Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Sustentabilidade em Microbacias Urbanas - Resultados Parciais

  • Be the first to comment

Sustentabilidade em Microbacias Urbanas - Resultados Parciais

  1. 2. Sustentabilidade em Microbacias Urbanas no Ensino Fundamental O ensino-aprendizagem:
  2. 3. <ul><li>Prof. Luciano Rodolfo Machado </li></ul><ul><li>Professor Geografia – P.M.S.J.C. </li></ul><ul><li>Orientador: Prof. Dr. Maurício Compiani </li></ul><ul><li>Programa de Pós-Graduação em </li></ul><ul><li>Ensino e História de Ciência da Terra </li></ul><ul><li>INSTITUTO DE GEOCIÊNCIAS </li></ul><ul><li>UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS </li></ul>
  3. 4. <ul><li>Partilha de experiência </li></ul><ul><li>Resultados parciais de pesquisa </li></ul>
  4. 5. Histórico das atividades <ul><li>Começamos nossos estudos assistindo uma reportagem sobre crescimento desordenado das grandes cidade. </li></ul>
  5. 6. <ul><li>Para contextualizar as discussões ao cotidiano dos alunos, o professor pede o preenchimento de um questionário sobre os problemas ambientais ocorrentes no bairro onde moram, em especial, quais as causas das inundações que ocorreram na cidade em Janeiro último. </li></ul><ul><li>Perguntados sobre o porquê destas inundações, a maioria dos alunos respondeu ser uma das principais causas o lixo jogado nas ruas, ao entupir a rede de águas pluviais. </li></ul>
  6. 8. <ul><li>O professor, tendo um conhecimento mais abrangente sobre as verdadeiras causas das inundações, procurou fazê-los pensar, por meio de textos e explicações, os problemas comuns que ocorrem na ocupação urbana em bacias hidrográficas. Conjuntamente, foram realizadas atividades que também despertassem o compromisso individual com o meio ambiente, reforçado pela colocação de um problema apontado pelos próprios alunos: o lixo. </li></ul>
  7. 10. <ul><li>Para pensar melhor sobre a questão do lixo visitamos um hipermercado da cidade. Dentre as inúmeras informações que recebemos dos monitores vimos o quanto de “lixo” é gerado pelas embalagens das mercadorias. </li></ul>
  8. 12. <ul><li>Visitamos o aterro sanitário da cidade e soubemos que o mesmo tem enfrentado dificuldades para a sua expansão. Vimos que lá existe uma estação de tratamento do lixo para reciclagem. </li></ul>
  9. 14. <ul><li>Também lemos e refletimos sobre um texto intitulado “Ser sensível aos 3 R’s – Reutilizar, Reciclar e Reduzir”. Na sala de informática, acessamos o site www.akatu.com.br , com o objetivo de conhecer um pouco mais sobre as práticas de consumo sustentável. </li></ul>
  10. 15. <ul><li>Reconduzindo a discussão sobre o processo de ocupação urbana das médias e grandes cidades, ao intentar a assimilação do conceito sustentabilidade, o professor colocou a seguinte questão: a atuação do poder público tem adotado princípios de sustentabilidade, no que se refere ao principal recurso natural, imprescindível para a vida, a água? </li></ul>
  11. 16. <ul><li>Análise de figuras sobre bacias hidrográficas: nesta atividade, percebemos a importância da formação do relevo na capitação de água das chuvas. </li></ul>
  12. 17. <ul><li>Assistimos trechos de um vídeo -documentário realizado por um morador do bairro do Putim, o Sr. Dimas: o vídeo conta através de relatos de vários moradores, as diversas fases da ocupação da região do bairro do Putim. </li></ul>
  13. 18. <ul><li>Leitura e interpretação de uma pequena parte da tese de doutorado de Tânia Maria Sausen, intitulado “Modificação na forma do canal do rio em função da ação antrópica - Ex. Rio Paraíba do Sul”: nesta atividade explicamos o significado de conceitos importantes como: impermeabilização do solo, escoamento superficial e assoreamento do corpo d`água. </li></ul>
  14. 19. <ul><li>Leitura e interpretação de trechos do Relatório Ambiental do programa de Estruturação Urbana de S.J.Campos: cita, por exemplo, que no extremo sudeste de S.J.Campos há tendência de implantação de novos loteamentos, com aumento de áreas impermeabilizadas. Diz também que áreas de proteção permanente ao longo dos córregos e nascentes vem sendo ocupadas. </li></ul>
  15. 20. <ul><li>Aula expositiva </li></ul><ul><li>Dia 16/06 </li></ul>
  16. 21. <ul><li>Trabalho de campo: 15 alunos visitaram, acompanhados pelo professor, várias áreas da microbacia do Córrego Cambuí. Constatamos vários problemas ambientais, principalmente o processo de assoreamento do córrego. </li></ul><ul><li>Google Earth </li></ul><ul><li>Música Vilarejo </li></ul><ul><li>Marisa Monte </li></ul>
  17. 25. <ul><li>Confecção de uma maquete de relevo da Microbacia do Córrego Cambuí: três a cinco alunos tem comparecido assiduamente as tardes de sextas-feiras, para a confecção de uma maquete de relevo. Esta tem por finalidade ajudar a entender melhor o processo de ocupação da urbana microbacia e os decorrentes problemas hídricos e ambientais </li></ul>
  18. 30. <ul><li>Conclusão: </li></ul><ul><li>Resultados Parciais </li></ul><ul><li>Apesar de ainda não termos concluído o projeto, as atividades tem proporcionado a reflexão crítica dos modelos de ocupação urbana e as suas conseqüências para o meio ambiente e para a população. O projeto tem alcançado seus objetivos ao evidenciar aos alunos as verdadeiras causas das inundações na região onde moram, podendo pensar as soluções para o problema, principalmente no que se refere a atuação do poder público na gerência do crescimento da cidade. </li></ul>
  19. 31. <ul><li>No próximo semestre, pretendemos discutir as alternativas para o uso do solo na cidade, fazendo uma reflexão sobre o plano diretor e a Lei de Zoneamento de São José dos Campos. </li></ul>
  20. 32. <ul><li>Desenho da aluna Ana Clara </li></ul>
  21. 33. <ul><li>Desenho do aluno Alisson </li></ul>
  22. 34. <ul><li>Desenho do aluno Afonso </li></ul>

×