ferramentas: conjunto de ícones utilizados para substituir comandos do Word.Implica em ativar rapidamente comandos simplesmente pressionando o ícone correspondente, ouseja, cada ícone corresponde a um comando. Podem ser redesenhadas, retiradas e movidas.Colocando-se o mouse sobre um ícone da Barra de Ferramentas é exibido o comandocorrespondente e um texto de ajuda na última linha da janela (Barra de Status)Essa e muitas outras apostilas você pode adquirir em www.apostilas2009.com
  36. 36. www.superconcursos.com.brDescrição:a. Barra de Menu - Nesta barra você encontrará listas de comandos para executar diversastarefas, como gravar um arquivo em disco ou copiar uma palavra..b. Barra de Ferramentas Padrão – Possui alguns botões que representam algunscomandos básicos como gravar e abrir arquivos, imprimir, visualizar impressão, etc.Podemos acessar esses comandos de maneira mais rápida que através dos menus.c. Barra de Ferramentas Formatação – Possui comandos ligados a formatação de letras,como escolher o seu tipo e tamanho, aplicar negrito (ressaltar a letra escurecendo-a),itálico (inclinar a letra) ou sublinhado. Você também pode determinar se o texto deve ficaralinhado à esquerda, à direita, centralizado ou justificado (alinhado tanto à esquerdaquanto à direita), dentre outros comandos.d. Barra de Ferramentas de Bordas – Permite a inserção de bordas (linhas que podem sercolocadas ao redor do texto). Você também pode determinar a espessura destas bordas,dentre outras coisas.e. Barra de Ferramentas de Desenho – Possibilita a inserção de desenhos (reta, quadradoou círculo), determinar a cor desses desenhos, inserir textos explicativos (como osutilizados na figura acima para localizar diferentes partes do Word).f. Margem Esquerda – Margem esquerda da folha aonde você digitará seu texto.g. Margem Direita– Margem esquerda da folha aonde você digitará seu texto.h. Régua Horizontal – Usada para definir o tamanho das margens da folha. É usado tambémdefinir a quantos centímetros da margem deve ficar o parágrafos.i. Régua Vertical - Usada para definir o tamanho das margens verticais da folhaj. Barra de Rolagem Horizontal - Permite visualizar as partes da folha, da direita para aesquerda (horizontal). Clique nos triângulos que estão na extremidade destas barras parapuder utilizá-las.Essa e muitas outras apostilas você pode adquirir em www.apostilas2009.com
  37. 37. www.superconcursos.com.brk. Barra de Rolagem Vertical - Permite visualizar as partes da folha, de cima para baixo(vertical).Clique nos triângulos que estão na extremidade destas barras para puder utilizá-las.l. Barra de Status – Exibe informações tais como o número de páginas que seu texto possuie em qual dessas páginas você está digitando, dentre outras.m. Marcador de Recuo da 1ª.Linha – Define o parágrafo. Clique nele e arraste-o para aposição que você desejar.n. Marcador de Recuo à Esquerda – Através desse recurso, você poderá definir umamargem esquerda que terá efeito sobre uma linha, parágrafo ou folha de seu texto. Édiferente das margem cinzas (margem da folha, item f), que uma vez modificada, refleteem todo o seu documento.o. Marcador de Recuo à direita– Através desse recurso, você poderá definir uma margemdireita que terá efeito sobre uma linha, parágrafo ou folha de seu texto. É diferente dasmargem cinzas (margem da folha, item g), que uma vez modificada, reflete em todo o seudocumento.p. Move os Marcadores de Recuo à esquerda e da 1ª linhaq. Ponto de Inserção – Traço que fica aparecendo e desaparecendo continuamente. Servepara indicar aonde a palavra que se está digitando irá aparecer.Botão Nome EfeitoArquivo Novo Abre um novo documentoAbrir arquivo Abre um documento existenteSalvar arquivo Salva o documento ativoImprimir Imprime o documento atualVisualizar Impressão Pré-visualização do documento antes de imprimi-loVerificar Ortografia Inicia a revisão ortográfica do documentoRecortar Recorta o texto selecionado para a Área de TransferênciaCopiar Copia o texto selecionado para a Área de TransferênciaColar Insere o conteúdo da Área de Transferência no ponto deinserçãoPincel Aplica formato de caracteres para um ou mais trechosVoltar Desfaz ações anterioresEssa e muitas outras apostilas você pode adquirir em www.apostilas2009.com
  38. 38. www.superconcursos.com.brRefazer Refaz ações anteriormente desfeitas (pelo comandoVoltar)Inserir Hyperlink Efetua vínculos com endreço URL (Internet)Barra deFerramentas WEBContém ícones para abrir, pesquisar e procurar emqualquer documento, inclusive páginas na Web.Tabelas e Bordas Contém ícones para formatar tabelas, bordas esombreamentoInserir Tabela Insere uma tabela no ponto de inserção. Para selecionar onúmero de linhas e colunas arraste o mouse sobre atabela exemploPlanilha do Excel Para inserir planilha do Excel no documento ativoColunas Formata a seção atual com uma ou mais colunas. Paraselecionar o número de colunas, arraste o mouse sobre ascolunas exemploDesenho Inicia o programa MS DrawEstrutura doDocumentoApresenta um painel à esquerda do documento com suaestrutura de tópicos.Exibir/Ocultar Caracteres especiais do WordAssistente do Office Para auxiliar no esclarecimento de dúvidas sobre o WordBarra de Menu: Linha superior contendo 9 (nove) funções principais, que, ao seremativadas, apresentam Menus com diversas opções. Para ativar um menu pode-se usar o mouse,clicando uma vez em cima da opção, ou pressionando ALT+letra sublinhada da palavra.• Arquivo: opções de arquivo, impressão e saída do Word. Pressionar ALT+A.• Editar: Copiar, apagar, substituir, localizar textos. Pressionar ALT+E.• Exibir: Opções de exibição de formato da página, régua e barra de ferramentas. PressionarALT+X.• Inserir: Inserir número de página, data/hora, símbolos, notas, moldura, figuras, etc.Pressionar ALT+I.• Formatar: Formatar fonte, parágrafo, tabulação, bordas e sombreamento, estilos, etc.Pressionar ALT+F.• Ferramentas: Ortografia, dicionário, hifenizarão, idioma, mala direta, proteção, etc.Pressionar. ALT+U.• Tabela: Cria, edita e formata tabelas. Pressione ALT+T.• Janela: Ativa e organiza janelas.• Ajuda: Exibe varias opções para se obter ajudaEssa e muitas outras apostilas você pode adquirir em www.apostilas2009.com
  39. 39. www.superconcursos.com.br12 - CRIAÇÃO DE UM NOVO DOCUMENTO,FORMATAÇÃO E IMPRESSÃOPrimeiro será necessário acionar o Menu Arquivo e na sequência a opção "Abrir".Pressione TAB até encontrar a opção "Examinar" e acione a tecla F4 para abrir a caixacombinada, selecione a unidade de disco desejada através das setas e do Enter e caso hajanecessidade, selecione também, a pasta onde está o arquivo a ser aberto.Uma vez selecionada a unidade e/ou pasta apropriada, basta posicionar no nome do arquivoe em seguida pressionar Enter ou TAB até localizar o botão "Abrir".Para Fechar o arquivo pressione CRTL F4Os ícones da barra de ferramentas, em sua maioria,representam opções dos menus suspensos. Se vocêprefere usar mais o mouse do que o teclado, usar os íconesaumenta a sua produtividade. Em vez de digitar ALT+A, Spara salvar o arquivo, você pode dar um clique no terceiroícone que tem a figura de um disquete. Esse clique exibirá acaixa de diálogo para salvar o arquivo. Para abrir umarquivo, basta dar um clique no segundo ícone representadopor uma pasta suspensa que está se abrindo. O primeiroícone, uma folha em branco, permite a criação de um novotexto. Veja a figura ao lado, para as ocorrências de NOVO –ABRIR E SALVARABRIRApós já gravado um documento, por exemplo, com chamado alternativa.DOC no disco rígido (oudisquete) através da opção SALVAR do menu Arquivo. Para abrir esse ou outro documento que já tenhasido gravado, use a opção ABRIR, do menu ARQUIVO.Esta opção mostra uma caixa de diálogo semelhante àquela exibida para salvar o arquivo. Nela, vocêdeve selecionar o nome do arquivo na lista chamada NOME DO ARQUIVO, ou digitar o seu nome epressionar OK.Além dessas duas formas, você pode também realizar determinadas operações através dopressionamento de uma combinação de teclas. Por exemplo, para abrir um arquivo, você pode digitarCtrl+A. Usar uma ou outra forma dependerá do gosto pessoal.Uma das boas qualidades do WORD é a possibilidade de se editar mais de um texto ao mesmo tempo.Se você executou os exemplos anteriores, o arquivo alternativa, por exemplo, está aberto na sua tela. Ativeagora a opção NOVO no menu ARQUIVO, ou dê um clique no primeiro ícone da barra de ferramentas.Uma caixa de diálogo aparecerá perguntando qual modelo de documento deve ser usado para o textoque será digitado. Pressione o botão OK para aceitar o modelo Atual.Note que na parte inferior do menu apareceram o nome do texto PODIUM e o texto novo, odocumento2. Para voltar o documento PODIUM, basta dar um clique sobre ele.Ter agilidade para movimentar-se pelo texto é fundamental, quando se criam documentos extensos.Imagine um documento com 100 páginas, onde você está no seu início e precisa dar um salto para a últimapágina. Até agora, a única forma de fazer essa movimentação seria pressionar continuamente a tecla de setapara baixo, até atingir o ponto desejado.Essa e muitas outras apostilas você pode adquirir em www.apostilas2009.com2. PODIUM
  40. 40. www.superconcursos.com.brSALVARPara Salvar em disco um documento, deve-se seguir a seguinte seqüência de comandos:1. Abra o menu de Arquivos2. Clique a opção Salvar3. Preencha corretamente a caixa de diálogo Salvar Como...Arquivo ð salvar ð ou no ícone disquete ou pelas teclas de atalho Alt+A+SFORMATAÇÃO DE DOCUMENTOS:RECURSOS DE MARGENSNa barra de formatos, ao lado dos estilos de caractere, existem quatro botões que servem paraativar ou desativar o alinhamento de parágrafo.ou na Barra de Menu:Formatar ð ParágrafoTABULAÇÃOEssa e muitas outras apostilas você pode adquirir em www.apostilas2009.comDigite aqui o nome doarquivo.Não é necessário clicar como mouse a tarja azul apaga oconteúdo escrito assim quevocê inserir um textoClique aqui e escolha olocal desejado para salvar oarquivo. Será sempreexibida a unidade de discosdisponível.Lista de arquivosLista de arquivosdisponíveis, ou seja, jáestão salvas nesta unidadeou pastaCliqueAqui paraconfirmarCliqueAqui paraCancelarDica:Uma vez que o arquivo foi salvo e ousuário manda salvá-lo novamente, o softcontinua a salvar as alterações no mesmoarquivo, ou seja, com o mesmo nome.Caso Queira Trocar o nome do arquivocopiando-o, use a opção Salvar Como...
  41. 41. www.superconcursos.com.brPressione ALT + Botão esquerdo do mouse para definir as medidas.ou Formatar ð Tabulação na Barra de MenuRECUO E ESPAÇAMENTO HORIZONTALAs margens constituem da distância aplicada entre a borda da folha e o texto, enquanto osrecuos aplicam-se como definidores da distância aplicada entre a margem e o texto propriamentedito. Os recuos são usados para definir glossários, bibliografias, comentários, etc.Recuos:Formatar ð ParágrafoA linha de régua tem como finalidade orientar o usuário com relação à largura do texto e dasmargens, assim como indicar recuos de parágrafos através de seus controles deslizantes. Otamanho da linha é mostrado em centímetros ou polegadas, dependendo da configuração doWord.Nas duas extremidades da linha de régua, existem os indicadores de recuo, ou controles derecuo. Através da utilização do mouse, podemos mover esses controles e alterar os recuos semnecessidade da caixa de diálogo.Do lado direito, existe apenas o controle de recuo da margem direita.Quando as margens de parágrafos são alteradas através da caixa de diálogo, os indicadores oucontroles de recuo são posicionados na posição determinada, ao se pressionar o botão OK. Paramover um controle de recuo, basta dar um clique no cursor sobre ele e arrastá-lo até a posiçãodesejada. Enquanto o botão do mouse estiver pressionado, uma linha vertical tracejada o guiarápara posicionar o controle na melhor posição. Depois de liberado o botão do mouse, o controlemanterá sua posição, e os parágrafos digitados daí em diante respeitarão esse recuo.ESPAÇAMENTO VERTICALO alinhamento do texto de um parágrafo simplesmente distribui o texto digitado dentro dasmargens atuais do texto. Em muitas situações, é necessário alterar as margens do texto apenasEssa e muitas outras apostilas você pode adquirir em www.apostilas2009.comAmargemdireita1.Essecontrolemove orecuo da
  42. 42. www.superconcursos.com.brpara um parágrafo. Em outras situações, um parágrafo deve ser recuado ou o espaçamento entreas suas linhas alterado. Todas essas opções podem ser configuradas através de uma caixa dediálogo ou, então, através da utilização do mouse. Para ativar a caixa de diálogo, acione o menuFormatar e a opção Parágrafo.Formatar ð ParágrafoO recuo é o afastamento do parágrafo em relação à margem normal do texto. Oespaçamento é a distância entre uma linha e outra ou, então, entre os parágrafos. Por exemplo,você pode especificar que entre um parágrafo e outro sempre devem ser deixadas duas linhas.Todas as mudanças efetuadas são imediatamente pré-visualizadas na caixa devisualização, antes de serem aplicadas no parágrafo.Kerning para fontes é o espaço ajustável existentes entre caracteres e palavras num texto.FONTESFONTE DOS CARACTERESArial Tamanho 10Arial Tamanho 15Arial Tamanho 20Arial 40O botão ao lado da caixa que mostra o nome da fonte, para abrir uma lista de fontesdisponíveis.MUDANÇA DE FONTE - clicar na seta para baixo no quadro de fonte da fita e escolher, ou no menupor meio de <Alt-F-N>.MUDANÇA DO TAMANHO DA LETRA - clicar na seta para baixo ao lado do quadro de tamanho nafita, ou no menu através de <Ctrl-F-N>.DESTAQUE (NEGRITO, SUBLINHADO, ITÁLICO, SUBSCRITO, ETC)Através da Barra de FormataçãoEssa e muitas outras apostilas você pode adquirir em www.apostilas2009.comRealçar ocaracterTipodaTamanhodaEstilo dafonteCordaAlinhamento usado

×