Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
LÍNGUA PORTUGUESA IES – Instituto de Educação Superior Geovani Gonçalves
LINGUÍSTICA – CIÊNCIA DA LINGUAGEM <ul><li>“ A linguística é o estudo científico da linguagem. Está voltada para explicaçã...
LINGUÍSTICA TEXTUAL (LT) <ul><li>Ramo da lingüística que se desenvolveu a partir da década de 60, particularmente na Alema...
SUJEITO, LÍNGUA E TEXTO  <ul><li>Conforme Koch (2009), a concepção de sujeito da </li></ul><ul><li>linguagem pode variar d...
LÍNGUA, SUJEITO, TEXTO E SENTIDO LÍNGUA SUJEITO  TEXTO SENTIDO Língua como representação do pensamento. .  Senhor de suas ...
A TIRINHA A SEGUIR É UM BOM EXEMPLO DA NECESSIDADE DE INTERAÇÃO, PARA QUE HAJA CONSTRUÇÃO DE SENTIDOS NA COMUNICAÇÃO. Jorn...
SISTEMAS DE CONHECIMENTO ACESSADOS POR OCASIÃO DO PROCESSAMENTO TEXTUAL. (KOCH, 2008) <ul><li>Levando-se em conta a perspe...
CONHECIMENTOS NECESSÁRIOS <ul><li>1.Linguístico: </li></ul><ul><li>Organização do material linguístico na </li></ul><ul><l...
NA PROPAGANDA A SEGUIR, TEMOS UM EXEMPLO DA IMPORTÂNCIA DO  CONHECIMENTO DE MUNDO  PARA QUE SE PROCESSE DE FORMA COERENTE ...
ESTRATÉGIAS DE PROCESSAMENTO TEXTUAL <ul><li>A propaganda do carro da Chevrolet (assim como toda atividade verbal) utiliza...
1.ESTRATÉGIAS COGNITIVAS <ul><li>Facilitação ou permissão do processamento textual. </li></ul><ul><li>A inferência é um ex...
2.ESTRATÉGIAS SÓCIO INTERACIONAIS <ul><li>Tipo de negociação que se estabelece entre os interactantes para evitar mal ente...
CONCLUSÃO <ul><li>Os estudos realizados pela LT nos últimos anos propõem a análise do processamento textual numa perspecti...
REFERÊNCIAS <ul><li>CAGLIARI, Luiz Carlos. Alfabetização e Linguística. São Paulo: Scipione, 2009. </li></ul><ul><li>MARCU...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

ppt Língua portuguesa ies

5,039 views

Published on

ppt Princípios da Linguística Textual

  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

ppt Língua portuguesa ies

  1. 1. LÍNGUA PORTUGUESA IES – Instituto de Educação Superior Geovani Gonçalves
  2. 2. LINGUÍSTICA – CIÊNCIA DA LINGUAGEM <ul><li>“ A linguística é o estudo científico da linguagem. Está voltada para explicação de como a </li></ul><ul><li>linguagem humana funciona e de como são as línguas em particular, quer fazendo o trabalho </li></ul><ul><li>descritivo previsto pelas teorias, quer usando os conhecimentos adquiridos para beneficiar </li></ul><ul><li>outras ciências e artes que usam, de algum modo, a fala e a escrita. “ </li></ul><ul><li>CAGLIARI, Luiz Carlos (2009, p 36,37). </li></ul>
  3. 3. LINGUÍSTICA TEXTUAL (LT) <ul><li>Ramo da lingüística que se desenvolveu a partir da década de 60, particularmente na Alemanha, com maior interesse em explicar o que acredita que não se pode com uma gramática de frase. O objeto da lingüística textual não é a palavra ou uma frase isolada, mas o texto. </li></ul><ul><li>Entendendo texto como conjunto significativo de enunciados caracterizados pelos fatores da textualidade: contextualização, coesão, coerência, intencionalidade, informatividade, aceitabilidade, situacionalidade, e intertextualidade. </li></ul><ul><li>De acordo com Adam (2008), a LT é “ uma teoria da produção co(n)textual de sentido, que deve fundar-se na análise de textos concretos .” </li></ul><ul><li>Para Marcuschi (2008), a LT é “ [...] o estudo das operações linguísticas , discursivas e cognitivas reguladoras e controladoras da produção, construção e processamento de textos escritos ou orais em contextos naturais de uso .” </li></ul>
  4. 4. SUJEITO, LÍNGUA E TEXTO <ul><li>Conforme Koch (2009), a concepção de sujeito da </li></ul><ul><li>linguagem pode variar de acordo com o conceito de </li></ul><ul><li>língua que se adota. </li></ul>
  5. 5. LÍNGUA, SUJEITO, TEXTO E SENTIDO LÍNGUA SUJEITO TEXTO SENTIDO Língua como representação do pensamento. . Senhor de suas ações – psicológico, individual. Produto lógico do pensamento. Capitação dos sentidos do texto de forma passiva por parte do leitor/ ouvinte. Língua – Código. (Pré) Determinado pelo sistema. Codificação de uma mensagem. Cabe ao leitor /ouvinte ter conhecimento do código para decodificar a mensagem com competência. Língua como elemento interativo. Atores Sociais. Lugar de interação. Resultado de atividade interativa; requer a mobilização de um vasto conjunto de saberes por parte dos interlocutores.
  6. 6. A TIRINHA A SEGUIR É UM BOM EXEMPLO DA NECESSIDADE DE INTERAÇÃO, PARA QUE HAJA CONSTRUÇÃO DE SENTIDOS NA COMUNICAÇÃO. Jornal do Commercio. Recife, 04 de junho de 2011, sábado. Caderno C, p 7.
  7. 7. SISTEMAS DE CONHECIMENTO ACESSADOS POR OCASIÃO DO PROCESSAMENTO TEXTUAL. (KOCH, 2008) <ul><li>Levando-se em conta a perspectiva sócio interacional </li></ul><ul><li>da linguagem, é importante destacar o sistema de </li></ul><ul><li>conhecimento postulado por Koch(2008) que contribui </li></ul><ul><li>para o processamento textual. </li></ul>
  8. 8. CONHECIMENTOS NECESSÁRIOS <ul><li>1.Linguístico: </li></ul><ul><li>Organização do material linguístico na </li></ul><ul><li>Superfície textual. </li></ul><ul><li>2.Enciclopédico: </li></ul><ul><li>Conhecimento de mundo. </li></ul><ul><li>3.Sócio interacional: </li></ul><ul><li>Atenção para os propósitos comunicativos e </li></ul><ul><li>adequação da produção textual à situação </li></ul><ul><li>comunicativa. </li></ul>
  9. 9. NA PROPAGANDA A SEGUIR, TEMOS UM EXEMPLO DA IMPORTÂNCIA DO CONHECIMENTO DE MUNDO PARA QUE SE PROCESSE DE FORMA COERENTE UMA MENSAGEM.
  10. 10. ESTRATÉGIAS DE PROCESSAMENTO TEXTUAL <ul><li>A propaganda do carro da Chevrolet (assim como toda atividade verbal) utiliza-se de estratégias para atingir os seus objetivos. </li></ul>
  11. 11. 1.ESTRATÉGIAS COGNITIVAS <ul><li>Facilitação ou permissão do processamento textual. </li></ul><ul><li>A inferência é um exemplo de estratégia comunicativa. </li></ul><ul><li>Pode-se prever que o interlocutor perceberá que o aparente “erro” de escrita na fala da personagem, dá um tom de humor ao texto e é utilizada pela empresa de propaganda com o fim de atrair a atenção das pessoas. </li></ul>
  12. 12. 2.ESTRATÉGIAS SÓCIO INTERACIONAIS <ul><li>Tipo de negociação que se estabelece entre os interactantes para evitar mal entendidos. </li></ul><ul><li>A propaganda traz como pista o destaque dado à palavra CELTA. Espera-se que o interlocutor recorra a uma informação implícita de relação entre a dicção do personagem e o nome do carro </li></ul>
  13. 13. CONCLUSÃO <ul><li>Os estudos realizados pela LT nos últimos anos propõem a análise do processamento textual numa perspectiva sóciocognitiva. </li></ul><ul><li>De modo geral, ela não despreza em seus exames as estruturas básicas da frase – como questões morfológicas e sintáticas - , mas as relaciona a aspectos globais da materialidade linguística em consonância com o contexto sóciodiscursivo, trazendo contribuições valiosas para o entendimento da produção de sentidos nos textos orais/escritos. </li></ul>
  14. 14. REFERÊNCIAS <ul><li>CAGLIARI, Luiz Carlos. Alfabetização e Linguística. São Paulo: Scipione, 2009. </li></ul><ul><li>MARCUSCHI, Luiz Antônio. Produção textual, análise de gêneros e compreensão. São Paulo: Parábola Editorial, 2008. </li></ul><ul><li>KOCH, Ingedore. Desvendando os segredos do texto. 6ªed. – São Paulo: Cortez, 2009. </li></ul><ul><li>_________ . O texto e a construção de sentidos. 9ªed. 1ªreimpressão. São Paulo: Contexto, 2008. </li></ul><ul><li>RECIFE. Jornal do Commercio, 04 de junho de 2011, sábado. Caderno C, p 7. </li></ul>

×