Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

EDEN - Reciclagem 57 Pps2 26 04 2007

740 views

Published on

Projecto EDEN

Published in: Business, Technology
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

EDEN - Reciclagem 57 Pps2 26 04 2007

  1. 1. PROJECTO EDEN Endogenizar o Desenvolvimento de Energias Novas PPS2 Projecto Demonstração Reunião Global do PPS 2 26/04/2007
  2. 2. 1. Ponto de situação do PPS2 2. Deliverables a entregar em Junho no âmbito do PPS 2  3. Definição do papel dos restantes parceiros participantes nas tarefas do PPS 2 4. Actividades a desenvolver 5. Marcação da próxima reunião geral do PPS 2 AGENDA REUNIÃO PROJECTO EDEN | PPS2 PARTE I PARTE II
  3. 3. PROJECTO EDEN Endogenizar o Desenvolvimento de Energias Novas Reunião Global do PPS 2 PARTE I Ponto de situação do PPS2 Deliverables a entregar em Junho no âmbito do PPS 2  26/04/2007
  4. 4. PPS2 – Objectivos Gerais PROJECTO EDEN | PPS2 PONTO DE SITUAÇÃO <ul><li>Promover um processo de transferência e endogeneização de tecnologias das entidades fabricantes para o consórcio, no que se refere ao projecto, instalação, operação e manutenção destas unidades, criando condições para que a esperada penetração das PC no mercado nacional se possa vir a efectuar com significativa participação da tecnologia, engenharia e indústria nacional (na concepção, projecto, instalação, operação e fornecimento de subsistemas). </li></ul><ul><li>O objectivo deste PPS é o de promover um processo de transferência de tecnologia, das entidades fabricantes para o consórcio, através do projecto, instalação, operação e manutenção duma Pilha de Combustível de alta temperatura no Porto; esta unidade deverá possuir uma potência de cerca de 10 kW ( 5kW ) , uma tecnologia baseada na operação a altas temperaturas, com potencial aproveitamento do calor gerado, e focar-se-á nas aplicações industriais. </li></ul>
  5. 5. PPS2 – Objectivos Gerais PROJECTO EDEN | PPS2 PONTO DE SITUAÇÃO <ul><li>Com este projecto de demonstração pretende-se adquirir um conhecimento prático efectivo das capacidades e limitações destas tecnologias em aplicações estacionárias de produção distribuída de energia, e sua adequação para utilizar o biogás proveniente de aterros para a produção de electricidade. </li></ul><ul><li>Criação de um quadro de colaboração com os fornecedores seleccionados que viabilize a formação de técnicos das empresas do consórcio na concepção e projecto de sistemas, no conhecimento aprofundado das especificações técnicas e tecnológicas associadas às alternativas existentes. </li></ul>
  6. 6. Biogás proveniente da LIPOR Energia Eléctrica 5 kW Energia Térmica 4 kW <ul><li>Introdução na rede </li></ul><ul><li>Utilização interna </li></ul><ul><li>AQS </li></ul><ul><li>Produção Vapor </li></ul>Pilha Combustível SOFC (5 kW) PPS2 – Projecto Demonstração – Introdução PROJECTO EDEN | PPS2 PONTO DE SITUAÇÃO
  7. 7. Características técnicas das pilhas de combustível SOFC <ul><li>Elevado potencial em termos eficiência para a geração de energia. </li></ul><ul><li>Reduzem significativamente a poluição do ar e a emissão de gases com efeito de estufa. </li></ul><ul><li>Baixa degradação, que permite manter a eficiência constante durante o seu tempo da vida útil. </li></ul><ul><li>Elevada eficiência, mesmo operando a carga parcial. </li></ul><ul><li>Possibilidade de operar com vários tipos de combustível - como metano, gás de carvão, biogás (gás rico em metano), hidrocarbonetos ou H 2 . Esta flexibilidade abre um largo espectro de aplicações e para o cliente. </li></ul>PROJECTO EDEN | PPS2 PONTO DE SITUAÇÃO PPS2 – Projecto Demonstração – Introdução Usado para aquecimento de água ou para gerar vapor Utilização do calor produzido 220 kW Potencia máxima 85% Máxima eficiência 45 – 60% Eficiência (sem cogeração) O 2 / Ar Oxidante Interno Reformador 600 – 1000 ºC Temperaturas de operação Oxido sólido Electrólito
  8. 8. PROJECTO EDEN | PPS2 PONTO DE SITUAÇÃO PPS2 – Projecto Demonstração – Introdução Nocivo Nocivo Nocivo Nocivo Halogéneos Nocivo Nocivo Nocivo Nocivo Enxofre Combustível Combustível Inerte Inerte CH 4 Combustível Combustível Nocivo Nocivo CO Combustível Combustível Combustível Combustível H 2 SOFC MCFC PAFC PEMFC Componente Células de Combustível  
  9. 9. PROJECTO EDEN | PPS2 PONTO DE SITUAÇÃO PPS2 – Projecto Demonstração – Introdução Biogás MCFC SOFC PAFC PEMFC Remoção de H 2 S HC Halogenados Siloxanos Humidade Sólidos Reformação para CO+H 2 Conversão de CO Remoção do baixo nível de CO Adsorção em Fe2O3 Adsorção em carvão Adsorção em carvão Arrefecimento a -2 ºC / adsorção em carvão Ajuste do nível de água Filtro de partículas Elevados custos de investimento Baixos custos de operação Baixos custos de investimento Elevados custos de operação SMR/POX/ATR/Reformação combinada WGS (HT + LT) PSA PROX Purificação por membrana
  10. 10. <ul><li>Benefícios globais </li></ul><ul><li>Redução de emissão de poluentes e de gases de efeito de estufa (“ Act global, think local” ) </li></ul><ul><li>Benefícios para o consorcio </li></ul><ul><li>Aquisição de conhecimento prático efectivo das capacidades e limitações destas tecnologias </li></ul><ul><li>Conhecimentos adquiridos e resultados obtidos servirão de base para futuros projectos desenvolvimento nesta área especifica </li></ul><ul><li>Benefícios para a LIPOR </li></ul><ul><li>Afirmação da LIPOR como entidade referência na utilização de tecnologias limpas resultantes do aproveitamento dos resíduos sólidos produzidos na região </li></ul><ul><li>Utilização do Projecto para fins de divulgação de boas práticas ambientais </li></ul><ul><li>Utilização de um produto excedentário (Biogás) </li></ul><ul><li>Poupança nos consumos energéticos (com pouca expressão já que a potência a instalar será pequena) </li></ul><ul><li>Aumento do conhecimento da LIPOR sobre este tipo de tecnologias </li></ul>PROJECTO EDEN | PPS2 PONTO DE SITUAÇÃO PPS2 – Projecto Demonstração – Introdução
  11. 11. PROJECTO EDEN | PPS2 PONTO DE SITUAÇÃO Nº horas pessoal técnico (Total): EDP: 1879 horas EFACEC: 697 horas EFACEC SE: 250 horas INEGI: 8 573 horas INETI: 1 513 horas IST: 391 horas Labelec: 2 400 horas SRE: 1 177 horas
  12. 12. PROJECTO EDEN | PPS2 PONTO DE SITUAÇÃO <ul><li>Actividade B1 – Análise do estado da arte e pré-qualificação de fornecedores </li></ul><ul><ul><li>Tarefa B1.1 – Análise da informação disponível </li></ul></ul><ul><ul><li>Tarefa B1.2 – Contactos com utilizadores e visitas a instalações de demonstração </li></ul></ul><ul><ul><li>Tarefa B1.3 – Contactos com instituições independentes de avaliação, licenciamento e normalização </li></ul></ul><ul><ul><li>Tarefa B1.4 – Análise comparativa das soluções existentes e pré-qualificação de fornecedores </li></ul></ul><ul><ul><li>Tarefa B1.5 – Lançamento de RFI “Request for Information” aos fornecedores pré-qualificados </li></ul></ul><ul><ul><li>Tarefa B1.6 – Análise de soluções possíveis para fornecimento de combustível para alimentação da PC </li></ul></ul><ul><ul><li>Tarefa B1.7 – Lançamento de RFI aos fornecedores de combustível para as PC pré-seleccionadas </li></ul></ul><ul><li>Actividade B2 – Instalação de demonstração num aterro na zona norte do Pais </li></ul><ul><ul><li>Tarefa B2.1 – Elaboração de especificações </li></ul></ul><ul><ul><li>Tarefa B2.2 – Selecção e contratação de fornecedores </li></ul></ul><ul><ul><li>Tarefa B2.3 – Projecto, instalação e ensaios </li></ul></ul><ul><ul><li>Tarefa B2.4 – Operação e manutenção </li></ul></ul><ul><li>Actividade B3 – Avaliação de oportunidades e estratégias futuras </li></ul><ul><ul><li>Tarefa B3.1 – Avaliação de oportunidades </li></ul></ul><ul><ul><li>Tarefa B3.2 – Incorporação de valor pela indústria nacional </li></ul></ul>PPS2 – Projecto Demonstração – Actividades / Tarefas
  13. 13. Cronograma PROJECTO EDEN | PPS2 PONTO DE SITUAÇÃO Dezembro 2006: Entrega de relatórios de progresso referentes às tarefas: - B1.1 - B1.2 - B1.4 - B1.6 Tarefa B3.2: Incorporação de valor pela indústria nacional
  14. 14. Cronograma PROJECTO EDEN | PPS2 PONTO DE SITUAÇÃO Tarefa B3.2: Incorporação de valor pela indústria nacional
  15. 15. <ul><li>Actividade B1 – Análise do estado da arte e pré-qualificação de fornecedores </li></ul><ul><ul><li>Tarefa B1.1 – Análise da informação disponível </li></ul></ul>PPS2 – Projecto Demonstração PROJECTO EDEN | PPS2 PONTO DE SITUAÇÃO <ul><li>Entrega de relatório de progresso em Janeiro de 2007: </li></ul><ul><li>Levantamento do Estado da arte – Pilhas de Combustível </li></ul><ul><li>Levantamento de informação acerca dos fornecedores de sistemas de pilhas de combustível dos diferentes tipos. </li></ul>
  16. 16. <ul><li>Actividade B1 – Análise do estado da arte e pré-qualificação de fornecedores </li></ul><ul><ul><li>Tarefa B1.1 – Análise da informação disponível </li></ul></ul>PROJECTO EDEN | PPS2 PONTO DE SITUAÇÃO PPS2 – Projecto Demonstração
  17. 17. <ul><li>Actividade B1 – Análise do estado da arte e pré-qualificação de fornecedores </li></ul><ul><ul><li>Tarefa B1.1 – Análise da informação disponível </li></ul></ul>PROJECTO EDEN | PPS2 PONTO DE SITUAÇÃO PPS2 – Projecto Demonstração
  18. 18. <ul><li>Actividade B1 – Análise do estado da arte e pré-qualificação de fornecedores </li></ul><ul><ul><li>Tarefa B1.2 – Contactos com utilizadores e visitas a instalações de demonstração </li></ul></ul>PPS2 – Projecto Demonstração <ul><li>Levantamento de informação acerca de projectos de demonstração com utilização do biogás como combustível. </li></ul><ul><ul><li>Projectos de demonstração com alimentação de biogás a células de combustível tipo MCFC. </li></ul></ul><ul><ul><li>Projectos de demonstração com alimentação de biogás a células de combustível tipo PEMFC. </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Projecto de demonstração do Instituto de Engenharia Agricola (ATB), Potsdam, Alemanha. </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Projecto instalado numa fazenda de Minnesota usando biogás proveniente de estrume bovino. </li></ul></ul></ul><ul><ul><li>Projectos de demonstração com alimentação de biogás a células de combustível tipo SOFC. </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Projecto de demonstração BioSOFC – Programa Life - Espanha </li></ul></ul></ul><ul><ul><li>Projectos de demonstração com alimentação de biogás a células de combustível tipo PAFC. </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Projecto de demonstração situado em Penrose, Califórnia </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>Descrição do sistema de pré-tratamento de biogás e resultados obtidos </li></ul></ul></ul></ul></ul>PROJECTO EDEN | PPS2 PONTO DE SITUAÇÃO Paper Work Entrega de relatório de progresso em Janeiro de 2007:
  19. 19. <ul><ul><ul><li>Projecto de demonstração BioSOFC – Programa Life - Espanha </li></ul></ul></ul><ul><ul><li>Reunião com os promotores para troca de informações. </li></ul></ul><ul><ul><li>Visita à instalação piloto de limpeza do biogás. </li></ul></ul><ul><ul><li>Visita ao local de instalação da pilha combustível. </li></ul></ul>Pilha de combustível SOFC Biofiltro para biogás Visita in loco PPS2 – Projecto Demonstração PROJECTO EDEN | PPS2 PONTO DE SITUAÇÃO
  20. 20. <ul><li>Actividade B1 – Análise do estado da arte e pré-qualificação de fornecedores </li></ul><ul><ul><li>Tarefa B1.3 – Contactos com instituições independentes de avaliação, licenciamento e normalização </li></ul></ul>PROJECTO EDEN | PPS2 PONTO DE SITUAÇÃO PPS2 – Projecto Demonstração <ul><li>Até ao presente foi efectuada a seguinte sub-tarefa: </li></ul><ul><li>Contactos com a DGE </li></ul>
  21. 21. <ul><li>Actividade B1 – Análise do estado da arte e pré-qualificação de fornecedores </li></ul><ul><ul><li>Tarefa B1.4 – Análise comparativa das soluções existentes e pré-qualificação de fornecedores </li></ul></ul><ul><ul><li>Tarefa B1.5 – Lançamento de RFI “Request for Information” aos fornecedores pré-qualificados </li></ul></ul>PROJECTO EDEN | PPS2 PONTO DE SITUAÇÃO PPS2 – Projecto Demonstração Potência Eléctrica DC– 4kW AC - 3.3kW Potência Térmica - 2.7kW Eficiência - Eléctrica 38% Total 69% 5 KW System 5 KW System 1 KW System Potência Eléctrica DC– 1,24 kW AC – 1 kW Potência Térmica – até 500 W Eficiência - Eléctrica 50% Total 70% Potência Eléctrica DC– 3,5 kW AC – 3 kW Potência Térmica - 3 kW Eficiência - Eléctrica 34% Total 70%
  22. 22. <ul><li>Actividade B1 – Análise do estado da arte e pré-qualificação de fornecedores </li></ul><ul><ul><li>Tarefa B1.6 – Análise de soluções possíveis para fornecimento de combustível para alimentação da PC </li></ul></ul>PPS2 – Projecto Demonstração <ul><li>Entrega de relatório de progresso em Janeiro de 2007: </li></ul><ul><ul><li>Levantamento de informação acerca dos tipos de combustíveis usados para alimentação de células de combustível </li></ul></ul><ul><ul><li>Levantamento de informação acerca dos tipos de combustíveis usados para alimentação de células de combustível tipo SOFC </li></ul></ul><ul><ul><li>Utilização do gás de aterro como combustível </li></ul></ul>
  23. 23. <ul><li>Actividade B1 – Análise do estado da arte e pré-qualificação de fornecedores </li></ul><ul><ul><li>Tarefa B1.7 – Lançamento de RFI aos fornecedores de combustível para as PC pré-seleccionadas </li></ul></ul>PPS2 – Projecto Demonstração <ul><li>Contactos com a LIPOR com vista a acordar condições para instalação da pilha de combustível num dos aterros sanitários da zona do grande Porto </li></ul><ul><li>Contactos para definição do local para instalação da pilha, utilização do calor/electricidade proveniente da pilha. </li></ul>PROJECTO EDEN | PPS2 Estado Evolutivo
  24. 24. Relatórios a entregar JUNHO 2007 <ul><li>Entrega de relatórios finais referentes às tarefas: </li></ul><ul><li>- B1.1 - B2.1 </li></ul><ul><li>- B1.2 - B2.2 </li></ul><ul><li>- B1.3 </li></ul><ul><li>- B1.4 </li></ul><ul><li>- B1.5 </li></ul><ul><li>- B1.6 </li></ul><ul><li>- B1.7 </li></ul><ul><li>Entrega de relatórios de progresso referentes às tarefas: </li></ul><ul><li>B3.1 </li></ul><ul><li>-B3.2 </li></ul>
  25. 25. PROJECTO EDEN | PPS2 RELATÓRIOS DE PROGRESSO – DELIVERABLES JUNHO 2007 METODOLOGIA DE TRABALHO <ul><li>Os relatórios de progresso e finais a entregar em Junho de 2007 terão como base os relatórios preliminares entregues em Janeiro 2007 (caso existam) ou versões preliminares dos relatórios a entregar executados pelos coordenadores das tarefas. </li></ul><ul><li>Ficam os coordenadores das tarefas incumbidos de requerer, recolher e organizar as contribuições de cada co-promotor para a execução dos relatórios. </li></ul>
  26. 26. PROJECTO EDEN | PPS2 PAPEL DOS CO-PROMOTORES NAS ACTIVIDADES / TAREFAS <ul><li>EFACEC: - </li></ul><ul><li>EFACEC SE: - Apoio ao trabalho laboratorial (Automação) </li></ul><ul><li>INEGI: - Coordenação geral do PPS 5 e coordenação de tarefas </li></ul><ul><li>INETI: - Coordenação das tarefas E </li></ul><ul><li>IST: - Coordenação das tarefas E </li></ul><ul><li>Labelec: </li></ul><ul><li>SRE: - Coordenação da tarefas E </li></ul>Para além do apoio de todos os co-promotores na execução dos deliverables (coordenado pelos responsáveis das tarefas) têm os co-promotores o seguinte papel no PPS 2:
  27. 27. PROJECTO EDEN Endogenizar o Desenvolvimento de Energias Novas PARTE II Actividades a desenvolver Definição do papel dos restantes parceiros participantes nas tarefas do PPS 2
  28. 28. Distribuição de tarefas <ul><li>B1.1 – Líder : INEGI </li></ul><ul><ul><li>Contribuições – Todos os participantes </li></ul></ul><ul><ul><li>Objectivos: UpDate do 1º relatório (deadline: final de Julho/07) </li></ul></ul><ul><li>B1.2 – Líder: INEGI </li></ul><ul><ul><li>Contribuições – Todos os participantes </li></ul></ul><ul><ul><li>Objectivos: </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Continuação de visitas </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>arranque da instalação de demonstração em SP </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Update do 1º relatório (deadline: final de Julho/07) </li></ul></ul></ul>
  29. 29. Distribuição de tarefas <ul><li>B1.3 – Líder: EDP </li></ul><ul><ul><li>Contribuições – EFACEC, INETI e SRE </li></ul></ul><ul><ul><li>Objectivos: Questões de licenciamento </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Informação eléctrica (especificações técnicas) do sistemas (EFACEC + EDP) </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Análise química do gás de aterro (biogás)(INETI + SRE) </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Autorização à DGGE para instalação e condução do sistema (EDP+ SRE) </li></ul></ul></ul><ul><ul><li>Relatórios: </li></ul></ul>
  30. 30. Distribuição de tarefas <ul><li>B1.4 – líder: INEGI </li></ul><ul><ul><li>Contribuições – Todos </li></ul></ul><ul><ul><li>Objectivos: </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Concluir a definição do fornecedor </li></ul></ul></ul><ul><ul><li>Estado: 90% </li></ul></ul><ul><ul><li>Relatórios: final (actualização do já enviado) Julho de 2007 </li></ul></ul>
  31. 31. Distribuição de tarefas <ul><li>B1.5 – líder: INEGI </li></ul><ul><ul><li>Contribuições – Todos </li></ul></ul><ul><ul><li>Objectivos: </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Pedido de informação aos fornecedores seleccionados </li></ul></ul></ul><ul><ul><li>Estado: 50% (foram efectuados contactos com fornecedores e esperamos respostas) </li></ul></ul><ul><ul><li>Relatórios: Final – Julho 2007 </li></ul></ul>
  32. 32. Distribuição de tarefas <ul><li>B1.6 – líder: INEGI </li></ul><ul><ul><li>Contribuições – Todos </li></ul></ul><ul><ul><li>Objectivos: </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Definições de tipos de combustível para o sistema </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Informação sobre sistemas de limpeza de biogás </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Filtros de carvão activado </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Bio-filtros + carvão activado </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Osmose (membranas) </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>outros </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><li>Estado: 75% </li></ul></ul><ul><ul><li>Relatórios: Actualização do relatório de Janeiro com base na informação recolhida sobre os sistemas de limpeza do biogás: Julho de 2007 </li></ul></ul>
  33. 33. Distribuição de tarefas <ul><li>B1.7 – líder: INEGI </li></ul><ul><ul><li>Contribuições – Todos </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Directamente associado ao B1.6 </li></ul></ul></ul><ul><ul><li>Objectivos: </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Já foram efectuados contactos com a LIPOR para a instalação do sistema (espera-se resposta do conselho de administração) </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Elaboração de proposta para condições de utilização/exploração do sistema e contribuição da LIPOR no processo na sua globalidade </li></ul></ul></ul><ul><ul><li>Estado: 40% </li></ul></ul><ul><ul><li>Relatórios: (final – B1.6+B.17 em Julho de 2007) </li></ul></ul>
  34. 34. Diagrama do Processo (B2)
  35. 35. Diagrama do Processo (B2)
  36. 36. Diagrama do Processo (B2)
  37. 37. Diagrama do Processo (B2) Manutenção e operação Rotinas de operação eléctrica: EFACEC + EDP + Labelec Rotinas de operação térmica: INEGI Procedimentos de segurança – INEGI + EFACEC + EDP P.Manutenção – INEGI + EFACEC + EDP Paragem e arranque da instalação – INEGI + EFACEC + EDP
  38. 38. Distribuição de tarefas <ul><li>B2.1 – líder: INEGI </li></ul><ul><ul><li>Contribuições – Todos (ver diagrama) </li></ul></ul><ul><ul><li>Objectivos: Elaboração de Especificações </li></ul></ul><ul><ul><li>Estado: 20% </li></ul></ul><ul><ul><li>Relatórios: Final Julho de 2007 </li></ul></ul>
  39. 39. Distribuição de tarefas <ul><li>B2.2 – líder: INEGI </li></ul><ul><ul><li>Contribuições – Todos (ver diagrama) </li></ul></ul><ul><ul><li>Objectivos: Selecção e contratação de fornecedores </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Pilha de combustível </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Sistema de limpeza do gás (gás de aterro) </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Sistema de instrumentação e controlo (ao processo) </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Sistema de controlo de gestão e potência eléctrica </li></ul></ul></ul><ul><ul><li>Estado: 20%  </li></ul></ul><ul><ul><li>Relatórios: Final Julho de 2007 </li></ul></ul>
  40. 40. Distribuição de tarefas <ul><li>B2.3 – líder: INEGI </li></ul><ul><ul><li>Contribuições – Todos (ver diagrama) </li></ul></ul><ul><ul><li>Objectivos: Projecto de instalação e ensaio </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Infra-estruturas para instalação da pilha de combustível </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Possibilidade de elaboração do sistema de limpeza do gás de aterro (ainda não confirmado – INEGI) </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Integração de todos os subsistemas </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Arranque e procedimentos da instalação </li></ul></ul></ul><ul><ul><li>Estado: a iniciar no 2º S </li></ul></ul><ul><ul><li>Relatórios: Final, Dezembro de 2007 </li></ul></ul>
  41. 41. Distribuição de tarefas <ul><li>B2.4 – líder: INEGI </li></ul><ul><ul><li>Contribuições – Todos (ver diagrama) </li></ul></ul><ul><ul><li>Objectivos : Operação e Manutenção </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Elaboração de métodos e procedimentos de arranque </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Procedimentos de segurança e manuseamento da instalação </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Elaboração de </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Rotinas de manutenção </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Rotinas de operação </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Registo e análise da dados em tempo real para controlo </li></ul></ul></ul><ul><ul><li>Estado : a iniciar no 1º S de 2008 </li></ul></ul><ul><ul><li>Relatórios : Final, Julho de 2008 </li></ul></ul>
  42. 42. Distribuição de tarefas (B3) <ul><li>B3.1 – líder: SRE </li></ul><ul><ul><li>Contribuições – IST </li></ul></ul><ul><ul><li>Objectivos : Avaliação de oportunidades </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Estudos de mercado e penetração da tecnologia, etc. </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Impactos social – novas tecnologias emergentes e efeitos ecológicos, etc. </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Impactos económicos </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Benefícios fiscais </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Taxas ecológicas </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Estudos de viabilidade económica </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>etc </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><li>Estado : ?? </li></ul></ul><ul><ul><li>Relatórios : progresso em Julho 2007 </li></ul></ul>
  43. 43. Distribuição de tarefas <ul><li>B3.2 – líder: SRE </li></ul><ul><ul><li>Contribuições – IST </li></ul></ul><ul><ul><li>Objectivos: Incorporação de valor pela indústria nacional </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Estudo do tecido empresarial que adapta, ou pode adaptar, a este tipo de tecnologias </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Levantamento de potenciais subsistemas envolvidos : subdivisão de componentes - estudos tendo em vista a sua penetração no tecido empresarial PT </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><li>Estado: ?? </li></ul></ul><ul><ul><li>Relatórios: progresso em Julho 2007 </li></ul></ul>
  44. 44. PROJECTO EDEN | PPS2 2ª REUNIÃO GLOBAL DO PPS 2 Data da 2ª reunião:

×