Posicionamento de marcas

7,134 views

Published on

Palestra ministrada no Rotaract Vila Formosa (São Paulo, Distrito 4430) em 5 de junho de 2011 com o intuito de mostrar como posicionar e gerir sua marca nas redes sociais, com foco em instituições de Terceiro Setor como Rotary e Rotaract.

Published in: Education
1 Comment
12 Likes
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total views
7,134
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
9
Actions
Shares
0
Downloads
174
Comments
1
Likes
12
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Posicionamento de marcas

  1. 1. Quem vos fala Gustavo Alves / @GugaAlves Fábio Pessoa / @FabioPessoa - Analista de Sistemas - Analista de SEO, Links Patrocinados e - Pós Graduado em Gestão Estratégica de Web Analytics Marketing Digital - Fundador do NerdNautas.com.br - Professor de Marketing Digital e WordPress - Consultor de SEO e WordPress FabioPessoa.com.br - Criador do TudoParaWordPress.com.br -Vencedor do #DesafioSEO 09/10 da MestreSeo - Diretor de Imagem Pública do Rotaract Tijuca
  2. 2. ONGS COMO MARCASUma ferramenta para a realização da missão no Terceiro Setor “Embora as multinacionais sejam a força que move a globalização, são também a fonte de muitas de suas conseqüências mais nocivas, como crises cambiais, poluição transnacional ou pesca predatória. São problemas ainda sem solução por estarem além do alcance de um único governo e porque organismos internacionais já provaram não estar à altura da tarefa. No âmbito local, a situação não é muito diferente, e as lacunas deixadas por empresas e governos no atendimento às necessidades sociais são ainda muito grandes. Para ocupar este vazio deixado, surgiram as organizações não governamentais sem fins lucrativos, as ONGs. Como uma mistura entre o Governo e o Mercado, estas entidades surgiram para promover mudanças e disseminar ideais, movendo-se como uma força crescente na atualidade. Só no Brasil, este que é o chamado Terceiro Setor gera 3 milhões de empregos e responde por 1,5% do PIB.”
  3. 3. ONGS COMO MARCASUma ferramenta para a realização da missão no Terceiro Setor “Assim, a representatividade social das ONGs tem sido crescente. Na luta pelas mudanças que desejam, tais entidades recorrem a formas modernas de persuasão que influenciem a opinião pública, a política, a produção e investimento em nível global. A rigor, nunca o poder de influência dessas organizações foi tão alto, e por isso elas passam a trabalhar cada vez mais focadas no cumprimento de uma missão bem definida, com vistas a transformar a realidade que as cerca.” André Gustavo de França Archangelo TCC ‘Ongs como Marcas’ – 2004 USP – Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade Tese completa disponível em http://migre.me/4EF7B
  4. 4. Você conhece essas marcas? http://www2.uol.com.br/flashpops/jogos/marcas.shtml
  5. 5. Branding Trabalho de construção e gerenciamento de uma marca junto ao mercado. A construção de uma marca forte para um produto, um linha de produtos ou serviços é consequência de um relacionamento satisfatório com o mercado-alvo. Quando esta identificação positiva se torna forte o bastante, a marca passa a valer mais do que o próprio produto ou benefício oferecido.
  6. 6. Branding “Branding não é fazer com que um consumidor escolha uma marca ao invés da marca concorrente. É fazer com que um potencial consumidor perceba a marca como a única solução para o que ele busca.” Monica Sabino Artigo no WebInsider
  7. 7. Branding Branding é como é chamado o conjunto de práticas e técnicas que visam a construção e o fortalecimento de uma marca. Sua execução não é tomada apenas por ações de marketing que posicionam a marca e divulgam a marca no mercado, mas também por ações internas na empresa, transmitindo, para todos os interessados, a imagem pretendida. Objetivo do branding é entre outros aumentar o brand equity (em português: equidade de marca ou ativo de marca) - o valor monetário da marca e assim aumentar o valor da empresa em si.
  8. 8. Branding Este trabalho é feito por profissionais e agências especializados em - Relações públicas - Semiótica - Marketing - Design gráfico - Arquitetura - Administração Visam desenvolver positivamente a reputação de marcas, produtos e organizações e alinhá-las com os objetivos organizacionais e o público almejado.
  9. 9. Branding Uma marca (brand) é a percepção dos consumidores sobre um produto, serviço, experiência ou organização. Não o que os profissionais de marketing pensam que a marca é, mas o que ELES, os consumidores acham que ela é. A marca está nas ruas, nas casas, sendo vivida e experimentada ! Uma boa marca transmite eficazmente um determinado conjunto de informações. Consequentemente, ela pode levar os consumidores a experimentá-la, a gostar dela, a repetirem o ato de consumo e a recomendá-la positivamente aos amigos ou relacionamentos.
  10. 10. Branding “Marketing é feito para resolver as demandas mercadológicas, ou seja, cuidar da oferta do produto, da promoção, do ponto de venda e para criar estratégias para potencializar os negócios. Está mais orientado para o consumidor”, explica Luciano Deos, diretor- presidente do Gad’ Branding. “Branding é bem mais anterior. Está relacionado com a estratégia do negócio da empresa, o que envolve a cultura e o posicionamento. Isso reflete os valores do produto e da empresa e devem ser assumidos por todos os públicos, incluindo colaboradores, comunidade, consumidores, fornecedores”, complementa.
  11. 11. Branding Ter equilíbrio entre o que a empresa promete e o que ela entrega para o consumidor é a essência de um bom branding. Quando isso não ocorre, a solução é concentrar esforços em mudar a forma de fazer a gestão da empresa, o que pode incluir a cultura organizacional. “Se a empresa não faz um bom trabalho interno, não vai entregar um bom produto ou serviço para o consumidor final. E não adianta a empresa se posicionar no mercado com outra imagem. Não adianta fazer apenas uma plástica”, explica o professor. Ou seja, em primeiro lugar, é fundamental arrumar a casa.
  12. 12. Gestão da Marca A Gestão de uma Marca está relacionada com a criação e a manutenção da confiança, o que implica o cumprimento de promessas. As melhores Marcas, as de maior sucesso são completamente coerentes, Cada aspecto do que são e do que fazem reforça tudo o resto. A Gestão de Marca é acima de tudo a criação e a manutenção de confiança. As melhores Marcas são geridas de forma completamente coerente, cada aspecto do são e de como se relacionam reforçam a Marca. As melhores Marcas têm uma consistência que é construída e mantida por pessoas no interior da sua organização, totalmente absorvidas por aquilo que a Marca simboliza.
  13. 13. Gestão das Marcas na Internet Porque a internet é tão importante nos dias de hoje? A internet é o meio de comunicação com o maior crescimento do mundo, especialmente as mídias sociais Vejamos um vídeo para entender tal questão.
  14. 14. Gestão das Marcas na Internet Impressionante, não? Já que, de uma forma ou de outra, sua marca estará na internet, que tal aprender um pouco como funcionam as principais redes sociais do momento e como agir para agregar valor e gerir bem sua marca? Vejamos a seguir as Redes Sociais do Momento !
  15. 15. Fonte: http://migre.me/4JfUi
  16. 16. http://www.klout.com
  17. 17. X
  18. 18. Perfil X Página PERFIL - É uma página idealizada para pessoas. Suas funcionalidades visam divulgar dados pessoais e promove a interação entre pessoas ou seja, "eu convido você" e "você me aceita". Cada Perfil possui espaço para no máximo 5.000 amigos. Agora você pode não se dar conta, mas na hora que alguém solicitar ADD e você não puder mais adicionar ninguém, olhará para os outros 5 mil e dirá: "o que que faço agora?". PÁGINA - A página comercial apresenta funcionalidades para divulgação de negócios que o Perfil não possui e qualquer pessoa pode "curtir" sem necessitar de interação, otimizando o seu tempo. Cada página pode ser seguida por um número infito (teoricamente infinito) de pessoas. As páginas ainda apresenta funcionalidades fantásticas como estatísticas de visitas, curtir e comentários e implementar funcionalidades em novas abas. http://www.facebook.com/note.php?note_id=171698596212516
  19. 19. Página do PontoFrio
  20. 20. Pagemodo: Criação de páginas http://www.pagemodo.com
  21. 21. Eo ? 28 milhões de usuários/mês, com cobertura de 70% dos internautas brasileiros. Tá bom pra você? Dentre eles, 88.6% têm entre 18 e 24 anos de idade. Por ser uma rede mais “amigável” em termos de usabilidade, o Orkut também cobre 65% do target de 35+. Fonte: Media Kit Orkut
  22. 22. Eo ?  Houve uma queda nítida do volume de interações nas comunidades, no entanto, muitas se mantêm com grande nível de interação. Geralmente são comunidades de nichos feminino e tecnológico, mas há muita coisa voltada para entretenimento também (reparem em comunidades que antecedem aos lançamentos de programas da Globo e comunidades de novela superativas). Um bom mapeamento responde a esta pergunta.  As comunidades patrocinadas foram uma nova atitude do Orkut rumo ao aumento da interação. Essas comunidades oferecem melhores modelos de moderação, customização do header, streaming, e acreditem: integração com o Twitter. O Orkut.com/aovivo, que lançou a entrevista e show com a cantora Pitty, já reuniu mais de 5 milhões de membros. Fonte: http://www.missmoura.com/cinco-mitos-sobre-o-sucesso-orkut-nas- taticas-de-midias-sociais
  23. 23. Eo ? Com isso notamos que, diferente do que muitos falam por ai: O ORKUT NÃO MORREU ! Tá, eu não uso mais ele.. Ficou cheio de spam, sim, ficou mais chato de usar pra galera mais exigente, mas ainda tem muita gente usando tal rede social ! 28 milhões é um número bem considerável, não?!
  24. 24. Leia também ! http://pt.wikipedia.org/wiki/Branding http://www.seodesaia.com.br/links-patrocinados/posicionamento- de-branding-para-pequenas-e-medias-empresas http://www.facebook.com/note.php?note_id=171698596212516 http://www.slideshare.net/papercliq/twitter-para-empresas- twitter-101-traduzido http://www.facebook.com/pontofrio http://www.pagemodo.com/

×