A Truta Mocha Conectando Mundos Dom Polvo e as rochas perigosas 3ª parte
 
 
 
Uma tarde, Dom Polvo, o chefe do parque de atracções “Estrela do mar”, ofereceu ao papá Truchez um pequeno trabalho no par...
Essa noite foi maravilhosa para os Truchez. Cantaram canções tradicionais do rio e Mocha lembrou-se do Nostalginho. Quem p...
Quando o sol já rompia por entre as densas águas do Oceano, o papá Truchez saia de casa todo aperaltado para ir para o nov...
<ul><li>Tu, ficas aqui. - Tu, vais para trás dele. - Tú, ficas neste grupo.  O papá Truchez esperou pela sua vez e colocou...
Estão loucos, para as rochas???? - Sim – disse uma medusa - é preciso apanhar algas frescas para fazer as máquinas funcion...
- Eu também! Por isso mesmo, se queres que Dom Polvo te dê aquas para sustentá-la, já sabes o que é preciso fazer. É ele q...
 
 
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

A truta Mocha - 3ª Parte

432 views

Published on

Dom Polvo arranja um pequeno trabalho ao papá truchez.

Published in: Technology
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
432
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
65
Actions
Shares
0
Downloads
4
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

A truta Mocha - 3ª Parte

  1. 1. A Truta Mocha Conectando Mundos Dom Polvo e as rochas perigosas 3ª parte
  2. 5. Uma tarde, Dom Polvo, o chefe do parque de atracções “Estrela do mar”, ofereceu ao papá Truchez um pequeno trabalho no parque. - Que bom- disse ele – Eu e a minha família acabámos de chegar ao Oceano, não imagina o quanto preciso deste trabalho. Muito obrigado, Dom Polvo. O Papá Truchez voltou para casa muito contente e explicou à família que tinha conseguido um emprego, um sinal de que as coisas começavam a correr bem.
  3. 6. Essa noite foi maravilhosa para os Truchez. Cantaram canções tradicionais do rio e Mocha lembrou-se do Nostalginho. Quem passava ao lado da casa dos Truchez escutava altas gargalhadas e aplausos.
  4. 7. Quando o sol já rompia por entre as densas águas do Oceano, o papá Truchez saia de casa todo aperaltado para ir para o novo trabalho. O primeiro dia, seja lá do que for, é sempre muito especial, pelo que o papá Truchez até se lembrou de pôr umas gotas do seu perfume favorito “Água de Ouriço”. Sentia-se tão bonito como quando era jovem. Quando chegou ao parque, Dom Polvo organizava os seus trabalhadores em pequenos grupos, com a ajuda dos seus enormes braços…
  5. 8. <ul><li>Tu, ficas aqui. - Tu, vais para trás dele. - Tú, ficas neste grupo. O papá Truchez esperou pela sua vez e colocou-se na fila indicada por Dom Polvo. - E nós, vamos para onde? –perguntou o Papá Truchez a uma sardinha que estava à sua frente. </li></ul><ul><li>Vamos para as rochas – disse ela. </li></ul>
  6. 9. Estão loucos, para as rochas???? - Sim – disse uma medusa - é preciso apanhar algas frescas para fazer as máquinas funcionar. - Mas, mas, mas... se vamos para lá podemos ser apanhados pelas redes dos pescadores e eu tenho uma família para sustentar.
  7. 10. - Eu também! Por isso mesmo, se queres que Dom Polvo te dê aquas para sustentá-la, já sabes o que é preciso fazer. É ele que manda aqui. – disse o companheiro, fazendo sinal com a cabeça para irem. O papá Truchez tinha medo, sentia raiva e um certo sentimento de tristeza ao encontrar-se numa situação tão difícil. Dom Polvo não lhe tinha dido que se tratava de um trabalho tão perigoso e não sabia o que fazer.

×