VII Fórum de Investidores em Negócios Sustentáveis        Parceiros        Realização                     WORLD           ...
VII Fórum de Investidores em Negócios Sustentáveis | 16/12/2010Índice4        Agenda5        Palestrantes e Membros do Júr...
Agenda  13h30 – 13h50   Abertura                  Mario Monzoni – Gvces                  Marcelo Torres – Santander       ...
VII Fórum de Investidores em Negócios Sustentáveis | 16/12/2010Palestrantes e Membros do JúriAlexandre Borges – Solo CorpF...
Palestrantes e Membros do JúriAtuou como executivo na área de finanças na Unilever e Citibank e como consultor da Booz, Al...
VII Fórum de Investidores em Negócios Sustentáveis | 16/12/2010Palestrantes e Membros do Júrie desenvolvendo modelos e par...
Palestrantes e Membros do JúriPaulo Bellotti - Axial GestãoResponsável pela área de Gestão de Participações na Nova Econom...
VII Fórum de Investidores em Negócios Sustentáveis | 16/12/2010Empreendimentos selecionados1. ECOTELHADO - www.ecotelhado....
Empreendimentos selecionados3. CARE-ELECTRIC - www.careelectric.com.brA Care-Electric é uma empresa brasileira de desenvol...
VII Fórum de Investidores em Negócios Sustentáveis | 16/12/2010Empreendimentos selecionados5. ECOPLASMA - www.ecoplasma.co...
Equipe New Ventures BrasilMario MonzoniProfessor da FGV-EAESP e Coordenador do GVces. É Doutor em Administração Pública e ...
VII Fórum de Investidores em Negócios Sustentáveis | 16/12/2010MentoresCarlos Eduardo Lessa BrandãoEngenheiro civil com me...
FÓRUM DE INVESTIDORESO Programa New Ventures Brasil realiza o VII Fórum de Investidores em Negócios Sustentáveis parapromo...
O New Ventures promove empreendimentos cujos modelos de negócio baseiam-se emprodutos e serviços ambientalmente adequados ...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Folder do VII Fórum de Investidores - New Ventures Brasil

1,572 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
1,572
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
9
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Folder do VII Fórum de Investidores - New Ventures Brasil

  1. 1. VII Fórum de Investidores em Negócios Sustentáveis Parceiros Realização WORLD RESOURCES INSTITUTE Apoio www.fgv.br/ces/new-ventures
  2. 2. VII Fórum de Investidores em Negócios Sustentáveis | 16/12/2010Índice4 Agenda5 Palestrantes e Membros do Júri9 Empreendimentos selecionados12 Equipe New Ventures Brasil13 Mentores13 Sobre o New Ventures14 Fórum de Investidores
  3. 3. Agenda 13h30 – 13h50 Abertura Mario Monzoni – Gvces Marcelo Torres – Santander Vanessa Pinsky – Citi Kirsty Jenkinson– WRI 13h50 – 15h30 Sustentabilidade na agenda do capital empreendedor Joaquim Figueiredo Lima - IFC Marcelo Somlanyi Romeiro – Rio Bravo Oren Pinsky – Stratus Paulo Bellotti – Axial Gestão Rachael Botelho - Instituto Ventura Renato Marques – Finep André Carvalho – GVces (mediador) 15h30 – 15h50 Coffee–break 15h50 – 17h30 Apresentação de empreendimentos Care-Electric Ecoplasma Ecospirit Ecotelhado Meta-Biomassa Sharewater 17h30 – 18h30 Coquetel 4
  4. 4. VII Fórum de Investidores em Negócios Sustentáveis | 16/12/2010Palestrantes e Membros do JúriAlexandre Borges – Solo CorpFormado em Administração de Empresas pelas FGV-SP, iniciou sua carreira na MasterCard Internationalnos EUA. Trabalhou na consultoria A.T.Kearney e iniciou sua trajetória como empreendedor naFlores Online, empresa líder em e-commerce de flores no Brasil. Foi sócio das agências Significa eArticultura, adquiridas pelo grupo americano Edelman. Atualmente é sócio e gestor da Mãe Terra eFibraxx, empresas de produtos naturais e orgânicos. É co-autor do livro ”Cultura Brasileira e CulturaOrganizacional”, 1997.Clara Limeira – CitiSenior Credit Officer. VP de Análise de Risco do Citibank desde 2006, focada nos setores petroquímico,petróleo e mineração & metalurgia. Foi analista de Fusões & Aquisições do Banco CCF Brasil (HSBC)de 1997 a 2000, de onde se transferiu para o ABN AMRO, onde posteriormente iniciou carreira emRisco. É graduada em Engenharia Eletrônica pela Universidade Federal de Pernambuco e MBA pelaRotterdam School of Management, Universidade Erasmus de Roterdã - Holanda.Eduardo Serra - CitiHead of Project Finance. Atua pelo Citibank desde 2009, assessora mandatos no negocio de energiasrenováveis. Atua na área desde 2000, inicialmente no Unibanco, onde assessorou diversos mandatosde geração de energia de fontes térmicas e de hidrogeração. Foi Diretor da J. Malucelli Seguradora esócio da Genesis Projetos e Concessões, onde executou mandatos na estruturação de financiamentospara produção de aerogeradores e exploração de biogás, entre outras assessorias financeiras. Formadoem Economia pela PUC-RJ e MBA pelo MIT Sloan School of Management.Elisabeth Lerner - Tripod InvestmentsSócia da Tripod Investments, empresa de administração de fundos de private equity e venture capitalcom foco em empreendimentos sustentáveis. Foi sócia da Rio Bravo onde desenvolveu os núcleosde Sustentabilidade e Wealth Management. De 1994 a 2006, Foi executiva do ABN AMRO AssetManagement, tendo sido responsável pelas áreas de desenvolvimento de produtos, marketing edistribuição. Professora da Universidade Presbiteriana Mackenzie. É membro da comissão de fundosde participações da ANBIMA, do grupo de mercados de capitais do Fórum Latino-Americano deFinanças Sustentáveis da Fundação Getúlio Vargas, do comitê de sustentabilidade e do comitê degovernança para empresas de capital fechado do IBGC. Mestre em Administração de Empresaspela Universidade Presbiteriana Mackenzie, com MBA em Finance Trading pelo Instituto Mauáde Tecnologia. Engenheira pela Escola de Engenharia Mauá e Administradora de Empresas pelaFundação Getúlio Vargas. Dedica-se à pesquisa acadêmica na área de técnicas avançadas de gestão,com ênfase em trabalhos sobre responsabilidade corporativa e sustentabilidade empresarial.Fabio Bellotti - São Paulo AnjosEngenheiro Químico pela Universidade de São Paulo, com MBA em finanças e marketing pelaUniversity of California, Berkeley. É sócio diretor da S&V Consultoria, especializada em reestruturaçãode empresas e captação de recursos e presidente da São Paulo Anjos, associação de investidores anjos.5
  5. 5. Palestrantes e Membros do JúriAtuou como executivo na área de finanças na Unilever e Citibank e como consultor da Booz, Allen& Hamilton.Guilherme Passos – PRAGMA PatrimônioAtua na área de Participações da PRAGMA Patrimônio (www.pragmapatrimonio.com.br).Anteriormente esteve à frente de um search fund prestador de serviços de prospecção, avaliação egestão de empresas inovadoras com amplo potencial de crescimento. Antes disso atuou na Bain &Company aonde executou projetos nas indústrias de serviços financeiros, telecomunicações e saúde.Possui MBA pela London Business School, é engenheiro de Produção pela Escola Politécnica daUSP. É conselheiro do Instituto Semeia, instituição sem fins lucrativos cuja missão é viabilizar asUnidades de Conservação no Brasil fomentando novos modelos institucionais e gestão.Heitor Ono - Master MindsCapitalSócio da Master Minds, organização em que é responsável pela área de Private Equity. Desde afundação da Master Minds, foi responsável pela estruturação de investimentos na Suriana Trademastere pelo investimento, monitoramento e pela saída da Breico. Anteriormente, trabalhou em empresasautomotivas como executivo financeiro, atuando em grandes corporações, tais quais Honda e Delphi.É graduado em Economia pela Unicamp e pós-graduado pelo Executive Private Equity∕VentureCapital Program na Harvard Business School.Joaquim Figueiredo Lima - International Finance Corporation (IFC)Executivo senior da IFC (International Finance Corporation), o braço do Banco Mundial focado eminvestimentos no setor privado, tem sua atuação voltada a investimentos associados à tecnologiaslimpas na America Latina. É responsável por várias transações em setores como: iluminação avançada/led, tecnologias inteligentes (smart meters, eficiência energética, armazenamento energético),biocombustíveis/biomassa, energias eólica e geotérmica, reciclagem de resíduos e serviços de água.Atuou anteriormente na área de Business Services and Technology e no Global Manufacturing andServices Departament.Antes de ingressar no IFC, ocupou cargos operacionais em relações com investidores, fusões eaquisições e planejamento estratégico na Brasil Telecom e também trabalhou três anos no banco deinvestimento do Citigroup em São Paulo, no qual foi analista de crédito na unidade de análise de risco.É Mestre em finanças pela Cass Business School, Universidade da Cidade de Londres e é Bacharel emAdministração de Empresas pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE).Karine Siqueira Bueno - Banco SantanderGerente de Desenvolvimento Sustentável, atua com os temas de sustentabilidade, diversidade einvestimento social privado desde 2002. Sua experiência é focada na estruturação e implementaçãode programas e ações que insiram estes temas na Organização, incrementando receitas e ampliandoo impacto positivo na sociedade e meio ambiente. Atuou na área global de Diversidade e Inclusão doABN AMRO (Holanda), apoiando a execução da estratégia global em diversas unidades do Grupo 6
  6. 6. VII Fórum de Investidores em Negócios Sustentáveis | 16/12/2010Palestrantes e Membros do Júrie desenvolvendo modelos e parâmetros a serem replicados. No Brasil, participou da formulação eimplementação das estratégias de Investimento Social Privado e de Diversidade do Banco Real.Atualmente, coordena ações relacionadas ao apoio do Santander ao Empreendedorismo, incluindo aarticulação das iniciativas nas áreas de negócio (Microcrédito, Varejo e Negócios Socioambientais).É formada em Psicologia, com pós gradução em Socio Psicologia.Kirsty Jenkinson - World Resources Institute (WRI)Diretora do Programa de Mercados e Empresas do WRI. De nacionalidade britânica, Kirsty passouos primeiros seis anos de sua carreira na Goldman Sachs em Londres, trabalhando na área de rendafixa e analizando ativos de empresas. Em 2001, passou a fazer parte da F&C Asset Management,atuando como Diretora na área de Governança e Investimentos Sustentáveis. Na F&C, Kirsty estevena vanguarda de análise de como questões ambientais, sociais e de governança afetam negócios.Kirsty possui mestrado em História Internacional pela Universidade de Edinburgh na Escócia.Marcelo Somlanyi Romeiro – Rio BravoÉ gestor dos fundos Rio Bravo Investech I e Rio Bravo Investech II, tendo trabalhado diretamentena estruturação de todos os seus investimentos. Atualmente participa do Conselho de Administraçãode todas as empresas investidas dos fundos. Ingressou na Rio Bravo em novembro de 2000, comoanalista de fundos de private equity e venture capital e participou da análise de investimento demais de 400 projetos de tecnologia. Antes de ingressar na Rio Bravo, estagiou na Intra Corretora deValores. É formado em engenharia civil pela Escola Politécnica da USP e tem MBA em finanças peloIBMEC, além de ter feito cursos de extensão curricular na New York University (NYU).Marcelo Torres - Banco SantanderGerente Executivo de Desenvolvimento Sustentável. Administrador de empresas com MBA em GestãoEstratégica pela Fundação Dom Cabral, responsável por inserção de sustentabilidade nos negócios.Nicolas Landolt - AXIALPARNicolas Landolt. Formado em Administração pela European Business School Londres na área demarketing, incluindo um ano de estudo na UB (Universidad de Barcelona). Atual gerente de projetosda Axialpar.Oren Pinsky - StratusDiretor de investimentos da Stratus Investimentos, responsável pelo fundo de investimentos GC IIIfocado nos setores de novos materiais, biotecnologia e tecnologias ambientais. Atuou como diretor denovos negócios da PHILIPS LATIN AMERICA, fundador e CEO da STREAMLINE SERVIÇOS eanalista da McKINSEY & CO. Graduado em Engenharia Química pela Escola de Engenharia Mauácom MBA pela Columbia University.7
  7. 7. Palestrantes e Membros do JúriPaulo Bellotti - Axial GestãoResponsável pela área de Gestão de Participações na Nova Economia da Pragma Patrimônio e diretorfinanceiro da Biofílica Investimentos Ambientais S/A. Fundou a Axial Gestão de Recursos Ltda,empresa de consultoria e gestão de participações em empresas sustentáveis. Foi diretor executivodo Banco Rabobank International Brasil S/A; gerente de negócios na DuPont America do Sul eengenheiro de processos na Poliolefinas S/A (hoje parte da Braskem). É formado em engenhariaquímica pela Escola Politécnica da USP, mestre em matemática pela Poli USP e mestre em gestão deinovação e políticas públicas pelo Massachusetts Institute of Technology - MIT.Rachael Botelho - Instituto VenturaCoordenadora de Projetos do Instituto Ventura, responsável pela supervisão dos investimentos doInstituto em empresas sustentáveis e projetos sócio-ambientais por todo o país. Antes de fazer parteda equipe do Ventura, trabalhou por dois anos na Ashoka como Coordenadora do Programa HousingFor All – uma iniciativa pioneira de negócio social em habitação popular. Com ampla experiênciainternacional, em especial na África e América Central, Rachael também atuou como consultora daDAI Brasil, durante cinco anos, para clientes públicos, privados e organismos internacionais onde seespecializou em projetos de apoio a micro e pequenas empresas. No início de sua carreira, trabalhouna multinacional Esso Brasileira de Petróleo (ExxonMobil), adquirindo experiência gerencial nasáreas de Controladoria e Finanças. Possui o título de Mestre em Administração de Empresas peloCOPPEAD/UFRJ e é Bacharel em Economia pela PUC/RJ.Renato Marques - FINEPAnalista de projetos da Finep desde 2001. Coordenou o Departamento de Novos Negócios da FINEP,de 2007 a setembro de 2009. Atualmente é coordenador do Prêmio Finep de Inovação. É BiólogoGeneticista e Mestre em Biofísica pela UFRJ, além de Mestre em Administração de Empresas(COPPEAD/UFRJ).Vanessa Pinsky - CitiGerencia a área de sustentabilidade e responsabilidade socioambiental do Citi desde 2006. É responsávelpelas iniciativas de sustentabilidade e gerenciamento do investimento social privado. Graduada emcomunicação social. Possui MBA em marketing pela ESPM e MBA em Empreendedorismo Socialpela FIA. 8
  8. 8. VII Fórum de Investidores em Negócios Sustentáveis | 16/12/2010Empreendimentos selecionados1. ECOTELHADO - www.ecotelhado.com.brCriada em 2005, desenvolve produtos e serviços pioneiros que contribuem para a diminuição de danosambientais causados pelo aquecimento global e pelo crescimento populacional nas grandes cidades,por meio de uma série de soluções ambientais para a infraestrura urbana tais quais: Ecotelhado,Ecopavimento e Ecoparede.O produto que dá nome ao empreendimento está presente em mais de 200 importantes construçõesno Brasil e exterior, em um total de aproximadamente 45 mil m². O telhado ecológico funcionacomo um isolante térmico, retardando o aquecimento dos ambientes durante o dia e conservando atemperatura durante a noite. Além de isolar o calor, absorve cerca de 30% da água da chuva, reduzindoa possibilidade de enchentes nas cidades. Também age como purificador do ar urbano.A crescente impermeabilização das cidades foi mote para a produção do Ecopavimento, sistemacomposto por uma grelha plástica tridimensional - feita a partir de materiais reciclados - com altaeficiencia na redistribuição de pesos sobre o pavimento (permitido maiores pesos do que os daconcorrência) e permite a passagem de água e ar para o solo. Já a Ecoparede ameniza a árida aparênciados prédios urbanos, além de ser uma forma eficaz de combater o efeito de ilha de calor urbano.2. ECOSPIRIT - www.ecospirit.com.brEmpresa de soluções ambientais, criada em 2007, que desenvolveu uma linha de produtos orgânicos ebiodegradáveis de limpeza para o mercado náutico nacional e internacional, a partir de óleos essenciaisvegetais (terpenos).Os primeiros produtos lançados pela Ecospirit foram destinados essencialmente à eliminação de odordo sistema sanitário de embarcações, proporcionando um ambiente interno higienizado e com cheirocítrico suave. A empresa, que começou sua atuação no mercado náutico de luxo (barcos acima de40 pés), tem na sua lista de produtos também um sistema automático de dosagem do produto deeliminação de odor, chamado “Purodore”. O sistema Purodore, atualmente único no mercado, age nosfocos de mau cheiro da embarcação (vasos, mangueiras e conexões, etc). Esse sistema sai de linha emtodas as embarcações da “Ferretti Group - Brasil” desde Junho de 2008.No início de 2011, a Ecospirit lançará no mercado o primeiro sistema de tratamento de esgoto comproduto de tecnologia orgânica, utlizando-se dos mesmos ativos vegetais de terpeno. O crescimentodo mercado náutico no Brasil, aliado às novas exigências legais para o tratamento de esgoto emembarcações, cuja fiscalização vem intensificando com o recente lançamento do “Projeto Marinas”pela Cetesb (órgão de controle ambiental do Estado de São Paulo), criam oportunidades que favorecemas soluções sustentáveis criadas pela Ecospirit. A empresa procura expandir o seu mercado-alvonacional, inserindo a sua linha de produtos em embarcações de 23 a 40 pés em 2011 e embarcaçõesde serviço.9
  9. 9. Empreendimentos selecionados3. CARE-ELECTRIC - www.careelectric.com.brA Care-Electric é uma empresa brasileira de desenvolvimento de novas tecnologias, sendo a primeirasul-americana a ter um projeto de tecnologia aprovado no Fórum Econômico Mundial de TecnologiasPioneiras em Davos-Suíça. Desenvolveu uma nova tecnologia de geração de energia elétrica de fonterenovável (hidrelétrica) fundamentada no aproveitamento do fluxo das águas dos rios, em harmoniacom o ecossistema no qual é inserida.A tecnologia, patenteada no Brasil e em 35 países europeus, é capaz de gerar desde mínimos 150 KW/ha 1 MW/h por módulo e, instalada na seção transversal do rio, elimina a necessidade de construçãode barragem fixa. Assim, a Care-Electric está apta a atingir desde plantas hidrelétricas já existentes,melhorando a eficiência das mesmas, até novos projetos, nos quais as tecnologias convencionais nãopoderiam ser utilizadas.A empresa encontra-se incubada no CIETEC – Centro de Inovação, Empreendedorismo e Tecnologiacom sede localizada na Cidade Universitária – USP - São Paulo.4. SHAREWATER - www.sharewater.com.brA Sharewater oferece soluções completas para a conservação da água, através de projetos, consultoriae desenvolvimento de tecnologia própria.Os projetos e produtos visam a implementação de Programasde Conservação de Água (PCA) em grandes consumidores - como Shopping Centers, Hotéis,Universidades, Indústrias, Centros de Distribuição, entre outros - e Programas de Controle de Perdas(PCP) em redes de abastecimento de água para companhias de saneamento.Os PCA envolvem diagnósticos dos usos da água (auditoria de consumo e plano de intervenção commedidas de curto, médio e longo prazo a serem implementadas, com base em análise de investimento– TIR e tempo de retorno), projetos de aproveitamento de água de chuva e de tratamento e reúsode efluentes e sistemas de gestão do consumo (hardwares de telemetria e monitoramento remoto esoftwares de gestão). No caso dos PCP, os principais produtos oferecidos são sistemas de automaçãoe controle e softwares supervisórios, para operação remota dos sistemas de produção e abastecimentode água.A Sharewater construiu um portfolio importante, tendo implementado PCAs em edificações de clientescomo Anhanguera Educacional, Cyrela, DuPont, Fundação para Desenvolvimento da Educação, Hines,IPEN, Sonae Sierra, Tejofran, Universidade Federal do ABC, entre outros. Os softwares supervisóriose sistemas de automação e controle da Sharewater são responsáveis pela operação de redes deabastecimento em Mirassol-SP e Palestina-SP, ambas sob concessão da CAB Ambiental (empresade saneamento da Galvão Engenharia). Para atender o mais alto nível de qualidade em seus produtose serviços, a Sharewater conta com parcerias com a USP, o IPT, o CIRRA (Centro Internacional deReferência do Reúso de Água), o IPEN (Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares), entre outros. 10
  10. 10. VII Fórum de Investidores em Negócios Sustentáveis | 16/12/2010Empreendimentos selecionados5. ECOPLASMA - www.ecoplasma.com.brAtua na área de tratamento de resíduos por meio de tecnologia associada o um reator de plasma, quepermite a ionização da solução com resíduos e promove a degradação da matéria orgânica e mineral.Sua tecnologia se diferencia por basear-se na geração e confinamento do plasma no interior dassoluções, apresentando uma importante vantagem competitiva no tratamento de resíduos líquidos emgeral.Além da eficácia do processo de tratamento, a tecnologia agrega valor ao negócio dos clientes ao permitira redução do espaço necessário para o tratamento dos resíduos, a reutilização de água, a produção deenergia limpa com o hidrogênio gerado durante o tratamento e a ampliação da comercialização decréditos de carbono devido à alta eficiência na redução da emissão de gases geradores de efeito-estufa(GEE).A tecnologia de confinamento de plasma em soluções é única no mundo e é patenteada. A empresaidentificou nichos de atuação no tratamento dos seguintes efluentes: borra de petróleo, vinhotoproveniente de industriais de açúcar e álcool, lodo proveniente de estações de tratamento de água edejetos de suínos e chorume produzidos por biodigestores.6. META-BIOMASSA - www.metamaterial.com.brFundada em 2010 com o objetivo de produzir e comercializar bio-óleo e derivados produzidos a partirde resíduos orgânicos de baixo valor agregado (biomassa) utilizando tecnologia patenteada de pirólise.A empresa resulta de uma parceria entre Meta-Material e Bioware. A primeira, fundada em 2008,encontra-se incubada na Unicamp (Incamp) e que conta com o apoio da empresa de investimentosanjo Stratangels Campinas S/A. A segunda é uma ex-incubada da Incamp, que detêm tecnologia deequipamentos para produção de bio-óleo.O modelo de negócios da Meta-Biomassa envolve a instalação de unidades produtoras de bio-óleo ederivados em locais nos quais há resíduos orgânicos em abundância para posterior comercializaçãodo produto.Por meio da sua tecnologia, a Meta-Biomassa oferece uma alternativa economicamente viável para asubstituição de combustíveis de origem fóssil e ainda contribui para o descarte adequado de resíduosdo setor agropecuário tais quais: casca de amendoim e arroz, serragem, bagaço de cana, “cama defrango”, etc.11
  11. 11. Equipe New Ventures BrasilMario MonzoniProfessor da FGV-EAESP e Coordenador do GVces. É Doutor em Administração Pública e Governo, Mestreem Administração Pública e Governo e Administrador de Empresas pela FGV-EAESP e Mestre em RelaçõesInternacionais (MIA) pela Columbia University. Foi coordenador do Projeto Eco-Finanças e responsávelpela campanha sobre mudanças climáticas da ONG Amigos da Terra - Amazônia Brasileira, entre 2000 e2003.André Pereira de CarvalhoProfessor da FGV-EAESP e pesquisador do GVces, desde 2004, coordena Programa de Empreendedorismoe Cadeias de Valor, no qual se insere o New Ventures Brasil. É Mestre e Doutorando em Administração deEmpresas pela Fundação Getulio Vargas - EAESP, na linha Gestão Socioambiental, e engenheiro pela Facul-dade de Engenharia Elétrica e de Computação da UNICAMP. Entre os anos de 2001 e 2004, atuou na ONGAmigos da Terra - Amazônia Brasileira. Anteriormente, trabalhou na Cargill e na Shell Petróleo.Gabriel Pinheiro LimaPesquisador do GVces, graduado em Economia pela EESP da Fundação Getúlio Vargas. Atuou no BancoSafra de Investimento na área de Wealth Management, adequando o portfolio de investimentos dos clientesdo Private Bank aos seus respectivos perfis de risco e expectativa de retorno. Durante a graduação foi pes-quisador do Centro de Estudos de Macroeconomia Aplicada (CEMAP), desenvolvendo análises de con-juntura macroeconômica brasileira e mundial. Além disso, foi um dos fundadores e Diretor Comercial daConsultoria Junior de Economia da FGV.Gustavo Velloso BreviglieriPesquisador do GVces, graduado em Economia pela EESP da Fundação Getúlio Vargas. Antes do GVcesfoi Analista Jr. da Área de Projetos da empresa Allis S.A, braço do grupo GP Investimentos para gestão derecursos humanos. Condecorado com o prêmio Melhores do Ano pela FGV-EESP pela monografia intitu-lada: “Desigualdade e Crescimento Econômico: Concentração de Ativos e Seu Impacto no Desempenho dosPaíses”. É pesquisador do GVces desde abril de 2010.Mariana Pinheiro BartolomeiPesquisadora do GVces, graduada em administração pelo Boston College (Honors Program) em Boston,MA. Durante a graduação, estagiou em 2 start-ups, nas áreas de contabilidade e marketing. De volta ao Bra-sil, atuou no Banco Safra, em São Paulo, na área de private banking.Pedro CanelasPesquisador do GVces, graduado em Economia pela EESP da Fundação Getúlio Vargas. Antes do GVces,trabalhou no Banco Itaú BBA onde atuou na Tesouraria, na área de Pesquisa Macroeconômica. Também foium dos fundadores e Diretor de Projetos da Consultoria Junior de Economia da FGV. 12
  12. 12. VII Fórum de Investidores em Negócios Sustentáveis | 16/12/2010MentoresCarlos Eduardo Lessa BrandãoEngenheiro civil com mestrado em Planejamento Energético, doutorado em História e Filosofia da Ciência e especial-ização em finanças, gestão, governança corporativa e sustentabilidade. Foi diretor de subsidiárias dos grupos AndradeGutierrez e Vale participando de diversas operações de compra, venda e associação de empresas. Foi coordenador doCentro de Conhecimento do IBGC - Instituto Brasileiro de Governança Corporativa entre 2005 e 2008. Está envolvidocom iniciativas ligadas à sustentabilidade, como o ISE-Índice de Sustentabilidade Empresarial e a GRI-Global Report-ing Initiative. É coordenador do Grupo de Estudos de Sustentabilidade para as Empresas (GESE-IBGC), conselheirode administração certificado pelo IBGC e professor convidado da FGV. Atua como mentor no New Ventures Brasildesde 2004.Fernando Tibechrani SalgadoPossui 18 anos de experiência em planejamento estratégico e consultoria em gestão de negócios. Atualmente, éresponsável pela área de sustentabilidade do Banco Votorantim. Foi sócio-fundador da Atitude Sustentável, consulto-ria em estratégia empresarial e sustentabilidade. Foi Diretor da Votorantim Venture Capital, responsável por originarnovos negócios, gerenciar análises de mercado e negociar novos projetos de investimento: Internet B2B, Célula deHidrogênio, Alimentação Orgânica, Logística, Educação, Eventos, Recursos Naturais e Procurement. Foi tambémmembro do Comitê de Investimento, participando do processo de aprovação de todos os investimentos financeiros.Anteriormente, foi gerente sênior da Accenture (ex Andersen Consulting), por sete anos, atuando em diversas indús-trias como: Utilidades, Papel & Celulose, Automotiva, Produtos de Consumo, Aviação, Eletrodomésticos, Farmacêu-tica, Têxtil e Química. Na Atitude, lidera a área de planejamento estratégico e desenvolvimento de novos negócios. Éformado em Engenharia de Produção na Escola Politécnica - USP.NEW VENTURES BRASILO Programa New Ventures é uma iniciativa do World Resources Institute (WRI) que ajuda empreendimentosa potencializarem seu desempenho no mercado, concedendo–lhes apoio técnico na formulação de planos denegócio e aproximando–os de investidores interessados em investimentos economicamente rentáveis, basea-dos em critérios de responsabilidade social e ambiental.O Programa New Ventures Brasil é executado, desde 2004, pelo GVces – Centro de Estudos em Sustentabi-lidade – da FGV–EAESP e conta com a parceria de: Banco Santander, Natura Cosméticos e Citi Foundation.Empreendedores de todo o país podem participar New Ventures Brasil por meio de Chamada para Planosde Negócio realizada anualmente pelo Programa. Ao final da Chamada, seleciona–se um grupo de cerca dedez empreendimentos para a fase de Mentoring. Nesta etapa, que dura seis semanas, as empresas finalistasrecebem apoio do GVces e de parceiros no aprimoramento de seus planos de negócio. Os empreendimentossão então conduzidos ao Fórum de Investidores.13
  13. 13. FÓRUM DE INVESTIDORESO Programa New Ventures Brasil realiza o VII Fórum de Investidores em Negócios Sustentáveis parapromover empreendedores que optaram por oferecer produtos ou serviços mais ambientalmente adequados oumodelos de negócio mais socialmente inclusivos. O Fórum é também um espaço de discussão sobre temasrelacionados ao empreendedorismo para sustentabilidade.Requisitos para candidatar-se ao Fórum de Investidores em Negócios Sustentáveis – New Ventures Brasil• Ter operações baseadas no Brasil;• Ser uma empresa brasileira;• Atuar em algum dos seguintes temas:(i) energias renováveis, (ii) eficiência energética, (iii) produtos verdes e novos materiais, (iv) modelos denegócios inclusivos, (v) produção mais limpa e eco-eficiência, (vi) uso sustentável de recursos como água,solo, biodiversidade,(vii) reciclagem e logística reversa, (viii) mobilidade, (ix) agricultura sustentável e produtos orgânicos,(x)produtos florestais certificados e (xi) piscicultura sustentável.• Possuir estrutura legal que permita o recebimento de investimentos através de participação acionária;(OSCIPs e ONGs não possuem esta estrutura)• Estar em busca de investimento de capital privado entre US$100 Mil e US$5 Milhões;Principais critérios de avaliação:• Benefícios socioambientais e capacidade de crescimento sem que ocorra comprometimento destes;• Viabilidade econômico-financeira;• Modelo de negócio (potencial de receitas e de crescimento, inovação, vantagens competitivas, etc.);• Qualidade e experiência dos gestores;Informações sobre as datas do Programa New Ventures Brasil em 2011Para mais informações sobre as datas Chamadas para Planos de Negócio, Workshops de Planos de Negocio esobre os demais eventos, visite o site www.fgv.br/ces/new-ventures.Portfolio New Ventures Brasil – 2004 a 2009Para mais informações sobre os 55 empreendimentos que compõem o portfólio do New Ventures Brasil, visite o sitedo Programa: www.fgv.br/ces/new-ventures 14
  14. 14. O New Ventures promove empreendimentos cujos modelos de negócio baseiam-se emprodutos e serviços ambientalmente adequados e/ou socialmente inclusivos. O programaatua na América Latina desde 1999 e é executado localmente no Brasil desde 2004.GVces - Centro de Estudos em Sustentabilidade da EAESP-FGVRua Itapeva, 432 - 11º andar – Bela Vista - São Paulo/SPTelefone: (11) 3799-3342 | info@new-ventures.org.br

×