Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

SéTima

4,222 views

Published on

Published in: Travel, Technology

SéTima

  1. 1. Curso de “Nova Escalpo Acupuntura de Yamamoto” CEVMEC CURSOS Centro de Estudos Virtuais da Medicina Chinesa 7ª aula
  2. 2. <ul><li>Na aula de hoje veremos o “Diagnóstico Cervical” de Yamamoto e algumas técnicas que podem ser utilizadas na aplicação de YNSA. </li></ul>
  3. 3. Diagnóstico Cervical <ul><li>O diagnóstico cervical do Dr. Yamamoto é talvez uma das maiores descobertas no diagnóstico oriental. De simples procedimento, o diagnóstico facilita a integração terapêuta-paciente sem a necessidade de expor a pessoa a uma situação indesejável, como tirar peças de roupas, por exemplo. </li></ul><ul><li>É chamado de “cervical” por alguns, enquanto que por outros é conhecido como “Diagnóstico do Pescoço”. </li></ul>
  4. 4. Anatomia Parcial do Pescoço <ul><li>O pescoço é sustentado pela coluna cervical e por 10 músculos principais. </li></ul>
  5. 6. Três Regiões Principais <ul><li>Existem três regiões principais que delimitarão os pontos para diagnóstico cervical. A primeira região limite é a clavícula . </li></ul>
  6. 7. <ul><li>A segunda região limite é a do músculo esternocleidomastóideo. </li></ul>
  7. 8. <ul><li>A terceira região limite é a do músculo trapézio. </li></ul>
  8. 9. Procedimentos no Diagnóstico Cervical <ul><li>O diagnóstico cervical deve proceder levemente, sem colocar o paciente em situação de desconforto, falta de ar, tontura e bloqueio venoso, mesmo que por pouco tempo. O terapêuta deve ter as unhas cortadas para não machucar o paciente. O procedimento pode ser realizado deitado, sentado ou mesmo em pé. A experiência diz que a maioria dos pacientes preferem ´que o procedimento seja realizado deitado. </li></ul>
  9. 10. Ponto Rim <ul><li>Logo ao lado do músculo esterno cerca de 1cm da clavícula. Esse será sempre o primeiro ponto a ser analisado no diagnóstico cervical. </li></ul>
  10. 11. Ponto Bexiga <ul><li>Logo abaixo do ponto Rim e quase acima da clavícula. </li></ul>
  11. 12. Ponto Coluna Lombar <ul><li>O ponto da coluna lombar fica logo ao lado do ponto Rim na mesma altura e direção. No entanto, ele ocupará um espaço menor. </li></ul>
  12. 13. Ponto da Coluna Torácica <ul><li>Esse ponto fica ao lado da coluna lombar. </li></ul>
  13. 14. Ponto da Coluna Cervical <ul><li>O ponto da coluna cervical fica ao lado da coluna torácica. </li></ul>
  14. 15. Ponto Cérebro - Cerebelo <ul><li>O ponto Cérebro fica ao lado do ponto da coluna cervical. </li></ul>
  15. 16. Pontos que ficam na região superior do músculo esterno – Vesícula Biliar <ul><li>O ponto Vesícula Biliar fica sobre a laringe, cerca de 2cm acima do ponto Rim. </li></ul>
  16. 17. Ponto Pericárdio <ul><li>O ponto Pericárdio fica na mesma linha do ponto VB cerca de 3cm acima. </li></ul>
  17. 18. Ponto Coração <ul><li>O ponto Coração fica a cerca de 1cm ½ do ponto Pericárdio. </li></ul>
  18. 19. Ponto Pulmão <ul><li>O ponto Pulmão fica a cerca de 1cm do ponto Coração, em cima da laringe. </li></ul>
  19. 20. Pontos na região do trapézio – Triplo Aquecedor <ul><li>O ponto Triplo-Aquecedor fica na borda do músculo trapézio bem próximo a clavícula. </li></ul>
  20. 21. Ponto Baço-Pâncreas <ul><li>O ponto Baço-Pâncreas fica cerca de 3cm do ponto TA, quase na junção entre os músculos esterno e trapézio. </li></ul>
  21. 22. Ponto do Intestino Grosso <ul><li>O ponto Intestino Grosso fica a 1 dedo do ponto TA na mesma direção. </li></ul>
  22. 23. Ponto Estômago <ul><li>O ponto Estômago fica sobre o músculo trapézio cerca de 1cm do ponto BP na mesma direção. </li></ul>
  23. 24. Ponto Intestino Delgado <ul><li>O ponto Intestino Delgado fica cerca de 2cm do ponto E na mesma direção, pouco acima da junção entre os músculos esterno e trapézio. </li></ul>
  24. 25. Veja os pontos novamente <ul><li>Pontos da região posterior do músculo esterno: </li></ul><ul><li>Rim </li></ul><ul><li>Bexiga </li></ul><ul><li>Coluna Lombar </li></ul><ul><li>Coluna Torácica </li></ul><ul><li>Coluna Cervical </li></ul><ul><li>Cérebro/cerebelo </li></ul>
  25. 26. <ul><li>Pontos da região superior do músculo esterno: </li></ul><ul><li>Vesícula Biliar </li></ul><ul><li>Pericárdio </li></ul><ul><li>Coração </li></ul><ul><li>Pulmão </li></ul>
  26. 27. <ul><li>Pontos na região do músculo trapézio: </li></ul><ul><li>Triplo Aquecedor </li></ul><ul><li>Intestino Grosso </li></ul><ul><li>Baço-Pâncreas </li></ul><ul><li>Estômago </li></ul><ul><li>Intestino Delgado </li></ul>
  27. 28. Outro pontos YNSA <ul><li>Ponto da Afasia: </li></ul><ul><li>Esse ponto encontra-se entre o ponto Y8(R) e Y2(TA). </li></ul><ul><li>É indicado para afasia. </li></ul>
  28. 29. <ul><li>O ponto Afasia tem diâmetro menor dos os pontos Y, por isso é ainda mais difícil de ser localizado. É preciso ter certeza da localização exata dos pontos Y8 e Y2 para ter êxito. </li></ul>
  29. 30. Ponto Parestesia do Pé <ul><li>O ponto para parestesia podológica fica 1cm acima do ponto B occipital, logo acima da sutura lambdóide. </li></ul><ul><li>Extremamente eficaz para todos os tipos de problemas relacionados com os pés, tornozelos, etc. </li></ul>
  30. 31. Introdução à Laserterapia <ul><li>LASER, palavra abreviada da língua inglesa para “Light Amplification By Stimulated Emission of Radiation” (Amplificação da luz pela emissão estimulada de radiação). </li></ul><ul><li>O laser há muitos anos vem sendo utilizado pela Acupuntura Sistêmica e Micro-sistêmicas como um método eficaz de tratamento, evitando o uso de agulhas em pacientes com medo, e, especialmente em crianças. </li></ul><ul><li>A Laser-acupuntura é um método simples, porém eficiente nos tratamentos feitos pela YNSA. </li></ul>
  31. 32. Classificação dos aparelhos de Laser pela potência de emissão <ul><li>Existem 3 potências principais para emissão de luz: 1. SOFT LASER (Potência de emissão até 50 mW) 2. MILD LASER (Potência de emissão acima de 50 mW) 3. HARD LASER (Potência de emissão acima de 8 W) </li></ul><ul><li>A potência que deve ser usada em YNSA deve ser igual à 50mW, de preferência não mais que isso. </li></ul>
  32. 33. Ação do Laser <ul><li>O LASER usado em acupuntura é o &quot;soft laser&quot; de He-Ne (Hélio-Neon) ou Ar-Ga (Arsenieto de Gálio). O &quot;soft laser&quot;ou LASER de baixa potência não tem poder destrutivo como o LASER usado pelas indústrias, que cortam chapas de aço, pois a função do LASER usado por nós é estimular os pontos de acupuntura. Esta estimulação ocorre graças a absorção da radiação luminosa pelas células do ponto cutâneo escolhido. </li></ul><ul><li>O uso do LASER em acupuntura tem algumas vantagens em relação ao uso das agulhas: </li></ul><ul><li>Em pacientes muito agitados ou que tenham medo de agulhas( apesar de o uso das agulhas ser totalmente indolor, por elas serem extremamente finas (tem o diâmetro de 0,020mm). </li></ul><ul><li>Em pacientes com doenças mentais, pois poderiam retirar as agulhas durante o período em que se repousa com as agulhas. </li></ul><ul><li>Em crianças pequenas, ou agitadas </li></ul><ul><li>Em bebês </li></ul><ul><li>Ou apenas em pacientes que prefiram este método. </li></ul><ul><li>  Acupuntura com Raio Laser é realizada com a aplicação (emissão do raio laser) nos mesmos pontos da acupuntura tradicional e na YNSA. A diferença é que ao invés do uso de agulhas é usada apenas a luz do laser.    O tempo de permanecia no consultório também é menor em relação ao uso das agulhas. </li></ul>
  33. 34. Modelos de aparelhos de Laser-Acupuntura
  34. 36. Eletro-Acupuntura <ul><li>A Eletro-Acupuntura é outro método simples e extremamente eficiente que pode ser utilizado na prática clínica da YNSA. </li></ul><ul><li>Acupunturistas formados tem conhecimento de diversas técnicas de eletro, como o Ryodoraku. Para esses profissionais, pode ser utilizado o eletro direto nas agulhas, como na Acupuntura Sistêmica. De acordo com a experiência clínica, utilizaremos eletro em, no máximo, 4 pontos em cada sessão. </li></ul><ul><li>Exemplo de aparelho para Ryodoraku: </li></ul>
  35. 37. <ul><li>Para pessoas sem formação em Acupuntura Sistêmica ou com pouco experiência é possível a utilização de eletrodos nos pontos. Mas, da mesma forma como no caso do eletro na agulha, não devemos utilizar mais que quatro pontos por sessão e na frequência máxima de 18Hz. </li></ul>
  36. 38. <ul><li>Existem canetas para Eletro-Acupuntura que também podem ser utilizados. São de fácil utilização e conseguem uma boa resposta no tratamento com YNSA. Normalmente, sua potência não passa de 5Hz. </li></ul>
  37. 39. Massagem sobre os pontos <ul><li>Outra técnica mais simples é a massagem sobre os pontos YNSA. Pode ser realizada com os dedos, com calcadores, como as curetas odontológicas, massageadores de madeira, e massageadores elétricos, como o que vemos ao lado. </li></ul>
  38. 40. <ul><li>Cureta odontológica: </li></ul><ul><li>Massageador de madeira: </li></ul>
  39. 41. Revisão <ul><li>Na semana passada aprendemos sobre o diagnóstico abdominal. Para encontrarmos os pontos, vimos que é preciso imaginar quatro linhas. </li></ul>
  40. 42. Pontos na linha média <ul><li>Pensando em uma linha média no cento do abdome encontraremos os pontos: </li></ul><ul><li>Cérebro </li></ul><ul><li>Coração </li></ul><ul><li>Pericárdio </li></ul><ul><li>estômago </li></ul>

×