Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Sida

135 views

Published on

  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Sida

  1. 1. <ul><li>Sida</li></ul>Pensa em ti <br /> E<br />Nos outros<br />Elaborado por :<br />Tatiana Pinheiro<br /> Nº19 8ºA<br />
  2. 2. A luta contra a sida<br /><ul><li> Na luta contra o SIDA devemos usar todos os meios disponíveis, de entre propaganda áudio, visual e escritos.
  3. 3. Noto que há grande falha na informação a ser divulgada sobre o doença do século.
  4. 4. As organizações governamentais e Não governamentais, Rádios, Televisões, Revistas famosas, Jornais e outros, têm sido muito reservados quanto a mostragem de figuras horrorosas de doentes com SIDA, pois noto que a maioria da pessoas não mostra as figuras cujos doentes estão sofrendo na pele de forma grave.</li></li></ul><li><ul><li>Acho que mostrar o horror das figuras onde constam doentes gravíssimos iria trazer a quem vê tais figuras um olhar responsável, na medida que amedrontaria a todos que vissem tais figuras, pois duvido que alguém quisesse estar com a pele destruída por causa da SIDA.
  5. 5. O horror das figuras mostradas nas vias públicas e nas escolas e outros locais públicos, iria responsabilizar a todos sobre a questão da prevenção, abstinência e fidelidade. Enquanto continuarem a tratar a SIDA como um "tabus", dificilmente teremos baixas percentagens de sempre valência e de contaminação de novos casos. Devemos tratar a SIDA com agressividade, assim como tratamos de divulgar cenas de matanças a sangue frio.</li></li></ul><li>O vírus da sida<br />O vírus da SIDA é um vírus muito mas mesmo muito traiçoeiro, pois invade o organismo através das células, que têm por finalidade a sua defesa contra os micro organismos invasores como ele próprio, e transmite a morte pelo mecanismo que permite a perpetuação da vida, podendo assim infirmar-se que teria por fim a extinção da nossa espécie.<br />  Continuamos, hoje como ontem, a defendermo-nos individualmente e colectivamente, contra as constantes e renovadas agressões contra a humanidade.<br />
  6. 6. Imagens<br />
  7. 7. Fim...<br />

×