Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Rio Mondego -Ana Filipa

6,253 views

Published on

  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Rio Mondego -Ana Filipa

  1. 1. O rio Mondego
  2. 2. O rio Mondego nasce na serra da Estrela a uma altitude de cerca de 1425m numa pequena nascente chama Mondeguinho. Passa por Celorico, Nelas, Coimbra e desagua perto da Figueira da Foz. O rio Mondego tem um comprimento total de 234 quilómetros Serra da Estrela
  3. 3. Os afluentes do rio Mondego são, do lado direito é o rio Dão e do lado esquerdo o rio Alva, o rio Ceira, o rio Arunca e o rio Pranto. Os afluentes do rio Mondego
  4. 4. O Leito do Rio Mondego <ul><li>No troço superior e intermédio o rio vales apertados, num trajecto caracterizado por numerosos meandros encaixados. Depois já nas próximo da cidade Coimbra, o rio inicia o seu curso inferior, constituído pelos últimos quarenta quilómetros do seu trajecto e cumprindo um desnível de apenas 40 metros de altitude. Nesta última etapa, percorre uma vasta planície aluvial.O Mondego corre actualmente em canal artificial desde Coimbra até à Figueira da Foz. </li></ul>
  5. 5. O caudal do rio Mondego <ul><li>O rio Mondego tem um caudal médio anual de 108,3 m3/s. </li></ul>
  6. 6. A água do rio Mondego é aproveita <ul><li>A bacia hidrográfica do Mondego apresenta uma enorme diversificação de utilizações da água, muito importantes para o desenvolvimento económico da região, nomeadamente a agricultura, a indústria, a produção de energia eléctrica e o abastecimento público em toda a bacia. </li></ul><ul><li>Por fim, o Mondego desagua no Atlântico junto à Figueira da Foz, servindo de porto e de abrigo para as actividades ligadas à pesca, ao sal e ao turismo e recreio. </li></ul><ul><li>Nas águas do rio é comum organizar-se provas de várias modalidades desportivas aquáticas, tais como vela e moto náutica (no estuário, junto à Figueira da Foz) e ainda de remo e de canoagem. </li></ul>
  7. 7. O Rio Mondego é o quinto maior rio português e o primeiro de todos os que têm o seu curso inteiramente em Portugal. Percorre a parte centro do país, desde a Serra da Estrela até ao Oceano Atlântico, onde desagua junto da Figueira da Foz.
  8. 8. O rio Mondego está pouco poluído. <ul><li>No respeitante à qualidade da água para a vida aquática há a distinguir duas zonas principais: </li></ul><ul><li>O troço superior do rio, com bons níveis de qualidade da água, proporcionando a manutenção das comunidades biológicas aquáticas com características próximas de uma situação prístina; e A região do Baixo Mondego com acentuada degradação da qualidade da água. </li></ul>
  9. 9. Animais e plantas do rio Mondego <ul><li>As zonas húmidas adjacentes são habitats muito ricos em espécies vegetais especialmente importantes por acolherem uma grande diversidade animal, em particular uma grande diversidade de aves. </li></ul><ul><li>Caracterizam-se pela predominância de espécies como o caniço (Phragmites australis ), bunho ( Scirpus palustris ), tábuas ( Typha latifolia ), nenúfar ( Nymphaea alba ), pinheirinha ( Myriophyllum aquaticum ), salgueiro ( Salix SP.) e amieiros ( Fraxinus angustifolia ). </li></ul><ul><li>As principais espécies animais encontradas ao longo do rio Mondego são: </li></ul><ul><li>Mamíferos – lontra, ratazana castanha, toupeira de água, rato de água </li></ul><ul><li>Aves – mergulhão, garça boieira, galinha d'água, guarda rios, alvéola </li></ul><ul><li>amarela, rouxinol pequeno dos caniços </li></ul><ul><li>Répteis- cágado, lagarto de água, cobra de água, rã </li></ul><ul><li>Peixes – truta, carpa, enguia </li></ul>
  10. 10. Noticia do rio Mondego <ul><li>Rio Mondego galgou as margens e mantém inundadas algumas zonas em Coimbra - 31 JAN 09 </li></ul><ul><li>O leito do rio Mondego baixou cerca de «80 centímetros a um metro» durante este sábado na cidade de Coimbra, segundo uma fonte da Protecção Civil Municipal, mas algumas zonas ainda se mantêm inundadas. </li></ul>
  11. 11. Feito por Ana Filipa

×