Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Peixes ósseos

11,877 views

Published on

Published in: Education
  • Be the first to comment

Peixes ósseos

  1. 1. Peixes Ósseos Acadêmicas: Geovana e Gislaine Profª: Fabiana Disciplina: Estudo da Fauna brasileira
  2. 2. CLASSIFICAÇÃO DOS OSTEICHTHYES <ul><ul><li>Do grego Osteos (osso), ichthyos (peixe) </li></ul></ul><ul><ul><li>Domínio: Eukaryota </li></ul></ul><ul><ul><li>Reino: Animalia </li></ul></ul><ul><ul><li>Filo: Vertebrata </li></ul></ul><ul><ul><li>Infrafilo: Gnathostomata </li></ul></ul><ul><ul><li>Superclasse: Osteichthyes </li></ul></ul><ul><ul><li>Classes: Actinopterygii e Sarcopterygii </li></ul></ul>
  3. 3. BIODIVERSIDADE <ul><li>Os peixes ósseos são o grupo mais vasto e diverso de peixes atuais. </li></ul><ul><li>Habitam tanto água salgada como água doce. </li></ul><ul><li>Podem ficar até cerca de 9 mil metros abaixo da superfície dos oceanos. </li></ul><ul><li>Formam a maior classe de vertebrados,com cerca de 23.800 espécies,distribuídas em 56 ordens,483 famílias e aproximadamente 4.200 gêneros. </li></ul>
  4. 4. CARACTERÍSTICAS <ul><ul><li>Possuem esqueleto ósseo; </li></ul></ul><ul><ul><li>A boca fica localizada anteriormente; </li></ul></ul><ul><ul><li>Possuem bexiga natatória ; </li></ul></ul><ul><ul><li>Possuem opérculo grande com brânquias; </li></ul></ul><ul><ul><li>Olhos grandes,laterais e sem pálpebras; </li></ul></ul><ul><ul><li>Ouvidos com três canais semicirculares dispostos perpendicularmente uns aos outros; </li></ul></ul><ul><ul><li>As narinas estão localizadas na parte dorsal do focinho; </li></ul></ul><ul><ul><li>Possuem uma linha lateral localizada ao longo do flanco; </li></ul></ul><ul><ul><li>O sistema circulatório é simples. </li></ul></ul>
  5. 5. <ul><li>Corpo é fusiforme, mais alto que largo, de corte oval o que facilita a deslocação através da água. A cabeça estende-se da ponta do focinho á abertura do opérculo, o tronco daí ao reto, para trás do qual se tem a cauda. O corpo apresenta uma forte musculatura segmentar - miómeros -, separados por delicados septos conjuntivos. </li></ul>
  6. 6. <ul><li>O esqueleto é formado por ossos verdadeiros, com numerosas vértebras distintas. </li></ul>
  7. 7. OSSO ENDOCÔNDRICO <ul><li>Osso endocôndrico ou osso esponjoso, ou seja, tecido ossificado internamente por substituição da cartilagem. O sistema circulatório invade a matriz cartilaginosa, o que permite aos osteoblastos uma melhor alimentação e também o recrutamento de osteoblastos adicionais; outras células do sangue vão &quot;comendo&quot; a cartilagem resultando num órgão rígido mas pouco pesado, formado por tecido esponjoso no interior, rodeado por lamelas densas de tecido desenvolvido pelo periósteo. </li></ul>
  8. 8. ANATOMIA EXTERNA
  9. 9. ANATOMIA INTERNA
  10. 10. <ul><li>Tipicamente os peixes ósseos não são maiores que 1 m de comprimento mas existem formas reduzidas (certos gobies têm apenas 10 mm de comprimento) e gigantescas (espadarte com 3,70 m, o esturjão com 3,80 m e 590 kg de peso ou o peixe-lua com 900 kg de peso). </li></ul>
  11. 12. BRÂNQUIAS <ul><li>Conjunto de lâminas vascularizadas. </li></ul><ul><li>Protegidas pelo opérculo. </li></ul><ul><li>Além da respiração pode auxiliar na classificação taxonômicas. </li></ul>
  12. 13. BEXIGA NATATÓRIA <ul><li>um órgão hidrostático. Em algumas espécies ela não está ligada ao tubo digestivo(fisóclistos) e quando está ligada, os peixes são do tipo fisóstomos. </li></ul>
  13. 14. NADADEIRAS <ul><li>De uma forma geral, as nadadeiras possuem a função de impulsionar o peixe e manter a estabilidade, quando em movimento ou repouso. </li></ul><ul><li>Alguns peixes usam as nadadeiras durante a reprodução para &quot;abanar&quot; os ovos ou seduzir as fêmeas, outros sofreram uma adaptação mais profunda e utilizam suas nadadeiras para a cópula (poecilídeos). </li></ul>
  14. 15. TIPOS DE NADADEIRAS CAUDAIS DESCRIÇÃO HOMOCERCA A coluna vertebral não se prolonga através da nadadeira que é bilobada e simétrica. DIFICERCA A coluna vertebral não se prolonga através da nadadeira que é bilobada e simétrica. HETEROCERCA A porção terminal da coluna vertebral normalmente encurva-se para cima e a nadadeira é assimétrica.
  15. 16. TIPOS DE NADADEIRAS PARES DESCRIÇÃO ACTINOPTERÍGEAS Possuem base larga e seu esqueleto consiste em uma série de barras (raios)ósseas ou cartilaginosas paralelas,relativamente curtas. CROSSOPTERÍGEAS Tem a forma de uma folha e seu esqueleto consiste num eixo central com ramos laterais dispostos simetricamente.
  16. 18. ESCAMAS <ul><li>As escamas são finas, arredondadas e implantadas em fileiras longitudinais e diagonais, imbricadas como as telhas de um telhado. As extremidades livres das escamas estão cobertas por uma fina camada de pele que protege de parasitas e doenças. Em algumas espécies, esta camada de pele ajuda a manter a umidade quando o animal está emerso. </li></ul>
  17. 19. TIPOS DE ESCAMAS
  18. 21. REPRODUÇÃO <ul><li>Sexuada , ovípara; </li></ul><ul><li>As fêmeas expulsam os óvulos na água e depois os machos liberam seus espermatozóides sobre eles. </li></ul><ul><li>Geralmente em grande quantidade de ovos; </li></ul><ul><li>Existem espécies hemafroditas e com fecundação interna; </li></ul><ul><li>Muitos migram para desovar. </li></ul>
  19. 22. Classe Osteichthyes <ul><li>Dividida em : </li></ul><ul><li>SARCOPTERYGII: São peixes de barbatanas lobadas,como o celacanto e os peixes pulmonados e os tetrápodes ou seja os vertebrados terrestres. </li></ul><ul><li>ACTINOPTERYGII:os restantes grupos de peixes,também conhecidos como teleósteos. </li></ul>
  20. 23. Poraquê (peixe-elétrico) <ul><li>Reino : Animalia </li></ul><ul><li>Filo : Chordata </li></ul><ul><li>Classe : Actinopterygii </li></ul><ul><li>Ordem : Gymnotiformes </li></ul><ul><li>Família : Gymnotidae </li></ul><ul><li>Género : Electrophorus </li></ul><ul><li>Espécie : E. electricus </li></ul>
  21. 24. Cardume de sardinhas Reino: Animalia Filo: Chordata Classe: Osteichthyes Ordem: Clupeiformes Família: Clupeidae Nome científico: Sardinella brasiliensis Nome vulgar: Sardinha-verdadeira
  22. 25. EXEMPLOS
  23. 26. NEON TETRA <ul><li>Vivem em cardumes </li></ul><ul><li>No Brasil (Rio Solimões) </li></ul>
  24. 27. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS <ul><li>http://www.infoescola.com/biologia/peixes-osseos-classe-osteichthyes/ </li></ul><ul><li>http://www.sobiologia.com.br/conteudos/Reinos3/bioanimal5.php </li></ul><ul><li>http://mundoeducacao.uol.com.br/biologia/peixes-osseos-osteictes.htm </li></ul><ul><li>http://www.portalsaofrancisco.com.br/alfa/classe-osteichthyes/classe-osteichthyes-1.php </li></ul><ul><li>http://www.portalbrasil.net/educacao_seresvivos_vertebrados_peixes.htm </li></ul><ul><li>http://www.portalsaofrancisco.com.br/alfa/peixes/anatomia-externa-dos-peixes-osseos.php </li></ul><ul><li>http://www.suapesquisa.com/ecologiasaude/peixes.htm </li></ul><ul><li>http://www.infoescola.com/peixes/branquias/ </li></ul><ul><li>http:// www.ciclideos.com/especies.html </li></ul>
  25. 28. OBRIGADA PELA ATENÇÃO !!!

×