Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Bernini

19,661 views

Published on

Trabalho escolar feito por Ana Lourenço e Laura Figueiras

Published in: Technology, Travel

Bernini

  1. 1. Gian Lorenzo Bernini
  2. 2. <ul><li>Foi um dos principais impulsionadores da arte barroca, juntamente com Francesco Borromini. </li></ul><ul><li>O seu trabalho alcança os principais campos escultóricos do momento: o religioso, o mitológico e o sepulcral. Em todos eles aplica os caracteres do barroco: movimento e agitação, formas amplas, efeitos teatrais e expressão exagerada do sentimento , tornando-se então, um artista altamente revolucionário e inovador. </li></ul><ul><li>As obras de Bernini foram ao mais alto nível, em termos de escultura foi um total criador nos gestos, luzes e sombras dos valores cristãos, santos e cenas bíblicas, com expressões nunca antes conseguidas. </li></ul>
  3. 3. <ul><li>Duas das suas primeiras obras foram Apolo e Dafne e David. Diferentemente de Miguel Ângelo, que representa David de pé e concentrado, com o olhar cravado no adversário, Bernini modela a personagem em atitude violenta, no momento do lançamento da pedra. </li></ul><ul><li>O papa Urbano VIII, foi o seu maior patrono, pois ao serviço deste, o artista criou inúmeras obras. </li></ul>David
  4. 4. <ul><li>Bernini foi durante mais de dois séculos desprezado pelos académicos e classicistas e considerado o melhor exemplo do mau gosto e da monstruosidade artística. Com a reabilitação do estilo barroco no século XX, voltou a ser reconhecido como um dos maiores escultores e arquitectos de todos os tempos. </li></ul><ul><li>Vítima de uma apoplexia, Bernini morreu em Roma em 1680 </li></ul>Apolo e Dafne
  5. 5. Baldaquino
  6. 6. Fonte dos quatro rios
  7. 7. Beata Ludovica Albertoni
  8. 8. Túmulo do papa Urbano VIII
  9. 9. Lenda de Proserpina <ul><li>Proserpina, filha de Ceres, deusa do plantio e da colheita, com Zeus , era uma jovem virgem devidamente resguardada por sua mãe superprotetora. Um dia, Hades, senhor do mundo dos mortos e dos infernos, em uma de suas passagens pela superfície avistou Proserpina, com uma saia justinha, colhendo ramos de trigo sozinha. A paixão foi avassaladora. Agarrando-a pelos claros cabelos e puxando para dentro de sua carruagem negra, Hades rapta Proserpina para o seu reino nas profundezas. Sem sua filha, Ceres tornou-se estéril, bem como a terra sob sua influência. Foi então que, louca de dor, Ceres provocou uma grande seca. A deusa estava determinada a reaver a sua filha. </li></ul><ul><li>Zeus ordenou que Hermes (Mercúrio) tentasse convencer Hades a libertá-la. Surpreendentemente, Hades disse que poderia levá-la, se assim Proserpina o desejasse. Plutão viu-se obrigado a obedecer mas antes que Proserpina partisse fê-la comer sementes de romã, fruto da fidelidade conjugal segundo as antigas tradições. Após ter comido os frutos da romãzeira oferecidos por Hades, Proserpina transformou-se numa mulher exuberante e madura, acabando por se apaixonar por Hades. Zeus decidiu que Proserpina não precisaria de abandonar Hades, mas ficaria 9 meses com sua mãe, garantindo o tempo suficiente para a florestação, maturação e colheita. Os restantes meses passaria com Hades. E assim se definiram as estações do ano, o Verão e o Inverno. </li></ul>
  10. 10. O rapto de Proserpina <ul><li>Bernini era capaz de uma doçura inigualável a desenhar lábios entreabertos, com contornos suavíssimos, de um arredondado e delicadeza extrema, e esta obra é um claro exemplo disso: Bernini retrata os lábios dela, como se estivessem a gritar, a implorar ajuda. </li></ul>
  11. 11. <ul><li>É notável o afundamento dos dedos de Plutão na pele de Proserpina, deixando visível tanto o seu esforço para a fuga como o empenho do deus em agarrá-la, fazendo-nos duvidar da pedra, como duvidamos da tela quando observamos uma gota de água a escorrer. </li></ul>
  12. 12. <ul><li>Plutão mostra uma expressão confusa, achando que seria divertido o facto de Proserpina o estar a negar, tentando fugir dele. Bernini criou Proserpina com o olhar completamente desviado do seu raptor. </li></ul><ul><li>O rosto de Proserpina transmite uma real e verdadeira agonia. </li></ul>
  13. 14. <ul><li>O Êxtase de Santa Teresa, é a parte central de uma escultura em mármore concebida para a capela de Santa Maria della Vittoria, em Roma. Sendo uma das obras-primas com mais valor no Barroco. Realizada durante o pontificado de Inocêncio I. </li></ul>O Êxtase de Santa Teresa
  14. 15. <ul><li>As duas figuras derivam de um episódio relatado por Teresa de Ávila na sua autobiografia. O capítulo descreve visões divinas, incluindo uma em que viu um jovem, bonito e brilhante, um anjo ao lado de seu corpo. </li></ul>
  15. 16. “ Vi na sua mão uma longa lança de ouro, e, o ferro da ponta parecia ter fogo. Ele pareceu-me ser confiável por momentos no meu coração. Quebrou-me as entranhas deixando-me em chamas com o grande amor de Deus. A dor foi tão grande, que me fez gemer, e ainda assim, fui superando esta dor excessiva sem poder ver-me livre dela. A alma está agora satisfeita com Deus. A dor não é física, mas espiritual, embora o organismo tenha a sua quota-parte dela. É um sentimento de amor tão doce que agora tem lugar entre a alma e Deus.”
  16. 17. Trabalho Realizado por: Ana Lourenço Laura Figueiras 12º F

×