Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
PROVA PARA A SELEÇÃO DO INGRESSO EXTRAVESTIBULAR 2006/2007

            CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO

            EMEN...
DESENHO GEOMÉTRICO

EMENTA
Uso do material e dos instrumentos de desenho em construções gráficas envolvendo segmentos
prop...
ARQUITETURA E URBANISMO 1 A

EMENTA
Enfoque geral e abrangente das três principais correntes artísticas: Artes plásticas, ...
GEOMETRIA DESCRITIVA

EMENTA
Os sistemas de representação gráfica mais usados . Representação de figuras geométricas: pont...
ARQUITETURA E URBANISMO 2

EMENTA
Estudo da arquitetura, urbanismo e manifestações artísticas no Brasil Colônia.

CONTEÚDO...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Arquitetura

6,525 views

Published on

Published in: Technology, Travel
  • Be the first to comment

Arquitetura

  1. 1. PROVA PARA A SELEÇÃO DO INGRESSO EXTRAVESTIBULAR 2006/2007 CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO EMENTAS/CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DESENHO GEOMÉTRICO ARQUITETURA E URBANISMO 1 A GEOMETRIA DESCRITIVA ESTÉTICA ARQUITETURA E URBANISMO 2 PLANEJAMENTO ARQUITETÔNICO 2ª
  2. 2. DESENHO GEOMÉTRICO EMENTA Uso do material e dos instrumentos de desenho em construções gráficas envolvendo segmentos proporcionais, polígonos, circunferências e concordância de seus arcos e curvas cônicas. Análise gráfica da simetria, ritmo, módulo e textura. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO 1.Utilização dos principais instrumentos e materiais de desenho. Traçados a lápis e nanquim. 2.Operações gráficas com segmentos lineares: paralelismo; perpendicularidade; segmentos proporcionais e sua aplicação na ampliação e redução de figuras; divisão de segmentos em pontos iguais e proporcionais e aplicação à construção de escalas gráficas; divisão do segmento em média e extrema razão com sua aplicação ao retângulo áureo e sua presença nas artes e na natureza; os traçados reguladores nas composições artísticas e os “retângulos raízes”. 3.Polígonos: elementos, propriedades, construção em função de dados métricos e posicionais, equivalência de áreas, e sua utilização em composições artísticas e arquitetônicas. 4.Circunferência do círculo: determinação através de pontos da curva e das retas tangentes ou de outras circunferências tangentes; inscrição e circunscrição de ângulos e polígonos; aplicação ao traçado de linhas compostas de arcos de circunferência concordantes entre si ou com segmentos de reta e sua utilização nas artes e nas técnicas. 5.Curvas cônicas: traçados comuns à elipse, à hipérbole e à parábola; determinação das tangentes e normais e traçados particulares de cada uma das cônicas; traçado: de linhas compostas de arcos de cônicas concordantes entre si ou com segmentos de reta e sua aplicação na perspectiva de linhas compostas de arcos de circunferência; ocorrência das curvas cônicas na natureza e sua aplicação nas obras humanas. 6.Mosaicos e Texturas: estudo prático da composição plana a partir das malhas. Os exemplos nas artes plásticas. 7.Módulo, simetria e ritmo. A presença universal do módulo na natureza e nas obras do homem; o ritmo na música e no desenho; estudo geométrico da simetria e do ritmo; exemplos de módulo, simetria, ritmo e proporção nas artes plásticas.
  3. 3. ARQUITETURA E URBANISMO 1 A EMENTA Enfoque geral e abrangente das três principais correntes artísticas: Artes plásticas, Artes Cênicas e Música. Fundamentos teóricos, produção e transformação das cidades e da arquitetura desde a antigüidade clássica até os primórdios da revolução industrial, relacionado-os com os aspectos sócio-econômicos, culturais, geográficas, tecnológicos e estéticos. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO 1.Grécia  Condicionamentos geográficos ,sócio-econômicos e culturais da cidade e da arquitetura da Grécia. Programas urbanísticos e arquitetônicos.  Doutrinas e teorias urbanísticas e de arquitetura.  A cidade e a arquitetura grega. As ordens arquitetônicas. Acrópole, Ágora, Templos e Teatros.  Desenvolvimento dos sistemas estruturais, das técnicas construtivas, dos materiais dos recursos tecnológicos da construção da estética na arquitetura e urbanismo.  Estudo de um caso implantação urbanística segundo moldes clássicos. 2.Roma  Condicionamentos geográficos, sócio-econômicos, culturais e tecnológicos da cidade e da arquitetura.  A cidade e o império. O traçado urbano das cidades romanas. (Itália, Áustria e Inglaterra)  A arquitetura romana - a basílica, a terma, a praça, o anfiteatro, “domus”, “insula” e “vila”.  Estradas , pontes e aquedutos.  Desenvolvimentos dos sistemas estruturais , das técnicas construtivas, dos materiais ,dos recursos tecnológicos, da construção, da estética e do urbanístico.  Estudo comparativo - O uso da arquitetura como linguagem de dominação. O caso de Roma comparados com outro casos. 3.Idade Média  Florescimento das cidades medievais e os condicionantes geográficos, sócio-econômicos e culturais.  Arquitetura Românica.  Arquitetura Gótica.  Desenvolvimento dos sistemas estruturais, das técnicas construtivas, dos materiais, dos recursos tecnológicos, da estética da arquitetura e urbanismo na Idade Média. 4.Renascimento  As cidades renascentistas e seus condicionantes sócio-econômicos, culturais e estéticos.  Teoria urbanística e da arquitetura.  Os teóricos da arquitetura: Alberti, Filarete, Palladio, Di Giorgio e Vignola.  O Renascimento na Itália e na Europa.  Desenvolvimento dos sistemas estruturais, das técnicas construtivas, dos materiais, dos recursos tecnológicos, da arquitetura e do urbanismo. 5.Barroco  O caráter político do estilo barroco e o papel da igreja.  O movimento no tratamento das superfícies e do espaço arquitetônico.  O barroco nos países católicos e protestantes.
  4. 4. GEOMETRIA DESCRITIVA EMENTA Os sistemas de representação gráfica mais usados . Representação de figuras geométricas: ponto, linha e plano no espaço. Medições e interseções. Figuras Planas e recursos. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO 1. Estudo do ponto , da linha e do plano, através de figuras tridimensionais simples ,nos sistemas diétrico e isométrico e em perspectivas cavaleira. 2. Discussão da representação gráfica como interpretação do projeto arquitetônico. 3. Determinação da verdadeira grandeza de secções de figuras planas. A secção plana e o corte no desenho de Arquitetura. 4. Interseção de retas , de planos e de sólidos com vistas à aplicação em projetos: estudo gráfico. 5. A planificação de figuras e sua aplicação em Arquitetura. 6. Estudo das principais curvas e superfícies reversas usadas nos projetos arquitetônicos: a hélice, o helicóide, o hiperbolóide e o parabolóide hiperbolóico. 7. A cobertura dos grandes vãos. Malhas espaciais e superfícies geodésicas: noção sumária com base em projetos arquitetônicos. ESTÉTICA EMENTA Estudo do tratamento estético do edifício do espaço urbano. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO 1. As diferentes interpretações para a obra de arte: 1.1.Política; sócio-econômica; técnica -construtiva; filosófica-religiosa; científica e estética. 2. O método estético e a sua adoção na crítica de obras de arte. (Lionelle Venture) 3. Autonomia da arte: Autonomia da atividade artística; Autonomia dos gêneros artística; Autonomia da obra de arte. 4. Os gêneros artísticos. A matéria e os valores estéticos de cada gênero artístico. 5. A intuição como substância da obra de arte. 6. A intuição filosófica e a intuição artística. A acidentalidade na obra de arte. 7. A intuição artística e a sua maior ou menor contenção: a intuição contida e a intuição liberada. 8. A exacerbação intuicionista. A obra de arte e o documento psicológico. 9. A intuição contida e a intuição liberada: o caso da arquitetura ocidental. 10.A arquitetura como gênero artístico. A matéria artística da arquitetura. O espaço arquitetônico: realidade e não representação. 11.Os condicionantes do partido arquitetônico: Plástica e espaço interno, os de ordem técnica; os de ordem estética e o arquiteto e o cliente. 12.A escultura arquitetônica ( forma-cor- textura) como modeladora do espaço interno e condicionadora dos seus valores (luz, sombra, temperatura, ruído, silêncio e odores). A forma plástica e a forma cromática. Proporções e escalas. 13.O sujeito e o objeto estético. A experiência estética e o objeto estético na arquitetura (Geoffrey Scott, Bruno Zevi e Evaldo Coutinho). 14.A cidade como palco do espetáculo artístico. 15.As estética racionalista e organicista no século XX. A arquitetura e o urbanismo.
  5. 5. ARQUITETURA E URBANISMO 2 EMENTA Estudo da arquitetura, urbanismo e manifestações artísticas no Brasil Colônia. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO 1. A arquitetura nativa (indígena) no Brasil. 2. Ocupação do território nacional e as razões econômicas definidoras do período colonial. Características e evolução da rede urbana e de assentamentos rurais considerando-se as diferentes regiões do país. 3. Arquitetura militar no período colonial no Brasil. 4. Domínio holandês em Pernambuco. Característica da arquitetura e do urbanismo. 5. A arquitetura dos engenhos de açúcar nas diferentes regiões brasileiras até o século XX. 6. A arquitetura dos jesuítas no Brasil. 7. A casa urbana no Brasil colonial (Pernambuco, Bahia, Minas Gerais e Rio de Janeiro). 8. A arquitetura dos franciscanos no Brasil. 9. As casas de Câmara e Cadeia no Brasil colonial. 10. A arquitetura religiosa das irmandades no Brasil. 11. A casa bandeirista. 12. A obra escultória e arquitetônica do Aleijadinho. 13. As técnicas construtivas no Brasil colonia. 14. A arquitetura de Landi em Belém do Pará PLANEJAMENTO ARQUITETÔNICO 2A EMENTA Desenvolvimento da criatividade plástica arquitetônica, através do instrumental teórico e prático utilizando modelos tridimensionais com materiais diversos. Estudo da forma, do volume e seu espaço interno e de entorno e estruturação de volumes. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO 1. Conhecimento dos espaços:  Conceito de espaço - hierarquia.  Espaço interno dos volumes e seus valores.  Os septos e suas funções - septos estruturais e de vedação.  Composição de septos e volumes vazados.  Planos - valorização de planos, espaços principais, de apoio, de indução, de condução, de hierarquia de funções, morfologia do terreno( relevo e espaços naturais ). 2. Teoria da cor, a cor e a forma, a cor e o volume, a luz e o volume e significados da cor. 3. Textura e tratamento das superfícies. 4. Proporções e escala - proporções. 5. Estrutura dos volumes:  Aplicação dos elementos estruturais( a viga, o pórtico, o pilar, a haste e os fios na organização dos volumes).  Noções de modulação.  Estrutura dos volumes geométricos compostos.  Adequação do sistema estrutural do volume.  Dobraduras. 6. O abrigo:  Noções de abrigo, relação entre o espaço e o homem.  Os espaços: interno e externo.  Articulação dos espaços.  Luz e sombra.  O abrigo isolado.  O conjunto de abrigos.

×