Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

ARTIGO: GOOGLE E A NEW WORLD ORDER MUDIAL 2018 ATE 2100. A DESTRUIÇÃO DA SOCIEDADE A SODOMA E GOMORRA.

357 views

Published on

ARTIGO: GOOGLE E A NEW WORLD ORDER MUDIAL 2018 ATE 2100. A DESTRUIÇÃO DA SOCIEDADE A SODOMA E GOMORRA.

Published in: Education
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

ARTIGO: GOOGLE E A NEW WORLD ORDER MUDIAL 2018 ATE 2100. A DESTRUIÇÃO DA SOCIEDADE A SODOMA E GOMORRA.

  1. 1. ARTIGO: GOOGLE E A NEW WORLD ORDER MUDIAL 2018 ATE 2100. A DESTRUIÇÃO DA SOCIEDADE A SODOMA E GOMORRA. E condenou à destruição as cidades de Sodoma e Gomorra, reduzindo-as a cinza, e pondo-as para exemplo aos que vivessem impiamente; 2 Pedro 2:6 Então o Senhor fez chover enxofre e fogo, do Senhor desde os céus, sobre Sodoma e Gomorra; Gênesis 19:24 Assim como Sodoma e Gomorra, e as cidades circunvizinhas, que, havendo-se entregue à fornicação como aqueles, e ido após outra carne, foram postas por exemplo, sofrendo a pena do fogo eterno. Judas 1:7 [1] Este documentoé principalmente escritoapartir da perspectivadocampus da Google MountainView EUA 07/08/2017, nãopossofalar sobre outros escritórios ou países Uma cartade 10 páginas de um engenheirode software contraas iniciativas de diversidade doGoogle viralizoudentrodaempresa, sendocompartilhadaem uma rede meme internae no Google+. A existênciadodocumentofoi relatada pelo Motherboard, e o Gizmodoa conseguiuna íntegra EM 07/07/2017.
  2. 2. No memorando, que é a opinião pessoal de um funcionáriomasculino do Google e intitulado“Câmara de Eco Ideológicado Google”, o autor argumentaque as mulheres estãosub-representadas natecnologia, não porque enfrentamviés e discriminaçãono local de trabalho, mas por causa de diferenças psicológicas inerentes entre homens e mulheres. “Precisamos parar de assumir que as lacunas de gêneroimplicamemsexismo”, ele escreve, argumentandoque os programas educacionais do Google para mulheres jovens podemestar errados. A publicaçãosurge quando o Google passapor uma investigaçãode discriminação salarial peloDepartamentode Trabalho dos EUA, que descobriuque o Google paga rotineiramente as mulheres menos doque os homens em papéis comparáveis. O Gizmodofoi atrás do Google para comentar o memorando e como a empresa estáabordando as preocupações dos funcionários emrelação ao seuconteúdo. Vamos atualizar este artigose ouvimos de volta. O textoda publicaçãoé reproduzidonaíntegraabaixo, com algumas modificações menores de formatação. Dois gráficos e vários links também foram omitidos. Respostapúblicaa más interpretações Eu valorizoa diversidade e a inclusão, não estounegando que o sexismoexistae não endossoouso de estereótipos. Aoabordar a distânciana representaçãona população, precisamos examinar as diferenças nonível populacional das distribuições. Se nãopudermos ter uma discussãosincerasobre isso, nunca podemos realmente resolver oproblema. A segurançapsicológicaé construídaemrespeitoe aceitaçãomútuas, mas, infelizmente, nossaculturade vergonhae falsidade é desrespeitosae nãoaceita qualquer pessoaque estejaforade sua câmara de eco. Apesar doque a resposta públicaparece ter sido, recebi muitas mensagens pessoaisdos colegas Googlers expressandosuagratidãopor trazer essas questõesimportantes que eles concordam, mas nunca terãoa coragemde dizer oudefender por causa de nossa culturae A possibilidade de ser demitido. Issoprecisamudar.
  3. 3. Resumo O viés políticode Google equiparoua liberdade da ofensacom a segurança psicológica, mas envergonhar até o silêncioé a antítese dasegurançapsicológica. Este silenciamentocriouuma câmara de ecoideológicaonde algumas idéias são sagradas de mais para seremdiscutidas honestamente. A faltade discussãopromove os elementos mais extremose autoritários desta ideologia. Extrema:todas as disparidades na representaçãosãodevidas à opressão Autoritário:devemos discriminar paracorrigir essaopressão Diferenças nas distribuições de traços entrehomens e mulheres podememparte explicar por que não temos 50% de representaçãode mulheres emtecnologiae liderança. A discriminaçãopara alcançar uma representaçãoigual é injusta, divisivae ruim para os negócios. Pano de fundo [1] As pessoas geralmente têmboas intenções, mas todos nós temos vieses que são invisíveis paranós. Felizmente, discussões abertas e honestas comaqueles que não concordam podemdestacar nossos pontos cegos e nos ajudar a crescer, e é por issoque escrevi este documento. [2]O Google temvários preconceitos e a discussãohonestasobre essespreconceitos estásendosilenciadapelaideologia dominante. O que se segue não é a históriacompleta, mas é uma perspectivaque precisadesesperadamenteser contadanoGoogle. O viés do Google No Google, falamos muito sobre o viés inconscientequandose aplica à raça e ao gênero, mas raramente discutimos nossos vieses morais. A orientaçãopolíticaé, na verdade, o resultadode preferências morais profundas e, portanto, enviesadas. Considerandoque a maioriaesmagadora das ciências sociais, damídiae do Google se inclinapara a esquerda ou sejaapologiaexplicitaaogayssimos da new world mundial implantadono mundo ate 2100 parareduçãoou extinçãodaraça humana , devemos analisar criticamente esses preconceitos. Viés de esquerda
  4. 4. Compaixão com os fracos Disparidades se dãopor injustiças Humanos são inerentemente cooperativos Mudança é bom (instabilidade) Aberto Idealista Vieses dadireita Respeitopelos fortes/autoridade Disparidades sãonaturais e justas Humanos são inerentemente competitivos Mudança é perigosa(estabilidade) Fechado Pragmático Nenhumdos lados é 100% corretoe ambos os pontos de vistasão necessários para uma sociedade em funcionamentoou, neste caso, empresa. Uma empresa muito para a direitapode ser lentaem reagir, excessivamentehierárquicae desconfiadados outros. Em contrapartida, uma empresamuitopara a esquerda mudará constantemente(depreciandoserviços muitoqueridos), diversificando seus interesses (ignorandooucom vergonhade seunegócioprincipal) e confiando demais em seus funcionários e concorrentes. Somente fatos e razões podemesclareceresses vieses, mas quando se tratade diversidade e inclusão, oviés à esquerdado Google criouuma monocultura politicamente corretaque mantéma sua posturaao encobrir os dissidentes em silêncio. Este silêncioeliminaqualquer controle contraainvasão de políticas extremistas e autoritárias. Durante orestodeste documento, me concentrarei na posiçãoextremade que todas as diferenças de resultadosãodevidas ao tratamentodiferenciadoe aoelementoautoritárioque é necessáriopara discriminar paracriar uma representaçãoigualitária.
  5. 5. Possíveis causas nãoenviesadas da lacuna de gêneros natecnologia[3] No Google, regularmente nos dizemque os vieses implícitos(inconscientes) e explícitos estãoimpedindoas mulheres de atingiremcargos de tecnologiae liderança. Claro, homens e mulheres experimentamvieses, tecnologia e o local de trabalhode forma diferente e devemos estar cientesdisso, mas estálonge de contar toda a história. Em média, homens e mulheres diferembiologicamente de várias maneiras. Essas diferenças nãosão apenas construídas socialmente porque: Eles são universais emtodas as culturas humanas Eles muitas vezes têmcausas biológicas claras e ligações coma testosteronapré- natal Os machos biológicos que foram castrados no nascimentoe criados como fêmeas muitas vezes aindase identificame agem como machos Os traços subjacentes sãoaltamente hereditários Eles são exatamente oque prevemos a partir de uma perspectivade psicologia evolutiva Observe que não estoudizendoque todos os homens diferemdas mulheres das seguintes maneiras ouque essas diferenças são“justas”. Estousimplesmente afirmando que a distribuiçãode preferências e habilidades de homens e mulheres difere emparte devidoa causas biológicas e que essas diferenças podemexplicar por que não vemos a representaçãoigualitáriade mulheres em tecnologiae liderança. Muitas dessas diferenças sãopequenas e há uma sobreposição significativaentre homens e mulheres, portanto, você nãopode dizer nada sobre um indivíduodado essas distribuiçõesnonível da população. Diferenças de personalidade Mulheres, emgeral, temmais: Aberturavoltadapara sentimentos e estéticaemvez de idéias. As mulheres geralmente tambémtêmum maior interesse pelas pessoas e nãopelas coisas, em relaçãoaos homens (também interpretados comoempatiacontrasistematização).
  6. 6. Essas duas diferenças, emparte, explicampor que as mulheres preferem relativamente empregos emáreas sociais ouartísticas. Mais homens podem gostar de escrever códigos porque requer sistematizaçãoe até dentro desenvolvimentode software, comparativamentemais mulheres trabalhamno front-end, que lida com pessoas e estética. Extroversãoexpressacomogregáriaemvez da assertividade. Alémdisso, maior concordância. Issolevaas mulheres, emgeral, a teremdificuldade emnegociar o salário, pedindoaumentos, falando abertamente e liderando. Note-se que estassão apenas diferenças médias e hásobreposiçãoentre homens e mulheres, mas issoé vistoapenas como uma questãofeminina. Issoleva a programas exclusivos como Stretche muitos homens semsuporte. Neuroticismo(maior ansiedade, menor tolerânciaaoestresse). Issopode contribuir paraos níveis mais altos de ansiedade que as mulheres relatamno Googlegeist e parao menor númerode mulheres emempregos de altoestresse. Note-se que, contrárioaoque um construcionistasocial poderiaargumentar, a pesquisasugere que “uma maior igualdade de gêneroa nível nacional conduz a uma dissimilaridadepsicológicanos traços de personalidade masculinae feminina”. Conforme “a sociedade se tornamais prósperae mais igualitária, diferenças de disposiçãoinerentesentre homens e mulherestêmmais espaço para se desenvolver e adiferençaque existe entre os homens e as mulheres em sua personalidade torna-se mais ampla”. Precisamos parar de assumir que as lacunas de gêneroimplicamem sexismo. Maior desejomasculinopor status Nós sempre perguntamos por que não vemos as mulheres emposições de liderança, mas nunca perguntamos por que vemos tantos homens nesses empregos. Essas posições muitas vezes exigemhoras longas e estressantes que podem não valer a pena se você quer uma vida equilibradae gratificante. O status é a métricaprincipal pelaqual os homens são julgados [4], empurrando muitos homens para esses empregosmais remunerados e menos satisfatórios para o status que eles implicam. Note-se que as mesmas forças que levamos homens a empregos de altonível de salárioe alta em tecnologiae liderançafazem
  7. 7. com que os homens façam empregos indesejáveis e perigosos comomineraçãode carvão, coletade lixoe combate a incêndios e sofrem93% das mortes relacionadas ao trabalho. Formas não discriminatórias de reduzir adiferençade gênero Abaixovou examinar algumas das diferenças nadistribuiçãode traços entre homens e mulheres que descrevi naseçãoanterior e sugerir formas de abordá-los para aumentar a representaçãodas mulheres emtecnologiae semrecorrera discriminação. O Google já estáfazendoavanços em muitas dessas áreas, mas acho ainda instrutivolistá-las: As mulheres, emmédia, mostramum maior interesse empessoas e homens em coisas Podemos fazer engenhariade software mais orientadapara pessoas com pares de programação e mais colaboração. Infelizmente, pode haver limites paraa forma como as tarefas orientadas apessoas e o Google podem funcionar e não devemos nos enganar ou aos alunos nesse sentido(alguns de nossos programas para que estudantes mulheres possamfazer códigopodemestar fazendoisso). As mulheres emmédia são mais cooperativas Permitaque aqueles que exibam o comportamentocooperativoprosperem. Atualizações recentes paraoPerf podem estar fazendoissoaté certoponto, mas talvez haja mais o que podemos fazer. Issonão significaque devamos remover toda a competitividade doGoogle. A competitividade e aauto-suficiênciapodem ser características valiosas e nãodevemos prejudicar necessariamenteaqueles que as possuem, comoo que foi feitona educação. As mulheres, emmédia, são mais propensas à ansiedade. Tornar a tecnologiae a liderançamenos estressantes. O Google já faz parte dissocom seus muitos cursos e benefícios de reduçãodo estresse. As mulheres, emmédia, procuram mais equilíbrioentre otrabalhoe a vida pessoal, enquantoos homens têmum impulso maior para o status emgeral Infelizmente, enquantoatecnologiae a liderançacontinuaremaser um status elevado, e carreiras lucrativas, os homens podemdesproporcionalmente querer
  8. 8. estar neles. Permitir e realmenteapoiar (comoparte de nossacultura) o trabalho a tempo parcial pode manter mais mulheres natecnologia. O papel de gêneromasculinoatualmente é inflexível O feminismofez grandes progressosnalibertaçãodas mulheres dopapel do gênerofeminino, mas os homens ainda estãomuitoligados ao papel masculinodo gênero. Se nós, como sociedade, permitimos que os homens sejammais “femininos”, entãoa diferençade gêneroiráencolher, emboraprovavelmente porque os homens deixarãotecnologiae liderançapara papéis tradicionalmente femininos. Filosoficamente, nãoacho que devemos fazer engenhariasocial arbitráriade tecnologiaapenas para torná-laatraente para partes iguais de homens e mulheres. Paracada uma dessas mudanças, precisamos de motivos que ajudem o Google;Istoé, devemos estar otimizandooGoogle – com a diversidade doGoogle sendoum componente disso. Por exemplo, atualmente, aquelesque tentam trabalhar horas extras ouassumemestresseextrainevitavelmenteirãoavançar e, se tentarmos mudar issodemais, issopode ter conseqüências desastrosas. Além disso, ao considerar os custos e os benefícios, devemoster emmente que o financiamentodo Google é finito, de modo que sua alocação é mais uma soma zerodo que é geralmente reconhecido. O dano dos vieses doGoogle Eu acreditofirmemente nadiversidade racial e de gênero, e euacho que devemos nos esforçar paramais. No entanto, para conseguir umarepresentaçãode gênero e raça mais igualitária, o Google criouvárias práticas discriminatórias: Programas, tutorias e aulas apenas para pessoas comcertogêneroou raça [5] Uma filade alta prioridade e tratamentoespecial paraos candidatos de “diversidade” Práticas de contrataçãoque podem efetivamente diminuironível para os candidatos de “diversidade”, diminuindoataxa de falso negativo Reconsiderandoqualquer grupode pessoas, se não for “diversificado”osuficiente, mas não mostrandoesse mesmoescrutínionadireçãoinversa(viés de confirmação clara)
  9. 9. Definiçãode nível OKRs para aumento de representaçãoque pode incentivar discriminaçãoilegal [6] Essas práticas baseiam-se emfalsas suposições geradas por nossos preconceitose podem realmente aumentar as tensões de raçae gênero. As lideranças sênior nos dizemque o que estamos fazendoé a coisa moralmente e economicamente corretaa fazer, mas, sem prova, issoé apenas uma ideologiade esquerda[7]que pode prejudicar irreparavelmente oGoogle. Porque somos cegos Todos nós temos vieses e usamos raciocínios motivados paradescartar idéias contrárias aos nossos valores internos. Assimcomo alguns na direitanegama ciênciaque vai contra a hierarquia“Deus> humanos> ambiente”(por exemplo, evoluçãoe mudança climática), aesquerda tende a negar ciênciasobre diferenças biológicas entre pessoas (por exemplo, QI [8] e diferenças de sexo). Felizmente, cientistas climáticos e biólogos evolutivos geralmentenãoestãoà direita. Infelizmente, amaioriaesmagadorade humanidades e cientistas sociais tendemà esquerda(cercade 95%), o que cria um enorme viés de confirmação, muda o que estásendoestudadoe mantém mitos como o construcionismosocial e a diferençasalarial por gênero[9]. A inclinaçãoà esquerdado Google torna-nos cegos a este viés e não críticos de seus resultados, e estamos usandoeles para justificar programas altamente politizados. Alémda afinidade da esquerdapara com aqueles que enxergamcomo fracos, os seres humanos são geralmente tendenciosos paraproteger as fêmeas. Como mencionado anteriormente, issoprovavelmenteevoluiuporque os machos são biologicamente descartáveis e porque as mulheres geralmentesãomais cooperativas e concordantes doque os homens. Nós temos programas extensivos de governoe no Google, áreas de estudoe normas legais e sociais para proteger as mulheres, mas quando um homem se queixade uma questãode gêneroque afeta os homens, ele é rotuladocomo um misóginoe reclamão[10]. Quase todas as diferenças entre homens e mulheres sãointerpretadas comouma forma de opressãodas mulheres. Como com muitas coisas na vida, as diferenças de gênero são muitas vezes umcaso de “grama sendomais verde do outrolado”;
  10. 10. Infelizmente, odinheirodo contribuinte e doGoogle é gasto para regar apenas um lado do gramado. A mesmacompaixão para com aqueles que são vistos comofracos cria uma correçãopolítica[11], que restringe odiscursoe é complacente comos autoritários extremamentesensíveis que usama violênciae a vergonhapara promover sua causa. Embora o Google não tenhaincentivadoos violentos protestos de esquerdistas que estamos vendonas universidades, afreqüente vergonhano TGIF e em nossaculturacriou o mesmosilêncio, ambiente psicologicamente inseguro. Sugestões Esperoque estejaclaroque não estoudizendoque a diversidade é ruim, que o Google ou a sociedade é 100% justa, que não devemos tentar corrigir os preconceitos existentesouque as minorias tenham a mesma experiênciada maioria. Meupontomaior é que temos uma intolerânciaparaidéias e evidências que não se encaixam emuma certaideologia. Também não estoudizendoque devemos restringir as pessoas acertos papéis de gênero;Eudefendoexatamente o oposto: trate as pessoas como indivíduos, nãocomo apenas um outromembro de seugrupo (tribalismo). Minhas sugestões concretas sãopara: Não moralizar a diversidade. Assimque começarmos a moralizar um problema, deixamos de pensar nissoem termos de custos e benefícios, descartandoqualquer um que discordade nós como imoral e punindo duramente aqueles que vemos como vilões para proteger as “vítimas”. Pare de alienar conservadores. A diversidade de pontode vistaé sem dúvida o tipomais importante de diversidade e aorientaçãopolíticaé uma das formas mais fundamentais e significativas nas quais as pessoas vêemas coisas de forma diferente. Em ambientes altamente progressistas, os conservadoressãouma minoriaque sentemque precisamficar no armário para evitar a hostilidade aberta. Devemos capacitar aqueles com ideologias diferentesparapoderemse expressar.
  11. 11. Alienar os conservadores é nãoinclusivoe, emgeral, um negócioruim, porque os conservadores tendemaser mais conscienciosos, oque é necessárioparauma grande parte do trabalhode manutençãocaracterísticode umaempresamadura. Confrontar os vieses doGoogle. Eu me concentrei principalmente emcomonossos vieses nublamnosso pensamentosobre diversidade e inclusão, mas nossos preconceitos morais são mais amplos do que isso. Eu começaria por quebrar as pontuações do Googlegeistpor orientaçãopolíticae personalidade paradar uma imagem mais completasobre como nossos vieses estãoafetandonossa cultura. Pare de restringir programas e aulas a certos gêneros ouraças. Essas práticas discriminatórias sãoinjustas e divisórias. Concentre-seemalgumas das práticas não discriminatórias que delineei. Tenha uma discussãoabertae sincerasobre os custos e os benefícios dos nossos programas de diversidade. Discriminar apenas para aumentar a representaçãodas mulheres natecnologiaé tão equivocadae tendenciosaquantoo aumento de mandato para a representaçãodas mulheres nos desabrigados, nas mortes violentas e nas prisões, e abandono escolar. Atualmente, hápouca transparêncianaextensãode nossos programas de diversidade que omantém imune às críticas daqueles que estãoforade sua câmara de eco ideológica. Esses programas são altamente politizados, oque alienaos não progressistas. Eu perceboque alguns de nossos programas podem ser precauções contraas acusações governamentais de discriminação, mas que podem dar errado facilmente, jáque incentivamadiscriminaçãoilegal. Concentre-senasegurançapsicológica, nãoapenas na diversidade de raça/gênero. Devemos nos concentrar na segurançapsicológica, oque mostraefeitos positivos e deve (espero) nãolevar a discriminaçãoinjusta.
  12. 12. Precisamos de segurançapsicológicae valores compartilhados paraobter os benefícios dadiversidade Ter pontos de vistarepresentativosé importante paraaqueles que projetame testamnossos produtos, mas os benefícios sãomenos claros para quem não trabalha com UX. Tirar a enfase na empatia. Ouvi vários apelos para aumentar a empatia em questões de diversidade. Enquanto apoio fortemente atentativade entender comoe por que as pessoas pensam como elas fazem, depender da empatiaafetiva – sentir ador de outra pessoa– faz com que nos concentremos emanedotas, favorecendopessoas semelhantes anós e alimentandooutros preconceitosirracionaise perigosos. Ser emocionalmente descomprometidonos ajudaa melhorar a razão sobre os fatos. Priorizar aintenção. Nossofoco emmicroagressões e outras transgressões involuntárias aumenta nossasensibilidade, oque não é universalmentepositivo:asensibilidade aumenta tantoa nossatendênciapara se ofender quanto nossaauto-censura, levandoa políticas autoritárias. Falar semomedo de ser julgado com dificuldade é fundamental para a segurançapsicológica, mas essas práticas podemremover essasegurançajulgandotransgressões involuntárias. O treinamentode Microagressãoincorretamente e perigosamenteequipara discursocom violênciae não é apoiado por evidências. Ser abertosobre a ciênciada naturezahumana. Uma vez que reconhecemos que nemtodas as diferenças sãosocialmente construídas oudevidoa discriminação, abrimos os olhos para uma visão mais precisada condição humana que é necessáriase quisermos realmente resolver problemas. Reavaliar tornar obrigatóriootreinamentodoviés Inconsciente obrigatóriopara os comitês promocionais.
  13. 13. Não conseguimos medir qualquer efeitodonossotreinamentode Viés Inconsciente e ele temopotencial para correçãoexcessivaouataques contrários, especialmentese for obrigatório. Alguns dos métodos sugeridos dotreinamentoatual (v2.3) sãoúteis, mas a tendênciapolíticadaapresentaçãoé clara a partir das imprecisões factuais e dos exemplos apresentados. Gaste mais tempo nos muitos outros tipos de viés alémde estereótipos. Os estereótipos sãomuitomais precisos e receptivos anovas informações do que o treinamentosugere (nãoestoudefendendoousode estereótipos, eusósinalizoa inexatidãofactual do que é dito no treinamento). [1] Este documentoé principalmente escritoapartir da perspectivadocampus da Google MountainView EUA 07/08/2017, nãopossofalar sobre outros escritórios ou países. [2] Claro, eu possoser tendenciosoe sóver evidências que apóiammeu ponto de vista. Em termos de viéses políticos, considero-me umliberal clássicoe valoro fortemente oindividualismoe arazão. Eu ficariamuitofeliz emdiscutir qualquer um dos pontos e fornecer mais citações. [3] Aolongo do documento, por “tecnologia”, eusignificoprincipalmente engenhariade software. [4] Para relacionamentos românticos heterossexuais, os homens sãomais fortemente julgados pelostatus e pelas mulherespelabeleza. Mais umavez, isso temorigens biológicas e é culturalmente universal. [5] Stretch, BOLD, CSSI, Engineering Practicum(até certoponto) e vários outros programas internos e externos financiados peloGoogle sãopara pessoas com certogêneroouraça. [6] Em vez disso, definaOKRs do Googlegeist, potencialmente paradeterminados grupos demográficos. Podemos aumentar a representaçãoemum nível orgânico, tornando-oum ambiente melhor para determinados grupos (oque seriavistona pontuação da pesquisa) oudiscriminar combase emum status protegido(oque é ilegal e eu já vi sendopraticado). RepresentaçãoaumentadaOKRs pode incentivar o últimoe criar lutas de zero-somaentre as organizações.
  14. 14. [7] O comunismoprometeuser moral e economicamente superior aocapitalismo, mas todas as tentativas tornaram-se moralmentecorruptas e umfracasso econômico. Como ficouclaro que a classe trabalhadoradas democracias liberais não iriaderrubar seus “opressores capitalistas”, os intelectuaismarxistas passaram da guerrade classes paraa políticade gêneroe raça. A principal dinâmica opressora-oprimidapermaneceu, mas agorao opressor é o “patriarcado branco, retoe de gênerocis”. [8] Ironicamente, os testesde QI foram inicialmente defendidospelaesquerda quando a meritocraciasignificavaajudar as vítimas da aristocracia. [9] Sim, em um agregadonacional, as mulheres têmsalários mais baixos doque os homens por uma variedade de razões. Para o mesmo trabalho, as mulheres são pagas tantoquanto os homens. Considerandoque as mulheres gastammais dinheirodo que os homens e esse saláriorepresentaoquantoos empregados sacrificam(por exemplo, mais horas, estresse e perigo), precisamos repensar nossos estereótiposemtornodo poder. [10]“O sistematradicionalistade gêneronãolida bem com a idéiade que os homens precisamde apoio. Espera-se que os homens sejamfortes, não se queixeme lidemcom os próprios problemas. Os problemas dos homens são mais frequentemente vistos comofalhas pessoais emvez de vitimização, devidoà nossaidéiade gênerode agência. Issodesencorajaos homens a chamarem atençãopara seus problemas (questõesindividuais oude todoo grupo), por medo de seremvistos comoreclamões, queixosos oufracos “. [11]A correçãopolíticaé definidacomo “evitar formas de expressãoouação que são percebidas comoexcludentes, marginalizadorasouinsultosas agrupos de pessoas socialmente desfavorecidas oudiscriminadas”, oque deixaclaro por que é um fenômeno da esquerdae uma ferramentade autoritários. A Nova vice-presidente de diversidade, integridade e governança do google, Danielle Brown, emitiu a seguinte declaração em resposta ao memorando interno do funcionário: Googlers,
  15. 15. Eu sou Danielle, a nova Vice Presidente de Diversidade, Integridade e Governança do Google EM 2017. Eu comecei apenas algumas semanas atrás, e eu esperava que demorasse mais uma semana para me situar antes de me apresentar a todos vocês. Mas dado o acalorado debate que vimos nos últimos dias, sinto-me obrigada a dizer algumas palavras. Muitos de vocês leram um documento interno compartilhado por alguém em nossa organização de engenharia, expressando opiniões sobre as habilidades naturais e as características de diferentes gêneros, bem como se alguém pode falar livremente sobre essas coisas no Google. E, como muitos de vocês, eu achei que ele levantou suposições erradas sobre gênero. Não vou lidar com isso aqui, pois não é um ponto de vista que eu ou esta empresa apoia, promove ou encoraja. A diversidade e a inclusão são uma parte fundamental de nossos valores e fazem parte da cultura que continuamos a cultivar. Nós somos inequívocos em nossa convicção de que a diversidade e a inclusão são fundamentais para o nosso sucesso como empresa, e continuaremos defendendo isso e nos comprometemos com isso a longo prazo. Como Ari Balogh disse em sua postagem G+ interna, “Construir um ambiente aberto e inclusivo é o núcleo de quem somos e o que é certo. E pronto. “ O Google tomou uma posição forte nesta questão, lançando seus dados demográficos e criando um OKR de toda a empresa sobre diversidade e inclusão. Posições fortes suscitam fortes reações. Mudar uma cultura é difícil, e muitas vezes é desconfortável. Mas acredito firmemente que o Google está fazendo a coisa certa, e é por isso que eu aceitei esse trabalho. Parte da construção de um ambiente aberto e inclusivo significa promover uma cultura na qual aqueles com visões alternativas, incluindo diferentes pontos de vista políticos, se sentem seguros compartilhando suas opiniões. Mas esse discurso precisa trabalhar ao lado dos princípios de igualdade de emprego encontrados em nosso Código de Conduta, políticas e leis antidiscriminação. Eu estou no setor há muito tempo, e posso dizer que nunca trabalhei em uma empresa que tenha tantas plataformas para que os funcionários se expressem – TGIF, Memegen, G+ interno, milhares de grupos de discussão. Eu sei que essa conversa não termina com meu e-mail hoje. Estou ansioso para continuar a ouvir seus pensamentos enquanto eu me instalo e conheço os Googlers de toda a empresa. Obrigada, Danielle
  16. 16. QUANDO VOCÊ FALA A VERDADE CONTRA O MAL QUE IMPERA NO MUNDO DOMINADO PELA NEW WORLD ORDER MUNDIAL EM 2017 LOGO EM 2018 ATE 2100 ACONTECE ISSO, Parece que o Google demitiu o autor do memorando anti-diversidade EM 08/07/2017 QUE BASICAMENTE DEFEDEU LEIS DO DEUS DE ABRÃAO,ISAC,JACO. O engenheiro de software do Google que escreveu o manifesto de dez páginas contra as iniciativas de diversidade dentro da empresa foi demitido, segundo a Bloomberg.
  17. 17. E condenou à destruição as cidades de Sodoma e Gomorra, reduzindo-as a cinza, e pondo-as para exemplo aos que vivessem impiamente; 2 Pedro 2:6 Então o Senhor fez chover enxofre e fogo, do Senhor desde os céus, sobre Sodoma e Gomorra; Gênesis 19:24 Assim como Sodoma e Gomorra, e as cidades circunvizinhas, que, havendo-se entregue à fornicação como aqueles, e ido após outra carne, foram postas por exemplo, sofrendo a pena do fogo eterno. Judas 1:7 [1] Este documentoé principalmente escritoapartir da perspectivadocampus da Google MountainView EUA 07/08/2017, nãopossofalar sobre outros escritórios ou países Um comunicado do CEO do Google, Sundar Pichai, na noite desta segunda-feia (08/08/2017), obtido pelo Recode, diz que “partes do memorando violam nosso Código de Conduta e ultrapassam a linha ao promover esteriótipos negativos em nosso local de trabalho”. O Google não respondeu aos diversos pedidos de comentário do Gizmodo a respeito do status do emprego do engenheiro, James Damore. No entanto, a Bloomberg – citando um email de Damore – disse que ele foi demitido por “perpetuar esteriótipos de gêneros”. Damore trabalhou como engenheiro de software sênior no escritório do Google em Mountain View desde 2013, de acordo com seu perfil no Linkedin. Seu manifesto, intitulado “Câmara de Eco Ideológica do Google” viralizou internamente e foi noticiado pelo Motherboard no sábado. O Gizmodo publicou em seguida o conteúdo da carta na íntegra. Um engenheiro do Google disse ao Gizmodo que funcionários reportaram o autor do memorando ao setor de recursos humanos e pelo menos um deles com uma reclamação que citava “ambiente de trabalho hostil”. Mais, do comunicado de Pichai: Sugerir que um grupo dos nossos colegas tenha características que os tornem menos adequados biologicamente a esse trabalho é ofensivo e não é algo OK. É contrário aos nossos valores básicos e nosso Código de Conduta, que espera que “cada Googler dê o seu máximo para criar uma cultura dentro do espaço do trabalho que seja livre de assédio, intimidação, vieses e discriminação”.
  18. 18. Embora a resposta inicial do Google sobre o escândalo do memorando anti- diversidade tenha sido indiscutivelmente fraca, a demissão de Damore – se realmente aconteceu – poderia sinalizar as tentativas da empresa de levar os problemas de diversidade e inclusão mais a série, e com um senso de urgência. E condenou à destruição as cidades de Sodoma e Gomorra, reduzindo-as a cinza, e pondo-as para exemplo aos que vivessem impiamente; 2 Pedro 2:6 Então o Senhor fez chover enxofre e fogo, do Senhor desde os céus, sobre Sodoma e Gomorra; Gênesis 19:24 Assim como Sodoma e Gomorra, e as cidades circunvizinhas, que, havendo-se entregue à fornicação como aqueles, e ido após outra carne, foram postas por exemplo, sofrendo a pena do fogo eterno. Judas 1:7 [1] Este documentoé principalmente escritoapartir da perspectivadocampus da Google MountainView EUA 07/08/2017, nãopossofalar sobre outros escritórios ou países O Google foi recentemente acusado pelo Departamento de Trabalho dos Estados Unidos de ter uma “diferença salarial entre os gêneros “extrema”. Em 2013, a companhia puniu um de seus engenheiros por criar mais transparência interna a respeito dos salários. Imagem do topo: Getty FONTE; http://gizmodo.uol.com.br/exclusivo-o-memorando-de-10-paginas-anti- diversidade-que-esta-circulando-internamente-no-google/ http://gizmodo.uol.com.br/google-demitiu-anti-diversidade/ https://www.bibliaonline.com.br/acf/busca?q=SODOMA+E+GOMORRA : Melanie Ehrenkranz 8 de agosto de 2017 às 10:17 7 de agosto de 2017 às 17:15

×