Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

BRASIL REPÚBLICA - de Dutra ao Brother Sam

1,545 views

Published on

Breve Cenário político do Brasil, desde a posse de Eurico Gaspar Dutra, passando por Vargas, JK, Jânio Quadros, Jango, até o Golpe militar de 1964

Published in: Education
  • Be the first to comment

BRASIL REPÚBLICA - de Dutra ao Brother Sam

  1. 1. 1946 - 1964 Webster Pinheiro
  2. 2. 1. Governo Eurico Gaspar Dutra (1946-1951) Assembléia Constituinte / Constituição de 1946 (características); Plano SALTE (saúde, alimentação, transporte e energia) Reunião da Assembléia Constituinte de 1946
  3. 3. Abrindo as portas aos importados, consumiu os saldos (reservas cambias) conquistados durante a II Guerra Mundial (U$ 700 milhões); Por influência da Guerra Fria: cassou o registro do PCB e seus parlamentares, rompeu relações diplomáticas com a URSS e interveio nos sindicatos; Registraram-se elevado índice inflacionário e arrocho salarial. Luís Carlos Prestes em campanha eleitoral (1945)
  4. 4. Governo Getúlio VARGAS (1951-1954) “Se for eleito a 3 de outubro, o povo subirá comigo as escadas do Catete e comigo ficará no governo.”
  5. 5. Manutenção do estilo nacionalista, populista e intervencionista; Criação de Petrobrás (1953) - “O petróleo é nosso”;
  6. 6. Incentivo à indústria de base sem alterar a estrutura fundiária; A crise socioeconômica e a queda do ministro João Goulart (1954); A oposição a Vargas: Carlos Lacerda e toda a UDN, empresários nacionais ligados ao capital estrangeiro e governo norte-americano;
  7. 7. O atentado da Rua Tonelero (5 de agosto /1954); As pressões exigindo a renúncia e o consequente suicídio de Vargas (24 de agosto /1954); Gregório Fortunato
  8. 8. Sucessão: Café Filho – Carlos Luz – Nereu Ramos; O papel do general Teixeira Lott, garantindo a posse do candidato eleito, Juscelino Kubitschek.
  9. 9. 3. Governo Juscelino Kubitschek (1956 -1961) “Cinqüenta anos em cinco”
  10. 10. O Plano de Metas (energia, transporte, indústria de base, alimentação e educação); JK apresenta o Plano de Metas Inauguração da USIMINAS Usina de Furnas - MG
  11. 11. Um período de prosperidade tecnológica e de estabilidade política a custo de intensa emissão monetária e abertura ao capital estrangeiro; Linhas de montagem da Volkswagen e da Mercedes-Benz, em São Bernardo do Campo-SP, 1958
  12. 12. O modelo desenvolvimentista de JK favoreceu à desnacionalização econômica do país, permitiu que empresas estrangeiras controlassem as indústrias – chave (automobilísticas, petroquímicas, farmacêuticas, dentre outras);
  13. 13. As vantagens encontradas pelas multinacionais. Linha de montagem da DKV-VEMAG
  14. 14. Criação da SUDENE (1959) – Objetivos; Construção de Brasília, inaugurada em 21 de abril de 1960;
  15. 15. As tentativas de golpe de Jacareacanga(PA) e de Aragarças(GO); Major Haroldo Veloso preso após o levante de Jacareacanga Avião utilizado no levante de Aragarças
  16. 16. O rompimento com o Fundo Monetário Internacional (FMI), em agosto de 1959; Analogia entre os modelos administrativos de Vargas e de JK; José Maria Alckmin, ministro da Fazenda
  17. 17. A sucessão presidencial – vitória da dupla “Jan – Jan” (Jânio – Jango) X Jânio Quadros Marechal Teixeira Lott
  18. 18. 4. Governo Jânio Quadros (1961) “Vamos acabar com a bandalheira e varrer a corrupção”.
  19. 19. Jânio Quadros em campanha, 1955
  20. 20. Ao tomar posse Jânio encarou grave crise financeira (inflação, divida externa e déficit na balança de pagamentos); Reaproximação com os países do bloco socialista (URSS e China), gerando enorme oposição a seu governo;
  21. 21. Pressionado por “forças terríveis”, renunciou sete meses após o início de seu governo. Obstáculos à posse do vice- presidente Jango e a “Campanha da Legalidade”de Leonel Brizola.
  22. 22. Jango e Mao, em Pequim(agosto/1961) Bilhete de renúncia de Jânio (25/08/1961)
  23. 23. 5. Governo João Goulart (1961-1964) “Entre golpes e golpes” O parlamentarismo (1961-63): condição imposta a “Jango”para a posse;
  24. 24. O plebiscito (6 de janeiro de 1963);
  25. 25. O Plano Trienal (1963-65): reduzir a inflação e retomar o crescimento econômico do país. As Reformas de Base: agrária, urbana, eleitoral, tributária e universitária;
  26. 26. As Reformas ameaçavam os interesses dos setores mais conservadores da sociedade, que passaram a taxá-las de comunistas; As manifestações populares na cidade e no campo: greves e atuação das camponesas;
  27. 27. -O método -Paulo Freire
  28. 28. O comício de 13 de março/1964, na Central do Brasil – 200 mil trabalhadores aplaudiram Jango;
  29. 29. Maria Tereza Goulart
  30. 30. A “Marcha da Família com Deus pela Liberdade” – a reação dos conservadores às reformas de Jango;
  31. 31. O golpe: 31/março – 1º/abril/1964.

×