Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Projeto de Sistemas - Aula005

Análise Orientada a Objetos - A UML

  • Be the first to comment

Projeto de Sistemas - Aula005

  1. 1. Aula 005 Projeto de Sistemas PRONATEC Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego
  2. 2. PRONATEC Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego
  3. 3. 1. ANÁLISE ORIENTADA A OBJETO • É a modelagem mais usada atualmente para desenvolvimento de sistemas. Ela usa a metodologia da orientação a objetos. • Orientação a Objetos: na vida estamos cercados de “objetos”, “substantivos” com os quais trabalhamos, manipulamos, criamos, apagamos. A orientação a objetos parte desse princípio para tornar o desenvolvimento mais próximo do usuário e tornar a interface: desenvolvedor/usuário mais simples • O grande problema da OO é a falta de uma notação padronizada para representar os objetos e suas relações. Para resolver esse problema foi criada a UML – Unified Modeling Language = Linguagem de Modelagem Unificada
  4. 4. 2. A UML • Linguagem de Modelagem Unificada é um conjunto de ferramentas e diagramas voltados para cada etapa da análise de sistemas orientada a objetos com o objetivo de facilitar a modelagem de novos sistemas e até a automatização. • A UML permite a automatização do processo de análise por intermédio do uso de ferramentas CASE – Computer Aidded Software Engine uma vez que define regras bem definidas que podem ser programadas em softwares de computador. • Alguns exemplos de CASE: MagicDraw ($1,599,00), Together ($11.500,00), Poseidon ($1.549,00 ), Enterprise Architect ($ 2.500,00), Rational Rose ($ 5.995,00), Jude($280,00), Omondo Eclipse UML ($ 18.136,31)
  5. 5. 3. Vantagens da Análise OO • A OO permite especificar o domínio do problema de um sistema • A OO permite flexibilidade à mudanças • A OO cria componentes totalmente reutilizáveis • Modelos OO são convenientemente implementados por linguagens OO como Java, C# • Traz mais eficiência e qualidade ao projeto 4. Vantagens da UML • Modelar baseando-se na Orientação a Objetos • Faz a união: Conceitual – Executável • Pode ser usada tanto pelo homem como pela máquina (softwares case)
  6. 6. 5. Sistemas onde UML pode ser útil • Sistemas de Informação: armazena, pesquisa, edita e mostra informações a usuários • Sistemas Técnicos: manter e controlar sistemas técnicos: telecomunicações, equipamentos militares, processos industriais. • Sistemas Real-time: Executados em peças de hardware integradas – celulares, carros, alarmes, elevadores, robôs da indústria • Sistemas Distribuídos: os dados ficam espalhados em várias máquinas e ao mesmo tempo estão integrados, ex: bancos • Sistemas de Software: sistemas para uso de outros sistemas – Sistemas Operacionais, Bancos de Dados, Ferramentas CASE • Sistemas de Negócio: baseados nas regras de negócio de uma empresa para sua informatização e automação
  7. 7. 6. Fases: Desenvolvimento usando UML • Análise de Requisitos: reporta as necessidades do sistema por meio do “diagrama use-case” que mostra os atores do novo sistemas, suas funções e relacionamentos entre si. • Análise: modela as classes e objetos do sistema e seus relacionamentos entre si e com o diagrama use-case. Nessa fase é utilizada a ferramenta: “Diagrama de Classes” • Design (Projeto): Introduz novas classes e objetos da solução técnica a ser adotada, detalhando mais as especificações para facilitar a fase de programação. • Programação: As classes do design são convertidas para código na linguagem orientada a objetos escolhida. Dependendo da linguagem escolhida esse processo pode ser fácil ou complicado • Teste: testar o sistema – unidade (programador), integração (analista) e aceitação (usuário)
  8. 8. 7. Composição da UML • Visões: mostram o sistema com ênfase em aspectos diferentes, a soma das visões torna mais claro os limites e as funções internas dos componentes. Uma visão pode ser constituída por mais de um diagrama • Modelos de Elementos: torna a OO mais próxima da modelagem – classes, objetos, associações, relações, dependências e heranças dos componentes • Mecanismos Gerais: são comentários e informações a mais que podem esclarecer pontos não muito claros na modelagem normal dos diagramas e visões • Diagramas: são os gráficos que descrevem uma visão.

    Be the first to comment

    Login to see the comments

  • PAULOPCVC

    Mar. 22, 2017

Análise Orientada a Objetos - A UML

Views

Total views

756

On Slideshare

0

From embeds

0

Number of embeds

13

Actions

Downloads

31

Shares

0

Comments

0

Likes

1

×