Plano Ecocidade Municipal

1,331 views

Published on

Our plan for the Portuguese market. Sustainability.

Published in: Business, Economy & Finance
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
1,331
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
8
Actions
Shares
0
Downloads
23
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Plano Ecocidade Municipal

  1. 1. A cidade do futuro 1 Conceito Eco-cidade LED
  2. 2. Para uma eficiência energética integrada…
  3. 3. quem somos 3 Parceria de 5 empresas com uma vocação comum: desenvolvimento sustentável Vantagens • elevada competência • abordagem integrada • importantes sinergias
  4. 4. Projecto Eco-cidade LED Eco-cidade LED a) Retrofiting/Refiting: substituição de equipamento existente por LEDs; b) Apresentação de soluções totalmente concebidas para LEDs c) Plano integrado de substituição de luminárias existentes d) Integração da iluminação em solução solar Ensaio integrado e acompanhado: recolha de opiniões; Plano de substituição progressiva das luminárias existentes; Acompanhamento de todo o processo pela plataforma de trabalho TP Rede de Parcerias: rumo ao futuro a) Tratamento de resíduos b) Gestão eficiente de recursos c) Arquitectura sustentável d) Electrónica e novas tecnologias ao serviço da gestão urbana
  5. 5. Projecto Eco-cidade LED Distribuir harmonicamente os recursos públicos; Promover utilização de energias alternativas; Arquitectura sustentável; Iluminação em Estado sólido; Inovação na gestão pública: electrónica ao serviço da comunidade
  6. 6. Eco-cidade LED • Parques de estacionamento, Poupar energia; • Iluminação cénica eficiente e melhor Proteger o ambiente; distribuída, Redução de custos com manutenção; • iluminação pública de maior Aumento da qualidade da qualidade luz;
  7. 7. ecoeficiência rumo ao futuro 7 Ecoeficiência & desenvolvimento autárquico - Ferramenta de gestão - Permite melhorar o relacionamento com as populações - Promove conciliação vertente económica com responsabilidade ambiental - Redução da pegada ecológica / efeito exemplo - Aposta em tecnologia de iluminação LED - Electrónica ao serviço da gestão urbana
  8. 8. indicadores de ecoeficiência 8 o que não se pode medir também não se pode gerir metodologia identificar oportunidades definir objectivos registar progressos International Standards of Accounting quantificar resultados and Reporting (ISAR) Apresentar soluções comunicar
  9. 9. indicadores de ecoeficiência 9 indicadores de ecoeficiência: eficiência uso racional redução de redução de energética da água emissões desperdícios - gases depletores da camada de ozono - gases que contribuem para o aquecimento global
  10. 10. áreas de actuação 10 • Consumos energéticos edifícios municipais eficiência energética • Iluminação Pública • Optimização da frota de recolha de RSU redução de • Optimização da Limpeza Pública - Varredura emissões
  11. 11. áreas de actuação 11 • Redução de fugas em redes de distribuição de água • Optimização dos sistemas de rega de espaços verdes • Optimização de consumos de água em uso racional edificícios municipais e espaços desportivos da água • Diagnóstico e Plano de manutenção de redes públicas de drenagem (águas residuais domésticas e pluviais) • Aposta em iluminação sustentável com LEDs: conversão de iluminação convencional para soluções electrónicas • Aposta em Iluminação pública mais eficiente
  12. 12. áreas de actuação 12 • Valorização de resíduos produzidos nos edifícios municipais • Dimensionamento do Sistema de Recolha redução de desperdícios • Campanhas de Caracterização Física • Estabelecimento de Tarifários para os RSU
  13. 13. metodologias 13 Ecoinside – 5 degraus auditoria implementação planeamento rumo à ecoeficiência acompanhamento estratégico
  14. 14. metodologias 14 Ecogestus Acompanhamento dos Circuitos Portátil com Software próprio de recolha de dados - georeferenciamento Antena – Sistema GPS Tratamento dos dados Levantamento com software próprio - Investigação das variantes TourSolver –Magellan Ing óptimas de desempenho Optimização dos circuitos recolha
  15. 15. metodologias 15 Ecoreferência (alvará const. nº 58060) • áreas de trabalho: o manutenção/reabilitação de infraestruturas (sem abertura de vala) - drenagem águas residuais domésticas e pluviais - abastecimento de água o inspecção vídeo o realização ensaios - estanquidade (norma EN 1610) - pressão (norma EN 805)
  16. 16. metodologias 16 Tetracis-Plurirede – 5 etapas Produção Proposta Análise de Adjudicação / necessidades acompanhamento ajuste
  17. 17. referências 17 Ecoinside Ecogestus Ecoreferência EGP – Escola de Gestão do C. M. de Coimbra Águas de Gondomar Porto Grupo Soja C. M. da Lousã Alberto Martins de Mesquita & Filhos Banco BPI C. M. de Condeixa-a-Nova C. M. de Matosinhos C. M. Estarreja C. M. de Sever do Vouga C. M. de Vila do Conde C. M. Murtosa C. M. da Figueira da Foz C. M. de S. Brás de Alportel IGFCSS – Inst. Gestão Fundos C. M. de Benavente Mota Engil Seg. Social Parque Biológico de Gaia EDV/C. M. de Oliveira de SOCOPUL Azeméis BCSD Portugal Sonae Sierra Somague
  18. 18. Referências 18 • Rede de Fibras Ópticas do Túnel da Gardunha (A23 – Castelo Branco); Tetracis-Plurirede • Rede de Fibras Ópticas da Ponte Vasco da iluminação com LEDS e electrónica Gama (Lisboa); Grupo Volkswagen • APS – Administração do Porto de Sines; FIAT • Electricidade de Portugal (EDP Distribuição); SIEMENS • Petrogal/GalpEnergia (refinarias de Porto e Sines); VODAFONE / APAMILUX / FILIPE FARIA • Fiscalização e coord. da inst. do Anel de BOSCH - VULCANO Fibras Ópticas da Cabovisão S.A. Vários espaços comerciais • PT-Inovação; Grupo CALZEDONIA • Várias Redes de Fibras Ópticas do Campus da Universidade de Aveiro; CP / REFER Honeywell: diversos projectos de fibras ópticas Casinos em instalações industriais; fornecimento de materiais e serviços nos parques eólicos de: VISIONBOX – passaporte electrónico Marvila, Lousã, Bornes, Ruivães, Chão Falcão e Toutiço. A nível Internacional, parques eólicos em Cabo Verde e Roménia.
  19. 19. Exemplos Projectos especiais • Possibilidades infinitas; • luz uniforme com electrónica bem desenvolvida; • flexibilidade de aplicação e possibilidade de obter um baixo consumo
  20. 20. Possibilidades Infinitas… 20
  21. 21. Iluminação Decorativa eficiente 21
  22. 22. 22 Parceria OSRAM
  23. 23. 23
  24. 24. 24
  25. 25. 25
  26. 26. Iluminação Urbana Sustentável
  27. 27. Fonte:
  28. 28. Fonte:
  29. 29. 37 (Wolverhampton – Inglaterra) Balizadores decorativos Arredores de Londres (escadaria em inox , Estação de Luxembourg, Bruxelas) (Derby, Inglaterra)
  30. 30. 38
  31. 31. Em Portugal
  32. 32. Os nossos Desafios… Conversão de luminárias Sinalética de existentes Acesso Especial Projector MR16: Casino da Figueira da substituir o Halogéneo Foz: Haloled e CFL
  33. 33. Casino da Figueira da Foz (2008) • Redução de Custos com iluminação; • Efeitos Visuais inovadores; • Iluminação amiga do ambiente; • Várias cores disponíveis; • Iluminação eficiente
  34. 34. • Conversão de projector direccionável de 100W / 70W / 150W para solução LEDs de 21W e 12W • redução drástica dos consumos energéticos • Substituição de spots de halogéneo de 35W por • redução do calor gerado – consequente decréscimo de solução com LEDs com 7W gastos com ar-condicionado
  35. 35. • Para uma mudança de mentalidade
  36. 36. • Parques de estacionamento do futuro: desenvolvimento de sistemas electrónicos
  37. 37. Candeeiro Público Solar • Alimentação dupla: rede pública e energia solar; • Conceito de promoção associado; • Integração com a paisagem; • Autonomia reforçada; • integração em projecto alargado de parcerias Informações técnicas fornecidas a pedido
  38. 38. Ambientes harmónicos
  39. 39. Electrónica e Iluminação 1. Sistema de gestão de fluxos automóveis; 2. Disponibilização de informação prévia; 3. Optimização de acesso a parques de estacionamento e gestão de stocks de lugar; 4. Gestão dos fluxos de visitantes no espaço público (serviço de localização de grupos); 5. Melhoria e harmonização da sinalética direccional; 6. Melhoria dos índices de qualidade ambiental; 7. Utilização de tecnologias de informação e comunicação; Iluminação sustentável: projectos com LEDs
  40. 40. 49 Obrigado

×