Transportes públicos em almada

1,032 views

Published on

Estudo de caso sobre os transportes públicos no concelho de Almada

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
1,032
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
5
Actions
Shares
0
Downloads
11
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Transportes públicos em almada

  1. 1. ESTUDO DE CASO –TRANSPORTES PÚBLICOS EMALMADATrabalho realizado por: Ana Margarida, nº 1Joana Martins, nº16João Mendes, nº 19Sara Jorge, nº 2611º4
  2. 2. A rede de transportespúblicos em Almada Almada oferece uma extensa e complexarede de transportes, algo que podemosverificar no nosso dia- a- dia, no entanto como desenvolvimento da comunicaçõestornaram-se muito importantes ossimuladores. Certamente conhecem o GoogleMaps e sabem o quão prestável são asorientações que de lá podemos retirar.
  3. 3. A rede de transportespúblicos em Almada Almada Sempre Perto –http://www.m-almada.pt/almadasempreperto/ Guia de transportes públicosdo concelho deAlmada -http://transportesalmada.ageneal.pt/ Em Almada algo semelhante foi criado,exemplos dessas plataformas são:
  4. 4. Transportes públicos emAlmada Transporte rodoviário; Transporte Fluvial; Transporte ferroviário : Comboio; Metro Sul doTejo
  5. 5. Rede de transportes de Almada
  6. 6. Transporte rodoviário Autocarros:-TST- Flexibus
  7. 7. TST- Transportes Sul do TejoÁrea de Exploração - ATST opera 205 carreiras, cujostrajetos se encontram dimensionados e adaptados àsnecessidades das populações que residem ao longo dasua área de atuação. Desenvolve a sua atividade naPenínsula de Setúbal, servindo uma população de cercade 1 milhão de habitantes. A área de atuação, com 1600Km2, opera através de carreiras urbanas, suburbanas erápidas encontra-se distribuída por quatro CentrosOperacionais:-Almada, Moita, Seixal, Setúbal.Além de assegurar o adequado nível de mobilidade a todosos agentes, desenvolve também iniciativas de carácterambiental, social e de lazer, contribuindo assim paramelhorar a qualidade de vida da população que serve.
  8. 8. Flexibus O flexibus é uma inovação nos transportes rodoviáriospúblicos uma vez que este tipo de serviço é assegurado,emAlmada, por dois mini- autocarros movidos a energiaelétrica, com grandes níveis de eficiência energética,baixos níveis de ruído e ausência de emissões de gasespoluentes. Ao contrário de todos os outros transportespúblicos este, apesar de ter um percurso definido, nãoapresenta paragens fixas e possibilita desvios. O flexibus destina-se prioritariamente à população séniore júnior da zona histórica de Almada, uma vez que temcomo principal objetivo a vitalização das áreas antigas deAlmada a Cacilhas.
  9. 9. Transporte Fluvial Cacilheiros:-Transtejo- Soflusa
  10. 10. Transporte Fluvial
  11. 11. Transtejo e Soflusa ATranstejo e a Soflusa prestam um serviçopúblico de transporte fluvial integrado nosistema global da Área Metropolitana de Lisboa,sendo elemento fundamental na travessia doTejo, subordinado a padrões de elevadaqualidade e segurança. Este conceito detransporte público pretende integrar um sectorde serviços flexível, orientado para o cliente.
  12. 12. Transtejo e Soflusa Para apoiar a movimentação de passageiros, aTranstejo e a Soflusa dispõem de 9 terminais.Todoseles têm vindo a ser objeto de modernização,procurando oferecer mais comodidade e maioreficácia na ligação a outros modos de transporte.Atodos os terminais tem sido aplicado o conceito deDesign Universal, quer os que foram recentementeconstruídos, quer os que foram sujeitos a obras demanutenção e conservação, eliminando as barreirasarquitetónicas, de modo a facilitar o acesso aotransporte fluvial das pessoas com mobilidadereduzida, adotando medidas de diferenciaçãopositiva.
  13. 13. Transporte ferroviário Comboio- Fertagus
  14. 14. Transporte ferroviário- ComboioA FERTAGUS A empresa do Grupo Barraqueiro, venceu oconcurso público internacional para aexploração do Eixo Ferroviário Norte/Sul,tendo-lhe sido atribuída a concessão para oTransporte Suburbano de Passageiros, combase em critérios de qualidade da suaproposta ao nível da intermodalidade,tempos de percurso, tarifário e modelofinanceiro.
  15. 15.  A FERTAGUS é, assim, o primeiro operadorprivado a assegurar a gestão e exploraçãocomercial de uma linha ferroviária em Portugal,mediante o pagamento à REFER de uma taxapela utilização das infraestruturas, sendotambém a primeira vez que este mecanismo foiintroduzido no sistema ferroviário português. A FERTAGUS serve atualmente 14 estaçõesnuma extensão de linha com cerca de 54 km .Dez na Margem Sul: Setúbal, Palmela,Venda doAlcaide, Pinhal Novo, Penalva, Coina,Fogueteiro, Foros de Amora, Corroios e Pragal, equatro na Margem Norte: Campolide, Sete Rios,Entrecampos e Roma-Areeiro.
  16. 16. Organigrama da Empresa
  17. 17. POLÍTICA Contribuir para um desenvolvimento económico,social e ambiental mais sustentável, nomeadamentecom a conceção e desenvolvimento de soluçõesintegradas de transporte.VISÃO Ser imprescindível nas soluções de mobilidade naÁrea Metropolitana de Lisboa.MISSÃO Proporcionar, com eficiência e simpatia, soluçõescompletas e integradas de serviços de transportesuburbano de passageiros, que satisfaçam asnecessidades e exigências dos seus clientes emparticular e da sociedade em geral.
  18. 18. Estudos demonstram que: Cerca de 25% dos clientes que hoje viajam nocomboio, utilizavam no passado o automóvel natravessia. O contributo para a melhoria da qualidade devida dos cidadãos é inegável: 31% dos clientes consideram hoje que têm maistempo livre; 40% menos stress na viagem; 36% maior flexibilidade. O Índice Global de Satisfação dos clientes daFertagus atinge 4,5 numa escala de 1 a 5.
  19. 19. Qualidade A Fertagus obteve a certificação do seu Sistemade Gestão da Qualidade, atribuída pela APCERem novembro de 2002, constituindo-se como aprimeira empresa deTransportes Públicos depassageiros globalmente certificada.Minicomboio da Caparica O minicomboio da Caparica é uma ferroviaturística que liga a praia da Costa da Caparica àda Fonte daTelha, ao longo de um trajeto de9 km, com quatro estações e 15 apeadeiros, nacosta atlântica do concelho de Almada, Portugal.É operado pela empresaTranspraia (TransportesRecreativos da Praia do Sol Lda).
  20. 20. CRIANÇAS 3ª IDADEREFORMADOS EPENSIONISTASCARTÃO 4_18CARTÃO Sub23TarifaReduzida
  21. 21. Transporte ferroviário Metro Sul doTejo:- MST
  22. 22. Transporte ferroviário- Metro Sul do Tejo Na sequência de concurso públicointernacional, foi atribuída à MTS – MetroTransportes do Sul, S.A.,em regime deconcessão de serviço público, aadjudicação do projecto, da construção,do fornecimento de equipamentos e dematerial circulante, do financiamento, daexploração, manutenção e conservaçãoda Rede de Metropolitano Ligeiro daMargem Sul do Tejo.
  23. 23. Vantagens MTS, Metro Transportes do Sul, S.A. estádeterminada em promover uma mobilidadesustentável, adoptando um modelo de gestãoque tem por base o equilíbrio entre os aspectoseconómicos, os aspectos sociais e apreservação do ambiente.A MTS, Metro Transportes do Sul, S.A. assumeconstituir-se como referência em termos dedefesa e valorização do ambiente, de práticasde gestão da qualidade, e de salvaguardaintransigente da segurança de pessoas e bens,comprometendo-se a aplicar os seguintesprincípios:
  24. 24. Objetivos Garantir o cumprimento dos requisitos contratuaispertinentes, da DIA - Declaração de ImpacteAmbiental, das Normas de referência, da legislação eregulamentação aplicáveis; Estabelecer, monitorizar e rever os objetivos concretos nosdomínios do Ambiente, Qualidade e Segurança, por formaa assegurar uma melhoria contínua do seu desempenho; Identificar os impactes ambientais decorrentes da suaatividade, promovendo a implementação de medidas deminimização com o objectivo de prevenção da poluição; Prevenir a ocorrência de acidentes de trabalho e dedoenças profissionais, através da adoção de princípiosgerais de prevenção;
  25. 25. Fases de construção A Rede de Metropolitano Ligeiro da Margem Sul doTejo, desenvolver-se-à ao longo de três Concelhos,(Almada, Seixal e Barreiro), e em três fases:1ª fase: Concelhos de Almada e Seixal ligandoUniversidade da Caparica, Cacilhas e Corroios;2ªfase:concelho do Seixal entre Corroios e Fogueteiro;3ª fase: Concelhos do Seixal e Barreiro com ligaçõesentre Fogueteiro, Terminal Fluvial do Seixal, TerminalFluvial do Barreiro e Apeadeiro do Lavradio, hojeexplorado apenas pela CP.
  26. 26. Problemas dos transportepúblicos em Almada Apesar de nos serem apresentadas muitasopções para nos deslocarmos na cidade deAlmada, existem problemas: A logística; O custo; O tempo de viagem; A frequência dos horários; A área de cobertura.
  27. 27. E por isso ...
  28. 28. Inquérito
  29. 29. Resultados1 – Que tipo de transporte(s) públicos costumautilizar? Autocarros- 6 Barco - 3 Metro - 6 Comboio - 3 Outro - 12- Acha os horários do(s)transporte(s)eficientes? Sim - 5 Não - 63 - No seu caso a área decobertura do(s) transporte(s)que utiliza éeficiente/suficiente? Sim - 6 Não – 54- O Considera que aduração das viagens limita autilização dos transportespúblicos? Sim - 5 Não -65- Com quefrequência utiliza ostransportes públicosem Almada? Todos os dias - 5 Duas ou mais vezespor semana - 5 Uma vez porsemana - 0 Raramente - 16- Acha que oscustos do passe/bilhete são acessíveis? Sim - 4 Não -7
  30. 30. Resultados7 - O que acha que poderia melhorar? Aumento dos lugares de estacionamento perto das principaisparagens dos variados transportes públicos ; Aumento da frequência de carreiras de autocarros; No metro, deveria haver a possibilidade de escolha das paragens aoadquirir os títulos de transporte para que não existisse um únicopreço tabelado; Diminuição do custo do passe de comboio; Aumento da relação qualidade-preço; Diminuição do custo dos bilhetes de autocarro; Melhoramento da logística entre os variados meios de transporte; Não respondeu - 4
  31. 31. Evolução nos transportespúblicos em Almada A Câmara Municipal de Almada tem vindo adesenvolver vários projetos que têm comoobjetivo o melhoramento da sua rede detransportes e a diminuição dasexternalidades negativas que esta apresenta,destaca-se o esforço para criar uma cidademais sustentável a este nível.
  32. 32. Almada sustentávelNos últimos anos Almada tem vindo adesenvolver projetos que visam a maiormobilidade no concelho, mobilidade essa queestá interligada com a diminuição dosproblemas ambientais na nossa cidade.Esses esforços têm sido dirigidos para amobilidade acima de tudo sustentável e paraa construção de uma cidade mais limpa eamiga do ambiente.
  33. 33. Almada sustentável Os esforços feitos têm apresentado resultados, entreeles destaca- se o Prémio da Semana Europeia daMobilidade Sustentável em 2010.Foi a primeira vez, uma cidade portuguesa venceu esteprémio, destacando-se entre as 2 221 cidadesparticipantes. Este prémio foi instituído pela ComissãoEuropeia e destinado a promover a mobilidadesustentável e cidades mais limpas e amigas doambiente.
  34. 34. Almada sustentávelA escolha do júri baseou-se não só nas atividades realizadas durante a SemanaEuropeia da Mobilidade, que decorreu de 16 a 22 de Setembro de 2010, sob olema "Mobilidade mais inteligente, uma vida melhor", mas também pelasmedidas de carácter permanente adotadas pelo município, das quais sedestacam:- a entrada em funcionamento do serviço de mobilidade reduzidaFLEXIBUS- a construção de um bicilink entre a FCT/UNL e o Madan Parque (CampusUniversitário no Monte de Caparica);- a entrada em funcionamento de cinco novos parques de estacionamentocobertos;- a requalificação e pedonalização da RuaCândido dos Reis, em Cacilhas.Todos os anos, no decorrer desta semana considerada a maior campanha mundialde sensibilização para a mobilidade sustentável, são dadas a conhecer soluçõesde mobilidade mais amigas do ambiente e pretende-se sensibilizar os cidadãospara a importância do papel de cada um na adoção de padrões de mobilidadeque melhorem a saúde e o bem-estar.
  35. 35. Almada sustentávelApesar deste significativo prémio, os projetos e programas continuam paratornar esta cidade ainda melhor.Exemplo:O projeto FLIPPER - coordenado pela Autoridade Metropolitana deTransportesde Bolonha, Itália, e do qual a autarquia de Almada é uma das 12 entidadeseuropeias participantes. Este projeto tem como objetivo apoiar a conceçãoe o desenvolvimento de serviços de transporte urbano flexível. Paradesenvolver este tema no dia 21 de Outubro de 2011 deu-se a conferência“OTransporte Flexível enquanto fator de inclusão social e de sustentabilidade dosistema de transportes" Esta iniciativa tem por objetivo debater e dar a conhecer o que está a serfeito a nível europeu em matéria deTransportes Urbanos Flexíveis e ao nívelda sustentabilidade energética, ambiental e financeira associada a este tipode transportes. Foi co-organizada pela Câmara Municipal de Almada e pelaAgência Municipal de Energia de Almada.
  36. 36. Bibliografia http://www.tsuldotejo.pt/ http://www.m-almada.pt/flexibus/ http://www.imtt.pt/sites/IMTT/Portugues/Noticias/Paginas/ConferenciaTransportesFlexiveis.aspx/ http://www.m-almada.pt/almadasempreperto/ http://transportesalmada.ageneal.pt/ http://www.transtejo.pt/pt/homepage/index.html http://www.mts.pt/

×