Successfully reported this slideshow.
Your SlideShare is downloading. ×
Ad
Ad
Ad
Ad
Ad
Ad
Ad
Ad
Ad
Ad
Upcoming SlideShare
A Política e as Mulheres
A Política e as Mulheres
Loading in …3
×

Check these out next

1 of 2 Ad

Uivo

Download to read offline

Um grito de desespero de alguém que não é nem quer ser política, que não intervém nem dá opinião nesta esfera da ação humana, mas que não aguenta mais ver e ouvir o que se passa à sua volta nesta terrinha à beira mar plantada.

Um grito de desespero de alguém que não é nem quer ser política, que não intervém nem dá opinião nesta esfera da ação humana, mas que não aguenta mais ver e ouvir o que se passa à sua volta nesta terrinha à beira mar plantada.

Advertisement
Advertisement

More Related Content

Viewers also liked (20)

More from Guilhermina Miranda (12)

Advertisement

Recently uploaded (20)

Uivo

  1. 1. Uivo (em memória de Allen Ginsberg) http://www.poetryfoundation.org/poem/179381 Vivemos num país minado. Onde os principais responsáveis políticos não sabem o que é a ética e o sentido de responsabilidade. Onde as palavras vergonha, honra e coragem deixarem de ter significado. Onde as velhas hienas do PS (e do PSD) estão a sair dos seus covis. Onde o cheiro a poder, favores e dinheiro e sua distribuição dentro das manadas parece voltar a ser possível. Dirão Sempre foi assim desde há uns anos Sim Mas não estávamos em estado de urgência Agora tudo se tornou evidente E mesmo assim nada parece mudar Dizem Não há alternativas Sim, porque há uma teia que se move em todos os domínios sociais Que defendem os interesses dessas designadas elites Ignorantes da história Que desprezam o conhecimento A começar pelos meios de comunicação social Que dão guarida e alimentam o discurso da politiquice e da intriga Não da política Que devia ser feita por elites instruídas Para servir a causa pública
  2. 2. É vê-los e ouvi-los, os politiqueiros Sempre os mesmos Sem nunca serem confrontados com o que verdadeiramente interessa Como se chegou aqui Quem foram e são os responsáveis Com entrevistadores bem informados e conhecedores Que os confrontassem e informassem E fossem responsabilizados pelos seus atos Estou cansada deste país Está minado Não vejo saída O polvo lançou os seus braços e teceu uma teia Está em todo o lado onde se tem poder de tomar decisões Da justiça, à saúde e ao ensino Talvez haja Se fossem eleitos para dirigir os dois maiores partidos com vocação de poder Os dois únicos homens que ainda (deixem-me acreditar) têm uma ética, responsabilidade e sentido prático Não sei se a coragem suficiente para impor a justiça e colocar as corporações e os partidos em ordem. Incentivando o trabalho e o mérito. São eles: António Costa no PS e Rui Rio no PSD (como disse Pacheco Pereira) Eu acrescentaria Pires de Lima do CDS. Triste sorte a minha Uma mulher de esquerda Que já só tem como horizonte de esperança esta paisagem política. Lisboa, 24 março 2013

×