Ddsms para a educação no transito

3,568 views

Published on

0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
3,568
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
3
Actions
Shares
0
Downloads
42
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Ddsms para a educação no transito

  1. 1. DDSMS BOM DIA A TODOS.SEJAM BEM VINDOS
  2. 2. DDSMSPALESTRA EDUCATIVA SOBRE SEGURANÇA NO TRANSITO DIREÇÃO DEFENSIVA Marc elo Paiva
  3. 3. SEGURANÇA NO TRANSITO• Para sua própria segurança e também as dos outros, observe sempre as recomendações no transito. Elas são recomendações simples e racionais, que podem ser perfeitamente colocadas em praticas. São orientações que devem ser acatadas.• Independente da responsabilidade de cada um. O cumprimento dessas disposições cabe a cada motorista a sua observância.• Dirigir com segurança é uma atividade que se aprende continuamente.• O motorista responsável observa as normas de segurança e avalia constantemente seu modo de dirigir. QUEM TRABALHA SEM SEGURANÇA NÃO SABE TRABALHAR Marcelo Paiva
  4. 4. REVISÃO PERIÓDICA DO VEÍCULO Tem por objetivo manter o veículo em perfeitas condições de uso. É , portanto, um fator fundamental na prevenção de acidentes de trânsito. O manual do proprietário que acompanha o veículo, traz importantes orientações para a sua correta manutenção e revisão periódica. Lendo-o, você estará contribuindo para sua própria segurança.QUEM TRABALHA SEM SEGURANÇA NÃO SABE TRABALHAR
  5. 5. CUIDADOS A SEREM OBSERVADOSFREIOS : O sistema de freios de uma veiculo é de extrema importância para a sua segurança e a de seus passageiros, familiares e outros. Exige revisões periódicas e cuidados constantes. QUEM TRABALHA SEM SEGURANÇA NÃO SABE TRABALHAR Marcelo Paiva
  6. 6. CUIDADOS A SEREM OBSERVADOS RECOMENDAÇÕES IMPROTANTES SOBRE O USO DOS FREIOS: Em situações de emergência, no caso de perda do freio hidráulico, o freio de estacionamento poderá ser aplicado gradualmente, ajudando a desacelerar o veiculo em conjunto com a redução de marchas. Quando estacionar em ladeiras, para maior segurança, alem da utilização do freio de estacionamento recomenda-se apoiar as rodas direcionais de encontro com o maio-fio. Onde houver maio-fio, estacione com as rodas em direção contraria ao centro da rua.QUEM TRABALHA SEM SEGURANÇA NÃO SABE TRABALHAR Marcelo Paiva
  7. 7. CUIDADOS A SEREM OBSERVADOSSempre que possível, use o freio motor parareduzir a velocidade do veiculo principalmente nasdecidas longas e mais íngremes.Evite freadas repentinas e violentas, a não ser emsituações de emergência.Após a lavagem do veiculo ou depois de transitarpor poças d’água, tome cuidado nas primeirasfreadas.Mantenha os freios bem regulados para que nãoocorra desvio direcional em freadas violentas. QUEM TRABALHA SEM SEGURANÇA NÃO SABE TRABALHAR Marcelo Paiva
  8. 8. INSPEÇÃO DIÁRIA DO SISTEMA DE FREIOS.Verifique se há folga no pedal de freio ouvazamento de óleo.Acione o freio de estacionamento ecertifique-se de que ele funciona em até50% do seu curso.Examine o reservatório e o nível do fluidodo freio. QUEM TRABALHA SEM SEGURANÇA NÃO SABE TRABALHAR Marcelo Paiva
  9. 9. SISTEMA DE SUSPENSÃOO sistema de suspensão protege a carroceria e osocupantes do veiculo das oscilações resultantesde irregularidades do pavimento.É ainda diretamente responsável pela estabilidadee, portanto, pela segurança do veiculo.Os amortecedores têm por finalidade proporcionarao veiculo estabilidade nas curvas, nas pistasesburacadas, irregulares e nos locais de intensatrepidação. Alem disso, protegem o sistema dedireção e a estrutura geral do veiculo.Em vista disso, o sistema de suspensão devemestar sempre em bom estado. QUEM TRABALHA SEM SEGURANÇA NÃO SABE TRABALHAR Marcelo Paiva
  10. 10. SISTEMA DE DIREÇÃOO sistema de direção é constituído poreixos, barras e articulações ligadosentre si, destinados a comandar omovimento das rodas. Recomenda-se averificação do sistema e o alinhamentoperiódico da direção.A caixa de direção deve transmitir omínimo de vibração ao volante.Possuindo rolamento e peças moveis,deve ser bem lubrificado, para evitardesgaste que causarão folgasexcessivas e extremamente perigosas.QUEM TRABALHA SEM SEGURANÇA NÃO SABE TRABALHAR Marcelo Paiva
  11. 11. PNEUS E RODASOs pneus são os elementos de ligação do carroao solo e deles depende a segurança domotorista e passageiros, além de auxiliarem naredução do consumo de combustível.Num automóvel em movimento, a aderência dospneus ao asfalto constitui o fator maisimportante na manutenção do controle eestabilidade do veículo, que sofre a influênciade diversas forças.Os pneus devem estar bem calibrados ecuidados essenciais podem evitar acidentesfatais.Não adianta o automóvel possuir sistemas desuspensão e freios funcionando perfeitamentese os pneus estiverem gastos ou comproblemas. Marcelo Paiva
  12. 12. PNEUS E RODASO estado de conservação e desgaste dospneus influi de forma decisiva nasegurança do veiculo.Os pneus devem ser calibrados deacordo com as recomendações dofabricante. Verifique no mínimosemanalmente as pressões. isto deve serfeito quando estiverem frios.A redução de pressão (sangria) dospneus durante viagens não deve serexecutada.Câmaras velhas, ressecadas ou commuitos remendos não devem serutilizadas.QUEM TRABALHA SEM SEGURANÇA NÃO SABE TRABALHAR Marcelo Paiva
  13. 13. RODASRecomenda-se que as rodas utilizadas noveículos sejam do tipo original. As rodasdevem esta sempre balanceada.Quando não balanceadas, dão origem atrepidação no volante, instabilidade noveiculo e desgaste dos pneus,aumentando o risco de acidentes.QUEM TRABALHA SEM SEGURANÇA NÃO SABE TRABALHAR Marcelo Paiva
  14. 14. PNEUS E RODAS EstabilidadePneus garantem segurança ao carro. Eles auxiliam na redução do consumo de combustível e evitam acidentes fatais Marcelo Paiva
  15. 15. LIMPADOR DE PÁRA-BRISASua função é propiciar boascondições de visibilidade commau tempo.Portanto, deve estar sempre emexcelente condições de uso.QUEM TRABALHA SEM SEGURANÇA NÃO SABE TRABALHAR Marcelo Paiva
  16. 16. SISTEMA ELÉTRICOFAROIS É necessário manter os faróis regulados, com a finalidade de obter boa visibilidade. Pneus mal calibrados e cargas mal distribuídas alteram a direção dos fachos de luz. É importante manter limpo os vidros dos faróis. QUEM TRABALHA SEM SEGURANÇA NÃO SABE TRABALHAR Marcelo Paiva
  17. 17. SETAS, LANTERNAS E LUZ DE FREIOS As setas direcionais, lanternas e luzes de freio são de grande importância para se transitar com veiculo em segurança.Antes de utilizar o veiculo, observe o funcionamento de: Luzes do painel Lanternas dianteiras e traseiras Luzes de freios Luzes de ré Setas direcionais Pisca – alerta É importante também manter as lanternas limpas e visíveis. QUEM TRABALHA SEM SEGURANÇA NÃO SABE TRABALHAR Marcelo Paiva
  18. 18. BATERIASA bateria é supridora de energia elétrica ecomo tal merece que se tome uma serie deprecauções:Verifique freqüentemente o nível da soluçãoquando for o caso (água), completando-aquando as placas estiverem descobertas.Os bornes dos cabos devem estar bemfixados aos pólos da bateria e untados comvaselina neutra.As baterias oferecem risco de acidentes(eletricidade, ácido).Sua recomendação deve ser feita por pessoahabilitada. Ao manuseá-la, tome cuidadoscom os olhos e lave as mãos em seguidas. QUEM TRABALHA SEM SEGURANÇA NÃO SABE TRABALHAR
  19. 19. PRINCIPIOS DE DIREÇÃO DEFENSIVA DISTÂNCIA SEGURADistancia de segurança ou deseguimento é a distancia mínima a sermantida para se aplicar o freio e pararsuavemente, evitando o duplo perigo deabalroar o carro da frente e serabalroado pelo carro de trás.Embora as distancias necessárias reaissejam diferentes, se considerarmos ascondições do tempo, tipo e as condiçõesespecificam de cada veiculo e daspistas, a regra dos 2 segundos resumede forma pratica estas orientações. Marcelo Paiva
  20. 20. PRINCÍPIOS DE DIREÇÃO DEFENSIVAEscolha um ponto de referencia fixo, navia de tráfego.Quando o veiculo à sua frente passar poreste ponto, conte 2 segundos dizendopausadamente: cinqüenta e um (51),cinqüenta e dois (52).Ao terminar de falar, você não deve terultrapassado o ponto de referencia.Caso você tenha ultrapassado reduza avelocidade. QUEM TRABALHA SEM SEGURANÇA NÃO SABE TRABALHAR Marcelo Paiva
  21. 21. PRINCÍPIOS DE DIREÇÃO DEFENSIVACARRO DA FRENTE As colisões com o veiculo da frente são freqüentes e causam grandes prejuízos. Os pontos seguintes são de grande utilidade para evitá-los. QUEM TRABALHA SEM SEGURANÇA NÃO SABE TRABALHAR Marcelo Paiva
  22. 22. PRINCIPIOS DE DIREÇÃO DEFENSIVAFIQUE ALERTA Observe os sinais do motorista da frente, indicados do que ele pretende fazer.DOMINI A SITUAÇÃO Olhe à frente a fim de ver as situações que possam forçar o motorista do carro da frente transformar-se numa ameaça para você. QUEM TRABALHA SEM SEGURANÇA NÃO SABE TRABALHAR Marcelo Paiva
  23. 23. PRINCIPIOS DE DIREÇÃO DEFENSIVA MANTENHA DISTÂNCIA Guarde a distancia de seguimento COMECE A PARAR MAIS CEDO Pise no freio no instante em que pressentir o perigo, mais pise aos poucos de modo que o veiculo não derrape ou pare bruscamente a ponto de ser abalroado por trás. QUEM TRABALHA SEM SEGURANÇA NÃO SABE TRABALHAR Marcelo Paiva
  24. 24. CARRO DE TRÁSA causa principal nas colisõescom o veiculo que vem atrás éa falta de habilidade ouexperiência. Para evitar oureduzir as possibilidades deocorrência desse tipo deacidente:QUEM TRABALHA SEM SEGURANÇA NÃO SABE TRABALHAR Marcelo Paiva
  25. 25. CARRO DE TRÁS- Acione levemente o freioantes de parar, alertando ooutro motorista, antes de freartotalmente.- Utilize também sinais demãos.- É importante comunicar suasintenções ao outro motorista.QUEM TRABALHA SEM SEGURANÇA NÃO SABE TRABALHAR Marcelo Paiva
  26. 26. CARRO DE TRÁSPARE SUAVIMENTE Sempre que possível, evite freadas bruscas. Evite que outros veículos trafeguem muito próxima a traseira do seu. Facilite a ultrapassagem. QUEM TRABALHA SEM SEGURANÇA NÃO SABE TRABALHAR Marcelo Paiva
  27. 27. ESTACIONAMENTOCUIDADOS AO SAIR DO ESTACIONAMENTO Antes de sair de onde estiver estacionado, dê uma olhada em volta do veiculo para verificar se existe algum obstáculo. Se for necessário, solicite a ajuda de um companheiro para orientá-lo. QUEM TRABALHA SEM SEGURANÇA NÃO SABE TRABALHAR Marcelo Paiva
  28. 28. ESTACIONAMENTOCUIDADOS AO SAIR DO ESTACIONAMENTO - Antes de entrar no trafego, certifique-se de que nenhum veiculo está se aproximando. - Demonstre com sinais sua intenção de entrar, aguarde a ocasião oportuna. - Não force a entrada. - Ao entrar ou sair da garagem, verifique se pode fazê-lo com segurança. QUEM TRABALHA SEM SEGURANÇA NÃO SABE TRABALHAR Marcelo Paiva
  29. 29. CURVASCUIDADO NAS CURVAS A falta de perícia é a principal causa de colisões nas curvas. A melhor maneira de fazer uma curva é reduzir a marcha antes dela. Nas curvas para a direita, mantenha-se à direita. Nas curvas para a esquerda, mantenha-se próximo ao centro da pista. QUEM TRABALHA SEM SEGURANÇA NÃO SABE TRABALHAR Marcelo Paiva
  30. 30. ULTRAPASSAGENS CUIDADOS NAS ULTRAPASSAGENSEM MANOBRAS DE ULTRAPASSAGEM, ATENTE PARA AS SEGUINTES REGRAS: • Mantenha e fique a distância de seguimento. • Ver atentamente o transito no sentido contrário. • Verifique o transito atrás, antes de desviar-se de sua pista para outra. • Primeiro verifique pelo espelho retrovisor e depois dê uma olhada, à esquerda, para ver o “ponto cego”. QUEM TRABALHA SEM SEGURANÇA NÃO SABE TRABALHAR Marcelo Paiva
  31. 31. ULTRAPASSAGENS• Desloque-se, então, para a pista de esquerda.• Acelere à medida que se deslocar para a esquerda.• Com um toque de buzina ou farol avise ao motorista da frente que você está ultrapassando.• Sinalize a sua intenção de voltar à pista da direita. QUEM TRABALHA SEM SEGURANÇA NÃO SABE TRABALHAR Marcelo Paiva
  32. 32. ULTRAPASSAGENS• Volte à pista da direita, quando ela estiver desimpedida, após visualizar pelo retrovisor o veiculo ultrapassado.• Retorne à velocidade normal, assim que tenha completado a ultrapassagem.• Nunca force a ultrapassagem.QUEM TRABALHA SEM SEGURANÇA NÃO SABE TRABALHAR
  33. 33. CRUZAMENTOSCUIDADOS NOS CRUZAMENTOS A maioria dos acidentes de transito, principalmente no transito urbano, ocorre nos cruzamentos. As principais regras para se evitar esses acidentes são baseadas no bom senso. Sempre que se aproximar de um cruzamento, tome as seguintes precauções: QUEM TRABALHA SEM SEGURANÇA NÃO SABE TRABALHAR Marcelo Paiva
  34. 34. CRUZAMENTOS CUIDADOS NOS CRUZAMENTOSColoque-se com antecedência na pista à direitaou à esquerda, conforme a manobra que pretendarealizar.Reduza a velocidade ao chegar perto de umcruzamento, e prepare-se para enfrentar qualquerimprevisto.Mostre ou sinalize as suas intenções através dassetas, de sinais manuais pela posição de seuveiculo na pista.Siga com cuidado.QUEM TRABALHA SEM SEGURANÇA NÃO SABE TRABALHAR Marcelo Paiva
  35. 35. LINHAS FÉRREASÉ obrigação de todo motorista pararo veiculo antes de atravessar umalinha férrea.Quando a passagem estiverimpedida, estacione o seu caro auma distancia suficiente para evitarser atirado sobre a linha férrea nocaso de ser abalroado pelaretaguarda.QUEM TRABALHA SEM SEGURANÇA NÃO SABE TRABALHAR Marcelo Paiva
  36. 36. NEBLINA CUIDADOS SOBRE NEBLINAA neblina tem contribuído para aocorrência de inúmeros acidentes.Eis algumas regras importantes paraprevenir acidentes quando transitando sobneblina: QUEM TRABALHA SEM SEGURANÇA NÃO SABE TRABALHAR Marcelo Paiva
  37. 37. CUIDADOS SOBRE NEBLINAAo entrar na neblina, reduza imediatamente a velocidade.Use luz baixa, mesmo durante o dia.Não ultrapasse.Nunca pare na pista.Procure parar em área de serviço fora da rodovia. Emultima hipótese, pare no acostamento e sinalize o local(triangulo e pisca alerta).Não acione o pisca-alerta com o veiculo em movimento.QUEM TRABALHA SEM SEGURANÇA NÃO SABE TRABALHAR Marcelo Paiva
  38. 38. CHUVA CUIDADOS SOB CHUVAAs condições do tempo são grandesameaça aos motoristas.As velocidades máximas indicadasnas placas de sinalização são paracondições normais.QUEM TRABALHA SEM SEGURANÇA NÃO SABE TRABALHAR Marcelo Paiva
  39. 39. CHUVADicas e cuidados para dirigir durante o invernoRedobre sua atenção. Frio, chuvas,neblina e pistas escorregadias sãoos principais obstáculos quemilhares de motoristas vão encontrarna época de inverno.Sob chuva, as condições dedirigibilidade ficam prejudicadas peloasfalto escorregadio e menorvisibilidade. Marcelo Paiva
  40. 40. CHUVAOs cuidados básicos sãoreduzir a velocidade.Frear de forma controlada paraevitar bloqueio das rodasquando o veículo não possuirfreios ABS.Abrir frestas nas janelas dosautomóveis que não possuemdesembaçador e utilizar luzbaixa mesmo durante o dia.Sob neblina, o recomendável éevitar ultrapassagens e nãoparar na pista Marcelo Paiva
  41. 41. CUIDADOS SOB CHUVAAo frear em estradas escorregadias,aperte os freios bombeando, afim deevitar derrapagens.Em estradas precárias, use correntesantiderrapantes.QUEM TRABALHA SEM SEGURANÇA NÃO SABE TRABALHAR Marcelo Paiva
  42. 42. BEBIDAS ALCOÓLICASDirigir alcoolizado está entre asprincipais causas de acidentes detransito.Beber e dirigir significa tragédia.QUEM TRABALHA SEM SEGURANÇA NÃO SABE TRABALHAR Marcelo Paiva
  43. 43. BEBIDAS ALCOÓLICAS MESMO INGERINDO EM PEQUENAS QUANTIDADES, O ÁLCOOL PROVOCA REDUÇÃO DE:Capacidade normal dos sentidos;Capacidade e rapidez de raciocínio;Percepção, entendimento e senso critico;Funções motoras e de coordenação (reflexo) QUEM TRABALHA SEM SEGURANÇA NÃO SABE TRABALHAR Marcelo Paiva
  44. 44. DIRIGIR COM SONOA maioria dos motorista não resiste aoentorpecimento provocado pelo sono e dorme nadireção.Mesmo que você acredite que vá resistir, nãofacilite.Pare, descanse e depois prossiga viagem. QUEM TRABALHA SEM SEGURANÇA NÃO SABE TRABALHAR Marcelo Paiva
  45. 45. AGRESSIVIDADE NO TRÂNSITO NÃO SEJA AGRESSIVOTodo motorista deve respeitar o direito dos outros.Cortesia e calma andam juntas.Seja tolerante como os outros motoristas.Não revide uma suposta má intenção, que pode terminarem tragédia.Esteja sempre na defensiva.QUEM TRABALHA SEM SEGURANÇA NÃO SABE TRABALHAR Marcelo Paiva
  46. 46. FARÓIS USO DOS FAROISPoucos motoristas levam em conta aimportância do uso correto dos faróis.Isso tem sido causa de acidentesgeralmente graves.Atente para os seguintes pontos básicodo seu uso:QUEM TRABALHA SEM SEGURANÇA NÃO SABE TRABALHAR Marcelo Paiva
  47. 47. USO DOS FARÓIS Atente para os seguintes pontos básico do seu uso:Nas cidades, quando necessário, use os faróisbaixos;Sob chuva ou neblina, use faróis baixos mesmodurante o dia;Ultrapassando, sendo ultrapassando ou atrásde outro veiculo, use facho baixo;Jamais apague os faróis, nem por algunsinstantes;Quando parar o veiculo à noite, sinalize comtriangulo e pisca-alerta;Ao cruzar veiculo, use farol baixo. Não façaguerra de faróis. QUEM TRABALHA SEM SEGURANÇA NÃO SABE TRABALHAR Marcelo Paiva
  48. 48. CINTO DE SEGURANÇA USO DO CINTO DE SEGURANÇATem por finalidade impedir que você seja jogadocontra os vidros ou para fora do carro, em caso dechoque.Todos os testes mostram que as maiores chances deescapar sem ferimentos graves de um choque sãoquando se fica dentro do carro, porque a carroceriaabsorve a maior parte do impacto.O uso correto e constante de cinto de segurançaevita a maioria das lesões graves.QUEM TRABALHA SEM SEGURANÇA NÃO SABE TRABALHAR Marcelo Paiva
  49. 49. TIPOS DE ACIDENTESCOMO EVITAR OUTROS TIPOS DE ACIDENTES CUIDADOS COM OBJETOS FIXOS:Colisões com arvores, postes, muros ou carrosestacionados são geralmente ocasionados porinabilidades, imperícia, velocidade excessiva oumanobras apressadas.Esses acidentes ocorrem, invariavelmente,quando estamos cansados, irritados,preocupados, sob a influencia de álcool ou demedicamentos. QUEM TRABALHA SEM SEGURANÇA NÃO SABE TRABALHAR Marcelo Paiva
  50. 50. ANIMAIS CUIDADOS COM ANIMAIS Cuidado com animais à solta na via. Reduza a marcha, até que tenha passado por ele.DICAS Motoristas devem ficar alertas para se antecipar aos movimentos de animais soltos na pista. Atenção redobrada à noite, porque a maioria dos animais tem pelagem escura. Ao ver um animal, reduzir a velocidade (não bruscamente) e observar a reação do bicho, para seguir pelo lado contrário. Ligar o pisca-alerta e sinalizar com a mão para fora da janela, avisando outros motoristas do perigo. Mar celo Paiva
  51. 51. BICICLETAS E MOTOCICLETAS.Lembre-se de que bicicletas e motocicletas sãoveículos com os mesmos direitos de trânsitos que osseus.A maioria dos ciclistas é composta de menores quenão conhecem as regras de transito.Esteja sempre atento com os ciclistas e osmotociclistas.Buzine e ultrapasse, deixando bastante espaço entreo seu veiculo e a bicicleta.Em caso de motocicleta, com velocidade maior quea do seu veiculo, facilite a ultrapassagem e guardedistancia segura.Especialmente à noite e em dias chuvoso, redobre asua atenção com ciclistas e motociclistas.QUEM TRABALHA SEM SEGURANÇA NÃO SABE TRABALHAR Marcelo Paiva
  52. 52. PEDESTRE E CRIANÇAS CUIDADO COM PEDESTRE E CRIANÇASDê sempre a passagem aos pedestres,mesmo quando o sinal estiver livre a seufavor.Muitos deles podem ser idosos oupossuidores de deficiências físicas.Tenha especial cuidado com as crianças.Proceda com cautela quando tiver depassar por zonas escolares ou veículosestacionados. QUEM TRABALHA SEM SEGURANÇA NÃO SABE TRABALHAR Marcelo Paiva
  53. 53. CRIANÇAS NAS VIAS DE TRÁFEGOLembre-se, atrás de uma bola pode estaruma criança.Elas não têm noção dos riscos queenfrentam.Antes de dar marcha à ré, verifique senão há crianças atrás do veiculo.QUEM TRABALHA SEM SEGURANÇA NÃO SABE TRABALHAR Marcelo Paiva
  54. 54. TRANSPORTES DE CRIANÇASTransporte-as sentadas nos bancos traseiros doveiculo;Não transporte-as em pé sobre os bancos ou nocolo;Não permita que as crianças ponham os braços,pernas ou cabeça para fora do veiculo;Alerta-as para não destravarem portas ou mexeremnas maçanetas. QUEM TRABALHA SEM SEGURANÇA NÃO SABE TRABALHAR Marcelo Paiva
  55. 55. TRANSPORTES DE CRIANÇASPROCEDIMENTO DE SEGURANÇA CORRETO PARA CARRINHOS DE CRIANÇA . Marcelo Paiva
  56. 56. TRANSPORTES DE CRIANÇAS CINTO DE SEGURANÇA EM CRIANÇACrianças a partir de 4 anos e com menos de 1,50mde altura, devem sentar sobre almofadas para que ocinto subabdominal fique abaixo da barriga.O mesmo procedimento deve ser adotado quando ocinto for de 3 pontos, para evitar a proximidade dafita com o pescoço de criança.Até 4 anos de idade as crianças devem serconduzidas em cadeias especiais, com cintospróprios, sempre fixadas pelo cinto de segurança doveículo ou pelas ancoragens do veículo, que ficamembaixo do banco.Nunca prenda ou encaixe a cadeira para crianças noencosto do banco traseiro, ele não foi projetadopara suportar esta carga em caso de colisão. Marcelo Paiva
  57. 57. TRANSPORTES DE CRIANÇASDos 4 aos 10 anos, por não existirem no Brasildispositivos adequados para esta faixa etária,transporte as crianças sentadas sobre almofadassemi-rígidas, usando cintos de segurançasubabdominais ou de 3 pontos.A partir dos 10 anos, as crianças podem sertransportadas no banco da frente, desde queusando cinto 3 pontos.Neste caso, se o cinto ficar próximo ao pescoço,sente a criança sobre uma almofada paradistanciar o cinto.Jamais transporte uma criança no colo.Em caso de colisão toda a carga será depositadasobre a criança, que dificilmente sobrevive a esteimpacto . Marc elo Paiva
  58. 58. TRANSPORTES DE CRIANÇAS Nunca transporte crianças no porta- malas de seu veículo. Esta área foi projetada para deformar-se quando o impacto acontece na traseira, absorvendo a energia do choque, para que as cargas transmitidas aos ocupantes sejam as menores possíveis.Marcelo Paiva
  59. 59. USO DO CINTO DE SEGURANÇAA maioria dos acidentes ocorre no perímetro urbano e agravidade das lesões depende do tipo de colisão e nãoapenas da velocidade. Estudos internacionais indicamque casos fatais em acidentes ocorrem já a partir de 30Km/h.A importância do uso correto do encosto de cabeça édemonstrada pela minimização do movimento de giro dacabeça, no caso de impacto de traseira ou frontal.A altura do encosto deve estar regulada no centroposterior da cabeça ou até 3 cm acima.Nesta posição o encosto evita lesões na coluna cervicale, conseqüentemente, ferimentos graves e mortes. Marcelo Paiva
  60. 60. USO DO CINTO DE SEGURANÇAA maioria dos acidentes ocorre no perímetrourbano e a gravidade das lesões depende do tipo decolisão e não apenas da velocidade.Estudos internacionais indicam que casos fataisem acidentes ocorrem já a partir de 30 Km/h.A importância do uso correto do encosto de cabeçaé demonstrada pela minimização do movimento degiro da cabeça, no caso de impacto de traseira oufrontal.A altura do encosto deve estar regulada no centroposterior da cabeça ou até 3 cm acima. Nestaposição o encosto evita lesões na coluna cervicale, conseqüentemente, ferimentos graves e mortes. Marcelo Paiva
  61. 61. USO DO CINTO DE SEGURANÇA
  62. 62. USO CORRETO DO CINTO DE SEGURANÇA
  63. 63. CUIDADOS GERAIS CARGAS NOS VEÍCULOSColocação de cargas:Procure distribuir a carga de maneiracorreta sobre a carroceria;A má distribuição da carga torna otransporte inseguro.QUEM TRABALHA SEM SEGURANÇA NÃO SABE TRABALHAR Marcelo Paiva
  64. 64. CUIDADOS GERAISCARGAS DE DIMENSÕES EXCEDENTESA carga que exceda as dimensões dacarroceria nas laterais ou na traseira,deve ser sinalizada com bandeiravermelha à noite.O código Nacional de Transito só admitetransporte nessas condições comautorização especial. QUEM TRABALHA SEM SEGURANÇA NÃO SABE TRABALHAR Marcelo Paiva
  65. 65. BANGUELA A utilização de marcha neutra (BANGUELA) é uma pratica condenável expondo você, seusacompanhantes e terceiros a riscos desnecessários.QUEM TRABALHA SEM SEGURANÇA NÃO SABE TRABALHAR Marcelo Paiva
  66. 66. VEÍCULO REBOCADOUm veiculo só pode serrebocado por veiculoapropriado e devidamenteautorizado.Cordas, cabos de aço oucorrentes não oferecemcondições de segurança.QUEM TRABALHA SEM SEGURANÇA NÃO SABE TRABALHAR Marcelo Paiva
  67. 67. TRANSPORTE DE PESSOALTodo veiculo de carga utilizado paratransporte de pessoal, mesmotemporariamente, deve serpreparado para vistoria daautoridade competente atendendoao seguinte:QUEM TRABALHA SEM SEGURANÇA NÃO SABE TRABALHAR Marcelo Paiva
  68. 68. TRANSPORTE DE PESSOALDeve ser equipado com bancos fixos, em número suficiente;A carroceria deve ser totalmente coberta e dotada deguardas altas;As pessoas viajando sempre sentadas nos bancos, nãosendo permitido viajarem penduradas, com as pernas para olado de fora.Quando transportar carga junto com pessoa, esta deve estardevidamente acondicionada e amarrada, de forma a nãooferecer risco de acidente pessoais.A velocidade deve ser adequada, evitando-se freadasbruscas e mudanças repentinas de direção.QUEM TRABALHA SEM SEGURANÇA NÃO SABE TRABALHAR Marcelo Paiva
  69. 69. INCÊNDIO EM VEÍCULOSEm veículos, o fogo se propaga com granderapidez.As regulagens, os reparos, a desconexão detubulações condutoras de combustível,merecem cuidados especiais a fim de que omesmo jorre sobre as partes superaquecidasdo motor provocando fogo.VIAS DE REGRAS, O MOTORISTADEMORA A REAGIR E COMBATER ASCHAMAS.QUEM TRABALHA SEM SEGURANÇA NÃO SABE TRABALHAR Marcelo Paiva
  70. 70. INCÊNDIO EM VEÍCULO SAIBA COMO AGIR EM CASO DE INCÊNDIOEm suspeita de fogo, prepare o extintor, para depoislevantar a tampa do motor o suficiente para inserir obico do extintor e dar combate às chamas, se houver;Ao extinguir as chamas provocadas por curto-circuito,desligue a bateria ou a chave geral (quando houver).Essa operação dever ser feita em caso de acidente,mesmo que ainda não haja fogo;Em qualquer caso, haja rapidamente, sem vacilar, ecom conhecimento do que vai fazer.Mantenha o extintor do seu carro regularizado.QUEM TRABALHA SEM SEGURANÇA NÃO SABE TRABALHAR Marcelo Paiva
  71. 71. SINALIZAÇÃO SINAIS DE TRANSITOA sinalização orienta o transito,entretanto não pode impedir os abusosdos motoristas.Conheça, respeite-a e esteja atento aocumprimento dos motoristas.QUEM TRABALHA SEM SEGURANÇA NÃO SABE TRABALHAR Marcelo Paiva
  72. 72. NOTA:Já mais, por mais grave que possa ser o acidente,deve o motorista abandonar a vitima, fugindo àresponsabilidade.O abandono de vitima no local do acidente constituicrime de omissão de socorro, previsto na lei penal(Artigo 137 do Código Penal).Prestar assistência à vitima é dever humano econstitui atenuante no processo. QUEM TRABALHA SEM SEGURANÇA NÃO SABE TRABALHAR Marcelo Paiva
  73. 73. INFRAÇÕES - MULTAS - PENALIDADES 07 PONTOS (GRAVISSIMA)Dirigir sem possuir carteira de habilitaçãoMulta de 540 UFIR’sApreensão do veículoDirigir com a carteira de habilitação cassadaou com suspeita de suspensão do direito dedirigir.Multa de 900 UFIR’sApreensão do veículoDirigir com a carteira ou permissão paradirigir de categoria diferente da do veiculoque esteja conduzindo.Multa de 540 UFIR’sApreensão do veículo e recolhimento dacarteira Marcelo Paiva
  74. 74. 07 PONTOS (GRAVISSIMA)Dirigir co a validade da carteira vencida a mais de30 dias.Multa de 180 UFIR’sRecolhimento da carteira e retenção do veiculo atéa apresentação de condutor habilitadoDirigir alcoolizado, em nível superior a 06decigramas por litro de sangue ou de qualquersubstancia entorpecente ou que determinedependência física ou psíquica.Multa de 900 UFIR’sSuspensão do direito de dirigir, retenção do veiculoaté a apresentação de condutor habilitado erecolhimento da carteira.Dirigir ameaçando os pedestre que estejamatravessando a via publica, ou demais veículos.Multa de 540 UFIR’sSuspensão do direito de dirigir, retenção do veiculoe recolhimento da carteira. Marcelo Paiva
  75. 75. 07 PONTOS (GRAVISSIMA)Disputar corridas por espírito emulação (os famososrachas).Multa de 540 UFIR’sSuspensão do direito de dirigir, apreensão eremoção do veiculo e recolhimento da carteira.Estacionar o veiculo na pista de rolamento dasestradas, das rodovias, das vias de transito rápido edas dotadas de acostamento.Multa de 180 UFIR’sRemoção do veiculoUltrapassar outro veiculo na contramão quandoestiver nas curvas, aclives, declives, semvisibilidade suficiente, nas pontes e viadutos, túneise nas faixas de pedestres.Multa de 180 UFIR’s Marcelo Paiva
  76. 76. 07 PONTOS (GRAVISSIMA)Transitar com velocidade superior à permitida nolocal, em mais de 20%, nas vias de transito rápido,arteriais e rodovias, e em mais de 50% nas demaisvias urbanas.Multa de 540 UFIR’sRecolhimento da carteira de habilitaçãoExecutar operação de retorno em locais proibidospela sinalização, nas curvas,aclives, declives,pontes viadutos e túneis, passando por cima dacalçada, faixas de pedestre e canteiros de divisãode pistas.Multa de 180 UFIR’sTransitar pela contramão em vias com sinalizaçãode regulamentação de sentido único de circulação.Multa de 180 UFIR’s Marcelo Paiva
  77. 77. 07 PONTOS (GRAVISSIMA)Deixar de dar a preferência de passagem a pedestre e a veiculo nãomotorizado que se encontre na faixa a ele destinada, que não tenhaconcluído a travessia, mesmo que esteja sinal verde para o veiculo.Multa de 180 UFIR’sUtilizar-se do veiculo, para em via publica, demonstrar ou exibirmanobra perigosa, arrancada brusca, derrapagem ou frenagem comdeslizamento ou arrastamento de pneus.Multa de 180 UFIR’sSuspensão do direito de dirigir, apreensão e remoção do veiculo erecolhimento da carteira.Forçar passagem entre veículos que, transitando em sentidosopostos, estejam na iminência de passar um pelo outro ao realizaroperações de ultrapassagem.Multa de 180 UFIR’s Marcelo Paiva
  78. 78. 07 PONTOS (GRAVISSIMA)Transitar com veículos em calçadas, passeios,passarelas, ciclovias, ciclo faixas, ilhas, refúgios,ajardinamentos, canteiros e divisões de pista derolamento, acostamento, marcas de canalização,gramados, jardins públicos.Multa de 540 UFIR’sAvançar o sinal vermelho do semáforo ou o deparada obrigatória.Multa de 180 UFIR’sDeixar de prestar socorro a vitimas de acidentes detransito.Multa de 900 UFIR’sSuspensão do direito de dirigir e recolhimento dacarteira. Marcelo Paiva
  79. 79. 07 PONTOS (GRAVISSIMA)Recusar-se a entregar à autoridade de transitoou a seus agentes, mediante a recibo, osdocumentos de habilitação, de registro, delicenciamento de veiculo e outros exigidos porlei, para averiguação de sua autenticidade.Multa de 180 UFIR’sApreensão e recolhimento do veiculoDirigir motos transportando crianças menores desete anosMulta de 120 UFIR’sSuspensão do direito de dirigir. Marcelo Paiva
  80. 80. INFRAÇÕES - MULTAS - PENALIDADES 05 PONTOS (GRAVE)Ultrapassar outro veiculo pelo acostamento, em interseções epassagens de nível.Multa de 120 UFI’sTransitar com o veiculo na faixa ou pista da esquerda regulamentadacomo de circulação exclusiva para determinado tipo de veiculoMulta de 120 UFIR’sDeixar de sinalizar manobra de mudança de direção ou de faixa decirculaçãoMulta de 120 UFIR’sTransitar com o farol desregulado ou com luz alta perturbando avisão do outro condutorMulta de 120 UFIR’sRetenção do veiculo para regularização Marcelo Paiva
  81. 81. 05 PONTOS (GRAVE)Transitar com velocidade superior à permitida nolocal, em mais de 20%, nas vias de transito rápido,arteriais e rodovias, e em mais de 50% nas demaisvias urbanas.Multa de 120 UFIR’sConduzir veículos produzindo fumaças, gases oupartículas em nível superior aos fixados peloCONTRAN.Multa de 120 UFI’sRetenção do veiculo para regularização.Transitar de macha à ré, salvo na distancianecessária a pequenas manobras e de forma a nãocausar riscos à segurança.Multa de 120 UFIR’s Marcelo Paiva
  82. 82. 05 PONTOS (GRAVE)Deixar de parar o veiculo no acostamento à direita,para aguardar a oportunidade de cruzar a pista ouentrar à esquerda, onde não houver local apropriadopara retorno.Multa de 120 UFIR’sConduzir veiculo sem acionar o limpador de para-brisa sob chuva.Multa de 120 UFIR’sRetenção do veiculo para regularização.Especificamente para caminhões e ônibus, transitarem locais e horários não permitidos pelaregulamentação não estabelecida pela autoridadecompetente.Multa de 120 UFIR’s Marcelo Paiva
  83. 83. 05 PONTOS (GRAVE)Parar o veiculo na pista de rolamento das estradas, das rodovias, das vias detransito rápido e demais vias dotadas de acostamento.Multa de 120 UFIR’sEstacionar o veiculo afastado da guia da calçada (meio-fio) a mais de 1 metro.Multa de 120 UFIR’sRemoção do veiculoEstacionar em locais e horários de estacionamento e parada, proibida pelasinalização.Multa de 120 UFIR’sRemoção do veiculoEstacionar nos viadutos, pontes e túneisMulta de 120 UFIR’sRemoção do veiculoDeixar de usar o cinto de segurançaMulta de 120 UFIR’sRetenção do veiculo até a colocação do cinto pelo infrator. Marc elo Paiva
  84. 84. 05 PONTOS (GRAVE)Desobedecer as ordens emanadas dasautoridades competentes de transito ou deseus agentesMulta de 120 UFIR’sDeixar de dar preferência de passagem apedestre e a veiculo não motorizado que estejaatravessando a via transversal para onde sedestina o veiculo.Multa de 120 UFIR’sDeixar de aguardar a distancia de segurançalateral e frontal entre seu veiculo e os demais,bem como em veiculo à borda da pista,considerando-se, no momento, a velocidade, ascondições climáticas do local da circulação edo veiculo.Multa de 120 UFIR’s
  85. 85. INFRAÇÕES - MULTAS - PENALIDADES 04 PONTOS (MÉDIA) Deixar de dar passagem pela esquerda quando solicitado. Multa de 80 UFIR’s Portar no veiculo placas de identificação diferente das especificadas pelo CONTRAN Multa de 80 UFIR’s Retenção do veiculo pra regularização e apreensão das placas irregulares Dirigir com fone de ouvido conectado à aparelho de som ou telefone celular. Multa de 80 UFIR’s Parar por falta de combustível. Multa de 80 UFIR’s Remoção do veiculo Atirar do veiculo ou abandonar na via objetos ou substâncias. Multa de 80 UFIR’s Estacionar nas esquinas a menos de cinco metros da via transversal. Multa de 80 UFIR’s Remoção do veiculo Deixar de fazer o registro de transferência do veiculo no prazo de trinta dias Multa de 80 UFIR’s
  86. 86. 04 PONTOS (MÉDIA)Dirigir o veiculo com o braço do lado de fora.Multa de 80 UFIR’sTransitar ao lado do outro veiculo interrompendo ou perturbando o transito.Multa de 80 UFIR’sUsar alarmes que produzam sons e ruídos que perturbem o sossego publicoMulta de 80 UFIR’sApreensão e remoção do veiculoParar o veiculo sobre a faixa de pedestre na mudança de sinal luminosoMulta de 80 UFIR’sParar o veiculo nos viadutos, pontes e túneis, na contramão de direção em local ehorários proibidos.Multa de 80 UFIR’sEstacionar o veiculo onde houver guia da calçada destinada à entrada ou saída deveiculo.Multa de 80 UFIR’sRemoção do veiculo. Mar celo Paiva
  87. 87. INFRAÇÕES - MULTAS - PENALIDADES 03 PONTOS (LEVE) Transitar pela faixa da direita regulamentada como de circulação exclusiva para determinado tipo de veiculo, exceto para acesso a imóveis ou conversões à direita. Multa de 50 UFIR’s Usar luz alta em vias com iluminação publica Multa de 50 UFIR’s Dirigir sem atenção ou sem cuidados indispensáveis à segurança. Multa de 50 UFIR’s Ultrapassar veiculo em movimento que integre cortejo ou desfile sem autorização. Multa de 50 UFIR’s Usar buzina prolongada e sucessivamente, entre 22h e 6h. Multa de 50 UFIR’s Marcelo Paiva
  88. 88. 03 PONTOS (LEVE)Estacionar afastado da calçada de 50cm a 1 metro.Multa de 50 UFIR’sConduzir veiculo sem os documento exigidos pelo Código deTransito Brasileiro.Multa de 50 UFIR’sRetenção do veiculo até apresentação do documento.Estacionar o veiculo nos acostamento, salvo motivo de forçamaior.Multa de 50 UFIR’sRemoção do veiculoÉ proibido ao pedestre permanecer ou andar nas pistas derolamento, exceto para cruzá-las onde for permitido.Multa de 50 UFIR’sÉ proibida ao pedestre andar fora da faixa de segurança própria,passarela, passagem aérea ou subterrânea.Multa de 50 UFIR’s Marcelo Paiva
  89. 89. FOTOS DE ACIDENTESCarro destruído após atropelar cavalo e capotar
  90. 90. FOTOS DE ACIDENTES
  91. 91. FOTOS DE ACIDENTES
  92. 92. SATISFAÇÃO Para obtermos resultadossatisfatórios na redução deacidentes de transito, todos devem ter uma atençãomaior nas regulamentações das leis de trânsito, desta forma só temos a ganhar. “Quem trabalha sem segurança não sabe trabalhar” Marcelo Paiva
  93. 93. AGRADECEMOSOBRIGADO A TODOS PELA PRESENÇA, TENHAM UM BOM DIA DE TRABALHO COM SEGURANÇA. MARCELO PAIVA

×