Boletim bib 3 2011-2012

336 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
336
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
2
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Boletim bib 3 2011-2012

  1. 1. Ano 5 ● Número 3 Boletim da Biblioteca 3º período 2011/2012 Agrupamento de Escolas Finisterra E.B. 2,3 Carlos de Oliveira - Febres Olá! Finalmente chegámosàs férias! Que bom ir para O VERÃO ESTÁ A CHEGAR !...casa, relaxar, ler, ir à praia… A Voz do Marmas antes desse merecidodescanso, vou dar-te conta do Tu cantas ao longeque por aqui se passou ao E eu oiço a tua voz, ó marlongo do terceiro período, Molhas-me os pésatravés de mais uma edição Quando eu piso a areia da praiado Boletim da Biblioteca. E arrastas para mim Pequenas conchitas. Ficas a saber das ativi-dades da BE que decorreram Dizem que és mauao longo do 3º período e das Mas também chorasnovidades que, entretanto, Já muitas vezes te ouvi chorar.chegaram. E na praia deixas as tuas lágrimas Para te distraíres, aqui Como as minhas,ficam algumas sugestões de Salgadas também.leitura. És o mar dos segredos Desejo-te boas férias. Que escondes bem no fundoDiverte-te, descansa, lê e até Do teu serpara o ano... És o mar das descobertas Das estórias, Da História És o mar dos encantos Que enamoras sereias belas.Editorial. Poema: A Voz do Ó mar das surpresasMar. Equipa da BE 1 Tua profundeza me encanta FICHA TÉCNICA: Tua imensidão me acalmaNovidades. Divulgação das Teu murmúrio me embala. Professora Bibliotecária: Graça Ribeiroatividades da biblioteca 2 Belo é o teu brilhar Equipa da Biblioteca Escolar: E o teu sereno cantar.Novidades. Divulgação das Professores: Ana Pimentel, Eva Domingues,atividades da biblioteca. 3 Irene Simões e Lúcia Vieira. Teresa Duarte Reis Funcionários: Maria Isabel Ramos. Professoras colaboradoras: Leontina Rodrigues,Sugestões de leitura. Recei- 4 Estamos na Web!ta. Lúcia Amaral. http://bibliotecafinisterra.blogspot.com
  2. 2. “ N ão há deserto como viver sem amigos. A amizade multiplica os bens e divide os males. “ ( Baltasar Gracian )P á g in a 2 An o 5 ● N ú m e ro 3 Novidades Divulgação das Atividades da Biblioteca Escritor do mês Almeida Garrett João Baptista da Silva Leitão de Almeida Garrett e mais tarde 1.º Vis- conde de Almeida Garrett, ( Porto, 4 de fevereiro de 1799 — Lisboa, 9 de dezembro de 1854 ) foi um escritor e dramaturgo romântico, orador, par do reino, ministro e secretário de estado honorário português. Almeida Garrett Cecília Meireles Cecília Benevides de Carvalho Meire- les[1] ( Rio de Janeiro, 7 de novem- bro de 1901 — Rio de Janeiro, 9 de novembro de 1964 ) foi uma poetisa, pintora, professora e jornalista brasi- leira. É considerada uma das vozes líricas mais importantes das literatu- Cecília Meireles ras de língua portuguesa. Mário de Carvalho Mário Costa Martins de Carvalho ( L isboa, 25 de Setembro de 1944 ) , é um romancista, contista, dramatur- go e argumentista português. Mário de Carvalho
  3. 3. “ A s flores não nascem sem o calor do Sol. Também os homens precisam da amizade para viver. ” ( Phil Bosmans )An o 5 ● N ú m e ro 3 P á g in a 3 Divulgação das Atividades da Biblioteca Novidades Visita da escritora Teresa Duarte Reis No dia 7 de maio esteve connosco a escri- tora Teresa Duarte Reis, em encontros com os alunos do 1º CEB. Teresa Duarte Reis nasceu em Unhais da Serra. Em 1971, completou o Curso do Magistério Primário e em 1996 licenciou-se em Comunicação Social. Escreveu e publi- cou em vários jornais. Já publicou vários obras: "Arco-Íris", "Pequenos contos de Natal", "Os Duendes no Quintal do Sr. Joaquim", "Cores de um Pé-de-Vento", "Duendes e a Proteção do Meio Ambiente" e "Janela". Melhores Leitoras As alunas Ana Silva, Tatiana Ferreira e Veró- nica Araújo estão de parabéns, por terem sido as melhores leitoras. A Ana Silva requi- sitou 22 livros e Tatiana Ferreira e Verónica Araújo requisitaram 19 livros cada. Turma mais leitora Os alunos da turma do 5ºB , da qual fazem parte as melhores leitoras, também estão de parabéns, dado que requisitaram 144 livros ao longo deste ano letivo.
  4. 4. “ A simplicidade é uma força que vence todas as astúcias.” (Stendhal)P á g in a 4 An o 5 ● N ú m e ro 3 SUGESTÕES DE LEITURA Pudim de BacalhauCrónica familiar, O Primeiro verão das Nossas Vidasé também a história de uma geração - a do narrador,Leo King, e de um grupo de adolescentes com asmais variadas proveniências: rejeitados da aristocracialocal, órfãos dos Apalaches, o filho do treinadornegro da equipa de futebol, os gémeos Sheba e Tre-vor Poe, de uma beleza inolvidável, que tentam esca-par ao controlo de um pai psicótico... A narrativadecorre entre 1969, o ano glorioso em que Leo e os Ingredientes:seus amigos partem ao assalto das barreiras religiosas,sexuais, sociais e raciais da sua cidade de Charleston, Bacalhau, demolhado, lascado e limpo de pelese 1989, quando Sheba, agora uma estrela de Holly- e espinhas: 400 gwood, lhes pede para encontrarem o seu irmão gay, Alho e cebola: q.b.desaparecido em São Francisco. Azeite: q.b. Miolo de camarão: 150 gO Primeiro Verão das Nossas Vidas de Pat Conroy Ovos cozidos: 3 Sal e pimenta: A gosto Ovos: 3 Pão de forma sem côdea: 2 FatiasA vida de José Branco mudou no dia em que entrou Leite ( para desfazer o pão ) : 1 Copo de leitenaquela aldeia perdida no coração de África e se pequenodeparou com o terrível segredo. O médico tinha idoviver na década de 1960 para Moçambique, onde, Azeitonas pretas ás rodelas e descaroçadas: 4confrontado com inúmeros problemas sanitários, Colheres de sopateve uma ideia revolucionária: criar o Serviço MédicoAéreo. Preparação: No seu pequeno avião, José cruza diariamente umvasto território para levar ajuda aos recantos mais Fazer um pequeno refogado com a cebola, alholongínquos da província. O seu trabalho depressa e um pouco de azeite. Fritar o bacalhau. Juntaratrai as atenções e o médico que chega do céu vestidode branco transforma-se numa lenda no mato. o miolo de camarão. Numa tigela bater os trêsChamam-lhe o Anjo Branco. ovos crus e temperá-los com sal e pimenta. Mas a guerra colonial rebenta e um dia, no decurso de mais uma missão sanitária,José cruza-se com aquele que se vai tornar o mais aterrador segredo de Portugal Numa taça juntar os ovos com o bacalhau e ono Ultramar. camarão. Picar os 3 ovos cozidos grosseira- Inspirado em factos reais e desfilando uma galeria de personagens digna de uma mente e juntar ao preparado anterior. Embebergrande produção, O Anjo Branco afirma-se como o mais pujante romance jamais o pão de forma no leite e misturar, juntamentepublicado sobre a Guerra Colonial - e, acima de tudo, sobre os últimos anos da com as azeitonas, ao preparado de bacalhau.presença portuguesa em África. Envolver tudo delicadamente.O Anjo Branco de José Rodrigues dos Santos Deitar numa forma de bolo inglês, untada ape- nas com margarina ou azeite. Levar ao forno cerca de 30 minutos ou até ficar bem douradi- nho. Servir quente e com uma boa salada.Boas Férias!

×