Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
O CUSTO DO PROCESSO DE "JUNIORIZAÇÃO" PARA AS EMPRESASSenioridade versus Geração Y : Durante a crise qual dos dois salvará...
organização contratou uma consultoria para fazer o desenvolvimento delideranças, mas como é um investimento a longo prazo,...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

O custo do processo de juniorização

526 views

Published on

  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

O custo do processo de juniorização

  1. 1. O CUSTO DO PROCESSO DE "JUNIORIZAÇÃO" PARA AS EMPRESASSenioridade versus Geração Y : Durante a crise qual dos dois salvará a suaempresa?É fato que há tempos se observa em diversas organizações um processochamado de “juniorização”, em que cargos importantes foram excessivamenteocupados por pessoas jovens que traziam a bandeira de que levariam àsempresas mais velocidade e inovação. Esse movimento não esperava o abalono cenário financeiro mundial, trazendo períodos de incertezas e de cautela.Será que agora não seria mais interessante o investimento em lideranças maisseniores?De acordo com o sócio CTPartners Brasil, Arthur Vasconcellos, 52, tem sidocomum ouvir de seus clientes que até Set/2008 contrataram profissionais muitojovens para posições que requereriam mais experiência, pois se pensava queesse profissional poderia permanecer por mais tempo na organização, masjustamente o contrário aconteceu: “o tempo máximo de permanência nasempresas era de apenas quatro anos”, diz ele.Além disso, de lá pra cá, ele tem observado uma maior atenção das empresasem contratar profissionais mais velhos. Para cargos de direção, pessoas entre40 e 45 anos, e para presidência, entre 45 e 55 anos. “A única exigência quese faz é que o profissional já tenha tido alguma experiência em crises fortes,como aquelas que tivemos no Brasil ao longo da década de 80”, comenta.Alguns especialistas acreditam que os EUA só devem voltar a uma situaçãonormal em 2011, se isso acontecer, muita decisão difícil deverá ser tomada,por isso a estratégia de ter profissionais seniores em cargos de liderança é amais correta.“Em águas turvas é preciso marinheiros mais experientes”.Para o gerente de RH da Aliança Navegação e Logística e da Hamburg Süd,Antonio Marco Gomes, 45, as empresas erraram na contração de jovensporque tinham paradigmas velhos, ou seja, mesmo com um modelo deadministração mais conservador e hierárquico, elam contrataram jovens, queem sua maioria odeiam esse modelo administrativo. “Por isso essas pessoasficaram tão pouco tempo, porque não encontraram perspectivas decrescimento rápido”, comenta.Já na Mirvi do Brasil, empresa que fornece tampas plásticas, a crise delideranças não chegou à empresa porque a turbulência econômica passoulonge do seu segmento. De acordo com o supervisor de RH, Luis Reis, 45, aempresa investe em lideranças jovens, e sabe que as mesmas pecam pelafalta de experiência em lidar com conflitos e gestão de pessoas. Por isso a
  2. 2. organização contratou uma consultoria para fazer o desenvolvimento delideranças, mas como é um investimento a longo prazo, o supervisor admiteque a percentagem de líderes muito jovens poderia atrapalhar se a criseeconômica atingisse o seu ramo.De acordo com o diretor de performance organizacional da Right Management,Felipe Westin, as empresas de certa maneira privilegiaram mais o modernoque o eterno. Não olharam para os profissionais que tinham mais maturidade eexperiência. “Existem certas coisas que na verdade não dá para cortarcaminho, é preciso vivenciar, ganhar aprendizagem, mas até o abalo da crise,a experiência passada até então não ajudava a alavancar o futuro”, explica.Em minha humilde opinião um líder sem experiência tem mais dificuldade paratomar uma decisão e traçar um plano de ação. Seu planejamento é maisprimário, pois falta conhecimento do dia-a-dia. Acredito numa mescla dos doisperfis de liderança: a cautela natural do sênior, aliada à abertura para ainovação que o jovem temO CUSTO DO PROCESSO DE JUNIORIZAÇÃO DAS EMPRESAS - DICASPara as organizações que se excederam no recrutamento de líderes jovens, éinteressante que sigam algumas providências para melhorar o rendimento desuas lideranças diante das crises. Veja dicas:• Faça um processo de coaching e mentoring, a troca de experiências compessoas mais maduras pode ajudar muito;• Mexa em algumas posições que são mais criticas e eventualmente coloquepessoas mais experientes em posições-chave;• A liderança deve ter consciência de como lidar com as mudanças, mas tambémcomo preparar os liderados a navegar e se motivar nessa nova travessiamacroeconômica.

×