Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Classificação das bombas

1,322 views

Published on

Trabalho sobre as classificações de bombas, tipos e usos diversos

Published in: Engineering
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Classificação das bombas

  1. 1. Classificação das bombas  Máquinas motrizes  Máquinas Geratrizes ou operatrizes  Máquinas mistas  Máquinas motrizes – São as que transformam a energia hidráulica em trabalho mecânico. Dois são os tipos mais importantes motrizes hidráulicas Turbinas hidráulicas e Rodas hidráulicas. Turbinas hidráulicas – Nas quais o escoamento da água se da em canais formados por pás curvas dispostas simetricamente em torno de um eixo móvel e que constituem o rotor ou receptor, costuma-se por isso dizer de maneira simplificada que nas turbinas, a água atua por sua velocidade havendo o predomínio de uma delas em cada tipo. Roda hidrualica– Ou rodas d’agua, nas quais água escoa em canais especiais ou é despejada em cubas, que desenvolve forças que produzem o conjugado motor. Nestas máquinas, a água atua por peso e por velocidade havendo o predomínio de uma delas em cada tipo  Máquinas Geratrizes ou operatrizes – São aquelas que recebem trabalho mecânico, geralmente fornecido por uma maquina motriz, e o transforma em energia sob as formas de energia potencial de pressão e cinética. Pertecem a essa categoria de todas bombas hidráulicas. Classificação das máquinas Geratrizes ou bombas – Bombas são maquinas geratrizes cuja finalidade é realizar o deslocamento de um líquido por escoamento, sendo uma máquina geratriz, ela transforma o trabalho mecânico que recebe para seu funcionamento em energia que é comunicada ao liquido sob formas de energia de pressão e cinética são classificadas em :  Bombas de deslocamento positivo ou volume e nas turbobombas, também chamadas hidrodinamicas rotodinamicas, ou dinâmicas  Bombas de deslocamento positivo – Possuem uma ou mais câmaras, em cujo interior o movimento de um órgão propulsor comunica energia de pressão ao liquido, provocando o seu escoamento.  A classificação principal desta classe de bombas é que uma partícula liquida em contato com o órgão que comunica a energia tem aproximadamente a mesma trajetória que a do ponto do órgão com o qual esta em contato  As bombas do deslocamento positivo podem ser alternativas e rotativas  Nas bombas alternativas – O liquido recebe a ação de forças provinientes de uma ou mais peças dotadas de movimento de rotação que, comunicando energia de pressão, provocam seu escoamento. A ação das forças se faz segundo a direção que é praticamente a do próprio movimento de escoamento do liquido. A descarga e a pressão do liquido bombeado sofrem pequenas variações quando a rotação é constante
  2. 2.  Turbombas – São caracterizadas por possuírem um órgão rotatório dotado de pás chamado Rotor que exerce sobre o liquido forças que resultam da aceleração que lhe imprime. Diferente do que se encontra nas bombas de deslocamentos positivo, a aceleração não possui a mesma direção e o mesmo sentido do movimento do liquido em contato com as pás. A finalidade do rotor, também chamando de impulsor ou impelidor é comunicar a massa liquida aceleração, para que adquira energia cinética e se realize assim a transformação da energia mecânica de que esta dotado. O rotor pode ser fechado ou aberto. As turbobombas têm outro orgão, o difusor também chamado de recuperador, onde é feito a transformação da maior parte da energia cinética com que o liquido sai do rotor com energia da pressão.  O difusor pode ser :  De tubo reto trônico, ou nas bombas axiais  De caixa com forma de caracol ou voluta, nos demais tipos de bombas, chamado neste caso simplesmente de coletor ou caracol  Classificação das turbobombas - Segundo a trajetória do liquido no rotor - Bomba centrifuga pura o radiador - Bomba helicoidal ou semi-axial  Bomba axial ou repulsora - Segundo o numero de rotores empregados - Bomba de simples estágio - Bombas de múltiplos estágio - Segundo o numero de entradas para a aspiração - Bomba de aspiração simples ou de entrada unilateral - Bomba de aspiração dupla ou de entrada bilateral Segundo o modo pelo qual é obtida a transformação da energia pressão - Bomba de difusão com pás guias ou diretrizes colocadas entre o rotor e o coletor Tipos de bombas 1. Bombas de pistão ou êmbolo 2. Bombas de diafragma 3. Bombas de um só rotor – Palheta 4. Bombas de um só – Pistão rotativo 5. Bombas de um só rotor – Parafuso simples 6. Bombas de rotores múltiplos – Engrenagens
  3. 3. 7. Bombas de rotores múltiplos – Lobulos 8. Bombas de rotores múltiplos – Parafuso Conceito – bombas de Fuso – Uma das modalidades de bombas de parafuso com grande número de aplicações principalmente em industrias é a bomba de fuso. O formato e o traçado dos dentes helicoidais retangulares caracterizam as bombas de fuso. Graças ao perfil especial dos helicóides, formam-se câmaras idealmente vedadas, cujas unidades de volume são movimentadas num fluxo continuo através da rotação dos fusos em axial, do lado das aspiração para o lado do recalque, sem esmagamento, tribulação ou turbulência. As bombas de fuso são silenciosas e sem pulsação. Existem bombas com três fusos. Nelas o fuso rotor central é um helicóide de passo duplo e os rotores helicoidais laterais são conduzidos pelo fuso central, ocorrendo rolamento sem escorregamento das superfícies dos helicoidais em contato. Usam-se bombas de fuso para o bombeamento de substâncias que possuem ação lubrificante ou meio lubrificante viscosa ou não, desde que não contenham substâncias sólidas abrasivas. Aplicações das bombas de fuso Óleo lubrificante Óleo combustível Óleo cru Gasolina Asfalto Solventes Produtos químicos] Óleo para engrenagens Óleo diesel Óleo vegetais Querosene Piche Parafina Produto alimentícios

×