Turismo no espaço rural 11-6

11,167 views

Published on

Trabalho de grupo 11º 6º - 2010/2011 begin_of_the_skype_highlighting              2010/2011      end_of_the_skype_highlighting

Published in: Education, Travel, Technology
1 Comment
2 Likes
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total views
11,167
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
5
Actions
Shares
0
Downloads
295
Comments
1
Likes
2
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Turismo no espaço rural 11-6

  1. 1. Turismo no Espaço Rural Escola Secundária Fernão Mendes Pinto Ano Lectivo 2010/2011 Disciplina de Geografia A Professor João Paulo Curto
  2. 2. O que é o Turismo no Espaço Rural? Conjunto de actividades e serviços de alojamento e animação em empreendimentos de natureza familiar, realizados e prestados a turistas, mediante remuneração, no espaço rural. O seu principal objectivo é oferecer aos turistas a oportunidade de conviver com as práticas, as tradições e os valores da sociedade rural, valorizando as particularidades das regiões no que elas têm de mais genuíno, desde a paisagem à gastronomia e aos costumes.
  3. 3. Características do Turismo no Espaço Rural (TER) <ul><li>Situa-se sempre em zonas rurais isto é, áreas com ligação tradicional e ligadas à agricultura e a ambientes e paisagens de carácter vincadamente rurais; </li></ul><ul><li>Encontra-se à escala rural do ponto de vista da dimensão e das características arquitectónicas e dos materiais construtivos típicos da região; </li></ul><ul><li>É sustentável, na medida em que o seu desenvolvimento deve ajudar a manter as características rurais da região, utilizando os recursos locais e os conhecimentos vindos do Saber da população e não ser um instrumento de urbanização; </li></ul>
  4. 4. <ul><li>Possui um acolhimento personalizado e na conformidade com a tradição do “bem-receber” da comunidade em que se insere; </li></ul><ul><li>Está ligado às estruturas ditas tradicionais, isto é, as que conservam os valores e o modo de vida e pensamento das comunidades rurais baseadas em modelos de agricultura familiar. </li></ul>
  5. 5. Factores de Desenvolvimento Rural (derivados do TER) <ul><li>A pluriactividade e a sustentação do rendimento dos agricultores; </li></ul><ul><li>O desenvolvimento de novas actividades e emprego, a montante (ex: construção civil, transportes, indústria) e a jusante (ex: artesanato, restauração, comércio); </li></ul><ul><li>A diversificação das actividades ligadas à exploração agrícola; </li></ul><ul><li>A conservação e a melhoria da Natureza e do ambiente paisagístico; </li></ul>
  6. 6. <ul><li>A sobrevivência dos pequenos agregados populacionais; </li></ul><ul><li>O apoio à arte e ao artesanato rural; </li></ul><ul><li>A dinamização de iniciativas culturais e a recuperação do património histórico; </li></ul><ul><li>A valorização do papel das mulheres e dos idosos; </li></ul><ul><li>A revitalização das colectividades através do surgimento de novas dinâmicas ideias e iniciativas. </li></ul>
  7. 7. Razões do aumento da procura do TER <ul><li>Maior interesse pelo património e pela Natureza; </li></ul><ul><li>A busca de paz e tranquilidade; </li></ul><ul><li>A valorização da diferença e da oferta turística mais personalizada; </li></ul><ul><li>O aumento dos tempos de lazer; </li></ul><ul><li>A melhoria das infra-estruturas de acesso e das comunicações; </li></ul><ul><li>Maior sensibilidade para as questões ligadas à saúde e ao seu relacionamento com a Natureza; </li></ul><ul><li>Maior receptividade às questões ecológicas. </li></ul>
  8. 10. As modalidades do TER
  9. 12. Turismo de habitação É um serviço de hospedagem de natureza familiar, situado em casas antigas particulares que, pelo seu valor arquitectónico, histórico ou artístico são representativas de uma determinada época histórica, como é o caso dos solares e das casas apalaçadas. Casa das Obras, solar setecentista.
  10. 13. Turismo Rural É um serviço de hospedagem em casas rústicas particulares, utilizadas simultaneamente como habitação do proprietário, que dinamiza também a estadia dos visitantes, existindo em muitos casos actividades organizadas e a possibilidade de alugar o equipamento necessário. Utiliza materiais construtivos da região e mobiliário simples, integrando-se na arquitectura típica regional (valor etnográfico). Casas do Pico, na Ilha dos Açores.
  11. 14. Agroturismo É um serviço de hospedagem prestado em casas particulares integradas em explorações agrícolas permitindo aos hóspedes conhecer as práticas agrícolas e participar nos trabalhos do campo, de acordo com as regras estabelecidas pelos responsáveis das casas. Umas das actividades mais praticadas são a vindima, a apanha da fruta, a desfolhada, a ordenha, a alimentação de animais e o fabrico de queijo, vinho e mel. Monte Horta do Cano, no Alentejo.
  12. 15. Turismo de Aldeia É um serviço de hospedagem prestado num empreendimento composto por, no mínimo, cinco casas particulares inseridas em aldeias que mantêm, no seu conjunto, as características arquitectónicas e paisagísticas tradicionais da região. Envolvendo toda a aldeia, esta modalidade é uma das que melhor poderá promover a conservação e valorização do património edificado. Aldeia de S.Gregório, no Alentejo.
  13. 16. Casas de Campo É um serviço de hospedagem prestado em casas rurais e abrigos de montanha, independentemente do proprietário lá residido. Integram-se na arquitectura e ambiente característicos da região, pela sua traça e pelos materiais de construção. Monte da Vilarinha, em Bordeira.
  14. 17. Condições Determinantes para o Sucesso <ul><li>Interesse da paisagem; </li></ul><ul><li>Especificidade da fauna e flora autóctones; </li></ul><ul><li>Respeito e harmonia da rusticidade do conjunto das construções, bem como dos materiais utilizados; </li></ul><ul><li>Possibilidade de participação na vida activa das explorações agrícolas; </li></ul><ul><li>Qualidade das instalações de acolhimento e hospedagem e competência dos serviços prestados; </li></ul><ul><li>Competência na promoção da região e na comercialização das unidades existentes; </li></ul>
  15. 18. <ul><li>Interesses culturais, tais como monumentos e locais históricos, festas e romarias, etc.; </li></ul><ul><li>Proximidade de agregados populacionais e de pólos de comércio local; </li></ul><ul><li>Condições para práticas desportivas ou de lazer (passeios, pesca, caça, etc.). </li></ul>
  16. 19. Trabalho Realizado pelas alunas do 11º6: <ul><li>Ana Laura Pinto nº2 </li></ul><ul><li>Daniela Nascimento nº6 </li></ul>Obrigada pela atenção.

×