Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
Aula Especial
DER + DD
PRONATEC
Programa Nacional de Acesso ao
Ensino Técnico e Emprego
PRONATEC
Programa Nacional de Acesso
ao Ensino Técnico e Emprego
1. DER – Diagrama de Entidade e Relacionamentos
• É um diagrama para representação dos dados do sistema
com a finalidade d...
2. Exemplo de DER
ALUNO
PROFESSOR
MATÉRIACURSON N
N
• Como se lê esse diagrama: Um aluno cursa várias (N)
matérias ministr...
3. Atributos
• Os atributos são características importantes
das entidades e podem ser mostradas para
melhorar o entendimen...
4. Exemplo de DER com atributos
ALUNO
PROFESSOR
MATÉRIACURSON N
N
• Os atributos “Chave Primária” devem ser
marcados com o...
5. Tipos de Relacionamentos
CURSO MATÉRIATEM1 N
• UM PARA N: um curso tem várias matérias, uma
matéria só pertence exclusi...
6. Dicionário de Dados
• É um recurso para descrever todos os dados mostrados
no DFD e no DER de forma mais clara possível...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

DER - Diagrama de Entidade e Relacionamentos

Explicações básicas sobre o DER - Diagrama de Entidade e Relacionamentos e também do DD - Dicionário de Dados pára Análise Estruturada.

  • Login to see the comments

DER - Diagrama de Entidade e Relacionamentos

  1. 1. Aula Especial DER + DD PRONATEC Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego
  2. 2. PRONATEC Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego
  3. 3. 1. DER – Diagrama de Entidade e Relacionamentos • É um diagrama para representação dos dados do sistema com a finalidade de facilitar ao projetista do banco de dados a construção do modelo de dados • É de simples compreensão pois mostra os arquivos como ENTIDADES e a ligação entre elas como RELACIONAMENTOS • A Entidade é um arquivo ou tabela que é representado no diagrama por um retângulo • O Relacionamento é a ligação entre as Entidades mostradas como um losango • Para o projetista do banco cada Entidade e cada Relacionamento se tornarão uma tabela • São mostrados no DER como linhas saindo da Entidade (retângulo) com terminadores em pontos negros onde aparecem os seus nomes
  4. 4. 2. Exemplo de DER ALUNO PROFESSOR MATÉRIACURSON N N • Como se lê esse diagrama: Um aluno cursa várias (N) matérias ministradas por vários (N) professores. • Um professor leciona várias (N) matérias para vários (N) alunos • Uma matéria é cursada por vários (N) alunos e ministrada por vários (N) professores • Podemos ler o diagrama de várias formas dependendo do foco a ser tomado
  5. 5. 3. Atributos • Os atributos são características importantes das entidades e podem ser mostradas para melhorar o entendimento do diagrama • Um atributo sempre vai se transformar no projeto em uma coluna (campo) da tabela • Um atributo pode ser “Chave Primária” quando define unicamente a entidade a que pertence não se repetindo seu valor na tabela • Um atributo pode ser “Chave Estrangeira” caso se refira a uma chave primária de outra entidade
  6. 6. 4. Exemplo de DER com atributos ALUNO PROFESSOR MATÉRIACURSON N N • Os atributos “Chave Primária” devem ser marcados com o asterisco * • Somente mostre os atributos relevantes no contexto do sistema não inclua todos pois pode provocar maior dificuldade do que facilitar no entendimento. Mas no DD (Dicionário de Dados) deve existir a entrada explicando eles todos NOME IDENTIDADE* ID* NOTA TOTAL NOMECPF* DATA INICIAL DATA FINAL NOME ID*
  7. 7. 5. Tipos de Relacionamentos CURSO MATÉRIATEM1 N • UM PARA N: um curso tem várias matérias, uma matéria só pertence exclusivamente a um curso ALUNO MATÉRIAFAZN N • N PARA N: um aluno faz várias matérias, uma matéria pode ser feita por vários alunos ao mesmo tempo • IMPORTANTE: Relacionamento 1 Para 1 não existe. Provavelmente se trata de um atributo que foi confundido com Entidade. Pode se tratar de um erro da análise do sistema
  8. 8. 6. Dicionário de Dados • É um recurso para descrever todos os dados mostrados no DFD e no DER de forma mais clara possível para o projetista criar a estrutura do banco de dados • Pode ser tão detalhado quanto se desejar, mas o mais importante é que o Usuário deverá compreender os dados, deverá ver e saber do que se trata no seu ambiente de trabalho • Geralmente começa descrevendo os Fluxos de Dados do DFD e depois as Entidades, Relacionamentos e Atributos do DER com as seguintes simbologias: • 0{}N = indica 0 a várias ocorrências do dado • [,] = indica uma das opções separadas por “,” • (* *) = indica um comentário a parte

×