26437644 press-release

710 views

Published on

Published in: Technology, Business
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
710
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
3
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

26437644 press-release

  1. 1. Press Release 1 Gestão, Elaboração e Divulgação de Relatórios de Análise Econômica e Financeira e Demonstrações Financeiras Consolidadas da Organização Bradesco, ao Mercado e aos Órgãos Reguladores
  2. 2. Press Release Destaques Apresentamos os principais números obtidos pelo 8. Aos acionistas foram pagos e provisionados, a Bradesco do período de nove meses de 2009: título de Juros sobre o Capital Próprio e Dividendos, no período de nove meses de 1. O Lucro Líquido no período de nove meses de 2009, R$ 3,868 bilhões, sendo R$ 1,987 bilhão 2009 foi de R$ 5,831 bilhões (variação de relativo ao lucro gerado no período e 0,2% em relação ao Lucro Líquido ajustado de R$ 1,881 bilhão relativo ao exercício de 2008. R$ 5,819 bilhões no mesmo período de 2008), correspondente a R$ 2,49 por ação no 9. O Índice de Eficiência Operacional(3) em acumulado 12 meses e retorno anualizado de setembro de 2009 foi de 41,7% (43,0% em 21,8% sobre o Patrimônio Líquido Médio(1). setembro de 2008). 2. Quanto à origem, o Lucro Líquido é composto 10. Os investimentos em infraestrutura, por R$ 3,936 bilhões provenientes das informática e telecomunicações somaram atividades financeiras, correspondendo a 68% R$ 2,493 bilhões, com evolução de 35,6% em do total, e por R$ 1,895 bilhão gerado pelas relação ao mesmo período de 2008. atividades de seguros e previdência, representando 32% do total. 11. No período, os impostos e contribuições, inclusive previdenciários, pagos ou 3. O Valor de Mercado do Bradesco em 30 de provisionados, apurados com base nas setembro de 2009 era de R$ 98,751 bilhões, principais atividades desenvolvidas pela ressaltando que as cotações das suas ações Organização Bradesco no período de nove preferenciais valorizaram-se 57,8% no período meses de 2009, somaram R$ 7,037 bilhões, de nove meses de 2009. equivalentes a 120,7% do Lucro Líquido. Em relação aos tributos correspondentes à 4. Os Ativos Totais em setembro de 2009 intermediação financeira, foi retido e recolhido registraram saldo de R$ 485,686 bilhões, pela Organização o montante de crescimento de 14,9% em relação ao mesmo R$ 4,152 bilhões. período de 2008. O retorno anualizado sobre os Ativos Totais médios foi de 1,6%, enquanto 12.O Bradesco disponibiliza aos seus clientes que no mesmo período do ano anterior chegou uma extensa Rede de Atendimento no País, a 2,0%. com 5.951 Agências, PABs e PAAs (sendo 3.419 Agências tradicionais, 1.194 PABs, 5. A Carteira de Crédito Total(2) em setembro de 1.338 PAAs). Também estão disponíveis aos 2009 atingiu R$ 215,536 bilhões, evolução de clientes Bradesco, 1.539 PAEs, 30.414 10,2% em relação a igual período do ano máquinas de Rede de Autoatendimento anterior. As operações com pessoas físicas Bradesco Dia&Noite, 18.722 Pontos Bradesco totalizaram R$ 75,528 bilhões (crescimento de Expresso, 6.038 Agências do Banco Postal, 64 8,2%), enquanto as operações com pessoas filiais da Bradesco Financiamentos e 6.764 jurídicas atingiram o montante de máquinas da Rede Banco 24Horas. R$ 140,008 bilhões (crescimento de 11,3%). 13. No período de nove meses de 2009, a 6. Os Recursos Captados e Administrados remuneração fixa do quadro de colaboradores somaram R$ 674,788 bilhões, variação de somada aos encargos e benefícios totalizou 18,3% em relação a setembro de 2008. R$ 5,065 bilhões. Os benefícios proporcionados aos 85.027 colaboradores da 7. O Patrimônio Líquido em setembro de 2009 Organização Bradesco e seus dependentes somou R$ 38,877 bilhões, 13,8% superior a somaram R$ 1,166 bilhão e os investimentos igual período do ano anterior. O índice de em programas de formação, treinamento e Basileia chegou a 17,7% em setembro de desenvolvimento, R$ 66,381 milhões. 2009, sendo 14,3% de Capital Nível I. 4 Relatório de Análise Econômica e Financeira – Setembro de 2009  
  3. 3. Press Release Destaques 14. Em agosto de 2009, o Bradesco foi o maior  Bradesco é a maior empresa brasileira em vencedor ao arrematar 8 dos 26 lotes no leilão ativos intangíveis, entre as companhias do Instituto Nacional do Seguro Social – INSS listadas na BM&FBovespa (IAM - Intangible para o pagamento de novos beneficiários da Asset Management Consulting / Revista Previdência Social dos próximos 5 anos, a The Brander / Consultoria Brand Finance); partir de 2010, por 20 anos.  Vencedor do 11º Prêmio Abrasca – Melhor 15. Em setembro de 2009, associação entre o Relatório Anual de 2008, na categoria Bradesco e o Banco Espírito Santo, S.A. (BES Empresas Abertas, promovido pela – Portugal) para criar a 2bCapital, uma nova Abrasca – Associação Brasileira das gestora de fundos de private equity no Brasil. Companhias Abertas; e  Primeira empresa brasileira a receber o 16. Em setembro de 2009, acordo firmado com o prêmio Golden Peacock Global Award for Banco Tokyo-Mitsubishi UFJ Brasil para Excellence in Corporate Governance 2009, ampliar a oferta de prestação de serviços em o qual foi instituído pelo Institute of cobrança. Directors, que tem por objetivo reconhecer a busca por transparência e excelência em 17. Em setembro de 2009, o Bradesco concluiu a Governança Corporativa. captação de U$ 750 milhões no Exterior, por meio de emissão de notas subordinadas, com 19. Em outubro de 2009, assinatura do Acordo de prazo de dez anos e taxa de 6,75% a.a. Associação entre a OdontoPrev e a Bradesco Dental, para integração das atividades de 18. Principais Prêmios e Reconhecimentos comercialização de planos odontológicos, o recebidos no 3º trimestre de 2009: qual prevê a incorporação das ações de emissão da Bradesco Dental pela OdontoPrev,  Bradesco é o Banco mais rentável entre os tornando-a sua subsidiária integral. Pelo Bancos da América Latina e dos Estados acordo, a Bradesco Saúde receberá ações da Unidos (Consultoria Economática); OdontoPrev representativos a 43,5% do capital social.  Destaque como Empresa do Ano, Melhor Banco, Melhor Empresa de Seguros e 20. Sobre Sustentabilidade, direcionamos as Previdência e Melhor Empresa de Saúde, ações em três pilares: (i) Finanças entre as 500 maiores empresas do País Sustentáveis, com o foco em inclusão (Revista IstoÉ Dinheiro); bancária, em variáveis socioambientais para concessões de crédito e oferta de produtos  A Bradesco Seguros e Previdência é o socioambientais; (ii) Gestão Responsável, com Maior Grupo Segurador do Brasil (Revista ênfase na valorização dos funcionários, na Anuário Valor 1000); melhoria do ambiente de trabalho e nas práticas ecoeficientes; e (iii) Investimentos  Pela 2ª vez consecutiva, a Bradesco Socioambientais, focando educação, meio Seguros e Previdência foi eleita a Melhor ambiente, cultura e esporte. Destacamos a Seguradora da América do Sul (Revista Fundação Bradesco, que há 52 anos World Finance); desenvolve um amplo programa socioeducacional mantendo 40 escolas no  Bradesco integra novamente o Índice Dow Brasil. Em 2009, um orçamento previsto de Jones de Sustentabilidade; R$ 231,3 milhões irá proporcionar mais de 642  O Bradesco foi considerado uma das dez mil atendimentos, dentre eles, mais de Melhores Empresas e Melhor Banco para 111 mil(4) alunos receberão ensino gratuito e Trabalhar no Brasil, na categoria Grandes de qualidade. Empresas (Revista Guia Você S/A Exame); (1) Não considera os efeitos dos ajustes de avaliação patrimonial registrados no Patrimônio Líquido; (2) Inclui Avais e Fianças, antecipação de recebíveis de cartões de crédito e cessões de crédito (FIDC e CRI); (3) Acumulado 12 meses; e (4) Previsão. Bradesco 5
  4. 4. Press Release Principais Informações Variação % 3T09 2T09 1T09 4T08 3T08 2T08 1T08 4T07 3T09 x 2T09 3T09 x 3T08 Demonstração do Resultado do Período - R$ milhões Lucro Líquido Contábil 1.811 2.297 1.723 1.605 1.910 2.002 2.102 2.193 (21,2) (5,2) Lucro Líquido Ajustado 1.811 2.297 1.723 1.806 1.910 2.002 1.907 1.854 (21,2) (5,2) Margem Financeira 7.587 7.560 7.115 5.924 5.674 5.959 5.586 5.492 0,4 33,7 Despesas com Provisão para Devedores Duvidosos (2.908) (4.421) (2.939) (1.888) (1.671) (1.752) (1.611) (1.428) (34,2) 74,0 Receitas de Prestação de Serviços 2.857 2.911 2.723 2.698 2.698 2.657 2.691 2.783 (1,9) 5,9 Despesas Administrativas e de Pessoal (4.485) (4.141) (4.007) (4.230) (4.019) (3.777) (3.671) (3.914) 8,3 11,6 Balanço Patrimonial - R$ milhões Total de Ativos 485.686 482.478 482.141 454.413 422.662 403.232 355.470 341.144 0,7 14,9 Títulos e Valores Mobiliários 147.724 146.110 130.816 131.598 132.373 118.956 105.167 114.452 1,1 11,6 Operações de Crédito (1) 215.536 212.768 212.993 213.602 195.604 180.123 167.265 159.150 1,3 10,2 - Pessoa Física 75.528 74.288 73.694 73.646 69.792 65.622 61.983 59.103 1,7 8,2 - Pessoa Jurídica 140.008 138.480 139.299 139.956 125.812 114.501 105.282 100.047 1,1 11,3 Provisão para Devedores Duvidosos (PDD) (14.953) (13.871) (11.424) (10.263) (9.136) (8.652) (8.104) (7.826) 7,8 63,7 Depósitos Totais 167.987 167.512 169.104 164.493 139.170 122.752 106.710 98.323 0,3 20,7 Provisões Técnicas 71.401 68.829 66.673 64.587 62.888 62.068 59.722 58.526 3,7 13,5 Patrimônio Líquido 38.877 37.277 35.306 34.257 34.168 33.711 32.909 30.358 4,3 13,8 Recursos Captados e Administrados 674.788 647.574 640.876 597.615 570.320 550.582 505.365 482.971 4,2 18,3 Indicadores de Performance % (exceto quando mencionado) Lucro Líquido Ajustado por Ação - R$ (2) 2,49 2,52 2,42 2,48 2,50 2,48 2,41 2,38 (1,2) (0,4) Valor Patrimonial por Ação (ON e PN) - R$ 12,68 12,14 11,50 11,16 11,13 10,98 10,72 10,03 4,4 13,9 Retorno Anualizado sobre PL Médio (3) (4) 21,8 23,7 21,0 23,8 25,4 27,2 28,7 28,3 (1,9) p.p (3,6) p.p Retorno Anualizado sobre Ativos Médios (4) 1,6 1,7 1,5 1,9 2,0 2,1 2,2 2,4 (0,1) p.p (0,4) p.p Taxa Média - (Margem Financeira Ajustada / Total de Ativos Médios - Op. Compromissadas - Ativo Permanente) 8,3 8,2 7,8 7,0 7,4 8,4 8,4 8,9 0,1 p.p 0,9 p.p Anualizada Índice de Imobilização - Consolidado Total 15,4 15,1 14,1 13,5 17,6 16,2 12,1 14,5 0,3 p.p (2,2) p.p Índice Combinado - Seguros (5) 88,9 85,5 86,2 89,7 84,4 84,9 83,9 92,8 3,4 p.p 4,5 p.p Índice de Eficiência Operacional (IEO) (2) 41,7 42,0 42,7 43,3 43,0 42,6 42,9 43,1 (0,3) p.p (1,3) p.p Índice de Cobertura (Receita de Prestação de Serviços / 66,4 67,3 67,2 68,4 70,4 72,7 73,7 75,0 (0,9) p.p (4,0) p.p Despesas Administrativas e de Pessoal) (2) Valor de Mercado - R$ milhões (6) 98.751 81.301 65.154 65.354 88.777 95.608 93.631 109.463 21,5 11,2 Qualidade da Carteira de Crédito % PDD / Carteira de Crédito 8,3 7,7 6,3 5,7 5,5 5,6 5,6 5,7 0,6 p.p 2,8 p.p Non Performing Loans (> 60 dias (7) / Carteira de Crédito) 5,9 5,6 5,2 4,4 4,0 4,1 4,1 4,1 0,3 p.p 1,9 p.p Índice de Inadimplência (> 90 dias (7) / Carteira de Crédito) 5,0 4,6 4,2 3,4 3,4 3,4 3,4 3,4 0,4 p.p 1,6 p.p Índice de Cobertura (> 90 dias (7)) 166,5 169,1 152,4 165,6 163,6 165,9 166,5 168,7 (2,6) p.p 2,9 p.p Índice de Cobertura (> 60 dias (7)) 139,4 137,9 122,3 130,7 135,7 136,6 137,0 140,7 1,5 p.p 3,7 p.p Limites Operacionais % Índice de Basileia - Consolidado Total (8) 17,7 17,0 16,0 16,1 15,6 12,9 13,9 14,0 0,7 p.p 2,1 p.p - Tier I 14,3 14,3 13,2 12,9 12,5 10,1 10,5 10,2 - 1,8 p.p - Tier II 3,5 2,8 2,9 3,3 3,3 2,9 3,6 3,9 0,7 p.p 0,2 p.p - Deduções (0,1) (0,1) (0,1) (0,1) (0,2) (0,1) (0,2) (0,1) - 0,1 p.p 6 Relatório de Análise Econômica e Financeira – Setembro de 2009  
  5. 5. Press Release Principais Informações Variação % Set09 Jun09 Mar09 Dez08 Set08 Jun08 Mar08 Dez07 Set09 x Set09 x Jun09 Set08 Informações Estruturais - Unidades Pontos de Atendimento 42.627 41.067 39.427 38.183 36.140 34.709 32.758 29.982 3,8 17,9 - Agências 3.419 3.406 3.375 3.359 3.235 3.193 3.169 3.160 0,4 5,7 - PAAs (9) 1.338 1.260 1.183 1.032 902 584 135 130 6,2 48,3 - PABs (9) 1.194 1.192 1.184 1.183 1.185 1.181 1.175 1.151 0,2 0,8 - PAEs (9) 1.539 1.528 1.512 1.523 1.561 1.545 1.515 1.495 0,7 (1,4) - Pontos Externos - Máquinas de Autoatendimento 3.569 3.516 3.389 3.296 3.074 2.904 2.877 2.776 1,5 16,1 - Pontos Assistidos da Rede Banco24Horas 5.980 5.558 5.068 4.732 4.378 4.153 3.763 3.523 7,6 36,6 - Banco Postal 6.038 6.011 5.959 5.946 5.924 5.882 5.851 5.821 0,4 1,9 - Bradesco Expresso (Correspondentes) 18.722 17.699 16.710 16.061 14.562 13.413 12.381 11.539 5,8 28,6 - Bradesco Financiamentos (Filiais) 64 64 152 156 216 268 357 375 - (70,4) - Bradesco Promotora de Vendas (Correspondentes) 753 822 884 883 1.078 1.561 1.510 - (8,4) (30,1) - Credicerto Promotora de Vendas (Filiais) - - - - 13 13 13 - - - - Agências / Subsidiárias no Exterior 11 11 11 12 12 12 12 12 - (8,3) Máquinas de Autoatendimento 37.178 36.430 35.443 34.524 32.942 31.993 30.956 29.913 2,1 12,9 - Próprias 30.414 30.191 29.764 29.218 28.092 27.362 26.735 25.974 0,7 8,3 - Banco24Horas 6.764 6.239 5.679 5.306 4.850 4.631 4.221 3.939 8,4 39,5 Cartão de Crédito e Débito (10) - em milhões 88,4 86,3 85,2 83,2 81,6 79,3 74,3 71,7 2,4 8,3 Internet Banking - Usuários em milhões 10,7 10,4 10,1 9,8 9,5 9,2 8,8 8,6 2,9 12,6 Colaboradores 85.027 85.871 86.650 86.622 85.577 84.224 83.124 82.773 (1,0) (0,6) Contratados e Estagiários 9.606 9.439 9.292 9.077 8.971 8.704 8.574 8.430 1,8 7,1 Colaboradores das Fundações (11) 3.696 3.645 3.674 3.575 3.622 3.607 3.577 3.547 1,4 2,0 Clientes - em milhões Contas Correntes 20,7 20,4 20,2 20,1 20,0 19,8 19,1 18,8 1,5 3,5 Contas de Poupança (12) 35,1 33,9 34,2 35,8 33,8 32,5 32,2 34,6 3,5 3,8 Grupo Segurador (13) 30,3 29,1 28,6 27,5 26,8 25,8 25,0 24,0 4,1 13,1 - Segurados 25,8 24,6 24,1 23,0 22,4 21,5 20,8 19,8 4,9 15,2 - Participantes de Previdência 2,0 2,0 2,0 2,0 1,9 1,9 1,9 1,9 - 5,3 - Clientes Capitalização 2,5 2,5 2,5 2,5 2,5 2,4 2,3 2,3 - - Bradesco Financiamentos 4,1 4,0 4,2 4,9 4,9 5,0 5,3 5,5 2,5 (16,3) (1) Inclui Avais e Fianças, antecipação de recebíveis de cartões de crédito e cessões de crédito (FIDC e CRI); (2) Acumulado 12 meses; (3) Não considera os efeitos dos ajustes de avaliação patrimonial no Patrimônio Líquido; (4) Lucro Líquido Acumulado por período; (5) Exclui as provisões adicionais; (6) Quantidade de ações (descontadas as ações de tesouraria) x cotação de fechamento das ações ON e PN do último dia do período; (7) Créditos em atraso; (8) A partir do 3º trimestre de 2008 já calculada conforme o Novo Acordo de Capital de Basileia (BIS II); (9) PAB (Posto de Atendimento Bancário) – Posto localizado em uma empresa e que possui funcionário do Banco; PAE (Posto de Atendimento Eletrônico em Empresas) – Posto localizado em uma empresa com atendimento eletrônico; PAA (Posto Avançado de Atendimento) – Posto localizado em um município desassistido de Agência bancária; (10) Inclusive Pré-pagos e Private Label; (11) Fundação Bradesco, Fimaden e ADC Bradesco - Associação Desportiva Bradesco; (12) Quantidade de contas; e (13) Número de Apólices. Bradesco 7
  6. 6. Press Release Ratings Principais Ratings Fitch Ratings Escala Global Escala Nacional Individual Suporte Moeda Local Moeda Estrangeira Nacional Longo Prazo Curto Prazo Longo Prazo Curto Prazo Longo Prazo Curto Prazo B/C 3 BBB + F2 BBB F2 AAA (bra) F1 + (bra) * Moody´s Investors Service Força Financeira Escala Global Escala Nacional Dívida Moeda Depósito Moeda Local Depósito Moeda Estrangeira Moeda Local Estrangeira B- Longo Prazo Longo Prazo Curto Prazo Longo Prazo Curto Prazo Longo Prazo Curto Prazo Baa2 A1 P- 1 Baa3 P-3 Aaa.br BR - 1 * * Standard & Poor's R&I Inc. Austin Rating Escala Global - Rating de Contraparte Escala Nacional Escala Global Escala Nacional Governança Rating de Corporativa Longo Curto Moeda Estrangeira Moeda Local Rating de Contraparte Em issor Prazo Prazo Longo Prazo Curto Prazo Longo Prazo Curto Prazo Longo Prazo Curto Prazo BBB - AA AAA A -1 BBB A-3 BBB A-3 brAAA brA - 1 8 Relatório de Análise Econômica e Financeira – Setembro de 2009  
  7. 7. Press Release Análise Resumida do Resultado Ajustado Com o objetivo de favorecer a melhor Resultado Gerencial, que é obtida a partir de compreensão, comparabilidade e análise dos ajustes realizados sobre a Demonstração do resultados do Bradesco, utilizaremos nas análises Resultado Publicado, detalhado no final deste e comentários deste Relatório de Análise Press Release. Econômica e Financeira, a Demonstração do R$ milhões Demonstração do Resultado Ajustado Variação Variação 9M09 9M08 Acumulado 3T09 2T09 Trimestre Valor % Valor % Margem Financeira 22.262 17.219 5.043 29,3 7.587 7.560 27 0,4 - Juros 20.084 16.994 3.090 18,2 6.891 6.771 120 1,8 -Não Juros 2.178 225 1.953 868,0 696 789 (93) (11,8) PDD* (10.268) (5.034) (5.234) 104,0 (2.908) (4.421) 1.513 (34,2) Resultado Bruto da Intermediação 11.994 12.185 (191) (1,6) 4.679 3.139 1.540 49,1 Resultado das Operações de Seguros, Previdência 1.499 1.711 (212) (12,4) 433 529 (96) (18,1) e Capitalização Receitas de Prestação de Serviços 8.491 8.046 445 5,5 2.857 2.911 (54) (1,9) Despesas de Pessoal (5.886) (5.458) (428) 7,8 (2.126) (1.908) (218) 11,4 Outras Despesas Administrativas (6.747) (6.009) (738) 12,3 (2.359) (2.233) (126) 5,6 Despesas Tributárias (1.841) (1.732) (109) 6,3 (639) (615) (24) 3,9 Resultado de Participação em Coligadas 58 89 (31) (34,8) 39 13 26 - Outras Receitas / Despesas Operacionais (2.211) (1.045) (1.166) 111,6 (926) (697) (229) 32,9 Resultado Operacional 5.357 7.787 (2.430) (31,2) 1.958 1.139 819 71,9 Resultado Não Operacional 2.579 167 2.412 - 473 2.034 (1.561) (76,7) IR/CS (2.089) (2.118) 29 (1,4) (614) (872) 258 (29,6) Participação Minoritária (16) (17) 1 (5,9) (6) (4) (2) 50,0 Lucro Líquido 5.831 5.819 12 0,2 1.811 2.297 (486) (21,2) Bradesco 9
  8. 8. Press Release Análise Resumida do Resultado Ajustado Lucro Líquido e Rentabilidade 2,48 2,50 2,48 2,52 2,49 2,41 2,42 2,38 No 3º trimestre de 2009, o Lucro Líquido somou R$ 1.811 milhões, contra R$ 2.297 milhões do R$ milhões 2.297 trimestre anterior. Neste trimestre, houve a 1.854 1.907 2.002 1.910 1.806 1.723 1.811 alienação do lote suplementar (green shoe) da Visanet Brasil, cujo ganho bruto foi de R$ 410 milhões e os impactos negativos relativo à constituição de provisão cível, principalmente de 31% 39% 36% 33% 31% 38% 28% 34% planos econômicos, no valor de R$ 387 milhões 4T07 1T08 2T 3T 4T 1T09 2T 3T além de maiores despesas com pessoal, relativas Participação de Seguros Lucro Líquido Ajustado Lucro por Ação (R$)* à convenção coletiva no valor total de * Acumulado 12 meses R$ 145 milhões. Vale destacar que, no resultado do 2º trimestre de 2009 está computado o ganho 28,3% 28,7% 27,2% líquido de imposto, no valor de R$ 460 milhões, 25,4% 23,8% 23,7% 21,8% relativo à alienação parcial do investimento na R$ milhões 21,0% Visanet Brasil e ao reforço adicional da PDD. 35.292 35.841 36.564 30.589 31.451 32.077 29.292 O Patrimônio Líquido Médio** somou 25.477 R$ 36.564 milhões em 30 de setembro de 2009, com crescimento de 16,3% em relação a igual período do ano anterior. O Índice de Basileia Dez07 Mar08 Jun Set Dez Mar09 Jun Set encerrou o terceiro trimestre em 17,7%, dos quais Patrimônio Líquido Médio ** ROAE (Lucro Acumulado Ajustado) ** 14,3% sob o Nível I do Patrimônio de Referência. ** Não considera os efeitos dos ajustes de avaliação patrimonial registrados no Patrimônio Líquido. No acumulado nove meses de 2009, o Lucro Líquido totalizou R$ 5.831 milhões, estável em 2,4% 2,2% 2,1% 2,0% 1,9% 1,5% 1,7% 1,6% relação aos nove meses de 2008, apesar da retração da atividade financeira verificada mais R$ milhões 468.275 473.009 476.179 intensamente no 1º semestre de 2009, originada 348.351 366.657 380.670 395.418 299.378 pela crise econômica mundial, que resultou no aumento do nível de inadimplência. As principais rubricas que influenciaram este Dez07 Mar08 Jun Set Dez Mar09 Jun Set resultado serão comentadas a seguir: Ativos Médios ROAA (Lucro Acumulado Ajustado) Índice de Eficiência Operacional No comparativo, o IEO* apresentou melhora de 43,3% 0,3 p.p., que se deve basicamente ao aumento 43,1% 43,0% 42,9% das receitas, com destaque para a Margem 42,7% Financeira e Receitas de Prestação de Serviços, 42,6% compensado pelo aumento das despesas de pessoal e administrativas, e outras despesas 42,0% operacionais, devido em grande parte por maior 41,7% constituição de provisões para contingências relacionadas a planos econômicos. Na comparação com setembro de 2008, cabe 4T07 1T08 2T 3T 4T 1T09 2T 3T mencionar que o aumento do resultado da Índice de Eficiência Operacional* Bradesco Seguros e de suas controladas também contribuiu para a melhora deste indicador. * IEO acumulado 12 meses = Despesas de Pessoal – PLR + Despesas Administrativas / Margem Financeira + Resultado de Seguros + Rec. Prestação de Serviços + Res. Participação em Coligadas – Outras Despesas Operacionais + Outras Receitas Operacionais. Caso considerássemos a relação entre os custos administrativos totais (Despesas de Pessoal + Despesas Administrativas + Outras Despesas Operacionais + Despesas Tributárias não vinculadas à geração de receitas) e a geração de receitas líquidas dos impostos vinculados (sem considerar as Despesas com Sinistros do ramo Segurador), nosso indicador no 3º trimestre de 2009 seria de 41,0%. 10 Relatório de Análise Econômica e Financeira – Setembro de 2009  
  9. 9. Press Release Análise Resumida do Resultado Ajustado Margem Financeira 14,5% 14,4% 13,8% 12,7% 12,1% 11,3% 13,8% 9,3% 9,7% 12,3% 12,2% 11,3% 11,3% 8,8% 9,8% 9,2% 8,9% 8,4% 8,4% 8,2% 8,3% 7,4% 7,8% 7,0% 7.560 7.587 R$ milhões 7.115 5.959 789 696 5.492 5.586 693 5.674 5.924 275 39 327 5.547 5.632 5.815 5.944 6.422 6.771 6.891 5.217 (141) (20) 4T07 1T08 2T 3T 4T 1T09 2T 3T Juros Não Juros Taxa Média da Margem = (Margem Financeira Ajustada/Ativos Médios - Operações Compromissadas - Ativo Permanente) anualizada Taxa pré BM&F (1 ano) Selic (12 meses) No comparativo entre o 3º e 2º trimestres de Observando-se o comportamento da margem 2009, a variação de R$ 27 milhões foi proveniente financeira dos nove meses de 2009 em relação do: ao mesmo período do ano anterior, verifica-se uma melhora de R$ 5.043 milhões, que  crescimento no resultado de operações que correspondeu ao crescimento de 29,3%, rendem juros no valor de R$ 120 milhões, originado pelos seguintes fatores: em razão principalmente do aumento do volume médio dos negócios; e  aumento de R$ 3.090 milhões no resultado das operações que rendem juros, Compensada pela: essencialmente devido ao aumento no volume médio dos negócios; e  redução no resultado “não juros”, no valor de R$ 93 milhões, em função dos menores  aumento do resultado “não juros”, no valor ganhos de tesouraria/TVM. de R$ 1.953 milhões, decorrente, basicamente, de maiores ganhos de tesouraria/TVM. Bradesco 11
  10. 10. Press Release Análise Resumida do Resultado Ajustado Carteira de Crédito Total Em setembro de 2009, as operações de crédito composta por: Grandes Empresas 12,8%; Micro, (considerando avais, fianças, antecipação de Pequenas e Médias Empresas 9,3%; e Pessoas recebíveis de cartão de crédito, cessões de FIDC Físicas 8,2%. e CRI) do Bradesco totalizaram R$ 215,5 bilhões, cujo aumento de 1,3% no No segmento de Pessoa Jurídica, os produtos trimestre foi reflexo da evolução: de 1,7% da que apresentaram maior evolução foram: carteira de Pessoa Física; de 1,5% das Micro, financiamento imobiliário-planos empresariais; Pequenas e Médias Empresas; e de 0,8% das cartão de crédito; repasses do BNDES; e capital Grandes Empresas. Este menor crescimento das de giro. No segmento de Pessoa Física, os Grandes Empresas está associado principais destaques foram: leasing; principalmente à valorização do real frente ao financiamento imobiliário; e crédito pessoal dólar no trimestre, que impactou negativamente consignado. os saldos de empréstimos e financiamentos ∆ 10,2% indexados e/ou denominados em dólar, que 12 meses representavam 14,9% desta carteira. ∆ 1,3% trimestre No comparativo dos últimos 12 meses, a evolução da carteira foi de 10,2%, sendo 215,5 213,6 213,0 212,8 R$ bilhões 195,6 180,1 167,3 159,1 73,6 73,7 74,3 75,5 69,8 65,6 62,0 59,1 81,4 80,1 78,9 79,5 70,5 64,4 55,5 58,9 55,3 58,6 59,2 59,6 60,5 44,5 46,4 50,1 Dez07 Mar08 Jun Set Dez Mar09 Jun Set Micro, Pequenas e Médias Empresas Grandes Empresas Pessoas Físicas Provisão para Devedores Duvidosos* No 3º trimestre de 2009, nota-se que o saldo das 8,3% despesas de provisão para devedores duvidosos 7,7% demonstrou um leve recuo no nível de 6,3% provisionamento, resultado da retomada gradual 5,7% 5,6% 5,6% 5,5% 5,7% 4.421 da atividade econômica, que beneficia a capacidade de pagamento de nossos clientes. R$ milhões 2.939 2.908 1.752 1.888 No comparativo entre os nove meses de 2009 e 1.428 1.611 1.671 os nove meses de 2008, além dos efeitos da crise financeira mundial, houve o reforço na PDD adicional de R$ 1,3 bilhão no 2º trimestre de 4T07 1T08 2T 3T 4T 1T09 2T 3T 2009. PDD (Despesa) PDD (Estoque) / Carteira de Crédito (*) Considera a P.D.D. adicional: no 2T09 R$ 1,3 bilhão, 1T09: R$ 177 milhões (cartões) e 4T08: 597 milhões. 12   Relatório de Análise Econômica e Financeira – Setembro de 2009
  11. 11. Press Release Análise Resumida do Resultado Ajustado Índice de Inadimplência > 90 dias 7,5 7,6 Em % 7,1 O índice de inadimplência total de 90 dias 6,2 6,1 6,1 5,9 apresentou, acréscimo no 3º trimestre de 2009, 5,8 impactado pelos efeitos da retração econômica. 4,2 4,6 5,1 No segmento clientes – Pessoa Física, já 3,4 3,4 3,4 3,4 3,4 5,0 4,5 notamos redução da inadimplência no último mês 3,6 do trimestre, resultado da melhora das 2,6 2,5 2,4 2,7 0,9 2,3 expectativas dos níveis de emprego e renda, 0,4 0,3 0,3 0,3 0,5 0,8 0,5 enquanto que para os clientes - Pessoa Jurídica, já verificamos redução no ritmo de crescimento Dez07 Mar08 Jun Set Dez Mar09 Jun Set da inadimplência, resultado da retomada gradual Pessoa Física Total no nível de atividade. O Bradesco encerrou o Micro, Peq e Médias Grandes Empresas 3º trimestre de 2009 com o índice de inadimplência, ao redor de 5,0%, com tendência de melhora. Índice de Cobertura O saldo da Provisão para Devedores Duvidosos No gráfico, a seguir, demonstramos o índice de (PDD) de R$ 14.953 milhões, em 30 de setembro cobertura da Provisão para Devedores Duvidosos de 2009, é composto por R$ 11.962 milhões de em relação aos créditos com atraso superior a provisões requeridas pelo Banco Central e 90 dias. Em setembro de 2009, esse índice foi de R$ 2.991 milhões de provisões excedentes. 166,5%, indicando um patamar confortável de provisionamento. 168,7% 169,1% 166,5% 165,9% 165,6% 166,5% 163,6% 152,4% 14.953 R$ milhões 13.871 11.424 10.263 8.652 9.136 8.979 7.826 8.104 8.205 7.498 6.199 5.214 5.585 4.638 4.866 Dez07 Mar08 Jun Set Dez Mar09 Jun Set PDD - Estoque (1) Carteira de Créditos Vencidos Acima de 90 dias (2) Índice de Cobertura (1/2) Bradesco 13
  12. 12. Press Release Análise Resumida do Resultado Ajustado Resultado das Operações de Seguros, Previdência e Capitalização O Lucro Líquido do 3º trimestre de 2009 totalizou O Lucro Líquido nos primeiros nove meses de R$ 607 milhões (2º trimestre de 2009 2009 foi de R$ 1,895 bilhão (R$ 2,098 bilhões R$ 638 milhões), apresentando um retorno para o mesmo período de 2008), com um retorno anualizado sobre o Patrimônio Líquido de 27,3%. anual sobre o Patrimônio Líquido de 26,7%. 92,8 89,7 88,9 83,9 84,9 84,4 86,2 85,5 R$ milhões 746 723 629 650 638 582 607 550 4T07 1T08 2T 3T 4T 1T09 2T 3T Lucro Líquido Índice Combinado (1) (1) Excluindo as provisões adicionais. O 3° trimestre de 2009 apresentou um no faturamento e melhor desempenho no crescimento no faturamento de 9,7%, acima do resultado financeiro. Contudo, apesar dos pontos mercado que foi de 9% (base agosto). O lucro positivos apresentados, o resultado reduziu líquido foi impactado negativamente pelo R$ 203 milhões, sendo influenciado, além dos aumento da sinistralidade em 3,9 pontos, pontos acima citados, pelo aumento da alíquota especialmente no segmento saúde (3,2 pontos), da contribuição social de 9% para 15%. influenciado pela maior freqüência e severidade dos eventos no período, em função da maior O Lucro Líquido do Grupo Segurador, em agosto utilização dos benefícios pós-emprego e pela de 2009, representava 40,9% do Lucro Líquido de gripe influenza A (H1N1). todo o mercado segurador brasileiro (Fonte: Susep). Atento a evolução dos riscos e dos fundamentos econômicos, a Bradesco Vida e Previdência As provisões técnicas do Grupo Segurador iniciou nesse trimestre um movimento para representavam 32,3% do mercado segurador em reforçar as provisões técnicas, passando a adotar agosto de 2009, conforme dados da Susep e no cálculo da provisão de insuficiência de ANS. contribuição (PIC) e da provisão de despesas administrativas (PDA), a taxa de juros real de No que se refere à solvência, o Grupo Bradesco 4% a.a., contra 4,3% a.a. que vinha adotando ate de Seguros e Previdência está em compliance o 2º trimestre de 2009. com as regras da Susep, que passaram a vigorar em 1º de janeiro de 2008 e se ajusta aos padrões Em relação ao período de nove meses de 2009, mundiais (Solvency II). Apresenta uma em comparação ao mesmo período de 2008, o alavancagem de 2,3 vezes o seu Patrimônio Grupo Segurador apresentou crescimento de 8% Líquido. 14   Relatório de Análise Econômica e Financeira – Setembro de 2009
  13. 13. Press Release Análise Resumida do Resultado Ajustado Receitas de Prestação de Serviços No 3º trimestre de 2009, as Receitas de cerca de 3,5%, compensando parte da perda Prestação de Serviços totalizaram originada pelo realinhamento das tarifas e pelo R$ 2.857 milhões, apresentando redução de desempenho das operações de crédito, R$ 54 milhões em relação ao trimestre anterior. principalmente no 1º semestre de 2009, devido à Destaca-se que o bom desempenho das receitas desaceleração da economia. oriundas das operações de crédito, 19,8 20,0 20,1 20,2 20,4 20,7 principalmente por garantias prestadas, e 18,8 19,1 administração de fundos que contribuíram para compensar o impacto negativo decorrente: (i) da R$ milhões extinção da tarifa de renovação de cadastro, a 2.783 2.691 2.657 2.698 2.698 2.723 2.911 2.857 partir do 3º trimestre de 2009; (ii) da queda das rendas de cartão, originada pela redução de nossa participação acionária de 39,3% para 26,6% na Visanet Brasil; e (iii) de menores receitas de underwriting. Na comparação entre os nove meses de 2009 e 4T07 1T08 2T 3T 4T 1T09 2T 3T os nove meses de 2008, a evolução de 5,5% foi Quantidade de Clientes Correntistas - milhões proporcionada principalmente pela boa performance do segmento de cartões de crédito e operações de mercado de capitais (underwriting), além do incremento dos negócios e da base de clientes, que aumentou nos últimos 12 meses Bradesco 15
  14. 14. Press Release Despesas de Pessoal No 3º trimestre de 2009, o acréscimo de  pelo aumento de R$ 403 milhões na R$ 218 milhões em relação ao trimestre anterior, parcela “Estrutural”, em razão do aumento é composto por maiores despesas nas parcelas: nos níveis salariais (convenções coletivas de 2008 – 8,15% a 10,0% e 2009 – 6,0%) e  “Estrutural” - no valor de R$ 32 milhões, benefícios; e devido principalmente ao ajuste para aumento dos níveis salariais, conforme  na parcela “Não Estrutural”, aumento de convenção coletiva (6,0%) e atualização de R$ 25 milhões, impactado basicamente obrigações trabalhistas, compensado pela pelas maiores despesas com provisão para maior concentração de férias no 3º processos trabalhistas e treinamento. trimestre de 2009; e 86.622 86.650 85.871 85.577 85.027  “Não Estrutural” - no valor de 82.773 83.124 84.224 R$ 186 milhões, relacionada a maiores 2.126 R$ milhões despesas com participação nos lucros e 1.875 1.889 1.932 1.852 1.908 1.794 1.775 458 resultados dos administradores e 443 313 309 264 272 357 299 colaboradores (PLR), custos com rescisões contratuais e provisão para processos trabalhistas. 1.432 1.437 1.476 1.576 1.623 1.588 1.636 1.668 No comparativo entre os nove meses de 2009 e 4T07 1T08 2T 3T 4T 1T09 2T 3T os nove meses de 2008, o aumento de R$ 428 milhões é justificado principalmente: Estrutural Não Estrutural Colaboradores Obs. Estrutural = Proventos + Encargos Sociais + Benefícios + Previdência. Não Estrutural = Participação nos Lucros e Resultado (PLR) + Treinamento + Provisão Trabalhista + Custo com rescisões. 16   Relatório de Análise Econômica e Financeira – Setembro de 2009
  15. 15. Press Release Análise Resumida do Resultado Ajustado Despesas Administrativas 42.627 41.067 39.427 38.183 A evolução de 5,6% das Despesas 36.140 34.709 Administrativas em relação ao 2º trimestre de 32.758 29.982 2009, deve-se basicamente aos incrementos das rubricas: (i) de despesa de serviços de terceiros; R$ milhões 2.298 2.233 2.359 2.130 2.155 (ii) despesas de propaganda e publicidade; e 2.039 1.877 2.002 (iii) despesas de transportes. Na comparação entre os nove meses de 2009 e os nove meses de 2008, o aumento deve-se principalmente à ampliação da Rede de Atendimento e ao crescimento do volume dos negócios. 4T07 1T08 2T 3T 4T 1T09 2T 3T Pontos de Atendimento - unidades Despesas Tributárias No trimestre, as Despesas Tributárias R$ milhões apresentaram uma variação de R$ 24 milhões, em função do aumento das receitas tributáveis 631 639 619 615 obtidas no 3º trimestre de 2009, em especial, da 573 587 540 margem financeira. 498 A variação de R$ 109 milhões, referente ao comparativo do período nove meses de 2009 em relação ao mesmo período do ano anterior, é decorrente do aumento das despesas com PIS/Cofins em função das receitas tributáveis oriundas do aumento da margem financeira e também da contribuição das receitas de prestação de serviços no período. 4T07 1T08 2T 3T 4T 1T09 2T 3T Bradesco 17
  16. 16. Press Release Análise Resumida do Resultado Ajustado Outras Receitas e Despesas Operacionais No comparativo do 3º trimestre de 2009 em (926) relação ao trimestre anterior, as outras despesas operacionais, líquidas de outras receitas R$ milhões operacionais, apresentaram uma variação de (697) R$ 229 milhões, decorrente principalmente de (588) maiores provisões para contingência, com destaque para os planos econômicos, em que no (404) (417) 3º trimestre de 2009 foram constituídas provisões no montante de R$ 387 milhões. (223) (259) No comparativo dos nove meses de 2009 em relação ao mesmo período do ano anterior, o (8) aumento de R$ 1.166 milhões se deve 4T07 1T08 2T 3T 4T 1T09 2T 3T basicamente a maiores constituições de provisões operacionais, em grande parte, relativas às provisões para contingências relacionadas a planos econômicos. Resultado não Operacional No 3º trimestre de 2009, o Resultado não Operacional somou R$ 473 milhões, apresentando queda de 76,7% em relação ao R$ milhões 2.034 trimestre anterior, devido ao ganho no 2º trimestre de 2009 com a alienação parcial de participação na Visanet Brasil, no valor de R$ 2 bilhões, compensado pelo ganho relativo a alienação do lote suplementar da Visanet Brasil, no valor de R$ 410 milhões. Se compararmos os 473 nove meses de 2009 (desconsiderando os efeitos da Visanet Brasil), com os nove meses de 2008, o 49 64 58 45 96 72 saldo apresentou estabilidade em cerca de R$ 170 milhões. 4T07 1T08 2T 3T 4T 1T09 2T 3T 18   Relatório de Análise Econômica e Financeira – Setembro de 2009
  17. 17. Press Release Análise Resumida do Resultado Ajustado Imposto de Renda e Contribuição Social No 3º trimestre de 2009, a variação de R$ 772 milhões. Mais detalhes podem ser obtidos R$ 258 milhões em relação ao trimestre anterior, na nota explicativa nº 34 das Demonstrações reflete ao encargo dos tributos sobre o resultado Financeiras. antes dos impostos, ajustado pelas respectivas adições e exclusões. 33,6 33,2 32,4 33,5 33,1 33,3 32,2 30,8 Observa-se que a alíquota média (calculada 872 considerando o resultado antes do imposto de R$ milhões 750 renda e da contribuição social menos o resultado 672 696 642 614 de equivalência patrimonial e juros sobre capital 611 603 próprio) se mantém próxima da alíquota efetiva de 34%. No comparativo entre nove meses acumulado de 2009 e o mesmo período de 2008, os impostos e contribuições tiveram variação negativa de 1,4%. 4T07 1T08 2T 3T 4T 1T09 2T 3T Os créditos tributários originados em períodos Alíquota Média (%) anteriores, decorrentes da elevação da alíquota da Contribuição Social para 15%, são registrados nas demonstrações financeiras consolidadas, até o limite das obrigações tributárias consolidadas correspondentes. O saldo não ativado é de Resultado não Realizado O resultado não realizado alcançou neste trimestre R$ 10.162 milhões, aumento de R$ 1.508 milhões em relação ao trimestre 10.162 anterior. A variação positiva deve-se R$ milhões 8.654 principalmente: (i) à valorização na marcação a mercado dos Títulos e Valores Mobiliários, e compensado: (ii) pela alienação do lote 4.709 4.140 suplementar da Visanet Brasil, no 3º trimestre de 4.181 2.012 2009. 605 1.293 Dez07 Mar08 Jun Set Dez Mar09 Jun Set Bradesco 19
  18. 18. Press Release Cenário Econômico Ao longo do segundo e terceiro trimestres, os Ao mesmo tempo, o consumo das famílias de sinais de recuperação global continuaram se bens e serviços continua evoluindo de forma acumulando, o que reforça a percepção de que o favorável, ao contrário do que ocorrera em crises pior da crise foi superado. Contudo, ainda há vivenciadas no passado. Assim, revisamos para diferenças significativas entre os países na cima as nossas projeções de crescimento velocidade com a qual essa retomada da econômico, para 0,1% neste ano e 5,4% em atividade econômica ocorre, sendo maior em 2010. Ambos os resultados, se confirmados, nações emergentes. Essas divergências têm estarão entre os mais elevados no mundo, gerado impactos relevantes sobre os mercados fortalecendo as percepções positivas da cambiais, ao mesmo tempo em que mantêm o comunidade internacional em relação ao Brasil. potencial de volatilidade nos preços dos ativos Olhando um pouco mais para o longo prazo, mas financeiros em geral. Sob esse cenário em linha com as reais potencialidades do País, as internacional, a necessidade de cautela deve perspectivas têm se tornado cada vez mais continuar presente nas análises, uma vez que a positivas, sobretudo para o ciclo de investimentos percepção de riscos ainda é uma constante, que se anuncia para suprir as necessidades ainda que em intensidade menor do que a dadas pela Copa do Mundo, pelos Jogos observada no trimestre anterior. Olímpicos e pela exploração do pré-sal. Os desafios são gigantescos, mas possíveis de A economia brasileira, por sua vez, consolida-se serem encaminhados de maneira satisfatória. como uma das primeiras a superar a recessão, beneficiada por fatores relacionados a benefícios O Bradesco reitera sua visão positiva e tributários, retomada do crédito, redução dos construtiva em relação ao Brasil, ao mesmo juros, recuperação do emprego e manutenção do tempo em que se mostra atento às oportunidades crescimento da renda real em patamar elevado. geradas por uma sociedade com elevada Após o recuo acumulado de 4,3% entre o quarto mobilidade social e um setor privado cada vez trimestre de 2008 e o primeiro deste ano, o PIB mais forte e preparado para os desafios do pós- voltou a registrar expansão entre abril e junho, de crise global. Nesse sentido, o Bradesco continua 1,9% ante o período imediatamente anterior. Os defendendo a necessidade de avanços dados já divulgados para o terceiro trimestre institucionais e na área da educação que sugerem redução adicional da ociosidade potencializem os ganhos sociais e econômicos industrial, apontando para outro período de forte dos últimos anos, traduzindo-os em maior crescimento, mas sem pressões relevantes que crescimento econômico. coloquem a meta de inflação sob risco em 2009. 20   Relatório de Análise Econômica e Financeira – Setembro de 2009
  19. 19. Press Release Principais Indicadores Econômicos Principais Indicadores (%) 3T09 2T09 1T09 4T08 3T08 2T08 1T08 4T07 CDI 2,22 2,38 2,95 3,32 3,16 2,74 2,58 2,62 Ibovespa 19,53 25,75 8,99 (24,20) (23,80) 6,64 (4,57) 5,66 Dólar Comercial (8,89) (15,70) (0,93) 22,08 20,25 (8,99) (1,25) (3,68) IGP - M (0,37) (0,32) (0,92) 1,23 1,54 4,34 2,38 3,54 IPCA - IBGE 0,63 1,32 1,23 1,09 1,07 2,09 1,52 1,43 TJLP 1,47 1,53 1,53 1,53 1,53 1,54 1,54 1,54 TR 0,12 0,22 0,37 0,63 0,55 0,28 0,17 0,24 Poupança 1,63 1,67 1,89 2,15 2,06 1,80 1,68 1,75 Dias Úteis (quantidade) 65 61 61 65 66 62 61 62 Indicadores (Valor de Fechamento Set09 Jun09 Mar09 Dez08 Set08 Jun08 Mar08 Dez07 Dólar Comercial Venda - (R$) 1,7781 1,9516 2,3152 2,3370 1,9143 1,5919 1,7491 1,7713 Euro - (R$) 2,6011 2,7399 3,0783 3,2382 2,6931 2,5063 2,7606 2,6086 Risco País (Pontos) 234 284 425 428 331 228 284 221 Selic - Taxa Básica Copom (% a a) 8,75 9,25 11,25 13,75 13,75 12,25 11,25 11,25 Taxa Pré BM&F 1 ano (%a a) 9,65 9,23 9,79 12,17 14,43 14,45 12,69 12,05 Projeções até 2011 Em % 2009 2010 2011 Dólar Comercial (final) - R$ 1,60 1,65 1,75 IPCA 4,25 4,60 4,50 IGP - M (0,53) 4,50 4,50 Selic (final) 8,75 11,50 12,25 PIB 0,10 5,40 3,90 Bradesco 21
  20. 20. Press Release Guidance Perspectivas do Bradesco para 2009 Este guidance contém declarações prospectivas, as quais estão sujeitas a riscos e incertezas, pois foram baseadas em expectativas e premissas da administração e em informações disponíveis no mercado até a presente data. Carteira de Crédito 8 a 12% Pessoa Física 9 a 12% Pessoa Jurídica 7 a 11% Pequenas e Médias Empresas 9 a 13% Grandes Empresas 6 a 10% Produtos Veículos 2 a 5% Cartões 10 a 14% Financiamento Imobiliário (originação) R$ 4,5 bi Empréstimos Consignados 20 a 30% Margem Financeira (1) 18 a 22% Prestação de Serviços 6 a 10% Despesas Operacionais (2) 6 a 11% Prêm ios de Seguros 5 a 7% (1) No critério atual, Guidance para Margem Financeira de juros; e (2) Despesas Administrativas e de Pessoal. 22   Relatório de Análise Econômica e Financeira – Setembro de 2009

×