Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Da Vida Espírita

10,444 views

Published on

Conceição de Jacareí - RJ

http://www.gespiritacristao.com

Published in: Spiritual, Technology

Da Vida Espírita

  1. 1. L. E. Cap VI <ul><li>DA VIDA ESPÍRITA </li></ul><ul><li>Espíritos Errantes </li></ul><ul><li>Mundos Transitórios </li></ul><ul><li>Percepções,sensações </li></ul><ul><li>e sofrimentos dos espíritos </li></ul>
  2. 3. Espíritos Errantes- Erraticidade <ul><li>Na Terra a reencarnação pode ser imediata, mas em geral ocorre a intervalos mais ou menos longos. </li></ul><ul><li>No intervalo das encarnações a alma é um espírito errante aspirando a um novo destino. </li></ul><ul><li>Os intervalos duram desde algumas horas a milhares de séculos,mas não é perpétuo. </li></ul>
  3. 4. Espíritos Errantes- Erraticidade <ul><li>A erraticidade não é um sinal de inferioridade, existem espíritos de todos os graus. </li></ul><ul><li>A encarnação é um estado transitório. </li></ul><ul><li>Errantes são todos os espíritos desencarnados que precisam reencarnar. </li></ul><ul><li>Estudam e procuram meios de elevar-se; todavia, na existência corporal é que põem em prática as idéias que adquiram. </li></ul>
  4. 5. Onde vivem os Espíritos? <ul><li>Joanna de Ângelis, no livro “ No Limiar do Infinito”_”...Há mundos e mundos gravitando no infinito, desde os que se encontram em estado de gases incandescentes aos mais sublimes, esperando por nós, como disse Jesus. </li></ul>
  5. 7. Mundos Transitórios <ul><li>São mundos que servem de estações ou ponto de repouso aos espíritos errantes; </li></ul><ul><li>Existem em conformidade com a natureza dos espíritos, a que eles têm acesso, onde gozam de maior ou menor bem estar; </li></ul><ul><li>Esses mundos não são habitados por seres corpóreos; sua superfície é estéril,pois os habitantes de nada necessitam. </li></ul><ul><li>A Terra já pertenceu à categoria de mundo transitório,durante a sua formação. </li></ul>
  6. 8. Pluralidade dos Mundos <ul><li>Segundo Emmanuel, no livro “ Religião dos Espíritos”:_ “...temos no Espaço Incomensurável, mundos-berços e mundos- experiências, mundos-universidades e mundos- templos, mundos-oficinas e mundos-reformatórios, mundos-hospitais e mundos-prisões...” </li></ul>
  7. 10. Colônias Espirituais <ul><li>São locais destinados aos Espíritos desencarnados que ainda necessitam reencarnar e intimamente ligados a um planeta pelas ações cometidas no passado, onde os mesmos podem ficar transitoriamente. </li></ul><ul><li>Os espíritos mais necessitados recebem ajuda, tratamento,apoio e orientação de organizações dedicadas ao bem,preparando-os para o processo reencarnatório e/ou de prosseguimento na sua jornada evolutiva. </li></ul><ul><li>Nosso Lar é uma colônia espiritual situada nos planos vizinhos da esfera terrestre. </li></ul>
  8. 11. Onde vivem os Espíritos?
  9. 12. Onde vivem os Espíritos?
  10. 13. Como vivem os Espíritos? <ul><li>Se agrupam no plano espiritual pela LEI DE AFINIDADE, ou seja “semelhante atrai semelhante”. </li></ul><ul><li>A mente, o pensamento se constitui no instrumento que molda a constituição das coisas no mundo espiritual. </li></ul><ul><li>Isso inclui o ambiente, a moradia, os objetos, a roupa e tudo o que se faça necessário ao seu estágio evolutivo. </li></ul><ul><li>Os dois planos coexistem e se integram, pois por detrás da matéria existe o componente inteligente que lhe dá organização. </li></ul>
  11. 14. Percepções, Sensações e sofrimentos <ul><li>O Espírito conserva as percepções que tinha quando encarnado, além de outras que eram suprimidas pelo corpo. </li></ul><ul><li>Quanto mais se aproximam da perfeição,tanto mais sabem. </li></ul><ul><li>Só os Espíritos Superiores vêem a Deus e o compreendem; os inferiores O sentem e advinham. </li></ul>
  12. 15. Percepções, Sensações e sofrimentos <ul><li>Conhecem o sofrimento físico, pois já o experimentaram,mas agora não é material. </li></ul><ul><li>Não sentem fadiga, sua ação é toda intelectual e inteiramente moral o seu repouso. </li></ul><ul><li>Quando relata sofrer, são angústias morais que o torturam. </li></ul><ul><li>Têm a percepção da dor - efeito,lembranças. </li></ul>
  13. 16. Percepções, Sensações e sofrimentos <ul><li>O PERÍSPIRITO é o envoltório que une o corpo ao Espírito. </li></ul><ul><li>O fluido perispirítico serve de veículo as sensações físicas da alma durante a vida, do mesmo modo por seu intermédio o Espírito atua sobre o corpo e dirige-lhe os movimentos. </li></ul>
  14. 17. Percepções, Sensações e sofrimentos <ul><li>Os sentidos não são circunscritos, residem em todo ele. </li></ul><ul><li>Se transporta aonde queira, com a rapidez do pensamento,vê em toda parte ao mesmo tempo; seu pensamento é suscetível de irradiar, dirigindo-se a um tempo a muitos pontos diferentes. </li></ul>
  15. 18. Sensações dos Espíritos <ul><li>Os Espíritos mais elevados são inacessíveis às impressões da matéria, cujo envoltório etério não encontra analogia neste mundo. </li></ul><ul><li>Os de perispírito mais denso percebem nossos sons e odores, pois estão na mesma faixa vibratória. </li></ul><ul><li>A influência material diminui à medida que o Espírito progride. </li></ul>
  16. 19. Temor da Morte <ul><li>Importa conhecer o mundo espiritual e o quanto a vida material resulta em maior ou menor facilidade de desprendimento. </li></ul><ul><li>Na transição passa por um estado de perturbação - torpor que paralisa momentaneamente suas faculdades neutralizando em parte as sensações, de modo que quase nunca testemunham conscientemente o derradeiro suspiro. </li></ul><ul><li>A perturbação pode perdurar por tempo indeterminado- horas a alguns anos. </li></ul><ul><li>A facilidade de desprendimento depende do estado moral da alma. </li></ul>
  17. 20. Causas do Sofrimento <ul><li>São sempre conseqüência do modo em que viveram na Terra. </li></ul><ul><li>Resultam dos laços que ainda os prendem à matéria. </li></ul><ul><li>A maior parte de tais sofrimentos são efeitos de causas que lhes teria sido possível evitar. </li></ul>
  18. 21. Fórmula Mágica <ul><li>” Dome ele as suas paixões animais,não alimente o ódio nem inveja, nem ciúme, nem orgulho; não se deixe dominar pelo egoísmo e purifique-se nutrindo bons sentimentos, pratique o bem e não dê as coisas deste mundo a importância que não merecem;e, então, mesmo encarnado,já estará depurado,liberto do jugo da matéria e quando deixar seu corpo não mais lhe sofrerá a influência.(item 257) </li></ul>

×