Vulcanologia

12,841 views

Published on

Tema III

Published in: Business

Vulcanologia

  1. 1. 2.Vulcanologia TEMA III – Compreender a estrutura e a dinâmica da geosfera
  2. 2. 2. vulcanologia <ul><li>2.1. Conceitos básicos </li></ul><ul><li>2.2. vulcões e tectónica de placas </li></ul><ul><li>2.3. Minimização de riscos vulcânicos – previsão e prevenção. </li></ul>
  3. 3. Vulcanologia <ul><li>A vulcanologia estuda: </li></ul><ul><li>Actividade vulcânica </li></ul><ul><li>Origem e composição química dos magmas </li></ul><ul><li>Distribuição dos vulcões na Terra </li></ul><ul><li>Previsão de erupções vulcânicas. </li></ul>
  4. 4. Vulcanismo Os fenómenos de vulcanismo constituem uma manifestação da energia que existe na Terra
  5. 5. Vulcanismo primário <ul><li>Caracteriza-se pela ocorrência de erupções vulcânicas </li></ul>
  6. 6. Vulcanismo secundário <ul><li>Após o período activo, um vulcão entra na fase de repouso, com manifestações secundárias ou formas atenuadas de vulcanismo. </li></ul>
  7. 7. Vulcão – abertura na superfície da Terra, através da qual a lava (magma fundido e parcialmente desgaseificado) e outros materiais são expelidos do interior da Terra.
  8. 8. Erupção vulcânica Ascenção e desgaseificação de um magma que originará, em consequência da sua consolidação, lavas e posteriormente rochas vulcânicas.
  9. 9. Tipos de erupções <ul><li>Central </li></ul><ul><li>Fissural </li></ul>
  10. 10. Tipos de erupções Central Fissural
  11. 11. Tipos de erupções Central Fissural
  12. 12. Perfil de um vulcão (tipo central)
  13. 13. Origem do magma <ul><li>A astenosfera é uma zona do manto superior na qual se verifica a fusão de uma pequena fracção de rocha devido aos valores de pressão e temperatura. </li></ul><ul><li>Esta fracção fundida, menos densa, tende a ascender e a concentrar-se em câmaras magmáticas. </li></ul>
  14. 14. Magma <ul><li>Material silicatado, total ou parcialmente fundido e provido de mobilidade </li></ul><ul><li>Devido à sua mobilidade e temperatura, as rochas encaixantes (que envolvem a câmara magmática) estão submetidas a enormes pressões. </li></ul><ul><li>Quando o limite de resistência é ultrapassado, os materiais rochosos encaixantes quebram e o magma ascende até à superfície. </li></ul>
  15. 15. Magma
  16. 16. Ascenção do magma Vulcão Pu'u O'o, October 3, 1997
  17. 17. <ul><li>Faz-se em função da % em sílica </li></ul><ul><li>Sílica + minerais de Fe e Mg = 100% </li></ul>Classificação dos magmas
  18. 18. Classificação dos magmas Magmas Ácidos >% Sílica Básicos <% Sílica graníticos basálticos
  19. 19. Classificação de magmas <ul><li>Magmas graníticos </li></ul><ul><li>Grande % de sílica </li></ul><ul><li>Ácidos </li></ul><ul><li>Viscosos </li></ul><ul><li>Claros </li></ul><ul><li>Ponto fusão baixo </li></ul><ul><li>Densidade baixa </li></ul><ul><li>Forma piroclastos </li></ul><ul><li>Magmas basálticos </li></ul><ul><li>Pequena % de sílica </li></ul><ul><li>Básicos </li></ul><ul><li>Fluidos </li></ul><ul><li>Escuros </li></ul><ul><li>Ponto fusão elevado </li></ul><ul><li>Densidade elevada </li></ul><ul><li>Forma lavas </li></ul>
  20. 20. Elevada Média Baixa Tendência p/ formar lavas Baixa Média Elevada Tendência p/ formar piroclastos Ca-feldspatos Anfíbolas Piroxenas Na-feldspatos Anfíbolas Piroxenas Micas K-feldspatos Quartzo Micas Minerais típicos Escura Média Clara Cor Elevada Média Baixa Temperatura Elevada Média Baixa % de água Elevada Média Baixa Densidade Baixa Média Elevada Viscosidade Baixa Média Elevada % sílica Basáltico Andesítico Granítico
  21. 21. Materiais expelidos sólidos líquidos gasosos materiais
  22. 22. <ul><li>Sólidos ou piroclastos </li></ul><ul><li>Poeiras ou cinzas < 2 mm </li></ul><ul><li>Lapilli ou bagacina 2-64 mm </li></ul><ul><li>Bombas ou blocos <64 mm </li></ul><ul><li>Pedra pomes </li></ul>
  23. 23. cinzas lapilli blocos bombas
  24. 24. <ul><li>Líquidos </li></ul><ul><li>Fluidos : ricos em minerais Ferromagnesianos </li></ul><ul><li>Viscosos : ricos em sílica </li></ul>
  25. 26. <ul><li>Gasosos </li></ul><ul><li>Dióxido de carbono </li></ul><ul><li>Vapor de água </li></ul><ul><li>Monóxido de enxofre </li></ul><ul><li>Dióxido de enxofre </li></ul><ul><li>Cloretos </li></ul><ul><li>Ácido clorídrico </li></ul>
  26. 28. Tipos de actividade vulcânica <ul><li>Explosiva </li></ul><ul><li>Efusiva </li></ul><ul><li>Mista </li></ul>
  27. 29. Actividade explosiva <ul><li>Emissão violenta </li></ul>magmas viscosos
  28. 30. Explosão do Ruapehu in 1992 Projecção de piroclastos com violento despreendimento de gases.
  29. 31. <ul><li>materiais sólidos incandescentes misturados com gases superaquecidos em expansão, que se deslocam a grande velocidade até longas distâncias. </li></ul>Formação de nuvens ardentes
  30. 32. Domus ou cúpula Agulha Formação de agulhas , cúpulas ou domos por consolidação do magma dentro da chaminé.
  31. 33. Domo – Sta Helena
  32. 34. Erupção explosiva do vulcão Augustine- Alaska on March 27, 1986
  33. 35. Actividade efusiva <ul><li>magmas fluidos </li></ul>Emissão lenta do magma Rio de lava
  34. 36. Formam-se rios/escoadas de lava podem deslocar-se a grandes velocidades até grandes distâncias escoadas de lava
  35. 37. Emissão lenta de gases
  36. 38. Actividade efusiva
  37. 40. Tipos de erupções <ul><li>Havaiano </li></ul><ul><li>Estromboliano </li></ul><ul><li>Vulcaniano </li></ul><ul><li>Peleano </li></ul>
  38. 41. Tipos de erupções <ul><li>Havaiano </li></ul><ul><li>Lavas muito fluidas </li></ul><ul><li>Emissão efusiva </li></ul><ul><li>Formação de grandes escoadas lávicas </li></ul>
  39. 42. <ul><li>Estromboliano </li></ul><ul><li>Emissão mista </li></ul><ul><li>Emissão intercalada de piroclastos na fase explosiva </li></ul><ul><li>Longas escoadas lávicas na fase efusiva </li></ul>
  40. 43. <ul><li>Vulcaniano </li></ul><ul><li>Mais viscoso que o anterior </li></ul><ul><li>Emissão explosiva </li></ul><ul><li>Formação de cinzas que se elevam em forma de cogumelo </li></ul>
  41. 44. <ul><li>Peleano </li></ul><ul><li>Muito viscoso </li></ul><ul><li>Emisão explosiva </li></ul><ul><li>Agulhas e domos </li></ul><ul><li>Formação de nuvem ardente </li></ul>
  42. 45. Tipos de lavas <ul><li>Escoriácias – lavas fluidas que se deslocam lentamente. Após a sua solidificação originam superfícies ásperas, rugosas e irregulares devido à perda rápida de gases. </li></ul><ul><li>Encordoadas – lavas muito fluidas que fluem sob uma crosta consolidada e que se deslocam com grande facilidade.Após a sua solidificação originam superfícies lisas e de aspecto semelhante a cordas. </li></ul><ul><li>Pillow lavas – características das erupções submarinas, têm formas arredondadas devido ao movimento das águas. </li></ul>
  43. 46. Lavas escoriáceas
  44. 47. Lavas encordoadas
  45. 48. Tipos de lavas Pillow lavas
  46. 49. Vulcanismo secundário <ul><li>Após o período activo, um vulcão entra na fase de repouso, com manifestações secundárias ou formas atenuadas de vulcanismo nas suas imediações </li></ul>
  47. 50. Vulcanismo secundário <ul><li>Fumarolas : emissão de produtos residuais gasosos </li></ul><ul><li>Mofetas: ricas em água e dióxido de carbono; temperatura mais baixa. </li></ul><ul><li>Sulfataras: ricas em ácido sulfídrico que reage com o oxigénio, dando origem à libertação de dióxido de carbono e à formação de depósitos de enxofre </li></ul>
  48. 51. Fumarolas Mofetas
  49. 52. Fumarolas Sulfataras
  50. 53. Nascentes termais <ul><li>Emanações ricas em água, dióxido de carbono e sais minerais </li></ul><ul><li>Temperatura elevada </li></ul><ul><li>Origem profunda </li></ul><ul><li>águas magmáticas ou juvenis </li></ul><ul><li>águas meteóricas </li></ul>
  51. 54. Parque Yellowstone Geiser
  52. 55. Pote de lama Açores - Furnas
  53. 56. Geisers <ul><li>Emanações de água a elevadas temperaturas </li></ul><ul><li>Repuxos intermitentes e periódicos atingindo grandes alturas </li></ul>
  54. 57. Caldeira i Lago ou lagoa formado em consequência da subsidência (abatimento) e colapso da cratera, devido ao esvaziamento parcial da câmara magmática.
  55. 59. Tectónica de placas Convergência crosta oceânica-crosta oceânica Vulcanismo de subducção
  56. 60. Tectónica de placas Convergência crosta oceânica – crosta continental Vulcanismo de subducção
  57. 61. Tectónica de placas Convergência crosta continental – crosta continental Vulcanismo intraplaca
  58. 62. Tectónica de placas Divergência Vulcanismo de vale de rifte
  59. 63. Hot spots Vulcanismo intraplaca em regiões oceânicas
  60. 64. Distribuição geográfica
  61. 65. Localização <ul><li>Anel de fogo do Pacífico </li></ul><ul><li>Cintura Mediterrânica e África oriental </li></ul><ul><li>Sistemas de cristas montanhosas do Atlântico e do Pacífico </li></ul>
  62. 66. Portugal <ul><li>Imagem do Space Shuttle Faial (esquerda) e Pico (direita). </li></ul><ul><li>O Faial (cerca de 20 km largura) é um vulcão basáltico estromboliano </li></ul><ul><li>. </li></ul>
  63. 67. Açores
  64. 68. Açores Cone vulcânico-Faial Capelinhos -Faial Cratera - Faial
  65. 69. Pico - Açores
  66. 70. Açores S.Miguel

×