Diversidade da vida animal

9,160 views

Published on

7ºano - Ciências

Published in: Education
2 Comments
1 Like
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total views
9,160
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
118
Comments
2
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Diversidade da vida animal

  1. 1. DIVERSIDADE DA VIDA ANIMAL<br />
  2. 2. ENDOESQUELETO E EXOESQUELETO<br /><ul><li> Exoesqueleto: presentes nos moluscos, artrópodes e muitos invertebrados.
  3. 3. Endoesqueleto: presente nos equinodermos e vertebrados.</li></li></ul><li>EXOESQUELETO <br /><ul><li>Função: Proteção, mas também é importante para locomoção.
  4. 4. Deve ser trocado periodicamente para proporcionar uma substituição ampliada.</li></ul>Alguns exoesqueleto de invertebrados, como as conchas de caracóis, crescem com o animal.<br />
  5. 5. ENDOESQUELETO<br /><ul><li> É formado no interior do corpo;
  6. 6. Composto de osso e cartilagem;
  7. 7. Função de suporte, proteção reserva de cálcio e fósforo.</li></li></ul><li>VERTEBRADOS E INVERTEBRADOS<br />VERTEBRADOS: animais que apresentam coluna vertebral. <br />
  8. 8. VERTEBRADOS E INVERTEBRADOS<br />INVERTEBRADOS: são animais que não possuem coluna vertebral.<br />
  9. 9. EVOLUÇÃO DOS VERTEBRADOS<br /> PEIXES PULMONADOS<br /> ÓSSEOS ANFÍBIOS RÉPTEIS AVES<br /> MAMÍFEROS <br /> CICLÓSTOMO <br /> CARTILAGINOSOS<br />PEIXES<br />Peixe Primitivo<br />(Lampreias e Feiticeiras)<br />
  10. 10. COLUNA VERTEBRAL<br />É uma fileira de ossos, presente nos vertebrados.<br />
  11. 11. REPRODUÇÃO ANIMAL<br />Reprodução é a propriedadequeosseresvivospossuem de geraremdescendentes e quelhespermiteperpetuar-se no ambiente. <br />
  12. 12. REPRODUÇÃO ASSEXUADA<br />Não há participação de gametas. Um indivíduo sofre multiplicação e origina um novo indivíduo igual a ele. <br />
  13. 13. REPRODUÇÃO SEXUADA<br />É um tipo de reprodução que envolve células especiais: os gametas.<br />Gametas: células reprodutivas.<br />Gameta masculino: Espermatozóide.<br />Gameta feminino: Óvulo.<br />Fertilização ou Fecundação<br />É a união do óvulo e do <br />Espermatozóide.<br />
  14. 14. TIPOS DE FERTILIZAÇÃO<br />FERTILIZAÇÃO INTERNA:<br /> ocorre quando os espermatozóides são depositados pelo macho no interior do corpo da fêmea.<br />
  15. 15. TIPOS DE FERTILIZAÇÃO<br />FERTILIZAÇÃO EXTERNA:<br /> ocorre quando o macho e a fêmea depositam seus gametas no ambiente.<br />
  16. 16. Desenvolvimento do Zigoto<br />Após a fertilização, o zigoto passa por um período de desenvolvimento, em que o número de células se multiplica. Nessa fase ele recebe o nome de EMBRIÃO.<br />
  17. 17. Quanto a reprodução:<br />Vivíparo: animal cujo embrião se desenvolve no útero e recebe alimento diretamente do organismos materno. <br />Ovíparo: animal que põe ovos que se desenvolve fora do organismo materno.<br />Ovovivíparo: animal cujos ovos se desenvolvem dentro do organismo materno. <br />
  18. 18. Reino Animal<br />PEIXES<br />
  19. 19. REPRESENTANTES PEIXES<br />
  20. 20. PEIXES<br />
  21. 21. PEIXES<br />Características Gerais:<br />Respiração branquial – por possuir brânquias ou guelras<br />Coração com 2 cavidades ( 1 átrio e 1 ventrículo) – percorre sangue venoso<br />Reprodução sexuada: fecundação interna ou externa, desenvolvimento indireto ou direto, podendo ser ovíparos ou ovovivíparos<br />Existem 2 grupos: Peixes ósseos (osteíctes) - Peixes Pulmonados e os Peixes cartilaginosos (condríctes)<br />
  22. 22. PEIXES ÓSSEOS<br />Esqueleto ósseo<br />Boca anterior<br />Presença de opérculo e bexiga natatória<br />Corpo geralmente coberto por escamas de origem dérmica (Ciclóide e ctenóide), podendo outros apresentar pele lisa e couro<br />Sistema digestivo completo, terminando em ânus<br />Reprodução com fecundação externa e desenvolvimento indireto (alevino)<br />Ovíparos<br />
  23. 23.
  24. 24.
  25. 25.
  26. 26.
  27. 27.                                                  <br />
  28. 28.
  29. 29. PEIXES PULMONADOS<br />Possuem todas as características dos peixes ósseos, pois eles também são peixes ósseos, porém sua bexiga natatório é utilizada como um pulmão primitivo, auxiliando na respiração, já que suas brânquias sofreram um certo atrofiamento.<br />
  30. 30. PEIXES CARTILAGINOSOS<br />Esqueleto de cartilagem<br />Boca ventral<br />Não apresentam opérculo e bexiga natatória<br />Fígado bastante oleoso<br />Corpo coberto por escamas de origem dermoepidérmicas (Placóide)<br />Reprodução com fecundação interna(órgão copulador-CLÁSPER) e desenvolvimento direto<br />Ovovivíparos ou vivíparos<br />
  31. 31.
  32. 32.
  33. 33.
  34. 34.
  35. 35. PEIXES CARTILAGINOSOS<br />
  36. 36. ATÉ A PRÓXIMABY GRAZY<br />

×